Você está na página 1de 4
Investimentos da Imefer na matriz e também na filial Caxias do Sul garantem mais espaço

Investimentos da Imefer na matriz e também na filial Caxias do Sul garantem mais espaço para estocagem de tubos, aumentando a oferta de produtos e agilizando o atendimento. Pág. 3

a oferta de produtos e agilizando o atendimento. Pág. 3 Boletim informativo dirigido aos clientes da

Boletim informativo dirigido aos clientes da Imefer / Número 10 / Ano 3 / 1º trimestre 2008

MMX Amapá: produção de minério em apenas dois anos

Um recorde: poucas horas antes da virada de 2007 para 2008, foi realizado o primeiro embarque de minério de ferro do Sistema MMX Amapá, apenas dois anos após o início do projeto. O material seguiu para a empresa Gulf Industrial Investment Company (GIIC), localizada em Bahrain, no Oriente Médio. A Imefer foi um dos fornecedores que contribuíram para esse recorde ao fornecer tubos para a planta de beneficiamento de minério de ferro da MMX Amapá. O material está sendo utilizado na condução de água de utilidades e de processos. “Evidentemente, o fator custo norteou a deci-

Localização privilegiada para exportação

norteou a deci- Localização privilegiada para exportação são da MMX, mas o destaque ficou por conta
norteou a deci- Localização privilegiada para exportação são da MMX, mas o destaque ficou por conta
norteou a deci- Localização privilegiada para exportação são da MMX, mas o destaque ficou por conta
norteou a deci- Localização privilegiada para exportação são da MMX, mas o destaque ficou por conta

são da MMX, mas o destaque ficou por conta dos prazos de fornecimento compatíveis com o crono- grama extremamente desafiador de implantar uma unidade desse porte no coração da selva amazôni- ca em um prazo tão exíguo”, afirma o gerente de implantação Cláudio Menezes. O gerente de su-

O Sistema MMX Amapá é uma das três unidades de produção da MMX Mineração e Metálicos S.A. As outras duas são o Sistema MMX Corumbá e o Sistema MMX Minas-Rio. Os três são integrados, ou seja, compreendem desde a extração do minério de

primentos Wilson Eymard reforça: “O fornecimento da Imefer foi plenamente satisfatório tanto técnica quanto comercialmente.” Esse foi o primeiro fornecimento da Imefer para

a MMX. “Saber que participamos de um projeto tão

relevante para a mineração brasileira é gratificante”, afirma Gisa Silva, da Área Comercial. “Nós sabíamos que o prazo de entrega era fundamental para o su- cesso do projeto e nos empenhamos ao máximo para atender à necessidade do cliente”, conta o gerente co- mercial Thércio Molinari. “Nossa expectativa é de que esse seja apenas o início de uma longa parceria.”

ferro, passando por sua transformação em produtos

de maior valor agregado – como ferro-gusa, HBI e aço –, até a entrega final do produto aos clientes espalhados pelo mundo. A empresa surgiu em res- posta ao acelerado ritmo de crescimento mundial,

o que tem levado à crescente demanda por minério

de ferro e seus produtos derivados. Localizado a 200 quilômetros da capital Macapá, o Sistema MMX Amapá compreende a Mina Amapá,

uma ferrovia e um porto na cidade de Santana (AP).

A mina tem potencial para produzir até 6,5 milhões

de toneladas de minério de ferro por ano. O termi- nal portuário permite armazenamento de até 500 mil toneladas de minério de ferro com operação de navios do tipo Panamax (capacidade de até 80 mil toneladas). Com uma jazida de minério de ferro de padrão world class – com mais de 400 milhões de tone- ladas –, o sistema possui localização privilegiada para exportação, devido à sua proximidade com os mercados europeu e norte-americano.

sua proximidade com os mercados europeu e norte-americano. Sistema MMX Amapá: localizado a 200 quilômetros da

Sistema MMX Amapá: localizado a 200 quilômetros da capital Macapá e potencial para produzir até 6,5 milhões de toneladas de minério de ferro por ano

NegóciosCrescer para atender à demanda do mercado A PCP Participações e o Grupo Galeazi in- Crescer para atender à demanda do mercado A PCP Participações e o Grupo Galeazi in-

Crescer para atender à demanda do mercado

A PCP Participações e o Grupo Galeazi in-

tensificaram os investimentos nas empresas que mantêm em sociedade. Inaugurada há apenas três

Parte da nova célula de usinagem
Parte da nova
célula de usinagem

anos, a Tuboservice teve sua área construída am- pliada: passou de 2.200 m 2 para 3.500 m 2 . Além disso, ganhou uma célula de usinagem e fabri- cação de peças tubulares e um novo sistema de exaustão. A Imefer, que pertence ao Grupo Galeazi, e

a PCP Participações criaram a Tuboservice em resposta à necessidade da V&M do Brasil de me- lhorar a logística e agregar diversos serviços à Suspensys, uma das empresas do Grupo Randon e Arvin Meritor. A Tuboservice começou atendendo exclusivamente à Suspensys, mas o empreendi- mento cresceu rapidamente e novos clientes foram conquistados. “Nós construímos um Centro de Serviços ca-

pacitado a oferecer variadas soluções em tecnologia tubular e estamos explorando o imenso potencial

da empresa”, explica o diretor comercial da Imefer,

Wilson Arjonas. “Nossa meta é atender aos mais exigentes mercados”, afirma o diretor da PCP Parti-

cipações, Humberto Cervelin. “Para aumentar nossa

competitividade, conseguimos em menos de um ano a certificação ISO 9001:2000 e este ano deveremos obter a ISO TS 16949.” Localizada em Caxias do Sul (RS), a empresa começou com uma capacidade instalada de pro- cessamento de 9 mil toneladas anuais, a qual subiu para 36 mil toneladas. A Tuboservice está preparada para realizar uma série de operações nos tubos, tais como corte, identificação (para garantir a rastreabilidade do pro- duto), escovamento (para limpeza de eventuais pon- tos de oxidação), pintura de identificação (com o uso de cores de acordo com as diversas espessuras), embalagem (paletes, racks e amarrados especiais) e expedição. A tecnologia e o equipamento de escova- mento foram totalmente desenvolvidos pela equipe da empresa. Além de fazer a limpeza de óxidos su- perficiais, essa operação prepara os produtos para a pintura, pois trata-se de um processo de decapagem mecânica que resulta em uma superfície de exce- lente apresentação e qualidade.

Nova linha de corte longitudinal

Outra empresa que recebeu significativos investimentos foi a PCP Serviços de Corte em

Aço, que presta serviços de cortes transversal

e longitudinal em bobinas de aço. Inaugurada

em 2007, possui equipamentos diferenciados, como uma linha de corte transversal para espessuras de até 20 mm, larguras de até 2.000 mm e peso de até 25 toneladas (a maior do sul do Brasil).

Em janeiro deste ano, a empresa deu partida

à Linha de Corte Longitudinal 3,00 x 1500

Divimec (slitter). Com a entrada do equipa- mento em operação e o fechamento de novos contratos, a expectativa é que até junho a PCP Serviços de Corte em Aço esteja processando mais 6 mil toneladas mensais de bobinas de

aço. Esse número deverá chegar a 7 mil tone- ladas em setembro, com a instalação de uma

segunda linha de corte transversal, projetada

e construída pela própria empresa.

“É um crescimento extraordinário em pouco

espaço de tempo”, orgulha-se Humberto

A Linha de Corte Longitudinal 3,00 x 1500 Divimec (slitter) que entrou em operação em janeiro: maior capacidade de processamento de bobinas de aço

Cervelin. Segundo ele, isso foi possível devido à capacidade da empresa de desenvolver seus próprios equipamentos com qualidade e custos

competitivos, respondendo com agilidade às neces- sidades dos clientes. “Isso nos tem diferenciado no

mercado, o que nos leva a prever um cresci- mento ainda maior no futuro. Nos próximos dois anos, pretendemos atingir um volume de processamento superior a 100 mil toneladas anuais”, conclui.

Nos próximos dois anos, pretendemos atingir um volume de processamento superior a 100 mil toneladas anuais”,

InvestimentosMais espaço para estocar produtos Investir para crescer. Essa tem sido a estratégia da Imefer. Mais espaço para estocar produtos Investir para crescer. Essa tem sido a estratégia da Imefer.

Mais espaço para estocar produtos

Investir para crescer. Essa tem sido a estratégia da Imefer. Recentemente, a filial de Caixas de Sul (RS) mudou para uma área muito maior (leia matéria abai- xo). Além disso, a matriz da empresa, localizada na capital paulista, passou a contar com uma nova área

Imefer oferece ampla linha de produtosna capital paulista, passou a contar com uma nova área de armazenamento de 10 mil m

de armazenamento de 10 mil m 2 no bairro Parque In- dustrial São Lourenço (Rua Forte da Ribeira, nº 250

– Lote 14 – Quadra 1). Com isso, a empresa amplia para 22 mil m 2 a área de estocagem, principalmente de tubos de gran- des diâmetros. O investimento também irá melhorar

consideravelmente a logística de entrega, pois facilita

e agiliza as operações de carregamento e descarre-

gamento. Além da matriz, a Imefer marca presença em todo o território nacional por meio das filiais de Caxias do Sul (RS), Belo Horizonte (BH) e Curitiba (PR). A em- presa também tem representantes em várias cidades paulistas e em outros Estados. A linha de produtos oferecidos pela Imefer in- clui tubos condutores de aço carbono com e sem costura – pretos e galvanizados, tubos condutores de aço-liga sem costura, tubos mecânicos sem

A área total de armazenamento da matriz da Imefer tem agora 22 mil m 2
A área total de armazenamento da matriz
da Imefer tem agora 22 mil m 2

costura – laminados e trefilados, tubos trefilados de precisão sem costura para linha automotiva, tubos estruturais sem costura – circulares, quadrados e retangulares, e eletrodutos galvanizados.

InvestimentosCrescimento também no Sul do País A filial de Caxias do Sul está de endereço Crescimento também no Sul do País A filial de Caxias do Sul está de endereço

Crescimento também no Sul do País

A filial de Caxias do Sul está de endereço novo. E melhor: está muito maior. A área administrativa au- mentou mais de três vezes. Já a área do depósito aumentou de 1.200 m 2 para 1.800 m 2 , o que re- presenta uma capacidade de estoque de cerca de 1.500 toneladas de tubos de aço com e sem cos- tura. “Isso nos permite trabalhar com uma maior variedade e quantidade de material, garantindo a

pronta entrega para os nossos clientes”, afirma o gerente comercial da filial de Caxias do Sul (RS), Adenir Kaiser. Inaugurada há sete anos, a filial de Caxias do Sul é resultado da estratégia da Imefer de estar presente no Estado que possui o maior parque fabril de má- quinas e implementos agrícolas do País. A cidade, por sua vez, é o segundo maior pólo metalmecânico do Brasil – atrás apenas de São Paulo. Além disso, o Rio

Grande do Sul conta com um pólo petroquímico, uma refinaria da Petrobras e uma montadora da General Motors. Além da sua própria equipe, a filial conta com sete escritórios de representação no Rio Grande do Sul e no oeste catarinense. Seu novo endereço é Rua Evaristo De Antoni, 780, bairro São José. O telefone continua o mesmo: fax (54) 3224 5666.

Filial de Caxias do Sul no novo endereço: área administrativa três vezes maior e capacidade
Filial de Caxias do Sul no novo
endereço: área administrativa
três vezes maior
e capacidade para
estocar cerca de 1.500
toneladas de tubos de aço

Qualidade

confirmada

Qualidade confirmada A qualidade sempre esteve entre as prioridades da Imefer como resultado da busca de

A qualidade sempre esteve entre as prioridades da Imefer como resultado da busca de diferenciação enquanto um fornecedor de soluções em tecnologia tubular. Nesse sentido, o Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) da empresa conquistou, há alguns anos, a certifi- cação NBR-ISO 9001:2000, concedida pela SGS. Em dezembro do ano passado, a Imefer teve mais uma confirmação de que está sendo bem-sucedida na estratégia de melhorar continuamente o seu SGQ para oferecer aos seus clientes produtos e serviços de qualidade: a SGS recomen- dou a continuidade da certificação.

formidade por meio da observação e do julgamento – que, se necessário, podem ser acompanhados de medições, ensaios ou comparações com padrões. Nos casos de tubos de aço, a inspeção visu- al avalia uma série de detalhes, como a ausência de defeitos superficiais, o tipo de acabamento da extremidade e a identificação de rastreabilidade. O próximo passo é a inspeção dimensional, na qual são checadas medidas importantes, como diâmetro externo, espessura de parede, comprimento e em- penamento. Diego da Silva, responsável pelo Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) da Imefer, explica que alguns clientes também contratam serviços de ins- peções de empresas especializadas. Uma delas é a Suprimat, que acompanha todo o processo de fabri- cação de tubos comprados, por exemplo, pela Petro- bras. Willian de Lima Fernandes é um dos inspetores da Suprimat que atuam na Imefer. “Em um ano, fiz várias inspeções na empresa, com ótimos resultados. Na minha visão, a Imefer está sempre procurando cada vez mais melhorar seu atendimento”, diz ele.

José Justino, da Imefer, e Willian durante uma das inspeções
José Justino, da Imefer, e Willian
durante uma das inspeções

QualidadeJustino, da Imefer, e Willian durante uma das inspeções Inspeção tem rigorosos procedimentos Os produtos entregues Justino, da Imefer, e Willian durante uma das inspeções Inspeção tem rigorosos procedimentos Os produtos entregues

Inspeção tem rigorosos procedimentos

Os produtos entregues pelos fornecedores da Imefer passam por uma importante etapa de garantia da qualidade: a inspeção de recebimento de produtos e serviços. Inicialmente, é feita uma avaliação da con-

FeirasPresença na Agrishow A Imefer participará novamente da onde sua equipe receberá os visitantes. Em Presença na Agrishow A Imefer participará novamente da onde sua equipe receberá os visitantes. Em

Presença na Agrishow

A

Imefer

participará

novamente

da
da

onde sua equipe receberá os visitantes. Em 2007, a Agrishow teve mais de 650 expositores e foi visitada por mais de 140 mil pessoas. O volume de vendas foi superior a R$ 710 milhões – um aumento de mais de 40% em relação ao ano anterior.

maior feira de agronegócios do Brasil: a Feira Internacional da Tecnologia Agrí- cola em Ação (Agrishow), que será re- alizada entre os dias 28 de abril e 3 de maio, em Ribeirão Preto (SP). A Imefer estará no estande número 428, na rua 5,

Diretoria

Maurício Galleazzi • Romildo Virgílio Galleazzi

Filiais

• Belo Horizonte (MG): fone 31 3225 1944 – fax 31 3225 1731

• José Carlos Moreira Cruz • Sílvio Merlo

SC: Mauro Bento & Cia Ltda

– 47 3522 6416 – mbrolamentos@mbrolamentos.com.br

• SP – Região de Araçatuba: Lúcia Representações

Comerciais S/C Ltda.

– 18 3631 0550 – lucia.repre@terra.com.br

SP – Região de Campinas e Ribeirão Preto:

Duarte Representações S/S Ltda.

– 16 3374 1033 – roberto@duartere.com.br

• Wilson Arjonas

imefer@gold.com.br

• Caxias do Sul (RS): fone/fax 54 3224 5666

imefer@malbanet.com.br

Matriz | São Paulo (SP)

R. Presidente Costa Pereira, 557 – Mooca – São Paulo/SP – 03108-040

fone 11 6163 1288 – fax 11 6163 3551 – imefer@imefer.com.br Coordenação de Produtos

• Curitiba (PR): fone 41 3275 1303 – fax 41 3275 2528

– imefer@uol.com.br

Representantes Comerciais

• BA/SE: Solbade Representações e Comércio Ltda.

– 71 3356 7718 – rep.abbade@ig.com.br

• CE/PE/AL/RN: Krone Comércio e Representações Ltda.

– 85 3463 1027 – krone@veloxmail.com.br

ES: Pesam Representação & Consultorias

– 27 3229 6771 – pesam@globo.com

GO: J e J Representações

– 62 3092 7563 – jan1107_2@hotmail.com

MG – Triângulo Mineiro: ABF - Perfis Representações Ltda

– 34 3224 5676 – abfrep@netsite.com.br

RJ: Tradinox Representação Ltda.

– 21 2580 9151 – tradinox@uol.com.br

RS: Aço Ligas Comércio e Representações Ltda.

– 51 3431 5500 – acoligas@acoligas.com.br

• Tubos Condutores, Estruturais e Eletrodutos Galvanizados:

Thércio Molinari – thercio@imefer.com.br

• Tubos Mecânicos: André N. de Almeida – andre@imefer.com.br

• Tubos Trefilados de Precisão – Linha Automotiva: José Barboza dos Anjos – j.barboza@imefer.com.br Área de Vendas Antonio Carlos de Mello – mello@imefer.com.br Elcio Djalma Amorim – elcio@imefer.com.br Elvis de Jesus Cunha – elvis@imefer.com.br Emilio Sérgio Marcon – emilio@imefer.com.br Gisa Silva – gisa@imefer.com.br Manoel J. Alves – manoel@imefer.com.br Orlando Crepaldi – orlando@imefer.com.br Sandra Modesto – sandra@imefer.com.br Solange Barboza – solange@imefer.com.br

Solange Barboza – solange@imefer.com.br www.imefertubos.com.br Coordenação: Marta Moretti.

www.imefertubos.com.br

Coordenação: Marta Moretti. Jornalista Responsável: Silvânia Maria Dias – MTB 3268/MG. Projeto Gráfico: Tre Comunicação. Tiragem: 4.000 exemplares.