Você está na página 1de 1

ESCOLA SECUNDÁRIA DE VAGOS

403880

Disciplina de Português – 12º Ano


Ficha Informativa
Para uma síntese de conhecimentos

ALBERTO CAEIRO

Na poesia de Caeiro, mestre de todos os sujeitos poéticos


pessoanos, incluindo o ortónimo,
verifica-se que:

• vive de impressões, fundamentalmente visuais;


• vive no presente, recusando passado e futuro, enquanto
elaborações mentais.
• identifica-se com a natureza e vive de acordo com as suas
leis;
• é instintivo e espontâneo;
• prefere a objectividade;
• abre-se ao mundo exterior;
• recusa a introspecção e a subjectividade;
• repudia a expressão sentimental;
• defende a existência em vez do pensamento;
• faz poesia involuntariamente;
• transforma o abstracto no concreto;
• usa uma linguagem simples, familiar e denotativa;
• prefere a coordenação;
• cultiva o verso livre.

Temáticas abordadas:

• Recusa do pensamento
• Crença na eterna novidade das ideias
• A criança como símbolo supremo da vida
• Integração e comunhão com a Natureza— panteísmo sensualista;
• Objectivismo absoluto / apagamento do sujeito
• Sensacionismo: preferência pelas sensações visuais e auditivas
• Paganismo

Características de estilo/linguagem

• Irregularidade estrófica
• Verso livre
• Versos soltos ou brancos
• Vocabulário simples
• Registo de língua corrente/familiar
• Adjectivação sobretudo descritiva e objectiva
• Predomínio do Presente do Indicativo e do Gerúndio
• Sintaxe da frase: polissíndeto, paralelismo, repetições anafóricas;
• Nível semântico: metáfora, comparação