Você está na página 1de 3
Metodologia da Pesquisa Científica
Metodologia da Pesquisa
Científica
Plano Geral da Disciplina 1. A pesquisa e seus objetivos; 2. As bases do método científico;
Plano Geral da Disciplina
1.
A pesquisa e seus objetivos;
2.
As bases do método científico;
3.
Raciocínio e formação de hipótese;
4.
Desenvolvimento da argumentação;
5.
Planejamento de pesquisa;
Plano Geral da Disciplina 6. Produção de documentos: clareza, precisão, objetividade; 7. Como fazer apresentações.
Plano Geral da Disciplina
6. Produção de documentos: clareza,
precisão, objetividade;
7. Como fazer apresentações.
Metodologia Científica
Metodologia Científica
Definição de Metodologia Científica l  É o estudo ou conhecimento dos métodos utilizados para a realização
Definição de Metodologia Científica
l  É
o
estudo
ou
conhecimento
dos
métodos
utilizados para a realização de pesquisas
científicas ou acadêmicas.
l  É a disciplina que confere os caminhos necessários
para o auto-aprendizado em que o aluno é sujeito do
processo, aprendendo a pesquisar e a sistematizar o
conhecimento obtido.
Metodologia Científica l  A metodologia: conjunto de procedimentos a s e r e m u t
Metodologia Científica
l  A metodologia: conjunto de procedimentos a
s e r e m
u t i l i z a d o s
n a
o b t e n ç ã o
d o
conhecimento.
l  É
a
aplicação
do
método ,
através
de
processos e técnicas , que garante a
legitimidade do saber obtido.
FASES DO PROCESSO METODOLÓGICO
FASES DO PROCESSO
METODOLÓGICO
O que é a pesquisa Científica?
O que é a pesquisa
Científica?
Conceito de Ciência l  “Uma busca constante de explicações e soluções para os problemas que afligem
Conceito de Ciência
l  “Uma busca constante de explicações e
soluções para os problemas que afligem
e incomodam o ser humano.”
l  “É a sistematização de conhecimentos,
ou seja, um conjunto de proposições
lógicas correlacionadas sobre um
comportamento de certos fenômenos que
se deseja estudar”. (LAKATOS & MARCONI, 2001, p. 80)
Conceito de Ciência “É uma investigação disciplinada, e não um conjunto de procedimentos não relacionados entre
Conceito de Ciência
“É uma investigação disciplinada, e não um
conjunto de procedimentos não relacionados
entre si; é realizada de forma sistemática e
padronizada, ou seja, efetivada a partir de um
método específico e controlado.” (THOMAS & NELSON,
2002).
Pesquisa Científica l  “Pesquisar, significa, de forma bem simples, procurar respostas para indagações propostas.” l  “Pesquisa
Pesquisa Científica
l  “Pesquisar, significa, de forma bem simples, procurar
respostas para indagações propostas.”
l  “Pesquisa científica é a realização concreta de uma
investigação planejada, desenvolvida e redigida de
acordo com as normas da metodologia consagradas
pela ciência.”
l  “A pesquisa é uma atividade voltada para a solução
de problemas, através do emprego de processos
científicos.”
Finalidades da Pesquisa Científica – Pesquisa pura (básica): satisfação do desejo de adquirir conhecimentos, sem que
Finalidades da Pesquisa
Científica
– Pesquisa pura (básica): satisfação do desejo de
adquirir conhecimentos, sem que haja uma aplicação
prática prevista
– Pesquisa aplicada: os conhecimentos adquiridos são
utilizados para aplicação prática voltados para a
solução de problemas concretos da vida moderna
MODALIDADES DE PESQUISA • Exploratória: objetivo é a caracterização inicial do problema, sua classificação e de
MODALIDADES DE PESQUISA
• Exploratória: objetivo é a caracterização inicial do
problema, sua classificação e de sua definição. Constitui
o primeiro estágio de toda pesquisa científica.
• Teórica: objetivo ampliar generalizações, definir leis
mais amplas, estruturar sistemas e modelos teóricos,
relacionar e enfeixar hipóteses.
• Aplicada: objetivo investigar, comprovar ou rejeitar
hipóteses sugeridas pelos modelos teóricos.
MODALIDADES DE PESQUISA • Pesquisa de campo: É a observação dos fatos tal como ocorrem. Não
MODALIDADES DE PESQUISA
• Pesquisa de campo:
É a observação dos fatos tal como ocorrem. Não
permite isolar e controlar as variáveis, mas perceber e
estudar as relações estabelecidas.
• Experimental:
Objetiva criar condições para interferir no aparecimento
ou na modificação dos fatos, para poder explicar o que
ocorre com fenômenos correlacionados.
• Bibliográfica:
Recupera o conhecimento científico acumulado sobre
um problema.
TIPOS DE PESQUISA QUANTO AOS OBJETIVOS Pesquisa exploratória – Proporcionar maior familiaridade com o problema –
TIPOS DE PESQUISA QUANTO
AOS OBJETIVOS
Pesquisa exploratória
– Proporcionar maior familiaridade com o problema – Levantamento
bibliográfico ou entrevistas
– Pesquisa bibliográfica ou estudo de caso
Pesquisa descritiva
– Fatos são observados, registrados, analisados, classificados e
interpretados, sem interferência do pesquisador
– Uso de técnicas padronizadas de coleta de dados (questionário
e observação sistemática)
Pesquisa explicativa
– Identificar fatores determinantes para a ocorrência dos
fenômenos
– Ciências naturais – método experimental; ciências sociais –
método observacional
TIPOS DE PESQUISA QUANTO A ABORDAGEM Pesquisa quantitativa – Traduz em números as opiniões e informações
TIPOS DE PESQUISA QUANTO
A ABORDAGEM
Pesquisa quantitativa
– Traduz em números as opiniões e informações para serem
classificadas e analisadas.
– Utilizam-se técnicas estatísticas.
Pesquisa qualitativa
– É descritiva
– As informações obtidas não podem ser quantificáveis
– Os dados obtidos são analisados indutivamente
– A interpretação dos fenômenos e a atribuição de significados são
básicas no processo de pesquisa qualitativa
TIPOS DE ESTUDO Estudos Transversais: – Descrevem os indivíduos de uma população com relação às suas
TIPOS DE ESTUDO
Estudos Transversais:
– Descrevem os indivíduos de uma população com relação às suas
características pessoais e suas historias de exposição a fatores
causais suspeitos.
Estudos de Caso Controle:
– Seleciona-se um grupo que tem uma característica de interesse e
se compara com outro grupo que não possui essa característica.
Estudo Coorte:
– Recruta-se um grande numero de indivíduos e os dividem em
dois grupos, conforme eles tenham ou não sido exposto ao fato
casual suspeito. Depois de um período, conta-se os indivíduos que
adquiriram a doença em estudo.