Você está na página 1de 6
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DA QUÍMICA PROTOQUÍMICA ELABORADO POR: FERNANDA ALVES XAVIER SEROPÉDICA ABRIL, 2015 INTRODUÇÃO A protoquímica teve início na antiguidade (4500 a.C.) e estendeu-se até o início da Era Cristã e a mesma compreende as especulações teóricas e as artes práticas dos antigos VIDROS: Lendas a respeito da origem do vidro, conta que ele foi descoberto casualmente por navegadores fenícios, há cerca de 7000-8000 anos a.C., ao acenderem fogueiras na praia. Posteriormente, na Idade Média a arte vidreira teria sido difundida através do Egito e Mesopotâmia, sendo desenvolvida e consolidada em todos os continentes METAIS A comodidade e facilidade sempre estiveram ao alcance das descobertas dos homens. A extração do metal foi visual (Cu/Au) do metal nativo ou obtido por tratamento dos minérios, envolvidos empiricamente. LIGAS METÁLICAS Misturas de metais e o surgimento das ligas: A metalurgia surgiria para revolucionar os materiais existentes. A importância dos metais era tanta que eram associados como divindades e astros celestiais. Metais da antiguidade: Au, Ag, Cu, Hg, Fe, Pb e Sn! Ligas: • Cu + Sn= Bronze • Au + Ag= Electrum- ouro branco/ocorrência natural Mais tarde porém ainda antes de Cristo: • Cu + Zn= latão Pb (CHUMBO) Foi um metal extremamente utilizado pelos antigos romanos para adoçar bebidas e temperar comidas. Acetato de chumbo. Acredita-se que a toxidade do chumbo tenha comprometido a descendência do Império Romano. UTILIZAÇÃO DOS CORANTES E PIGMENTOS Ao longo da história, os pigmentos têm sido muitíssimo mais utilizados em pintura do que os corantes. Infelizmente, os substratos nos quais os corantes naturais foram geralmente usados - as fibras têxteis - e as próprias moléculas de corante são menos estáveis à ação da luz, lavagens e microrganismos do que as pinturas rupestres e, daí, que tenham chegado até aos nossos dias poucos testemunhos desses tempos. PIGMENTOS São materiais inorgânicos sob a forma de pequenas partículas ligadas entre si pelo aglutinante (óleo, ovo ou mesmo saliva ou gordura animal utilizados pelos artistas rupestres) e que são principais constituintes das tintas usadas em pinturas, devido a sua estabilidade.  Arte Rupestre Na criação dessas imagens, os artistas das cavernas, usavam carvão para delinear as irregularidades na rocha que se assemelhavam a formas encontradas na natureza. As “tintas” utilizadas eram torrões de ocra vermelha e amarela esfarelada até virar pó.  Uso em grande extensão na gruta de Chauvet-Pont d´Arc de um pigmento preto preparado por calcinação de madeira a par com ocres de origem natural.  Azul egípcio- resultante da fusão de cobre, sílica e calcário e que constitui o principal pigmento do Antigo Egito. CORANTES São substâncias fortemente coloridas de natureza orgânica, solúveis em água e/ou álcool e fundamentalmente usados em tinturaria (especialmente fibras) e na alimentação. O primeiro registro de têxteis corados surge nos achados arqueológicos de Çatal Hüyük, na Anatólia, de cerca de 6700 a.C.

Interesses relacionados