Você está na página 1de 16

www.clientesa.com.

br março 2010 cliente sa 1


CONTACT CENTER

2 cliente sa março 2010 www.clientesa.com.br


SUMÁRIO

04 história 12 expertise
A geração de um diferencial Os passos para a transformação
em referência

08 capacitação 14 tecnologia
A valorização do profissional A aposta em novas soluções
como diferencial

10 responsabilidade social 15 palavra do presidente


A retribuição à comunidade Uma nova página na história
de desafios

expediente

Diretores Web Service Gestor TVip


Vilnor Grube (editor@clientesa.com.br) Rafael Galvão (rafael@grube.com.br) Jonas Grube (jonas@grube.com.br)
Solange Teles (solange@clientesa.com.br) Ricardo Cantini Carolina Campos

Editora Assistente Fotografia


Jéssica Martineli (jessica.martineli@clientesa.com.br) Rafael Martins Jornalista Responsável
Vilnor Grube (MTB. 14.463)
Redação Administração
Natiê Amaral, Flávia Ghiurghi, Jéssica Ferreira Solange Teles
(redacao@clientesa.com.br) Fale com a ClienteSA
Comercial Rua Federação Paulista de Futebol, 799
Carderno Especial Alberto Kohn (alberto@clientesa.com.br) sala 1.312 – 13º andar – Barra Funda
Solange Ramos (RioPress) Everaldo Silva (everaldo.silva@clientesa.com.br) CEP 01141-040 – São Paulo/SP
Jaqueline Amaral (jaqueline.amaral@clientesa.com.br) Tel.: (11) 3393-3000
Projeto Gráfico Eliane Rocha
Grube Editorial
ClienteSA Conference Visite nosso portal
Editoração Eletrônica Joana Teles (joana@grube.com.br) www.clientesa.com.br
Yuri Saluceste Juliana Bortolin (juliana.bortolin@clientesa.com.br) www.callcenter.inf.br

A Grube Editorial não se responsabiliza pelos artigos assinados e permite a reprodução dos textos publicados, desde que com expressa autorização e
condicionada à menção da fonte.

www.clientesa.com.br março 2010 cliente sa 3


CONTACT CENTER

história

A geração de
um diferencial
A postura, geração de A ambição sempre foi de conquistar a lideran-
ça no segmento de vendas. Nos três primeiros
cultura e processos anos, após a abertura de sua primeira sede na
rua São Bento, no centro histórico do Rio, a
muito claros e objetivos TeleSoluções teve uma ascenção meteórica. A
empresa 100% carioca, que começou em 1996
constituíram-se com uma modesta instalação de 50 PAs (posi-
ções de atendimento), no ano seguinte, teve
em plataforma de que mudar-se para acomodar seu crescimento.
Com instalações mais amplas, capacidade de
crescimento sustentável operação para até 200 posições, a nova sede,
em poucos meses, já funcionava no limite de
sua capacidade.

T
udo começou com um grupo de profissio-
nais oriundo do mercado financeiro.
Egressos do Banco Nacional, os amigos CRESCIMENTO Trajetória avaliada pelo desempenho empresarial
Paulo Moura, Gilson Bacci e Waldeléa Nogueira
viram no final de 1995, após a expansão da base Cada vez mais orgulhosa em ser uma
de telefonia no País, a abertura de um novo ni- empresa legitimamente carioca,
cho no segmento de telecomunicações: o surgi- a TeleSoluções segue com a sua
mento, ou melhor, a evolução do telemarketing trajetória de crescimento motivada e
no Brasil. amparada por equipe de funcionários
Vislumbrando o potencial do mercado, cons- e colaboradores. O resultado da
cientes também das regras recém estabelecidas sinergia pode ser avaliado a partir
dos resultados. A empresa terminou
pela ABT (Associação Brasileira de Telesserviços)
2001 com um faturamento superior a
com a implantação do Código de Princípios de
R$ 19 milhões.
Conduta Ética para Telemarketing, onde sem- Ronaldo Teixeira,
Em 2004, obteve outro salto
pre tiveram participação ativa, juntos, os quatro diretor Administrativo
significativo ao atingir faturamento e Financeiro
empreendedores, viram a possibilidade de mol-
bruto de R$ 44,9 milhões. Já no início
dar e desenvolver um serviço diferenciado,
da crise, em 2008, a empresa superou os R$ 65 milhões em seu
agregando valor ao segmento de callcenter. O faturamento. Em 2009, o período mais duro da crise e também,
foco: empresas que buscavam e buscam inces- ano da retomada do crescimento, ignora o cenário negativo e
santemente atender e abrir canais de comuni- continua sua trajetória de expansão, ao terminar o ano com o
cação com seus consumidores. E assim nasceu a resultado de R$ 72,7 milhões.
TeleSoluções Telemarketing, com cultura, pro-
cessos e target bem definidos.

RADIOGRAFIA PROGRESSÃO EM NÚMEROS

2000
R$ 11,7 mi 2001R$ 19,7 mi 2004 R$ 44,9 mi 2008 R$ 65,5 mi 2009 R$ 72,7 mi

Fonte: dado fornecido pela empresa

4 cliente sa março 2010 www.clientesa.com.br


CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Paulo Moura, Gilson Bacci, Waldeléa Nogueira,


presidente Executivo Conselheiro presidente do Conselho

VISÃO ESTRATÉGICA A aposta no diferencial

“prazos,
Com a missão de definir os objetivos de médio e de longo
alinhar a visão dos sócios e fortalecer o relacionamento
e privado, foi criado a partir de 2009, o Conselho de

Administração, que sem dúvida vem fortalecer ainda mais
institucional com sindicato e junto aos setores público o novo posicionamento definido para gent¡.

A ascensão meteórica da empresa, aliada ao do novo desafio, decidiu iniciar um novo pla-
aumento no volume de demanda por soluções nejamento estratégico para o crescimento em
de venda ativa, fez com que a TeleSoluções fos- curto prazo.
se novamente a campo em busca de um espaço Ainda em 2000, os empresários e empreendedo-
maior para comportar as suas operações. Dessa res de visão: Paulo Moura, Gilson Bacci e Waldeléa
forma, em meados de 1998, a empresa ocupou Nogueira, decidiram de forma arrojada colocar em
rapidamente três andares de um edifício na prática a estratégia de desenvolvimento da em-
avenida Rio Branco, centro financeiro do Rio de presa a partir da escolha de uma nova e imponen-
Janeiro. Em 2000, com o sucesso de suas opera- te sede, com instalações mais amplas, que ainda
ções e soluções de venda ativa, conquista outro assim fosse funcional e confortável, tanto para co-
marco ao fechar o ano com um faturamento su- laboradores, como clientes, para comportar as
perior a R$ 11 milhões. operações que estavam em processo de cresci-
E a empresa não parou mais. Considerada re- mento no país. Dessa forma, o endereço escolhido
ferência em soluções de venda ativa no Rio de foi um belo prédio de origem clássica, tombado
Janeiro e já ocupando cinco andares no prédio pelo patrimônio histórico, possivelmente constru-
da Av Rio Branco, a TeleSoluções encontrava-se ído no século XIX, localizado na rua Senador
novamente no limite de sua capacidade. Diante Pompeu, centro histórico do Rio de Janeiro.

www.clientesa.com.br março 2010 cliente sa 5


CONTACT CENTER

diferencial

Novo nome,
nova marca,
novos desafios
A transformação tem objetivo cado as transformações que a empresa está pro-
movendo, tornando-se ainda mais competitiva.
de posicionar a empresa como “Queremos que o mercado perceba a mudança.
Queremos atrair os holofotes, com novos olhares,
a primeira opção do mercado do mundo corporativo, aos produtos que oferece-
mos e ainda aos novos lançamentos que estamos
na área de vendas planejando”, adianta o presidente.
Além do novo nome e da nova marca, serão lança-

U
ma decisão ousada. Com a perspectiva de dos novos produtos no segmento de venda ativa. “O
assumir um novo desafio, desbravando mer- novo posicionamento é para que a empresa se torne
cados e novos nichos, aliado a 13 anos de a primeira opção de vendas ativas”, acrescenta.
background, a decisão mais estratégica foi pela mu- Ainda segundo o empresário, o slogan “Feito
dança de nome, passando a se chamar gent¡. Foi a com Gente, por Gente e para Gente como
partir do plano de desenvolvimento e planejamen- você” mostra que o principal trunfo da empresa
to estratégico 2009/2010, aprovado pelo Conselho são os seus colaboradores. “Atualmente a em-
e também pela Diretoria, que a empresa decidiu li- presa possui 3.500 operadores, realizando cerca
teralmente pela sua reinvenção e optou pela mu- de cinco milhões de atendimentos por mês, que
dança. O que não muda são as tradicionais trabalham de forma envolvida e motivada, mui-
cores – vermelho e azul. tas vezes apaixonada, promovendo o crescimen-
A origem do novo nome vem do latim, de “gens”, to coletivo”, conclui.
“gents” e significa o conjunto de pessoas com o Uma das receitas para essa fórmula de sucesso é
mesmo nome, raça, família. Já no Aurélio, alguns o respeito que a empresa possui pelo funcionário.
dos significados são: quantidade de pessoas; povo, A gent¡ é a única no segmento de origem 100% ca-
multidão, população. rioca que estimula o mercado de trabalho flumi-
Mais que as definições clássicas, a escolha do nense. “Houve uma época em que muitas empre-
nome gent¡ veio a partir da introspecção que a sas encerraram as suas atividades no Rio de Janeiro
empresa fez. “A origem do nome é a nossa própria e mudaram-se para outros estados. No caso da
essência, no caso, o capital humano que faz a en- gente foi diferente. Acreditamos nos talentos da-
grenagem da empresa fluir, proporcionando exce- qui e estimulamos a abertura de novos postos de
lentes resultados”, afirma Paulo Moura. trabalho”, afirma Waldeléa Nogueira, presidente
Um dos objetivos da mudança é revelar ao mer- do Conselho de Administração da gent¡.

PERSPECTIVAS Planejamento estratégico, com olho no futuro


Depois de 14 anos, principalmente no mercado carioca, conclusão que tivemos a partir da introspecção crítica,
mas com projeção nacional, a TeleSoluções estruturou um sobre tudo que fizemos nesses 14 anos de atividade, é
planejamento de crescimento estratégico ousado, que passa a de que conseguimos atingir, muitas vezes com louvor,
vigorar a partir desse ano, 2010. A perspectiva de crescimento todas as metas que nos propusemos a alcançar”, afirma
no setor e a identificação de novos nichos que possibilitariam Paulo Moura.
futuros negócios fizeram com que a empresa encomendasse O estudo possibilitou à empresa enxergar um novo
um estudo de uma consultoria especializada sobre expectativa horizonte. “Embora tenhamos superado todas as
e tendências do mercado da área de callcenter. nossas metas com maestria, temos que nos reinventar
O resultado fez com que a empresa olhasse para dentro e para continuarmos competitivos e atraentes para o
analisasse profundamente a sua estrutura organizacional. “A mercado”, acrescenta.

6 cliente sa março 2010 www.clientesa.com.br


www.clientesa.com.br março 2010 cliente sa 7
CONTACT CENTER

capacitação

O destaque
como diferencial
à humanização
A harmonia e sinergia do prédio clássico da época do Império
transforma a alegria e a simpatia carioca na tradicional
energia da área de vendas, em busca de metas

A
sinergia e a leveza do ambiente de trabalho da gent¡ são os benefícios e incentivos diferencia-
podem ser facilmente conferidas por quem dos, que proporcionam bem-estar, qualidade de
transita pela gent¡. Um contingente alegre vida, além do desenvolvimento profissional, tornan-
de profissionais, em sua maioria jovens, de vários do-os mais eficientes e extremamente produtivos.
estilos e tribos, circula nos corredores da empresa. Entre as ações de bem-estar promovidas pela
O brilho no olhar de muitos evidencia a felicidade e empresa, o ônibus corporativo é uma delas. A
a satisfação em fazer parte da equipe. “Um dos fa- gent¡ disponibiliza, sem nenhum ônus aos seus
tores determinantes para a motivação e felicidade colaboradores que moram em São Gonçalo, um
dos nossos colaboradores é o compromisso que a ônibus de luxo para levá-los e buscá-los. “Esse
empresa tem com seu capital humano”, afirma incentivo se tornou um meio de inclusão social
Jéssica Nogueira, gerente de Recursos Humanos. de pessoas que habitam em bairros distantes ao
Para a empresa, relacionamento é palavra de or- mercado de trabalho. Sem o transporte corpora-
dem, que ganha sempre vida através de gente. Seja tivo, essas pessoas não poderiam ser contrata-
ao vivo, por telefone ou pela internet. Segundo das”, acrescenta.
Jéssica, um dos compromissos da gent¡ é pro- O bem-estar pode também estar muitas vezes
mover o desenvolvimento humano e disseminar comprometido, em função de problemas de saú-
os valores e missões defendidos pela compa- de, ordem pessoal ou até mesmo do inevitável es-
nhia. Entre eles, transparência e ética nas relações tresse cotidiano. Além das atividades laborais, para
cliente-colaborador-fornecedor-acionista. incentivo ao hábito da vida saudável e o auxílio psi-
Para isso, possui uma série de ações motivacionais cológico, a gent¡ disponibiliza, através de parceria
que elevam a autoestima e o orgulho dos funcioná- com uma clínica especializada, suporte psicológico
rios. Outros fatores que certificam o compromisso a um valor simbólico.

Mércia Aragão Roberto Carlos Paulo Salgueiro Wagner Gevegier Douglas Medeiros

8 cliente sa março 2010 www.clientesa.com.br


Além dos tradicionais benefícios como alimenta- tir de um convite feito por um amigo para atuar na
ção, plano de saúde e transporte, a gent¡ dispõe área de callcenter, Jéssica se inscreveu e passou
também de um plano de desenvolvimento profis- no processo de seleção e, a partir daí, não parou
sional. Entre as ações, parcerias com instituições de mais. Ainda como operadora e com o incentivo da
ensino superior, cursos de idiomas com descontos gent¡, foi subindo degrau por degrau na hierar-
significativos que vão de 30 a 75%. quia, passando pela supervisão e coordenação.
Formou-se em Marketing e, com o suporte e o au-
GERAÇÃO DE TALENTOS xílio da empresa, recebeu o convite para ser ge-
rente da área de RH. Hoje, a carismática e motivada
Parte da motivação advinda dos colaborado- profissional, além de gerenciar uma extensa equi-
res da gent¡ pode ser atribuída à perspectiva de pe no setor, cursa MBA com o apoio da gent¡.
crescimento que a empresa proporciona. O pro-
grama de gerenciamento de talentos faz com TRANSFORMAÇÃO PROFISSIONAL
que a empresa aproveite, em maioria, os seus co-
O setor de callcenter é um dos poucos no Brasil
laboradores. Grande parte que atualmente estão
em que a ascensão do profissional pode ser feita
sob o cargo de supervisão, coordenação, ge-
em um curto espaço de tempo. Segundo Jéssica,
rência e até direção, foram um dia operadores
a gent¡, em aproximadamente três anos, passou a
de telemarketing.
investir no potencial do talento humano, obtendo
Segundo Jéssica, a gent¡ é também, uma das
amadurecimento e vivência do profissional e, por
poucas empresas no segmento que promove pro-
consequência, a evolução de cargo.
cesso seletivo interno para o preenchimento de va-
Para Débora Porral, coordenadora de RH e ges-
gas para cargos de supervisão e perfil executivo.
tora de Treinamento, o desenvolvimento de ta-
“Geralmente, absorvemos 98% de nossos talen-
lentos vai muito além e começa pelo alicerce.
tos”, acrescenta, completando que profissionais de
Pensando neste conceito, a empresa desenvolveu
nível executivo, superior e de supervisão que se de-
o programa Escola de Negócios. Com foco na for-
senvolveram na empresa são mais envolvidos e fo-
mação e desenvolvimento de novos talentos, o
cados. “Por conhecerem melhor a empresa,
programa consiste na contratação de pessoas,
desenvolvem melhores soluções para os nossos
muitas vezes, sem experiência no mercado de tra-
desafios”, complementa.
balho. Na implantação do projeto selecionamos o
Inclusive, a própria Jéssica Nogueira, que geren-
time de gestores e os capacitamos para cuidar ex-
cia a área de RH, iniciou como operadora de tele-
clusivamente dos novos colaboradores. O objeti-
marketing. Quando entrou no segmento de
vo do programa é formar novos negociadores,
vendas e callcenter, tinha 20 anos e formação em
vendedores focados em qualidade e na supera-
Magistério. Desmotivada com o mercado de edu-
ção das metas estabelecidas, de forma didática e
cação, buscou novos desafios profissionais. A par-
focada no desenvolvimento. Ao final do curso, em
que todos passam por um ritual de iniciação e
motivação, os profissionais são inseridos no mer-
cado. E não para por aí. A empresa identificou a
reinclusão social de profissionais acima dos 40
anos como outro diferencial. “Na gent¡, os talen-
tos seniors são bem-vindos. Além da capacidade
de desenvolver mais rápido, eles tornam-se refe-
rência para o grupo, conquistando rapidamente
posições de coordenação, orientando novos ta-
lentos em sua trajetória de sucesso, e ainda dão o
equilíbrio saudável na área de operação”, afirma
Waldeléa Nogueira, presidente do Conselho.
A essência do conceito “de gente que aten-
de gente, como você” é o respeito e a valoriza-
ção do capital humano, para Paulo Moura.
“Profissionais motivados e comprometidos com a
filosofia de trabalho da empresa, que bus-
cam de forma comprometida a crescente satis-
fação do cliente”, conclui.
Jéssica Nogueira,
gerente de Recursos Humanos

www.clientesa.com.br março 2010 cliente sa 9


CONTACT CENTER

responsabilidade social

O respeito e retribuição
à comunidade
A aposta em continuidade um exemplo de participação da gent¡ no pro-
cesso de reinclusão social e desenvolvimento
de geração profissional de talentos futuros.

leva a empresa a incentivar


e contribuir com projetos e
programas locais

P
or definição, responsabilidade social diz
respeito ao cumprimento dos deveres e
obrigações dos indivíduos e empresas
para com a sociedade. Na gent¡, “que trabalha O projeto Reame concentra grande parte das
com gente e atende gente como você”, o ações de responsabilidade social da gent¡.
principal e maior compromisso social da em-
presa é com as pessoas que compõem a compa-
nhia. “O nosso principal compromisso de O centro, localizado na comunidade de Santa
responsabilidade social é cuidar, valorizar e la- Luzia, em São Gonçalo, concede amparo, supor-
pidar o nosso capital humano, ou seja, a nossa te educacional e psicológico ao público infan-
essência”, afirma Waldeléa Nogueira. to-juvenil na região. Profissionalmente, o nosso
O bem estar, qualidade de vida e motivação de público integrante do projeto Reame participa
todos os colaboradores foram conquistados por também do programa Empreendedores do
meio dos programas de capacitação, motivação, Futuro. “Um dos objetivos do programa, além
suporte e desenvolvimento, fornecidos pela pró- de elevar a autoestima, é capacitar profissional-
pria gent¡. Mas as ações de responsabilidade so- mente o nosso público”, afirma Rosangela
cial vão muito além. A gent¡ apoia e possui Oliveira, gerente administrativa do Reame.
parcerias com instituições externas em que pode Com o programa, crianças e adolescentes parti-
se trabalhar o bem estar da nova geração que che- cipam semanalmente de uma série de workshops
gará em breve ao mercado de trabalho. ministrados por um integrante da gent¡, onde
O Reame, centro de apoio à criança carente aprendem a desenvolver o espírito empreende-
de áreas socialmente comprometidas, é mais dor, motivação, diversidade e espírito de lideran-

Marcos Bonfim André Araujo Ubiratan Sardinha Barbarela Cavalcante Fabiano Carvalho

10 cliente sa março 2010 www.clientesa.com.br


ça, técnicas de pla-
nejamento e até
formação financeira.
“Com o projeto, os nos-
sos meninos passam a
conhecer desde cedo
habilidades pertinen-
tes a um profissional
de sucesso, mudando
positivamente o ru-
mo de sua trajetó-
ria de vida”, acres-
centa Rosangela.
A gent¡ também
apóia o Projeto Jovem
Aprendiz. Com o obje-
tivo de aumentar a em- Equipe de jovens colaboradores
pregabilidade, o pro-
grama é direcionado a jovens de 18 a 23 anos, e Já o segundo, batizado como Programa
visa a capacitação desses futuros talentos, impul- Melhor Idade, surgiu a partir de um estudo ela-
sionando-os para o mercado de trabalho. No pro- borado pela empresa em que foi identificado
grama, a gent¡ incentiva o primeiro contato do um novo nicho de mercado profissional, até en-
público jovem ao mundo do trabalho. tão pouco explorado: a reinclusão social de pro-
E para os portadores de deficiência, a empresa fissionais seniors, ou seja, acima dos 40 anos.
tem parceria com a ONG Semear. Com o apoio Com o programa, esses profissionais voltam ao
da gent¡, a organização não-governamental ofe- mercado de trabalho e têm maior facilidade
rece curso gratuito na área de telemarketing à para conquistar rapidamente posições de coor-
portadores de deficiência. No final das aulas, denação, em função de sua experiência de vida
muitos desses talentos têm a possibilidade de e profissional. O projeto também possui a van-
serem contratados para trabalhar na empresa. tagem de estabelecer uma equipe de profissio-
E não para por aí. Na gent¡, talento não tem nais equilibrada. “Os profissionais seniors
idade. Pensando neste conceito, a empresa de- acabam por orientar os novos talentos, elevan-
senvolveu dois programas, um destinado a jo- do a qualidade de direcionamento de trajetória
vens talentos e outro para talentos seniors. O de sucesso de ambos”, afirma Waldeléa
primeiro, batizado Programa Escola de Nogueira, presidente do Conselho.
Negócios, tem foco na formação e desenvolvi- E, por fim, como ninguém é de ferro, a empresa
mento de novos talentos. O programa consiste estimula em sua sede uma rodada de projetos.
na contratação de talentos iniciantes. Muitas Com o programa, semanalmente são instalados
vezes, sem experiência alguma no mercado de estandes na área social da empresa, geralmente
trabalho. O programa de treinamento realiza- de parentes de funcionários, com artesanato,
do em dez dias é ministrado por um profissio- brinquedos e trabalhos manuais, cujos valores
nal senior da empresa. arrecadados são destinados ao Reame.

Victor Morgado Leandro Amaral Clariely Stele Flávio Moraes José Cardoso

www.clientesa.com.br março 2010 cliente sa 11


CONTACT CENTER

expertise

Os passos para
SER referência
A
excelência na qualidade no atendimento, a eficiência na ve-
locidade da informação, ou ainda, a proatividade e iniciativa
na criação de recursos da informação fizeram com que a
gent¡ obtivesse reconhecimento dos clientes pelo trabalho de-
senvolvido, notoriedade pelos órgãos constituídos e conquistasse
uma série de prêmios. O compromisso com suas ações e negócios,
bem como a responsabilidade social em desenvolver o capital hu-
mano “que atende gente como a gente para gente como você”,
dentro das mais nobres normas e valores da empresa. Madelon Umar,
diretora de Operação

CASES VENCEDORES Prêmio PNT * 2009

Categoria: Comunitário e Cidadania relatórios inteligentes e


Case – Disque-Dengue os transmitia on-line ao
Corpo de Bombeiros,
Em março de 2008, o Rio de Janeiro passou definindo sua rota de
pela mais severa epidemia de dengue de todos “combate aos criadouros”
os tempos. Somente nos três primeiros meses do em todo o Rio de Janeiro.
ano, 47 pessoas morreram e 32.615 casos foram A sistematização das
notificados no Estado. A Secretaria Estadual de informações capturadas
Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro adotou pelo Disque-Dengue
Viviane Rossi,
uma série de medidas emergenciais de combate à possibilitou ao Corpo de gerente de Operação
doença e contratou a gent¡, que era ainda conhecida Bombeiros reduzir para
como TeleSoluções, para criar o Disque-Dengue. 48 horas o tempo de identificação e eliminação dos
No prazo recorde de 72 horas, a gent¡ desenvolveu focos do mosquito que, antes da operação, chegava a
e implantou o sistema formado por uma operação demorar até duas semanas. Ao término de três meses,
receptiva de 0800, que captava as denúncias o Corpo de Bombeiros conseguiu eliminar 10 mil
da população sobre os endereços com focos focos de mosquito nas residências cariocas graças ao
de mosquito, transformava as informações em auxílio desta poderosa ferramenta de comunicação.

Categoria: Solução de TI
Case – SIAP: Sistema Integrado de Aprovação de Propostas
O Banco Bradesco, um dos líderes no Brasil no um up grade para a
competitivo mercado de cartões de crédito, tinha operação. Os impactos
uma importante demanda: a criação de uma do desenvolvimento e
solução tecnológica que permitisse a aprovação implantação do sistema
do perfil de crédito com o cliente na linha, durante incluem mudanças em toda
a abordagem de telemarketing direto. A gent¡, a operação de vendas de
reforçando sua proposta de proatividade com cartões de crédito Bradesco,
o cliente, assumiu o desafio. Em apenas 45 dias, eliminando etapas e
conseguiu desenvolver e implantar o Sistema incorporando ganhos de Carlos Eduardo Ribeiro,
gerente de TI
Integrado de Aprovação de Propostas (SIAP). agilidade, aumento de
Funcional e eficaz, a solução tecnológica produtividade das posições de atendimento (PAs) e
superou as expectativas do cliente e trouxe diminuição do tempo gasto em cada abordagem.

12 cliente sa março 2010 www.clientesa.com.br


Categoria: Serviço RECONHECIMENTO ALGUNS DOS ÚLTIMOS PRÊMIOS

Case – Operação Antifraude: Prêmio PNT * 2009


Tranquilidade que vale ouro Prêmio PNT * 2008
Na operação de venda de
cartões de crédito através Prêmio Dirigente de Vendas 2006 – (CDPV)
da operação do callcenter,
a segurança é um desafio Prêmio Destaque de Qualidade Unicard Fininvest Hipercard 2006
cotidiano. Atenta a esse
contexto, a gent¡ desenvolveu
o Antifraude, um sistema Prêmio Empresa Solidária 2004 – Prefeitura do Rio de Janeiro
automatizado capaz de
auditar on-line as operações, Prêmio Líder Empresarial Setorial 2003 – Tecnologia da Informação
identificando inconformidades (Gazeta Mercantil/Forúm Líderes)
João Monteiro,
gestor de Auditoria
que podem ser ligadas * Prêmio Nacional de Telesserviços, da Associação Brasileira de Telesserviços (ABT)
Antifraude à tentativas de fraude. O
serviço é oferecido sem custo
adicional a todos os clientes da gent¡ e teve sua da gent¡ conseguiram diagnosticar a brecha na segurança e
eficácia comprovada principalmente em vendas de apresentaram uma alternativa que foi adotada pelo cliente
cartões de banco líder em seu segmento no Brasil. em todas as suas operações de venda, inclusive em outras
Em dois meses, 14 tentativas de fraude foram empresas prestadoras de serviço. “A equipe antifraude
reprimidas, sem que qualquer cartão fosse emitido analisa os relatórios de venda gerados pelos sistema de TI da
indevidademente. Com o desdobramento, 10 empresa, verificando qualquer situação incomum”, afirma
colaboradores foram demitidos. Os profissionais João Monteiro, gerente do setor de auditoria.

www.clientesa.com.br março 2010 cliente sa 13


CONTACT CENTER

expertise

A aposta em
tecnologia,
como diferencial
O objetivo é a incessante busca por novas soluções,
mas que agregue o expertise da operação, a gestão da
informação e leve à simplificação dos processos

A
evolução tecnológica na atividade se tas da área devem ficar antenados não só com
transformou de essencial em commodity, novas tecnologias e ferramentas, como também,
ao longo dos anos. O diferencial, seja ele na busca de soluções eficazes que possam garan-
de voz ou dados, não foi apenas a incessante bus- tir o resultado do cliente, gerando maior rentabi-
ca por novas soluções, mas sim por agregar ex- lidade para a operação através de redução de
pertise da operação e por implementar meios custos operacionais”, explica.
que levaram à simplificação dos processos. Hoje, A incessante busca por novos dispositivos que
a empresa possui áreas de tecnologias que come- simplificam a vida dos colaboradores, ou ainda,
çaram a desenvolver ferramentas de gestão cada proporcionem satisfação plena dos seus clientes,
vez mais sofisticadas. “Podemos comparar a ativi- fez com que a gent¡ fosse pioneira no desenvolvi-
dade de gestão de clientes como uma das princi- mento de ferramentas, como relatórios on-line e
pais em demanda por tecnologias. A necessidade monitoração remota (via internet), que permitem
da informação on-line para propiciar ao cliente ao cliente acompanhar de qualquer lugar do mun-
antecipar a tomada de decisões é incrível. E a in- do, e em tempo real, a operação de resultados da
formação, na venda de seus produtos.
agilidade que a
atividade exige,
transformou-se CONFIABILIDADE A superação na área de segurança
em insumo fun-
Estimando a confidenciabilidade das informações, a gent¡
damental na
encontra-se na constante busca por novas técnicas e no
operação”, afir-
uso de recursos tradicionais para a melhoria contínua e
ma Francisco
superação de padrões de segurança. A empresa desenvolveu
Araujo, diretor
um mecanismo, único e exclusivo, que assegura a qualidade
de TI.
de todas as suas operações, visando a transparência e
Na constante
credibilidade dos processos. Com a evolução contínua
busca por no- dos sistemas de TI, a gent¡ implantou um programa para
vas tecnolo- automatização e identificação dos pontos de risco internos
gias, princi- e externos. “Possuímos ferramentas de controle com nossa
palmente que auditoria de processos, que conseguem identificar possíveis
Francisco Araujo, potencializem
diretor de Tecnologia divergências de preenchimentos que podem estar em
da Informação
resultados, o desacordo com o processo de venda estabelecido pelos
profissional de clientes. Com isso conseguimos dar credibilidade e qualidade
TI deve ficar aos nossos produtos, evitando possíveis perdas por parte de
sempre atento. nossos clientes”, explica Francisco Araujo, diretor de TI.
“Os especialis-

14 cliente sa março 2010 www.clientesa.com.br


palavra do presidente Paulo Moura

UMA NOVA PÁGINA NA


HISTÓRIA DE DESAFIOS
F oram 14 anos superando desafios, muitos deles, diga-se de
passagem, com maestria.
A partir da tímida sede localizada em um
prédio na rua São Bento, no centro histórico
do Rio, a TeleSoluções teve uma ascenção
meteórica. Pulamos das 50 PAs instaladas
para iniciar as operações em 96, para as mais
de 1.500 posições atuais.
E o sucesso de todo esse trabalho devo de-
dicar à minha equipe. Experientes e compro-
metidos, durante todos esses anos, eles se
mantiveram envolvidos, focados na excelên-
cia de qualidade no atendimento e venda de
produtos e serviços, respeitando sempre a
nossa principal missão: entregar resultados
com qualidade e agilidade de forma partici-
pativa e segura.
Mas em time que se ganha, muitas vezes, tor-
na-se necessário mexer também. Em busca de
novos desafios e mercados, a TeleSoluções tam-
bém mudou. E essa mudança, que ultrapassa
nossas fortalezas internas e o reconhecimento
do mercado, passa agora a se refletir em nosso
nome. Chega agora para se refletir em um novo
nome, chamando-se gent¡. Afinal, nossa princi-
pal especialidade é o relacionamento entre pes-
soas. O nome gent¡ vem celebrar o novo
momento de crescimento da empresa, que bus-


ca expandir os negócios, preservando os valo-
res de sempre: transparência e ética nas relações

Feito com Gente,


por Gente e para Gente
“ cliente-colaborador-fornecedor-acionistas; co-
nhecimento do negócio e inovação constante;
desempenho com qualidade; focos nas necessi-
dades e SLA dos clientes e presença com simpli-
cidade e agilidade.
como você. A gent¡ não só permanece apaixonada pelo
que faz, como também está motivada. O nosso
próximo desafio é ser a primeira opção em ven-
das e serviços de alta performance no Brasil.
Afinal, tudo o que fizemos até agora e fa-
remos daqui para frente, foi e sempre será
“Feito com Gente, por Gente e para Gente
como você”.

www.clientesa.com.br março 2010 cliente sa 15


CONTACT CENTER

16 cliente sa março 2010 www.clientesa.com.br