-

CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHESE- CEAMA FACULDADE ATENAS MARANHENSE-FAMA CURSO DE PEDAGOGIA

KÁTIA DE SOUZA CARVALHO

O ANALFABETISMO NO MARANHÃO: uma abordagem dos índices de analfabetismo em alguns municípios do estado do Maranhão segundo os dados do censo IBGE 1980/2000

São Luis 2010

KATIA DE SOUZA CARVALHO

O ANALFABETISMO NO MARANHÃO: uma abordagem dos índices de analfabetismo em alguns municípios do estado do Maranhão segundo os dados do IBGE 1980 /2000

Projeto apresentado ao curso de pedagogia da Faculdade Atenas Maranhense, como requisito Para a elaboração do trabalho de conclusão de Curso.

São Luis 2010

SUMARIO

1.CARACTERIZAÇÃO DA PESQUISA 1.1 Tema............................................................................................................................. 1.2. problema ..................................................................................................................... 1.3. Hipótese ...................................................................................................................... 1.4. Objetivos ...................................................................................................................... 1.41. Objetivo Geral ........................................................................................................... 1.4.2. Objetivos Específicos................................................................................................ 15. Justificativa .................................................................................................................. 2. REFERENCILA TEORICO .......................................................................................... 2.1. Tipo de pesquisa .......................................................................................................... 3..Instrumento de Coleta de Dados ................................................................................... 3.1.RECURSOS ..................................................................................................................... 5.CRONOGRAMA ............................................................................................................ ANEXOS ........................................................................................................................... REFERENCIAS ,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

1 CARACTERIZAÇÃO DA PESUISA 1.1Tema O ANALAFABETISMO NO ESTADO DO MARANHÃO: uma abordagem dos índices de analfabetismo em alguns municípios segundo os dados IBGE 1980 /2007

.12 Problema Quais os fatores que contribuem com os índices elevados de analfabetismo no estado do Maranhão?

1.3Hipótese (s) .As altas taxas de repetências e evasão escolar e a situação sócia econômica são fatores que contribuem muito com os índices de analfabetismo, fazendo com que muitos jovens muito cedo venham abandonar os estudos devido a essas conseqüências, e as faltas de oportunidades

.O déficit educacional também é um grande contribuinte deste mal que a cada dia vem se tornando um grande calcanhar de Aquiles .

.A falta de uma implantação de políticas públicas dentro do nosso sistema educacional que tenha, pois deveria ter como objetivo a educação igualitária para todos, e onde todos possam e venha a ter acesso.

Objetivos Objetivo geral Analisar o índice de analfabetismo no Estado do Maranhão, bem como identificar Os municípios onde os índices de analfabetismo no estado são mais elevados visando Um olha critico para o descaso na educação 1.42 Objetivos específicos Pesquisar as altas taxas de analfabetismo em alguns municípios maranhenses Identificar através de gráficos esses municípios onde os níveis de analfabetismo é mais elevado fazendo comparação entre os demais . Descrever os dados através dos resultados obtidos do censo do IBGE, no sentido de mostrar esses dados em gráficos e tabelas nos anexos 1.5 Justificativa O presente projeto surgiu a partir da inquietação sobre o índice de analfabetismo e a baixa qualidade na educação da população no estado do Maranhão, e percebe-se através desta pesquisa bibliográfica que, muito ainda falta ser feito, para melhorar a baixa qualidade da educação. E erradicar os índices de analfabetismo, do nosso sistema educacional..é sabido que , para isso acontecer é necessário políticas publicas voltada para a educação, o maranhão por ser um estado onde o índice de analfabetismo ainda é muito alto e as classes mais prejudicadas são menos favorecidas que por muitas das vezes não conseguem concluir nem até a 4ª serie do ensino fundamental,isso acontece por vários aspectos seja ele de renda ,devido a sua renda per capita não ser usuficiente para auxiliar nos estudos.ou pela necessidade de trabalhar muito cedo ou seja , devido a falta de oportunidades , E por ser a favor de uma e de uma educação seria comprometida e igualitária para todos busca esta linha de pesquisa como fonte de conhecimento, no sentido de abrir um leque de informação a respeito do analfabetismo. Logo o analfabetismo chama atenção por ser um problema muito antigo que ainda assombra o seio da sociedade cível, apesar de existir vários

programas de incentivos, a alfabetização o analfabetismo é um calcanhar de Aquiles para o Maranhão e o mundo

1. REFERENCIAL TEORICO

Se analisarmos os indicie de analfabetismo no maranhão poderemos que verificar que desde 1988 este índice veio decresendendo isso ate 1997, e com o passar dos anos esses dados esses sofreram grandes modificações, sabemos que o analfabetismo ainda é um problema social mas que precisa de políticas publicas para ser trabalhada dentro da realidade do nosso estado buscando assim soluções para o bom funcionamento da educação do nosso estado .

A taxa de analfabetismo no maranhão pode ser considerada um dos aspectos mais evidente da morosidade ou ineficiência das políticas voltadas para o setor educacional. • As taxas de analfabetismo no estado a despeito de haver decrescendo aproximadamente 17,39% entre 1980e 1991, ainda é bastante elevadas uma vez que atinge 41,43% da população de 10 anos ou mais • As taxas de analfabetismo por situação do domicilio, revelem que embora as reduções sejam significativas as diferenças entre o urbano e rural são distintas; houve declínio de 0,25% na área urbana e de 16,37 na área rural • Dados do IBGE Perfil Geo. econômico Regional. (p.31 vol. 2)

É sabido que as altas taxas de repetência e a evasão escolar são grandes fatores que contribuem com os índices elevados de analfabetismos, isso é um problema que também precisa ser trabalhado ver-ser isso claramente nas noticias de jornais e nos rádios , outro fator que também contribui com o analfabetismo é o déficit educacional ou seja, os números de alunos com a faixa etária elevada nas series inicias levando assim, o aluno a perder o interesse pela escola

Em regiões pouco desenvolvida do norte e nordeste brasileiro, normalmente há uma extraordinária concentração de alunos freqüentando o 1º grau em detrimento aos demais cursos de ensino formal. Por outro lado, observa-se uma progressiva redução das matriculas á medida que se sucederam na series do curso. Essas características podem significar as deficiências do próprio ensino, que não estria transferindo conhecimento nem motivando o aluno a ingressar no 2º ciclo escolar, mas também refletem nas dificuldades sócio-econômica da população competindo principalmente o segmento mais jovem a buscar precocemente, uma colocação no mercado de trabalho tendo como conseqüência a queda do rendimento escolar e por vez o abandono escolar Dados do IBGE Perfil Geo. econômico Regional. (p.33 vol. 2)

.veremos isso de forma bem clara através da tabela que segue abaixo onde visivelmente pode-se ver que a taxa de analfabetismo entre pessoas de 10 anos ou mais de idade veja a tabela abaixo :

TABELA Taxa de analfabetismo das pessoas de 10 anos e mais Segundo a situação de domicilio 1980/1991 • Situação D do D o mi cíl io • • 1980 1

Taxa de analfabetismo (%) 199

Total Urbana Rural

50,15 28,32 60,80

41,43 28,25 50,8 5

Fonte: IBGE. Diretoria de pesquisa, departamento de população

Ao vermos os dados do IBGE em 2004/2007 podemos observar claramente que os números decrescem de acordo com a situação de domicilio, ou seja, na zona urbana o índice de analfabetismo é de 10% enquanto na zona rural é de 35%%, isso ate em 2007 veremos isso claramente.na tabela e no gráfico abaixo :

100 000 .90 000 80 000 70 000 60 000 50 000 40 000 30 000 20 000 0
1999 2007 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006

3.1. Tipo de pesquisa Bibliográfica

3.3 Instrumentos de coletas de dados Censos educacionais, Gráficos do IBGE e do INEP Dados do IMESC e do SEBRAE

4-RECURSO Computador, Xerox, Livros, Biblioteca, Internet, Impressão, Telefone. Folhas

• • • • • • 5- CRONOGRAMA

• •

ATIVIDADES
[Levantamento bibliográfico Elaboração dos instrumentos para coleta de dados Levantamento e analise de dados Redação, digitação e normalização do projeto

MESES Novembro Dezembro Janeiro

Fevereiro

Março

Entrega do projeto
Defesa do projeto

BIBLIOGRAFIA

ANEXOS
Mapa do estado do Maranhão

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful