Você está na página 1de 3

Este trabalho, realizado no âmbito da UC de Metodologias de Investigação em

contexto online, do Curso de Mestrado Pedagogia em e-Learning, da


Universidade Aberta, tem como objectivo a produção em equipa de um guião
para uma entrevista.
Equipa Descobrimentos: Joaquim Lopes, Luís Miguel Rodrigues, Pedro
Teixeira, Rosalina Simão Nunes e Teresa Fernandes.

Guião para a Entrevista


INTRODUÇÃO
O guião destina-se a orientar uma entrevista semi - estruturada com o intuito
de estudar a forma como os amigos dos estudantes deste mestrado
percepcionam o ensino a distância.

Os objectivos deste estudo são:

Saber o que pensam pessoas que nunca tiveram experiência de ensino a


distância sobre o ensino a distância;
Saber como é que valorizam e/ou desvalorizam o ensino a distância,
pessoas que nunca tiveram experiência de ensino a distância;
Saber o que sentem as pessoas que nunca tiveram experiência de
ensino a distância do facto de serem amigas de estudantes de mestrado
em Ensino a Distância.

O processo para a recolha de dados escolhido foi a entrevista semi-


estruturada o que pode ser uma mais valia para o estudo, já que permite a
aceder a uma grande quantidade de informação e de esclarecer alguns
aspectos da informação prestada, que de outra forma ficariam ocultos. Se
realizada em contexto online, traz o problema de conseguir um instrumento
capaz de a tornar exequível.

A construção do guião da entrevista envolveu três fases distintas: pesquisa


individual sobre os métodos de recolha de dados, pesquisa sobre a utilização
de entrevistas e sobre as técnicas de entrevista; preparação em equipa de um
guião para uma e-entrevista; apresentação dos guiões e discussão em fórum
geral e construção de um guião comum para uma e-entrevista.

PLANEAMENTO
Entrevistados: amigos que nunca tiveram experiências de ensino a distância,
contactados previamente e a quem são explicitados os objectivos do estudo e
esclarecida a razão pela qual foram escolhidos, mostrando a importância da
sua participação nas respostas, do tempo de duração previsto na sua
realização, devendo, por isso, combinar-se a data e a hora.

Local da entrevista: No Messenger ou no GTalk, conforme a possibilidade do


entrevistado.
Tempo: Prevê-se que a duração não ultrapasse a hora e meia, mas a
entrevista pode ser interrompida e retomada mais tarde, sempre que se
justificar, de acordo com as possibilidades dos intervenientes.

Quando se contactar os possíveis entrevistados devemos esclarecer bem o


seguinte:
 Objectivos do estudo e sua razão de ser;
 O tempo estimado da entrevista e o facto de poder ser interrompida;
 O meio através do qual o entrevistado prefere ser abordado: Messenger
ou GTalk
 Por fim, deixar bem claro que o anonimato será salvaguardado.

ENTREVISTA
O entrevistador deve ter em conta as perguntas discutidas para cada uma das
questões, mas pode reformular e alterar a ordem no decorrer da entrevista,
devendo permitir que o entrevistado discorra, mas controlando sempre que o
mesmo não se esteja a desviar do assunto em estudo.

Perguntas tipo:
1) Para conseguir saber o que pensam pessoas que nunca tiveram
experiência de ensino a distância sobre esta modalidade de ensino, gostava
que me dissesse:
1.1. Já ouviu / ouviste falar da modalidade de ensino à distância?

1.1.1 Se sim, como defines / define ensino a distância?

1.2. Conheces/conhece mais alguém, além de mim, que frequente ou já


tenha frequentado um curso a distância?

1.3. Já ponderaste/ponderou a hipótese de frequentar um curso a distância?


Porquê?

1.3.1. Se sim, o curso seria voltado para a sua actividade profissional ou


não?

1.3.2. Que tipo de curso?


- Formação?
- Licenciatura?
- Pós-graduação?

2) Outro dos objectivos desta entrevista é saber como é que valorizam


e/ou desvalorizam o ensino a distância. Por isso, gostava que:
2.1. Indica / Indique duas razões que possam levar as pessoas em geral a
frequentar um curso a distância.

2.2. Refere / Refira dois aspectos positivos que para ti/si distingam
claramente o ensino a distância do ensino presencial.
2.2.1 Que pontos fracos encontras / encontra nesta modalidade de ensino
(ensino a distância)?

3) Também precisamos de saber como é que sentem o facto de ser amigo


de um estudante de mestrado em Ensino a Distância. Tendo isto presente,
diga-me:
3.1. A teu/seu ver, a minha vida pessoal e/ ou profissional sofreram
alterações após ter ingressado no mestrado?

3.2. Quais dos aspectos sofreu mais alterações?

3.3. De que forma foram alterados?

3.4. As razões que identificaste/identificou anteriormente relacionam-se com


facto de ter ingressado num mestrado ou de ter ingressado num mestrado a
distância?

Obrigado pela tua/sua colaboração.

RECOLHA DOS DADOS


As respostas serão recolhidas através da transcrição num processador de
texto, recorrendo à técnica do copy/paste.
Posteriormente, são retirados todos os dados que permitam identificar, de
alguma forma, os entrevistados, por terceiros. Salvaguarde-se que se no
decorrer da entrevista o entrevistado quiser referir dados pessoais e, se
devidamente advertido, permitir que fiquem registados, estes não serão
eliminados.
O entrevistador passará, posteriormente, a agrupar as respostas dadas pelo
entrevistado, de acordo com os objectivos de investigação. Constituindo, cada
um dos três objectivos de investigação, um capítulo distinto em torno do qual
se agrupam as respostas dadas.
Os dados serão agrupados da seguinte forma: primeiro as respostas mais
directas ao formulário pré-definido, seguindo-se os outros dados discorridos
pelo entrevistado que ajudam a perceber melhor, clarificar e ampliar as
respostas iniciais.