Você está na página 1de 1

Ética Urgente !

Dilemas Éticos em Emergências Veterinárias


Ferraz, Joel 1; Magalhães-Sant’Ana, Manuel 2
1. Centro Veterinário de Exóticos do Porto, Rua de João Andersen, 132, 4250-242 Porto
2. Departamento de Ciências Veterinárias, Universidade Vasco da Gama, Quinta de S. Jorge, Estrada da Conraria, 3040-714 Coimbra
geral@cve.pt; mdsantana@gmail.com
INTRODUÇÃO
A profissão médico-veterinária é única, entre as profissões das ciências da saúde, na natureza dos problemas
éticos que enfrenta. O Médico Veterinário (MV) é chamado a atender simultaneamente às necessidades do paciente
animal e às expectativas do cliente humano. Os valores em causa e os sujeitos morais com que se relaciona são
diversos e, por vezes, de difícil coexistência (Fig.1). Para esses valores serem pesados, podem ser chamados os
princípios clássicos, tão utilizados na Ética da Saúde: Beneficiência, Não-maleficiência, Autonomia e Justiça.
Independentemente de seguir uma corrente de Princípios (Deontologia, Kant); de Meios (Ética de virtudes, Aristóteles)
ou de Fins (Utilitarismo, Singer), o MV, na sua prática clínica, deparar-se-á com enredados dilemas éticos, que
ameaçarão o seu conceito de boas práticas (Fig.2). A medicina de emergência é, talvez, a área de actuação onde
surgem os conflitos morais de mais difícil resolução.

Fig.1. Sujeitos Fig.2. Boas Práticas


Morais e Valores – uma definição
em Causa

DILEMA ÉTICO URGENTE


O PACIENTE: Cão atropelado; shock; hemorragias severas
O CLIENTE - Só tenho 60€…se for mais caro, prefiro abater o animal…
ESTIMATIVA DE CUSTOS (1ªs 24h): 300€
PROGNÓSTICO: Reservado
OPÇÃO A O QUE FAZER? OPÇÃO B
Privilegia os Valores do Cliente Privilegia os Valores do Animal
• 1º- Esclarecer o cliente (Dx, Tx, Px, Custos). Obter • 1º- Estabilizar o animal: tudo fazer para lhe salvar a vida e
decisão imediata e rápido consentimento melhorar o seu bem-estar
• 2º- Tx de urgência ou eutanásia, em conformidade • 2º- Esclarecer o cliente (Dx, Tx, Px, custos)
IMPLICAÇÕES IMPLICAÇÕES
ANIMAL: Vida (pior Px); Bem estar (pior, a curto prazo) ANIMAL: Vida (melhor Px); Bem estar (?)
MV: Custos e proveitos acautelados MV: Honorários não garantidos; Custos elevados
CLIENTE: Custos proporcionados; Autonomia; Interesses CLIENTE: Desrespeito pela autonomia / consentimento
ponderados SOCIEDADE: Confiança no MV enquanto agente que zela
SOCIEDADE: Confiança no MV enquanto agente que pela vida e bem-estar animal, acima de qualquer preço
zela pelos interesses dos cidadãos
CLASSE MV: “… respeito pela vida e bem-estar animal…”
CLASSE MV: “… o MV deve obter, previamente, a
concordância do utente, preferivelmente por escrito.” (Art.º2º, CD-OMV)
(Art.º40º, CD-OMV)
OPÇÃO C : PROPOSTA DE CONSENSO OBJECTIVOS
1. Evitar insucesso clínico por falta de TX atempado

1º- Elaboração de protocolo clínico universal 2. Risco financeiro aceitável, se suportado pelo MV

para emergências e sua difusão por toda a equipa 3. Respeitar os valores do animal (vida e bem-estar)
2º- Suporte de vida básico (sem Tx desproporcionados) 4. Abrir espaço a plataforma de diálogo ponderado que
3º Esclarecer melhor o cliente (+ informação e - stress) permita o consentimento informado, livre e esclarecido
do cliente, respeitando os seus interesses e autonomia

Você também pode gostar