Você está na página 1de 68
treet ea ety) ETEMBRO 201 TeleCu Ey aera ree Sn Sw _ final de verao. Cea CURSOS - WORKSHOPS inseteva-se ja! Bo eit SCL en eat SRST GUT em SUC ee ag P sopas - 22 SETEMBRO ‘OW CAKE DESIGN - 24 SETEMBRO Soe eee MU eee aia y) baa Neonat C454 4 Sea Teen Mae eee ae eal rd pbs TA Sumdéno SABORES DO MES Salada de frango com nozes e was Torta com doce de uvas Compota de uvas eras encapuzadas Quadrados de pera com noz e me! Bolo de peras com sementes, de papoila 8 Lombinho de porco no forno com maga reineta 9 Empadio de maga reineta 9 Encharcada de maga rensta 10 Risoto de cagumelos do bosque 11. Vol-au-vent ingido de cogumeios 11. Cogumelos com tinguica CLASSICOS DA COZINHA O paladar da tradigao 12 Bacalhau a algarvia 12 Agorda com sével frito 14. Arroz de lingueirao e berbigao 14. Frango com banana a madeirense 16 Toucinha da abadessa 16 Fritada de porco & ribatejana MENU DE EPOCA ‘Sabores de sempre 20. Canelones com salsichas 20. Salada de tomate riviera 21 Bacalhau a Brés 22 Hambirqueres @ holandesa 22. Salada russa de frango 23. Pao simples 23. Postas de pescada persilés 24. Pudins isbootas 24 Bolo pérola de ovos 25 Tarte de chocolate com framboesas RECEBA EM CASA ‘Seja um excelente anfitriéo RSSSSSIISNNe Coroa de enchidos. Macarrao a calabresa Nuvens ern caida de larania argo albardado Buffet fro de verdo Tarte de manga Rolo misto de carne com espinatres Salada de pasia del mer Bolo de sorvete Pimentos padto salteados com chourigo Bacalhau de fricassé Tarte cheesecake com framboasas frescas Enriquecem qualquer prato 36 36 37 37 Batatas caramelzadas Legumes alimonados Batata gratinada com bacon ‘Arroz chau-chau a cantonesa Retegdes itelgentes 88. Wrap de peru corn molho de logurte e mostarca Rolinho de salsicha com tamaras e bacon Cenourinhas marinadas com milho Postas de garoupa com matho de coco © (Ovos mexidos com bacalhau e broa 39 40 40 a ‘SOBREMESAS DE VERAO Instantes felizes 42 43 44 45 45 48 47 LLeite-creme a portuguesa Pudim gelado Torta de agiicar louro eras com liméo Bolo de fécula corn recheio de abacaxi Palmiers recheaclos a francesa Rolo surpresa ‘Aderegosgentimentecadidos poe CAKE DESIGN Susana Ribeiro Regresso 4s aulas 48 Bolo de amendoa com creme de quelio A VOLTA DO MUNDO Espanha 1 Tortiha espanhola 52. Chocos com tinta & moda do Pais Basco 82. Torrjas AMESA COM... Silvia Brandi 54 Spaghetti alla carbonara RECEITAS COM HISTORIA Aveiro Dogaria da Ria 86 Regueifa doce 87 Pao de Id de Over CHEFE POR UM DIA Cidudia Viegas 58 Canalones com pesto de manjericao RECHITA TECNICA Merengue 61 Suspiros casados ROTEIRO Figueira da Foz — Pratos tipicos 64. Arroz de mariseo 64. Polvo salteada com ervas aromaticas EAINDA... 53. Salada fresca de delcias do mar 65. Muffins de chocolate com farina de arroz ‘A Matairgica bakoware prauton, SA = war arta | Garivo Comercial Colombo Cascas Shopping ~ Crinicas na Liha ~ us Doctor Joa da Cunha 208, 2780-187 ~ Ooi Ta 214575920 ePaa Gopal, n 18 Lb Tet 215.84 813 aberotanben aos domngos das 128s 20) | Portugal Gas - portals p= To 219800 158 (Chefs Luis Machado crete residonte da TeeCuini, paacea ‘oan 6 um ‘espaga de permanente (reticle. [is *ptlale rele Anténio Amorim ch Os nossos Chefes Peco Sommer lo Flipa Barata| ‘Acoziha Mais do que ‘Acceinha uma uma ‘uma insaiacso, ‘ofc do sabe fusto de Cozinhar 6 um a, encanto a aime sabores © tos pequenos corde varied ntuencias raves com ‘9 fund com @ das suas que nos selegdo, en busca viagens. ‘podemes dliiar ‘do bam estar geal an oda a da. , abe Gomme Lire Pvc —|Sabores do Més UYua Ae A.uva é um fruto que cresce em cachos apertados. A sua polpa é branca ou purpura e tem um sabor doce. Consome-se como fruta fresca ou sumo, embora a sua utiidade principal seja a elaboragao de vinhos. ‘= Existem miiluplas variedades de uva, que se podem Prepara a torta: bata as gemas. como agiicar. Bata as claras em castelo @ envolva-as com as ge- mas, sem bater. Depois misture a farinha, mexendo com cuidado, cmrouuom access foro pré-aquecido a 180°C cerca g arrefecer depois vire sobre um ; ano poivihado com agicar. nell Prepare a salada de fruta: corte o anands em pequenos pedagos. Escorra o péssego, reservando toda a calda, e utilize apenas 3 metades, cortando-as ‘am pedagos. Lave e corte as vas ao meio, Descasque o kiwi ecorte-o em pedagos, ‘Arrenig os morangos, lave-os e corte-os em pedagos, Reser- ve a fruta. Aromatize a caida dos péesegos com um pouce de cor agosto, adicione apitada de agicar, nexa e reserve no tigorfico até obolo estar fro, Embeba-o depois com a calla, espalhe por cima o gelado e a salada de fruta enrole com cuidado. Coloque cuidadosamente num tabuleio de forno com a parte da unio dda massa virada para baixo e reserve. Bata as claras em castelo, juntando as 3 colheres (sopa) de agiicar aos poucos e batendo sempre. Cubra a torta com a ajuda de uma espatula ou saco de pasteleto e eve ao forno, na temperatura maxima, apenas até alourar um pouco. Retire, deixe arefecer e sirva, pe) Twecuin na 47 Susana Ribeiro ‘Trabalha como secretiria numa empresa de tecnologias © vé 0 cake design como um “escape” para o stress natural do dia a dia, um hobby que the dé imenso prazer. Susana jf tinha © hébito de comprar bolos decorados com cake design para o aniversirio do seu filho mais ‘yelho. Quando 0 mais novo completou um ano de idade, decidiu decorar ela prépria o seu bolo de aniversirio. A experigncia foi tio agradivel que decidin continuar a fazer bolos para a famdia e os amigos. Mas o sucesso dos seus trabalhos rapidamente ficou conhecido entre 1 scus colegas de empresa e os pedidos comegaram a aumentat. Foi no inAtio deste ano que Susana comegou a levar esta atividade um pouco mais a sério e decid alargar os seus horizontes através da criago de uma pigina de facebook um site. “Jd fiz. decoragies para diversas teméticas e adoro personalizar as encomendas a partir daquilo que ‘me peclem”, confessa a cake designer. Embora tenha feito alguma formagio, Susana tem um Jeitinho de maos inato ¢ a modelagem sai-Ihe perfeita Prova disso € o bolo que nos apresentou e que marca 0 regresso as aulas € 0 insio de mais um ano letivo, 48 Tecan rn MATERIAL NECESSARIO «Pastas branca, castanha, amareiae prota DD = Estecas: a lx =Cola comestivel le Bolo de améndoa com creme de queijo INGREDIENTES Para amassn: Pana o necieo: =30v0s +100 g de manteiga +1 iogurte de aroma amolecida (preferéncia de coco) +230 g de quaijo-creme +340 g de acucar +350 q de agticar em po +220 ge ferinha + 2colheres (sopa) de lite +1 colher (cha) defermento «1 colher (sopa) de sumo de emp laranja +150 ml de dleo vegetal 1 colher cha) de raspa de =40.gdemiolodeaméndoa —_laranja sem pele = Manteiga para untar + Farinha para polvilhar PREPARAGAO Unte uma forma com manteigae polvilhe-a com farinha. Reser- vve. Coloque numa tigela os ingredients indicados para a massa ebata-os todos muito bem durante 3 minutos. Coloque a massa na forma e leve ao forno pré-aquecido a 180°C durante cerca de 40 minutos. Numa tigela, misture bem a manteiga amolecida com o quei- jo-creme, o agicar em pé, 0 leite, o sumo @ a raspa de laranja. Retire 0 bolo do forno, deixe atretecer, desenforme e deixe arrefecer completamente. Corte ao meio, recheie com 0 creme anterior, cubra com a pasta de agiicar e decore, Cake 402 Take Ste: worcaeetake com Facebook:htpsfwww facebook com/pages! (Cake U2 Take 327858827087 rete TUL 934.270 143 Regresso as Decorag&o passo a passo > ie T sscas ecaco de pasta branca, corte com © cortante em forma de flor e separe as pétalas uma a uma. Repita até ter pétalas suficientes para simular 0 pelo do mocho. ve pasta branca, forme duas con- cavidades e em cada uma cole um circulo de pasta castanha, soguido de uma bola achata- da de pasta preta, uma bola branca e uma bola preta mais equena. Faga tamibém o neriz ‘com pasta castanha. Forme um rolo castanho, rodeie a cabeca e apare. Co- loque a cabaca no corpo, es- petando-a também no palit. Za Esra cu pata de pasta branca, dé-the uma forma ovalada e cole as péta- las no mesmo sentido, umas sobre as outras. Forme as sobrancelhas ‘com rolinhos de pasta branca e aplique-as sobre os olhos. / if ot SK rnainene forme a cartola com pasta preta, bem como a corda com pasta amarela, Disponhaa cartolana cabeca e aplique o mocha no bolo. 3 Misture um pouco de pasta castanha com pasta branca, para obter um cas- tanho mais claro e molde rolos de ambos os castanhos. Molde um pedaco de pasta branca em formato de pera, espete-the um palit e nele espete também os rolos cas- tanhos, sobrepondo-os. Forme as patas do mo- ‘cho como castanho mais cla- ro eas unhas com pasta preta, aplicando-as com a ajuda de testecas. Aplique-as no corpo domocho, bem como a parte do “pelo” na zona da barriga. Teecuin na 49 Quando se fala em gastronomia de Espanha ver logo 4 memoria: tapas e paellas. Mas na verdade a gastronomia do nosso pais vizinho é tao diversificada quanto saborosa. gastronomia espanho- Ja & marcada pela di- ferente variedade de pratas regionais, que se devem no s6 a si: tuagio geogrifica, eul- - - tural e climética, mas xém ao resultado da miscigenagio de vvirios habites alimentares e cultura dos povos que se fixaram na Peninsula Ibéric A alimentagdo espanhola € fortemente i fluenciada pela variedade de frutos do mar disponiveis nas éguas em redor do pais, sendo Espanha o segundo maior consumi- dor de peixes depois do Japio. Por exem- galego, lechazo asado, tortilla de plo, 0 mar Cantibrico ofereve excelentes pataras, chorizo, cocide, arroz a la peixes e crusticeos. A culindria de Espa- cubana, 0 torrio de Alicante e fortas nha é também parte da culinéria mediter- de aceite de Sevilha. rinica, mas com caracteristicas proprias, Muitos dos produtos utilizados na Utiliza muito azeite, especiarias variadas —_culindria espanhola foram assimila- © vegetais. A paella, conhecida intemacio- dos a partir do século XV, da época nalmente (com arroz, marisco, galinha ¢ das navegages. Alimentos como o chourigo) € 0 prato mais conhecido do pais milho, o tomate, o pimento, o cacau € 0 jamén (presunto) uma das principais ea batata. Outros foram trazidos pe- iguarias. Outros pratos tipicos da culing- los mouros, como o limo, a berin- ria da Espanha incluem a fabada asturia. gela, . aleachofra, 0 arroz e algumas nna, mariscos, pisto, Sopa gaspacho, polvo especiati CHOCOS COM TINTA A MODA DO PAIS BASCO TORRUAS 50 Teleculn te Tortilna espanhole iNGREDIENTES S batatas grandes Govos 1 cebola 1dideazeite leo a.b. Sale pimentaq.b. PREPA tatas om rodelas muito finas @ coloque-as dentro de agua durante algum tempo. D ‘orte a cabola em meias-luas, Frite as batatas a cebola em éleo abundante, retire © escorra sobre papel absorvente, as batatas, 1 ovo inteiro, as fim, envolva as 3. Numa frigideira antiac rente, aqueca 0,5 dl de azeite, deite 0 preparado anterior € attortiina com a ajuda de um prato ou de outra frigideira, deixe cozinhar e desligue o lume, 4, Siva a tortiha quente ou fria, acompanhada com sala~ da de alface e tomate-cereja Chocos com tinta a moda do Pais Basco INGREDENTES 1,5kgde chocos comtinta 0,5 dl de vinho branco 250 gdepaodevéspera 2,5 dl de azeite 1 pimento vermelho Sal e pimenta pretaq.b. 6 dentes de alho ‘PREPARAGAO 1. Corte 03 chocos em rodelas ¢ 0s tentéculos ao ‘meio, reservando as bolsas de tinta, Retire a cddea ao pao e corte o miolo em cubos. 2. Leve um tacho ao lume com 1,5 di do azeite, deixe ‘aquecer,junte 0 pao e deixe fitar até ficarem dourados. 3. No mesmo tacho, adicione o restante azeite, 0 pimento limpo e cortado em tras, ¢ os alhos descasca- dos ¢ cortados em quartos. Deixe alourar @ retire com uma espumadeira. No mesmo tacho, acrescente os cchocos, 0 vinho, sale pimenta e deixe cozinhar. 4. Passe attinta dos chocos por um coador para dentro de um recipiente com 2 dl de équa, mexendo continua- mente. Adicione aos chocos e deixe cozinhar cerca de 80 minutos, mexendo de vez em quando. 5. Sirva os chocos quentes com 0s pimentos @ os alhos por cima, acompanhando com os cubos de pao frit. Torrijas INGREDIENTES 2eacetespequenosde «0,5 dl deleite vespera (tipo pao francés) Casca de 1 limao 150 gdeacicar Canela em pé q.b. 2ovos Azeite qb. REPARAGAO 1. Corte o pao em fatias com cerca de 1 om. Ferva o leite ‘com a casca de lima e 5 colheres (sopa) do agiicar. Elimine ‘cascade imao, passe 0 pao pelo leitee depois pelos ovos beatidos, 2. Leve ao lume uma frigideira com azeite e deixe aquecor. Junte as fatias de pao e deixefritar de ambos os lados até ourarem. Retire do lume e escorra sobre papel absorvente, 8. Passe as tontjas pelo restante acticar @ por canola em 6, deixe arefecere sirva. seco A | PESCAN % bor sai bem ean lomce ibs | 400g de folhas de agro 80 gde pao de véspera 50 g de queijo ralado fino seas 2 iogurtes naturais 1 colher (sopa) de azeite | 1 colher(sopa) cebolinho: ae 1 colher (sopa) de econ 1 colher (cha) de funcho bed »J Sumo de limao q.b. rasta | aremone © ons. pac am oubos, esate rum buco lve a orn a 180° bata fstaioeca co cvoe rite comaguae esa srcreca embatgor a Deas 45 Mar som Gliten Rufrgorades Pesenova e corte en peda. © corcus os dguts numa tage juntamente com ao eas pleads © Gris abo ocadh oaeaine 0 ds mao a goso, Tempore com sale ria prea mitre tid, pi © ddecorrasstotas de sro nur Ha ute ds'morangos cortadge ers padagos, os ovo descascadoe@ cortados em gomos, 0 pao torrado e as Chic fer Pobmecomocisine shracom o oho delogatee ones oh ee 4 A Mesa Com. Si via Brandi Arquiteta de profissao e cozinheira de paixao, a ex-concorrente da primeira edigao do MasterChef Portugal visitou a cozinha da TeleCulinaria, falou de si e dos seus projetos mais recentes e deu a provar um prato tipicamente romano. onfessa que acozinha foi a sua primeira grande paixto, Um “bichinho” que nun- ca a largou e que a fez mudar radicalmente o rumo profissio- nal. “Vim para Portugal com a ‘minha fama hi cerca de quatro ‘anos para “fugir” de Roma, uma bolsima cidade com muito para descobrir mas, Foi por acaso que soube da primeira edigdo do MasterChef Portugal ¢ decidiu entio tentara sorte, juntamente com o marido Alessandro Bordan: sempre achou que a idade, 0 fac- to de ser estrangeira € 0 seu tipo dirigem a eles na rua. O Casal aliano oferece uma cozinha de fusdo entre a italiana e a portu- ‘guesa, organiza eventos, disponi- biliza aulas privadas, prepara-se para realizar workshops e esta ‘a estar junto de supermereados pastas itatianas confecionadas ‘com produtos tipicamente por- tugueses, Silvia gere ainda o blogue casalitalino.wordpress. com, no qual partitha com o pir blico a sua paixio, Akém de tudo isto, pretende levar avante outro projeto de sonho: o langamento de um livro de receitasitalianas. Na sua opinifo “nio se inventam pratos, reinventam-se receitas, por isso acho muito importante 6 6 Nao se inventam pratos, reinventam-se receitas, por isso acho muito importante o trabalho de pesquisa, conhecer a histéria por tras de uma boa receita. 9 9 de cozinha niio a favorecessem no programa ¢ ficou surpreen- dida por ter chegado tio longe. Esta experiéncia ampliou ainda mais a sua vontade de querer seguir 0 mundo da cozinha e, aproveitando a exposigao que o programa ihe eu, comegouta por «mm marcha alguns projetos. Abrir um restaurante na zona onde vive, Ericeira, é um dos sonhos que deseja coneretizar. Mas para jé Silvia ¢ 0 marido criaram a marea Casal Haliano, que caracteriza a forma como os telespetadores do MasterChef se 54 Teleculn ta o trabalho de pesquisa, eonhecer a hist6ria por tris de uma boa receita.” Tal como a portuguesa, Silvia considera a cozinha ita- liana muito rica e variada, que ‘vai muito para além das pastas pizzas. Quando chegou a Por- tugal, achou eurioso algumas semelhangas na utilizagao de alguns produtos, como & 0 caso da orelha de porco e das tripas. Trouxe-nosa Carbonara or sem natas porque se identifica com este prato tépico da sua cidade Por: Sonia Rebelo Spaghetti alla carbonara INGREDIENTES: 400 g de esparguote 11150 g de toucinno nao muito gordo = 150 g de queijo parmesao ralado- s4ovos 13 colores (s0pa) de azeitevrgom extra ‘= Sal e pimenta preta q.b. BREPARAQAO, 7 Leve ao lume uma panela grande com agua, deixe for- ver, tempere com sal, junteo esparguete e deixe cozer até ficar al dente. Reserve um pouco da agua da cozedura e escorraa restante. 2. Corte o toucinho em cubos pequenos. Leve ao lume uma figideira antiaderente com o azeite, deixe aquecer, junte 0 toucinho e deixe alourar. Retire do lume ereserve toucinho. 8, Numa tigela, bata 2 ovos intelros e 2. gemas com metade do qusijo ralado e uma pitada de sal e pimenta, Depois de escorrida, coloque a massa namesma figide- ra, junte 0 toucinho, envolva e desligue o lume. Adicione de imediato os ovos, sem parar de mexer, bam como 0 restante queijo e duas ou trés colheres da agua da coze- dura. Sirva de seguida. Wy ) m4 veiro, cidade conhecida como a Veneza portu- ‘guesa, é um destino com uma esséneia tinica Ae uma riqueza diftil de igualar, Situado na sub-regito do Baixo Vouga, 0 distrito de Aveiro possui uma paisagem diversificada, com moliceiros idénticos a _g6ndolas, lagoas naturais, uma arquitetura deshumbrante do século XIX e edif’tios em tons de pastel estilo Arte Nova. A cidade & atravessada por um canal ¢ & consi- derada um dos destinos mais encantadores do pad um) ccenério ideal para feria. Na gastronomia os ovos-moles sao sAnbolo de Aveiro. Em barricas ou em héstias com motives ancestrais liga- dos & Ria & a0 meio piscatério, 0s ovos-moles de Aveiro fazem as del:tias dos paladares mais apurados e exigentes, No entanto, @excekéneia desta dogaria ndo se reduz a este doce prazer, Aproveite para saborear o paladar imesistAcl do piio de 1b de Ovar, que se distingue de muitos outros devido d sua textura cremosa e por ser feito em formas de barro forradas com papel. Pode também provar as casta- nnhas de ovos ou os pastéis de Agueds, um doce dourado estaladigo, de interior fiesco ¢ himido, onde a améndoa Ihe confere um sabor diferente. Fazem ainda parte desta ogaria rica as broinhas de ovos-moles, também conheci- das como broinhas de pao de 18 ou os beijinhos de Sever do Vouga. Para um lanche reconfortante pode provar are ‘gueifa doce, as raivas, cavacas ou o folar de Vale de filha- ‘vo, Neste rotciro pela dogaria da Ria iri provar paladares, inigualiveis, que indo perdurar na meméria, assim como i descobrir uma cidade onde ira de certeza querer voltar. 58 Teleculn ta Regueifa doce 350 9 de farinha “250g de acicar © 809 de manteiga 3ovos [2gemas 1 dide lite 4410.9 de fermento de padeiro 1 colher (cha) de canela em pé * Farinha para polilhar Manteiga para untar ‘AgGicar para polilhar Dissolva o fermento em 0,5 di de agua mora e reser- ve. Num recipiente misture a farinha com o acuicar, aca- rela, 05 ovos, 1 gema, 0 lette ‘moro, amanteiga derretidae © fermento dissolvido na aqua. ‘Amasse bem e adicione, se necessirio, mais agua morna ou mais farinha, de modo a formar uma bola. Cubra a ‘massa com pelicula aderente, coloque-a num local quente deixe tripicar de volume, Coloque a massa sobre uma superficie palvilhada com farinha e dé-Ine aforma de ca- cate. Corte a massa 20 meio ® forme um circulo com ambas | a partes, unindo as pontas. Cubra com um pano e deixe| ¢ levedar por mais 1 hora. De seguida, pincele-a com a restante gema batida e dis- ponha num tabuleiro untado | com manteiga e polvilhado com farinha. Leve ao forno pré-aquecido a 180°C durante 40 minutos. Retire, polvilhe com aciicar, deixe arrefecer © siva, 10.gemas 2ovos inteiros 180g de acticar 809 de farinha com fermento 11 colher (chi) de fermento em po Sal fino q.b. Manteiga q.b. Papel vegetal ge: ec Unte com manteiga uma forma redonda sem buraco (cerca de 22 cm de diémetro), forre com papel vegetal e unte novamente. Reserve, Numa tigela, coloque 0 acticar, os ovos, as gemas e uma pitaca de sal fino e bata coma batedeira durante 15 minutos. Envolva culdadosamente a farinha e o fermento previamente peneirados e vertana forma. LLeve ao forno pré-aquecido a 180°C, durante cerca de 20.a 25 minutos. Retire do forno, deixe arrefecer dentro da. forma e depois desenforme quando estiver fri. ‘Sugeré quem sabe “Teculn Wa 57 Claudia Viegas E dietista e docente da Escola Superior de Hotetaria e Turismo do Estoril e a ali- mentagdo 6 obviamente uma das suas preocupagbes, particularmente a das criancas. “As pessoas 18m uma idela errada do que é a alimentagao equilioxada, Nao sentem a alimentago das criangas como algo importante 6, por isso, facit- mente a pervertem', afrma Cldudia. E a favor da aimentagao equilbrada mas com sabor e graga. Nas suas aulas tenta sensibilizar aqueles que serdo fuluros chefes ou profissionais ligados a area ai mentar ou controlo de qualidade para a questo fundamental da alimentagéo sau- daval. A dletista considera que “s4o eles que tém a capacidade e 0 know-how de corjugar 0 conhecimento cientfico com 0 conhecimento técnico do ponte de vista da gastronomia e das artes culinérias, e conseguir fazer pratos excecionalmente saborosos e equiliorados, que vo muito para além dos cozidos e grelhados.” Cléudia gosta muito de comer e cozinhar, bem como de receber pessoas em casa, Faz bem dois dou trés doces mas nao se considera uma grande doceira, O seu prato favorito 6 0 Cozido & Portuguesa @ 0 pepino ¢ 0 tnico alimento que do come com muito agrado. Gosta da culinéria italiana e goesa e adora inventar pratos. Cozinha diariamente para os seus dois fihos, que esto habituados a ex- perimentar comida diferente e veriada, Canelones com pesto de manjericao 904 de farinha 200 gdepaltodetrango —Azeiteq.b. ‘Tembalagem de Sal, pimentae canelones noz-moscada q.b. .cenouras grandes lata pequena de feljao 60. de manjericao vermelho 50g de miolo de améndoa 1 cebola grande ‘ou caju (sem sal) Sdentes de alho 1 queljo mozzarella fresco '500 mi delelte Sdentes de alho 2dl denatas 1 fio de azeite Prepare o pesto: coloque numa picadora os ingredientes: indicados e pique até formar uma pasta. Reserva, Prepare o rechelo: abra alata de felido, passe por agua e deixe escorer. Descasque a cebola e os dertes de alho, colo- ‘que numa picadora juntamente com as cenoures desoascadas pique tudo. Corte © peito de frango em pediacos pequenos. Coloque tum pouco de azaite num tacho, junte a cabola a cenoura picades, leve a0 lume e deixe cozinhat. Junte depois a came e ceixe estufar, mexendo de vez em ‘quando, Adicione o falido cozido, 0 pesto eas natas, tepere ‘com sal epimenta e deixe cozinhar um pouco. Retire ereserve. Prepare o bechamel aquega um tacho com um pouco de azelte, junteaferinha e delve tostar, Adicione 20s poucos olelte ‘edeixe engrossar. Tempere com sal, pimenta enoz-moscada, ‘Misture uma parte do bechamel com o preparado de came « rechele os canelones, usando um sco de pastele¥o, Colo- ‘que-os num tabuieiro de forno, cubra corn o restante bechamel eeleve ao foro ats ficar gratinado. 58 TeleGuln ta —Receita Tenica EDIE =300 9 de claras, '=300 g de acuicar = Manteiga para untar Mereng Ue \Verta para uma tigela as claras @ bata-as em castelo bem firme. Everta depois para um saco de pasteleiro com boquilha frisa- da, 2 © Adicione o agiicar, aos pou- ‘Verifique com 0 dedo se as cos, batendo sempre muito bem claras esto bem firmes e se ndo até deixar de sentir 0 agicar, ‘Aqueca o forno a 120°C e unte um tabuleiro com manteiga. Disponha o merengue no tabuleiro como vé na foto e leve ao forno durante 1 hora. caem, A "D Desligue o forno e abra um pouco a porta. Deixe amornar, descole os suspiros @ reserve. Decore a gostoe sirva. ‘0 ToeGuln va #1 lata de leite condensado cozido = Manteiga para untar = Papel vegetal Suspiros casados PREPABAGAD Unte um tabuleiro com manteiga, forre-o ‘com papel vegetal e volte a untar. Reser- ve, Aqueca 0 forno a 140 graus. Bata as claras em castelo bem firme, adi- clonando 0 agticar aos poucos, batendo ‘sempre muito bem até deixar de se sentir © acticar, como referem os passos do ‘merengue. \Verta para um saco de pasteleiro de b« ‘uilha frisada e disponha nos tabuleiros ‘num formato mais comprido, como vé na foto, ou noutro formato a gosto. Leve ao fomo durante 1 hora. Depois fagaomes- mo procedimento de des deixar arefecer com a porta mi Barre um suspiro como leite condensado, coloque por cima outro suspiro e siva a gosto. “eecuin ra 67 Figueira da Foz Momentos de forte animacgao Dispde dé 72 magnificos quilomet no centro da cidade e excelente Lot aa re eM ge Tee ueloul las poe oy i i 3 : 62 Teleculn ta NATUREZA Cee Gene EE eee ree eet Dee ere Perera ere da Figueira da Foz, is experiéncias de ecoturis BEA cidade proporciona, igualmente, momen- tos de forte anima 0, mere dos set ros bares e discotecas, do Casino, da regular programa o cultural existente no Centro de Artes ¢ Espet culos e dos mais variados even- tos aqui realizados ao longo do ano, Situada no centro do pa s,a Figueira da Foz um dos destinos tur sticos mais apelativos de Portugal, fruto da diversidade da sua oferta patrimonial ‘cultural hist rica, natural e de entretenimento mdos eternos encantos da Figueira da Foz 62 “Praia da Claridade" @os ‘seus emblematicos bares em madeira listrada que continuam a atrair turistas de todo 0 mundo. Das diversas praias {que pode encontrar ac longo da costa figuelrense, desafiamo-lo a encontrar duas praias iguals. Prefere: com ro- cchas © pequenas piscinas naturais? Com areia fina e macia? Ondas de adrenalina? A Figueira da Foz oferece, dificil sera escolher! HA colegio, tinica, de Azulejos Delft da Casa do Paco, a maior exis- tente na Europa, 0 vasto espélio do ‘Museu Municipal Santos Rocha, 0 carisma dos Nicleos Museolégicos do sal e do Mar, @ emblemstico For te de Santa Catarina, a Fortaleza ¢ © tipico easario da Vila piscatéria de Buarcos, as iniimeras igrejas com as suas talhas douradas, os diversos vestigios arqueolégicos, fazem da Figueira da Foz um destino com um patri \inio histérico tnico, Gastronomia Asem std associnda a momentos tinicos de prazer... & tum dos ex-libris da Figueira da Foz, enquanto reflexo de uma meméria co- letiva, de costumes ¢ tradigdes. A sua riqueza_gastronomica com base no peixe, no marisco e as tipicas sobr rmesas, como as brisas ou as papas de moado, fazem as delicias dos nossos visitantes. Ficou com gua na boca? Desporto As condigoes naturais da Figue'- ra da Foz convidam a pratica dos mais diversos desportos. Dos mais, radicais, como BTT nos trilhos da Serra da Boa Viagem, a grandes momentos de emogo no Parque ‘Aventura - 0 maior parque de arbo- rismo do pais. Teecuin na 69 —|Reteire - Prates tipicos Terra de pelxe ¢ marisco A¥rOZ de MALISCO ¢ pessoas) (600 g de arroz carolino »300 g de améijoas com casca +800 g de mexilhdes em meia casca200 g de miolo de ‘camardo + 100 g de miolo de améljoas «6 “bocas” de sa- ppateira «6 camarées grandes com casca 1 ceabola gran- de=3 dentes de alho «1,5 dl de polpa de tomate '=4 colheres (sopa) de azeite 1 cubo de caldo de marisco #1 folha de louro «1 ramo de coentros » Sal e pirpiti qb. Demothe atompadamente as améijoas com casca em Agua com sal. No dia, arranje e descongele os restantes mariscos. ‘Aqueca o azeite num tacho, adicione a cebola e os alhos picados e a folha de louro e deixe refogar. Junte a polpa de tomate, 0 caldo de marisco ¢ 0 ramo de coentros ¢ deixe cozinhar até que fique apuradinho. Acrescente 1 L de agua, deixe ferver, rtifique o sal, tem- ere com piripiri, junte todos os mariscos, deixe ferver novamente e deixe cozinhar durante 15 minutos. Adicione © arroz e deixe cozinhar, em lume brando e mexendo de vvez em quando, durante 20 minutos. Retire do lume, deite num tabuleiro e sirva de imediato polvilhado com mais Polvo salteado com ervas AFOMALICAS 4 pessoas 11 polvo com aprox. 2 kg=200 g de cebolas pequenas #2 dentes de alho.«1 di de azeite#1 colher (Sopa) de manteiga=1 malagueta fresca média=30 g de tomilho 30.9 de alectim= Sal e pimenta q.b. Coza o polvo na panela de pressao com um pouco de ‘gua, durante cerca de 30 minutos. Liberte 0 vapor, es- corra 0 polvo, deixe-o arrefecer e corte-o em pedagos. Descasque as cebolas e os alhos, corte as cebolas em quartos e lamine os alhos. Aqueca 0 azeite e a manteiga ‘numa frigideira, junte o alho e deixe refogar um pouco. Adicione a cebola e deixe cozinhar 5 minutos, em lume brando e mexendo regularmente. Junte 0 polvo e a malagueta cortada em rodelas e sem ‘sementes, envolvae deixe saltear uns minutos. Junte ra- minhos de alecrim e 0 tomilho picado, deixe saltear mais um pouco, tempere com sal e pimenta, retire do lume e sirva com guamigao a gosto. = coantros picados. <¢ Drag: Nagata Ao jnerauci gt - Proje Glen Pas Catala -Paghago: Lata Cages Ossi «Pie: Manuals Cabiro «Chis da Coan: Lise Msc, Sreitno anorn, Peco Same, Lis eso iba Baa - Fotografia: Gi Guta b Lus Azned> ~ Redapse: Come Saris, na eboe rc Aston oo Z Conta, Pals Feanese- Dili: inca Sain Aashaturas a nlmatoe sac: Lica Cash aserstsea Ta 270 8 BOD Popa @ Ego: 2 Sseeciatzaces, Unipessod, Lia. - Ra Bast Te a 10 soa ~ Tet 21 Far, 210.63 265 -wtelocutnariact parendedooesptra. com Ne de contin. 507 277270 Depot ga > 2050/89 - sei na careatatra co asta comarca 0 282 Recta ERC reese TR ~ $ inpresa beea- Dittbupao: VASP - NLP ~O.rvado Gao ‘Aaa Cactn-Tragom: 40 C00 es, - POE lau parea, oo cate H soe 66 Teleculn ta OFERTA DE 1 LANCHEIRA TERMICA T | Assino a TeleCulingria com 30% de Desconto durante 1 Ano e no valor Recebo 1 lancheira térmica no valor de € 19,99. de 19,99 PORTUGAL € 48,57 EUROPA € 115,08" RESTO DO MUNDO € 158,42* },99 euros, (62 odigdes ~ 12 mensais + 40 seranais) para as primeiras 10 assinaturas. | Assino a TeleCulinaria + Robot de Cozinha durante 1 Ano ‘www.facebook.com/totto.portugal (62 edigdes da TeleCulnatia + 12 ediodes mensais da Robot de Cozriha) a exclus Agonas por € 58,58 (Nacional) ae As revistas seréo expedidas por correio normal Neme Morac Located CCovigo Postal Tebtene Ne-Contibunta Exnal Profs (Data de Nac. Junto eo chequevvale de comin &crdem de Edlgbes Plural ro valor ‘cobancovEC Junto envio a transferéncia bancaria BCP ~ R. Castilho NIB: 003300004528475079805 IBAN: PT 5000 3300 0045 2847 5079 805 SWIFT: BCOMPTPL (Agradecemos que envie © comprovativa de pagamento com o cupio para o fax n° +351 210 039 468 ou e-mail: assinaturas@ite pt) “ous eras pening et oat, o pagers set ead eborane porto cece mci ones aerate dian eel dau zest ooo eas nova coos, Oa oneness Noe tes le grr no dete ooo de ce os eu np tain Gao acre eure crc, ea gy caren CI SERVICO DE ASSINATURAS ECORTE, FOTOCOPIE OU DIGITALIZE O SEU CUPAO DE ASSINATURA E ENVIE PARA: ‘email axsratura@e pt pera fax +251 210039080 ou ere por comes pora a Basi ees, 5-1 eto 1070020 Lsbea Para mae iennactes Ign 2351 210039 600 To 1898 mel) ) am eB DYLI[eT a) Ja na banca! Cer r O bom sai bem = = Im» — > eae Me wii | Rallado ae Mar REL ee) Ere

Você também pode gostar