Você está na página 1de 3

GABARITO - PROVA DE FENÔMENOS DE TRANSPORTE – P2

( primeiro semestre - 2007 )

Os tanques da figura estão totalmente preenchidos com um óleo leve cuja densidade é 0,82. Calcule

a pressão sobre a base em cada um dos casos.

2 m 1 2 m 2 m Dados/Informações Adicionais
2 m
1
2 m
2 m
Dados/Informações Adicionais

• γ H2O = 9800 N/m 3

γ =

r

0,82

γ=γ γ

r

.

2

H O

=

2 m 2 2 m 6 m 3 0,82 . 9800 = 8036 N m
2 m
2
2 m
6 m
3
0,82 . 9800
=
8036 N m

Pelo teorema de Stevim, as pressões exercidas na base são iguais, pois os dois tanques tem a mesma altura :

P

1

P

2

=

=

γ

.

γ

h

.

1

h

2

=

=

8036 . 2

8036 . 2

=

=

16072

16072

N m

/

2

N m

/

2

Os dois tanques da figura têm o mesmo tipo de combustível e estão pressurizados. Os tanques estão interconectados por uma tubulação e o manômetro metálico M1 indica para o gás uma pressão de 40 kPa. Para distancias h 1 = 10 m , h 2 = 3 m e h 3 = 4 m, determine:

a) a pressão indicada pelo manômetro M2;

b) o peso específico do óleo se a pressão indicada pelo manômetro M3 é 87,5 kPa.

M1 Gás Gás h h 2 Óleo 1 Combustível M2 h Combustível M3 3
M1
Gás
Gás
h
h
2
Óleo
1
Combustível
M2
h
Combustível
M3
3

Dados/Informaçoes Adicionais:

Peso específico do combustível é 7000 N/m 3 e sistema em equilíbrio.

a) Pgas = P M1 = 40 kPa = 40000 N/m 2

P M2 = Pgas +

γ comb x h 1 = 40000 + 7000 x 10 =

b) P M3 = 87,5 kPa = 87500 N/m 2

Pgas + γ oleo x h 2

40000 + γ oleo x 3

+

+

γ comb x h 3

= P M3

7000 x 4

= 87500

110000 N/m 2 = 110 kPa

O sistema da figura está em equilíbrio e h 1 = 170 cm, h 2 = 50 cm e h 3 = 150 cm. Determine a pressão do ar indicada pelo manômetro.

cm. Determine a pressão do ar indicada pelo manômetro. Dados/Informações Adicionais : • γ H 2

Dados/Informações Adicionais:

• γ H2O = 9800 N/m 3

e

. γ Oleo = 8000 N/m 3

Par + γ H2O x h 1 Par + 9800 x 1,70 = Par = 2040 N/m3

=

γ Hg x h 2 +γ H2O x h 2 8000 x 0,5 + 9800 x 1,5

e sistema em equilíbrio.

Uma bomba é utilizada para transferir 600 litros/minuto de combustível entre dois grandes tanques conforme detalhado na figura. A pressão na parte superior do primeiro tanque é mantida em 60 kPa enquanto que a parte superior do segundo reservatório é mantida em 40 kPa. A tubulação para transporte do combustível tem diâmetro interno de 1,5” (polegadas). Considerando que o combustível tem peso especifico de 8000 N/m 3 e pode ser considerando fluido ideal, determine :

a) a velocidade do combustível na descarga do tubo no interior do segundo tanque;

b) a potencia da bomba considerando rendimento de 70%

P B = 40 kPa 17 m B P A = 60 kPa 5 m
P B = 40 kPa
17 m
B
P A = 60 kPa
5 m

Dados/Informações Adicionais:

Como o tanque é grande, a velocidade com que o nível da água desce pode ser desprezada.

Q

=

600 litros

/ min

=

600

× 10

3

m 3

60 s

=

0,01

3
3

m s

γ Comb

=

8000

= 600 × 10 − 3 m 3 60 s = 0,01 3 m s γ

N m

3

a) A velocidade na descarga pode ser obtida a partir da vazão e da área da seção do tubo:

d

= 1,5

Q

=

′′= 1,5 ×

0,0254

=

0,0381

m

v A

.

Q 0,01

v

=

=

A 0,00114

= 8,771

m / s

A

=

. d

2

(

)

2

0,0381

π

π

×

=

4

4

= 0,00114 m

2

b) Escolhendo a seção (1) como a superfície do combustível no primeiro tanque e a seção (2) como o ponto de

descarga no interior do segundo tanque, podemos obter dos dados as cargas de posição, pressão e velocidade:

z

1

P

v

1

1

=

=

60

0 ( tan

5

m

kPa

=

60000

N m

/

que grande

)

3

P

2

v

2

z

2

=

17

=

40

kPa

m

=

40000

N m

/

3

=

8,771

(

m s calculado no item

/

"

a

")

Aplicando Bernoulli, obtemos a carga manométrica da bomba:

z +

1

5

+

P

1

v

2

1

+

γ

2.

g

+

H

60000

+

0

2

8000 2

× 9,8

=

M

H

+

M

z

2 +

=

17

P

2

γ

+

v

2

2

2. g

+

40000

+

(

8,771

)

2

8000

2

× 9,8

H

M

= 13,425

m

Calculo da potencia, considerando rendimento de 70%:

℘=

℘ =

B

γ

.

Q . H

M

=

8000

×

0,01 13,425

×

1074,018

=

η

B

0,7

=

1534,311

W

=

1074,018

℘ ≈

B

W

1,5

KW