Você está na página 1de 9
PATOLOGIA FLEXÃO ELAINE CRISTINA EDILON DA SILVA JOÃO CARLOS RAYARA RAMOS

PATOLOGIA

FLEXÃO

PATOLOGIA FLEXÃO ELAINE CRISTINA EDILON DA SILVA JOÃO CARLOS RAYARA RAMOS
PATOLOGIA FLEXÃO ELAINE CRISTINA EDILON DA SILVA JOÃO CARLOS RAYARA RAMOS

ELAINE CRISTINA

EDILON DA SILVA JOÃO CARLOS

RAYARA RAMOS

FLEXÃO EM VIGA DE CONCRETO  A análise da formação e crescimento de fissuras em

FLEXÃO EM VIGA DE CONCRETO

A análise da formação e crescimento de

fissuras em vigas de concreto armado

permanece como uma das principais

dificuldades no campo da engenharia

estrutural. Considerando que as fissuras têm um

a influência muito grande no comportamento

estrutural global, estudos para prever e

controlar a fissuração do concreto é de

essencial importância.

comportamento estrutural global, estudos para prever e controlar a fissuração do concreto é de essencial importância.
comportamento estrutural global, estudos para prever e controlar a fissuração do concreto é de essencial importância.
      

POSSÍVEIS CAUSAS DA FLEXÃO

Em engenharia se denomina flexão o tipo de deformação que apresenta

um elemento estrutural alongado em uma direção perpendicular a seu eixo longitudinal. Decorrem principalmente pelos itens citados abaixo;

Insuficiência de armadura longitudinal (positiva);

Ancoragem insuficiente da armadura positiva;

Sobrecarga acima do previsto no cálculo do projeto estrutural;

Estribos mal posicionados;

acima do previsto no cálculo do projeto estrutural; Estribos mal posicionados; Concreto de baixa resistência; Outros;
acima do previsto no cálculo do projeto estrutural; Estribos mal posicionados; Concreto de baixa resistência; Outros;

Concreto de baixa resistência;

Outros;

RECUPERAÇÃO  No caso do reforço à flexão em vigas de concreto armado, várias são
RECUPERAÇÃO  No caso do reforço à flexão em vigas de concreto armado, várias são

RECUPERAÇÃO

No caso do reforço à flexão em vigas de concreto armado, várias são as técnicas atualmente disponíveis no mercado, sendo que, basicamente, o reforço pode

ser feito com ou sem alteração da seção transversal do

elemento estrutural. Adição de chapas ou perfis de

aço, folhas ou barras de fibra de carbono ou, até

mesmo, um acréscimo de armadura de tração são soluções que não alteram, em demasia, a seção

transversal do elemento. Entretanto, muitas vezes, a

opção para o reforço pode ser a de incremento da

seção transversal da viga, seja na largura, seja na

altura.



RECUPERAÇÃO caso 1

O reforço de vigas à flexão com concreto armado ou projetado é feito,

basicamente, por encamisamento.

ou projetado é feito, basicamente, por encamisamento. • Encamisamento total - concreto lançado por aberturas

Encamisamento total - concreto lançado por aberturas nas lajes

Nesta técnica, estribos adicionais são soldados aos existentes. Para isso, durante o apicoamento do concreto

da viga original, o cobrimento da parte inferior da viga é retirado até que os

estribos fiquem expostos num

comprimento suficiente para a soldagem



RECUPERAÇÃO caso 2

Quando a soldagem dos estribos não é possível, pode ser adotada a

solução indicada na Figura abaixo, que consiste na ancoragem dos estribos na alma da viga.

Nesse caso, os estribos não funcionam como pinos, que se forem

necessários terão que ser executados com

chumbadores ou barras

coladas com resina.

funcionam como pinos, que se forem necessários terão que ser executados com chumbadores ou barras coladas


RECUPERAÇÃO caso 3

O reforço consiste no embutimento de barras longitudinais na alma da

viga, através escarificação e fixação com argamassa de resina (mais indicada) ou argamassa polimérica, ambas com ponte de aderência compatível.

Para o posicionamento das

é

de aderência compatível. Para o posicionamento das é • barras de reforço, necessário um pequeno

barras

de

reforço,

necessário

um

pequeno

corte

nos

estribos

originais,

segundo

mostra

o

detalhe

da Figura

  

Outras técnicas para reforço.

Além da das técnicas de complementação de reforço em

armaduras apresentadas nos slides anteriores, outras soluções podem ser empregadas quando se deseja reforçar a estrutura. São elas;

Adição de chapas e perfis metálicos;

Utilização de bolhas de carbono;

Protensão exterior;



Flw! Vlw!

Partiu, Brahma Chopp!