PROGRAMA GEOLOGIA DO BRASIL

MAPA GEOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Escala 1:750.000

APRESENTAÇÃO
O Mapa Geológico do Estado do Grande do Sul, na escala de apresentação 1:750.000,
está inserido no Programa Geologia do Brasil – Integração, Atualização e Difusão de Dados da
Geologia do Brasil, subprograma Mapas Geológicos Estaduais, uma realização do Serviço
Geológico do Brasil – CPRM. É um produto derivado do Projeto Carta do Brasil ao Milionésimo
– Sistema de Informações Geográficas - SIG, com atualizações advindas de novas informações
incorporadas durante esta fase do projeto.
Este é um acervo de bases de dados geológicos, organizados em temas segundo modelo
relacional, em plataforma Oracle 9IAs (versão para Web), utilizando bibliotecas padronizadas, e
arquitetura cliente-servidor, com processos de acesso, consulta e edição de dados via Internet,
através de senhas seletivas, homepage http://geobank.sa.cprm.gov.br. O grande volume de
informações representado pelas diversas folhas geológicas ao milionésimo e pelo banco de dados
é operado em um Sistema de Informações Geográficas - SIG, denominado GIS do Brasil.
Os dados de cartografia geológica foram obtidos essencialmente por compilação, análise
crítica, integração e interpretação dos dados disponíveis, além de trabalhos adicionais de
interpretação de imagens de satélite. Os dados contidos no GEOBANK foram obtidos por
reestruturação e realimentação das bases já existentes no Serviço Geológico do Brasil-CPRM,
bem como pela organização de novas bases.
As informações aqui disponíveis traduzem o estado da arte do conhecimento da geologia
do Estado do Rio Grande do Sul, na perspectiva do Serviço Geológico do Brasil-CPRM, ao final
de 2006.
Produtos
Os produtos apresentados em 1 DVD foram gerados a partir do sistema de bancos de dados em
Oracle - o GEOBANK -, permitem modelagens, interações e atualizações de fácil manuseio.
Os seguintes produtos podem ser acessados em ambiente SIG:
(i)
Unidades litoestratigráficas;
(ii)
Estruturas e diques;
(iii) Recursos minerais;

tendo como referência geodésica o Elipsóide União Geodésica e Geofísica Internacional (UGGI67).NASA composto pelas imagens S. anexar novos arquivos e dados. O ambiente é amigável. bmp e jpeg. a saber: (i) (ii) (iii) (iv) (v) vários tipos de zoom. Objetivando permitir algumas interações entre os arquivos contidos no DVD e também com o GEOBANK. (viii) Base cartográfica digital simplificada. Através do mesmo.(iv) Mosaico de imagens do satélite LANDSAT ETM+ (Enhanced Thematic Mapper . pesquisa por cursor. criando projetos de interesse específico. Dado a riqueza de informações e detalhe cartográfico obtido na integração geológica da área do embasamento cristalino. como datum planimétrico o World Geodetic System 1984 (WGS84).Plus) com resolução de 90 m (Geotiff). No Sistema de Informações Geográficas estão organizadas em valores geodésicos e datum WGS84. S. é possível modificar os diretórios de trabalho do DVD. compiladas em ambiente Delphi® e utiliza bibliotecas de livre distribuição Map Objects LT ESRI ® e funções do programa Exibe do Sistema Geoexp. sobreposição do vetor em imagens. exibição de mensagens de tabelas com o toque do cursor em entidades do mapa. filtragem e fusões digitais com adequações à escala de 1:1. (v) Imagens mosaico GEOCOVER 2000 . fácil e bastante portátil. O acervo de dados foi compilado a partir de arquivos digitais em diversas escalas e formatos que foram submetidos a procedimentos de generalização.22-25-2000 e S. S. faz-se necessário transferir o conteúdo do DVD para o disco interno. sem necessidade de nenhum outro software ou bibliotecas adicionais. query complexa. Programa ArcExibe No sentido de permitir ao usuário do presente projeto a realização de algumas tarefas de geoprocessamento. arquivos no formato Adobe Acrobat@ (extensão pdf). de forma gratuita. como latitude de origem 0º e longitude de origem 48º W de Greenwich.000. (vii) Modelo Digital de Terreno SRTM com relevo sombreado (Geotiff). manipulação dos arquivos com diversas composições e pesquisas.ArcView). no diretório Mapas e arquivos no formato Tiff (compactados) no diretório SIG/Layout/tif_impressão. foram disponibilizadas diversas funções básicas. .21-30-2000. através de cópia simples. O mapa geológico para impressão está representado no Sistema de Projeção Cartográfica Policônica. com resolução de 90 m (Geotiff). O programa ArcExibe é um conjunto de rotinas desenvolvidas em object Pascal. São duas as opções para impressão. (vi) Modelo Digital de Terreno derivado da Missão Shuttle por Radar Interferométrico (SRTM). a CPRM criou o programa ArcExibe. Através dele. Para isto.000.21-25-2000. (ix) Principais fontes utilizadas na compilação da cartografia geológica.22-30-2000. assim como imagens georreferenciadas tif. decidiu-se pela apresentação do mapa na escala 1:750. o usuário pode ler e exibir arquivos shapefile (formato ESRI® .000.

A utilização do programa deve ser restrita e a divulgação de outros trabalhos através do ArcExibe necessita de prévia autorização da instituição. A fonte dos arquivos digitais foi o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). executados em diversas escalas. foram selecionados cinco para a composição das bases cartográficas: hidrografia. e também referências bibliográficas de domínio público na área de geologia. busca democratizar o acesso de todos aos dados gerados pelos trabalhos de levantamento geológico básico desenvolvido ao longo dos anos. bem como aos critérios de estética e clareza de representação cartográfica.SH-22 e Lagoa Mirim .000. publicado pelo Serviço Geológico do Brasil na escala de 1:2. de sua propriedade. cumprindo assim sua missão institucional.SI-22). habilitando-se a opção GEOBANK na tela do aplicativo. ao divulgar seu produto através de um software de livre distribuição. Mapa Geológico Na execução do Mapa Geológico foram incorporados dados e informações geradas a partir de mapeamentos e estudos geológicos regionais e aplicados.SG22. Base Cartográfica A base cartográfica digital foi obtida a partir da união. serviu de ponto de partida para a elaboração de uma versão preliminar das diversas folhas da Carta ao Milionésimo. envio da imagem da tela para o protocolo de transferência do Windows (clipboard). O Mapa Geológico do Brasil (Bizzi et al.SG-21. Uruguaiana . localidades. transporte.000 e consistido na escala de 1:1. pelo Serviço Geológico do Brasil. desde 1970. cálculo de distâncias e de áreas de polígonos.000. mudança da escala do mapa em tela. é indispensável esclarecer aos usuários que a instituição não se responsabiliza por quaisquer danos provenientes do uso deste software. por simplificação. divisões políticas e limites estaduais. conexão com o GEOBANK para usuários conectados na Internet. O Serviço Geológico do Brasil. subordinada à relevância do elemento para a geologia. Dentre os diversos níveis de informação contidos na CIM.000. filtrando mais a informação onde havia saturação que comprometesse a representação da geologia na escala de 1:750.SH-21.500. exportação de tabela ASC compatível com Excel. as folhas da carta foram generalizadas. de forma automática. Para possibilitar a introdução da informação geológica. Curitiba . 2001). disponibilizando-os em formato mais moderno. .(vi) (vii) (viii) (ix) (x) (xi) (xii) (xiii) gravação e leitura de projeto.CIM. Porto Alegre . Procurou-se tanto quanto possível estabelecer um padrão uniforme na densidade da representação cartográfica. através da seleção de elementos cartográficos. Todavia. corte e simplificação das Folhas da Carta Internacional do Mundo ao Milionésimo . exibição da tela do mapa. criação de paletas de cores e gravação. desenvolvidos por instituições de ensino e pesquisa ou disponibilizados por colaboradores. (Folhas: Assuncion .

S. Sioux Falls. Fonte destes dados: Global Land Cover Facility – GLCF . foram incorporadas versões atualizadas dos mapeamentos geológicos realizados na década de 70. Alvaro Penteado Crósta (IG-UNICAMP). com cobertura total do Estado do Rio Grande do Sul. com grau de precisão condizente com a escala deste trabalho. com a melhoria da precisão de posicionamento cartográfico dos dados geológicos para a escala deste trabalho.edu:8080/esdi/index.jsp a partir de dados do NASA Landsat Program publicados pelo U. É proibido o uso comercial dos dados contidos neste trabalho. S. e dados de domínio público que foram georreferenciados em relação às novas bases cartográficas. Prof. Os dados digitais foram produzidos segundo padrões científicos internacionais. Modelo Digital de Terreno Fonte dos dados do Modelo Numérico de Terreno: Shuttle Radar Topography Mission (SRTM) (Dados de domínio público disponíveis em: U. Na atualização das versões antigas foram utilizados dados gerados em Projetos de Integração Geológico . tendo como projeção cartográfica plana Policônica com Datum planimétrico WGS 84. 147. South Dakota). na ausência de dados recentes. executados pela CPRM após 1991. ortorretificadas e georreferenciadas segundo o mosaico Geocover 2000TM. exceto no caso de autorização expressa dos autores ou do Serviço Geológico do Brasil-CPRM.Metalogenética. RGB = 234.Earth Science Data Interface (ESDI) – University of Maryland: http://glcfapp. Este pode produzir cópias dos dados exclusivamente para seu próprio uso.umiacs. Geological Survey (EROS Data Center. Cessão do Mosaico do Modelo Digital de Elevação da América do Sul (produzido a partir dos dados SRTM corrigidos e projetados para o Datum SAD-69). Carlos Roberto de Souza Filho e Prof. A aquisição de cópias dos arquivos digitais relativos aos mapas permite somente o uso restrito dos dados. Este mosaico contempla composições coloridas de três bandas. Imagens de Satélite Landsat Um conjunto de mosaicos de imagens com resolução de 90 metros do sensor ETM+ do satélite LANDSAT. Direitos Autorais Todos os direitos autorais são detidos pelos autores e pelo Serviço Geológico do BrasilCPRM. o Serviço Geológico do Brasil-CPRM não se responsabiliza por conseqüências da utilização dos . Latitude de origem 0º e Longitude de origem 48º W Greenwich. Resolução Espacial aproximada de 90 m (3 arcos de segundo). Em alguns casos.Uma importante parte dos dados utilizados na compilação foi gerada pelo Programa Levantamentos Geológicos Básicos do Brasil (PLGB) da CPRM. Geological Survey. Dr. EROS Data Center. Todos os produtos baseados nos dados são cobertos pelas mesmas condições de uso dos dados originais. distribuídas no canais de cor. inclusive quaisquer parceiros de exploração ou produção do comprador. Sioux Falls. South Dakota). no formato Geotiff. está incluído no DVD. 457 e 347. Dr. Entretanto.umd. Cópias ou distribuição dos dados são proibidas para terceiros.

Os autores e o Serviço Geológico do BrasilCPRM não se responsabilizam por nenhuma perda ou dano que a utilização deste DVD possa causar. metalogenéticas. estruturais.br.dados pelo usuário. Fale conosco As informações geológicas. bases planialtimétricas e de base de dados apresentadas neste DVD estão em constante processo de atualização.gov. sejam tais conseqüências causadas por defeitos inerentes aos dados ou causadas pelo manuseio dos dados pelo usuário. Encaminhe suas sugestões para: sureg@pa. ou detectar alguma falha nas informações aqui apresentadas. . Se você usuário conhecer novas informações. por favor. fale conosco.cprm.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful