Você está na página 1de 122

As “Tábuas de Esmeralda” de Thoth – Rei-Sacerdote de Atlântida

de Esmeralda” de Thoth – Rei-Sacerdote de Atlântida A s “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o

As “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o

Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA:

Este homem, rei, sacerdote e mestre da Grande Fraternidade Branca, Thoth do Egito, aparece praticamente no começo do final de Atlântida, 52 mil anos atrás, ele evoluiu e aprendeu como permanecer consciente num corpo físico o tempo todo, sem morrer, permanecendo em seu corpo original durante 52 mil anos, até 1991, quando passou a uma nova forma de ser/consciência muito além de nossa compreensão.

Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA:

Ele viveu durante a maior parte do período da Atlântida, chegando mesmo a se tornar rei (Rai) Sacerdote de Atlântida durante um longo período de 16 mil anos. Naquele tempo, ele era chamado Chiquetet Arlich Vomalites. Seu nome era, na verdade, Arlich Vomalites, sendo Chiquetet um título que significava “aquele que busca sabedoria“, pois ele realmente desejava SER aquilo que era a própria sabedoria.

Quando o continente da Atlântida finalmente afundou, em 10.986 a.C., Arlich Vomalites/Thoth e outros seres avançados que haviam migrado para o delta do rio Nilo tiveram de esperar cerca de seis mil anos para conseguir começar a restabelecer a civilização. Quando o Egito começou a ganhar vida, ele deu um passo à frente e chamou a si mesmo Thoth, mantendo esse nome durante toda a época do Egito antigo. Quando o Egito morreu, foi Thoht quem deu início à cultura importante seguinte, a da Grécia (e passou a ser então conhecido como Hermes).

ÍSIS, a Grande Deusa Mãe, doadora da vida, e as duas “serpentes”, símbolo do DNA

ÍSIS, a Grande Deusa Mãe, doadora da vida, e as duas “serpentes”, símbolo do DNA humano …

Nossos livros de história dizem que Pitágoras foi o pai da Grécia, e que foi a partir e por intermédio da escola pitagórica que a Grécia se desenvolveu, e que nossa atual civilização emergiu da Grécia.

E Pitágoras diz em seus próprios escritos que Thoth o pegou pela mão, conduziu-o

aos subterrâneos da Grande Pirâmide e lhe ensinou toda a geometria sagrada e a

natureza da Realidade (ou a realidade da Mãe natureza…A GRANDE ÍSIS).

Quando a Grécia nasceu por intermédio de Pitágoras, Thoth então entrou nessa cultura ainda no mesmo corpo que tinha na época da Atlântida, chamando a si mesmo Hermes. Esclarecendo, Arlich Vomalites, Thoth e Hermes são a mesma alma, pessoa e CONSCIÊNCIA.

Desde aquele tempo, ele teve vários outros nomes, mas eu ainda o chamo Thoth. Ele voltou à minha vida em 1984 (de Drunvalo Melquisedek) e trabalhou comigo praticamente todos os dias até 1991. Ele vinha e passava talvez quatro a oito horas por dia me ensinando muitas coisas. É daí que provém a maior parte das informações que compartilharei com vocês, embora muitos outros professores tenham estabelecido relações entre elas e as consubstanciaram/comprovaram.

As histórias do nosso mundo, em especial, vieram dele. Vocês sabem, enquanto

permaneceu no Egito, onde era chamado escriba, ele escrevia tudo o que se passava.

E era a pessoa perfeita para a tarefa, certo? Estava continuamente vivo. Então, como

escriba, ele simplesmente ficava sentado lá observando a vida passar. Era uma boa

testemunha imparcial, pois essa característica constituía uma grande parte de sua compreensão de sabedoria. Ele raramente falava ou agia, salvo quando sentia que precisava fazê-lo.

Thoth acabou descobrindo como sair da Terra como consequência de sua evolução. Ele ia para outro planeta onde havia vida e simplesmente ficava lá sentado observando. Nunca interferia não dizia uma palavra sequer. Ficava absolutamente calado e observava apenas para ver como vivia aquela civilização,

para adquirir sua sabedoria, entender talvez durante uns cem anos em cada planeta. Então ia a outro lugar para também observar.

cada planeta. Então ia a outro lugar para também observar. Aglomerado de Galáxias (Galaxy Cluster) Abell

Aglomerado de Galáxias (Galaxy Cluster) Abell 1689HST, imagens de um pequeno cantinho dos céus noturnos feitas pelos telescópios espaciais da NASA, Hubble e Spitzer, ilustrando a possibilidade de vida em incontáveis planetas…

Ao todo, Thoth ficou longe da Terra durante cerca de dois mil dos nossos anos, estudando outras formas de vida. Mas ele se considera um humano da Terra. Claro, todos viemos de algum outro lugar em um ou outro ponto no jogo da vida, pois a Terra não é assim tão velha tem apenas uns cinco bilhões de anos e o Espírito é eterno, sempre existiu e sempre existirá, antes de qualquer manifestação material do cosmos. Vocês sempre foram e sempre serão. O Espírito não morre e qualquer outra compreensão é apenas uma ilusão. Mas Thoth se considera daqui porque foi aqui que ele deu este primeiro passo que o conduziu de volta à imortalidade (um ascensionado).

Drunvalo Melkisedek, sobre Thoth.

A história das Tábuas de Esmeralda traduzida nas páginas seguintes é estranha e além da crença dos cientistas modernos. Sua antiguidade é estupenda, pois que datam aproximadamente (um cálculo conservador) de cerca de 34.000 anos a.C. O escriba do conhecimento/sabedoria contido nas Tábuas de Esmeralda foi Thoth, um Rei-sacerdote, um alto iniciado em ocultismo e sabedoria espiritual, um atlante que fundou uma colônia no antigo Egito, uma tarefa que lhe foi outorgada pela Irmandade da Luz, um pouco antes do afundamento final da terra mãe, a lendária ilha de ATLÂNTIDA.

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Ele teria sido o construtor da Grande Pirâmide de Gizé, erroneamente ( e intencionalmente) atribuída pelos arqueólogos e eruditos do establishment científico ao faraó Queóps, como uma simples tumba para abrigar seu corpo ! Nela incorporou seu conhecimento da sabedoria antiga, geometria sagrada e também registros secretos sobre a história da Terra, do sistema solar e da Galáxia, de forma segura assim como de vários instrumentos tecnológicos da antiga Atlântida.

Por cerca de 16.000 anos, ele governou a raça antiga do Egito. Naquela época, a antiga raça bárbara entre as quais ele e seus seguidores tinham se estabelecido, no delta do rio Nilo, vindo desde Atlântida, havia sido elevada a um alto grau de civilização. Thoth já era então um imortal, ou seja, ele havia vencido a morte, passando “para o outro lado do véu” apenas quando ele quisesse e até então não através da morte de seu corpo, que foi elevado. Sua vasta sabedoria o fez governador sobre as suas diversas colônias Atlantes, inclusive as das Américas do Sul e Central onde esteve em vários momentos.

Quando chegou o momento para ele sair do Egito, desobstruiu o acesso a Grande Pirâmide e sobre a entrada para as grandes salas dos Salões de Amenti, colocou nelas os seus discos e registros e designou os guardas para manterem os seus segredos, e que saíram de entre os indivíduos iniciados mais elevados do seu povo. Muito tempo mais tarde, os descendentes desses guardas foram se tornando os sacerdotes da pirâmide, por quem Thoth foi endeusado (à medida que o

esquecimento das coisas sagradas caíram sobre a humanidade, que se embrutecia na matéria cada vez mais) como o deus da sabedoria, o escriba sagrado, o criador do sistema de escrita dos hieróglifos por aqueles que se seguiram após a sua “morte”, já na idade das trevas que se instalou no planeta. Na lenda, os salões de Amenti, se tornaram o submundo, o Salão dos Deuses, onde a alma humana após a morte do corpo passa para ser julgada. Tudo em consequência da passagem do tempo e do lento mas constante esquecimento da própria sabedoria deixada por Thoth.

esquecimento da própria sabedoria deixada por Thoth. Os subterrâneos (já descobertos, mas não revelados ao

Os subterrâneos (já descobertos, mas não revelados ao público) embaixo da Esfinge, que conduzem aos salões embaixo da Grande Pirâmide, o AMENTI…

Durante séculos depois, o ego de Thoth passou nova e sucessivamente em corpos humanos, da forma descrita nas Tábuas de Esmeralda. Como tal, ele retornou mais três vezes, e em sua última passagem pela Terra passou a ser conhecido como Hermes Trismegistus, o três vezes-nascido (ou Três Vezes Grande). Nesta última manifestação, ele então deixou os escritos sagrados conhecidos pelos ocultistas como as Tábuas de Esmeralda, uma exposição tardia e muito menor dos antigos e ocultos mistérios.

As Tábuas de Esmeralda traduzidas neste trabalho são dez que foram deixadas na Grande Pirâmide em custódia dos sacerdotes da pirâmide. As dez são divididas em treze partes por razões de conveniência (e porque o número treze oculta uma grande verdade, para quem tem olhos para “ver”). As duas últimas são tão grandes e de longo alcance em sua importância que atualmente ainda são proibidas a liberação do seu conteúdo para o público em geral.

No entanto, nas Tábuas que agora serão traduzidas e apresentadas estão contidos segredos que irão revelar um valor inestimável para o DEDICADO, HONESTO E SÉRIO estudante de ocultismo. Para os ignorantes, idólatras, curiosos, os néscios, o seu significado permanecerá incompreensível.

Elas devem ser lidas, não uma, mas dez, vinte, quarenta, cem vezes, pois só assim o verdadeiro significado pode ser aos poucos revelado. Uma leitura casual daqueles estudantes preguiçosos e que leem somente com o intelecto apenas dará vislumbres de sua beleza e sabedoria, mas um estudo mais intensivo do conteúdo das mesmas abrirá caminhos de sabedoria para o estudante realmente sincero e honesto em sua busca pelo autoconhecimento.

As grandes pirâmides do antigo Egito Mas agora uma palavra sobre a forma como estes

As grandes pirâmides do antigo Egito

Mas agora uma palavra sobre a forma como estes segredos poderosos vieram a ser revelados ao homem moderno após estarem escondidos por tanto tempo. Em torno dos anos de 1.300 a.C., o Egito, a antiga terra de Khem, estava em tumulto e muitas delegações de sacerdotes iniciados nos segredos do ocultismo e da sabedoria espiritual foram enviados para outras partes do mundo.

{ n.T. Eram os tempos da 18ª dinastia, do Faraó AKHENATON e sua reforma religiosa de culto monoteísta a ATON, o que deixou o clero politeísta sem sabedoria e meramente dogmático e doutrinário, os adoradores de Amon-Zeus-Júpiter como as religiões atuais tomado de fúria contra o Faraó. Registros dessa migração de homens conscientes podem ser encontrados até mesmo em CAVERNAS NO INTERIOR DO GRANDE CANYON, no Rio Colorado, no Arizona-EUA. Ver mais informações a

http://thoth3126.com.br/grand-canyon-misterios-de-uma-imensa-

caverna-revelados/ }

respeito

no

Link:

Entre estes estavam alguns dos sacerdotes da Pirâmide que levavam consigo as Tábuas de Esmeralda com os seus preciosos ensinamentos como um talismã pelos quais eles poderiam exercer autoridade sobre os menos avançados sacerdotes xamãs de outras raças (principalmente a raça vermelha, oriunda de Atlântida, e que havia degenerado e que são os povos indígenas, os povos nativos [com um “sinal” na FACE, são IMBERBES] das Américas, OS FILHOS DE CAIM…) descendentes de outras colônias da Atlântida.

As Tábuas de Esmeralda foram então estudadas e compreendidas a partir das lendas e para dar a autoridade e a sabedoria de Thoth aos seus portadores onde quer que eles estivessem sobre os povos primitivos que eles contatavam.

Um testemunho de CONTATO ENTRE AS DUAS CIVILIZAÇÕES , a Maia e o Egito da

Um testemunho de CONTATO ENTRE AS DUAS CIVILIZAÇÕES, a Maia e o Egito da 18º dinastia pode ser acessado no seguinte LINK.

O grupo especial de sacerdotes, levando as Tábuas emigraram para a América do Sul, central e Norte, vindos do Egito, onde encontraram uma raça florescente, os Maias, que ainda se lembravam e conservavam muito da antiga sabedoria. Entre este povo, os sacerdotes do Egito se assentaram e permaneceram.

No século X, os maias já tinham se estabelecido completamente na península do Yucatán, hoje parte do México, e na Guatemala, e as Tábuas foram colocadas debaixo do altar de um dos grandes templos (Pirâmide) do deus (El) do sol em Teotihuacan. Após a conquista dos maias pelos espanhóis, as cidades foram abandonadas e os tesouros dos templos (e a sabedoria) foram novamente esquecidos.

Deve ser entendido que a Grande Pirâmide do Egito sempre foi e ainda é (também) um templo de iniciação nos Mistérios e na Sabedoria oculta. Jesus, Salomão, Apolônio de Tiana e muitos outros grandes Hierofantes, vindo até mesmo da distante ÍNDIA e Tibete (e mesmo do BRASIL) lá foram iniciados nesses mistérios.

As pirâmides construídas em Teotihuacan no México O escritor e tradutor (para o inglês, um

As pirâmides construídas em Teotihuacan no México

O escritor e tradutor (para o inglês, um misterioso “Dr Doreal”) dos caracteres atlantes gravados nessas estelas (que tem uma conexão com a Grande Loja Branca- FRATERNIDADE BRANCA, que também funciona por meio do sacerdócio da pirâmide) foi encarregado de recuperar e retornar à Grande Pirâmide no Egito as Tábuas originais e antigas.

Este feito, depois de aventuras que não precisam ser detalhadas aqui, foi realizado. Antes de devolvê-las, ele recebeu a permissão para traduzir e conservar uma cópia da sabedoria gravada nas Tábuas. Isso foi feito em 1925 e só agora a permissão foi dada para a parte a ser revelada de vir à público.

{Excerto do post: Pirâmides no Egito, a história perdida e secreta dos subterrâneos em Gizé: Jâmblico, um representante sírio do século IV da Escola Alexandrina de estudos místicos e filosóficos, registrou esta informação sobre uma entrada secreta através do corpo da Esfinge na Grande Pirâmide de Gizé:

Essa entrada, obstruída em nossos dias por areia e entulho, ainda pode ser traçada entre as patas dianteiras do colosso com corpo de leão e cabeça humana deitado sobre as areias. Antigamente, a entrada era operada apenas pelos Magos (da Grande Fraternidade Branca). Foi guardado por respeito público, e uma espécie de medo religioso manteve sua inviolabilidade melhor do que qualquer proteção armada teria feito. Na barriga da Esfinge foram cortadas galerias que levam para a parte subterrânea da Grande Pirâmide. Estas galerias eram muito decoradas e totalmente atravessada ao longo de seu curso para a pirâmide que, estabelecendo a passagem sem um guia ao longo desta rede, fácil e, inevitavelmente, se voltava ao ponto de partida.

Um esquema com uma perspectiva aérea do enorme complexo do Planalto de Gizé, com as

Um esquema com uma perspectiva aérea do enorme complexo do Planalto de Gizé, com as três pirâmides e a esfinge.

Foi gravado em antigos selos cilíndricos sumérios que a morada dos segredos dos Anunnaki de Nibiru era,

“Um lugar subterrâneo … entrava-se por um túnel, a entrada era escondida pela areia e pelo que chamavam de Huwana … seus dentes, como os dentes de um dragão, seu rosto o rosto de um leão“(como a Esfinge)

… Nós descobrimos um caminho subterrâneo usado pelos antigos egípcios cerca de 5.000 anos atrás. Ele passa por baixo do viaduto que leva entre a segunda pirâmide e da Esfinge. Ele fornece um meio de se passar sob a calçada da Pirâmide de Quéops até a Pirâmide de Quéfren. A partir desta rota subterrânea, que desenterramos, surgiu uma série de eixos que levam a mais de 125 pés (38 metros) para baixo, com muitas salas espaçosas e câmaras laterais … Fim de citação }

Espera-se e sabe-se com certeza que muitos zombarão e tentarão desacreditar esses documentos sagrados de sabedoria. No entanto, o verdadeiro estudante vai ler entre as linhas e ganhar conhecimento. Se a Luz está em você, você irá compreender a Luz

que está gravada nessas Tábuas, pois elas lhe responderão à sua busca sincera e honesta pelo conhecimento.

Agora, uma palavra quanto ao aspecto material das Tábuas. Elas consistem de doze estelas (placas) de cor verde-esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado.

elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. O real e verdadeiro SER H UMANO

O real e verdadeiro SER HUMANO é muito mais do que os nossos “olhos” veem todas as manhãs refletido no espelho. Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses? João 10:34.

A este respeito, as Tábuas de Esmeralda transcendem o direito de ionização da matéria. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associada na mente do leitor. As Tábuas de Esmeralda estão presas juntas com aros de liga dourada suspensa de uma haste do mesmo material. A sabedoria contida nelas é os fundamentos dos mistérios antigos (Ocultismo), da Doutrina Secreta.

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e as lê com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”.

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma. Em breve elas serão publicadas como páginas do blog.

Para acessar links das Tábuas já publicadas:

As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (01) A história de Thoth, o atlante

Posted by Thoth3126 on 25/07/2015

amenti/ As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (01) A história de Thoth, o atlante Posted by

INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH:

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade.

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA:

No “silêncio dos sentidos” humanos encontra-se a chave para a revelação da sabedoria. Quem muito fala nada sabe, quem sabe não fala. O maior conhecimento é indescritível, pois ela, a SABEDORIA, existe como uma entidade (a sagrada Sophia) em vias que transcendem todas as palavras ou símbolos materiais.

Todos os símbolos, são chaves para as portas que conduzem às verdades, e muitas vezes a porta não está aberta porque a chave parece ser tão grande que as coisas que estão além da porta não são visíveis. Se nós podemos compreender que todas as chaves, todos os símbolos materiais são manifestações, são apenas extensões de uma grande lei e da própria verdade, vamos começar a desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu.

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na grande nave do Mestre. Nos elevamos

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na grande nave do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o

Existe uma chave REAL e uma FECHADURA que deve ser aberta por essa chave. A chave é o nosso intelecto, que devemos usar para pesquisar a respeito da verdade, que só será desvelada para nós quando abrirmos a fechadura de nosso CORAÇÃO, usando a chave correta, pois então teremos aberto a PORTA ESTREITA. Passar para o outro lado do véu de Maya será outra decisão que teremos que tomar. Não basta apenas ABRIR A PORTA!!

Todas as coisas em todos os universos se movem de acordo com a lei, e a lei que regula o movimento dos planetas, dos sistemas solares, das galáxias e dos universos não é mais imutável do que a lei que regula a expressão material do homem:

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. Segundo Princípio de Hermes (Thoth/Mercúrio), o princípio da Correspondência em ”AS TÁBUAS DE ESMERALDA”.

Uma das maiores de todas as leis cósmicas é aquela que é responsável pela formação do homem como um ser material. O grande objetivo das escolas de mistério de todas as eras e culturas tem sido o de revelar o funcionamento da Lei que conecta o homem material (ilusão) e o homem espiritual (Realidade). O elo de ligação entre o homem material e o homem espiritual é o homem intelectual, pois a mente participa de ambas as qualidades materiais e imateriais. O aspirante a ter um maior conhecimento

“deve desenvolver o lado intelectual de sua natureza e assim reforçar a sua vontade que é capaz de concentrar todos os poderes de seu ser em, e no plano que ele deseja”.

A grande procura pela luz, vida e amor só começa no plano material. Levado ao seu fim, o seu objetivo final é a união completa com a consciência universal. A fundação no material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização do potencial espiritual.

Nas páginas seguintes, na tradução e interpretação das Tábuas de Esmeralda e dos seus segredos, significados ocultos, místicos e esotéricos, ocultos nas palavras de Thoth estão muitos significados que não aparecem na superfície. A Luz dos conhecimentos ocultos trazidos à baila pelas Tábuas de Esmeralda abrirá muitas novas áreas do pensamento do leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento.

leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento. As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Leia e seja sábio”, mas apenas se a luz da sua própria consciência despertar na compreensão profunda que é uma qualidade inerente à sua própria alma“.

Na “Tríplice Luz” … Dr Doreal

Tradução e Interpretação por Doreal. Originalmente publicado em forma mimeografada na década de 1930 por um misterioso “Dr. Doreal,” estes escritos rapidamente se tornaram uma sensação subterrânea entre esotéricos e ocultistas da época. O Tablete 13/01 faz parte do trabalho original; os tabletes 14 e 15 são suplementares. Ninguém jamais viu as

TÁBUAS originais mencionados aqui, e com toda a probabilidade, esses escritos seriam consideradas material canalizado hoje.

No entanto, as TÁBUAS DE ESMERALDA de Thoth, o rei e sacerdote Atlante ainda fazem parte do moderno Corpus Hermeticum, pois elabora, amplia e aprofunda o significado histórico das Tábuas de Esmeralda e os escritos de Thoth / Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos…

Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos… A história de Thoth, o atlante – Tablete

A história de Thoth, o atlante Tablete I

Eu, Thoth, o Atlante, mestre dos mistérios, guardião dos registros, rei poderoso, mago, vivendo de geração em geração, estando prestes a passar para os salões de Amenti, estabelecidos para a orientação daqueles que estão por vir depois, estes registros da poderosa sabedoria da Grande Atlântida.

Na grande cidade de KEOR na ilha de UNDAL, em um tempo muito longe no passado, eu comecei esta minha encarnação. Não como os pequenos homens da civilização atual os poderosos homens de Atlantida viveram e morreram, mas sim de eon a eon (eras) eles renovam sua vida nos Salões de Amenti, onde as águas do rio da vida flui eternamente para frente

Dez multiplicado por uma centena de vezes eu desci o escuro caminho que leva para a luz, assim como muitas vezes eu subi desde a escuridão para a luz com a minha força e poder renovados.

Agora, por um momento eu desci, e os homens de KHEM (Khem é o antigo Egito) não deverão me conhecer mais.

Mas em um tempo ainda por nascer eu vou subir novamente (desde os salões do Amenti), poderoso e potente, requerendo uma prestação de contas daqueles deixados para trás.

Então tenham cuidado, ó homens de Khem (Egito), se haveis falsamente traído minha palavra, pois eu lançá-los-ei para baixo desde o seu estado elevado para a escuridão das cavernas de onde viestes.

Não traiam os meus segredos os homens do Norte ou os homens do Sul (do vale do Rio Nilo) pois que a minha maldição recairá sobre vós.

Lembrem-se e acatem as minhas palavras, pois certamente vou voltar novamente e exigir de ti o que vós guardais. Sim, até mesmo de além do tempo e

além da morte eu voltarei, recompensando ou punindo como tiveres reconhecido o seu eu mais verdadeiro.

Grande era meu povo nos dias antigos, tão grande que esta além da concepção das pequenas pessoas que agora me cercam; conhecia a sabedoria dos antigos, buscando longe dentro do coração do infinito o conhecimento que pertenceu a juventude da Terra;

sábios éramos com a sabedoria dos Filhos da Luz que habitavam entre nós. Éramos fortes com a energia retirada do fogo eterno.

E de tudo isso, o maior dentre os filhos dos homens era meu pai, THOTME, guardião do grande templo, fazia a conexão entre os Filhos da Luz que habitavam dentro do templo e as raças de homens que habitavam as dez ilhas (de Atlântida).

O porta-voz, perante os Três, do Morador de UNAL, falando aos Reis com a voz que deve ser obedecida.

Eu lá cresci desde uma criança até a idade adulta, sendo ensinado por meu pai nos mistérios mais antigos, até que, com o tempo, cresci dentro do fogo da sabedoria, até que ela explodiu em uma chama que consome.

sabedoria, até que ela explodiu em uma chama que consome.  Eu nada desejava, a não

Eu nada desejava, a não ser a realização da sabedoria. Até que em um grande dia o comando veio do Morador do Templo para que eu fosse levado diante dele. Poucos lá estavam entre os filhos dos homens que tinham contemplado aquele poderoso rosto e vivido, pois os Filhos da Luz não são como os filhos dos homens quando eles não estão encarnados em um corpo físico.

Eu fui escolhido entre os filhos dos homens, ensinado pelo Morador para que a sua vontade fosse cumprida, para os propósitos que ainda não haviam nascido desde o ventre do tempo. Durante muitas eras eu morei no Templo, aprendendo sempre e ainda cada vez mais sobre a sabedoria (Sophia), até que eu, também, aproximei-me da luz emitida a partir da grande chama.

Ele ensinou-me o caminho para os salões do Amenti, o submundo (Agharta?), onde o grande rei senta-se em seu trono de poder.

Eu curvei-me em reverência profunda diante dos Senhores da Vida e dos Senhores da Morte, recebendo como meu presente a chave da vida. Eu estava livre dos Salões de Amenti, não mais vinculado à morte no círculo da vida. Para distantes estrelas eu viajei até que o espaço e o tempo tornou-se como um nada.

Então, tendo profundamente bebido da taça da sabedoria, eu olhei para os corações dos homens e lá encontrei grandes mistérios e isto foi um prazer. Pois somente com a busca da verdade minha alma poderia ser acalmada e a chama dentro de mim ser saciada.

Ao longo das eras eu vivi , vendo os que me rodeavam provar o gosto da taça da morte (do corpo físico) e voltar de novo à luz da vida.

Aos poucos, passaram ondas de consciência pelo Reino de Atlântida que tinham sido unas comigo, apenas para serem substituídas pela geração de uma estrela inferior.

Em obediência com a lei, a palavra do Mestre cresceu em flor. Mergulhando na escuridão transformou os pensamentos dos atlantes, até que finalmente em sua ira se levantou do seu AGWANTI, (esta palavra não tem equivalente em Inglês e português; isso significa um estado de desapego) o Morador, usando a Palavra (o Verbo, o poder do SOM), chamando o poder.

A Chama Eterna, chamada de Maxin, dentro do Grande Templo em Atlântida, a presença divina

A Chama Eterna, chamada de Maxin, dentro do Grande Templo em Atlântida, a presença divina constante no reino das dez ilhas …

Profundamente no coração da Terra, os filhos de Amenti ouviram, e ouvindo, orientaram a mudança da FLOR DE FOGO que queima eternamente, trocando e mudando, usando o LOGOS, até que a grande chama mudou sua direção;

Sobre o mundo, em seguida, se quebraram as grandes águas (o Dilúvio), tudo afogando e afundando, alterando o equilíbrio da Terra, até que apenas o Templo da Luz foi deixado de pé na grande montanha em UNDAL ainda a se elevar das águas; alguns havia que sobreviveram, salvos das das grandes águas.

O Mestre chamou por mim então dizendo: Ajuntai o meu povo e leve-os bem longe através das águas, pelas artes que tu aprendestes até que vós chegais a terra dos bárbaros cabeludos, morando em cavernas no deserto. Lá siga o plano que esta traçado.

Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na grande nave do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o Templo.

De repente, levantou-se sobre ele as grandes águas. O Templo desapareceu da Terra, até o tempo determinado, existiu o grande templo.

Rápido nós fugimos em direção ao sol da manhã, até que abaixo de nós estivesse a terra dos filhos de Khem (delta do Rio Nilo, atual Egito). Raivosos,

eles nos atacaram com porretes e lanças, levantando suas armas com raiva tentando matar e destruir os Filhos de Atlântida totalmente .

Então levantei meu cajado e dirigi um raio de vibração, golpeando-os ainda em sua correria para nos atacar como fragmentos de pedra da montanha.

Então eu falei a eles com palavras calmas e pacíficas, dizendo-lhes do poder da Atlântida, dizendo que éramos filhos do Sol e seus mensageiros. Intimidados pela minha exibição de conhecimento de magia, até aos meus pés eles se arrojaram, quando eu os liberei.

Muito tempo nós residimos na terra de Khem, longas eras e ainda muito tempo novamente. Ainda obedecendo às ordens do Mestre, que mesmo durante o sono ainda vive eternamente, eu enviei de mim os filhos da Atlântida, mandei-os em muitas direções, para que desde o ventre da sabedoria do tempo eles pudessem se erguer novamente através e em seus filhos.

Durante muito tempo eu morei na terra de Khem, fazendo grandes obras pela sabedoria dentro de mim. Os filhos de KHEM se elevaram e cresceram em função dos seus conhecimentos, regados pelas chuvas de minha sabedoria.

Então eu abri um caminho para os salões de Amenti para que eu pudesse manter o meu poder, vivendo através das eras, um Sol da Atlantida, mantendo a sabedoria, preservando os registros.

Alguns grandes dos filhos de Khem, conquistaram as pessoas ao seu redor, crescendo lentamente e fortalecendo em vigor suas Almas.

Agora, por um momento eu vou sair do meio deles e vou para as salas escuras de Amenti, profundamente nos salões do interior da Terra, perante os chefes dos poderes, e ficar cara a cara, mais uma vez com o Morador.

Eu levantei uma porta, muito acima da entrada, uma porta de entrada que leva até os salões do Amenti.

Poucos haveria com coragem de ousar entrar, poucos passam o escuro portal para o Amenti. Levantei a porta sobre a passagem, eu usando o poder que supera o vigor da Terra (gravidade). Uma poderosa pirâmide, um lugar profundo ainda mais fundo eu fui, havia uma usina de força ou câmara; a partir dela eu esculpi uma passagem circular atingindo quase o apex (o topo).

Lá bem no ápice, pus o cristal, enviando o raio para dentro do “Espaço- Tempo”, drenando a força para fora do aéther, concentrando-a sobre a porta de entrada para os salões de Amenti.

Outras câmaras eu construí e aparentemente as deixei a todos vazias, ainda escondido dentro delas estão as chaves para o Amenti. Aquele que com coragem ousar atingir os reinos escuros, que ele seja purificado primeiro por um longo jejum.

Deite-se no sarcófago de pedra na câmara. Em seguida, eu lhe revelarei os grandes mistérios. Logo ele deve seguir para onde eu vou encontrá-lo, mesmo na escuridão da terra eu vou encontrá-lo, eu, Thoth, o Senhor da Sabedoria, vou reconhecê-lo e abraçá-lo e “habitar” com ele para sempre.

A Grande Pirâmide eu construí, modelada pela pirâmide de energia da terra, queimando eternamente para que ela, também, possa permanecer através das

eras.

para que ela, também, possa permanecer através das eras.  Nela, eu edifiquei meu conhecimento da

Nela, eu edifiquei meu conhecimento da “Magia-ciencia” para que eu possa estar aqui novamente quando eu voltar de Amenti, Sim, enquanto eu durmo nos Salões de Amenti, minha alma vagueia livremente e voltara a encarnar, habitar entre os homens nesta forma que sou ou de outra. (Hermes, três vezes por nascer-trismegistus.)

Eu sou Emissário na Terra do Morador, cumprindo os seus mandamentos ate ele ser elevado. Agora eu volto para as salas do Amenti, deixando atrás de mim um pouco da minha sabedoria. Preservem e mantenham o comando do Morador: Levante sempre para cima (para “dentro”) seus olhos buscando pela luz.

Certamente no tempo, sereis um com o Mestre, certamente por vosso direito serás uno com o Mestre, certamente ainda serás uno com o TODO.

Agora, eu me afasto de vós . Conheçam e saibam os meus mandamentos, pratiquem-nos, sejam eles, e eu estarei com vocês, ajudando e orientando vocês para a Luz.

Agora, diante de mim se abre o portal. Eu me dirijo para baixo na escuridão da noite.

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”.

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da

Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma. Em breve elas serão publicadas no blog.

Para mais informações:

1.

As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (02) Os Salões do Amenti

Posted by Thoth3126 on 01/08/2015

Os Salões do Amenti Posted by Thoth3126 on 01/08/2015 INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS

INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH:

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade.

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA: TÁBUA 02 Os Salões do Amenti

No “silêncio dos sentidos” humanos encontra-se a chave para a revelação da sabedoria. Quem muito fala nada sabe, quem sabe não fala. O maior conhecimento é indescritível, pois ela, a SABEDORIA, existe como uma entidade (a sagrada Sophia) em vias que transcendem todas as palavras ou símbolos materiais.

Todos os símbolos, são chaves para as portas que conduzem às verdades, e muitas vezes a porta não está aberta porque a chave parece ser tão grande que as coisas que estão além da porta não são visíveis. Se nós podemos compreender que todas as chaves, todos os símbolos materiais são manifestações, são apenas extensões de uma grande lei e da própria verdade, vamos começar a desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu.

desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu. “Eu reuni, então, o meu povo,

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o

Existe uma chave REAL e uma FECHADURA que deve ser aberta por essa chave. A chave é o nosso intelecto, que devemos usar para pesquisar a respeito da verdade, que só será desvelada para nós quando abrirmos a fechadura de nosso CORAÇÃO, usando a chave correta, pois então teremos aberto a PORTA ESTREITA. Passar para o outro lado

do véu de Maya será outra decisão que teremos que tomar. Não basta apenas ABRIR A

PORTA!!

Todas as coisas em todos os universos se movem de acordo com a lei, e a lei que regula o movimento dos planetas, dos sistemas solares, das galáxias e dos universos não é mais imutável do que a lei que regula a expressão material do homem:

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. Segundo Princípio de Hermes (Thoth/Mercúrio), o princípio da Correspondência em ”AS TÁBUAS DE ESMERALDA”.

Uma das maiores de todas as leis cósmicas é aquela que é responsável pela formação do homem como um ser material. O grande objetivo das escolas de mistério de todas as eras e culturas tem sido o de revelar o funcionamento da Lei que conecta o homem material (ilusão) e o homem espiritual (Realidade). O elo de ligação entre o homem material e o homem espiritual é o homem intelectual, pois a mente participa de ambas as qualidades materiais e imateriais. O aspirante a ter um maior conhecimento

deve desenvolver o lado intelectual de sua natureza e assim reforçar a sua vontade que é capaz de concentrar todos os poderes de seu ser em, e no plano que ele deseja”.

A

grande procura pela luz, vida e amor só começa no plano material. Levado ao seu fim,

o

seu objetivo final é a união completa com a consciência universal. A fundação no

material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização do

potencial espiritual.

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Nas páginas seguintes, na tradução e interpretação das Tábuas de Esmeralda e dos seus segredos, significados ocultos, místicos e esotéricos, ocultos nas palavras de Thoth estão muitos significados que não aparecem na superfície. A Luz dos conhecimentos ocultos trazidos à baila pelas Tábuas de Esmeralda abrirá muitas novas áreas do pensamento do leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento.

Leia e seja sábio”, mas apenas se a luz da sua própria consciência despertar na compreensão profunda que é uma qualidade inerente à sua própria alma“.

Na “Tríplice Luz” … Dr Doreal

Tradução e Interpretação por Doreal. Originalmente publicado em forma mimeografada na década de 1930 por um misterioso “Dr. Doreal,” estes escritos rapidamente se tornaram uma sensação subterrânea entre esotéricos e ocultistas da época. O Tablete 13/01 faz parte do trabalho original; os tabletes 14 e 15 são suplementares. Ninguém jamais viu as TÁBUAS originais mencionados aqui, e com toda a probabilidade, esses escritos seriam consideradas material canalizado hoje.

No entanto, as TÁBUAS DE ESMERALDA de Thoth, o rei e sacerdote Atlante ainda fazem parte do moderno Corpus Hermeticum, pois elabora, amplia e aprofunda o significado histórico das Tábuas de Esmeralda e os escritos de Thoth / Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos…

Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos… Os Salões do Amenti  Profundamente no coração

Os Salões do Amenti

Profundamente no coração da Terra encontram-se os Salões de Amenti, distante das submersas ilhas de Atlântida, os salões da Morte e os salões da Vida, banhados no fogo do infinito TODO.

Distante em um tempo remoto, perdido no espaço tempo, os Filhos da Luz vigiam o mundo. Vendo os filhos dos homens em seu cativeiro (da Matéria), obrigados pelas forças que vem além do VÉU. Eles sabem que somente pela libertação do cativeiro eles poderão ascender da escravidão a partir da Terra para o Sol;

Para baixo (os Filhos da Luz) desceram e criaram corpos, tomando a aparência de homens para si mesmos. Os Mestres de tudo o que existe disseram após a sua chegada:

Nós somos aqueles que foram formados a partir da poeira estelar, participando da vida, desde o infinito TODO; vivemos no mundo como filhos dos homens, mas no entanto, ao contrário dos filhos dos homens“.

Então, para residirem em algum lugar, profundo ‘sob a crosta terrestre’, criaram grandes espaços com seu poder, espaços para além da morada dos filhos dos homens. Cercado por forças e poder, protegido do mal, os salões dos mortos (Halls of the Dead).

Lado a lado, em seguida, eles construíram outros espaços, encheram-nos de vida e com a luz que vem de cima. Edificaram em seguida, os Salões do Amenti, para eles habitarem eternamente ali, vivendo com vida até ao fim da eternidade.

Trinta e dois estavam lá das crianças, dos filhos da Luz que tinham vindo habitar entre os homens, buscando liberta-los da escravidão e da escuridão daqueles que foram obrigados pela força além do VÉU

Profundamente nos Salões da Vida cresceu uma flor, ardente, em expansão, deixando a escuridão para trás.

ardente, em expansão, deixando a escuridão para trás.  Situado no centro, um raio de grande

Situado no centro, um raio de grande potencia, doando a Vida, doando a Luz, preenchendo com energia todos os que se aproximavam dele. Eles se distribuíram em torno dele em trinta e dois tronos, os lugares para cada um dos Filhos da Luz, dispostos em círculo de forma que eles fossem banhados no esplendor do raio e preenchidos com a vida da Luz eterna.

De tempos em tempos eles colocam os seus primeiros corpos criados para que eles possam ser preenchidos pelo Espírito da Vida. Cem anos a cada período de mil eles devem preencher seus corpos com a chama da Luz da Vida. Acelerando, despertando o Espírito da Vida.

No círculo dos tronos, de eon a eon, se sentam os Grandes Mestres, vivendo uma vida que não é conhecida entre os homens. E lá nos Salões de vida Eles permanecem dormindo; fluindo livre as suas almas através dos corpos dos homens.

Vez após vez, enquanto seus corpos jazem dormindo, eles encarnam nos corpos dos homens da superfície. Ensinam e orientam para o caminho à frente e para (a humanidade a evoluir) cima, para fora da escuridão, a ir para a luz.

Lá no Salão da vida, preenchido de sua sabedoria, eles não conhecem as raças do homem, vivendo para sempre ‘Sob o frio fogo da vida”, sentam-se os Filhos da Luz. às vezes eles despertam, vêm das profundezas para ser a LUZ entre os homens, o infinito entre os homens finitos.

Aquele que pelo progresso tem crescido e das trevas, ergueu-se a si mesmo para

a LUZ, livre ele estará dos Salões do Amenti, livre esta da Flor da Luz e da

Vida. Ele se guiou então, pela sabedoria e conhecimento, passando de homem comum, a um Senhor da Vida.

conhecimento, passando de homem comum, a um Senhor da Vida.  Lá ele habitará uno com

Lá ele habitará uno com os Mestres, livre dos grilhões da escuridão da noite. Sentados dentro da flor de radiância estão os SETE SENHORES dos espaços-tempo acima de nós, ajudando e orientando através da Sabedoria infinita, o caminho através da ilusão do tempo e da matéria aos filhos dos homens.

Poderoso e estranho, eles velam com seu poder, em silêncio,

oniscientes, extraindo a força da vida, diferentes, mas unos com os filhos dos homens. Sim, diferentes, e ainda assim unos com os Filhos da Luz.

Guardiões e observadores da força da escravidão do homem, prontos para a liberdade quando atingirem a LUZ. O Primeiro e o mais poderoso, permanece

a presença velada, o Senhor dos Senhores, o infinito Nove, sobre os demais

Senhores dos ciclos;

Três, Quatro, Cinco, Seis, o Sete, Oito, cada um com a sua missão, cada um com os seus poderes, orientam, dirigem os destinos do homem. Lá eles se assentam, potentes e poderosos, livres da ação do tempo e espaço.

Eles não são deste mundo ainda que sejam semelhantes a ele, eles são os Irmãos Maiores, dos filhos dos homens. julgam e pesam-nos, com sua sabedoria, acompanhando o progresso do crescimento da Luz entre os homens.

Lá perante a eles eu fui levado pelo Morador, observei-os se misturarem com o UM vindo de cima.

Então, a partir DELE saiu uma voz que dizia: “Grande és tu, Thoth, entre os filhos dos homens. doravante livre dos Salões de Amenti, de agora em diante, és um Mestre da vida entre os filhos dos homens. Não provarás mais da morte, exceto se desejares; que tu bebas da vida até ao fim da Eternidade, a partir de agora e para sempre estarás vivo, a vida é tua para toma-la. A partir de agora a morte obedecerá ao chamado da tua mão.

Resida aqui ou abandone este local quando tu quiseres, livre é o Amenti para o Filho do Homem. E tu tome a vida da forma que tu desejares, Filho da Luz que cresceu entre os homens. Escolha o teu trabalho, pois todos devem trabalhar, nunca mais estarás livre do caminho da Luz.

Um grande passo destes no longo caminho para a ascenção, infinita agora é a montanha da Luz. A cada passo que deres, mais aumentará a montanha; tudo do teu progresso, importa mais a busca do objetivo.

da Luz. A cada passo que deres, mais aumentará a montanha; tudo do teu progresso, importa

Aproxime-se sempre da sabedoria infinita, sempre diante de ti se apresentará o objetivo. Livre estas agora dos Salões de Amenti para andar de mãos dadas com os senhores do mundo, com um único objetivo, trabalhando em conjunto, levando a Luz para os filhos dos homens.

Então, saindo de seu trono veio um dos Mestres, pegando a minha mão e me levando para a frente, através de todos os salões escondidos profundamente dentro da terra. Ele conduziu-me através dos Salões de Amenti, mostrando os mistérios que não são conhecidos dos homens.

Através da passagem pela escuridão, ele me levou para baixo, para o Salão onde esta as trevas da Morte. Vasto como o espaço estava o grande salão antes de mim, murado pela escuridão, mas ainda assim cheio de luz.

Ante mim surgiu um grande trono das trevas, velada sobre ele sentava-se uma figura da noite. Mais negro que a própria escuridão sentava-se a grande figura, negro com a escuridão não como a noite. Perante àquela figura negra então parou o Mestre, falando

A Palavra que traz a vida, dizendo: “Oh, mestre das trevas, guia do caminho de vida para vida (encarnações sucessivas). Diante de ti eu trago um Sol da manhã. Não mais lhe toque com o poder das trevas. Não convoque sua chama para a escuridão da noite. Conhecei-o e veja-o, ele agora é um dos nossos irmãos, se levantou da escuridão para a Luz. Liberte a chama dele da tua escuridão, deixe a sua chama livre através das sombras da noite”.

A negra figura então levantou sua mão, adiante veio uma chama que cresceu clara e brilhante. A Luz enrolou rapidamente a cortina das trevas, revelando o Salão da escuridão da noite.

Em seguida, cresceu no grande espaço diante de mim, uma chama após outra chama, desde o profundo véu da noite. Incontáveis milhões saltavam elas diante de mim, algumas eram flamejantes como flores de fogo.

Outras haviam que lançavam um brilho ofuscante, fluindo rapidamente e saltando para fora da escuridão da noite.

 Algumas havia que desapareciam rapidamente; outras que cresciam a partir de uma pequena faísca

Algumas havia que desapareciam rapidamente; outras que cresciam a partir de uma pequena faísca de luz. Cada uma delas rodeada pelo seu negro véu de escuridão. Ainda em chamas com uma luz que nunca poderia ser extinta. Indo e vindo como vaga-lumes na noite da primavera, eles preenchiam o espaço com Luz e com vida.

Em seguida, falou uma voz, poderosa e solene, dizendo: “Estas são luzes que são as almas entre os homens, que crescem e desvanecem, existindo para sempre, mudando quando ainda vivos, através da morte para a vida. Quando eles florescem como uma flor, atingem o auge do crescimento na sua vida, para em seguida, rapidamente eu enviar meu véu de escuridão, encobrindo e mudando-os para ocuparem novas formas de vida (reencarnar).

Em constante e firme ascenção através das eras, crescendo, expandindo em mais uma chama, iluminando a escuridão com ainda maior poder, temperado ainda que não satisfeito pelo véu da noite.

Assim, cresce a alma do homem sempre para a Luz, temperado ainda que não satisfeito pelo véu da noite

Eu, a Morte, venho, e ainda que eu não permaneça, pois a vida eterna existe no TODO; unicamente um obstáculo, eu no caminho, para ser conquistada pela luz infinita.

Desperte, ó chama que arde (a Alma) sempre para dentro, brilhe mais e mais e conquiste o véu da noite”.

Então, no meio das chamas na escuridão existe uma que cresceu, que dominou as sombras da noite, ardendo, em expansão, cada vez mais brilhante, até que finalmente não era mais nada, mas apenas LUZ.

Em seguida, falou o meu guia, a voz do Mestre: Consulte a sua própria alma à medida que tu cresces na luz, livre agora para sempre do Senhor da noite.

 Adiante, ele me levou através de muitos grandes espaços preenchidos com os mistérios dos

Adiante, ele me levou através de muitos grandes espaços preenchidos com os mistérios dos Filhos da Luz; mistérios que o homem (comum, mundano) nunca poderá conhecer até que ele, também, se transforme e seja um Sol da Luz.

Em sentido contrário, em seguida, ele me levou para a Luz existente no Salão da Luz. Eu, então, me ajoelhei diante dos grandes Mestres, os Senhores de todos os ciclos anteriores.

Ele então falou com palavras de grande poder dizendo:

Tu estás livre dos Salões do Amenti. Agora escolha o teu trabalho entre os filhos dos homens“.

Em seguida, eu falei: O, grande mestre, deixe-me ser um professor de homens, levando-os então para a frente e para cima (na senda evolutiva), até que eles, também, sejam luzes entre os homens; libertos do véu da noite que os rodeia, brilhantes nas chamas da luz com que eles brilharão entre os homens.

Falou-me então a voz do Mestre: Vai, então vais. Assim seja decretado. Mestre sois de teu destino, livre para obedecer ou rejeitar a VONTADE. Tomai o poder, tomai a sabedoria. Brilhe como uma potente LUZ entre os filhos dos homens.

Em seguida, e para cima (o mundo dos homens na superfície da Terra) levou- me o Morador. novamente eu passei a residir entre os filhos dos homens, ensinando e mostrando-lhes algo de minha sabedoria; um Sol de Luz, um fogo entre os homens.

Mas agora novamente eu trilharei o caminho para baixo, buscando a luz na escuridão da noite. Cabe à vós (homens da superfície) manter, preservar os meus registros, para guiarem os filhos dos homens. (Fim da Tábua 2)

para guiarem os filhos dos homens. (Fim da Tábua 2) “E para quem busca honesta e

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”.

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma. Em breve elas serão publicadas no blog.

As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (03) A Chave da Sabedoria

Posted by Thoth3126 on 08/08/2015

A Chave da Sabedoria Posted by Thoth3126 on 08/08/2015 INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS

INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH:

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade.

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

Por Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA: TÁBUA 03 A Chave da Sabedoria

No silêncio dos sentidoshumanos encontra-se a chave para a revelação da sabedoria. Quem muito fala nada sabe, quem sabe não fala. O maior conhecimento é indescritível, pois ela, a SABEDORIA, existe como uma entidade (a sagrada Sophia) em vias que transcendem todas as palavras ou símbolos materiais.

Todos os símbolos, são chaves para as portas que conduzem às verdades, e muitas vezes a porta não está aberta porque a chave parece ser tão grande que as coisas que estão além da porta não são visíveis. Se nós podemos compreender que todas as chaves, todos os símbolos materiais são manifestações, são apenas extensões de uma grande lei e da própria verdade, vamos começar a desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu.

desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu. “Eu reuni, então, o meu povo,

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o

Existe uma chave REAL e uma FECHADURA que deve ser aberta por essa chave. A chave é o nosso intelecto, que devemos usar para pesquisar a respeito da verdade, que só será desvelada para nós quando abrirmos a fechadura de nosso CORAÇÃO, usando a chave correta, pois então teremos aberto a PORTA ESTREITA. Passar para o outro lado do véu de Maya será outra decisão que teremos que tomar. Não basta apenas ABRIR A PORTA!!

Todas as coisas em todos os universos se movem de acordo com a lei, e a lei que regula o movimento dos planetas, dos sistemas solares, das galáxias e dos universos não é mais imutável do que a lei que regula a expressão material do homem:

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. Segundo Princípio de Hermes (Thoth/Mercúrio), o princípio da Correspondência em ”AS TÁBUAS DE ESMERALDA”. “Verum sine mendacio, certum et verissimum: Quod est inferius est sicut quod est superius, et quod est superius est sicut quod est inferius” (É verdade, sem mentira, certo e muito verdadeiro: O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo.)

Uma das maiores de todas as leis cósmicas é aquela que é responsável pela formação do homem como um ser material. O grande objetivo das escolas de mistério de todas as eras e culturas tem sido o de revelar o funcionamento da Lei que conecta o homem material (ilusão) e o homem espiritual (Realidade). O elo de ligação entre o homem material e o homem espiritual é o homem intelectual, pois a mente participa de ambas as qualidades materiais e imateriais. O aspirante a ter um maior conhecimento

“deve desenvolver o lado intelectual de sua natureza e assim reforçar a sua vontade que é capaz de concentrar todos os poderes de seu ser em, e no plano que ele deseja”.

A grande procura pela luz, vida e amor só começa no plano material. Levado ao seu fim, o seu objetivo final é a união completa com a consciência universal. A fundação no material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização do potencial espiritual.

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde-esmeralda, formadas a partir

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde-esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Nas páginas seguintes, na tradução e interpretação das Tábuas de Esmeralda e dos seus segredos, significados ocultos, místicos e esotéricos, ocultos nas palavras de Thoth estão muitos significados que não aparecem na superfície. A Luz dos conhecimentos ocultos trazidos à baila pelas Tábuas de Esmeralda abrirá muitas novas áreas do pensamento do leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento.

Leia e seja sábio”, mas apenas se a luz da sua própria consciência despertar na compreensão profunda que é uma qualidade inerente à sua própria alma“.

Na “Tríplice Luz” … Dr Doreal

Tradução e Interpretação por Doreal. Originalmente publicado em forma mimeografada na década de 1930 por um misterioso “Dr. Doreal,” estes escritos rapidamente se tornaram uma sensação subterrânea entre esotéricos e ocultistas da época. O Tablete 13/01 faz parte do trabalho original; os tabletes 14 e 15 são suplementares. Ninguém jamais viu as TÁBUAS originais mencionados aqui, e com toda a probabilidade, esses escritos seriam consideradas material canalizado hoje.

No entanto, as TÁBUAS DE ESMERALDA de Thoth, o rei e sacerdote Atlante ainda fazem parte do moderno Corpus Hermeticum, pois elabora, amplia e aprofunda o significado histórico das Tábuas de Esmeralda e os escritos de Thoth / Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos…

Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos… As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (03) A

As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (03) A Chave da Sabedoria:

Eu, Thoth, o Atlante, dou a minha sabedoria, dou o meu conhecimento, dou do meu poder. Livremente eu dou aos filhos dos homens. Dei para que eles, também, possam ter a sabedoria para brilhar através do mundo desde o véu da noite.

A sabedoria é poder e o poder é a sabedoria, um com o outro, aperfeiçoando o todo.

Não sejas orgulhoso, ó homem, da tua sabedoria. Converse com os ignorantes, assim como com o sábio. Se alguém vem a ti cheio de conhecimento, ouça com atenção, porque a sabedoria é tudo.

Não te mantenha em silêncio quando o mal for praticado como verdade, assim como a luz do sol brilha acima de tudo. Aquele que extrapolar a lei será punido, pois somente através da lei a liberdade chega aos homens. Porque tu não deves ter medo, porque o medo é uma escravidão, um grilhão que se liga a escuridão nos homens.

Siga teu coração durante a tua vida. Faça muito mais do que é ordenado para ti. Quando tiveres riquezas adquiridas, sigas tu o teu coração, porque todas estas coisas não são de nenhum proveito se o teu coração se cansar. Nunca diminuas tu o tempo de seguir o teu coração. Isso é abominado pela alma.

Os que são conduzidos não devem se extraviar, mas os que estão perdidos não conseguem encontrar um caminho reto. Se tu ir habitar entre os homens, para fazer-te a ti mesmo o Amor, que é o início e o fim do coração.

Se alguém vem a ti pedir um conselho, deixai-o falar livremente, para que o motivo pela qual ele vem a ti poder ser dito. Se ele hesitar em abrir seu coração para ti, é porque tu, o juiz, esta equivocado.

coração para ti, é porque tu, o juiz, esta equivocado.  Que tu não repitas discursos

Que tu não repitas discursos extravagantes, nem ouça tu a eles, pois é um discurso de alguém em desequilíbrio. Não comentes sobre eles, para que diante de ti ele possa conhecer a sabedoria.

O SILÊNCIO é de grande valor. Uma abundância de discurso para nada se aproveita. Não exaltai o teu coração acima dos filhos dos homens, para que não sejas feito inferior à poeira.

Se tu és grande entre os homens, seja honrado pelo conhecimento e gentileza. Se tu procuras saber a natureza de um amigo, não pergunte a terceiros, mas passe um tempo a sós com ele. Debata com ele, testando seu coração por suas palavras e seu comportamento.

Pois tudo o que entra no armazém deve vir para fora, e as coisas que são tuas devem ser compartilhadas com os amigos.

O conhecimento é considerado pelo tolo como a ignorância, e aquilo que é benéfico para ele é doloroso. Ele vive na morte. É, portanto, (a ignorância) sua comida.

O homem sábio deixa seu coração transbordar, mas se mantém em silêncio a sua boca. Oh homem! Ouça a voz da sabedoria; Ouça a voz da LUZ !

Mistérios existem no Cosmos. que desvelados enchem o mundo com sua luz. Deixe que ele esteja livre dos grilhões da escuridão primeira, para perceber o material do imaterial, o fogo da terra; para saber que assim como a terra desce à terra, assim também o fogo sobe até o fogo e se torna uno com o FOGO. Aquele que conhece o fogo que está dentro de si mesmo deve ascender para o fogo eterno, e nele habitar eternamente.

ascender para o fogo eterno, e nele habitar eternamente.  A chama, o fogo interior, é

A chama, o fogo interior, é a mais potente de toda força, pois supera tudo e penetra e permeia todas as coisas da Terra. O homem se sustenta apenas no que resiste. Assim, a Terra deve resistir ao homem mais do que ele lhe resiste.

Todos os olhos não veem a mesma visão, pois que um objeto aparece de uma forma e cor e parece diferente de outro. Assim também o fogo infinito, mudando de cor em cor, nunca é o mesmo de um dia para outro.

Assim, digo eu, THOTH, desde a minha sabedoria, que o homem é um fogo queimando e brilhante durante a noite; nunca é saciado pelo véu da escuridão, nunca esta saciado pelo véu da noite.

Dentro do coração dos homens, eu procurei pela minha sabedoria, e não os encontrei livres da escravidão da contenda. Que seja livre das labutas, o teu fogo, ó meu irmão, para que não seja enterrado na sombra da noite!

Escutais, ó homens, e atentais para esta sabedoria: onde é que o nome e a forma cessam de existir? Somente na consciência, invisível, uma força infinita de esplendor brilhante. As formas que vos criam, iluminando a sua visão são verdadeiramente efeitos que seguem a tua causa.

O homem é uma estrela ligada a um corpo, até que, no final, ele é libertado através de sua luta. Só pela luta e pelo máximo trabalho deve a estrela dentro de ti florescer na nova vida. Aquele que conhece o começo de todas as coisas, é livre com a sua estrela do reino da noite.

 Lembre-se, ó homem, que tudo o que existe é apenas mais uma forma daquilo

Lembre-se, ó homem, que tudo o que existe é apenas mais uma forma daquilo que não existe. Tudo o que está sendo esta passando a ser outro ser, e tu mesmo não é uma exceção.

Considere a Lei, para todos é a Lei. Não busque o que não é da lei, pois que isto existe apenas nas ilusões dos sentidos. Que a sabedoria venha para todos os seus filhos, quando eles buscarem a sabedoria.

De tudo através dos tempos, a luz tem estado velada. Desperta, ó homem, e seja sábio.

Profundamente nos mistérios da vida eu viajei, buscando e procurando o que está escondido. Ouve, oh homem, e seja sábio. Profundo na crosta terrestre, nos Salões de Amenti, os mistérios que eu vi estão escondidos dos homens.

Frequentemente tenho viajado pela profunda passagem escondida, observando a Luz que é a vida entre os homens. La existe as flores da vida sempre viva, eu procurei os segredos dos homens nos seus corações. Encontrei eu o que o homem é, mas vivendo na escuridão, a luz da grande Chama está escondida dentro deles.

Perante os Senhores do oculto Amenti aprendi eu a sabedoria que eu dou aos homens. Mestres são eles na grande Sabedoria Secreta, trazida do futuro do final do infinito. Sete são eles, os Senhores do Amenti, senhores eles dos Filhos da manhã, os sóis dos ciclos, os Mestres da Sabedoria.

Não são gerados como os filhos dos homens? TRÊS, QUATRO, CINCO e SEIS, SETE, OITO, NOVE são os títulos dos Mestres dos homens.

Longe do futuro, sem forma ainda que em formação, vieram como professores para os filhos dos homens. Vivem eles para sempre, mas não dos vivos, não ligado à vida e ainda livre da morte.

 Governam eles para sempre com sabedoria infinita, conectados ainda que desvinculados aos salões da

Governam eles para sempre com sabedoria infinita, conectados ainda que

desvinculados aos salões da sombra da morte. A vida que eles têm em si mesmos, mas é a vida que não é a vida, livre de tudo são os Senhores do TODO.

A

partir deles emanou o Logos, o seu instrumento de poder sobre todos. Vasto é

o

seu semblante, ainda que escondido na pequenez (de um átomo), formado por

um formando, conhecido ainda que desconhecido.

O TRÊS detém a chave de toda a magia escondida, criador ele é dos salões dos mortos; enviando poder, encobrindo com a escuridão, ligando as almas dos filhos

dos homens; enviando a escuridão, ligando a força da alma; o diretor do negativo para os filhos dos homens.

QUATRO é aquele que perde o poder. Senhor ele é da vida para os filhos dos homens, a Luz é o seu corpo, chama é seu rosto, a mais livre das almas para os filhos dos homens.

O CINCO é o mestre, o Senhor de toda a magia. A chave para a palavra que ressoa entre os homens.

O

SEIS é o Senhor da Luz, o caminho escondido, a passagem das almas dos filhos

dos homens.

O SETE é ele que é o Senhor da vastidão, mestre do espaço e a CHAVE dos tempos.

O OITO é ele que ordena o progresso; pesa e equilibra a viagem dos homens.

O NOVE é o pai, ele é vasto de semblante, se formando e mudando de fora do informe.

Medite sobre os símbolos que dei a vós. Eles são chaves, embora ocultos dos homens.

Busque sempre a ascenção, ó Alma da manhã. Eleve os teus pensamentos para cima, para a Luz e a Vida. Encontre as chaves dos números que eu te trouxe, luz sobre o caminho de vida após vida.

Buscai com sabedoria. Focai os teus pensamentos para dentro. Não Feche a tua mente para a flor da Luz.

para dentro. Não Feche a tua mente para a flor da Luz.  Coloque no teu

Coloque no teu corpo uma imagem em forma de pensamento. Pense nos números que te levam a vida.

Limpe o caminho para aquele que tem sabedoria. Abra a porta para o Reino da Luz.

Derrama tua chama como um Sol da manhã. Expulse a escuridão e viva na Luz do dia.

Tome a ti, ó homem! Como parte do teu ser, os sete que são, mas que não são o que parecem. Aberta, ó homem! Eu coloquei a minha sabedoria. Siga o caminho da maneira que eu te indiquei.

Mestres da Sabedoria, Sol da LUZ da manhã e da VIDA (eles são) para os filhos dos homens.

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”.

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma. Em breve elas serão publicadas no blog.

As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (04) O nascimento do espaço

Posted by Thoth3126 on 15/08/2015

O nascimento do espaço Posted by Thoth3126 on 15/08/2015 I NTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das

INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH:

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade.

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

Por Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA: TÁBUA 04 O Nascimento do Espaço

No “silêncio dos sentidos” humanos encontra-se a chave para a revelação da sabedoria. Quem muito fala nada sabe, quem sabe não fala. O maior conhecimento é indescritível, pois ela, a SABEDORIA, existe como uma entidade (a sagrada Sophia) em vias que transcendem todas as palavras ou símbolos materiais.

Todos os símbolos, são chaves para as portas que conduzem às verdades, e muitas vezes a porta não está aberta porque a chave parece ser tão grande que as coisas que estão além da porta não são visíveis. Se nós podemos compreender que todas as chaves, todos os símbolos materiais são manifestações, são apenas extensões de uma grande lei e da própria verdade, vamos começar a desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu.

desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu. “Eu reuni, então, o meu povo,

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o

Existe uma chave REAL e uma FECHADURA que deve ser aberta por essa chave. A chave é o nosso intelecto, que devemos usar para pesquisar a respeito da verdade, que só será desvelada para nós quando abrirmos a fechadura de nosso CORAÇÃO, usando a chave correta, pois então teremos aberto a PORTA ESTREITA. Passar para o outro lado

do véu de Maya será outra decisão que teremos que tomar. Não basta apenas ABRIR A

PORTA!!

Todas as coisas em todos os universos se movem de acordo com a lei, e a lei que regula o movimento dos planetas, dos sistemas solares, das galáxias e dos universos não é mais imutável do que a lei que regula a expressão material do homem:

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. Segundo Princípio de Hermes (Thoth/Mercúrio), o princípio da Correspondência em ”AS TÁBUAS DE ESMERALDA”. “Verum sine mendacio, certum et verissimum: Quod est inferius est sicut quod est superius, et quod est superius est sicut quod est inferius” (É verdade, sem mentira, certo e muito verdadeiro: O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo.)

Uma das maiores de todas as leis cósmicas é aquela que é responsável pela formação do homem como um ser material. O grande objetivo das escolas de mistério de todas as eras e culturas tem sido o de revelar o funcionamento da Lei que conecta o homem material (ilusão) e o homem espiritual (Realidade). O elo de ligação entre o homem material e o homem espiritual é o homem intelectual, pois a mente participa de ambas as qualidades materiais e imateriais. O aspirante a ter um maior conhecimento

“deve desenvolver o lado intelectual de sua natureza e assim reforçar a sua vontade que é capaz de concentrar todos os poderes de seu ser em, e no plano que ele deseja”.

A

grande procura pela luz, vida e amor só começa no plano material. Levado ao seu fim,

o

seu objetivo final é a união completa com a consciência universal. A fundação no

material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização do potencial espiritual.

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Nas páginas seguintes, na tradução e interpretação das Tábuas de Esmeralda e dos seus segredos, significados ocultos, místicos e esotéricos, ocultos nas palavras de Thoth estão muitos significados que não aparecem na superfície. A Luz dos conhecimentos ocultos trazidos à baila pelas Tábuas de Esmeralda abrirá muitas novas áreas do pensamento do leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento.

Leia e seja sábio”, mas apenas se a luz da sua própria consciência despertar na compreensão profunda que é uma qualidade inerente à sua própria alma“.

Na “Tríplice Luz” … Dr Doreal

Tradução e Interpretação por Doreal. Originalmente publicado em forma mimeografada na década de 1930 por um misterioso “Dr. Doreal,” estes escritos rapidamente se tornaram uma sensação subterrânea entre esotéricos e ocultistas da época. O Tablete 13/01 faz parte do trabalho original; os tabletes 14 e 15 são suplementares. Ninguém jamais viu as TÁBUAS originais mencionados aqui, e com toda a probabilidade, esses escritos seriam consideradas material canalizado hoje.

No entanto, as TÁBUAS DE ESMERALDA de Thoth, o rei e sacerdote Atlante ainda fazem parte do moderno Corpus Hermeticum, pois elabora, amplia e aprofunda o significado histórico das Tábuas de Esmeralda e os escritos de Thoth / Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos…

Hermes Trismegisto s, mais tarde Mecúrio para os romanos… As Tábuas de Esmeralda de Thoth (04):

As Tábuas de Esmeralda de Thoth (04): O nascimento do espaço

Ouvi, oh homem, a voz da sabedoria, escute a voz de Thoth, o Atlante.

Livremente eu te dou da minha sabedoria, desenvolvida a partir do tempo e do espaço deste ciclo; mestre dos mistérios, Sol da Manhã, vive para sempre, um filho da luz, resplandecendo com o brilho, uma estrela da manhã,

Thoth o professor dos homens, é de todos. Há muito tempo atrás, eu na minha infância, deitado olhando para as estrelas na ATLÂNTIDA, já a tanto tempo submersa, sonhava com mistérios muito acima dos homens.

Então, em meu coração crescia ali um grande desejo de conquistar o caminho (da sabedoria) que levava às estrelas. Ano após ano, eu procurei pela sabedoria, buscando novos conhecimentos, seguindo o caminho, até que finalmente a minha alma, em grande e árdua luta, se liberou da escravidão e partiu para a vastidão.

Livre Eu estava da escravidão sofrida pelos homens da Terra. Livre do corpo, eu atravessei a noite. Desbloqueado para mim estava o espaço interestelar, finalmente. Livre Eu estava da escravidão das trevas da noite. Agora, para os confins do espaço procuraria Eu, a sabedoria, muito além do conhecimento do homem finito.

Muito longe pelo espaço, a minha alma viajou livremente no círculo da infinidade de luz. Estranho, além do conhecimento, foram alguns dos planetas que visitei, grandes e gigantescos, além da imaginação e sonhos dos homens.

e gigantescos, além da imaginação e sonhos dos homens.  No entanto, descobri que a LEI,

No entanto, descobri que a LEI, em toda a sua beleza, estava trabalhando através e entre eles como aqui entre os homens na Terra.

Brilharam diante de minha alma através da beleza infinita, agora através do espaço. Eu viajei com os meus pensamentos.

Eu descansei em um planeta cheio de beleza. Correntes de harmonia preenchiam todo o ar.

Havia formas, movendo-se em ordem, grandes e majestosas como as estrelas na noite; totalmente em harmonia, em equilíbrio ordenado, símbolos do cósmico, semelhantes a Lei.

Muitas das estrelas que passaram em minha jornada, muitos raças dos homens em seus mundos; alguns chegando tão alto como estrelas da manhã, outros caindo tão baixo na escuridão da noite.

Cada um e todos eles lutando para crescer na Luz, ganhando as alturas e mergulhando nas profundezas, movendo-se por vezes em reinos de brilho, outras vivendo através da escuridão, ganhando a Luz.

Saiba, ó homem, que a luz é a tua herança. Saiba que a escuridão é apenas um véu. Selado no teu coração esta a chama eterna, esperando o momento da liberdade para ser conquistada, esperando para rasgar o véu da escuridão.

Alguns seres eu encontrei que haviam conquistado o éter. Livre do espaço tempo eram eles enquanto eles ainda eram homens. Usando a força que é o fundamento de todas as coisas, longe no espaço eles construíram um planeta, atraídos pela força que flui através do TODO; condensando, aglutinando o éter em formas, que crescem à medida que é necessário.

o éter em formas, que crescem à medida que é necessário.  Superando em ciência, eles,

Superando em ciência, eles, todas as raças, poderosos em sabedoria, são filhos das estrelas. Muito tempo eu permaneci, observando a sua sabedoria. Eu os vi criando a partir das cidades gigantescas de éter de rosa e ouro. Formadas materialmente a partir do elemento primevo, a base (feminina, a grande Mãe) de toda a matéria, o éter distante.

Muito longe no seu passado, eles tinham conquistado o domínio do éter, se libertaram da escravidão da labuta; formando em suas mentes apenas um quadro e rapidamente o criando, tudo assim cresceu.

Para à frente, em seguida, a minha alma acelerou, por todo o Cosmos, vendo sempre, coisas novas e velhas; aprendendo que o homem é verdadeiramente o espaço-nascido, um Sol do Sol, uma criança das estrelas.

Não sabeis vós, ó homem, qualquer que seja o mundo a partir do qual vós habitais, certamente tu és uno com as estrelas.

Teus corpos não são nada, assim como os planetas que giram em torno de seus sóis centrais.

Quando os homens alcançarem a luz de toda a sabedoria, livre sereis para brilhar no éter um dos Sóis que iluminam as trevas exteriores um dos nascidos no espaço que cresceu para a Luz.

Assim como as estrelas no tempo perdem o seu brilho, com sua luz passando a partir deles voltando para a grande fonte, assim, ó homem, tua alma passa para a frente, deixando para trás a escuridão da noite.

Formado a partir do éter primordial, preenchido com o brilho que flui a partir da fonte, vinculado pelo éter aglutinado ao redor, num momento, brilharás, até que finalmente estejas livre.

Aumente sua chama para fora da escuridão, voe de noite e sereis livres.

 Eu viajei através do espaço-tempo, sabendo que minha alma finalmente foi libertada, sabendo que

Eu viajei através do espaço-tempo, sabendo que minha alma finalmente foi libertada, sabendo que agora eu poderia buscar a sabedoria. Até que, finalmente, passei para um plano, escondido do conhecimento, não conhecido pela sabedoria, um plano estendido para além de tudo o que sabemos.

Agora, ó homem, quando eu obtive esse conhecimento, minha alma cresceu de felicidade, pois finalmente eu estava livre. Ouça, oh vós do espaço recém nascido, escute a minha sabedoria: ou não sabeis que vós, também, sois livres.

Escutai, ó homem, a minha sabedoria, vós também, podeis viver e ser livre. Vós não sois da terra não sois terrestres, mas são filhos da Infinita Luz Cósmica.

Não sabeis vós, ó homem, da sua herança? Não sabeis vós que sois verdadeiramente a Luz? Um sol do Grande Sol Central, e quando vós ganhardes sabedoria, então sereis verdadeiramente consciente do seu parentesco com a Luz.

Agora, para vós, dou meu conhecimento, a liberdade de andar no caminho que trilhei, mostrando-vos verdadeiramente como pelo meu esforço, trilhei o caminho que conduz às estrelas.

Escutai-vos, ó homem, e saibam sobre o vosso cativeiro, saibam como libertar-se das labutas. Para fora da escuridão tereis que subir para cima, unos com a Luz e unos com as estrelas.

Sigam sempre no caminho da sabedoria. Somente por este caminho do conhecimento poderão se erguer da escuridão. Sempre o destino do homem o levará para a frente nas dobras do TODO infinito.

Não sabeis vós, ó homem, de que todo o espaço é ordenado. Só através da ordem sereis uno com o TODO. Ordem e equilíbrio são a LEI do e no Cosmos. Siga o caminho da Lei e sereis UNO com o TODO.

e no Cosmos. Siga o caminho da Lei e sereis UNO com o TODO.  Aquele

Aquele que for seguir o caminho da sabedoria, deve estar aberto à FLOR DA VIDA, estendendo sua consciência para fora da escuridão, fluindo através do tempo e espaço no TODO.

Profundamente em silêncio (Interior), primeiro deveis permanecer até que finalmente estejais livre de desejos, livre da ânsia de falar no silêncio.

Conquiste pelo silêncio, a escravidão das palavras. Abstenha-se de comer até que tenhais conquistado o desejo por comida, que é a escravidão da alma.

Em seguida, mergulhai para baixo na escuridão. Fechai os vossos olhos para os raios da Luz. Concentre o poder (a vontade) de tua alma no local da tua consciência (o coração, no chakra Anahata), sacuda-a liberando-a das amarras das trevas.

Coloque nesse local a imagem que tu desejar em tua mente. Imagine o lugar que tu desejas ver. Vibre e concentre com o teu poder. Solte a alma para fora das suas trevas. Ferozmente deves agitar tua vontade com toda a tua força de VONTADE até que, finalmente tua alma seja livre.

Poderosa além das palavras é a chama do Cosmos, permeando outros planos, desconhecidos ao homem; poderosa e equilibrada, movendo-se em ordem, em harmonia musical (música das esferas), muito além do homem comum.

Falando através da música, cantando com as cores, ardendo desde o início da eternidade do TODO. Centelha da chama tu és, ó meus filhos da Terra, queimando com cor e vivendo com a música. Escute (a voz interior) essa voz e tu serás livre.

A Consciência livre se funde com o Cósmico, Unificado com a Ordem e a LEI do TODO. Não sabeis oh homem, que saindo da escuridão, a Luz deve incandescer à frente, como um símbolo do TODO.

a Luz deve incandescer à frente, como um símbolo do TODO. Geometria Sagrada: A FLOR DA

Geometria Sagrada: A FLOR DA VIDA

Decretai esta oração para alcançar a sabedoria. Ore pela vinda da Luz desde o TODO:

“ESPÍRITO Poderoso de luz que brilha através do Cosmos, leve minha chama em harmonia para mais perto de Ti. Ergo a minha chama para fora da escuridão, Imã de fogo que é um com o TODO. Erga a minha alma, Tu poderoso e potente. Criança da Luz, não se desvie (do caminho). Preencha-me com teu poder até derreter na tua fornalha; UNO com todas as coisas e todas as coisas unas no UNO, com o fogo da corrente de vida e UNO com a MENTE”.

Quando vos tenhais libertado a vossa alma da escravidão, sei que para vós a escuridão terá se ido. Sempre através do espaço possais buscar sabedoria, e a não ser mais obrigado pelos grilhões forjados pela carne.

Para Frente e para cima na manhã, brilhe livre, oh Alma, para os reinos da Luz. Te movimentes em Ordem e em Harmonia, livremente em movimento com os Filhos da Luz.

Buscais e conheceis, a minha chave da Sabedoria. Assim, ó homem-mulher, vós certamente sereis livres.

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”.

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma. Em breve elas estarão sendo publicadas no blog.

As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (05) O Morador de Unal

Posted by Thoth3126 on 22/08/2015

I nterpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH: Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos

Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA

DE THOTH:

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade.

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

Por Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA: TÁBUA 05 O Morador de Unal

No “silêncio dos sentidos” humanos encontra-se a chave para a revelação da sabedoria. Quem muito fala nada sabe, quem sabe não fala. O maior conhecimento é indescritível, pois ela, a SABEDORIA, existe como uma entidade (a sagrada Sophia) em vias que transcendem todas as palavras ou símbolos materiais.

Todos os símbolos, são chaves para as portas que conduzem às verdades, e muitas vezes a porta não está aberta porque a chave parece ser tão grande que as coisas que estão além da porta não são visíveis. Se nós podemos compreender que todas as chaves, todos os símbolos materiais são manifestações, são apenas extensões de uma grande lei e da própria verdade, vamos começar a desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu.

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o

Existe uma chave REAL e uma FECHADURA que deve ser aberta por essa chave. A chave é o nosso intelecto, que devemos usar para pesquisar a respeito da verdade, que só será desvelada para nós quando abrirmos a fechadura de nosso CORAÇÃO, usando a chave correta, pois então teremos aberto a PORTA ESTREITA. Passar para o outro lado do véu de Maya será outra decisão que teremos que tomar. Não basta apenas ABRIR A PORTA!!

Todas as coisas em todos os universos se movem de acordo com a lei, e a lei que regula o movimento dos planetas, dos sistemas solares, das galáxias e dos universos não é mais imutável do que a lei que regula a expressão material do homem:

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. Segundo Princípio de Hermes (Thoth/Mercúrio), o princípio da Correspondência em ”AS TÁBUAS DE ESMERALDA”. “Verum sine mendacio, certum et verissimum: Quod est inferius est sicut quod est superius, et quod est superius est sicut quod est inferius” (É verdade, sem mentira, certo e muito verdadeiro: O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo.)

Uma das maiores de todas as leis cósmicas é aquela que é responsável pela formação do homem como um ser material. O grande objetivo das escolas de mistério de todas as eras e culturas tem sido o de revelar o funcionamento da Lei que conecta o homem material (ilusão) e o homem espiritual (Realidade). O elo de ligação entre o homem material e o homem espiritual é o homem intelectual, pois a mente participa de ambas as qualidades materiais e imateriais. O aspirante a ter um maior conhecimento

“deve desenvolver o lado intelectual de sua natureza e assim reforçar a sua vontade que é capaz de concentrar todos os poderes de seu ser em, e no plano que ele deseja”.

A grande procura pela luz, vida e amor só começa no plano material. Levado ao seu fim, o seu objetivo final é a união completa com a consciência universal. A fundação no material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização do potencial espiritual.

mais elevado de realização do potencial espiritual. As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas)

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Nas páginas seguintes, na tradução e interpretação das Tábuas de Esmeralda e dos seus segredos, significados ocultos, místicos e esotéricos, ocultos nas palavras de Thoth estão muitos significados que não aparecem na superfície. A Luz dos conhecimentos ocultos trazidos à baila pelas Tábuas de Esmeralda abrirá muitas novas áreas do pensamento do leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento.

Leia e seja sábio”, mas apenas se a luz da sua própria consciência despertar na compreensão profunda que é uma qualidade inerente à sua própria alma“.

Na “Tríplice Luz” … Dr Doreal

Tradução e Interpretação por Doreal. Originalmente publicado em forma mimeografada na década de 1930 por um misterioso “Dr. Doreal,” estes escritos rapidamente se tornaram uma sensação subterrânea entre esotéricos e ocultistas da época. O Tablete 13/01 faz parte do trabalho original; os tabletes 14 e 15 são suplementares. Ninguém jamais viu as TÁBUAS originais mencionados aqui, e com toda a probabilidade, esses escritos seriam consideradas material canalizado hoje.

No entanto, as TÁBUAS DE ESMERALDA de Thoth, o rei e sacerdote Atlante ainda fazem parte do moderno Corpus Hermeticum, pois elabora, amplia e aprofunda o significado histórico das Tábuas de Esmeralda e os escritos de Thoth / Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos…

Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos… As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (05) O

As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (05) O Morador de Unal

Frequentemente eu sonho com a submersa Atlântida, perdida nos séculos das eras que se passaram pela noite. De um eon a outro ela existiu em beleza, foi uma luz que brilhava através da escuridão da noite.

Poderosa com muito poder, governando os nascidos na terra, Senhores da Terra eram nos dias de Atlântida.

O Rei das nações, o mestre da sabedoria, a Luz através de SUNTAL, o guardião do caminho, habitou no seu templo, o mestre de UNAL, a LUZ da Terra nos dias de Atlântida.

Ele foi Mestre, de um ciclo para além de nós, vivendo em corpos como um entre os homens.

Não como um homem nascido da terra, ELE que esta além de nós, foi o SOL de um ciclo, avançou além dos homens.

Não sabeis vós, ó homem, que HORLET (conforme o original) o Mestre, nunca foi um com os filhos dos homens.

Distante no tempo passado, quando a Atlântida cresceu e se transformou como uma potência, lá apareceu UM que detinha a chave da sabedoria, mostrando o caminho de luz para todos.

Ele mostrou a todos os homens o caminho da realização, o caminho da Luz que flui entre os homens. Dominando as trevas, levando a ALMA do HOMEM para cima, para as alturas em que são UNAS com a Luz.

Ele dividiu Atlântida em seções.

UNAS com a Luz.  Ele dividiu Atlântida em seções.  Dez foram os reinos criados,

Dez foram os reinos criados, governados pelos homens.

Sobre um, Ele construiu um templo, um Templo construído, mas não pelos filhos dos homens.

Para fora do éter Ele comandou que surgisse a sua substância, moldando e a formando pelo poder de YTOLAN na forma que ele construiu com o poder da sua mente.

Milhas e milhas que cobriram a ilha, espaço sobre espaço que cresceu em seu poder.

Preto, ainda que não negro, mas escuro como o espaço-tempo, profundamente em seu interior a Essência da Luz.

Rapidamente o Templo cresceu em sua realização, moldado e criado pela

PALAVRA

chamado desde o informe para o mundo da forma.

do

Morador

de

Unal,

Ele ali então edificou, dentro do Templo, grandes câmaras, preencheu-as com formas chamados à existência desde o éter, encheu-as com sabedoria convocada pela sua mente.

Sem uma forma física, Ele estava em seu Templo, Ele ainda não havia tomado à imagem de homem.

seu Templo, Ele ainda não havia tomado à imagem de homem.  Habitando entre os homens

Habitando entre os homens Ele ainda não estava, estranho e muito diferente ele É dos filhos dos homens.

Ele então escolheu de entre as pessoas em Atlântida, três que se tornaram sua interface.

Ele então escolheu dentre o povo, TRÊS homens dos mais elevados (espiritualmente) que se tornaram sua conexão com Atlântida.

Mensageiros eram eles, que carregavam o seu conselho, para os reis dos filhos dos homens.

Foram levados por Ele diante dos outros e ensinou-lhes a sabedoria; professores eram para os filhos dos homens. Foram colocados por Ele na ilha de UNDAL para ficarem como professores da Luz para os homens.

Cada um daqueles que foram assim escolhidos, deveriam estar com Ele por períodos de cinco e dez anos.

Só assim eles poderiam ter a compreensão para trazer a Luz para os filhos dos homens.

Assim, surgiu no Templo, um lugar de habitação para os Mestres dos homens.

Eu, Thoth, já estava procurando pela sabedoria, buscando-a na escuridão e procurando-a na Luz.

Longe na minha juventude eu trilhei o caminho, buscando sempre adquirir novos conhecimentos.

Até que depois de muita luta, UM dos TRÊS, me levou até a LUZ.

 Ele trouxe até eu os comandos do Morador de Unal, me chamou das trevas

Ele trouxe até eu os comandos do Morador de Unal, me chamou das trevas para a luz. Ele me conduziu, perante o morador, no fundo do templo muito antes do grande incêndio.

Lá no grande trono, eu vi, o Morador, vestido com LUZ e iridescente como fogo. Ajoelhei-me diante da sua grande sabedoria, sentindo a Luz fluindo através de mim em ondas.

Eu, então, ouviu a voz do Morador:

“O escuridão, vem para a Luz.

Há muito tempo tens procurado o caminho para a luz.

Cada alma na terra que afrouxa os seus grilhões, deverá em breve ser feita livre da escravidão da noite.

Emergindo da escuridão tu tens surgido, para mais perto te aproximastes da Luz de seu objetivo.

Aqui haveis de habitar como um dos meus filhos, guardião dos registros reunidos pela sabedoria, tu feito um instrumento da Luz do além.

Tu te tornará pronto para fazer o que é necessário, preservador da sabedoria através das eras das trevas, que virá rápida para os filhos dos homens. Vive aqui e beba de toda a sabedoria.

Segredos e mistérios para ti serão desvelados”.

Segredos e mistérios para ti serão desvelados”.  Então eu respondi, ao MESTRE DOS CICLOS, dizendo:

Então eu respondi, ao MESTRE DOS CICLOS, dizendo:

“Ó Luz, que desceu para os homens, me de Tu da tua sabedoria, que Eu possa ser um professor de homens. Dê-me TU de tua Luz para que eu possa ser livre.

Falou então para mim novamente, o Mestre:

“Era após Era vivereis através da tua sabedoria, sim, mesmo quando a Atlântida for tragada pelas ondas do mar, portando a Luz, embora submergido na escuridão, pronto para surgir quando tu fores chamado.

Vai-te agora e absorva e cresça mais na sabedoria. Tu crescerá através da Luz rumo ao infinito TODO.”

Longo tempo então eu habitei no templo do Morador até que finalmente eu me tornei UNO com a Luz.

Eu, então, segui o caminho para os planos das estrelas, Eu, então, segui o caminho para a Luz.

Profundamente no coração da Terra Eu segui o caminho, aprendi os segredos, assim é abaixo como acima; aprendi o caminho para os Salões do Amenti; aprendendo a lei que equilibra o mundo.

Para as profundas câmaras ocultas da Terra, eu com a minha sabedoria, profundamente através da crosta terrestre, penetrei o caminho, oculto pelos séculos, aos filhos dos homens.

Revelado foi diante de mim, cada vez mais sabedoria até que cheguei a um novo conhecimento: descobri que tudo faz parte de um todo, um TODO muito mais grande e ainda maior do que tudo o que sabemos.

Procurando o coração do Infinito através de todas as Eras.

o coração do Infinito através de todas as Eras.  Profundamente e ainda mais profundo, mais

Profundamente e ainda mais profundo, mais mistérios eu encontrei.

Agora, quando olho para trás através dos tempos, Eu sei que a sabedoria não tem limites, já crescido em conhecimento adquirido ao longo dos tempos, UNIFICADO com o INFINITO maior do que tudo.

Luz havia na antiga Atlântida. No entanto, escuridão, também, estava escondida e permeava tudo.

Caíram da Luz para a escuridão, alguns daqueles que tinham subido para as alturas entre os homens.

Orgulhosos eles se tornaram por causa de seu conhecimento, como orgulhosos tomaram o seu lugar entre os homens. Profundamente eles mergulharam no proibido, abriram as portas que levaram-nos para a queda.

Eles procuraram ainda ganhar cada vez mais conhecimento, buscando trazê-lo de cima para baixo.

Aquele que desce mais abaixo deve ter equilíbrio, mais ele é ameaçado pela falta de nossa Luz.

Abriram, eles então, pelo seu conhecimento, caminhos proibidos para o homem.

Mas, em seu templo, de onde Ele tudo vê, o Morador, dormia em seu AGWANTI (Palavra sem tradução em inglês e portanto em português também), enquanto através de Atlântida, Sua alma vagava livre.

Viu que os atlantes, por sua magia (Negra), abriram a porta de entrada que iria trazer para a Terra uma grande desgraça.

entrada que iria trazer para a Terra uma grande desgraça.  Rápido Sua alma, então, retornou

Rápido Sua alma, então, retornou de volta ao seu corpo. Ele se levantou do seu AGWANTI. Ele chamou os seus três mensageiros poderosos. Deu os comandos que despedaçaria o mundo de Atlântida. Profundo na crosta da Terra para os Salões de Amenti se dirigiu, rapidamente desceu o morador. Ele então invocou pelos poderes dos Sete Senhores e mudou o equilíbrio da (superfície) Terra.

Para baixo afundou Atlântida sob as escuras ondas do oceano. Quebrou o portão

que tinha sido aberto; quebrou a porta que dava acesso para abaixo. Todas as ilhas foram destruídas, exceto a de UNAL, e parte da ilha dos filhos do Morador.

Ele os preservou para serem os professores, serem as Luzes sobre o caminho

para

aqueles

que

viriam

luzes para as crianças menores dos homens.

depois,

Ele então me chamou, eu THOTH, fui perante Ele, que me deu comandos sobre tudo o que eu deveria fazer, dizendo; “Tome tu, ó THOTH, toda a tua sabedoria.

Tome todos os teus registros, toda a tua magia. Vai tu adiante como um professor de homens. Vai tu adiante preservando os registros até que, um tempo de Luz surja entre os homens da Terra. Uma LUZ tu serás através dos tempos de escuridão, oculto ainda que encontrado por homens “esclarecidos”. Sobre toda

a Terra, Tu darás o poder, tu és livre para da-lo ou tirá-lo.

Ajunta agora os restantes filhos da Atlântida. Reuna-os e fuja para o povo das cavernas rochosas. VOE para a terra dos filhos de Khem(Egito, no delta do rio Nilo). Em seguida, Eu me reuni com os filhos da Atlântida. Na nave espacial Eu levarei todos os meus registros, levarei os registros da Atlântida afundada. Reunirei Eu todos os meus poderes, os instrumentos diversos de poderosa magia.

os meus poderes, os instrumentos diversos de poderosa magia.  Então nós subimos nas asas da

Então nós subimos nas asas da manhã. Alto que sobrevoamos acima do Templo, deixando para trás os Três e o Morador, nos profundos salões do Templo, fechando o caminho para os Senhores dos Ciclos.

No entanto, jamais àquele que tem conhecimento, deve ser aberto o caminho para os Salões do Amenti. Rápido fugimos então, sobre as asas da manhã, voamos para

a

terra dos filhos de KHEM (Egito). E lá através do meu poder, Eu os conquistei

e

governei-os.

Indiquei eu à Luz, aos filhos de Khem. Profunda nas rochas, Eu enterrei minha nave espacial, esperando o momento em que o homem pudesse ser livre.

Sobre o local onde esta a nave espacial, foi erguido um marcador no formato de um leão ainda que com face de um homem (A ESFINGE). Ali enterrada sob esta imagem ainda descansa minha nave espacial de Atlântida, que será resgatada quando surgir a necessidade.

Não sabeis vós, ó homem, que num futuro distante, invasores (da Terra) devem vir de fora das profundezas (do espaço?). Então acordeis, vós que tem sabedoria. Resgatem a minha nave e conquistem com facilidade. Profundamente sob a ESFINGE reside o meu segredo. Pesquisem e encontrem na pirâmide que eu construí.

Com cada um e com o outro esta a CHAVE; cada porta de entrada que conduz para a vida. Siga a CHAVE deixada por mim. Busque e a porta para a VIDA será tua. Procure tu na minha pirâmide, profundamente na passagem que termina em uma parede.

Use tu a CHAVE dos SETE, e aberto para ti o caminho vai aparecer. Agora que te tenho dado a minha sabedoria. Agora que te tenho dado o meu caminho.

Siga o caminho. Solucione tu os meus segredos. A ti mostrarei o caminho.

Solucione tu os meus segredos. A ti mostrarei o caminho. “E para quem busca honesta e

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”.

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma. Em breve elas estarão sendo publicadas no blog.

As Tábuas de Esmeralda de Thoth: (06) A Chave da Magia

Posted by Thoth3126 on 30/08/2015

(06) A Chave da Magia Posted by Thoth3126 on 30/08/2015 I NTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação

INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH:

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade.

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

Por Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA: TÁBUA 06 A Chave da Magia

No “silêncio dos sentidos” humanos encontra-se a chave para a revelação da sabedoria. Quem muito fala nada sabe, quem sabe não fala. O maior conhecimento é indescritível, pois ela, a SABEDORIA, existe como uma entidade (a sagrada Sophia) em vias que transcendem todas as palavras ou símbolos materiais.

Todos os símbolos, são chaves para as portas que conduzem às verdades, e muitas vezes a porta não está aberta porque a chave parece ser tão grande que as coisas que estão além da porta não são visíveis. Se nós podemos compreender que todas as chaves, todos os símbolos materiais são manifestações, são apenas extensões de uma grande lei e da própria verdade, vamos começar a desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu.

desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu. “Eu reuni, então, o meu povo,

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o

Existe uma chave REAL e uma FECHADURA que deve ser aberta por essa chave. A chave é o nosso intelecto, que devemos usar para pesquisar a respeito da verdade, que só será desvelada para nós quando abrirmos a fechadura de nosso CORAÇÃO, usando a chave correta, pois então teremos aberto a PORTA ESTREITA. Passar para o outro lado do véu de Maya será outra decisão que teremos que tomar. Não basta apenas ABRIR A PORTA!!

Todas as coisas em todos os universos se movem de acordo com a lei, e a lei que regula o movimento dos planetas, dos sistemas solares, das galáxias e dos universos não é mais imutável do que a lei que regula a expressão material do homem:

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. Segundo Princípio de Hermes (Thoth/Mercúrio), o princípio da Correspondência em ”AS TÁBUAS DE ESMERALDA”. “Verum sine mendacio, certum et verissimum: Quod est inferius est sicut quod est superius, et quod est superius est sicut quod est inferius” (É verdade, sem mentira, certo e muito verdadeiro: O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo.)

Uma das maiores de todas as leis cósmicas é aquela que é responsável pela formação do homem como um ser material. O grande objetivo das escolas de mistério de todas as eras e culturas tem sido o de revelar o funcionamento da Lei que conecta o homem material (ilusão) e o homem espiritual (Realidade). O elo de ligação entre o homem material e o homem espiritual é o homem intelectual, pois a mente participa de ambas as qualidades materiais e imateriais. O aspirante a ter um maior conhecimento

“deve desenvolver o lado intelectual de sua natureza e assim reforçar a sua vontade que é capaz de concentrar todos os poderes de seu ser em, e no plano que ele deseja”.

A grande procura pela luz, vida e amor só começa no plano material. Levado ao seu fim, o seu objetivo final é a união completa com a consciência universal. A fundação no material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização do potencial espiritual.

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde-esmeralda, formadas a partir

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde-esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Nas páginas seguintes, na tradução e interpretação das Tábuas de Esmeralda e dos seus segredos, significados ocultos, místicos e esotéricos, ocultos nas palavras de Thoth estão muitos significados que não aparecem na superfície. A Luz dos conhecimentos ocultos trazidos à baila pelas Tábuas de Esmeralda abrirá muitas novas áreas do pensamento do leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento.

Leia e seja sábio”, mas apenas se a luz da sua própria consciência despertar na compreensão profunda que é uma qualidade inerente à sua própria alma“.

Na “Tríplice Luz” … Dr Doreal

Tradução e Interpretação por Doreal. Originalmente publicado em forma mimeografada na década de 1930 por um misterioso “Dr. Doreal,” estes escritos rapidamente se tornaram uma sensação subterrânea entre esotéricos e ocultistas da época. O Tablete 13/01 faz parte do trabalho original; os tabletes 14 e 15 são suplementares. Ninguém jamais viu as TÁBUAS originais mencionados aqui, e com toda a probabilidade, esses escritos seriam consideradas material canalizado hoje.

No entanto, as TÁBUAS DE ESMERALDA de Thoth, o rei e sacerdote Atlante ainda fazem parte do moderno Corpus Hermeticum, pois elabora, amplia e aprofunda o significado histórico das Tábuas de Esmeralda e os escritos de Thoth / Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos…

Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos… As Tábuas de Esmeralda de Thoth (06): A

As Tábuas de Esmeralda de Thoth (06): A Chave da Magia

Escutai, ó homem, a sabedoria da magia. Escutai o conhecimento de poderes a muito esquecidos. Há muito tempo, nos dias do primeiro homem, a guerra começou entre a escuridão e a luz. Os homens, então como agora, estavam cheios de ambos, escuridão e luz; e enquanto em alguns prevalecia as trevas do inferno, em outros a Luz dos Céus preenchia suas almas.

Sim, a batalha mais antiga da Terra, a eterna luta entre a escuridão e a luz. Ferozmente é travada através de todas as eras, se usando de estranhos poderes ocultos para o homem.

Adeptos das trevas foram preenchidos com a escuridão, lutando sempre contra a luz; mas outros há que, cheio de brilho, já conquistaram a escuridão da noite. Onde quer que estejas, durante todas as eras e planos, certamente, sabereis da batalha travada entre a Luz e a escuridão. A distantes eras no passado, os Sóis da manhã descendo, encontraram o mundo cheio de escuridão e trevas, ali naquela remota era, começou a luta, a velha batalha no tempo entre a Escuridão e a Luz.

Muitos naquela época estavam tão cheios de escuridão e trevas que apenas debilmente reluziam sua luz na noite.

Alguns estavam eles, que eram mestres das trevas, que procuravam preencher a tudo e a todos com a sua escuridão: Procuravam atrair e seduzir outros para sua

escuridão e trevas. Ferozmente eles resistiram, os mestres da Luz: eles lutaram ferozmente contra a escuridão da noite, procurando nunca apertar os grilhões, as correntes que prendem os homens com a escuridão das trevas. Eles sempre usaram de magia negra, vindo para o meio dos homens pelo poder das trevas. A negra magia que envolvia a alma do homem e da mulher com a escuridão.

Se uniram em uma ORDEM, “THE BROTHERHOOD OF DARKNESS” (A IRMANDADE DAS TREVAS), de dentro da qual eles, através dos tempos e das eras, antagonizam eles os filhos dos homens. Andam sempre em segredo e ocultos, às vezes encontrados, ainda que não percebidos pelos (desavisados) filhos do homem.

Para sempre, eles caminharam e trabalharam desde e na escuridão, se escondendo da Luz na escuridão das trevas. Silenciosa e secretamente eles usam o seu poder, escravizam e vinculam a alma dos homens às trevas da escuridão.

Desapercebidos eles vêm, e invisíveis eles passam e se vão. O homem, em sua ignorância clama por eles a partir de baixo.

homem, em sua ignorância clama por eles a partir de baixo.  Trevoso é o caminho

Trevoso é o caminho da viagem dos que pertencem à IRMANDADE DAS TREVAS, trevas da escuridão não da noite, viajando pela Terra eles andam através dos sonhos do homem. Poder eles ganharam desde a escuridão em torno deles para chamar outros moradores das trevas para fora da sua morada de escuridão, de modos que são negros e invisíveis pelo homem comum. Àqueles pertencentes à IRMANDADE DAS TREVAS alcançam o espaço mental dos homens e ali operam

Em torno da humanidade, eles fecham o véu de sua escuridão. Não através da sua vida que a alma habita em cativeiro, obrigada pelos grilhões do véu da

noite. Poderosos são eles no conhecimento proibido, magia negra proibida porque é una com as trevas.

Escute bem, oh velho homem e fique atento para a minha advertência: apartai- vos da escravidão da noite, seja livre. Não entregue a sua alma aos irmãos da IRMANDADE DAS TREVAS. Mantenha o teu rosto sempre voltado para a Luz. Não sabeis vós, ó homem, que a sua tristeza, unicamente veio através do véu da noite. Ouça homem, acatem o meu alerta: se esforcem sempre para cima, conduza tua alma em direção à luz. Os IRMÃOS das TREVAS buscam por seus irmãos, por aqueles que viajaram o caminho da luz. Pois bem sabem eles que aqueles que atingiram longe em em seu caminho de Luz em direção ao Sol, têm grande e ainda maior poder para se ligar com as trevas, os filhos da luz.

OUÇA, ó homem, por que eles vão até você. Mas pesa na balança de teu CORAÇÃO se suas palavras são de LUZ. Para muitos há que andam no BRILHO ESCURO DAS TREVAS e ainda não são filhos da luz.

É fácil seguir o seu caminho, fácil de seguir o caminho a que eles te levam. Mas, ainda assim ó homem, obedeça ao meu alerta: a luz vem apenas para quem se esforça. Difícil é o caminho que conduz à sabedoria, difícil e árduo é o caminho que conduz à luz. Muitos encontrarão, as pedras em seu caminho: há muitas montanhas para se escalar em direção à luz.

No entanto, sabei vós, ó homens e mulheres, para aquele que vencer o desafio, livre ele vai estar do caminho da Luz. Porque vós sabeis, ó homem, no fim de tudo a luz deve conquistar as trevas e a noite ser banida da LUZ.

Ouça, ó homem, com atenção esta sabedoria; assim como é a escuridão, é a luz.

Quando a escuridão for banida e todos os véus caírem, no infinito haverá um flash nas trevas, a Luz.

 Assim como existem entre os homens os IRMÃOS DA IRMANDADE DAS TREVAS , também

Assim como existem entre os homens os IRMÃOS DA IRMANDADE DAS TREVAS, também existem os IRMÃOS DA LUZ. São eles os antagonistas dos Irmãos das Trevas, buscando fazer os homens livres da escuridão. Muitos poderes têm eles, são poderosos e potentes. Conhecendo e obedecendo A LEI, os planetas obedecem. Trabalham em harmonia e em ordem, libertando a ALMA do homem da escravidão da noite. Também em segredo e ocultos, eles também caminham entre os homens e mulheres. São desconhecidos para os filhos dos homens. Eles que sempre tem lutado contra os IRMÃOS DA IRMANDADE DAS TREVAS, conquistado o tempo sem fim. No entanto, sempre a LUZ deve no final ser o mestre, afugentando a escuridão das trevas.

Sim, oh homem, saiba este fato: sempre ao vosso lado os Filhos da Luz caminharam. Os Mestres da energia solar, sempre invisível ainda que sejam os guardiões dos homens. Abertos a todos esta o seu caminho da Luz, aberto para aqueles que vão andar na luz. Libertos eles estão dos escuros salões do Amenti, livre das salas, onde a vida reina suprema. São eles SÓIS e SENHORES da manhã, Filhos da Luz a brilhar entre os homens. Ainda que eles se pareçam com o homem ainda assim são muito diferentes, nunca estiveram divididos no passado. UNOS eles têm sido em unidade eterna, por todo o espaço e desde o início dos tempos. Eles vieram em Unicidade com o TODO UM, a partir do primeiro espaço tempo, formado e não formado.

Deram ao homem os segredos que deve guardar e protegê-lo de todo o mal. Aquele que quiser percorrer o caminho do mestre, livre deve ele ser da escravidão das trevas. Conquistar ele deve o informe e o disforme, ele deve conquistar o fantasma do medo. Sabendo, ele deve ganhar todos os

segredos, trilhando o caminho que conduz através da escuridão a negra treva, sim mesmo antes de manter a luz de seu objetivo. Obstáculos grandes que ele encontrará em sua jornada, sempre prosseguindo para a luz do sol.

em sua jornada, sempre prosseguindo para a luz do sol.  Ouvi, ó homem, o SOL

Ouvi, ó homem, o SOL é o símbolo MÁXIMO da LUZ que brilha no fim da tua estrada. Agora, Eu te dou os segredos: Agora, para encontrar o poder da escuridão, encontre e conquiste o medo da noite. Apenas pelo conhecimento do poder das trevas é que a conquistareis, apenas sabendo podereis ter LUZ.

Agora, dou-te o meu conhecimento, sabido por todos os mestres, o CONHECIMENTO que vence todos os medos da escuridão. Utilize esta sabedoria que eu te dou e MESTRE tu serás dos irmãos das trevas.

Quando a ti vem uma EMOÇÃO, que te aproxima do portão das trevas, examinai

o teu coração e descubra se esse sentimento que tu tens surge desde o teu

interior. Se tu encontrar a escuridão em teus próprios pensamentos, expulse-os para fora do lugar em tua mente. Envie através do teu corpo uma onda de vibração, (pela respiração profunda) primeiro irregular e a seguir regular, repetindo uma após outra até que estejas livre. Comece uma ONDA DE ENERGIA em teu centro cerebral. Dirigi-a em ondas desde a tua cabeça até para os teus pés.

Mas se perceberes que o teu coração não esta em trevas, tenha a certeza de que nenhuma força das trevas esta sendo dirigida a ti. Só com o CONHECIMENTO

é que tu poderá superá-los. Só pela sabedoria espero que tu estejas livre. O

CONHECIMENTO traz sabedoria e sabedoria é PODER. Atinja a sabedoria desenvolvida pelo conhecimento e tereis poder sobre TUDO.

desenvolvida pelo conhecimento e tereis poder sobre TUDO.  Buscai primeiro o lugar (em teu INTERIOR)

Buscai primeiro o lugar (em teu INTERIOR) que abriga a escuridão. Coloque- se dentro de um círculo ao redor de ti. Fique em pé e ereto no meio do círculo. Use tu esta fórmula, e tu será livre. Levante as tuas mãos para o espaço infinito acima de ti. Feche os olhos e clame pela LUZ. Chame a atenção para o espírito de Luz através do espaço-tempo, usando ao FALAR essas palavras e serás livre:

“Encha tu o meu corpo, Oh Espírito da vida, enchei meu corpo com teu espírito de Luz. Venha da FLOR que brilha através da escuridão. Venha dos SALÕES onde regem os Sete Senhores. Nomeá-los pelo nome, eu irei, os Sete: Três, quatro, cinco, seis, sete, oito e nove. Pelos seus nomes Eu chamo-lhes para me ajudarem, libertarem-me e me salvarem da escuridão das trevas: UNTANAS, QUERTAS, CHIETAL, GOYANA(*), HUERTAL, SEMVETA e ARDAL. Pelos seus nomes Imploro-lhes, me libertem das trevas e me preencham com a LUZ”.

Não sabeis vós, ó homem, que quando vós tiveres feito isso, sereis livres dos grilhões que se aferram a vós, arrebatem seu cativeiro dos irmãos das trevas. Não vedes que os nomes têm o poder, pela energia da vibração, de fazê-los livres dos grilhões que os põe em ferros e que os aprisionam? Usem-nos pela necessidade da tua libertação e do teu irmão de modo que ele, também, possa sair da noite das trevas.

Tu, ó homem, seja ajudante do teu irmão. Que ele não caia escravo das trevas.

Agora a ti dei minha magia. Tome-a e se debruce sobre o caminho da luz.

LUZ e VIDA sobre vós, sejais um SOL no ciclo acima.

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”.

será aumentada em mais de uma centena de vezes”. LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não,

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma. Em breve elas estarão sendo publicadas no blog.

{(*) GOYANA: Para quem tiver olhos para ver e ouvidos para ouvir, no Planalto Central do Brasil temos o estado de GOIÁS cuja capital se chama GOIÂNIA, uma cidade fundada em 24 de outubro de 1933 e localizada no centro do seu estado, foi planejada e construída para ser a capital política e administrativa de Goiás sob influência da Marcha para o Oeste, uma política desenvolvida pelo governo de Getulio Vargas para acelerar o desenvolvimento e incentivar a ocupação do Centro-Oeste brasileiro …porque de acordo com a Hierarquia, a hora havia chegado …}

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade.

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

Por Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA: TÁBUA 07 Os Sete Senhores

No “silêncio dos sentidos” humanos encontra-se a chave para a revelação da sabedoria. Quem muito fala nada sabe, quem sabe não fala. O maior conhecimento é indescritível, pois ela, a SABEDORIA, existe como uma entidade (a sagrada Sophia) em vias que transcendem todas as palavras ou símbolos materiais.

Todos os símbolos, são chaves para as portas que conduzem às verdades, e muitas vezes a porta não está aberta porque a chave parece ser tão grande que as coisas que estão além da porta não são visíveis. Se nós podemos compreender que todas as chaves, todos os símbolos materiais são manifestações, são apenas extensões de uma grande lei e da própria verdade, vamos começar a desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu.

desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu. “Eu reuni, então, o meu povo,

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o

Existe uma chave REAL e uma FECHADURA que deve ser aberta por essa chave. A chave é o nosso intelecto, que devemos usar para pesquisar a respeito da verdade, que só será desvelada para nós quando abrirmos a fechadura de nosso CORAÇÃO, usando a chave correta, pois então teremos aberto a PORTA ESTREITA. Passar para o outro lado do véu de Maya será outra decisão que teremos que tomar. Não basta apenas ABRIR A PORTA!!

Todas as coisas em todos os universos se movem de acordo com a lei, e a lei que regula o movimento dos planetas, dos sistemas solares, das galáxias e dos universos não é mais imutável do que a lei que regula a expressão material do homem:

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. Segundo Princípio de Hermes (Thoth/Mercúrio), o princípio da Correspondência em ”AS TÁBUAS DE ESMERALDA”. “Verum sine mendacio, certum et verissimum: Quod est inferius est sicut quod est superius, et quod est superius est sicut quod est inferius” (É verdade, sem mentira, certo e muito verdadeiro: O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo.)

Uma das maiores de todas as leis cósmicas é aquela que é responsável pela formação do homem como um ser material. O grande objetivo das escolas de mistério de todas as eras e culturas tem sido o de revelar o funcionamento da Lei que conecta o homem material (ilusão) e o homem espiritual (Realidade). O elo de ligação entre o homem material e o homem espiritual é o homem intelectual, pois a mente participa de ambas as qualidades materiais e imateriais. O aspirante a ter um maior conhecimento

“deve desenvolver o lado intelectual de sua natureza e assim reforçar a sua vontade que é capaz de concentrar todos os poderes de seu ser em, e no plano que ele deseja”.

A grande procura pela luz, vida e amor só começa no plano material. Levado ao seu fim, o seu objetivo final é a união completa com a consciência universal. A fundação no material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização do potencial espiritual.

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Nas páginas seguintes, na tradução e interpretação das Tábuas de Esmeralda e dos seus segredos, significados ocultos, místicos e esotéricos, ocultos nas palavras de Thoth estão muitos significados que não aparecem na superfície. A Luz dos conhecimentos ocultos trazidos à baila pelas Tábuas de Esmeralda abrirá muitas novas áreas do pensamento do leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento.

Leia e seja sábio”, mas apenas se a luz da sua própria consciência despertar na compreensão profunda que é uma qualidade inerente à sua própria alma“.

Na “Tríplice Luz” … Dr Doreal

Tradução e Interpretação por Doreal. Originalmente publicado em forma mimeografada na década de 1930 por um misterioso “Dr. Doreal,” estes escritos rapidamente se tornaram uma sensação subterrânea entre esotéricos e ocultistas da época. O Tablete 13/01 faz parte do trabalho original; os tabletes 14 e 15 são suplementares. Ninguém jamais viu as TÁBUAS originais mencionados aqui, e com toda a probabilidade, esses escritos seriam consideradas material canalizado hoje.

No entanto, as TÁBUAS DE ESMERALDA de Thoth, o rei e sacerdote Atlante ainda fazem parte do moderno Corpus Hermeticum, pois elabora, amplia e aprofunda o significado histórico das Tábuas de Esmeralda e os escritos de Thoth / Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos…

Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos… As Tábuas de Esmeralda de Thoth (07): Os

As Tábuas de Esmeralda de Thoth (07): Os Sete Senhores

Escute ó homem, e ouça a minha voz. Abre a tua mente espacial e beba da minha sabedoria. Cruzando a escuridão é o caminho pela vida que tu te conduzis. Muitas armadilhas se encontram pelo teu caminho. Buscai sempre ganhar mais sabedoria. Busque-a e retenha-a e haverá luz no teu caminho.

Abre a tua alma, ó homem, para o Cósmico e deixe-o fluir como um só com a tua alma. A LUZ é eterna e as trevas são passageiras. Buscai sempre, ó homem, alcançar a LUZ. Não sabeis vós que na medida em que a LUZ preencher o teu ser, em breve a escuridão para ti desaparecerá, para sempre.

Abre a tua alma aos IRMÃOS DO ESPLENDOR (da LUZ). Deixe-os entrar e preencherem-te com LUZ. Levanta os teus olhos e procure pela LUZ do Cosmos. Mantenha tu a tua face voltada para essa meta. Somente pela aquisição da LUZ de toda a sabedoria, tu serás uno com a meta INFINITA. Buscai sempre

a UNICIDADE eterna. Procure sempre pela LUZ do UM.

Ouvi, ó homem, ouça a minha Voz cantando a música da LUZ e da VIDA. em todo

o espaço, a luz é predominante, abrangendo tudo e a todos com suas insígnias de

fogo flamejante. Buscai sempre através do véu de escuridão, em algum lugar vós certamente encontrareis LUZ. Escondida e enterrada, perdida para o conhecimento do homem, profundamente dentro do finito o INFINITO

habita. Perdida e esquecida, mas existente, ela flui através de todas as coisas, vivendo em TUDO e em TODOS está a MENTE INFINITA.

Em todo o espaço-tempo, há apenas uma sabedoria. Através do aparente, é o UNO no UM. Tudo o que existe saiu da LUZ, E a luz saiu do TODO.

Tudo que é criado é com base na ordem: a LEI governa o espaço onde o infinito reside e habita, incógnito. Produto do equilíbrio, vieram os grandes ciclos, movendo-se em direção a harmonia final do INFINITO.

movendo-se em direção a harmonia final do INFINITO.  Não sabeis, ó homem, que longe no

Não sabeis, ó homem, que longe no espaço-tempo, o INFINITO em si mesmo deve passar pela mudança. Ouvi e fiquem atentos para a Voz da Sabedoria: Saibam que tudo está no TODO sempre. Saibam que através do tempo todos devem buscar desenvolver a sabedoria e encontrar cada vez mais luz sobre o seu caminho. Sim, e tu não deves pensar de vez em quando que te afastarás da tua meta se esquivando dela dia após dia.

Há muito tempo atrás, nos salões de Amenti, Eu, Thoth, estive diante dos senhores dos ciclos de tempo. Eles são poderosos, em seus aspectos de poder; poderosos na sua sabedoria revelada.

Eu conduzido pelo MORADOR, pela primeira vez os vi. Mas depois eu fiquei livre na sua presença, livre para entrar em seu conclave à vontade. Eu fiz a viagem para baixo, pelo caminho da escuridão, até o salão onde sempre brilha a LUZ.

Eu aprendi dos Mestres, os Senhores dos ciclos de tempo, a sabedoria trazida dos ciclos anteriores. ELES se manifestaram no ciclo atual como guias e instrutores para os homens, para o conhecimento de todos. Sete são eles, todos com grande poder, falando estas palavras através de mim para os homens. Vez após vez, eu estive perante eles ouvindo as palavras que não ouvia com o som em meus ouvidos (ouvia com o SOM do SILÊNCIO).

Uma vez me perguntaram:

“Oh homem, tu gostarias de ganhar a sabedoria? Procure-á no coração da chama. Queres tu ganhar o conhecimento do poder? Busca-o no coração da chama. Queres ser UNO com o coração da chama? Busque então, dentro de ti mesmo, a tua própria chama em ti escondida”.

dentro de ti mesmo, a tua própria chama em ti escondida”.  Muitas vezes ELES falaram

Muitas vezes ELES falaram comigo, me ensinando a sabedoria não do mundo mundano; mostrando-me sempre novos caminhos para o brilho da LUZ; me ensinando a sabedoria trazida de cima e de dentro. Dando-me o conhecimento da operação, a aprendizagem da LEI, a ordem que existe no TODO.

Novamente, os Sete senhores falaram comigo, dizendo:

homem,

Viaje conosco para além do espaço-tempo, sim, desde o local do final do INFINITO.

“De

muito

além

do

espaço-tempo

somos

nós,

então

venha,

ó

Quando

vós

e

todos

os

teus

irmãos

ainda

estavam

sem

forma,

gerados

por

NÓS

voces

foram

do

fim

do

TODO.

Nós

não

somos

como

os

homens,

Embora

uma

vez

nós,

também,

existimos

como

os

homens.

Para

fora

do

Grande

Vazio

nós

fomos

gerados,

em

ordem

e

pela

LEI.

Para

saber

que

estais

fazendo

o

que

é

formado

do

que

realmente não tem forma, parecendo material só aos teus olhos”.

E, novamente, comigo falaram os Sete Senhores, dizendo:

“Filho da luz, ó THOTH, és tu, livre para percorrer o caminho radiante da LUZ que conduz para cima e para dentro até que finalmente TODOS se tornem unificados com o TODO”.

Nós fomos formados após a nossa ordem: TRÊS, QUATRO, CINCO, SEIS, SETE, OITO e NOVE. Sabei que estes são os números de ciclos em que nós descemos ao mundo dos homens. Cada um tendo aqui um dever a cumprir; cada um tendo aqui uma FORÇA (Poder) para controlar.

cada um tendo aqui uma FORÇA (Poder) para controlar.  No entanto, estamos unidos com a

No entanto, estamos unidos com a alma do nosso ciclo. Sim, nós também, estamos à procura de um objetivo. Muito além da concepção do homem, o INFINITO se estende maior ainda do que o TODO. Lá, em uma era em que ainda não é o

momento, todos nós nos tornaremos UNOS com UM maior do que tudo. O Tempo e o espaço estão se movendo em círculos. Conheceis o seu direito, e vós também, deveis ser livres. Sim, livres sereis para percorrer os ciclos, passar os guardiões que habitam no portal.

Então, comigo falou um dos Sete Senhores, o NOVE dizendo:

Durante Éons de éons eu tenho existido, sem provar da VIDA e sem provar da morte. Saiba homem, que num futuro distante, a vida e a morte devem se unificar com o TODO.

Cada um tão tão aperfeiçoado, equilibrando o outro que sequer existe na Unidade do TODO. Nos homens deste ciclo, a força da vida é galopante, mas a vida em seu crescimento torna-se uma com todos eles.

Aqui, eu me manifesto neste seu ciclo, mas também ainda estou lá no seu tempo futuro. No entanto, para mim, não existe o tempo, no meu mundo o tempo não existe, ele é sem forma para nós também. Nós não temos a vida, mas ainda assim existimos, mais completos, maiores e mais livres do que os homens.

O homem é uma chama acorrentado a uma montanha, mas nós, no nosso ciclo devemos sempre ser livres. Não sabeis vós, ó homem, que quando vos tiveres progredido no caminho da ascenção para a LUZ, em que o ciclo se alongar para cima, a própria vida vai passar à escuridão e só a essência da alma permanecerá.

Então, falou o SENHOR do OITO comigo dizendo:

Tudo o que sabeis, é pequena parte de muito pouco. Tu sequer ainda tens roçado naquilo que é importante e grandioso. Longe no espaço onde a LUZ reina suprema, Eu surgi para a LUZ. Gerado eu fui também, mas não como vós sois criados.

Um Corpo de Luz foi a minha forma amorfa gerada. Eu não conheço a vida e não sei o que é a MORTE, e ainda assim sou mestre de tudo que existe. Buscai encontrar o caminho através das barreiras. Percorrer o caminho que conduz à LUZ.

 Falou de novo comigo o Senhor do NOVE dizendo: Buscai a encontrareis o caminho

Falou de novo comigo o Senhor do NOVE dizendo:

Buscai a encontrareis o caminho para o além. Não é impossível o crescimento para uma consciência superior. Pois quando DOIS tornaram-se UM o UNO tornou-se o TODO, saiba e levantai a barreira, e vós sereis libertado do caminho da escuridão. Tu

crescerá

Então tu estarás livre do caminho das trevas.

do

mundo

da

forma

para

o

informe.

Assim, através dos séculos Eu os ouvi, aprendendo o caminho para o TODO. Agora Eu elevo os meus pensamentos para a origem de todas as coisas. Sim, eu escuto e ouço quando por AQUILO sou chamado.

OH LUZ, ONIPRESENTE, um por todos e todos por um, que tu venhas a mim através do canal. Que a LUZ entre para que eu possa ser livre. Faça-me uno com o TODO-ESPÍRITO, brilhando a partir da escuridão da noite. Deixe-me ser livre de todos NÍVEIS de espaço-tempo, livre do véu das trevas e da noite. Eu, uma criança de luz, comando: Que eu seja livre da escuridão.

Sem forma eu sou para a LUZ-ESPIRITO, sem forma ainda brilhando com a luz. Sei que os laços de escuridão devem se quebrar e cair perante a LUZ.

Agora eu vos dou essa sabedoria. Livre podeis ser, ó homens, viver na luz e na radiância. Não vire tua face da LUZ. A tua alma habita em reinos radiantes de LUZ. Todos vós sois filhos da Luz.

Concentre os teus pensamentos para dentro de TI MESMO e não procures nada fora. Encontre tu a LUZ da tua ALMA DENTRO de ti. Sabemos que és Mestre. Tudo o mais é trazido do centro interno. Que tu cresça para os reinos radiantes de LUZ. Mantenha o teu pensamento firme sobre a LUZ. Saibas que és UNO com o Cosmos, uma chama e um filho da LUZ.

que és UNO com o Cosmos, uma chama e um filho da LUZ.  Agora, devo

Agora, devo te dar um aviso: Não deixe que o teu pensamento se afaste da META. Saiba que a radiância da LUZ flui através de teu corpo sim. Não se entregue aos irmãos da DARKNESS BROTHERHOOD (irmandade das trevas). Mas mantenha os teus olhos levantados para cima, e a tua alma em sintonia com a LUZ.

Tomai esta sabedoria e obedecei-a. Escutai a minha voz e obedeça. Siga o caminho para a radiância, e tu deverás ser UNO com o caminho da LUZ.

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”.

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma. Em breve elas estarão sendo publicadas no blog.

Tábuas anteriores em:

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade.

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

Por Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA: TÁBUA 08 A Chave dos Mistérios

No “silêncio dos sentidos” humanos encontra-se a chave para a revelação da sabedoria. Quem muito fala nada sabe, quem sabe não fala. O maior conhecimento é indescritível, pois ela, a SABEDORIA, existe como uma entidade (a sagrada Sophia) em vias que transcendem todas as palavras ou símbolos materiais.

Todos os símbolos, são chaves para as portas que conduzem às verdades, e muitas vezes a porta não está aberta porque a chave parece ser tão grande que as coisas que estão além da porta não são visíveis. Se nós podemos compreender que todas as chaves, todos os símbolos materiais são manifestações, são apenas extensões de uma grande lei e da própria verdade, vamos começar a desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu.

desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu. “Eu reuni, então, o meu povo,

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o

Existe uma chave REAL e uma FECHADURA que deve ser aberta por essa chave. A chave é o nosso intelecto, que devemos usar para pesquisar a respeito da verdade, que só será desvelada para nós quando abrirmos a fechadura de nosso CORAÇÃO, usando a chave correta, pois então teremos aberto a PORTA ESTREITA. Passar para o outro lado do véu de Maya será outra decisão que teremos que tomar. Não basta apenas ABRIR A PORTA!!

Todas as coisas em todos os universos se movem de acordo com a lei, e a lei que regula o movimento dos planetas, dos sistemas solares, das galáxias e dos universos não é mais imutável do que a lei que regula a expressão material do homem:

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. Segundo Princípio de Hermes (Thoth/Mercúrio), o princípio da Correspondência em ”AS TÁBUAS DE ESMERALDA”. “Verum sine mendacio, certum et verissimum: Quod est inferius est sicut quod est superius, et quod est superius est sicut quod est inferius” (É verdade, sem mentira, certo e muito verdadeiro: O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo.)

Uma das maiores de todas as leis cósmicas é aquela que é responsável pela formação do homem como um ser material. O grande objetivo das escolas de mistério de todas as eras e culturas tem sido o de revelar o funcionamento da Lei que conecta o homem material (ilusão) e o homem espiritual (Realidade). O elo de ligação entre o homem material e o homem espiritual é o homem intelectual, pois a mente participa de ambas as qualidades materiais e imateriais. O aspirante a ter um maior conhecimento

“deve desenvolver o lado intelectual de sua natureza e assim reforçar a sua vontade que é capaz de concentrar todos os poderes de seu ser em, e no plano que ele deseja”.

A grande procura pela luz, vida e amor só começa no plano material. Levado ao seu fim, o seu objetivo final é a união completa com a consciência universal. A fundação no material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização do potencial espiritual.

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Nas páginas seguintes, na tradução e interpretação das Tábuas de Esmeralda e dos seus segredos, significados ocultos, místicos e esotéricos, ocultos nas palavras de Thoth estão muitos significados que não aparecem na superfície. A Luz dos conhecimentos ocultos trazidos à baila pelas Tábuas de Esmeralda abrirá muitas novas áreas do pensamento do leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento.

Leia e seja sábio”, mas apenas se a luz da sua própria consciência despertar na compreensão profunda que é uma qualidade inerente à sua própria alma“.

Na “Tríplice Luz” … Dr Doreal

Tradução e Interpretação por Doreal. Originalmente publicado em forma mimeografada na década de 1930 por um misterioso “Dr. Doreal,” estes escritos rapidamente se tornaram uma sensação subterrânea entre esotéricos e ocultistas da época. O Tablete 13/01 faz parte do trabalho original; os tabletes 14 e 15 são suplementares. Ninguém jamais viu as TÁBUAS originais mencionados aqui, e com toda a probabilidade, esses escritos seriam consideradas material canalizado hoje.

No entanto, as TÁBUAS DE ESMERALDA de Thoth, o rei e sacerdote Atlante ainda fazem parte do moderno Corpus Hermeticum, pois elabora, amplia e aprofunda o significado histórico das Tábuas de Esmeralda e os escritos de Thoth / Hermes Trismegistos, mais tarde Mercúrio para os romanos…

Trismegistos, mais tarde Mercúrio para os romanos… As Tábuas de Esmeralda de Thoth (08): A Chave

As Tábuas de Esmeralda de Thoth (08): A Chave dos Mistérios

Para ti, ó homem, tenho dado o meu conhecimento. A ti tenho dado da minha LUZ. Agora me escute e recebas a minha sabedoria trazida de planos mais elevados e além.

Eu não sou mais como os homens, pois livre eu me tornei para acessar outros planos e dimensões. Em cada um desses novos níveis eu assumi um novo corpo. Em cada um deles, eu mudei a minha forma. Agora eu sei que o sem forma é tudo o que existe no mundo das aparências.

Grande é a sabedoria dos Sete. Poderosos são ELES vindos distantes desde o além. ELES manifestam tudo através de seu poder, que é preenchido pelo poder do além (do nível das Causas sem forma).

Ouvi estas palavras de sabedoria. Ouça-as e tome-as como tuas. Encontre neles

o

sem forma. O Mistério esta escondido no conhecimento. Conhecereis a verdade

e

havereis de desvenda-lo. Encontre a sabedoria profundamente enterrada e seja

um mestre (tenha domínio sobre) das trevas e da LUZ.

Profundo são os mistérios em torno e DENTRO de ti, escondido estão os velhos segredos. Procure pelas CHAVES na minha sabedoria. Certamente vós ireis encontrar o caminho. A porta de entrada para esse poder é secreta, mas aquele que atinge a meta a receberá. Olhe para a luz! Oh meu irmão. Abra e recebereis.

Bata e abrir-se-lhe-á, procure e encontrareis. Se apresse pelo vale da

escuridão. Supere o morador (do Umbral) da noite. Mantenha sempre os teus olhos fixos buscando pela LUZ, e finalmente tu serás UNO com a LUZ.

O homem está em processo de mudança para formas que não são deste mundo. Cresce ele desde o plano do informe, um plano que esta um ciclo acima (do nosso). Sabeis vós, que deveis tornar-se disforme antes de estar com a luz.

Ouvi, oh homem, a minha voz, indicando o caminho para a Luz, mostrando o caminho de realização quando sereis UNO com a Luz.

Pesquisai (ESTUDE, DEDIQUE-SE) vós os mistérios do coração da Terra. Saiba da lei que existe, segurando as órbitas das estrelas e planetas em seu caminho pela força da “névoa” (Éter-Energia) primordial. Buscai a chama da vida da Terra. Banhe-se na radiância de sua chama. Siga o caminho de três (do Triângulo) pontas até que tu, também, brilhe como uma chama.

pontas até que tu, também, brilhe como uma chama.  Fales tu com palavras sem usar

Fales tu com palavras sem usar a voz (o SOM do SILÊNCIO) para aqueles que habitam abaixo. Entre no templo da LUZ AZUL e banhe-se no fogo de toda a vida.

Saiba, ó homem (e mulher), que és complexo, és um ser da terra e do fogo. Que a tua chama brilhe intensamente. Que tu sejas apenas o fogo.

A sabedoria está escondida na escuridão. Quando tu fores iluminado pela chama da tua própria Alma, tu encontrarás a sabedoria e serás um novo ser, um nascido da LUZ, tu serás um Sol da LUZ SEM FORMA. Busquem cada vez mais pela sabedoria.Procure no coração da chama. Saiba que só através do teu PRÓPRIO ESFORÇO a luz ILUMINARÁ O TEU CÉREBRO e ALMA. Agora que tenho falado com sabedoria, ouça a minha voz e obedeça. Rasgue os véus da escuridão (Maya, a ilusão da matéria, a ignorância). ACENDA a tua LUZ e ilumine o teu próprio caminho.

Eu falo da antiga Atlântida, falo dos dias do Reino das Sombras, falo da vinda dos filhos das sombras (DARKNESS BROTHERHOOD A Irmandade das Trevas). Para fora do grande abismo eles foram CHAMADOS, pela sabedoria contaminada dos homens (da classe sacerdotal) da Terra de

Atlântida, chamados com o propósito de ganharem (os sacerdotes) um grande poder.

Longe no passado antes de Atlântida existir, homens havia que mergulharam na escuridão, usando magia negra, clamando pelos seres da escuridão do grande abismo abaixo de nós. Eles se apresentaram, atendendo ao CHAMADO e vieram para este ciclo. Eles eram sem forma e de outra vibração, existentes desapercebidos pelos homens, as crianças da Terra. Somente através do sangue eles poderiam criar seres. Apenas através do homem eles poderiam viver na Terra.

Em épocas passadas, eles foram conquistados pelos Mestres, impulsionados para baixo, do lugar de onde vieram. Mas alguns houve que permaneceram, escondidos em espaços e planos (de consciência) desconhecidos para o homem. Eles viveram em Atlântida como sombras, mas às vezes eles apareceram entre os homens. Sim, quando o sangue (do sacrifício humano, no final de Atlântida) foi oferecido, pois eles vieram para habitar entre (e escravizar) os homens.

Ocupando a aparência e a forma (o corpo) do homem eles estão entre nós, mas apenas na aparência eles são como os homens. Com cabeça de serpente eles são vistos quando o glamour (disfarce) é levantado, mas eles ainda aparecem como homens entre os homens. Rastejando eles penetram nos conselhos, tomando aparência que são semelhante aos homens. Matando e eliminando por suas artes mágicas os chefes dos reinos e os governantes, assumindo os seus corpos e governando e escravizando no seu lugar (os reptilianos que controlam todos os políticos CORRUPTOS). Só pela magia eles poderiam ser descobertos. Somente por meio do som poderia ser vista sua VERDADEIRA aparência. Desde o Reino das sombras eles surgiram e vieram para destruir o homem e governar em seu lugar.

 Mas, sabei, os Mestres da IRMANDADE DA LUZ eram poderosos com a magia, capazes

Mas, sabei, os Mestres da IRMANDADE DA LUZ eram poderosos com a magia, capazes de levantar o véu da face da serpente para expô-las, capazes de mandá-los de volta ao seu lugar nas trevas. Os Mestres vieram até os homens e lhe ensinaram o segredo, a PALAVRA que só um homem pode pronunciar. Em seguida, e rapidamente, eles levantaram o véu da serpente e lançaram-nos a partir do mundo dos homens, aqui na Terra.

No entanto, cuidado, a serpente ainda vive em um lugar que está aberto às vezes para o nosso mundo. Sem serem vistos eles ainda andam entre vós homens, em locais onde os ritos foram decretados. Novamente, na medida em que o tempo flui para a frente eles devem assumir a aparência de vós homens.

Que eles possam ser chamados pelo Mestre, aquele que conhece o branco ou o preto (A LUZ e as TREVAS), mas apenas o Mestre da Fraternidade Branca pode controlar e imobilizá-los enquanto eles estão na carne como homens.

Não busque pelo reino das sombras, pois o mal certamente irá te aparecer. Por que apenas um mestre da LUZ pode conquistar as sombras do medo.

Não sabeis vós, ó meus irmãos, que o medo é um obstáculo muito grande para a evolução. Sejais mestres de tudo na LUZ, a sombra vai desaparecer em

breve. Ouvi e cuidai da minha sabedoria, a voz da LUZ é clara e límpida. Não procurem pelo vale das sombras e da morte, que então a LUZ vai aparecer.

Ouvi, oh homens, a profundidade da minha sabedoria. Eu falo do conhecimento e da sabedorias escondidos do homem. Longe eu estive em minha viagem através do espaço-tempo, até ao fim do espaço deste ciclo eu fui. Sim, eu vislumbrei os guardiões da Barreira, de emboscada esperando por aqueles que iriam até os seus limites chegarem. Nesse espaço onde não existe tempo, fracamente eu senti a presença dos guardiões dos ciclos. Eles se movem apenas através de ângulos (retas). Livres eles não estão das dimensões curvas (Círculos).

Estranhos e terríveis são os guardiões da barreira. Eles seguem a consciência dos limites do espaço. Não pense em escapar, entrando no seu corpo, eles são rápidos em seguir as almas através dos ângulos. Apenas um círculo vai dar proteção a vós, salva-los das garras dos moradores EM ângulos.

Certa vez, em um tempo há muito no passado, aproximei-me da grande Barreira, e vi nas margens onde não existe tempo, as formas disformes dos guardiões da barreira. Sim, me escondendo em meio além do tempo eu encontrei- os; e eles, me farejando de longe, levantaram a si mesmos e deram um grito de como de um sino que podia ser ouvido de ciclo para ciclo e que se espalhou através do espaço em direção à minha alma.

se espalhou através do espaço em direção à minha alma.  Eu, então, fugi rápido antes

Eu, então, fugi rápido antes deles me encontrarem, de volta do impensável final do tempo. Mas eles sempre me perseguiram, movendo-se em ângulos estranhos não conhecidas pelo homem. Sim, às margens cinzentas do Fim do tempo-espaço eu descobri que os guardiões da Barreira, arrebatam a alma dos que tentam alcançar o além.

Eu fugi me utilizando de círculos para voltar para o meu corpo. Eu fugi, rápido pois eles me seguiram. Sim, atrás de mim os devoradores de alma me perseguiram, buscando através de seus ângulos para devorar minha alma.

Sim, saibam oh homens, que as Almas que se atreverem a alcançar a Barreira podem ser mantidas em cativeiro pelos guardiões de além do tempo, presas até que este ciclo esteja completado e deixadas para trás quando a consciência permitir.

Eu voltei e entrei em meu corpo. Criando os círculos que não possuem ângulos (arestas), criados da forma que a partir de minha aparência foram formados. Coloquei o meu corpo dentro de um círculo e me liberei dos guardiões, os perseguidores nos cíclos de tempo. Mas, mesmo assim, quando eu estava livre de meu corpo, com cautela devo me mover, não através dos ângulos, pois a minha alma poderá ser aprisionada.

Não sabeis vós, os guardiões da Barreira se movem apenas através de ângulos e nunca através de curvas de espaço. Apenas se movendo através de curvas de espaço-tempo podereis escapar deles, porque em ângulos eles vão te perseguir. O homem, acatem o meu alerta; procurem não quebrar os portais para o além. Poucos existem que conseguiram atravessar a barreira e ir à LUZ maior que brilha mais além. Pois sabeis que mesmo os moradores da Barreira buscam sempre essas almas se mantendo em sua perseguição.

Ouça, ó homem, e acate o meu alerta; buscai não se mover em ângulos mas sim pelas curvas, E se, enquanto livre de teu corpo, embora ouvires o som como um uivo de um cão, mas soando como o som de um sino através do teu ser, fuja de volta para o teu corpo através dos círculos, não penetre mais no meio da névoa.

Quando, pois, vós voltares para a forma (o corpo) em que tens habitado, usais a cruz e o círculo combinados. Abre a tua boca e use a tua VOZ (o Poder do Verbo, do decreto). Pronuncie a palavra e serás livre. Somente àqueles que de LUZ estiver preenchido pode esperar passar pelos guardiões do caminho. E, em seguida, ele então deve se mover através de curvas e ângulos estranhos que são enviados na direção que o homem não conhece.

Ouça, ó homem, e preste muita atenção ao meu aviso: Não tente passar pelos guardiões no caminho. Em vez disso tente ampliar a tua própria LUZ e fique pronto e com conhecimento para passar no caminho.

A LUZ é o teu fim último, ó meu irmão. Procure e encontrarás sempre pela LUZ no teu caminho.

“E para quem busca honesta e dedic adamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”.

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma. Em breve elas estarão sendo publicadas no blog.

Tábuas anteriores em:

As Tábuas de Esmeralda de Thoth (09):

A Chave da Liberdade do Espaço

Posted by Thoth3126 on 25/09/2015

da Liberdade do Espaço Posted by Thoth3126 on 25/09/2015 I NTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das

INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH:

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade.

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

Por Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA: TÁBUA 09 A Chave da Liberdade do Espaço

No “silêncio dos sentidos” humanos encontra-se a chave para a revelação da sabedoria. Quem muito fala nada sabe, quem sabe não fala. O maior conhecimento é indescritível, pois ela, a SABEDORIA, existe como uma entidade (a sagrada Sophia) em vias que transcendem todas as palavras ou símbolos materiais.

Todos os símbolos, são chaves para as portas que conduzem às verdades, e muitas vezes a porta não está aberta porque a chave parece ser tão grande que as coisas que estão além da porta não são visíveis. Se nós podemos compreender que todas as chaves, todos os símbolos materiais são manifestações, são apenas extensões de uma grande lei e da própria verdade, vamos começar a desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu.

desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu. “Eu reuni, então, o meu povo,

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o

Existe uma chave REAL e uma FECHADURA que deve ser aberta por essa chave. A chave é o nosso intelecto, que devemos usar para pesquisar a respeito da verdade, que só será desvelada para nós quando abrirmos a fechadura de nosso CORAÇÃO, usando a chave correta, pois então teremos aberto a PORTA ESTREITA. Passar para o outro lado do véu de Maya será outra decisão que teremos que tomar. Não basta apenas ABRIR A PORTA!!

Todas as coisas em todos os universos se movem de acordo com a lei, e a lei que regula o movimento dos planetas, dos sistemas solares, das galáxias e dos universos não é mais imutável do que a lei que regula a expressão material do homem:

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. Segundo Princípio de Hermes (Thoth/Mercúrio), o princípio da Correspondência em ”AS TÁBUAS DE ESMERALDA”. “Verum sine mendacio, certum et verissimum: Quod est inferius est sicut quod est superius, et quod est superius est sicut quod est inferius” (É verdade, sem mentira, certo e muito verdadeiro: O que

está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo.)

Uma das maiores de todas as leis cósmicas é aquela que é responsável pela formação do homem como um ser material. O grande objetivo das escolas de mistério de todas as eras e culturas tem sido o de revelar o funcionamento da Lei que conecta o homem material (ilusão) e o homem espiritual (Realidade). O elo de ligação entre o homem material e o homem espiritual é o homem intelectual, pois a mente participa de ambas as qualidades materiais e imateriais. O aspirante a ter um maior conhecimento

“deve desenvolver o lado intelectual de sua natureza e assim reforçar a sua vontade que é capaz de concentrar todos os poderes de seu ser em, e no plano que ele deseja”.

A grande procura pela luz, vida e amor só começa no plano material. Levado ao seu fim, o seu objetivo final é a união completa com a consciência universal. A fundação no material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização do potencial espiritual.

A fundação no material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Nas páginas seguintes, na tradução e interpretação das Tábuas de Esmeralda e dos seus segredos, significados ocultos, místicos e esotéricos, ocultos nas palavras de Thoth estão muitos significados que não aparecem na superfície. A Luz dos conhecimentos ocultos trazidos à baila pelas Tábuas de Esmeralda abrirá muitas novas áreas do pensamento do leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento.

Leia e seja sábio”, mas apenas se a luz da sua própria consciência despertar na compreensão profunda que é uma qualidade inerente à sua própria alma“.

Na “Tríplice Luz” … Dr Doreal

Tradução e Interpretação por Doreal. Originalmente publicado em forma mimeografada na década de 1930 por um misterioso “Dr. Doreal,” estes escritos rapidamente se tornaram uma sensação subterrânea entre esotéricos e ocultistas da época. O Tablete 13/01 faz parte do trabalho original; os tabletes 14 e 15 são suplementares. Ninguém jamais viu as TÁBUAS originais mencionados aqui, e com toda a probabilidade, esses escritos seriam consideradas material canalizado hoje.

No entanto, as TÁBUAS DE ESMERALDA de Thoth, o rei e sacerdote Atlante ainda fazem parte do moderno Corpus Hermeticum, pois elabora, amplia e aprofunda o significado histórico das Tábuas de Esmeralda e os escritos de Thoth / Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos…

Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos… As Tábuas de Esmeralda de Thoth (09): A

Ouvi, oh homem, sim, ouvi a minha voz, ensinando sobre a Sabedoria da Luz neste ciclo; sim, ensinando como banir a escuridão, ensinando como trazer LUZ na tua vida.

Buscai, ó homem, como um dom, encontrar o grande caminho que conduz à vida eterna. Te mantenhas distante do véu da escuridão. Procures tornar-se uno com a luz para iluminar o mundo. Faça a si mesmo um recipiente para a LUZ, um foco para a SOL deste espaço tempo (sistema solar) local.

Levantes tu os teus olhos para o Cosmos. Levantes tu os teus olhos e contemple a LUZ. Fales com as palavras do Morador (dos Salões do Amenti), o canto que atrai para baixo a LUZ. Cantes tu a canção da liberdade. Que tu cantes a música da TUA alma. Criará alta vibração que fará de ti unificado com o todo. Misture tudo de ti mesmo com o Cosmos. Cresça unificado com a LUZ. Sejas tu um canal que traz a ORDEM, um caminho aberto para a LEI (Dharma) atuar no mundo.

Tua LUZ, ó homem, é a grande LUZ, brilhando através das sombras da carne. Livre deves tu subir a partir da escuridão da matéria, perante tu esta a unificação com a LUZ.

As sombras das trevas te cercam. A vida te enche com seu fluxo sagrado. Mas saiba, ó homem, tu deves erguer-te da matéria, das trevas, e deixar teu corpo ir, agora deves acessar os outros planos (de consciência) que te cercam e verás que somos UNOS contigo.

Olhe ao redor de ti, ó homem. Veja tua luz refletida. Sim, mesmo na escuridão em torno de ti, tua LUZ se derrama através do véu das trevas da matéria.

Procure por sabedoria sempre. Não seja traído pelas necessidades do teu corpo. Mantenhas-te no caminho das ondas de LUZ. Abandone o caminho escuro das trevas. Saiba que a sabedoria é duradoura. Ela existe desde que a ALMA do TODO começou, criando a harmonia (do Cosmos) pela Lei que existe no caminho.

 Ouça, ó homem, os ensinamentos da sabedoria. Escute a voz que fala do tempo

Ouça, ó homem, os ensinamentos da sabedoria. Escute a voz que fala do tempo passado. Sim, eu te darei do conhecimento esquecido, falarei da sabedoria escondida desde tempos há muito passados, perdidos no meio da escuridão em torno de mim e de ti.

Sabeis, ó homem, vós sois o final de todas as coisas. Só o conhecimento deste fato

é o que foi esquecido, perdido quando o homem foi lançado no cativeiro da

matéria, amarrado e acorrentado pelas cadeias da escuridão das trevas.

Há muito, muito tempo atrás, eu abandonei a necessidade de ter um corpo.

Livre Eu vaguei através da vastidão do éter, circundei os ângulos que aprisionam

o homem em seu cativeiro. Não sabeis vós, ó homem, vós sois somente um

espírito. O corpo não é nada (é ilusão). A Alma é TUDO (é real, imortal e eterna). Não deixe o teu corpo ser uma prisão. Liberte-se da escuridão e viaje na LUZ. Liberte-se de teu corpo, ó homem, e seja livre, verdadeiramente uma LUZ que é una com a LUZ.

Quando estiveres livre dos grilhões da escuridão das trevas para viajar pelo espaço, como um SOL de LUZ, então sabereis que o espaço não é sem limites, mas que é realmente limitado por ângulos e curvas. Não sabeis vós, ó homens, que tudo o que existe é apenas um aspecto de coisas maiores que ainda estão por vir (a ser, a existir). A matéria é fluida (é energia) e flui como um rio, constantemente mudando de uma (um estado) coisa para outra.

Todo o conhecimento, através dos séculos e eras, sempre existiu; nunca foi alterado, embora fosse enterrado profundamente na escuridão; nunca foi perdido, embora fosse esquecido pelo homem.

Saiba que por todo o espaço habitareis e que “OUTROS” (outras civilizações extraterrestres) tão grande quanto a vossa também coabitam, vivendo entrelaçados através do coração da matéria, ainda que separados cada um em seu próprio espaço (em infindáveis sistemas solares e planetas).

Uma vez em um tempo há muito esquecido, Eu THOTH, abri a porta, e penetrei através de outros espaços e aprendi os segredos OCULTOS neles. Profundamente na essência da matéria existem muitos mistérios OCULTOS.

na essência da matéria existem muitos mistérios OCULTOS.  Nove são as dimensões interligadas, e nove

Nove são as dimensões interligadas, e nove são os ciclos de espaço. Nove são as difusões de consciência, e Nove são os mundos dentro de mundos. Sim, NOVE SÃO OS SENHORES DOS CICLOS que vêm de cima e de baixo.

O espaço é preenchido com os escondidos, e o espaço é dividido pelo tempo. Buscai a chave para o espaço-tempo, e havereis de abrir o portão. Sabei que ao longo do espaço-tempo a consciência certamente existe. Apesar de nosso conhecimento que está oculto, ainda assim ele sempre existe.

A chave para acessar os mundos dentro de ti são encontrados somente dentro de ti mesmo. Pois o homem é a porta de entrada do mistério e é a chave que o unifica com o UNO.

Buscai dentro do círculo. Use a palavra que eu darei. Abra a porta de acesso para dentro de ti mesmo, e, certamente, tu, também, viverás. Homens, pensais que vós estais vivos, mas saiba que é uma vida dentro da morte (das trevas). Porque assim como é tão certo como estais vinculado ao teu corpo, para você não existe vida. somente a alma é livre do espaço-tempo, ela que possui a vida que é realmente uma vida. Tudo o mais é apenas uma servidão, um grilhão do qual se deve ser livre.

Não penses tu que o homem é nascido da terra, embora ele nasça seu corpo da terra, que a ela pertence (o corpo). O homem é espírito de luz-nascido. Mas, sem saber isso, ele nunca poderá ser livre. A escuridão envolve o da LUZ nascido. As trevas aprisionam a alma. Só quem está buscando pela LUZ e sua redenção pode ter a esperança de ser livre.

As sombras em torno de ti estão caindo, a escuridão preenche todo o espaço. Brilhe, oh ALMA, a LUZ do homem. Preencha tu a escuridão do espaço ao teu redor.

Todos vós sois filhos da grande LUZ. Lembrem-se disso e sereis livres. Não fiqueis imersos nas sombras. Desabroche e brilhe intensamente diante da escuridão da noite, Que a tua alma seja LUZ, oh nascido do sol, preenchido de glória da LUZ, livre dos grilhões das trevas, uma alma que é UNA com a LUZ.

dos grilhões das trevas, uma alma que é UNA com a LUZ.  Tu és a

Tu és a chave para toda a sabedoria. Dentro de ti está todo o tempo e espaço. Não vivas em servidão à escuridão. Que tu sejas livre, uma LUZ brilhando na escuridão da noite.

Grande Luz que preenche todo o Cosmos, derrame-se totalmente sobre o homem. Faça do seu corpo uma tocha de LUZ que nunca se apaga entre os homens. Muito tempo no passado, Eu busquei pela sabedoria, por conhecimento desconhecido pelo homem mundano. Distante no passado, eu perambulei, para o espaço de tempo em que houve o começo de tudo. Procurando pelo conhecimento que eu já sabia, para adicionar a sabedoria que eu conhecia. No entanto, apenas encontrei, que o futuro detêm a chave para a sabedoria que eu imaginei existir.

Para baixo, para os Salões do Amenti eu viajei, pelo maior conhecimento buscando. Pedindo aos nove SENHORES dos CICLOS, para que me encaminhassem para a sabedoria que eu procurava. Fui questionado pelos SENHORES com esta pergunta: Onde está a fonte do TODO? Respondeu, em sons que eram poderosos, a voz do Senhor dos NOVE: “Liberte a tua ALMA do teu corpo e venha comigo para a LUZ”.

Imediatamente abandonei o meu corpo, eu era uma chama brilhando na escuridão. Então eu fiquei perante o SENHOR dos Ciclos, o NOVE, banhado no fogo da vida. Em seguida eu fui apreendido por uma força, grande e poderosa

além do conhecimento do homem. Fui então projetado para o vasto abismo através de espaços desconhecidos para o homem.

Eu vi a moldagem da Ordem do caos e dos ângulos da noite. Eu vi a LUZ primeva da Ordem e ouvi a voz da LUZ. Eu vi a chama do Abismo, criando e lançando adiante a Ordem e a LUZ. Vi a Ordem primeva surgir a partir do caos informe. Eu Vi a Luz criando e dando origem à vida.

Então eu ouvi uma voz. “Ouça e entenda. A chama é a fonte de todas as coisas, contendo todas as coisas na sua potencialidade. A Ordem que enviou a luz é a Palavra e desta Palavra a Vida surge e tudo e todos vem à existência”.

E mais uma vez falou a voz dizendo: “A VIDA em ti é a Palavra. Encontre tu a vida dentro de ti mesmo e terás poderes para o uso da palavra”.

de ti mesmo e terás poderes para o uso da palavra”.  Um longo tempo eu

Um longo tempo eu assisti a Luz da Chama, se derramando desde a Essência do Fogo, percebendo a VIDA, mais a Ordem e que o homem é UNO com o fogo.

Eu voltei para o meu corpo, novamente me encontrei com o Senhor dos Ciclos, o NOVE, e novamente ouvi sua voz vibrar com os poderes que ele falou: “Sabei, oh Thoth, que a VIDA não é senão a PALAVRA do fogo. A VIDA que buscais esta diante de ti, é a PALAVRA que age no Mundo como um incêndio. Buscai o caminho para a palavra e os seus poderes certamente serão teus”.

Em seguida, eu perguntei ao NOVE: Oh Senhor, mostra-me o caminho. me indique o caminho para a sabedoria. Mostre-me o caminho para obter a

PALAVRA. Ele então respondeu-me, o SENHOR dos nove: “Através da ORDEM, havereis de encontrar o caminho. Tu vistes que a palavra surge do Caos? (FAÇA- SE A LUZ…) Tu não vistes que a luz veio do fogo?”

“Procure na tua vida pela ORDEM. Equilibre e ordene a tua vida. Termine com todo o caos das tuas emoções e terás um propósito na VIDA. A ORDEM emerge do Caos e te trará a palavra vinda diretamente da FONTE, junto com o

poder dos ciclos, e fará da tua alma uma força que o livre arbítrio estenderá através dos tempos, como um SOL perfeito oriundo da Fonte”.

ouvi a voz e profundamente agradeci as palavras em meu coração. Por todo

Eu

o

sempre eu tenho buscado pela Ordem que eu poderia traduzir na

palavra. Saiba que aquele que a alcançar (atingir) deverá sempre estar em ordem (equilíbrio) a fim de poder usar da PALAVRA.

Escutai essas palavras, ó homem. As considere como parte essencial da tua vida e as deixe assim ser. Buscai conquistar esta ordem e UNO com a palavra (o VERBO) tu serás.

Faça todo o teu esforço possível para ganhar LUZ na senda da vida. Procure ser UNO com a LUZ do SOL. Procure ser apenas LUZ. Mantenha firme o teu pensamento na UNICIDADE da luz com o corpo do homem. Saibam que tudo esta em Ordem no caos nascido da LUZ.

homem. Saibam que tudo esta em Ordem no caos nascido da LUZ. “E para quem busca

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”.

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da

INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH: Nas páginas seguintes, são

INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH:

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade.

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

Por Thoth3126@protonmail.ch

As DOZE “TÁBUAS de ESMERALDA” de THOTH, o Rei-Sacerdote de ATLÂNTIDA E CRIADOR DA ANTIGA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA: TÁBUA 10 A Chave do Tempo

No “silêncio dos sentidos” humanos encontra-se a chave para a revelação da sabedoria. Quem muito fala nada sabe, quem sabe não fala. O maior conhecimento é indescritível, pois ela, a SABEDORIA, existe como uma entidade (a sagrada Sophia) em vias que transcendem todas as palavras ou símbolos materiais.

Todos os símbolos, são chaves para as portas que conduzem às verdades, e muitas vezes a porta não está aberta porque a chave parece ser tão grande que as coisas que estão além da porta não são visíveis. Se nós podemos compreender que todas as chaves, todos os símbolos materiais são manifestações, são apenas extensões de uma grande lei e da própria verdade, vamos começar a desenvolver a visão que nos permita penetrar além do véu.

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos

“Eu reuni, então, o meu povo, e entramos na GRANDE NAVE do Mestre. Nos elevamos numa manhã escura, abaixo de nós estava o

Existe uma chave REAL e uma FECHADURA que deve ser aberta por essa chave. A chave é o nosso intelecto, que devemos usar para pesquisar a respeito da verdade, que só será desvelada para nós quando abrirmos a fechadura de nosso CORAÇÃO, usando a chave correta, pois então teremos aberto a PORTA ESTREITA. Passar para o outro lado do véu de Maya será outra decisão que teremos que tomar. Não basta apenas ABRIR A PORTA!!

Todas as coisas em todos os universos se movem de acordo com a lei, e a lei que regula o movimento dos planetas, dos sistemas solares, das galáxias e dos universos não é mais imutável do que a lei que regula a expressão material do homem:

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”. Segundo Princípio de Hermes (Thoth/Mercúrio), o princípio da Correspondência em ”AS TÁBUAS DE ESMERALDA”. “Verum sine mendacio, certum et verissimum: Quod est inferius est sicut quod est superius, et quod est superius est sicut quod est inferius” (É verdade, sem mentira, certo e muito verdadeiro: O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo.)

Uma das maiores de todas as leis cósmicas é aquela que é responsável pela formação do homem como um ser material. O grande objetivo das escolas de mistério de todas as eras e culturas tem sido o de revelar o funcionamento da Lei que conecta o homem material (ilusão) e o homem espiritual (Realidade). O elo de ligação entre o homem material e o homem espiritual é o homem intelectual, pois a mente participa de ambas as qualidades materiais e imateriais. O aspirante a ter um maior conhecimento

“deve desenvolver o lado intelectual de sua natureza e assim reforçar a sua vontade que é capaz de concentrar todos os poderes de seu ser em, e no plano que ele deseja”.

A grande procura pela luz, vida e amor só começa no plano material. Levado ao seu fim, o seu objetivo final é a união completa com a consciência universal. A fundação no material é o primeiro passo, depois vem o objetivo mais elevado de realização do potencial espiritual.

mais elevado de realização do potencial espiritual. As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas)

As Tábuas de Esmeralda consistem de doze estelas (placas) de cor verde- esmeralda, formadas a partir de uma substância criada por transmutação alquímica. São imperecíveis, indestrutíveis e resistentes a todos os elementos e substâncias. Com efeito, a estrutura atômica e celular é fixa, nenhuma mudança aconteceu desde que elas foram criadas e nelas gravado o ensinamento sagrado. Sobre elas estão gravados caracteres na antiga língua atlante: caracteres que respondem às ondas de pensamento em harmonia, sintonia, liberando o conhecimento da vibração mental associado na mente do leitor.

Nas páginas seguintes, na tradução e interpretação das Tábuas de Esmeralda e dos seus segredos, significados ocultos, místicos e esotéricos, ocultos nas palavras de Thoth estão muitos significados que não aparecem na superfície. A Luz dos conhecimentos ocultos trazidos à baila pelas Tábuas de Esmeralda abrirá muitas novas áreas do pensamento do leitor e estudante honesto na busca pelo autoconhecimento.

Leia e seja sábio”, mas apenas se a luz da sua própria consciência despertar na compreensão profunda que é uma qualidade inerente à sua própria alma“.

Na “Tríplice Luz” … Dr Doreal

Tradução e Interpretação por Doreal. Originalmente publicado em forma mimeografada na década de 1930 por um misterioso “Dr. Doreal,” estes escritos rapidamente se tornaram uma sensação subterrânea entre esotéricos e ocultistas da época. O Tablete 13/01 faz parte do trabalho original; os tabletes 14 e 15 são suplementares. Ninguém jamais viu as TÁBUAS originais mencionados aqui, e com toda a probabilidade, esses escritos seriam consideradas material canalizado hoje.

No entanto, as TÁBUAS DE ESMERALDA de Thoth, o rei e sacerdote Atlante ainda fazem parte do moderno Corpus Hermeticum, pois elabora, amplia e aprofunda o significado histórico das Tábuas de Esmeralda e os escritos de Thoth / Hermes Trismegistos, mais tarde Mecúrio para os romanos…

Hermes Trismegistos, mais tard e Mecúrio para os romanos… As Tábuas de Esmeralda de Thoth (10):

As Tábuas de Esmeralda de Thoth (10): A Chave do Tempo

Ouvi vós, ó homens. Aceitais a minha sabedoria. Saibam dos profundos mistérios ocultos no espaço. Saibam sobre o pensamento que cresceu no abismo, trazendo

a ordem e a harmonia ao espaço (à Criação).

Não sabeis vós, ó homens, que tudo que existe vem à existência só por causa

da Lei. Conhecereis a Lei e sereis livres, nunca se comprometam com os grilhões das trevas.

Distante, através de espaços estranhos, eu vaguei na profundidade do abismo do tempo, até que no final tudo me foi revelado. Não sabeis vós que o mistério é somente um mistério quando o seu conhecimento é desconhecido para o homem. Quando vos tiveres sondado o coração de todo o mistério,

o conhecimento e a sabedoria certamente serão teus.

Buscai e aprendereis que o tempo é o segredo pelo qual podereis estar livre deste espaço (nível de consciência).

Por muito tempo eu, a SABEDORIA, procurei pela sabedoria; sim, e devemos procura-la até o final da eternidade, para saber que nunca recuamos devemos nos deslocar para a meta que pretendemos atingir. Mesmo os (NOVE) senhores dos CICLOS sabem que ainda não atingiram à meta final. Mesmo com toda a sua sabedoria, eles sabem que a verdade sempre esta em expansão.

Certa vez, em um tempo há muito passado, eu falei com o morador dos Salões do Amenti. Perguntei-lhe sobre o mistério do tempo e do espaço. Fiz a pergunta que surgiu desde o âmago do meu ser, dizendo: Ó Mestre, o que é o TEMPO?

Então, o Mestre falou comigo:

“Não sabeis tu, ó Thoth, no início havia somente o VAZIO, o vácuo e mais nada, atemporal, sem espaço, no princípio nada havia. E no VAZIO, do nada veio um pensamento, intencional, onipenetrante, e ele preencheu o vazio. Não existia matéria, apenas uma única força, um movimento, um vórtice, ou vibração do pensamento intencional que preencheu o VAZIO”.

do pensamento intencional que preencheu o VAZIO”.  E eu questionei o Mestre, perguntando: “Esse

E eu questionei o Mestre, perguntando: “Esse pensamento é eterno?” E me respondeu o morador, dizendo:

“No início, havia o pensamento eterno, e para o pensamento ser eterno, o tempo deve existir. Assim, no pensamento onipenetrante, cresceu a LEI do TEMPO. Sim o tempo existe ocupando todo o espaço, flutuando em um movimento suave, rítmico que esta eternamente em um estado de fixação”.

“O tempo não muda, mas todas as coisas mudam com o tempo. Pois o tempo é a força que mantém os eventos separados, cada um em seu próprio e adequado lugar. O tempo não está em movimento, mas vós se moveis através do tempo como a sua consciência move-se a partir de um evento para outro”.

“Sim, pois o tempo ainda existe, apesar de tudo, como uma eterna ÚNICA existência. Saibas que, mesmo no momento em que sois separado, ainda assim estamos unidos ao UNO, em todos os momentos existentes”.

Cessou então a voz do morador, e eu parti para refletir sobre o tempo. Pois sabia eu que, nas suas palavras havia sabedoria e uma maneira de explorar os mistérios do tempo.

Frequentemente eu refleti sobre as palavras ditas pelo morador. Então eu procurei resolver o mistério do tempo. Descobri que o TEMPO se move através de ângulos estranhos. No entanto, apenas através dos círculos (ângulos) eu poderia esperar alcançar a chave que me daria acesso à compreensão do espaço- tempo. Eu então descobri que só se movendo para cima e mais uma vez, movendo- me para a ala direita eu poderia ficar livre do tempo do movimento.

Eu sai para fora de meu corpo, me transferi para dentro dos movimentos que me alteram com o tempo. Estranhas as visões que tive e que eu vi em minha viagem, muitos dos mistérios se abriram para que eu os visse. Sim, eu vi o início do homem, aprendi com o passado de que nada é realmente novo.

Buscai, ó homem, por aprender o caminho que conduz através dos espaços que são formados adiante no tempo.

Não te esqueças, ó homem, com toda as tuas forças buscai pela Luz que é o objetivo que haveis procurar alcançar com todas as tuas forças. Procure pela Luz em teu caminho e nunca mais para ti a meta permanecerá obscura.

caminho e nunca mais para ti a meta permanecerá obscura. Para a maioria, o tempo É

Para a maioria, o tempo É COMPLETAMENTE DESPERDIÇADO …

Não deixe o te coração se voltar para às trevas. Que a LUZ da tua ALMA brilhe

e seja um Sol no caminho. Sabei que o brilho eterno, sim, deve sempre encontrar

a

tua Alma abrigada na LUZ. Nunca agrilhoada, não vinculada às trevas, á

MATÉRIA, que ela resplandeça como um Sol da Luz.

Sim, saiba que embora escondida profundamente na escuridão (dentro do corpo material humano), a tua Alma é uma centelha, uma LUZ da chama da

verdade. Seja UNO com a maior de todas as luzes. Encontre na FONTE, o fim da tua meta.

A

luz é vida, pois sem a grande Luz nada pode existir. Não sabeis vós, que em

toda a matéria criada, no coração de tudo a Luz sempre existe. Sim, apesar de mergulhado na escuridão (da matéria), a Luz inerente sempre existiu.