Você está na página 1de 8

Ácaro

Ácaro

Cuidados para evitar os ácaros

Várias medidas devem ser tomadas, particularmente no quarto de


dormir:Devem ser eliminados os capachos e tapetes grossos. O
pavimento deve ser liso, por exemplo em madeira ou vinilo e
fácilmente lavável

As paredes devem ser lisas e o papel de parede deve ser retirado

Não usar reposteiros. Preferir cortinas simples e em material sintético

Preferir móveis lisos e pouco trabalhados para não acumularem pó

Não ter aparelhagens de música, televisão e computadores no quarto

Não guardar livros, discos, CD´s, brinquedos e bonecos de peluche no quarto de dormir

Cuidados a ter com a cama

Os ácaros instalam-se entre as fibras naturais e sintéticas. A lavagem frequente dos


lençóis não consegue eliminá-los.

Encontram-se principalmente nos colchões, seja qual for o material de que são feitos.
Os colchões velhos (mais de oito anos) constituem um problema, dado que no seu
interior se depositaram tantos ácaros e alergenos que é praticamente impossível a sua
eliminação.

Devem ser utilizados preferencialmente edredons de material sintético (não usar os de


penas) no lugar dos cobertores

Utilizar almofadas de espuma ou outro material sintético. Devem ser substituídas


periódicamente (por exemplo de 3 em 3 anos)

Evitar os lençóis de flanela, optando pelo algodão

Os cobertores felpudos não devem ser usados. Quando usar cobertores preferir os de
fibras sintéticas, e usar por cima deles uma coberta, colcha lisa ou edredon.

Os lençóis, fronhas da almofadas e edredons deve ser lavados a temperaturas superiores


a 60ºC, pois só assim é possível a remoção eficaz dos ácaros e das suas partículas.
A utilização de coberturas anti-ácaros para almofadas e colchões é considerado um
método muito eficaz na redução dos níveis de ácaros na cama e assim devem ser
recomendadas aos doentes alérgicos aos ácaros. No entanto, nem todas as coberturas
comercializadas possuem igual eficácia.

Cuidados na cozinha

Mantenha os alimentos bem fechados.

Mantenha a cozinha sempre bem ventilada e limpa especialmente panos de pratos e


armarios.

Um pano úmido com vinagre passado regularmente no chão e nas paredes, é um grande
desinfetante, barato e eficiente contra os acaros.

O ácaro que vive na cozinha também provoca as reações alergicas (dermatites, rinites e
asma) mas é bem diferente do encontrado nos outros ambientes da casa, (o acaro de
cozinha se alimenta de restos de comida).

Cuidados no banheiro

Mantenha o banheiro ventilado e seco

Elimine focos de infiltração e manchas de bolor

Coloque as toalhas diariamente para secarem ao sol e as troque duas vezes por semana.

Deixe os pacotes de algodão e cotonetes bem fechados.

Passe um pano úmido com vinagre (duas colheres de sopa de vinagre para cada litro de
água) na bancada, na privada, no chão e nas paredes.

Eliminação do pó: o uso do aspirador

O quarto de dormir é considerado como local de eleição para a limpeza do pó. No


entanto as outras dependências da casa não devem ser esquecidas, particularmente
aquelas onde os doentes alérgicos passam mais tempo.

A limpeza regular (pelo menos duas vezes/semana) e cuidadosa do quarto (pavimento,


tapetes, sofás, colchão e estrado) com aspirador é importante. Já a aspiração dos
capachos é pouco eficaz na redução dos ácaros que vivem no seu interior.

Os aspiradores com filtro HEPA (high efficiency particulate air) são mais eficazes que
os aspiradores clássicos na luta anti-ácaros e devem ser recomendados.

A utilização de aspiradores dotados de sistemas de lavagem a água ou a vapor de água,


que nalguns casos podem também utilizar acaricidas e/ou detergentes tem apresentado
resultados divergentes.

Medição
Os ácaros são os responsáveis pela maioria dos casos de rinite e asma alérgica perene,
tendo também um papel importante na dermite atópica.

A forma de "medir" a saúde de um local é através de exames microbióticos de placas de


"Petri", as quais são espalhadas pelo ambiente, ou então através de amostragem usando
um aparelho chamado Impínger. No entanto, para a realização de tal estudo é necessária
a ajuda de um profissional competente, o que leva ao aumento do custo. Assim, só é
feito em indústrias que precisam de um controle rigoroso do ar.

A utilização do aparelho chamado "Sterilair" é uma outra maneira de se combater os


ácaros, sendo que o problema apresentado por este método é a área do local. Isto é,
dependendo do ambiente será necessário mais de um destes aparelhos para que se
chegue ao resultado desejado.

Fonte: www.cecae.usp.br

Ácaro

Os Ácaros fazem parte do nosso dia !

Ácaro

O que são bactérias ?

Micro-organismo primitivo unicelular que se multiplica muito rápido (pode dobrar sua
quantidade a cada 20 minutos) que causa mal odor e algumas doenças. O mal cheiro
verificado em tecidos úmidos são devido a proliferação rápida de bactérias.

O que são fungos ?


Mais complexos que bactérias, e existem como filamentos ou na forma unicelular
(germes). Causam manchas escuras e mal odor. Também conhecido popularmente como
mofo. Se reproduzem por esporos, tipos de sementes que ficam em suspensão e podem
causar alergias se inalados. Seu ciclo de crescimento é de 7 dias. a

O que são ácaros?

Os ácaros do pó da casa são considerados em todo o mundo, particularmente nos países


ocidentais e industrializados, como a principal causa de alergias do aparelho
respiratório.

O ciclo de vida é de 2 a 3,5 meses e o seu habitat é doméstico especificamente nas


fibras naturais como nos carpetes, tapetes e roupas de cama. A temperatura e umidade
são igualmente importantes e justamente nos climas tropicais as condições são as mais
favoráveis (temperatura entre 10-32 Celsius e umidade relativa entre 60-70%) para o
seu desenvolvimento.

Alguns ácaros são parasitas, mas os mais importantes para a patologia humana são
espécies de vida livre comumente encontrados na poeira de colchões, travesseiros,
móveis e pisos das casas. Seu desenvolvimento é favorecido pela umidade relativa do ar
(ótima em torno de 75%), pela reduzida ventilação e o acúmulo de poeiras.

Os ácaros não transmitem qualquer tipo de doença.

Contudo, a exposição (sobretudo através das vias respiratórias) a determinadas proteínas


que existem no seu corpo e excrementos, pode causar o aparecimento de doenças
alérgicas

Algumas alergias respiratórias, como a asma e a rinite alérgica, bem como dermatites
alérgicas, podem ser provocadas por esses minúsculos ácaros ou por seus produtos
(dejetos, secreções, fragmentos de ácaros mortos, etc.). Quando encontrados no meio
ambiente, suspensos no ar com as poeiras, são inalados por pessoas que desenvolvem
reação de hipersensibilidade a tais materiais.

Nas habitações, os ácaros alimentam-se de escamas de pele humana e de animais.

Por dia, o homem perde 1g destes pedaços de pele. De acordo com alguns estudos
internacionais, a presença de 500 indivíduos por grama de poeira é suficiente para
causar crise alérgica numa pessoa, com sintomas como a falta de ar.

"A concentração de 100 ácaros por grama de poeira já é o bastante para provocar
alergia, embora não gere crise".

Picadas de ácaros
As infestações por ácaros são muito comuns. Por exemplo, a que é provocada por
Tunga penetrans (que origina uma erupção que provoca prurido intenso e é causada por
larvas do ácaro localizadas por baixo da pele), pela sarna e por outras afecções.
A gravidade dos efeitos sobre os tecidos que rodeiam a picada é muito variável.
As infestações por ácaros são tratadas aplicando cremes que contenham permetrina ou
uma solução de lindano.

Depois do tratamento com permetrina ou lindano, em determinados casos são utilizadas


pomadas com corticóides durante alguns dias, com o fim de aliviar o prurido
(comichão) até que todos os ácaros tenham sido eliminados.

Esconderijo

Os estudos concluíram, ser impossível livrar as residências desses animais


microscópicos, responsáveis pelo surgimento ou agravamento de alergias respiratórias
no homem. Segundo os pesquisadores, porém, é recomendável a adoção de práticas
higiênicas capazes de reduzir a população desses parentes do carrapato, minimizando
assim os problemas de saúde que eles podem causar.

O colchão, objeto com o qual as pessoas mantêm um contato mais prolongado no


ambiente doméstico, é o local onde existe a maior concentração de ácaros em uma casa.
De fato, passamos um terço de nossas vidas na cama, deixando lá resíduos de pele,
numa temperatura sempre aconchegante, e transpirando, gerando alta umidade... É
TUDO O QUE O ÁCARO PRECISA PARA SOBREVIVER CONTINUAMENTE !
Após 6 anos de uso de um mesmo travesseiro, 10% de seu peso é constituído de ácaros
e fezes de ácaro! Em um colchão com 10 anos, estima-se que vivam 1 trilhão de ácaros!
O que mais chamou a atenção dos pesquisadores foi o fato de o colchão ser o predileto
dos acarídeos. "A concentração de ácaros na parte de baixo do colchão, que fica em
contato com o estrado, é três vezes maior do que na de cima".

Em seguida, no ranking de preferência dos bichinhos, aparecem:

• o sofá,
• o tapete
• a dispensa
• e a cortina

Eles se alimentam normalmente de fungos e das escamas da pele humana. Uma pessoa
adulta libera algo como cinco gramas de escamas por semana, um banquete e tanto para
os bichinhos.

Os pisos frios são mais saudáveis que carpetes?


Erroneamente se afirma pisos frios não causam alergias. A verdade é que carpetes são
mais saudáveis do que pisos frios e duros, porque eles, pelo menos retém as fezes que
ficam em suspensão em menor número! Superfícies duras permitem que as fezes fiquem
em circulação constantemente!

Como evitar!

Tenho alergia aos ácaros do pó da casa. Será possível diminuir a exposição aos ácaros?
A diminuição do número de ácaros no interior da casa, é um factor decisivo no
tratamento do doente alérgico ao pó da casa. O combate a estes animais deverá incidir
primáriamente no quarto de dormir e depois, tanto quanto possível, estender-se ao resto
da casa.
Algumas medidas trazem bons resultados.

Desumidificação do ambiente, quer pela ventilação ampla dos locais, quer por meio de
aparelhos desumidificadores ou aparelhos de ar condicionado, a diminuição da umidade
desfavorece o crescimento de fungos e ácaros.

Remoção freqüente da poeira, utilizando aspiradores de pó, lavagem do piso ou sua


limpeza com pano úmido.

Troca freqüente e lavagem de fronhas, lençóis , cortinas, roupas, toalhas, etc.

Uso de filtros no sistema de ventilação central, quando existente.

Utilização de colchões e travesseiros de espuma ou uso de coberturas de plástico para


colchões e travesseiros.

Utilização de coberturas anti-ácaros em poliuretano nos colchões, edredons e almofadas.

Rigorosa higiene pessoal e ambiental, inclusive dos animais domésticos (cuja presença
deve ser evitada no interior das habitações).

E mais...

Virar o colchão a cada 15 dias e envolvê-lo com uma capa emborrachada internamente,
fechada por zíper, são duas delas. Exposição ao ar e ao sol dos colchões, edredons e
almofadas.

Lavagem frequente a 60ºC dos colchões, edredons e almofadas.

Aspiração regular e frequente dos colchões e tapetes com aspiradores munidos de filtros
HEPA.

Ttratamento de colchões e tapetes com acaricidas

Remoção de capachos

Também é recomendável não usar tapetes e cortinas. No lugar das cortinas é preferível
optar por persianas plásticas.

Manter a casa sempre arejada e iluminada é indispensável para combater os ácaros.


Arejamento diário dos quartos. Além disso, é preciso que as pessoas mantenham os
alimentos bem fechados nas despensas e evitem fazer refeições na cama ou no sofá.

Lavagem semanal dos bonecos de pelos

Controle de animais domésticos.

Manutenção de uma atmosfera seca no interior das habitações (humidade relativa a 50 a


60 % e temperatura entre 18 e 20ºC)
Fonte: www.unicamp.br

Ácaro

Ácaro

Ácaro da poeira

Classe: Arachnida
Família: diversas
Nome vulgar: Ácaro da poeira

BIOLOGIA

Tamanho 0,05mm

Coloração Esbranquiçado

Postura 50 ovos durante a vida

Reprodução Sexuada

Pele descamada (seca), fibras de tecidos, pólen e


Alimentação
fungos presentes no ambiente

ABRIGOS

Colchões
Travesseiros
Tapetes
Carpetes
Cortinas
Roupas
Ambientes úmidos, etc.
PROBLEMAS RELACIONADOS AOS ÁCAROS

Alergias respiratórias e cutâneas promovidas pelas fezes dos ácaros e pela pele que
soltam quando sofrem muda. A muda, ou troca de pele, permite o crescimento do ácaro.

PREVENÇÃO

Consertar vazamentos
Abrir janelas nas horas mais quentes do dia
Usar desumidificadores
Usar capas para travesseiros e colchões confeccionados em tecido totalmente de
algodão, lavando-as periodicamente.

MÉTODOS DE CONTROLE

Higienizar o ambiente periodicamente


Eliminar carpetes, cortinas e tapetes
Abrir as janelas diariamente para permitir a entrada de sol
Não usar roupas de lã ou com pêlos
Evitar animais com pêlos dentro de casa

Fonte: www.pragas.com.br