Você está na página 1de 2

Jornal do Commercio - Política - Notícias - Sem espaço, Ciro ataca até... http://jc3.uol.com.br/jornal/2010/03/19/not_370298.

php

Assinantes JC
Comercial JC
» Pesquise nas edições anteriores Classificados JC

Recife, 19 de Março de 2010 - Sexta-feira

Editorias Anúncios Google Vídeos TV Globo Rede Globo TV Satelite Pernambuco

Índice Geral

Capa do Dia
Editor Ciro Carlos Rocha Editor-assistente Márcio Didier

Brasil

Caderno C

Capa Dois

Cidades

Ciência & Meio » RUMO ÀS ELEIÇÕES


Ambiente Sem espaço, Ciro ataca até Lula
Publicado em 19.03.2010
Economia

Esportes
Cada vez mais próximo de deixar a disputa presidencial, Ciro Gomes
continua atacando PT e PMDB, alfineta Dilma e causa constrangimentos a
Internacional Eduardo

Política
SÃO PAULO – Pré-candidato à Presidência da República, o deputado
federal Ciro Gomes (PSB) não se cansa de criticar o PT e, por tabela,
causar mais problemas para o presidente nacional de seu partido, o
Opinião
governador Eduardo Campos. Em entrevista à TV Estadão, o parlamentar
Artigos criticou o governo Lula e disse que a pré-candidata petista à sucessão
presidencial, ministra Dilma Rousseff, está apresentando um bom
Cartas à Redação desempenho nos “treinos livres”, mas corre o risco de “derrapar em
alguma curva” na hora da corrida.
Charge

Editorial
Utilizando a figura de uma corrida de Fórmula 1, Ciro diz que ter um
bom desempenho nos treinos livres – ou ter uma boa colocação nas
pesquisas eleitorais antes do lançamento oficial da campanha – é
Semanais importante porque é isso que determina a posição do competidor no grid
de largada. Mas, afirma, na hora da corrida, tudo é diferente. E os riscos
Boa Mesa são sempre maiores para quem está estreando como candidata.
Imóveis
“Essa é a primeira disputa da vida dela. E se ela cometer um erro? Eu
Informática
cometi, o Lula também”, afirmou, referindo-se à campanha de 1994,
quando Lula adotou um discurso crítico ao Plano Real, que estava em
JC - Agreste fase de implantação. Ainda assim, Ciro considera que Dilma é o melhor
quadro que o PT poderia apresentar neste momento. “Ela é uma grande Brasil busca apoio da
JC - Vale do São Jordânia para mediar
Francisco
administradora, é séria, decente, gosta do povo. Mas é sua primeira paz no Oriente Médio
campanha e pode cometer um erro”, afirma.
JC na TV
Ciro voltou a fazer críticas ao governo Lula, do qual foi ministro da
Charge
Religiões Integração Social, dizendo que o presidente está “sentado em cima de
sua popularidade”. Ele diz que as boas políticas adotadas, como a
Revista JC
melhoria dos salários, não são institucionais. “O que faz o povo
Turismo nordestino votar no Lula não é o Bolsa Família, mas a melhora dos
salários, a oferta de crédito. Mas nada disso faz parte de um programa,
Veículos de um desenho”, afirma. Outro problema, diz Ciro, é a “tentação humana
de achar que está tudo bem”. “O Brasil está bem quando se olha pelo
retrovisor”, afirma, dizendo que não houve avanços importantes em
Semanais Veja Anteriores
termos de moradia, tecnologia, política industrial e comércio exterior. “O
Boa Mesa
Brasil está perdendo o passo”, afirma. “Depois que o Lula se elegeu,
acabou a agenda?”, questiona.
Classificados JC
Imóveis
Outro foco de críticas de Ciro é a aliança do PT com PMDB que, segundo Escolha o tipo de
Informática ele, está “assentada em frouxidão moral”. “O Brasil precisa de alianças. anúncio que você
procura

1 de 2 19/3/2010 08:35
Jornal do Commercio - Política - Notícias - Sem espaço, Ciro ataca até... http://jc3.uol.com.br/jornal/2010/03/19/not_370298.php

JC - Agreste
A questão é como se organiza a aliança e para quê”, diz. “Se o objetivo é Selecione OK

JC - Vale do São
nomear gente sem qualificação moral, não se está fazendo uma boa
Francisco aliança”, afirma. “A coalizão do PT com o PMDB na Câmara é
escandalosa”, atacou, lançando suspeitas contra o nome do presidente da
JC na TV Comissão de Fiscalização Financeira da Câmara, o deputado Nelson
Burnier (PMDB-RJ), responsável por analisar, por exemplo, as obras do
Religiões
Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
Revista JC
CANDIDATURA
Turismo
Ciro Gomes diz que não foi procurado por Lula com o objetivo de
Veículos convencê-lo a desistir de sua candidatura à Presidência da República.
“Pela delicadeza com que ele me trata, acho que ele não vai me pedir
isso”, afirmou. Mas admitiu que Lula pode usar outras maneiras “mais
Especiais
cruéis” de pedir, como constranger o partido a recusar seu nome. De
Segunda Guerra - todo modo, Ciro diz que aceitará a decisão do PSB sobre o lançamento de
70 anos sua candidatura. Mas garante que, se não for candidato a presidente, vai
“parar” com a política.
Coisas de Homem

Crise no São
“Vou escrever, vou ler, vou dar aula. Não tenho a política como meio de
Francisco subsistência”, afirmou. Assim, ele reforçou que não quer ser candidato
ao governo de São Paulo, como chegou a ser cogitado. “Fico honrado
Pernambucano com essa ideia, mas não tenho vontade”, afirma.
2009

Especial
Retrospectiva

Agenda TGI

JC Recall de Marcas

Sabor JC 2008

Mais Especiais

Serviços

Edições
Anteriores

Fale com o JC

História do JC MATÉRIAS VINCULADAS


Mais incômodo para Eduardo
Multimídia
Serra tenta acabar inferno astral

Versão | índice da editoria | próxima »

Comercial JC | Classificados JC | Banco de Talentos | Fale com o JC

Copyright © 1997-2010, JC OnLine-Recife-PE Brasil Sistema JC de Comunicação. É proibida a


reprodução total ou parcial do conteúdo deste site para fins comerciais.
Tecnologia e Desenvolvimento: JC OnLine

2 de 2 19/3/2010 08:35