1.Como Configurar Serviço WMS no GEOSERVER (PAG.

1)
1.1 Configurar LAYER no GEOSERVER a partir de uma IMAGEM
GEOREFERENCIADA (PAG. 8)
1.2 Configurar LAYER no GEOSERVER a partir de uma
SHAPEFILE (PAG. 17)
2.Como Invocar Serviço ao GEOSERVER pelo QGIS (PAG. 26)
3.Como Invocar Serviço ao GEOSERVER pelo 3PORT (PAG. 33)

1.COMO CONFIGURAR SERVIÇO WMS NO GEOSERVER
Pressupostos que devem estar satisfeitos para operacionalizar a configuração do serviço WMS no
Geoserver:

Credenciais de acesso ao Geoserver ( username; password);

Disco "NASH" com pasta partilhada para conter a imagem (ou shapefiles) que irão ser "dados
fonte" para o serviço WMS a configurar (\\nomeMaquina\pastaPartilhada).
o No presente tutorial foi utilizada uma pasta partilhada \Public\Triport2015 num servidor
de nome MORDOMO (\\mordomo\Public\Triport2015)
o No presente tutorial foi utilizada a imagem "Rast.tif" corretamente georreferenciada.
Deverá assegurar-se que na pasta partilhada constam 3 ficheiros relacionados com a
imagem em causa (todos com o mesmo nome):

1

Rast.tif (ficheiro da imagem):

Obs: A versão presente do Geoserver apenas suporta imagens no formato "TIFF" ou
"GeoTIFF"!

Rast.tfw (ficheiro "world"com a georreferenciação da imagem):

2

o

Rast.prj (ficheiro com a parametrização do SRC em que está georreferenciada a
imagem): a imagem fonte Rast.tif está georreferenciada no SRC com EPSG code =
27493 ("Datum_73_Modified_Portuguese_Grid"):

No presente tutorial foi utilizada a shapefile "Shapefiles\4_1_00_00_Elementos arboreos"
corretamente georreferenciada . Deverá assegurar-se que na pasta partilhada constam 4
ficheiros relacionados com a shapefile em causa (todos com o mesmo nome):

Ficheiros da shapefile: 4_1_00_00_Elementos arboreos.shp; 4_1_00_00_Elementos
arboreos.shx; 4_1_00_00_Elementos arboreos.dbf.

3

prj (ficheiro com a parametrização do SRC em que está georreferenciada a shapefile): EPSG code = 27493 ("Datum_73_Modified_Portuguese_Grid") Geoserver devidamente configurado para aceder (por partilha) às fontes de dados (ficheiros relacionados com a imagen) que estão no disco "NASH" (\\mordomo\Public\Triport2015) disponibilizado para o efeito.• • 4_1_00_00_Elementos arboreos.geoserver. será necessário configurar a "variável de ambiente": GEOSERVER_DATA_DIR do Geoserver para aceder a / 3Port/ 3Port2015 (partilha direcionada para "\\mordomo\Public\Triport2015") [consultar howTo em http://docs.html#data-dir-setting] 4 . Isto é.org/stable/en/user/datadirectory/data-dir-setting.

está-se em condições de iniciar a configuração do serviço WMS (Web Map Service). Para tal: • Aceder ao Geoserver pelo 3PortWeb (Administração Geral): 5 .Assegurados os pressupostos acima descritos.

Workspaces: • E fazer "Add new workspace": 6 . • Criar WORKSPACE: • Para criar uma nova WORKSPACE basta aceder a Data .tif) a servir pelo 3PortWeb como WMS.• Criar "Área de trabalho" (WORKSPACE) e "Local de armazenamento" (STORE) para nova imagem (Rast.

A nova WORSPACE "TriPort2015" aparece já na lista das existentes: 7 .Dar um nome à WORSPACE: "TriPort2015" e fazer SAVE.

• Criar STORE: • Aceder a Data .Stores e fazer "Add new Store": A informação que se pretende inserir no Geoserver é uma imagem georreferenciada. sendo por isso do tipo "Raster Data Source". 8 .1 CONFIGURAR LAYER NO GEOSERVER A PARTIR DE UMA IMAGEM GEOREFERENCIADA Na nova WORSPACE criada ("TriPort2015") deverá criar-se uma nova STORE. OBS: o formato do ficheiro da imagem deverá ser TIFF ou GeoTIFF.1.

• • • O * significa que são campos de preenchimento obrigatório: Worspace: TriPort2015.URL: (em "Browse" procurar o local no NASH onde se encontra a imagem que se quer inserir: "file:///3port/3Port2015/Rast. Data Source Name: Rast.tif") 9 .Definir a informação básica da fonte de informação (imagem georreferenciada) em causa. Connection Parameters .

Por essa razão. A criação da STORE gera automaticamente a criação da LAYER: 10 . por norma. opta-se por designar a LAYER com o mesmo nome da STORE. a uma STORE irá corresponder uma LAYER.O resultado da criação da STORE que irá conter a nossa imagem georreferenciada será: No caso da "data source" ser informação geográfica na "estrutura raster" (imagem georreferenciada).

Aceder a "Layers "> "Add a new resource": Selecionar os dados fonte (STORE) que irão "carregar" a nova LAYER a publicar: 11 .No entanto. enquanto a LAYER não for "publicada"/"configurada".tif ". Para configurar a LAYER que irá usar os dados fonte da STORE "Rast" será então necessário "publicá-la". A publicação/configuração da LAYER poderá no entanto ser feito à posteriori. Para faze-lo de imediato bastará clicar em "Publish". a LAYER não se encontra ainda disponível na listagem de LAYERS configurados. ela não irá estar disponível para servir a imagem "Rast. Dito de outra forma.

"Declared SRS": EPSG: 27493 (sistema de coordenadas em que se pretende apresentar a informação) Em "Find…" deverá procurar-se o sistema pretendido (EPSG code = 27493): 12 .Clicar em "Publish" E configurar a LAYER: • Na tab "DATA": Informação Básica da fonte de dados (campos de preenchimento relevante): • • "Name": Rast "Title": Rast (ambos os campos "Name" e "Title" assumem o nome do ficheiro da STORE em causa) • Na tab "DATA": Sistemas de Coordenadas de Referência (campos de preenchimento relevante): • • "Native SRS":EPSG:27493 (sistema de coordenadas em que se encontra georreferenciada a imagem) apesar do registo 'UNKNOWN' o Geoserver está a reconhecer a parametrização do ficheiro PRJ da imagem.

E fazer para "SRS handling": Force declared Para o SRS nativo da informação ("Native SRS") será necessário calcular/definir os limites ("Bounding Boxes") de representação da informação que se pretende publicar: • Na tab "DATA": Limites geográficos do SRS nativo: Limites geográficos em Lat/Long a partir do SRS nativo: 13 .

Gravar as alterações feitas na configuração da LAYER: A nova LAYER com nome "Rast" encontra-se publicada e disponível na listagem das LAYERS existentes: A nova LAYER é agora passível de ser disponibilizada por invocação de um serviço WMS. Poderá testarse o "Layer Preview": 14 .

O WMS estará disponível em qualquer browser através da URL: http://194.0&request=Get Map&layers=TriPort2015:Rast&styles=&bbox=-41225.1.1.125:8080/geoserver/TriPort2015/wms?service=WMS&version=1.164225.40796.163949.1&width=514&height=330&srs=EPSG:27493&format=application/openlayers 15 .1.29.9.117.

117. bastará aceder à URL da WORSPACE que o integra: http://194. 16 ... bem como para invocar este serviço a partir do 3Port.Para aceder a/invocar este serviço WMS a partir de qualquer software SIG (como por exemplo o QGIS) que suporte este tipo de serviços.29.125:8080/geoserver/TriPort2015/wms E selecionar/adicionar a camada pretendida.

1.Stores e fazer "Add new Store": A informação que se pretende inserir no Geoserver é uma shapefile. sendo por isso do tipo "Vector Data Source". • Criar STORE: • Aceder a Data .2 CONFIGURAR LAYER NO GEOSERVER A PARTIR DE UMA SHAPEFILE Na nova WORSPACE criada ("TriPort2015") deverá criar-se uma nova STORE. concretamente "Directory of spatial files (shapefiles)". 17 .

Data Source Name: Shapefiles_directory.Definir a informação básica da fonte de informação em causa (diretório de shapefiles). • • • O * significa que são campos de preenchimento obrigatório: Worspace: TriPort2015.(em "Browse" procurar a pasta no NASH onde se encontra a shapefile que se quer inserir: "file:///3port/3Port2015/Shapefiles") 18 . Shapefile location .

A criação da STORE gera automaticamente a criação da LAYER: No entanto. Dito de outra forma. A publicação/configuração da LAYER poderá no entanto ser feito à posteriori. a uma STORE irá corresponder várias LAYERS (shapefiles). bastará fazer "Create new feature type…". Caso se pretenda publicar mais LAYERS (correspondentes a outras shapefiles) nesta STORE. enquanto a LAYER não for "publicada"/"configurada". Para faze-lo de imediato bastará clicar em "Publish". a LAYER não se encontra ainda disponível na listagem de LAYERS configurados.shp ". Para configurar a LAYER que irá usar os dados fonte da STORE "Shapefiles_directory" será então necessário "publicá-la". Aceder a "Layers "> "Add a new resource": 19 . ela não irá estar disponível para servir a shapefile "4_1_00_00_Elementos arboreos. No caso da "data source" ser informação geográfica na "estrutura vetorial" (shapefile).

Selecionar os dados fonte (STORE) que irão "carregar" a nova LAYER a publicar: 20 .

"Declared SRS": EPSG: 27493 (sistema de coordenadas em que se pretende apresentar a informação) Em "Find…" deverá procurar-se o sistema pretendido (EPSG code = 27493): 21 .Clicar em "Publish" E configurar a LAYER: • Na tab "DATA": Informação Básica da fonte de dados (campos de preenchimento relevante): • • "Name": Elementos Arboreos "Title": Elementos Arboreos (ambos os campos "Name" e "Title" assumem o nome do ficheiro da STORE em causa) • Na tab "DATA": Sistemas de Coordenadas de Referência (campos de preenchimento relevante): • • "Native SRS":EPSG:27493 (sistema de coordenadas em que se encontra georreferenciada a shapefile) apesar do registo 'UNKNOWN' o Geoserver está a reconhecer a parametrização do ficheiro PRJ da SHP.

E fazer para "SRS handling": Force declared Para o SRS nativo da informação ("Native SRS") será necessário calcular/definir os limites ("Bounding Boxes") de representação da informação que se pretende publicar: • Na tab "DATA": Limites geográficos do SRS nativo: Limites geográficos em Lat/Long a partir do SRS nativo: 22 .

para a mesma shapefile publicar diferentes LAYERS atribuindo-lhes diferentes simbologias) Gravar as alterações feitas na configuração da LAYER: A nova LAYER com nome "Elementos Arboreos" encontra-se publicada e disponível na listagem das LAYERS existentes: 23 . No caso foi escolhida a simbologia "line" (isto permite por exemplo.• Na tab "PUBLISHING": É possivel definir a simbologia com a qual se pretende que seja apresentada a informação.

46078.07279762303.1.A nova LAYER é agora passível de ser disponibilizada por invocação de um serviço WMS.168487.0&request=Get Map&layers=TriPort2015:Elementos%20Arboreos&styles=&bbox=47954.00408577368.117.125:8080/geoserver/TriPort2015/wms?service=WMS&version=1. Poderá testarse o "Layer Preview": O WMS estará disponível em qualquer browser através da URL: http://194.170289.384639085&width=512&height=491&srs=EPSG:27493&format=applicatio n/openlayers 24 .27286949084.29.

Para aceder a/invocar este serviço WMS a partir de qualquer software SIG (como por exemplo o QGIS) que suporte este tipo de serviços.29.117. 25 .125:8080/geoserver/TriPort2015/wms E selecionar/adicionar a camada pretendida.. bem como para invocar este serviço a partir do 3Port.. bastará aceder à URL da WORSPACE que o integra: http://194.

COMO INVOCAR SERVIÇO AO GEOSERVER PELO QGIS Abrir o QGIS e fazer adicionar camada do tipo WMS: Criar NOVO acesso ao Geoserver: 26 .2.

27 .Dar um nome à conexão ("WMS_3Port2015") e colocar-lhe a URL de acesso à WORSPACE "TriPort2015" onde está a LAYER pretendida: http://194.125:8080/geoserver/TriPort2015/wms Fazer "Conectar" para estabelecer a ligação: Depois de efetuada a conexão. aparecem listadas todas as LAYERS configuradas no Geoserver na WORSPACE "TriPort2015".117.29.

shp" (ver "1. o qual deve corresponder ao SRC nativo da informação em causa: "EPSG = 27493". O WMS configurado no Geoserver irá ser apresentado em camada no QGIS: 28 . Deverá ainda fazer-se referência ao SRC de apresentação da camada QGIS. no caso manteve-se o nome da camada como "Elementos Arboreos".• Para aceder à LAYER WMS configurada a partir da shapefile "4_1_00_00_Elementos arboreos. Poderá ainda alterar-se o nome da camada na tabela de conteúdos do QGIS. ou o mesmo que dizer "Datum 73 / Modified Portuguese Grid".2 CONFIGURAR LAYER NO GEOSERVER A PARTIR DE UMA SHAPEFILE") bastará selecionar a LAYER pretendida com o nome "Elementos Arboreos" e o título "Elementos Arboreos".

tif" (ver "1. o qual deve corresponder ao SRC nativo da informação em causa: "EPSG = 27493".1 CONFIGURAR LAYER NO GEOSERVER A PARTIR DE UMA IMAGEM GEOREFERENCIADA") bastará selecionar a LAYER pretendida com o nome "Rast" e o título "Rast". O WMS configurado no Geoserver irá ser apresentado em camada no QGIS: 29 . Poderá ainda alterar-se o nome da camada na tabela de conteúdos do QGIS. Deverá ainda fazer-se referência ao SRC de apresentação da camada QGIS. no caso para "Imagem Raster".• Para aceder à LAYER WMS configurada a partir da imagem georreferenciada "Rast. ou o mesmo que dizer "Datum 73 / Modified Portuguese Grid".

Para tal. em primeiro lugar será necessário adicionar o PlugIn em "Módulos" > "Gerir e Instalar Módulos": Pesquisar por "OpenLayers" e fazer check no PlugIn pretendido:: 30 .Para testar o serviço poderá usar-se o PlugIn dos mapas da Google como pano de fundo do WMS configurado no Geoserver.

Depois de instalado o PlugIn. Escolheu-se o Mapa "Google Satellite": 31 . poderá adicionar-se um mapa base.

Como resultado confirma-se a confrontação do WMS configurado com o Mapa Base: 32 .

3.COMO INVOCAR SERVIÇO AO GEOSERVER PELO 3PORT Abrir o 3Port para criar novo "Tema de Informação": Adicionar novo tema: O novo tema a adicionar terá de ser do tipo 'WMS': 33 .

34 .Editar configuração da invocação do serviço: Para ter acesso ao nome da LAYER/Camada no Geoserver deverá proceder-se ao acesso ao serviço WMS a partir do QGIS (consultar HowTo "COMO INVOCAR SERVIÇO AO GEOSERVER PELO QGIS").

Fazer "Guardar". No Mapa poderá aceder-se ao Tema WMS criado: 35 .

36 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful