Você está na página 1de 7

COMO ESTUDAR POR DISCIPLINA

Química

Estude ligações atômicas e forças intermoleculares;


conceito de mol;
cálculo estequiométrico;
oxidante e redutor;
ácido, base, sal e óxido;
concentração de solução;
cinética química;
equilíbrio químico;
pilha e eletrólise;
calor de reação;
pH;
funções orgânicas.

Física

Verifique:
movimento circular e uniforme,
composição de movimentos,
força centrípeta,
lei de Arquimedes,
dilatação dos líquidos,
espelhos planos e esféricos,
equação fundamental da ondulatória,
resistores elétricos,
lei de Coulomb (força eletrostática),
movimento de partículaseletrizadas.

História

Interprete e não decore:


escravismo antigo e escravismo colonial,
cultura clássica e renascimento cultural,
feudalismo e capitalismo,
índio, negro e branco na formação social brasileira,
ditaduras militares na América Latina,
nova ordem mundial e globalização.

Inglês – Espanhol

As provas atuais enfatizam a leitura e a compreensão de textos.


Tenta-se averiguar a capacidade de ler e entender um texto em
língua estrangeira. É essencial ter um bom vocabulário e o hábito da
leitura. Questões gramaticais: tempos verbais verbos anômalos, voz
passiva e discurso indireto

Biologia.
Estude questões básicas:
estrutura e função dos componentes celulares,
divisão celular,
leis de Mendel,
genética dos grupos sanguíneos,
processos de digestão,
respiração,
circulação e excreção,
regulação hormonal e nervosa,
fisiologia vegetal
e efeitos dos principais poluentes.

Geografia

Atenção para questões que se relacionam com fatos recentemente


noticiados pela mídia. São prováveis questões sobre vulcões ativos,
muçulmanos, Filipinas, Indonésia, clima, vegetação, população,
industrialização, desenvolvimento tecnológico e migração.

Matemática

Estude álgebra, geometria, trigonometria e geometria analítica. Há


questões que não dependem de conhecimento. Nessas perguntas o
texto fornece tudo e basta que o candidato leia com atenção e faça
uma boa interpretação.

Redação

Os temas geralmente são atuais, polêmicos, presentes na mídia. É


preciso redigir com argumentos consistentes. Temas possíveis:
questões ambientais ou sociais como a violência, a distribuição de
renda e os preconceitos. Evite o lugar comum. . Não desvie do
assunto.

COMO SE PREPARAR PARA AS PROVAS

Escolha um local tranqüilo e iluminado.


Deixe todo o material necessário à mão.
Escolha mesa e cadeiras confortáveis. Não estude deitado, você pode
cair no sono.
Estipule um horário para iniciar seus estudos e para acabar também.
Planeje pausas para relaxar o corpo e a mente.
Não descuide da saúde: não adianta nada varar madrugadas ou
deixar de comer para estudar. Deitar e levantar cedo, dormir pelo
menos sete horas por noite, alimentar-se adequadamente também
fazem parte da preparação para as provas.
Praticar esportes além de aliviar a tensão e relaxar a mente, através
da liberação das endorfinas, relaxam o sistema nervoso central e
aumentam a capacidade de concentração.
Leia jornais e revistas. As provas de História e Geografia quase
sempre se baseiam em fatos que estiveram no noticiário. O hábito da
leitura também ajuda muito na redação.
O que não sabe, procure pesquisar ou perguntar para pessoas que
possam ajudá-lo.
Não decore, aprenda. A tendência dos principais vestibulares não é a
de privilegiar a capacidade de memorização, e sim o raciocínio.
Quando for divulgado o local da prova, vá conhecê-lo. Verifique o
trajeto, as linhas de ônibus ou locais de estacionamento. Não corra o
risco de um atraso no dia do exame.
Separe todo o material na noite anterior à prova: lápis, canetas,
borrachas e documentos. Certifique-se de que não está esquecendo
nada.
Tenha uma boa noite de sono antes da prova. Varar a madrugada
antes do exame não vai tirar nenhum atraso nos estudos.
Procure fazer uma refeição leve antes de sair; um estômago pesado
atrapalha o raciocínio, aumenta o sono e a tensão.
Ao receber a prova, leia as questões com calma e atenção. Se
deparar com alguma dificuldade, pule para outra que você pode
responder. Assim, você recupera a tranqüilidade e aumenta a
confiança para resolver o resto da prova.

COMO EVITAR O BRANCO NA HORA DA PROVA

Tire proveito da sua memória e se prepare para o vestibular.

A quantidade de informações que o vestibulando é obrigado a saber é


muito grande, mas, se conhecer como funciona a memória, poderá
estudar melhor.

Para que o que foi aprendido possa ser utilizado depois, é preciso que
faça parte da chamada memória de longo prazo, que é armazenada
em uma parte do cérebro conhecida como córtex.

Em outra área cerebral -o hipocampo- ficam guardadas informações


simples que são utilizadas e depois são descartadas. Quando se faz
uma conta "de cabeça", por exemplo, os números a serem somados
são armazenados na denominada memória de curto prazo e são
esquecidos assim que se termina a operação.

Entre esses dois tipos há uma memória de duração intermediária, em


que fica gravado o que é captado pelo vestibulando e apenas durante
o sono poderá passar para a memória de longo prazo.
Por esse motivo, estudar até altas horas pode ser inútil, pois o que se
tentou aprender não será transferido para a memória de longo prazo
e será esquecido.

PARA ESTUDAR MELHOR

1. Prestar atenção durante a aula é primordial para entender o


assunto. Na maioria das vezes, só ler depois não é suficiente.

2. As anotações também são importantíssimas. Acostume-se a anotar


as explicações e os exemplos dados pelo professor.

3. Não adianta estudar apenas na véspera da prova. É necessário


estar em dia com a matéria. Encare o estudo após as aulas como uma
das tarefas do seu dia-a-dia.

4. Só leitura não basta para aprender. É preciso fazer exercícios e


entender aquilo que está sendo proposto, principalmente nas
matérias da área de exatas.

5. Para lidar com as novas informações e compreendê-las, tente


sempre associá-las a sua realidade. Para entender melhor o que
acontece ao seu redor, leia jornais e revistas.

6. Fazer descobertas é uma ótima forma de estudo. Se você tem


acesso à internet, aproveite para pesquisar, mas não fique só no
"copiar e colar". Procure refletir sobre as informações que encontrar e
interpretá-las.

DICAS PARA O VESTIBULAR

Procurem fazer primeiro às questões mais fáceis, aquelas que você


sabe a resposta. Evite perder tempo com questões que você julga
difícil.

Procure controlar o tempo. Em algumas provas você tem menos de


dois minutos para resolver cada questão. Não é necessário se
apavorar. Algumas questões você responderá em poucos segundos,
sobrando tempo para as outras. Cuidado para não gastar muito
tempo em uma questão difícil, enquanto que o mesmo tempo poderia
lhe garantir várias questões mais fáceis.

Fique atento ao passar as respostas para o gabarito. Observe se não


esqueceu de resolver ou pulou alguma questão.

Há quem acredite que reler a prova antes de entregá-la possa gerar


dúvidas e você poderá ser tentado a mudar algumas respostas. Se
realmente achar que alguma resposta deva ser mudada, faça-o;
entretanto se tiver dificuldade em se decidir por duas respostas não
mude a que marcou da primeira vez. Só mude a resposta se tiver
certeza de que estava errado.

Em questões abertas, se sairá melhor quem souber redigir bem e


estruturar bem suas idéias. Cuidado para não escrever muito e
acabar “fugindo” do tema pedido. Respostas claras e objetivas são
sempre mais valorizadas que aquelas com muitos dizeres sem
significado.

DICAS PARA A RETA FINAL

SEJA MULTIMÍDIA
Pesquise na internet, leia jornais, livros e revistas, assista a filmes.

ESTUDE EM GRUPO
Fazer revisão das matérias em grupo pode ser uma boa idéia,
especialmente se as habilidades de cada um forem complementares.
Assim, um pode ajudar o outro. Detalhe: o grupo deve ser de no
máximo quatro pessoas. Mais que isso só serve para dispersar a
atenção.

FAÇA PROVAS ANTIGAS


Se ainda tiver fôlego, vale tentar exercitar o aprendizado refazendo
os testes de anos anteriores da universidade que escolheu.

TREINE
faça simulados, aproveite todos para testar seus conhecimentos.

UMA BOA REDAÇÃO


É preciso organizar suas idéias de maneira a escrever um texto com
começo, meio e fim. Cuidado com as concordâncias, regências e
preposições. Os textos não devem ultrapassar 30 linhas.

PEÇA AJUDA
Professores, monitores , estão aí para ajudar. Sempre que tiver
dúvidas, pergunte e só se dê por satisfeito quando estiver seguro de
que entendeu o assunto. Uma dúvida é como um espinho no pé tem
que tirar o mais rápido possível.

RELAXE
Os mais experientes afirmam: não adianta querer compensar na reta
final o que você não estudou em um ano. Se você acredita ter dado o
melhor de si ao longo do curso, a etapa final é também um momento
para você aprender a relaxar e a ter confiança no que estudou.

NÃO EXAGERE
Sua capacidade de assimilar informações não é ilimitada. Portanto,
não adianta ler sem parar se o cérebro não está mais armazenando
conhecimento.

NO DIA DA PROVA
Quando estiver diante das questões, comece pelas que parecem mais
simples. Isso vai dar tranqüilidade para você pensar e responder
acertadamente às perguntas mais complicadas.

OS DEZ MANDAMENTOS

1. Não escolherás uma profissão pensando apenas no mercado de


trabalho e no retorno financeiro. O candidato tem de buscar sempre
saber o porquê de estar realizando o vestibular e, também, o motivo
de estar escolhendo uma determinada carreira. O auto-conhecimento
é condição fundamental para uma decisão adequada. É preciso
escolher algo de que se vá gostar.

2. Honrarás teus pais sendo feliz com tua escolha profissional. O


vestibulando deve dialogar com os pais para que eles compreendam
e respeitem suas decisões. Uma recomendação é que não haja
promessas de ambos os lados (por exemplo, o compromisso de
ganhar um carro com a aprovação no concurso é um fator de
ansiedade).

3. Amarás o próximo como a ti mesmo, mas, no dia do vestibular,


competirás com ele. Ninguém precisa rejeitar os amigos nem adotar
um comportamento agressivo, mas é necessário ser competitivo no
momento da prova para buscar o melhor desempenho possível.

4. Respeitarás teus hábitos de alimentação, sono, diversão e


descanso. A disciplina de estudos é importante, mas deve haver
espaço para o lazer. O tempo de sono, por exemplo, deve ser
preservado. O lazer diminui a possibilidade do estresse. Na
alimentação, frutas, líquidos e alimentos leves são recomendados.
Remédios contra a ansiedade e estimulantes não devem ser tomados
por conta própria.

5. Buscarás o apoio incondicional dos teus familiares. Um ambiente


tranqüilo é o mais recomendável para o estudo. Todo o grupo familiar
deve colaborar com o vestibulando, mas sem cobrar dele o tempo de
estudo, por exemplo, para não aumentar a ansiedade.

6. Não estudarás toda a matéria nos últimos dias antes da prova. O


conhecimento exigido no vestibular é construído ao longo do Ensino
Médio. O melhor momento para aprender é a explicação em aula,
para a qual o aluno deve prestar o máximo de atenção. A prova do
vestibular é o término de um processo.
7. Vestibular é vida. Vida não é vestibular. Respeitarás teu ritmo de
estudo e teus limites. A idéia é descobrir o tempo ideal de estudo, em
lugar de estudar horas a fio ou sacrificar o sono sem conseguir se
concentrar. Uma sugestão é revisar a matéria fazendo resumos dos
conteúdos e resolvendo provas de vestibulares passados. É
importante também contextualizar as informações de cada matéria,
procurando correspondência com as outras disciplinas.

8. Conhecerás antecipadamente o local da prova e não esquecerás os


documentos no dia. É importante visitar o local de prova para saber
como é o trajeto e para conhecer os horários dos meios de transporte
disponíveis (ônibus, lotação, táxi, etc). No dia da prova, evite
correrias deslocando-se com antecedência para a prova.

9. Não farás das provas teste de rapidez e ocuparás todo o tempo


disponível. O recomendável é ler atentamente os enunciados das
questões, para interpretá-las corretamente. Outra dica é garantir o
máximo de acertos com as questões consideradas mais fáceis,
enfrentando depois as mais complicadas.

10. Nunca desistirás da tua identidade profissional. Persistirás na


busca da faculdade que desejas, mesmo se fores reprovado. Se a
convicção pela a escolha profissional é firmada no auto-
conhecimento, o vestibulando deve perseguir sempre seu objetivo,
sem esmorecer com eventuais reprovações.