Você está na página 1de 70
     
 

ANO XXVII - PALMAS, SEGUNDA - FEIRA, 21 DE SETEMBRO DE 2015

n o 4.461

PoLÍCia MiLitar Comandante-Geral: GLaUBEr DE oLiVEira SantoS
PoLÍCia MiLitar Comandante-Geral: GLaUBEr DE oLiVEira SantoS

PoLÍCia MiLitar

Comandante-Geral: GLaUBEr DE oLiVEira SantoS

Portaria nº 496/2015-SaMP/DGP

Concede licença para tratar de interesse particular e dá outras providências.

O CORONEL QOPM COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições legais e com base no art. 10 da Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012, c/c art. 90, inciso I, e art. 91 da Lei nº 2578, de 27 de abril de 2012;

Considerando que a policial militar formalizou o pedido do restante da Licença para tratar de interesse particular, através do Requerimento nº 004/2015, de 03 de agosto de 2015;

Considerando que a requerente ingressou na Polícia Militar no dia 18/01/2005, conforme se extrai do BG nº 016 de 24/01/2005;

Considerando que o tempo de efetivo serviço para requer à Licença para tratar de interesse particular foi transcorrido pela Policial Militar em epígrafe;

RESOLVE:

Art. 1º CONCEDE RESTANTE da Licença para tratar de interesse particular do período de 02 (dois) anos, a CAP QOS RG 05.135/1 FLÁVIA OLIVEIRA PRADO - MAT. 896904, a partir de 04 de agosto de 2015, devendo apresentar-se pronta para o serviço às 08h00min do dia 23 de abril de 2017.

Art. 2º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 10 de abril de 2015.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 10 de abril de 2015. SUMÁrio POLÍCIA MILITAR 1 PROCURADORIA-GERAL DO
SUMÁrio POLÍCIA MILITAR 1 PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO 3 SECRETARIA DE DEFESA E PROTEÇÃO SOCIAL 3
SUMÁrio
POLÍCIA MILITAR
1
PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO
3
SECRETARIA DE DEFESA E PROTEÇÃO SOCIAL
3
SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA
9
SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMO
11
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
12
SECRETARIA DO ESPORTE, LAZER E JUVENTUDE
29
SECRETARIA DA FAZENDA
30
SECRETARIA DA INFRAESTRUTURA
31
SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS
31
SECRETARIA DA SAÚDE
31
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
41
AEM-TO
45
AGÊNCIA TOC. DE REG., CONT. E FISC. DE SERVIÇOS PÚBLICOS - ATR
45
BANCO DO EMPREENDEDOR
46
TERRAPALMAS
48
DETRAN
48
FUNDAÇÃO RADIODIFUSÃO EDUCATIVA DO ESTADO DO TOCANTINS - REDESAT
50
NATURATINS
50
DEFENSORIA PÚBLICA
54
PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA
61
PUBLICAÇÕES DOS MUNICÍPIOS
62
PUBLICAÇÕES PARTICULARES
68

Portaria nº 506/2015-SaMP/DGP

Agrega Policiais Militares e adota outras providências.

O COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO

DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições que lhe conferem o art. 10 da

Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012, c/c art. 107, § 1º, inciso II

e § 9º; art. 121, inciso I e art. 122, inciso I e II § 1º, da Lei nº 2.578, de 20 de abril de 2012, e;

Considerando que os Militares requereram suas transferências para a reserva remunerada após cumprirem o requisito legal, e em

decorrência, devem ser agregados e afastados das atividades Policiais

Militares;

RESOLVE:

Art. 1º AGREGAR o 2º TEN QOA RG 01.282/1 FRANCISCO SOUSA LUZ NETO Mat. 369746, do 7º BPM, a partir de 12 de agosto de 2015, devendo permanecer agregado até a publicação do ato de sua transferência para a reserva remunerada no Diário Oficial do Estado, ficando Adido ao QCG;

Art. 2º AGREGAR a CB QPPM RG 03.929/3 MARIA JAILZA DE MEDEIROS Mat. 616646, do 2º BPM, a partir de 13 de agosto de 2015, devendo permanecer agregada até a publicação do ato de sua transferência para a reserva remunerada no Diário Oficial do Estado, ficando Adida ao QCG;

Art. 3º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 17 de agosto de 2015.

Portaria nº 516/2015-SaMP/DGP

Concede Bolsa de Estudos a Policiais Militares e dá outras providências.

O COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO

DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições que lhe conferem o art. 10 da Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012 c/c art. 9º, §3º do Decreto nº 4.494, de 24 de fevereiro de 2012, e;

Considerando que foram matrículados no 6º Curso de Patrulhamento em Ambiente Rural - CPAR/2015;

Considerando interesse da Administração Pública na busca constante da eficiência e melhoria da qualidade da prestação dos serviços aos cidadãos, através de novas idéias, métodos e organização dos diversos setores operacionais e administrativos da Corporação;

RESOLVE:

Art. 1º CONCEDER BOLSA DE ESTUDO, aos Policiais

Militares abaixo relacionados, por terem sido matrículados no 6º Curso de Patrulhamento em Ambiente Rural - CPAR/2015, realizado na Polícia Militar do Estado do Mato Grosso/MT, no período de 06 de julho de 2015

a 20 de julho de 2015, a saber:

POST/GRAD.

RG

NOME

MAT.

CB QPPM

04.462/3

ISSAN MENDES BORGES

1056174

CB QPPM

04.489/3

RUBIVALDO BATISTA COSTA

936185

Art. 2º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 19 de agosto de 2015.

Portaria nº 525/2015-SaMP/DGP

Reverte Policial Militar e dá outras providências.

O CORONEL QOPM COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA

MILITAR DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições legais e com base no art. 10º da Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012, c/c art. 10, inciso XIII, alínea “a”; art. 108, 109 e 110 da Lei n° 2.578, de 20 de abril de 2012, e;

Considerando que o Militar foi agregado através da Portaria nº 074/2013-SAMP/DGP, datada de 05/02/2013;

2 DIÁRIO OFICIAL

N

o

4.461 Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

Considerando a decisão judicial oriunda do MM. Juiz de Direito Presidente dos Conselhos da Justiça Militar Estadual, aos autos da Ação Penal Militar nº 5000113-27.2005.827.2729;

RESOLVE:

Art. 1º REVERTER o CB QPPM RG 03.802/3 EDIVALDO LUCENA MACIEL - Mat. 659463, ao Quadro a que pertence, no exercício de suas funções Policiais Militares, a partir de 16 de agosto de 2015, por ter cessado o motivo que determinou sua agregação, ficando classificado no QCG;

Art. 2º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 24 de agosto de 2015.

Portaria nº 526/2015-SaMP/DGP

Agrega Policial Militar e adota outras providências.

O COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO

DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições que lhe conferem o art. 10 da Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012, c/c art. 107, § 1º, inciso II e § 9º; art. 121, inciso I e art. 122, inciso I, II e § 1º, da Lei nº 2.578, de 20 de abril de 2012, e;

Considerando que o Militar requereu sua transferência para a reserva remunerada após cumprir o requisito legal, e em decorrência, deve ser agregado e afastado das atividades Policiais Militares;

RESOLVE:

Art. 1º AGREGAR, o CAP QOA RG 01.351/1 RANIERI MAZILLI BORGES NUNES - Mat. 463350, do 2º BPM, a partir de 17 de agosto de 2015, devendo permanecer agregado até a publicação do ato de sua transferência para a reserva remunerada no Diário Oficial do Estado, ficando adido ao QCG.

Art. 2º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 27 de agosto de 2015.

Portaria nº 535/2015-SaMP/DGP

Reverte Policial Militar e dá outras providências.

O CORONEL QOPM COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA

MILITAR DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições legais e com base no art. 10º da Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012, c/c art. 10, inciso XIII, alínea “a”; art. 108, 109 e 110 da Lei n° 2.578, de 20 de abril de 2012, e;

Considerando que o Policial Militar foi agregado através da Portaria nº 0414/2015-SAMP/DGP, datada de 15/06/2015, publicado no BG n o 106, de 15/06/2015;

Considerando que houve manifestação por parte do interessado em paralisar o processo de transferência para reserva remunerada 2015/24830/000015 - LUCIÊNIO MONTEIRO COSTA, através do Requerimento n o 2696/2015/APREV, de 03/09/2015, feito junto ao IGEPREV-TO.

RESOLVE:

Art. 1º REVERTER o MAJ QOE RG 04.250/1- LUCIÊNIO MONTEIRO COSTA - Mat. 514175, ao Quadro a que pertence, no exercício de suas funções Policiais Militares, a partir de 03 de setembro de 2015, ficando classificado no Quartel do Comando-Geral - QCG.

Art. 2º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 03 de setembro

de 2015.

do Comando-Geral, em Palmas-TO, 03 de setembro de 2015. Portaria nº 538/2015-SaMP/DGP Agrega Policial Militar e

Portaria nº 538/2015-SaMP/DGP

Agrega Policial Militar e adota outras providências.

O COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO

DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições que lhe conferem o art. 10 da

Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012, c/c art. 107, § 1º, inciso

II e § 9º; art. 121, inciso I e art. 122, inciso I, II e § 1º, da Lei nº 2.578, de

20 de abril de 2012, e;

Considerando que a Militar requereu sua transferência para a reserva remunerada após cumprir o requisito legal, e em decorrência, deve ser agregado e afastado das atividades Policiais Militares;

RESOLVE:

Art. 1º AGREGAR, a SUB TEN QPS RG. 05.217/2 OSIRENE TEIXEIRA DE OLIVEIRA - MAT. 725204, do 2º BPM, a partir de 01 de setembro de 2015, devendo permanecer agregado até a publicação do ato de sua transferência para a reserva remunerada no Diário Oficial do Estado, ficando adido ao QCG.

Art. 2º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 03 de setembro

de 2015.

Portaria nº 540/2015-SaMP/DGP

Reverte Policial Militar e dá outras providências.

O CORONEL QOPM COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA

MILITAR DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições legais e com base no art. 10º da Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012, c/c art. 10, inciso XIII, alínea “a”; art. 108, 109 e 110 da Lei n° 2.578, de 20 de abril de 2012, e;

Considerando que o Policial Militar foi Agregado através da Portaria nº 485/2015-SAMP/DGP, datada de 29/07/2015, em face de estar afastado temporariamente do serviço policial militar pela Junta Militar Central de Saúde - JMCS desde 26/01/2015;

Considerando ainda que a policial militar está apto ao serviço interno, conforme informação contida no Ofício nº 089/2015 - JMCS, datado de 3 de setembro de 2015, reiterando o conteúdo da ata nº 030 da Reunião da JMCS, de 12 de agosto de 2015;

RESOLVE:

Art. 1º REVERTER o 1º SGT QPPM RG 01.526/2 CLAUDECI ROCHA GLÓRIA - Mat. 639865, ao Quadro a que pertence, no exercício de suas funções Policiais Militares, com data retroativa a 12 de agosto de 2015, por ter cessado o motivo que determinou sua agregação, ficando classificado no 3º BPM.

Art. 2º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 4 de setembro

de 2015.

Portaria nº 541/2015-SaMP/DGP

Agrega Policial Militar e adota outras providências.

O COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO

DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições que lhe conferem o art. 10 da

Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012, c/c art. 107, § 1º, inciso II

e § 9º; art. 121, inciso I e art. 122, inciso I, II e § 1º, da Lei nº 2.578, de

20 de abril de 2012, e;

Considerando que o Militar requereu sua transferência para a reserva remunerada após cumprir o requisito legal, e em decorrência, deve ser agregado e afastado das atividades Policiais Militares;

RESOLVE:

Art. 1º AGREGAR, o SUB TEN QPE RG. 01.202/2 SEVERINO DE ANDRADE - MAT. 441494, do 2º BPM, a partir de 4 de setembro de 2015, devendo permanecer agregado até a publicação do ato de sua transferência para a reserva remunerada no Diário Oficial do Estado, ficando adido ao QCG.

Art. 2º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 4 de setembro

de 2015.

Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

DIÁRIO OFICIAL

N o 4.461

3

Portaria nº 543/2015-SaMP/DGP

Promove Praça Policial Militar pelo critério de Invalidez Permanente e adota outras providências.

O COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO

DO TOCANTINS, no uso das atribuições legais contidas no art. 10 da Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012, c/c art. 85, inciso VII da Lei n° 2.578, de 20 de abril de 2012 e artigos 55, 56 da Lei n° 2.575, de 20 de abril de 2012; e;

Considerando a Ata nº 264, da Reunião da Comissão de Promoção de Praças (CPP), publicada no BG nº 162, de 02 de setembro

de 2015, após acurada análise dos dispositivos legais que trata da matéria, propôs a Promoção dos Policiais Militares pelo critério de Invalidez

Permanente;

RESOLVE:

Art. 1º PROMOVER, pelo critério de Invalidez Permanente, a partir de 26 de agosto de 2015, à graduação de SUBTENENTE no Quadro de Praças Policiais Militares - QPPM, o seguinte Policial Militar, a saber:

GRADUAÇÃO

RG

NOME

MAT.

1º SGT QPPM

02.100/2

ANTÔNIO DA SILVA BARBOSA

705072

Art. 2º PROMOVER, pelo critério de Invalidez Permanente, a partir de 26 de agosto de 2015, à graduação de 2º SARGENTO no Quadro de Praças Policiais Militares - QPPM, o seguinte Policial Militar, a saber:

GRADUAÇÃO

RG

NOME

MAT.

3º SGT QPPM

02.483/2

BRANDINO GOMES DOS SANTOS

550210

Art. 3º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 10 de setembro

de 2015.

Portaria nº 545/2015-SaMP/DGP

Agrega Policial Militar e dá outras providências.

O COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO

DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições que lhe conferem o art. 10º

da Lei Complementar nº 79, de 27 de abril de 2012, c/c art. 96 e art. 107,

§ 1º, inciso V da Lei 2.578, de 20 de abril de 2012 e;

Considerando as informações prestadas pela Diretoria de Saúde

e Promoção Social de que o policial militar abaixo relacionado encontra-se afastado das atividades funcionais de forma ininterrupta;

RESOLVE:

Art. 1º AGREGAR o MAJ QOPM RG. 04.691/1 MARCEL SALES CAMPELO - Mat. 771949, do CPC, a partir de 14 de setembro de 2015, em função de estar afastado temporariamente do serviço Policial Militar pela Junta Militar Central de Saúde - JMCS, desde 12/03/2015, perfazendo um período superior a 06 (seis) meses contínuos de afastamento, ficando adido ao QCG;

Art. 2º Publique-se em Boletim Geral e remeta-se para Folha de Pagamento e Diário Oficial do Estado.

Quartel do Comando-Geral, em Palmas-TO, 14 de setembro

de 2015.

tErCEiro tErMo aDitiVo ao Contrato nº 029/2012

Celebrado entre o ESTADO DO TOCANTINS, por meio da POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO TOCANTINS e a empresa EXATA COPIADORA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA LTDA, prorrogação do contrato de prestação de serviços de outsourcing de impressão.

O ESTADO DO TOCANTINS, pessoa jurídica de direito público

interno, com sede e foro nesta Capital por meio da POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO TOCANTINS, CNPJ nº 33.567.785/0001-38, representada pelo seu Comandante-Geral Cel QOPM GLAUBER DE OLIVEIRA SANTOS, CPF nº 467.809.711-20 e RG nº 02.677/1, PMTO e a empresa EXATA COPIADORA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA LTDA, pessoa jurídica de direito privado, CNPJ nº 06.055.186/0001-62, com sede na Quadra 104 Norte, Rua NE-01, Lt. 19, salas 03/04, Centro, Palmas-TO, neste ato representada pela senhora ROSANA RIBEIRO LOPES, brasileira, gerente comercial, CPF nº 643.670.451-53 e RG nº 2.128.738 SSP/GO, resolvem celebrar o TERCEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 029/2012 em conformidade com o processo 2012.0903.0211 e de acordo

com a Lei nº 8.666/93 e suas alterações, mediante as seguintes cláusulas

e disposições:

OBJETIVO

O objetivo deste Termo Aditivo é prorrogar a vigência do contrato

nº 029/2012 nos termos do art. 57, II da Lei n° 8.666/93, ficando alterada

a cláusula décima-terceira que passam a viger como segue:

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA - DA VIGÊNCIA

O presente contrato fica prorrogado por mais 12 (doze) meses,

a partir de 27 de setembro de 2015.

DA RATIFICAÇÃO

Ratificam-se todas as cláusulas e condições do contrato original, não modificadas direta ou indiretamente por este Instrumento.

A publicação, por extrato, do presente Termo Aditivo será

providenciada pela Polícia Militar do Estado do Tocantins no Diário Oficial do Estado, até o quinto dia útil do mês seguinte ao da sua assinatura.

Palmas-TO, 21 de setembro de 2015.

Glauber de Oliveira Santos - Cel QOPM Comandante Geral Polícia Militar do Estado do Tocantins

Rosana Ribeiro Lopes Diretora de contas do Governo/Exata Copiadora

Exata Copiadora e Assistência Técnica Ltda

Testemunhas:

CPF:

CPF:

ProCUraDoria-GEraL Do EStaDo Procurador-Geral: SÉrGio roDriGo Do VaLE
ProCUraDoria-GEraL Do EStaDo Procurador-Geral: SÉrGio roDriGo Do VaLE

ProCUraDoria-GEraL Do EStaDo

ProCUraDoria-GEraL Do EStaDo Procurador-Geral: SÉrGio roDriGo Do VaLE

Procurador-Geral: SÉrGio roDriGo Do VaLE

ProCUraDoria-GEraL Do EStaDo Procurador-Geral: SÉrGio roDriGo Do VaLE

Portaria PGE/GaB nº 128/2015

O PROCURADOR-GERAL DO ESTADO, no uso de suas

atribuições e consoante o disposto no art. 42, inciso I da Constituição do Estado, c/c art. 19, inciso XXI da Lei Complementar n° 20, de 17 de junho de 1999:

RESOLVE:

LOTAR o Procurador FRANCISCO CARLOS DE OLIVEIRA, número funcional 567246-1, na Subprocuradoria Judicial, a partir do dia 21 de setembro de 2015, revogando-se as disposições em contrário.

DÊ CIÊNCIA E PUBLIQUE-SE.

GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DO ESTADO, em Palmas, aos 16 dias do mês de setembro de 2015.

Portaria PGE/GaB nº 130/2015

O PROCURADOR-GERAL DO ESTADO, no uso de suas

atribuições e consoante o disposto no art. 42, inciso I da Constituição do Estado, c/c art. 19, inciso XXI da Lei Complementar n° 20, de 17 de junho de 1999:

RESOLVE:

LOTAR a Procuradora NADJA CAVALCANTE RODRIGUES DE OLIVEIRA, número funcional 1032925-1, na Subprocuradoria Judicial, a partir do dia 24 de setembro de 2015, revogando-se as disposições em contrário.

DÊ CIÊNCIA E PUBLIQUE-SE.

GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DO ESTADO, em Palmas, aos 17 dias do mês de setembro de 2015.

SECrEtaria DE DEFESa E ProtEÇÃo SoCiaL Secretária: GLEiDY BraGa riBEiro
SECrEtaria DE DEFESa E ProtEÇÃo SoCiaL Secretária: GLEiDY BraGa riBEiro

SECrEtaria DE DEFESa E ProtEÇÃo SoCiaL

SECrEtaria DE DEFESa E ProtEÇÃo SoCiaL Secretária: GLEiDY BraGa riBEiro

Secretária: GLEiDY BraGa riBEiro

SECrEtaria DE DEFESa E ProtEÇÃo SoCiaL Secretária: GLEiDY BraGa riBEiro

tErMo DE aPoStiLaMEnto

A Secretária de Defesa e Proteção Social, GLEIDY BRAGA

RIBEIRO, nomeada por meio do Ato Governamental nº 297 NM, publicado no Diário Oficial do Estado nº 4.314 em 09/02/2015, consoante no disposto no artigo 42, § 1º, incisos I, II e IV da Constituição do Estado, e em obediência ao disposto no artigo 65, § 8°, da Lei nº 8.666/93, resolve APOSTILAR o Contrato nº 068/2014, constante no bojo dos autos nº 2014.17010.000295, celebrado entre a SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL com os Srs. ANTÔNIO C. OLIVEIRA e ROSILENE P. DE S. CRUZ,

com a finalidade de registrar o reajuste contratual, autorizado pela Cláusula Quinta - Dos Valores e nos termos da Lei Federal 8.666/1993, sendo que o valor do contrato fica reajustado em 6,96%, conforme o Índice Geral de Preços do Mercado/IGP-M, passando o valor do aluguel do imóvel de R$ 3.000,00 (três mil reais) para R$ 3.208,92 (três mil, duzentos e oito reais

e noventa e dois centavos) mensais, a partir de 01 de agosto de 2015, conforme cálculo acostado à fl. 277 dos autos.

Palmas-TO, 14 de setembro de 2015.

4 DIÁRIO OFICIAL

N

o

4.461 Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

EXtrato Do 1º tErMo aDitiVo ao Contrato nº 076/2014

PROCESSO: 2014/17010/000418 CONTRATO: 076/2014 CONTRATANTE: Secretaria de Defesa e Proteção Social CONTRATADO: Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos OBJETO: O presente instrumento tem como objeto a alteração da CLAUSULA SÉTIMA do Contrato nº 076/2014, nos termos do art. 57, inciso II, da Lei nº 8.666/93, por um período de 12 (doze) meses, prorrogando-se a vigência a partir de 21 de novembro de 2015 e findando-se em 21 de novembro de 2016. FIRMADO EM: 17/09/2015 DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 18370.144.221.031.4213.0000 NATUREZA DA DESPESA: 33.90.39 FONTE: 0240666666 SIGNATÁRIOS: Gleidy Braga Ribeiro pela contratante e Ana Patrícia Fernandes Maciel Lima e Samir Oliveira da Silva, pelo contratado.

PROCON

EDitaiS Para PUBLiCaÇÃo

F.A. Nº 0308-000.734-3 RECLAMANTE: JOSÉ ANTONIO VIANA DE MORAIS RECLAMADA: JUTAI 661 EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: JUTAI 661 EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 07.560.958/0001-86,

a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos,

em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento de nº 2.527/2008 de 01/09/2008, arbitrada em R$ 4.255,98 (quatro mil duzentos e cinquenta e cinco reais e noventa e oito centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0212-018.509-8 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: DRAGOON SUSHI BAR E PIZZARIA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: NHT LINHAS AÉREAS, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 07.611.146/0001-12, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento de nº 4.471/2012 de 06/07/2012, arbitrada em R$ 1.276,79 (um mil duzentos e setenta e seis reais e setenta e nove centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de

Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0412-010.251-0 RECLAMANTE: JOSÉ DA CONCEIÇÃO SILVA RECLAMADA: VIA PLAN - COMIBRÁS LITORAL COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: COMIBRÁS LITORAL COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 03.443.434/0001-54,

a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos,

em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 3.238/2012 de 09/05/2012, arbitrada em R$ 6.809,56 (seis mil oitocentos e nove reais e cinquenta

e seis centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado.

§

Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através

do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº

619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de

Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

FA Nº: 0912-014.222-9 RECLAMANTE: JOANDA CLAUDINO OLIVEIRA RECLAMADA: VIA PLAN - COMIBRÁS LITORAL COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: COMIBRÁS LITORAL COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA, pessoa

jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 03.443.434/0001-54,

a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 953/2012 de 15/06/2012, arbitrada em R$ 8.511,94 (oito mil quinhentos e onze reais e noventa

e quatro centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado.

Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido

via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº

619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de

Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36 CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 1011-030.441-9 RECLAMANTE: JAZIRENE TORRES DE MORAIS SANTOS RECLAMADA: NATURE LIVING DO BRASIL LTDA - ME - OPORTUNITY

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: NATURE LIVING DO BRASIL LTDA - ME - OPORTUNITY, pessoa

jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 07.077.307/0001- 30, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento de nº 4.343/2012 de 27/06/2012, arbitrada em R$ 1.021,40 (um mil e vinte e um reais e quarenta centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº

619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de

Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0212-003.046-4 RECLAMANTE: JOSÉ INACIO DOS SANTOS NETO RECLAMADA: DIGIFACTOR COMERCIAL LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: DIGIFACTOR COMERCIAL LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 08.007.748/0001-28, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento de nº 4.607/2012 de 12/07/2012, arbitrada em R$ 1.276,80 (um mil duzentos e setenta e seis reais e oitenta centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

DIÁRIO OFICIAL

N o 4.461

5

F.A. Nº 0311-002.792-8 RECLAMANTE: JOSÉ DARWIN RIVERA RODRIGUES RECLAMADA: CITY LAR

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: CITY LAR, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 01.008.073/0085-09, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento de nº

2.153/2012 de 27/02/2012, arbitrada em R$ 8.511,94 (oito mil quinhentos e onze reais e noventa e quatro centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais

- DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código

de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO,

localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0212-007.369-5 RECLAMANTE: JONY PEREIRA LEAL RECLAMADA: LL DA COSTA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL

da empresa: LL DA COSTA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 13.580.326/0001-87, a qual encontra-se em lugar incerto

e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação

do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento de nº 4.820/2012 de 27/07/2012, arbitrada em R$ 510,72 (quinhentos e dez reais e setenta e dois centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE -

obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A Nº: 0214-019.730-1/PAD 924/2014 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: SUPERMERCADO 307 NORTE LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: SUPERMERCADO 307 NORTE LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 05.295.648/0001-56, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 3.063/2014 de 15/10/2014, arbitrada em R$

2.000,00 (dois mil reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

FA Nº: 0214-000.987-6 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: COMERCIAL DE PAPELARIA ROSA LTDA-ME

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: COMERCIAL DE PAPELARIA ROSA LTDA-ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 14.775.818/0001-90, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 661/2014 de 18/02/2014, arbitrada em R$

800,00 (oitocentos reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0213-054.653-0 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: ALENCAR COMERCIO DE MATERIAL P/ CONSTRUÇÃO/ OPÇÃO MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: ALENCAR COMERCIO DE MATERIAL P/ CONSTRUÇÃO/ OPÇÃO MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 03.787.232/0001-20, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 362/2014 de 14/01/2014, arbitrada em R$ 1.276,80 (um mil duzentos e setenta e seis reais e oitenta centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar

no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A Nº: 0213-007.398-9 RECLAMANTE: JEOVA MIRANDA AGUIAR MAGALHÃES RECLAMADA: AUTENTICASE.COM.BR - F. L. DE ALMEIDA - ME

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: AUTENTICASE.COM.BR - F. L. DE ALMEIDA - ME, pessoa

jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 11.695.265/0001-78,

a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos,

em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento de nº 1.399/2013 de 03/06/2013, arbitrada em R$ 851,19 (oitocentos e cinquenta e um reais e dezenove centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

6 DIÁRIO OFICIAL

N

o

4.461 Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

F.A. Nº 0412-019.025-5 RECLAMANTE: JEAN CLAUDE RUMMLER RECLAMADA: TRANSPORTE COLETIVO BRASIL LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: TRANSPORTE COLETIVO BRASIL LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 05.376.934/0005-70, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 5.360/2012 de 12/09/2012, arbitrada em R$ 638,40 (seiscentos e trinta e oito reais e quarenta centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0212-015.834-0 RECLAMANTE: DANIEL XAVIER RODRIGUES RECLAMADA: BURITI IMOBILIÁRIA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: BURITI IMOBILIÁRIA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 10.805.578/0001-79, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 5.285/2012 de 10/08/2012, arbitrada em em R$ 1.021,44 (um mil e vinte e um reais e quarenta e quatro centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa

do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0213-054.406-0 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: ROSILENE APARECIDA RIBEIRO MARTINS - A PRINCESINHA MODAS

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor

- PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo

art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: ROSILENE APARECIDA RIBEIRO MARTINS - A PRINCESINHA MODAS, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 38.144.952/0001-51, a qual encontra-se em lugar incerto

e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação

do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 668/2014 de 19/02/2014, arbitrada em R$ 500,00 (quinhentos reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0214-001.588-7 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: PAPELARIA IMPERIAL LTDA - ME

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: PAPELARIA IMPERIAL LTDA - ME, pessoa jurídica de direito

privado, inscrita no CNPJ sob o nº 15.410.879/0001-17, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 660/2014 de 20/02/2014, arbitrada em R$ 500,00 (quinhentos reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0214-001.346-8 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: PAPELARIA E ARMARINHO JS LTDA/JS PAPELARIA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: PAPELARIA E ARMARINHO JS LTDA/JS PAPELARIA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob nº 04.225.685/0001-25, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 826/2014 de 25/02/2014, arbitrada em R$ 500,00 (quinhentos reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE -

obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0212.029.049-0/PAD 232/2012 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: FOX MOTOS - CLAUDIO LEMES FAQUINHO

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: FOX MOTOS - CLAUDIO LEMES FAQUINHO, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 14.800.604/0001-27, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 6.383/2012, datado de 09/11/2012, arbitrada em R$ 2.000,00 (dois mil reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36 CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

DIÁRIO OFICIAL

N o 4.461

7

F.A. Nº 0213-000.296-4 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: COMERCIAL SUPER BIG DE ALIMENTOS LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: COMERCIAL SUPER BIG DE ALIMENTOS LTDA, pessoa

jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 16.593.945/0001-02,

a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos,

em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora

imposta no Termo de Julgamento de nº 1.849/2013 de 05/08/2013, arbitrada em R$ 20,000,00 (vinte mil reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor

- PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais

- DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código

de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO,

localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A Nº 0212-002.011-4/PAD 006/2011 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: M&M ATACADISTA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: M&M ATACADISTA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita

no CNPJ sob o nº 10.373.032/0001-28, a qual encontra-se em lugar incerto

e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação

do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 2.228/2012 de 27/02/2012, arbitrada em R$ 300,00 (trezentos reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0213-002.737-2/ PAD 410/2013 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: ATACADÃO DIST. E INDÚSTRIA LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: ATACADÃO DIST. E INDÚSTRIA LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 75.315.333/0090-84, a qual encontra-se

em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 1.990/2013, de 19/08/2013, arbitrada em R$ 20.000,00 (vinte mil reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso

o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor

do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0214-005.599-1/PAD 798/2014 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: VALADÃO E MESSIAS LTDA ME - MINE MERCADO PEG PAG POUCO

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: VALADÃO E MESSIAS LTDA ME - MINE MERCADO PEG

PAG POUCO, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob

o nº 18.564.582/0001-02, a qual encontra-se em lugar incerto e não

sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 777/2014 de 21/02/2014, arbitrada em R$ 1.000,00 (mil reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0214-003.073-8/PAD 780/2014 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: MEIO A MEIO

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL

da empresa: MEIO A MEIO, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 04.505.395/0001-35, a qual encontra-se em lugar incerto

e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação

do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 831/2014 de 26/02/2014, arbitrada em R$ 8.000,00 (oito mil reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0214-001.349-2/PAD 770/2014 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: D. H. SILVA E CIA LTDA ME - SUPER PAIOL

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: D. H. SILVA E CIA LTDA ME - SUPER PAIOL, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 15.123.192/0001-09, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 659/2014 de 19/02/2014, arbitrada em R$ 800,00 (oitocentos reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

8 DIÁRIO OFICIAL

N

o

4.461 Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

F.A. Nº 0214-008.221-6/PAD 807/2014 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: GIGLIOS SUPERMERCADO

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: GIGLIOS SUPERMERCADO, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 07.296.749/0001-77, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 1.128/2014, datado de 24/03/2014, arbitrada em R$ 500,00 (quinhentos reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0209-029.718-2 RECLAMANTE: GENICK MBAKI MASOGELE RECLAMADA: ACER DO BRASIL LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: ACER DO BRASIL LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 01.575.428/0001-25, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento de 21/01/2013, arbitrada em R$ 12.767,92 (doze mil setecentos e sessenta e sete reais e noventa e dois centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0312-016.205-8 RECLAMANTE: GILBERTO ALVES GUEDES RECLAMADA: RT AUTO CENTER

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da

empresa: RT AUTO CENTER, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 13.384.273/0001-29, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 4.941/2012 de 09/07/2012, arbitrada em R$ 2.837,32 (dois mil oitocentos e trinta e sete reais e trinta e dois centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0212-033.514-0

RECLAMANTE: GUSTAVO HENRIQUE KUJAVO RECLAMADA: BELA ARTE MARMORARIA - BORBA & LUSTOSA LTDA

-ME

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor

- PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo

art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: BELA ARTE MARMORARIA - BORBA & LUSTOSA

LTDA -ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob

o nº 10.444.184/0001-32, a qual encontra-se em lugar incerto e não

sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante

de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 334/2013 de 18/01/2013, arbitrada em R$ 4.255,97 (quatro mil duzentos

e cinquenta e cinco reais e noventa e sete centavos), sob pena de

inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0312-009.264-7 RECLAMANTE: GUTO JOAQUIM DE SOUSA RECLAMADA: IPARATH EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: IPARATH EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A, pessoa

jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 04.695.914/0001-75,

a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos,

em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 4.873/2012 de 20/05/2012, arbitrada em R$ 170.238,98 (cento e setenta mil duzentos e trinta e oito reais e noventa e oito centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0311-001.835-0 RECLAMANTE: GERRY ADRIANO PEREIRA DA SILVA RECLAMADA: DANTE GREGNANIN ADVOCACIA S/C

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: DANTE GREGNANIN ADVOCACIA S/C, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 55.708.994/0001-97, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento Nº 1.765/2012 de 06/02/2012, arbitrada em R$ 851,20 (oitocentos e cinquenta e um reais e vinte centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz. to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

DIÁRIO OFICIAL

N o 4.461

9

F.A. Nº 0412-006.493-7 RECLAMANTE: GRACIETE RODRIGUES FERREIRA RECLAMADA: VIA PLAN - COMIBRÁS LITORAL COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: COMIBRÁS LITORAL COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA, pessoa

jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 03.443.434/0001-54,

a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos,

em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento de nº 2.499/2012 de 03/04/2012, arbitrada em R$ 4.255,97 (quatro mil duzentos e cinquenta e cinco reais e

noventa e sete centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0213-054.340-6/PAD 741/2013 RECLAMANTE: A COLETIVIDADE RECLAMADA: ANDRADE E MAGALHÃES LTDA - EDIFICAR COM. DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: ANDRADE E MAGALHÃES LTDA - EDIFICAR COM. DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 02.370.303/0001-21, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 817/2014 de 24/02/2014, arbitrada em R$ 3.000,00

(três mil reais), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso

o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor

do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de

nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR

104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A. Nº 0212-022.052-9 RECLAMANTE: ARLENES BUZZATO DALABARY SPADA RECLAMADA: NHT LINHAS AÉREAS

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: NHT LINHAS AÉREAS, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 07.611.146/0001-12, a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos, em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento de nº 6.296/2012 de 24/10/2012, arbitrada em R$ 4.255,98 (quatro mil duzentos e cinquenta e cinco reais e noventa e oito centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 15 de setembro de 2015.

F.A Nº: 0412-018.868-5 RECLAMANTE: MARIA IRENE MOREIRA DE SOUSA RECLAMADA: VIA PLAN - COMIBRÁS LITORAL COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA

A Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor -

PROCON/TO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42,

§ 2º do Dec. nº 2181/97, determina a NOTIFICAÇÃO POR EDITAL da empresa: COMIBRÁS LITORAL COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA, pessoa

jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 03.443.434/0001-54,

a qual encontra-se em lugar incerto e não sabido, para anexar aos autos,

em dez dias a contar da publicação do presente edital na imprensa oficial, cópia autenticada do comprovante de pagamento da multa que lhe fora imposta no Termo de Julgamento nº 5.133/2012 de 21/08/2012, arbitrada em R$ 4.255,97 (quatro mil, duzentos e cinquenta e cinco reais e noventa

e sete centavos), sob pena de inscrição na Dívida Ativa do Estado. Caso

o pagamento ainda não tenha ocorrido, deverá ser efetuado em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor - PROCON - através do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais - DARE - obtido via Internet, pelo Site www.sefaz.to.gov.br, com código de barras ou na Coletoria Local, devendo constar no Campo 7, o Código de Receita de nº 619. Tal documento deverá ser encaminhado para a Superintendência de Proteção ao Direito do Consumidor - PROCON/TO, localizada na QDR 104 Sul, Rua SE 09, Lt. 36, CEP: 77.100.070, em Palmas/TO.

Palmas-TO, 10 de setembro de 2015.

Núbia Dias Gomes Batista Gerente Jurídico e do Contencioso

SECrEtaria Do DESEnVoLViMEnto Da aGriCULtUra E PECUÁria Secretário: CLEMEntE BarroS nEto
SECrEtaria Do DESEnVoLViMEnto Da aGriCULtUra E PECUÁria Secretário: CLEMEntE BarroS nEto

SECrEtaria Do DESEnVoLViMEnto Da aGriCULtUra E PECUÁria

SECrEtaria Do DESEnVoLViMEnto Da aGriCULtUra E PECUÁria Secretário: CLEMEntE BarroS nEto

Secretário: CLEMEntE BarroS nEto

SECrEtaria Do DESEnVoLViMEnto Da aGriCULtUra E PECUÁria Secretário: CLEMEntE BarroS nEto

Portaria/SEaGro nº 170/2015

O SECRETÁRIO DAAGRICULTURA DO DESENVOLVIMENTO

DA AGRICULTURA E PECUÁRIA, no uso de suas atribuições legais estabelecidas pela Constituição do Estado e demais legislações correlatas,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores nominados para, sem prejuízo de

suas atribuições normais, exercerem os encargos de Fiscal de Convênio

e respectivo substituto, para o caso de impedimento e afastamento legal do titular, do contrato elencado a seguir:

FISCAL

SUBSTITUTO

CONVÊNIO

Proc. Nº

OBJETO - CTO

       

C E L E B R A Ç Ã O

C O N V Ê N I O E N T R E SEAGRO E SINDICATO RURAL DE ARAGUATINS EM

D E

APOIO A XVI EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRI A DE

ARAGUATINS/2015

S A N D R A

D O S

SANTOS MENDES

MARCOSDIASPAES

CORREIA

matrícula: 1008358-5

matrícula: 1235303-4

054/2015

2015/3300/00525

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I - acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento das cláusulas avençadas no contrato;

II - anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinaram os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito à Área de Contratos e Convênios sobre tais eventos;

III - determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes, imediatamente comunicar através de relatório

à Área de Contratos e Convênios para ciência e apreciação das

providências;

IV - relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do convênio;

V - opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento do objeto, antes do final da sua vigência, logo após encaminhar para a Área de Contratos e Convênios para as devidas

providências;

VI - justificar ocorrências e promover o atendimento de diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

10 DIÁRIO OFICIAL

N

o

4.461 Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

VII - atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ ou recebimentos dos materiais;

VIII - observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinados;

IX - manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste

contratual;

- exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua ou

substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do convênio em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados.

X

Art. 3º Fica designado a Gerente de Associativismo e Cooperativismo como Supervisora do referido contrato, com atribuições para as decisões que competem ao cargo de chefia.

Art. 4º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

GABINETE DO SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA, em Palmas-TO, aos 09 dias do mês de setembro de 2015.

Portaria/SEaGro nº 180/2015

O SECRETÁRIO DO DESENVOLVIMENTO DAAGRICULTURA

E PECUÁRIA, no uso de suas atribuições de conveniência e oportunidade

que norteiam os atos públicos, com fundamento no nomeado pelo Ato n° 31 - NM Diário Oficial n°4.288, dia 02 de janeiro de 2015 e no art. 42 da Constituição Estadual, e,

Considerando o disposto nos artigos 69 e 73, inciso “b”, da Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, com objetivo de vistoriar os serviços da Complementação da Implantação da Barragem do Projeto Manuel Alves;

Considerando o Despacho nº 61/2015, da Diretoria de Irrigação

e Drenagem, designando servidores para compor a Comissão de

Recebimento Definitivo de Obras referente ao Contrato nº 092/2001.

RESOLVE:

Art. 1º Constituir a Comissão especialmente designada para o Recebimento Definitivo das Obras da Complementação da Implantação da Barragem Manoel Alves, refente ao Contrato nº046/2015, os servidores abaixo relacionados:

I - Fabrício Carvalho Corrêa, matrícula 11.222.964-1;

II - Jhooney Ramalho Gomes, matrícula 1.197.401-2;

Art. 2º O exercício das funções e integrantes da Comissão para proceder á vistoria nos serviços de execução das obras e serviços, com fornecimento e montagem dos equipamentos hidromecânicos e elétricos, destinados a perenização das águas do Tocantins, Programa PROPERTINS, sub-projeto Manuel Alves - Barramento 3 em Dianópolis, sendo considerado serviço público relevante e não será remunerado.

Art. 3º As decisões que ultrapassarem a competência desta Comissão, deverão ser encaminhadas, por escrito, ao gestor do órgão para adoção de medidas convenientes.

Art. 4º ESTABELECER, que a Comissão de que trata o art. 1º deverá obsevar o seguinte cronograma:

I - Planejamento com período 29/09/2015 a 02/10/2015 com duração de 5 dias úteis;

II - Execução com período 05/10/2015 a 09/10/2015 com duração de 5 dias úteis;

III - Elaboração do Relatório com período 19/10/2015 a

23/10/2015 com duração de 5 dias úteis;

Art. 5 º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação;

GABINETE DO SECRETÁRIO DO DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA, em Palmas-TO, aos 17 dias do mês de setembro de 2015.

Portaria/SEaGro nº 181/2015

O SECRETÁRIO DAAGRICULTURA DO DESENVOLVIMENTO

DA AGRICULTURA E PECUÁRIA, no uso de suas atribuições legais estabelecidas pela Constituição do Estado e demais legislações correlatas,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores nominados para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem os encargos de Fiscal de Convênio

e respectivo substituto, para o caso de impedimento e afastamento legal do titular, do contrato elencado a seguir:

FISCAL

SUBSTITUTO

CONVÊNIO

Proc. Nº

OBJETO - CTO

       

C E L E B R A Ç Ã O

D E

F R A N C I S C A MARTA BARBOSA

C O N V Ê N I O E N T R E

SANDRADOSSANTOS

SEAGRO E SINDICATO RURAL DE MIRACEMA EM APOIO A 34ª EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRI A DE MIRACEMA.

MENDES CORREIA

DOS

SANTOS

02/2015

2015/3300/00277

matrícula: 1008358-5

RODRIGUES

matrícula: 503943-2

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I - acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento das cláusulas avençadas no contrato;

II - anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinaram os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito à Área de Contratos e Convênios sobre tais eventos;

III - determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes, imediatamente comunicar através de relatório

à Área de Contratos e Convênios para ciência e apreciação das providências;

IV - relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do convênio;

V - opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento do objeto, antes do final da sua vigência, logo após encaminhar para a Área de Contratos e Convênios para as devidas providências;

VI - justificar ocorrências e promover o atendimento de

diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII - atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ ou recebimentos dos materiais;

VIII - observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinados;

IX - manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X - exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua ou

substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do convênio em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados.

Art. 3º Fica designado a Gerência de Associativismo e Cooperativismo como Supervisora do referido contrato, com atribuições para as decisões que competem ao cargo de chefia.

Art. 4º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

GABINETE DO SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA, em Palmas-TO, aos 17 dias do mês de setembro de 2015.

Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

DIÁRIO OFICIAL

N o 4.461

11

EXtrato DE ConVÊnio n° 54/2015

Convênio n. 54/2015. Processo nº: 2015.3300.000525. Concedente: Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária. CNPJ: 25.089.137/0001-95 Convenente: Sindicato Rural de Araguatins-TO. CNPJ: 02.672.723./0001-62 Objeto do Convênio: O presente CONVÊNIO tem por objeto apoiar a realização XVI Exposição Agropecuária de Araguatins/2015, que será realizada nos dias 06 à 13 de setembro de 2015, com a finalidade de fomentar e desenvolver o agronegócio da Região, com programação voltada aos produtores e trabalhadores rurais, além da população em geral, com intuito de gerar empregos e renda, divulgando as potencialidades da produção rural de Araguatins e região. VALOR TOTAL: 29.640,00 (vinte e nove mil, seiscentos e quarenta reais). CONCEDENTE: R$ 28.500,00 (vinte e oito mil e quinhentos reais). CONVENENTE: R$ 1.140,00 (mil cento e quarenta reais), referente a contrapartida. Dotação Orçamentária: Programa de Trabalho nº 20573100120220000, fonte nº 0100888888, natureza da despesa nº 33.50.41. Vigência: 02 de novembro de 2015. Data da Assinatura: 04 de setembro de 2015. Signatários: Clemente Barros Neto - Secretário de Estado, e Claudio Ferreira da Silva - Presidente do Sindicato Rural de Araguatins-TO.

EXtrato DE tErMo aDitiVo 1º tErMo aDitiVo

Convênio n. 37/2015. Processo nº: 2015.3300.000402 Concedente: Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária. CNPJ: 25.089.137/0001-95 Convenente: Sindicato Rural de Lagoa da Confusão-TO. CNPJ: 01.877.040/0001-89 Objeto: O presente Termo tem por objeto a prorrogação “ex officio” do convênio sobredito, exaurindo o ajuste em 16 de novembro de 2015. VALOR TOTAL: R$ 100.000,00 (cem mil reais), proveniente de emenda parlamentar. Data da Assinatura: 15 de setembro de 2015. Signatários: Clemente Barros Neto - Secretário de Estado, e Nelson Alves Moreira - Presidente do Sindicato Rural de Lagoa da Confusão-TO.

EXtrato DE ConVÊnio

Processo nº: 2015.3300.000492 Convênio n.: 56/2015. Concedente: Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária CPNJ: 25.089.137/0001-95 Convenente: Sindicato Rural Xambioá-TO CNPJ: 01.214.592/0001-07 OBJETO: O presente CONVÊNIO tem por objeto apoiar a realização 14ª Exposição Agropecuária de Xambioá-TO, que será realizada de 05 a 13 de setembro de 2015, com a finalidade de fomentar e desenvolver o agronegócio da Região, com programação voltada aos produtores e trabalhadores rurais, além da população em geral, com intuito de gerar empregos e renda, divulgando as potencialidades da produção rural de Xambioá e região. Valor: R$ 100.000,00 (cem mil reais), proveniente de emenda parlamentar. Dotação Orçamentária/Financeira: NE 2015NE00542, Programa de Trabalho nº 20573100120220000, fonte nº 0104201504, natureza da despesa nº 33.50.41, e NE 2015NE543, Programa de Trabalho 20573100120220000, Fonte 0104201521, Natureza de Despesa 335041. Data de Assinatura: 09 de setembro de 2015. Vigência: A partir da assinatura, com termo final em 14 de outubro de 2015. Signatários: Clemente Barros Neto - Secretário do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária e Abel José da Silva Junior - Presidente do Sindicato Rural de Xambioá-TO.

SECrEtaria Do DESEnVoLViMEnto EConÔMiCo E tUriSMo Secretário: EUDoro GUiLHErME ZaCariaS PEDroZa
SECrEtaria Do DESEnVoLViMEnto EConÔMiCo E tUriSMo Secretário: EUDoro GUiLHErME ZaCariaS PEDroZa

SECrEtaria Do DESEnVoLViMEnto EConÔMiCo E tUriSMo

SECrEtaria Do DESEnVoLViMEnto EConÔMiCo E tUriSMo Secretário: EUDoro GUiLHErME ZaCariaS PEDroZa

Secretário: EUDoro GUiLHErME ZaCariaS PEDroZa

SECrEtaria Do DESEnVoLViMEnto EConÔMiCo E tUriSMo Secretário: EUDoro GUiLHErME ZaCariaS PEDroZa

Portaria nº 774/2015, DE 17 DE SEtEMBro DE 2015.

O Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e

Turismo, no uso das atribuições dispostas no § 1º do art. 42 da Constituição

do Estado e consoante o disposto no Ato Governamental nº 33 - NM, de 01/01/2015, publicado no DOE nº 4.288, de 02/01/2015.

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores abaixo identificados para, sem nenhum prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de fiscal de Contrato, bem como, designar os respectivos substitutos, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, dos contratos elencados a aseguir:

Número do

Número do

Fiscal do

   

Contrato

Processo

Contrato

Fiscal Substituto

Objeto do Contrato

   

Bruno Accidy de

Peterson

de

Contratação de empresa especializada

005/2012

2012.1093.0111

Carvalho Mat. 1201930-2

Oliveira Inácio

na prestação de serviço Telefônico Fixo Comutado - STFC

Mat. 1286331-1

   

Bruno Accioly de Carvalho Mat. 1201930-2

Peterson

de

Serviços de fotocópias/impressões, com fornecimento de máquinas, suprimentos, peças de reposição e manutenção preventiva e corretiva.

10/2013

2013 3693 007

Oliveira Inácio

Mat. 1286331-1

Art. 2º São atribuições do fiscal:

I - acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II - anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como, informar por escrito à Diretoria Administrativa e Financeira sobre tais eventos;

III - determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes e imediatamente comunicar através de relatório à Diretoria Administrativa e Financeira para ciência e apreciação das providências;

IV - relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V - opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 30 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria Administrativa e Financeira para as devidas providências;

VI - responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII - atestar a realização dos serviços efetivamente prestados e/ ou recebimentos dos materiais;

VIII - observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinado;

IX - manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X - exigir que o contratado repare, corrija, remova, construa ou

substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

12 DIÁRIO OFICIAL

N

o

4.461 Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

Portaria nº 780, DE 18 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO

ECONÔMICO E TURISMO, designado pelo Ato Governamental nº 33 - NM, de 01/01/2015, publicado no Diário Oficial do Estado nº 4.288, de 02/01/2015, no uso das atribuições que lhes são conferidas no art. 40,

inciso XI, da Constituição do Estado;

CONSIDERANDO o disposto no art. 74, inciso II, c/c o art. 75, da Lei Estadual nº 1.284, de 17/12/2001, c/c a INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCE/TO nº 14, de 10/12/2003, RESOLVE:

Art. 1º Prorrogar o prazo da PORTARIA Nº 083, DE 12 DE AGOSTO DE 2015, publicada no Diário Oficial do Estado nº 4.437 no dia 14 de agosto de 2015, por mais 30 dias para a conclusão dos trabalhos.

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor a partir do dia 29 de agosto

de 2015.

SECrEtaria Da EDUCaÇÃo Secretário: aDÃo FranCiSCo DE oLiVEira
SECrEtaria Da EDUCaÇÃo Secretário: aDÃo FranCiSCo DE oLiVEira

SECrEtaria Da EDUCaÇÃo

SECrEtaria Da EDUCaÇÃo Secretário: aDÃo FranCiSCo DE oLiVEira

Secretário: aDÃo FranCiSCo DE oLiVEira

SECrEtaria Da EDUCaÇÃo Secretário: aDÃo FranCiSCo DE oLiVEira

Portaria-SEDUC nº 2011, DE 02 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais, com base na Lei Federal nº 8.666/1993 e com fulcro no Decreto Orçamentário vigente.

Considerando a necessidade da contratação dos serviços da empresa CLB PRODUÇÕES ARTÍSTICAS LTDA - CNPJ 07.474.150/0001- 86 para apresentação de 01 (uma) palestra “Leitura Literária para Reencantamento da Vida” no dia 24 de setembro de 2015, durante a programação do 9º Salão do Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, em Palmas – TO, no valor de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais), conforme Justificativa às fls. 39 a 42 e MEMORANDO nº 034/2015/SEDUC/CGLS às fls. 02 do Processo Administrativo

2015/27000/012355;

Considerando o Parecer nº 153/2015, de 1º de setembro de 2015 da Assessoria Jurídica desta Secretaria, externando a possibilidade de dispensa de licitação para a contratação dos serviços da empresa CLB PRODUÇÕES ARTÍSTICAS LTDA - CNPJ 07.474.150/0001-86 para apresentação de 01 (uma) palestra “Leitura Literária para Reencantamento da Vida” no dia 24 de setembro de 2015, durante a programação do 9º Salão do Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, em Palmas – TO, com fundamento no art. 24, inciso II, da Lei Federal nº

8.666/93;

RESOLVE:

DECLARAR DISPENSA DE LICITAÇÃO, em favor da empresa CLB PRODUÇÕES ARTÍSTICAS LTDA - CNPJ 07.474.150/0001-86, para apresentação de 01 (uma) palestra “Leitura Literária para Reencantamento da Vida” no dia 24 de setembro de 2015, durante a programação do 9º Salão do Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, em Palmas – TO, com fundamento no art. 24, inciso II, da Lei Federal nº

8.666/93;

A despesa será no valor de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais), consignada por conta do Programa de Trabalho nº 1026 Educação Básica, da Ação 27.010.12.368.1026.2248 - Realização da Feira Literária Internacional do Tocantins, Elemento de Despesa 3.3.90.39, Fonte 0100.

Portaria-SEDUC nº 2146, DE 15 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do Estado, resolve:

Art. 1º Designar o servidor GIOVANNI ALESSANDRO ASSIS SILVA matrícula nº 11459557, Diretor de Infraestrutura e Obras, como responsável pelo acompanhamento e fiscalização da execução do projeto, objeto do Acordo de Cooperação Técnica Nº 007/2015 firmado entre a Secretaria da Educação e a Associação Brasileira de Difusão do Livro- ABDL, por meio do Processo nº 2015/2700/012010.

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor a partir da sua assinatura, revogando-se as disposições em contrário.

Portaria-SEDUC nº 2147, DE 15 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do Estado, resolve:

Art. 1º Designar o servidor LUCIANO GOMES DOS SANTOS matrícula nº 165739-2, Gerente de Folha de Pagamento e Controle, como responsável pelo acompanhamento e fiscalização da execução do projeto, objeto do Termo de Convênio Nº 007/2015 firmado entre a Secretaria da Educação e a Associação Brasileira de Difusão do Livro- ABDL, por meio do Processo nº 2015/2700/012011.

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor a partir da sua assinatura, revogando-se as disposições em contrário.

Portaria-SEDUC nº 2148, DE 15 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe são conferidas pelo art. 42, § 1º, incisos II e IV da Constituição do Estado do Tocantins, e,

Considerando o que determina a Lei de Diretrizes e Bases da Educação no TÍTULO III - DO DIREITO À EDUCAÇÃO E DO DEVER DE EDUCAR, art. 4º O dever do Estado com educação escolar pública será efetivado mediante a garantia de:

IV - acesso público e gratuito aos ensinos fundamental e médio

para todos os que não os concluíram na idade própria; (Redação dada pela Lei nº 12.796, de 2013) VII - oferta de educação escolar regular para jovens e adultos, com características e modalidades adequadas às suas necessidades e disponibilidades, garantindo-se aos que forem trabalhadores as condições de acesso e permanência na escola;

Considerando, ainda, o que expressa a Constituição Federal no CAPÍTULO III DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO, Seção I DA EDUCAÇÃO:

Art. 205 - A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Art. 206 - O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios: I - igualdade de condições para o acesso e permanência na escola.

RESOLVE:

Regularizar a extensão da Escola Municipal Ana Alves de Brito, no Povoado Palminha, em Tocantínia, em funcionamento no Colégio Estadual Batista Professora Beatriz Rodrigues da Silva, em Tocantínia, conforme discriminação abaixo.

UNIDADE ESCOLAR - SEDE

UNIDADE ESCOLAR - EXTENSÃO

COLÉGIOESTADUALBATISTAPROFESSORABEATRIZ RODRIGUES DA SILVA Lei de Criação Nº 2.605 de

ESCOLA MUNICIPAL ANA ALVES DE BRITO Rua Principal - Povoado Palminha-TOcantínia MODALIDADE: ENSINO MÉDIO CURSO: MÉDIO BÁSICO.

05/07/2012

Tocantínia - TO

Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Portaria-SEDUC nº 2156, DE 16 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas

atribuições legais, com base na Lei Federal nº 8.666/1993 e com fulcro no Decreto Orçamentário vigente.

Considerando a necessidade de contratação de Pessoa Física RAIMUNDO CÉSAR LUSTOSA DOS SANTOS, para realizar 01 (uma) palestra “MOTIVAÇÃO COM FOCO EM RESULTADOS”, no dia 20 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, conforme Justificativa das fls. 34 a 37 destes autos, no valor de R$ 900,00 (novecentos reais), conforme MEMO Nº 074/SEDUC/ CGLS às fls. 02 do Processo Administrativo 2015/27000/012688;

Considerando o Parecer nº 194/2015 de 16 de setembro de 2015 da Assessoria Jurídica desta Secretaria, externando a possibilidade de dispensa de licitação para a contratação de Pessoa Física RAIMUNDO CÉSAR LUSTOSA DOS SANTOS, para realizar 01 (uma) palestra “MOTIVAÇÃO COM FOCO EM RESULTADOS”, no dia 20 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, com fundamento no artigo 24, inciso II da Lei Federal nº 8.666/93;

RESOLVE:

DECLARAR A DISPENSA DE LICITAÇÃO, em favor da Pessoa Física RAIMUNDO CÉSAR LUSTOSA DOS SANTOS, para realizar 01 (uma) palestra “MOTIVAÇÃO COM FOCO EM RESULTADOS”, no dia 20 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, com fundamento no artigo 24, inciso II da Lei Federal nº 8.666/93.

A despesa será no valor estimado de R$ 900,00 (novecentos reais), consignada por conta do programa de trabalho nº 1026, da ação 27.010.12.368.1026.2145 - Formação Continuada dos Professores da Educação Básica, elemento de despesa 3.3.90.36, fonte 0101.

Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

DIÁRIO OFICIAL

N o 4.461

13

Portaria-SEDUC nº 2157, DE 16 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas

atribuições legais, com base na Lei Federal nº 8.666/1993 e com fulcro

no Decreto Orçamentário vigente.

Considerando a necessidade da contratação do serviço da Pessoa Física ELIZEU RIBEIRO LIRA, CPF: 212.209.051-00, para realizar 1 (um) Show de música com a Banda Mestre André, no dia 27

de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de

2015 em Palmas-TO, no valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais), conforme

Justificava às fls. 32 a 35 e MEMORANDO nº 114/SEDUC/CGLS às fls. 02 do Processo Administrativo 2015/27000/013150;

Considerando o Parecer nº 195/2015, de 16 de setembro de

2015 da Assessoria Jurídica desta Secretaria, externando a possibilidade

de dispensa de licitação para a contratação da do serviço da Pessoa

Física ELIZEU RIBEIRO LIRA, CPF: 212.209.051-00, para realizar 1 (um) Show de música com a Banda Mestre André, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19

Portaria-SEDUC nº 2159, DE 16 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas

atribuições legais, com base na Lei Federal nº 8.666/1993 e com fulcro no Decreto Orçamentário vigente.

Considerando a necessidade da contratação da Pessoa Jurídica

ALEXANDRETESTAACAMPORA33692610734,CNPJ20.154.680/0001-05

para realizar 01 (uma) PALESTRA ROMANA DE NATIVIDADE, no dia 25

de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de

2015 em Palmas-TO, no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais), conforme

Justificativa às fls. 40 a 43 e MEMORANDO Nº 075/2015/SEDUC/CGLS às fls. 02 do Processo Administrativo 2015/27000/012680;

Considerando o Parecer nº 187/2015 de 14 de setembro de 2015 da Assessoria Jurídica desta Secretaria, externando a possibilidade de dispensa de licitação para contratação da Pessoa Jurídica ALEXANDRE TESTA ACAMPORA 33692610734, CNPJ 20.154.680/0001-05 para realizar 01 (uma) PALESTRA ROMANA DE NATIVIDADE, no dia 25 de

setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de

a

27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, com fundamento no artigo 24,

2015

em Palmas-TO, com fundamento no art. 24, inciso II da Lei Federal

inciso II, da Lei Federal nº 8.666/93;

nº 8.666/93;

RESOLVE:

RESOLVE:

DECLARAR A DISPENSA DE LICITAÇÃO, em favor da Pessoa Física ELIZEU RIBEIRO LIRA, CPF: 212.209.051-00, para realizar 1 (um) Show de música com a Banda Mestre André, no dia 27 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, com fundamento no artigo 24, inciso II, da Lei Federal nº 8.666/93;

A despesa será no valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais),

consignada por conta do programa de trabalho nº 1026, da ação 27.010.12.368.1026.2248 - Realização da Feira Literária Internacional

do Tocantins, elemento de despesa 3.3.90.36, fonte 0100.

Portaria-SEDUC nº 2158, DE 16 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas

atribuições legais, com base na Lei Federal nº 8.666/1993 e com fulcro no Decreto Orçamentário vigente.

Considerando a necessidade da contratação da Pessoa Jurídica

MC & BONFIM CONSULTORIA LTDA - ME, CNPJ 12.985.433/0001-22,

para realizar 01 (uma) palestra motivacional: “E AÍ! VOCÊ FAZ A DIFERENÇA OU É + 1”, no dia 20 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, no valor de R$ 1.200,00 (um mil e duzentos reais), conforme Justificativa às fls. 31 a 34 e MEMORANDO Nº 082/2015/SEDUC/CGLS às fls. 02 do Processo Administrativo 2015/27000/012682;

Considerando o Parecer nº 186/2015 de 10 de setembro de 2015 da Assessoria Jurídica desta Secretaria, externando a possibilidade de dispensa de licitação para contratação da Pessoa Jurídica MC & BONFIM CONSULTORIA LTDA - ME, CNPJ 12.985.433/0001-22, para realizar 01 (uma) palestra motivacional: “E AÍ! VOCÊ FAZ A DIFERENÇA OU É + 1”, no dia 20 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, com fundamento no art. 24, inciso II da Lei Federal nº 8.666/93;

RESOLVE:

DECLARAR DISPENSA DE LICITAÇÃO, em favor da empresa MC & BONFIM CONSULTORIA LTDA - ME, CNPJ 12.985.433/0001-22, para

realizar 01 (uma) palestra motivacional: “E AÍ! VOCÊ FAZ A DIFERENÇA

OU É + 1”, no dia 20 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira

Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19

a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, com fundamento no art. 24, inciso II da Lei Federal nº 8.666/93.

A despesa será no valor de R$ 1.200,00 (um mil e duzentos

reais), consignada por conta do Programa de Trabalho nº 1026 Educação Básica, da Ação 27.010.12.368.1026.2248 - Realização da Feira Literária

Internacional do Tocantins, Elemento de Despesa 3.3.90.39, Fonte 0100.

DECLARAR DISPENSA DE LICITAÇÃO, em favor da empresa

ALEXANDRE TESTAACAMPORA 33692610734, CNPJ 20.154.680/0001-

05

para realizar 01 (uma) PALESTRA ROMANA DE NATIVIDADE, no dia

25

de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional

do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de

2015 em Palmas-TO, com fundamento no art. 24, inciso II da Lei Federal

nº 8.666/93.

A despesa será no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais),

consignada por conta do Programa de Trabalho nº 1026 Educação Básica, da Ação 27.010.12.368.1026.2145 - Formação Continuada dos Professores da Educação Básica, Elemento de Despesa 3.3.90.39, Fonte 0101.

Portaria-SEDUC nº 2160, DE 16 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas

atribuições legais, com base na Lei Federal nº 8.666/1993 e com fulcro no Decreto Orçamentário vigente.

Considerando a necessidade da contratação da empresa INSTITUTO ACADEMIA DE INTELIGÊNCIA - LTDA, CNPJ 05.149.602/0001-29 para realizar 01 (uma) palestra com o profissional escritor AUGUSTO CURY, no dia 19 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, no valor de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), conforme MEMORANDO Nº 097/SEDUC/ CGLS às fls. 02 do Processo Administrativo 2015/27000/012810;

Considerando o Parecer nº 177/2015 de 10 de setembro de

2015 da Assessoria Jurídica desta Secretaria, externando a possibilidade

de dispensa de licitação para contratação da empresa INSTITUTO ACADEMIA DE INTELIGÊNCIA - LTDA, CNPJ 05.149.602/0001-29 para realizar 01 (uma) palestra com o profissional escritor AUGUSTO CURY, no dia 19 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, com fundamento no art. 25 “caput” da Lei Federal nº 8.666/93;

Considerando a manifestação da Procuradoria Geral do Estado constante no Parecer “SPA” nº 1.742/2015 de 15 de setembro de 2015, aprovado pelo Despacho “SCE” nº 3297/2015, de 15 de setembro de 2015, resolve:

RESOLVE:

DECLARAR INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO, em favor da Empresa INSTITUTO ACADEMIA DE INTELIGÊNCIA - LTDA, CNPJ 05.149.602/0001-29 para realizar 01 (uma) palestra com o profissional escritor AUGUSTO CURY, no dia 19 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, com fundamento no art. 25 “caput” da Lei Federal nº 8.666/93.

A despesa será no valor de R$ 30.000,00 (trinta mil reais),

consignada por conta do Programa de Trabalho nº 1026 Educação Básica, da Ação 27.010.12.368.1026.2145 - Formação Continuada dos Professores da Educação Básica, Elemento de Despesa 3.3.90.39, Fonte 0101.

14 DIÁRIO OFICIAL

N

o

4.461 Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

Portaria-SEDUC nº 2161, DE 16 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas

atribuições legais, com base na Lei Federal nº 8.666/1993 e com fulcro no Decreto Orçamentário vigente.

Considerando a necessidade da contratação do serviço da empresa GEORGE HENRIQUE SILVA 04360501617 - CNPJ 16.992.921/0001-18, para apresentar 01 (uma) peça teatral A POÇÃO DO AMOR, no dia 25 de setembro de 2015, durante o 9º SALÃO DO LIVRO - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas-TO, conforme Justificativa às fls. 26 destes autos, no valor de R$ 5.350,00 (cinco mil, trezentos e cinquenta reais), conforme MEMORANDO nº 027/2015/SEDUC/CGLS às fls. 02 do Processo Administrativo 2015/27000/012347;

Considerando o Parecer nº 190/2015, de 15 de setembro de

2015 da Assessoria Jurídica desta Secretaria, externando a possibilidade

de dispensa de licitação para a contratação do serviço da empresa GEORGE HENRIQUE SILVA 04360501617 - CNPJ 16.992.921/0001-18, para apresentar 01 (uma) peça teatral A POÇÃO DO AMOR, no dia 25 de setembro de 2015, durante o 9º SALÃO DO LIVRO - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas-TO, com fundamento no art. 24, inciso II, da Lei Federal nº 8.666/93;

RESOLVE:

DECLARAR A DISPENSA DE LICITAÇÃO, em favor da empresa GEORGE HENRIQUE SILVA 04360501617 - CNPJ 16.992.921/0001-18, para apresentar 01 (uma) peça teatral A POÇÃO DO AMOR, no dia 25 de setembro de 2015, durante o 9º SALÃO DO LIVRO - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas-TO, com fundamento no art. 24, inciso II, da Lei Federal nº 8.666/93;

A despesa será no valor de R$ 5.350,00 (cinco mil, trezentos

e cinquenta reais), consignada por conta do Programa de Trabalho nº 1026, da Ação 27.010.12.368.1026.2248 - Realização da Feira Literária Internacional do Tocantins, Elemento de Despesa 3.3.90.39, Fonte 0100.

Portaria-SEDUC nº 2162, DE 16 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas

atribuições legais, com base na Lei Federal nº 8.666/1993 e com fulcro no Decreto Orçamentário vigente.

Considerando a necessidade da contratação da empresa ÍTALO

AUGUSTO PEREIRA ARAUJO 41175065870 - CNPJ 15.528.165/0001-

08 para apresentação de 01 (uma) PEÇA TEATRAL - TEATRO DE

MAMULENGOS, intitulado “O PESCADOR, O ANEL E O REI”, no dia 24

de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de

2015 em Palmas-TO, no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais), conforme

Justificativa às fls. 32 e MEMORANDO Nº 040/2015/SEDUC/CGLS às fls. 02 do Processo Administrativo 2015/27000/012343;

Considerando o Parecer nº 192/2015 de 16 de setembro de

2015 da Assessoria Jurídica desta Secretaria, externando a possibilidade

de dispensa de licitação para contratação da empresa ÍTALO AUGUSTO PEREIRA ARAUJO 41175065870 - CNPJ 15.528.165/0001-08 para apresentação de 01 (uma) PEÇA TEATRAL - TEATRO DE MAMULENGOS, intitulado “O PESCADOR, O ANEL E O REI”, no dia 24

de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de

2015 em Palmas-TO, com fundamento no art. 24, inciso II da Lei Federal

nº 8.666/93;

RESOLVE:

DECLARAR DISPENSA DE LICITAÇÃO, em favor da empresa ÍTALO

AUGUSTO PEREIRA ARAUJO 41175065870 - CNPJ 15.528.165/0001-

08 para apresentação de 01 (uma) PEÇA TEATRAL - TEATRO DE

MAMULENGOS, intitulado “O PESCADOR, O ANEL E O REI”, no dia 24 de setembro de 2015, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de

2015 em Palmas-TO, com fundamento no art. 24, inciso II da Lei Federal

nº 8.666/93.

A despesa será no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais),

consignada por conta do Programa de Trabalho nº 1026 - Educação Básica, da Ação 27.010.12.368.1026.2248 - Realização da Feira Literária Internacional do Tocantins, Elemento de Despesa 3.3.90.39, Fonte 0100.

Portaria-SEDUC nº 2163, DE 16 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas

atribuições legais, com base na Lei Federal nº 8.666/1993 e com fulcro no Decreto Orçamentário vigente.

Considerando a necessidade da contratação da empresa NASCEDOURO SERVIÇOS ARTÍSTICOS LTDA-ME - CNPJ 13.857.615/0001-80 para 02 (duas) apresentações do Espetáculo “A SAGA DE DOM CAIXOTE” no dia 20 de setembro de 2015, no 9º SALÃO DO LIVRO - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, no valor

de R$ 31.125,00 (trinta e um mil, cento e vinte e cinco reais), conforme Justificativa às fls. 54 a 58 e MEMORANDO Nº 030/SEDUC/CGLS às fls.

02 do Processo Administrativo 2015/27000/012358;

Considerando o Parecer nº 139/2015 de 28 de agosto de 2015 da Assessoria Jurídica desta Secretaria, externando a possibilidade de inexigibilidade de licitação para a contratação da empresa NASCEDOURO SERVIÇOS ARTÍSTICOS LTDA-ME - CNPJ 13.857.615/0001-80 para 02 (duas) apresentações do Espetáculo “A SAGA DE DOM CAIXOTE” no dia 20 de setembro de 2015, no 9º SALÃO DO LIVRO - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, com fundamento no art. 25, inciso III da Lei Federal nº 8.666/93;

Considerando a manifestação da Procuradoria Geral do Estado constante no Parecer “SPA” nº 1.673/2015 de 04 de setembro de 2015, aprovado pelo Despacho “SCE” nº 3169/2015 de 09 de setembro de 2015;

RESOLVE:

DECLARAR INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO, em favor da empresa NASCEDOURO SERVIÇOS ARTÍSTICOS LTDA-ME - CNPJ 13.857.615/0001-80 para 02 (duas) apresentações do Espetáculo “A SAGA DE DOM CAIXOTE” no dia 20 de setembro de 2015, no 9º SALÃO DO LIVRO - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, evento que acontecerá de 19 a 27 de setembro de 2015 em Palmas-TO, com fundamento no art. 25, inciso III da Lei Federal nº 8.666/93.

A despesa será no valor de R$ 31.125,00 (trinta e um mil, cento

e vinte e cinco reais), consignada por conta do Programa de Trabalho nº 1026, da Ação 27.010.12.368.1026.2248 - Realização da Feira Literária Internacional do Tocantins, Elemento de Despesa 3.3.90.39, Fonte 0100.

Portaria-SEDUC nº 2166, DE 18 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art.

67 da Lei 8.666/93 e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07

de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

Objeto do Contrato

Doralice Loureiro da Mota Matrícula Nº 811352-1

Cláudio Nogueira Carneiro Matrícula Nº 788391-2

40/2015

Cícero Silva

Real i zação de 04(quat ro) Apresentações do Espetáculo Circense “Titêtê Inconserto”, nos dias 26 e 27 de setembro, durante a programação do 9º Salão do Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, evento que acontecerá no período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas – TO.

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I – acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II – anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Diretoria de Educação Integral sobre tais eventos;

III – determinar providências de retificação das irregularidades encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Diretoria de Educação Integral para ciência e apreciação das providências;

Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

DIÁRIO OFICIAL

N o 4.461

15

IV – relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V – opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI – responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII – atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII – observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinados;

IX – manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X – exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato

em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Portaria-SEDUC nº 2167, DE 16 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete à prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93 e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

Objeto do Contrato

Idalina Freitas Silva Magalhães Matrícula Nº 806400

Maria Eunice Costa Rodrigues Matrícula Nº 278297

59/2015

Ítalo Augusto Pereira Araújo - 41175056870

Realização de 01 (uma) Peça Teatral: “Teatro de Mamulengos “O Pescador, o Anel e o Rei”, no dia 24 de setembro, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, no período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas-TO.

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I - acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II - anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Gerência de Formação e Desenvolvimento de Pessoas sobre tais eventos;

III - determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Gerência

de Formação e Desenvolvimento de Pessoas para ciência e apreciação das providências;

IV - relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V - opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI - responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII - atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII - observar a execução do contrato, dentro dos limites dos

créditos orçamentários para ele determinados;

IX - manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X - exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Portaria-SEDUC nº 2168, DE 09 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93 e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

Objeto do Contrato

Maria Eunice Costa Rodrigues Matrícula Nº 278297

Idalina Freitas Silva Magalhães Matrícula Nº 806400

 

ÍTALO AUGUSTO

Realização de 01 (um) Espetáculo de Contação de História, pela Atriz Vanessa Max, no dia 25 de setembro, no 9º Salão do Livro - Feira Literária Internacional do Tocantins - FLIT, no período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas-TO.

24/2015

PEREIRAARAÚJO

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I - acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II - anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Gerência de Formação e Desenvolvimento de Pessoas sobre tais eventos;

III - determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Gerência de Formação e Desenvolvimento de Pessoas para ciência e apreciação

das providências;

IV - relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V - opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI - responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII - atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII - observar a execução do contrato, dentro dos limites dos

créditos orçamentários para ele determinados;

IX - manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X - exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei

Federal nº 8.666/93.

16 DIÁRIO OFICIAL

N

o

4.461 Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

Portaria-SEDUC nº 2169, DE 10 DE SEtEMBro DE 2015.

OSECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93 e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato,

bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos

e afastamentos legais do titular, do contrato/documento equivalente elencado a seguir:

Fiscal

Substituto de Fiscal

Contrato/ Doc.

Equivalente

Contratada

Objeto

Maria de Jesus Costa da Silva Matrícula: nº 909560-3

Luciana de Sousa Borges Matrícula: nº 606537-2

041/2015

PROC.

2015/27000/012101

O&M MULTIVISÃO COMERCIAL LTDA - ME

Contratação de empresa especi al i zada na prestação de serviços de fornecimento de Material Gráfico (sacolas, PIN, caneca e caneta), que

serão oferecidos como Brindes aos participantes

e

Tocantins.

colaboradores do Salão do Livro do

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I - acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II - anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar

por escrito a Diretoria de Administração sobre tais eventos;

III - determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Diretoria de Administraçãopara ciência e apreciação das providências;

IV - relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V - opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI - responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle

Interno e Externo;

VII - atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII - observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinados;

IX - manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste

contratual;

X - exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Portaria-SEDUC nº 2170, DE 18 DE SEtEMBro DE 2015.

OSECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93 e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos

e afastamentos legais do titular, do contrato/documento equivalente elencado a seguir:

   

Contrato/ Doc.

   

Fiscal

Substituto de Fiscal

Equivalente

Contratada

Objeto

   

NOTA DE

 

Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de Coffe Break, para atender os Camarins, Sala Vip e Gabinete do Governador durante o 9º Salão do Livro, bem com atender as necessidades de sucessivas reuniões de trabalho realizadas por esta Pasta.

Maria de Jesus Costa da Silva Matrícula: nº 909560-3

Luciana de Sousa Borges Matrícula: nº 606537-2

EMPENHO

BELLADATA BUFFET& RESTAURANTE LTDA - ME

2015NE01350

PROC.

   

2015/27000/12097

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I - acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II - anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Diretoria de Administração sobre tais eventos;

III - determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Diretoria de Administraçãopara ciência e apreciação das providências;

IV - relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V - opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI - responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII - atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII - observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinados;

IX - manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X - exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Art. 3º Esta Portaria entra em vigor a partir da data de sua publicação, produzindo seus efeitos legais, retroativo a 27 de agosto de 2015.

Portaria-SEDUC nº 2171, DE 11 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93 e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

Objeto do Contrato

Adriana Terezinha Dalla Valle Matrícula Nº 469273-2

Noraney de Fátima Fernandes de Castro Matrícula Nº 280991-6

 

BenitaLamas

Realização de 01(uma) Palestra “Leitura e Hiperleitura no Mundo Digital”, no dia 23 de setembro, durante a programação do 9º Salão do Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, evento que acontecerá no período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas – TO.

29/2015

Gonzalez

Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

DIÁRIO OFICIAL

N o 4.461

17

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I – acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II – anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Diretoria da Educação sobre tais eventos;

III – determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Diretoria da Educação para ciência e apreciação das providências;

IV – relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V – opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI – responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII – atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII – observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinados;

IX – manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X – exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Portaria-SEDUC nº 2172, DE 11 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93 e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

Objeto do Contrato

Idalina Freitas Silva Magalhães Matrícula Nº 806400

Maria Eunice Costa Rodrigues Matrícula Nº 278297

 

M.M. Monteiro

Apresentação de 02 (duas) Peças Teatrais: “Bonequinha de Pano” e “A Lei e o Rei”, nos dias 21 e 22 de setembro, durante a programação do 9º Salão do Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, no período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas – TO.

31/2015

Gravações-ME

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I – acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II – anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Gerência de Formação e Desenvolvimento de Pessoas sobre tais eventos;

III – determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Gerência de Formação e Desenvolvimento de Pessoas para ciência e apreciação das providências;

IV – relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V – opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI – responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII – atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII – observar a execução do contrato, dentro dos limites dos

créditos orçamentários para ele determinados;

IX – manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste

contratual;

X – exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato

em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Portaria-SEDUC nº 2173, DE 09 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição

do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93 e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

 

Objeto do Contrato

       

Realização de 01(uma) Palestra “Novas Ferramentas

HeloísaRehder Coelho Sobreira Matrícula Nº 151303-1

Noraney de Fátima Fernandes de Castro Matrícula Nº 280991-6

para atrair Novos Leitores”, no dia 26 de setembro, durante

Deni

a

programação do 9º Salão

26/2015

Mastrodomênico

do Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, evento que acontecerá no período de 19 a 27 de setembro

   

de

2015, em Palmas – TO.

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I – acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II – anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar

por escrito a Diretoria de Educação sobre tais eventos;

III – determinar providências de retificação das irregularidades encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Diretoria de Educação para ciência e apreciação das providências;

IV – relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V – opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI – responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII – atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII – observar a execução do contrato, dentro dos limites dos

créditos orçamentários para ele determinados;

IX – manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X – exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

18 DIÁRIO OFICIAL

N

o

4.461 Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

Portaria-SEDUC nº 2174, DE 09 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição

do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93, e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

Objeto do Contrato

       

Realização de 01(uma) Peça Teatral: “Última Chance:

CIA

A Vida Vale Mais”, no dia 22 de setembro, durante a programação do 9º Salão do Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, evento que acontecerá no período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas – TO.

Marciléia Rodrigues de Souza Matrícula Nº 682060-1

Val dete

Ferrei ra

EXPERIMENTAL

Pagani Matrícula Nº 319.664-3

25/2015

DE FORMAÇÃO

E PRODUÇÃO

     

CULTURAL DE

PALMAS

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I – acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II – anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Diretoria de Desenvolvimento da Gestão Educacional sobre tais eventos;

III – determinar providências de retificação das irregularidades encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Diretoria de Desenvolvimento da Gestão Educacional para ciência e apreciação das providências;

IV – relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V – opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI – responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle

Interno e Externo;

VII – atestar a realização dos serviços efetivamente prestados e/ou recebimento dos materiais;

VIII – observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinados;

IX – manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X – exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Portaria-SEDUC nº 2175, DE 18 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93, e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

 

Objeto do Contrato

       

Realização de 01(um) Show Musical com a “Banda Êxtase”, durante

Suane Ferreira Santos

Giovanni Alessandro

Veridiana

a

programação do 9º Salão do

45/2015

de Cássia

Barreto

Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, evento que acontecerá no período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas – TO.

de Oliveira Matrícula Nº 840054-4

Assis Silva Matrícula Nº 11459557-1

Cesarino

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I – acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II – anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Diretoria de Educação sobre tais eventos;

III – determinar providências de retificação das irregularidades encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Diretoria de Educação para ciência e apreciação das providências;

IV – relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V – opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI – responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle

Interno e Externo;

VII – atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII – observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinados;

IX – Manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X – exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Portaria-SEDUC nº 2176, DE 11 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93, e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

 

Objeto do Contrato

       

Realização de 01 (uma) Palestra:

“O Regionalismo como Fator de

Osmar

Resistência à Subjugação Cultural”, no dia 22 de setembro, durante

32/2015

Casagrande

a

programação do 9º Salão do

Ana Cláudia Batista Matrícula Nº 808432-2

Maristélia Alves Santos Matrícula Nº 436980-2

Campos

Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, evento que acontecerá no período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas – TO.

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I – acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II – anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar

por escrito a Gerência de Desenvolvimento do Ensino Médio sobre tais eventos;

Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

DIÁRIO OFICIAL

N o 4.461

19

III – determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Gerência de Desenvolvimento do Ensino Médio para ciência e apreciação das

providências;

IV – relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V – opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI – responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII – atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII – observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinados;

IX – manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X – exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato

em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Portaria-SEDUC nº 2177, DE 15 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93, e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

Objeto do Contrato

       

Realização de 01(uma) Palestra:

“Idéia Criativa”, no dia 26 de setembro, durante a programação do 9º Salão do Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT, evento que acontecerá no período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas – TO.

Ana Cláudia Batista Matrícula Nº 808432-2

MaristéliaAlves Santos Matrícula Nº 436980-2

J u l

i

a n a

42/2015

Al mei da Gomes

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I – acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II – anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Gerência de Desenvolvimento do Ensino Médio sobre tais

eventos;

III – determinar providências de retificação das irregularidades

encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Gerência de Desenvolvimento do Ensino Médio para ciência e apreciação das

providências;

IV – relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma

conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V – opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI – responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII – atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII – observar a execução do contrato, dentro dos limites dos

créditos orçamentários para ele determinados;

IX – manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X – exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Portaria-SEDUC nº 2178, DE 15 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete à prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art. 67 da Lei 8.666/93, e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07 de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

Objeto do Contrato

       

Realização de Apresentações Artísticas

Idalina Freitas Silva Magalhães Matrícula Nº 806400

Maria Eunice Costa Rodrigues Matrícula Nº 278297

Luciano Alves

56/2015

dos Reis

81978260130

dos Palhaços Batatinha Frita e Cocada, no 9º Salão do Livro – Feira Literária

Internacional do Tocantins – FLIT, no

período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas – TO.

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I – acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II – anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Gerência de Formação e Desenvolvimento de Pessoas sobre tais eventos;

III – determinar providências de retificação das irregularidades encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Gerência de Formação e Desenvolvimento de Pessoas para ciência e apreciação das providências;

IV – relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V – opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI – responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII – atestar a realização dos serviços efetivamente prestados

e/ou recebimento dos materiais;

VIII – observar a execução do contrato, dentro dos limites dos

créditos orçamentários para ele determinados;

IX – manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X – exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

20 DIÁRIO OFICIAL

N

o

4.461 Ano XXVII - EstAdo do tocAntIns, sEgundA-fEIrA, 21 dE sEtEmbro dE 2015

Portaria-SEDUC nº 2179, DE 16 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete à prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art.

67 da Lei 8.666/93, e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07

de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

Objeto do Contrato

     

Alexandre

Realização de 01(uma) Palestra Romana de Natividade, no dia 25 de setembro, durante a programação do 9º Salão do Livro – Feira Literária Internacional do Tocantins – FLIT,

Ana Cláudia Batista Matrícula Nº 808432-2

MaristéliaAlves Santos Matrícula Nº 436980-2

Testa

61/2015

Acâmpora

   

33692610734

evento que acontecerá no período de 19 a 27 de setembro de 2015, em Palmas – TO.

Art. 2º São atribuições do Fiscal:

I – acompanhar e fiscalizar o fiel cumprimento do Contrato das cláusulas avençadas;

II – anotar em registro próprio, em forma de relatório, as

irregularidades encontradas, as providências que determinam os incidentes verificados e o resultado dessas medidas, bem como informar por escrito a Gerência de Desenvolvimento do Ensino Médio sobre tais eventos;

III – determinar providências de retificação das irregularidades encontradas e incidentes imediatamente comunicar através da Gerência de Desenvolvimento do Ensino Médio para ciência e apreciação das providências;

IV – relatar o resultado das medidas retificadoras, de forma conclusiva ao prosseguimento ou não do contrato;

V – opinar sobre a oportunidade e conveniência de prorrogação

de vigência ou aditamento de objeto, com antecedência de 60 dias do final da vigência, logo após encaminhar para a Diretoria de Licitação para as devidas providências;

VI – responsabilizar-se pelas justificativas que se fizerem

necessárias em respostas a eventuais diligências dos órgãos de Controle Interno e Externo;

VII – atestar a realização dos serviços efetivamente prestados e/ou recebimento dos materiais;

VIII – observar a execução do contrato, dentro dos limites dos créditos orçamentários para ele determinados;

IX – manifestar-se por escrito, mensalmente, em forma de

relatório juntado aos autos acerca da exequibilidade do referido ajuste contratual;

X – exigir que o contratado repare, corrija, remova, reconstrua

ou substitua, às suas expensas, no total ou em parte, o objeto do contrato em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou de materiais empregados, nos termos e no art. 69 da Lei Federal nº 8.666/93.

Portaria-SEDUC nº 2180, DE 18 DE SEtEMBro DE 2015.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das

atribuições que lhe confere o art. 42, § 1º, incisos II e IV, da Constituição do estado, art. 3º § I, tendo em vista que lhe compete a prática de atos de gestão administrativa, em conformidade com o art. 58, § III, c/c art.

67 da Lei 8.666/93 e a Instrução Normativa TCE-TO nº 002/2008, de 07

de maio de 2008,

RESOLVE:

Art. 1º Designar os servidores para, sem prejuízo de suas atribuições normais, exercerem o encargo de Fiscal de Contrato, bem como seu respectivo substituto, para os casos de impedimentos e afastamentos legais do titular, do contrato elencado a seguir:

   

Número do

   

Fiscal do Contrato

Substituto de Fiscal

Contrato

Contratada

Objeto do Contrato