Você está na página 1de 9

6ª LISTA TOP Pressão de vapor e Propriedades Coligativas

Professora: Daniella Olandim

6ª LISTA TOP – Pressão de vapor e Propriedades Coligativas Professora: Daniella Olandim 1. (CEFET MG
  • 1. (CEFET MG 2014) O esquema a seguir representa um método de separação de uma mistura formada

por água Tebulição 100Ce acetona Tebulição 56Cà pressão de 1 atm.

6ª LISTA TOP – Pressão de vapor e Propriedades Coligativas Professora: Daniella Olandim 1. (CEFET MG

Considerando-se a possibilidade de se retirarem amostras do resíduo e do destilado durante o processo de separação, é correto afirmar que a

  • a) pressão de vapor do resíduo é maior que a do destilado nas amostras recolhidas.

  • b) temperatura de ebulição do destilado é maior que a do resíduo ao final da destilação.

  • c) pressão de vapor das amostras do resíduo torna-se menor no término da destilação.

  • d) temperatura de ebulição das amostras do destilado sofre alteração, à medida que a destilação prossegue.

  • e) temperatura de ebulição do destilado se iguala à do resíduo nas primeiras amostras removidas após o início da destilação.

    • 2. (ITA 2013) Assinale a alternativa CORRETA para o líquido puro com a maior pressão de vapor a 25°C.

      • a) n-Butano, C 4 H 10.

      • b) n-Octano, C 8 H 18.

      • c) Propanol, C 3 H 7 OH.

      • d) Glicerol, C 3 H 5 (OH) 3.

      • e) Água, H 2 O.

        • 3. (ITA 2005) Dois frascos abertos, um contendo água pura líquida (frasco A) e o outro contendo o mesmo

volume de uma solução aquosa concentrada em sacarose (frasco B), são colocados em um recipiente que, a seguir, é devidamente fechado. Decorrido um longo período de tempo, observa-se que

  • a) o volume do líquido no frasco A aumenta, enquanto que o do frasco B diminui.

  • b) o volume do líquido no frasco A diminui, enquanto que o do frasco B aumenta.

  • c) os volumes dos líquidos nos frascos A e B não apresentam alterações visíveis.

  • d) o volume do líquido no frasco A permanece o mesmo, enquanto que o do frasco B diminui.

  • e) o volume do líquido no frasco A diminui, enquanto que o do frasco B permanece o mesmo.

4. (Mackenzie 2013) Em um laboratório, são preparadas três soluções A, B e C, contendo todas elas a mesma quantidade de um único solvente e cada uma delas, diferentes quantidades de um único soluto não volátil. Considerando que as quantidades de soluto, totalmente dissolvidas no solvente, em A, B e C, sejam crescentes, a partir do gráfico abaixo, que mostra a variação da pressão de vapor para cada uma

das soluções em função da temperatura, é correto afirmar que, a uma dada temperatura “T”,

4. (Mackenzie 2013) Em um laboratório, são preparadas três soluções A , B e C ,
  • a) a solução C corresponde à curva I, pois quanto maior a quantidade de soluto não volátil dissolvido em um solvente, menor é a pressão de vapor dessa solução.

  • b) solução A corresponde à curva III, pois quanto menor a quantidade de soluto não volátil dissolvido em um solvente, maior é a pressão de vapor dessa solução.

  • c) as soluções A, B e C correspondem respectivamente às curvas III, II e I, pois quanto maior a quantidade de um soluto não volátil dissolvido em um solvente, maior a pressão de vapor da solução.

  • d) as soluções A, B e C correspondem respectivamente às curvas I, II e III, pois quanto menor a quantidade de um soluto não volátil dissolvido em um solvente, maior a pressão de vapor da solução.

  • e) a solução B é a mais volátil, que é representada pela curva II.

5.

(UFPE -

modificada) O gráfico a seguir representa a

pressão de vapor,

temperatura, em ºC, de três amostras, I, II e III.

em

atm, em função

da

4. (Mackenzie 2013) Em um laboratório, são preparadas três soluções A , B e C ,

Se uma destas amostras for de água pura e as outras duas de água salgada, pode-se afirmar que:

  • a) a amostra III é a mais volátil.

  • b) a amostra II é a amostra mais concentrada.

  • c) a amostra I é uma amostra de água salgada.

  • d) a amostra III possui a menor temperatura de congelamento.

  • e) na temperatura T III , e a 1 atm de pressão, a amostra II se encontra no estado líquido.

6. Algumas pessoas requentam em banho-maria o café preparado, conforme a ilustração abaixo.

6. Algumas pessoas requentam em banho-maria o café preparado, conforme a ilustração abaixo. Sobre essa situação,

Sobre essa situação, são feitas as seguintes afirmativas:

I. O café e a água do banho-maria começam a ferver ao mesmo tempo. II. O café vai ferver, mas a água do banho-maria não. III. O café não vai ferver, mas a água do banho-maria sim. IV. Nem a água do banho-maria nem o café podem ferver. V. O café e a água do banho-maria podem ferver, mas o café começa a ferver primeiro.

Está correta a afirmativa

  • a) I, apenas.

  • b) II, apenas.

  • c) III, apenas.

  • d) IV, apenas.

  • e) V, apenas.

7. (Unicamp-SP) Evidências experimentais mostram que somos capazes, em média, de segurar por um certo tempo um frasco que esteja a uma temperatura de 60 °C, sem nos queimarmos. Suponha uma situação em que dois béqueres, contendo cada um deles um líquido diferente (X e Y), tenham sido colocados sobre uma chapa elétrica de aquecimento, que está à temperatura de 100 °C. A temperatura normal de ebulição do líquido X é 50 °C, e a do líquido Y é 120 °C.

  • a) Após certo tempo de contato com essa chapa, qual dos frascos poderá ser tocado com a mão sem que

se corra o risco de sofrer queimaduras? Justifique a sua resposta.

  • b) Se a cada um desses frascos for adicionada quantidade igual de um soluto não volátil, mantendo-se a

chapa de aquecimento a 100 °C, o que acontecerá com a temperatura de cada um dos líquidos? Explique.

8. Um estudante construiu, em um mesmo diagrama, as curvas da temperatura em função do tempo resultantes do aquecimento, sob pressão de 1 atm, de três líquidos em três béqueres distintos. Com base na análise das curvas de aquecimento, são feitas as seguintes afirmações:

6. Algumas pessoas requentam em banho-maria o café preparado, conforme a ilustração abaixo. Sobre essa situação,

I - o líquido do béquer 1 apresentou uma temperatura de ebulição constante, igual a 100°C; portanto, esse líquido é uma substância pura ou uma mistura azeotrópica; II - o líquido do béquer 2 apresentou uma faixa de temperatura de ebulição entre 101°C a 103°C; portanto, esse líquido é uma mistura; III - o líquido do béquer 3 apresenta o mesmo soluto e a mesma concentração que o líquido do béquer 2

Está correto o contido em:

  • a) I apenas.

  • b) I e II apenas.

  • c) I e III apenas.

  • d) II e III apenas.

  • e) I, II e III.

9. (PUC-RS 2014) O gráfico representa o efeito crioscópico observado pela adição de quantidades gradativas de cloreto de sódio à água.

I - o líquido do béquer 1 apresentou uma temperatura de ebulição constante, igual a 100°C;

Com base no gráfico, é correto afirmar que

  • a) a adição de cloreto de sódio eleva a pressão de vapor da água.

  • c) a solução passa a fundir em torno de 8 °C com a adição de 10 g de NaCl em 100 g de solução.

  • e) é possível baixar o ponto de congelamento de 0,5 L de água a 10 °C, pela adição de 50 g de NaCl

  • d) é necessária uma temperatura abaixo de 15 °C para congelar a solução formada por 10,0 kg de água e 1,0 kg de sal de cozinha.

  • b) a adição de 15 g de NaCl para cada 100 g de solução provoca um abaixamento de cerca de 11 ºC na temperatura de congelamento.

10. (UFRGS 2013) Mesmo quando a água destilada é extremamente pura, não se pode injetá-la diretamente no sangue de um paciente, pois há o risco de

  • a) precipitação de sais minerais.

  • b) aumento súbito do pH do sangue.

  • c) autodissociação da água, produzindo ácido.

  • d) aumento da concentração de gás oxigênio do sangue.

  • e) ruptura das hemácias, devido à diminuição da pressão osmótica do sangue.

  • 11. (PUC-Campinas-SP) A concentração de sais dissolvido no lago conhecido como “Mar Morto” é muito

superior às encontradas nos oceanos.

11. (PUC-Campinas-SP) A concentração de sais dissolvido no lago conhecido como “Mar Morto” é muito superior

Devido à alta concentração de sais, nesse lago:

I. a flutuabilidade dos corpos é maior do que nos oceanos. II. o fenômeno da osmose provocaria a morte, por desidratação, de seres vivos que nele tentassem sobreviver. III. a água congela-se facilmente nos dias de inverno.

Dessas afirmações, somente a:

  • a) I é correta.

  • b) II é correta.

  • c) III é correta.

  • d) I e II são corretas.

  • e) I e III são corretas.

    • 12. Sabe-se que por osmose o solvente de uma solução mais diluída atravessa uma membrana

semipermeável na direção da solução mais concentrada. Sabe-se também que um peixe de água doce é hipertônico em relação à água do rio e hipotônico em relação à água do mar. Se um peixe de água doce for colocado na água do mar ele

  • a) morre porque entra água do mar no seu corpo.

  • b) morre porque sai água do seu corpo.

  • c) morre porque entra sal no seu corpo.

  • d) morre porque sai sal do seu corpo.

  • e) sobrevive normalmente.

    • 13. Se um ovo for colocado em ácido acético, CH 3 COOH, diluído (vinagre), o ácido reage com o carbonato

de cálcio da casca, mas a membrana em torno do ovo permanece intacta (a). Se o ovo, sem sua casca, for

colocado em água pura, o ovo incha (b). Se, entretanto, o ovo for colocado em uma solução com uma concentração elevada de soluto, ele encolherá drasticamente (c).

Equacione a reação que ocorre em (a) e explique as observações feitas em (b) e (c).

  • a) Um ovo fresco com casca é colocado em uma solução aquosa e diluída de ácido

acético. O ácido reage com o CaCO 3 da casca, permanecendo a membrana do ovo intacta.

11. (PUC-Campinas-SP) A concentração de sais dissolvido no lago conhecido como “Mar Morto” é muito superior
  • b) Em seguida, se o ovo for colocado em água, ele incha.

11. (PUC-Campinas-SP) A concentração de sais dissolvido no lago conhecido como “Mar Morto” é muito superior
  • c) Caso seja colocado em solução concentrada de açúcar, o ovo murcha.

c) Caso seja colocado em solução concentrada de açúcar, o ovo murcha. 14. (UNESP) Em nosso

14. (UNESP) Em nosso planeta, a maior parte da água encontra- se nos oceanos (água salgada) e é imprópria para consumo humano. Um processo para tornar a água do mar potável seria: “Promover a

...........

por

..................

ou osmose reversa e, em seguida, retificá-la,

...............

sais

................

adequadas”.

Assinale a alternativa que permite preencher, na sequência as lacunas de forma correta.

  • a) purificação; destilação; removendo; em proporções.

  • b) dessalinização; destilação; adicionando; em proporções.

  • c) dessalinização; destilação; removendo; por técnicas.

  • d) desinfecção; cloração; adicionando; em proporções.

  • e) clarificação; decantação; adicionando; em proporções.

15. Três soluções foram preparadas dissolvendo-se, separadamente, em 1.000 g de água, as quantidades Listadas abaixo das seguintes substâncias sólidas:

Solução 1 0,1 mol de ureia (CH 4 N 2 O, não eletrólito) Solução 2 0,1 mol de brometo de potássio (KBr) Solução 3 0,1 mol de brometo de magnésio (MgBr 2 )

  • a) Utilize equações químicas para representar o processo que ocorre quando cada um dos solutos se

dissolve.

  • b) Com base nessas equações, responda se a quantidade de partículas (íons, moléculas) dissolvidas é

igual nas três soluções.

  • c) Compare as três soluções quanto ao efeito ebulioscópico e ao efeito crioscópico.

16. (UFRJ) Certas propriedades físicas de um solvente, tais como temperatura de ebulição e de solidificação, são alteradas quando nele dissolvemos um soluto não volátil. Para verificar esse fato, quatro sais distintos foram dissolvidos em frascos contendo a mesma quantidade de água, como indica o esquema a seguir:

c) Caso seja colocado em solução concentrada de açúcar, o ovo murcha. 14. (UNESP) Em nosso

Coloque as soluções I, II, III e IV em ordem crescente de abaixamento da temperatura de solidificação que ocorre devido à adição do soluto.

  • 17. (PUC-SP) A pressão osmótica (π) de uma solução corresponde à pressão externa necessária para

garantir o equilíbrio entre a solução e o solvente puro separados por uma membrana semipermeável.

Considere as quatro soluções representadas abaixo:

17. (PUC-SP) A pressão osmótica ( π ) de uma solução corresponde à pressão externa necessária

Assinale a alternativa que melhor relaciona a pressão osmótica das quatro soluções.

17. (PUC-SP) A pressão osmótica ( π ) de uma solução corresponde à pressão externa necessária
  • 18. (UNIRIO-RJ) Para dessalinizar a água, um método ultimamente empregado é o da osmose reversa. A

osmose ocorre quando se separa a água pura e a água salgada por uma membrana semipermeável (que deixa passar moléculas de água, mas não de sal). A água pura escoa através da membrana, diluindo a salgada. Para dessalinizar a água salobra, é preciso inverter o processo, através da aplicação de uma pressão no lado com maior concentração de sal. Para tal, essa pressão exercida deverá ser superior à

  • a) densidade da água.

  • b) pressão atmosférica.

  • c) pressão osmótica.

  • d) pressão do vapor.

  • e) concentração do sal na água.

    • 19. Na desidratação infantil, aconselha-se a administração de soro fisiológico para reequilibrar o

organismo.

Quando injetado nas veias, este soro deve:

  • a) ser isotônico em relação ao sangue.

  • b) ser hipertônico em relação ao sangue.

  • c) ser hipotônico em relação ao sangue.

  • d) ter pressão osmótica maior do que a do sangue.

  • e) ter pressão osmótica menor do que a do sangue.

    • 20. (UFSC-SC) Ao colocar-se uma célula vegetal normal numa solução salina concentrada, observar-se-á

que ela começará a “enrugar” e a “murchar”.

Sobre esse fenômeno, é correto afirmar: (Some as alternativas corretas).

(01) A célula vegetal encontra-se num meio hipotônico em relação à sua própria concentração. (02) Há uma diferença de pressão, dita osmótica, entre a solução celular e a solução salina do meio. (04) Há um fluxo de solvente do interior da célula para a solução salina do meio. (08) Quanto maior for a concentração da solução salina externa, menor será o fluxo de solvente da célula para o meio. (16) O fluxo de solvente ocorre através de membranas semipermeáveis. Some os números dos itens corretos.

  • 21. O sistema abaixo é constituído de dois compartimentos separados por uma membrana permeável

somente ao solvente (MPS).

21. O sistema abaixo é constituído de dois compartimentos separados por uma membrana permeável somente ao

Após o sistema atingir o equilíbrio, pode-se afirmar que

  • a) a solução no compartimento II tornou-se mais diluída.

  • b) a solução no compartimento I tornou-se mais diluída.

  • c) a solução no compartimento I tornou-se mais concentrada.

  • d) ocorreu diluição nos dois compartimentos.

  • e) em nenhum dos dois compartimentos ocorreu diluição.

    • 22. A aparelhagem esquematizada na figura (1) é mantida a 25 °C. Inicialmente, o lado direito contém uma

solução aquosa 1 mol/L em cloreto de cálcio, enquanto que o lado esquerdo contém uma solução aquosa 0,1 mol/L do mesmo sal. Observe que a parte superior do lado direito é fechada depois da introdução da solução e é provida de um manômetro. No início de uma experiência as alturas dos níveis dos líquidos nos dois ramos são iguais, conforme indicados na figura, e a pressão inicial no lado direito é igual a uma atmosfera. Mantendo a temperatura constante, à medida que passa o tempo, a pressão do ar confinado no lado direito irá se comportar de acordo com qual das curvas representadas na figura (2)?

  • a) A.

  • b) B.

  • c) C.

  • d) D.

  • e) E.

21. O sistema abaixo é constituído de dois compartimentos separados por uma membrana permeável somente ao
  • 23. (Enem 2011) A cal (óxido de cálcio, CaO), cuja suspensão em água é muito usada como uma tinta de

baixo custo, dá uma tonalidade branca aos troncos de árvores. Essa é uma prática muito comum em praças públicas e locais privados, geralmente usada para combater a proliferação de parasitas. Essa aplicação, também chamada de caiação, gera um problema: elimina microrganismos benéficos para a árvore. A destruição do microambiente, no tronco de árvores pintadas com cal, é devida ao processo de

a)

difusão, pois a cal se difunde nos corpos dos seres do microambiente e os intoxica.

b)

osmose, pois a cal retira água do microambiente, tornando-o inviável ao desenvolvimento de

microrganismos.

c)

oxidação, pois a luz solar que incide sobre o tronco ativa fotoquimicamente a cal, que elimina os seres

vivos do microambiente.

d)

aquecimento, pois a luz do Sol incide sobre o tronco e aquece a cal, que mata os seres vivos do

microambiente.

e)

vaporização, pois a cal facilita a volatilização da água para a atmosfera, eliminando os seres vivos do

microambiente.

24. (Enem 2010) A lavoura arrozeira na planície costeira da região sul do Brasil comumente sofre perdas elevadas devido à salinização da água de irrigação, que ocasiona prejuízos diretos, como a redução de produção da lavoura. Solos com processo de salinização avançado não são indicados, por exemplo, para o cultivo de arroz. As plantas retiram a água do solo quando as forças de embebição dos tecidos das raízes são superiores às forças com que a água é retida no solo.

WINKEL, H.L.; TSCHIEDEL, M. Cultura do arroz:

http//agropage.tripod.com/saliniza.hml.

salinização de solos em cultivos de arroz.

Disponível em:

A presença de sais na solução do solo faz com que seja dificultada a absorção de água pelas plantas, o que provoca o fenômeno conhecido por seca fisiológica, caracterizado pelo(a)

  • a) aumento da salinidade, em que a água do solo atinge uma concentração de sais maior que a das

células das raízes das plantas, impedindo, assim, que a água seja absorvida.

  • b) aumento da salinidade, em que o solo atinge um nível muito baixo de água, e as plantas não têm força

de sucção para absorver a água.

  • c) diminuição da salinidade, que atinge um nível em que as plantas não têm força de sucção, fazendo com

que a água não seja absorvida.

  • d) aumento da salinidade, que atinge um nível em que as plantas têm muita sudação, não tendo força de

sucção para superá-la.

  • e) diminuição da salinidade, que atinge um nível em que as plantas ficam túrgidas e não têm força de

sudação para superá-la.

25. Considere as figuras a seguir, a 25 °C, e assinale a(s) afirmativas(s) correta(s).

24. (Enem 2010) A lavoura arrozeira na planície costeira da região sul do Brasil comumente sofre

1)A 25 °C, os três líquidos, A, B e C, possuem pressão de vapor diferentes, portanto possuem volatilidades diferentes. 2) Se forem adicionados 1,0 g de NaCl em C e 1,0 g de sacarose em B, a diferença entre h B e h C irá aumentar. 3) O líquido B é o mais volátil dentre os três líquidos. 4) O valor da pressão de vapor de cada um dos líquidos pode ser obtido através do respectivo valor de h, da densidade do líquido dentro do manômetro e do valor da aceleração da gravidade. (Desafio!) 5) As moléculas do líquido A devem ter caráter mais polar que os líquidos B e C. 6) Caso se duplique o volume do recipiente B, na temperatura de 25 °C, a pressão de vapor do líquido remanescente cairá à metade.