Você está na página 1de 9
10.1 - Análise do Balanço Patrimonial Essa análise tem por finalidade confrontar os dados e
10.1 - Análise do Balanço Patrimonial Essa análise tem por finalidade confrontar os dados e

10.1 - Análise do Balanço Patrimonial

Essa análise tem por finalidade confrontar os dados e valores que constituem o Balanço Patrimonial correspondente ao exercício de 2004, com os de 2003, e as variações ocorridas nos grupos de contas que integram o Ativo, o Passivo e o Patrimônio Líqüido.

a) Ativo

Representa os bens e direitos que a Companhia tem, em decorrência das aplicações de seus recursos e dos resultados alcançados.

O Quadro 83, mostra que, em relação ao total apurado em 2003 (R$ 1.640.720.336,63), o Ativo teve acréscimo de 14,64%, totalizando R$ 1.880.881.640,85, resultado dos aumentos registrados nos grupos Circulante (18,56%) e Realizável a Longo Prazo (8,75%), parcialmente compensados pela redução de 4.14% no Ativo Permanente.

Segue um breve comentário sobre os subgrupos e contas, cujas variações ou participações nos grupos são mais representativas.

Ativo Circulante

Com valor apurado de R$ 1.570.551.626,52, os grupos que constituem esse título tiveram maior influência no total das realizações desempenhadas pela Companhia, pois representaram 83,50% do Ativo em 2004, contra 80,74% no exercício anterior, e tiveram crescimento de 18,56% em relação ao valor de R$ 1.324.710.606,06, contabilizado em 2003.

Comparativamente ao resultado de 2003, o subgrupo Disponível teve redução de 25,57%, caindo de R$ 82.293.496,34 para R$ 61.253.224,49, em decorrência da redução dos valores em Bancos Conta Movimento (92,35%) e em Aplicações Financeiras (13,94%).

O subgrupo Créditos em Circulação representou 24,90% do total do Ativo, com variação positiva de 19,64%, aumentando de R$ 391.441.076,84, em 2003, para R$ 468.302.595,29, em 2004. Ele registra, entre outros, os direitos que a Companhia tem para aquisição de vendas e recolhimento antecipado de ICMS. O aumento é reflexo das variações registradas em todos as contas que o compõe, principalmente dos Créditos Tributários, que tiveram crescimento de 6,21%, e dos Recursos a Receber, variação a maior de 4,70%.

Em Bens e Valores em Circulação estão agrupados os valores correspondentes aos estoques adquiridos pela Companhia, que representaram cerca de 55,30% do total do Ativo, e tiveram crescimento de 23,86% sobre os valores registrados em 2003. Destacam-se os acréscimos dos estoques públicos para alienação, adquiridos pela Conab pelo exercício dos Contratos de Opção e por AGF, que tiveram crescimento de 17,35%; os estoques para distribuição, com variação de 63,85%; os materiais de uso e consumo, agrupados em Almoxarifado, com aumento

de 53,01%; e Compra Antecipada – Entrega Futura, que agrupa os valores utilizados na compra

de 53,01%; e Compra Antecipada – Entrega Futura, que agrupa os valores utilizados na compra antecipada da Agricultura Familiar, com variação, a maior, de 73,39%.

Realizável a Longo Prazo

Esse grupo abrange créditos, financiamentos, recursos vinculados em longo prazo e depósitos compulsórios. O valor apurado no fim do exercício foi de R$ 62.468.283,38, representando 3,32% do total do Ativo, com crescimento de 8,75% sobre o valor de R$ 57.443.067,35, contabilizado em 2003.

Ativo Permanente

Registra os investimentos da Companhia em caráter permanente, isto é, que não se destinam à venda, sendo composto por ações de outras Companhias, bens imóveis, bens móveis, bens intangíveis e outros, com a dedução das Depreciações. Comparativamente ao valor registrado em 2003, de R$ 258.566.663,22, houve decréscimo de 4,14%, caindo para R$ 247.858.730,95, com participação de 13,18% no total do Ativo. A redução se deu principalmente pela alienação e doação de imóveis.

Quadro 83 Balanço Patrimonial Ativo     Part.   Part. Variação   Ativo 2004 2003

Quadro 83

Balanço Patrimonial Ativo

   

Part.

 

Part.

Variação

 

Ativo

2004

2003

Diferença

   

(%)

 

(%)

(%)

 
       

CIRCULANTE

1.570.554.626,52

83,50

1.324.710.606,06

80,74

18,56

245.844.020,46

Disponível

61.253.224,49

3,26

82.293.496,34

5,02

(25,57)

(21.040.271,85)

Caixa

0,00

0,00

0,00

0,00

-

0,00

Bancos Conta Movimento

933.712,82

0,05

12.201.453,12

0,74

(92,35)

(11.267.740,30)

Aplicações Financeiras

60.319.511,67

3,21

70.092.043,22

4,27

(13,94)

(9.772.531,55)

Créditos em Circulação

468.302.595,29

24,90

391.441.076,84

23,86

19,64

76.861.518,45

Créditos a Receber

236.292.851,82

12,56

196.952.713,38

12,00

19,97

39.340.138,44

Devedores por Fornecimento

15.114.548,14

0,80

12.710.327,39

0,77

18,92

2.404.220,75

Créditos Tributários

111.884.696,50

5,95

101.827.808,51

6,21

9,88

10.056.887,99

Recursos a Receber

101.344.590,65

5,39

77.181.319,73

4,70

31,31

24.163.270,92

(-) Recursos Especiais a Receber

0,00

0,00

0,00

0,00

-

0,00

Créditos Diversos a Receber

7.949.016,53

0,42

5.233.257,75

0,32

51,89

2.715.758,78

Devedores-Entidades e Agentes

226.949.484,06

12,7

188.998.081,77

11,52

20,08

37.951.402,29

Entidades Fed., Est. e Municipais

1.600.000,00

0,09

0,00

0,00

-

1.600.000,00

Recursos da União

5.674.895,20

0,30

2.928.868,00

0,18

93,76

2.746.027,20

Diversos Responsáveis

213.788.352,56

11,37

180.261.918,91

10,99

18,60

33.526.433,65

Créditos Parcelados

5.886.236,30

0,31

5.807.294,86

0,35

1,36

78.941,44

Devedores Diversos

0,00

0,00

0,00

0,00

-

0,00

Adiantamentos Concedidos

1.782.685,51

0,09

1.826.311,73

0,11

(2,39)

(43.626,22)

Adiantamentos a Pessoal

1.782.685,51

0,09

1.826.311,73

0,11

(2,39)

(43.626,22)

Dep. Realizáveis a Curto Prazo

3.269.573,90

0,17

3.588.143,94

0,22

(8,88)

(318.570,04)

Valores em Trânsito Realizáveis

8.000,00

0,00

75.826,02

0,00

(89,45)

(67.826,02)

Ordens Bancárias a Compensar

8.000,00

0,00

73.686,27

0,00

(89,14)

(65.686,27)

Outros Valores em Trânsito

0,00

0,00

0,00

0,00

-

0,00

Valores a Creditar

0,00

0,00

178,40

0,00

(100,00)

(178,40)

Valores a Cred.-Dep. Dir. na CTU

0,00

0,00

1.961,35

0,00

(100,00)

(1.961,35)

Bens e Valores em Circulação

1.040.099.571,93

55,30

850.936.944,99

51,86

22,23

189.162.626,94

Estoque para Alienação

908.757.184,56

48,32

774.383.305,61

47,20

17,35

134.373.878,95

Estoques de Distribuição

408.103,51

0,02

249.075,79

0,02

63,85

159.027,72

Almoxarifado

913.850,14

0,05

597.229,77

0,04

53,01

316.620,37

Títulos e Valores em Circulação

49.155,19

0,00

125.288,57

0,01

(60,77)

(76.133,38)

Estoque em Trânsito

38.943,30

0,00

646.962,86

0,04

(93,98)

(608.019,56)

Estoque a Incorporar p/ Insc. em R.P.

0,00

0,00

0,00

0,00

-

0,00

Compra Antecipada – Ent. Futura

129.932.335,23

6,91

74.935.082,39

4,57

73,39

54.997.252,84

Valores Pendentes a Curto Prazo

899.234,81

0,05

39.087,89

0,00

2.200,55

860.146,92

Valores Pendentes

899.234,81

0,05

39.087,89

0,00

2.200,55

860.146,92

Valores Diferidos

 

0,00

0,00

0,00

-

0,00

(-)Sub-Repasses Rec. Diferidos

 

0,00

0,00

0,00

-

0,00

REALIZÁVEL A LONGO PRAZO

62.468.283,38

3,32

57.443.067,35

3,50

8,75

5.025.216,03

Depósitos Realizáveis a Longo Prazo

23.410.640,39

1,24

19.632.864,60

1,20

19,24

3.777.775,79

Depósito Compulsório

838.265,17

0,04

838.265,17

0,05

-

0,00

Recursos Vinculados

22.572.375,22

1,20

18.794.599,43

1,15

20,10

3.777.775,79

Créditos Realizáveis a Longo Prazo

39.057.642,99

2,08

37.810.202,75

2,30

3,30

1.247.440,24

Devedores, Entidades e Agentes

15.267.011,08

0,81

16.670.549,41

1,02

(8,42)

(1.403.538,33)

Créditos Diversos a Receber

23.785.981,39

1,26

21.135.002,82

1,29

12,54

2.650.978,57

Títulos e Valores

4.650,52

0,00

4.650,52

0,00

-

0,00

ATIVO PERMANENTE

247.858.730,95

13,18

258.566.663,22

15,76

(4,14)

(10.707.932,27)

Investimentos

102.267.886,24

5,44

103.426.869,58

6,30

(1,12)

(-1.158.983,34)

Participações Societárias

37.247.983,49

1,98

37.249.255,05

2,27

(0,00)

(1.271,56)

Outros Investimentos

65.019.902,75

3,46

66.177.614,53

4,03

(1,75)

(1.157.711,78)

Imobilizado

145.590.844,71

7,74

155.139.793,64

9,46

(6,16)

(9.548.948,93)

Bens Imóveis

214.084.618,03

11,38

220.438.009,68

13,44

(2,88)

(6.353.391,65)

Bens Móveis

40.120.675,58

2,13

35.219.661,52

2,15

13,92

4.901.014,06

Bens Intangíveis

82.940,58

0,00

131.034,86

0,01

(36,70)

(48.094,28)

Depreciações

(108.697.389,48)

(5,78)

(100.648.912,42)

(6,13)

8,00

(8.048.477,06)

TOTAL DO ATIVO

1.880.881.640,85

100,00

1.640.720.336,63

100,00

14,64

240.161.304,22

Fonte: Conab/Diafi/Sucon/Gecon Elab.: Conab/Digem/Supav/Geare

b) Passivo Esse grupo do balanço patrimonial, composto pelas obrigações de curto e longo prazos,

b) Passivo

Esse grupo do balanço patrimonial, composto pelas obrigações de curto e longo prazos, demonstra as origens dos recursos obtidos pela Companhia. Em 2004, as contas classificadas em grupos por especificação, somaram R$ 1.880.881.640,85, com crescimento de 14,64% sobre as do ano anterior, cujo valor foi de R$ 1.640.720.336,63 (diferença a maior de R$ 240.161.304,22), reflexo dos aumentos nos grupos Circulante e Patrimônio Líqüido, e redução do Exigível a Longo Prazo.

O Quadro 84, demonstra a classificação e participação dos grupos em

relação ao resultado total, e também as variações ocorridas no confronto com os valores registrados em 2003.

Circulante

Representa as obrigações que serão liquidadas durante o exercício de 2005, tendo maior representatividade os financiamentos relativos às aquisições e despesas relacionadas com os estoques públicos. Com valor de R$ 1.457.905.789,96, apurado no fim do exercício social de 2004, representou 77,45% do valor total do Passivo, com variação positiva de 18,92% sobre o registrado em 2003 (R$ 1.225.022.008,50).

Em 2004 o valor total do subgrupo Depósitos foi de R$ 12.647.251,05, com participação no total do Passivo de 0,67%, mas apresentou redução de 22,42% sobre o valor de R$ 16.302.073,51, contabilizado em 2003.

O valor dos Recursos da União repassado em 2004, pela Conab, atingiram R$ 2.451.399,04, representando 0,13% do Passivo, com redução de 46,05% sobre os R$ 4.544.225,72 apurados em 2003.

O valor dos Depósitos de Diversas Origens registrou redução de 16,40%

(R$ 1.728.910,95), entre 2003 e 2004. No primeiro ano, foi contabilizado o total de

R$ 10.545.221,01, com participação de 0,64% no total, e no segundo, R$ 8.816.631,06 (0,47%).

Entre 2003 e 2004, o subgrupo Obrigações em Circulação apresentou crescimento de 32,92% (R$ 231.801.780,76), com crescimento da participação no total do Passivo, passando de 66,92% para 76,78%, respectivamente. Neste exercício, e comparativamente ao exercício anterior, as Obrigações a Pagar tiveram variação para mais de 125,75%, passando de R$ 17.923.266,37 para R$ 40.462.116,27; as Provisões reduziram em 0,43% (de R$ 69.467.891,88 para R$ 69.175.947,94); os Credores – Entidades e Agentes aumentaram 162.858,44%, passando de R$ 113.112,65 para R$ 184.326.611,16; as Operações de Crédito, representado cerca de 60,81% do total do Passivo, em 2003, tiveram crescimento de 15,01% passando a participar com 61,01% em 2004; os Adiantamentos Recebidos apresentaram crescimento de 10,31%, subindo de R$ 1.192.067,95 para R$ 1.314.966,87, e Outras Obrigações, crescimento de 213.361,65% (de R$ 627,36 para R$ 1.339.172,98).

As Receitas Pendentes de Realização, cuja participação no total do Passivo de 2003 foi de 7,45%, tiveram redução de 100,00%.

• Exigível a Longo Prazo Constituído pelas obrigações exigíveis, cujas liqüidações se dão em prazo

Exigível a Longo Prazo

Constituído pelas obrigações exigíveis, cujas liqüidações se dão em prazo superior a um ano, representou cerca de 0,05% do total do Passivo de 2004, com queda de 24,94% em relação ao ano anterior, caindo de R$ 1.183.508,00 para R$ 888.288,51.

Patrimônio Líqüido

Representa o capital dos acionistas, as reservas exigidas pela legislação, os resultados acumulados e os obtidos no período encerrado e em análise.

Respondendo por 22,50% do Passivo em 2004, o Patrimônio Líqüido teve crescimento de 2,09% sobre o valor apurado no ano anterior, que foi de R$ 414.514.820,13, com destaque para o aumento de 4,02% no Resultado Acumulado (de R$ 118.591.766,46 para R$ 123.358.211,74).

Quadro 84 Balanço Patrimonial – Passivo     Part.   Part.        

Quadro 84 Balanço Patrimonial – Passivo

   

Part.

 

Part.

   
         

Passivo

2004

(%)

2003

(%)

Variação (%)

Diferença

         

CIRCULANTE

1.456.823.789,26

77,45

1.225.022.008,50

74,66

18,92

231.801.780,76

Depósitos

12.647.251,05

0,67

16.302.073,51

0,99

(22,42)

(3.654.822,46)

Consignações

1.379.541,95

0,07

1.212.626,78

0,07

13,76

166.915,17

Pensão Alimentícia

1.211,71

0,00

8.914,06

0,00

(86,41)

(7.702,35)

Planos de Seguros

37.322,61

0,00

0,00

0,00

-

37.322,61

Empréstimos

162.681,15

0,01

0,00

0,00

-

162.681,15

Outros Tributos e Consignações

1.178.326,48

0,06

947.315,91

0,06

24,39

231.010,57

Consignações Diversas

0,00

0,00

256.396,81

0,02

(100,00)

(256.396,81)

Recursos da União

2.451.399,04

0,13

4.544.225,72

0,28

(46,05)

(2.092.826,68)

Recursos Fiscais

631.138,52

0,03

1.241.696,89

0,08

(49,17)

(610.558,37)

Recursos Previdenciários

1.820.260,52

0,10

3.302.528,83

0,20

(44,88)

(1.482.268,31)

Depósitos de Diversas Origens

8.816.310,06

0,47

10.545.221,01

0,64

(16,40)

(1.728.910,95)

Obrigações em Circulação

1.444.176.538,21

76,78

1.086.473.486,80

66,92

32,92

357.703.051,41

Obrigações a Pagar

40.462.116,27

2,15

17.923.266,37

1,09

125,75

22.538.849,90

Fornecedores

13.830.681,32

0,74

14.406.046,02

0,88

(3,99)

(575.364,70)

Pessoal a Pagar

195.888,06

0,01

3.638,84

0,00

5.283,26

192.249,22

Encargos Sociais a Recolher

698.612,96

0,04

624.212,81

0,04

11,92

74.400,15

Obrigações Tributárias

24.818.495,46

1,32

521.419,30

0,03

4.659,80

24.397.076,16

Resíduos Passivos

842.799,89

0,04

609.396,00

0,04

38,30

233.403,89

Débitos Diversos a Pagar

75.638,58

0,00

7.632,93

0,00

890,95

68.005,65

Dividendos a Pagar–Tes.Nacional

0,00

0,00

1.750.920,47

0,11

(100,00)

(1.750.920,47)

Provisões

69.175.947,94

3,68

69.467.891,88

4,23

(0,43)

(291.943,94)

Provisões para Férias

10.397.951,47

0,55

7.321.048,66

0,45

42,03

3.076.902,81

Provisões para ISS

0,00

0,00

440.731,36

0,03

(100,00)

(440.731,36)

Provisões para o INSS

8.595.517,26

0,46

8.595.517,26

0,52

0,00

0,00

ICMS s/ Mercadorias p/ Revenda

4.465,69

0,00

537.863,79

0,03

(99,17)

(533.398,10)

Provisão para ICMS

46.468.782,86

2,47

46.468.782,86

2,83

0,00

0,00

Provisão para PIS

5.329,15

0,00

0,00

0,00

-

5.329,15

Provisão para IRPJ e CSSL

-

-

3.519.617,79

0,21

-

(3.519.617,79)

Provisão para COFINS

24.546,42

0,00

0,00

0,00

-

24.546,42

Encargos Sociais sobre Provisões

3.679.355,09

0,20

2.584.330,16

0,16

42,37

1.095.024,93

Credores – Entidades e Agentes

184.326.611,16

9,80

113.112,65

0,01

162.858,44

184.213.498,51

Entidades Credoras

184.326.611,16

9,80

113.112,65

0,01

162.858,44

184.213.498,51

Operações de Crédito

1.147.557.722,99

61,01

997.776.520,59

60,81

15,01

149.781.202,40

Internas e Externas

96.224,87

0,01

997.776.520,59

60,81

(99,99)

(997.680.295,72)

Operações Especiais

1.147.461.498,12

61,01

0,00

0,00

-

1.147.461.498,12

Adiantamentos Recebidos

1.314.966,87

0,07

1.192.067,95

0,07

10,31

122.898,92

Adiantamentos de Clientes

1.314.966,87

0,07

871.412,61

0,05

50,90

443.554,26

Adiantamentos Div. Recebidos

0,00

0,00

320.655,34

0,02

(100,00)

(320.655,34)

Valores em Trânsito Exigíveis

0,00

0,00

0,00

0,00

-

0,00

Outras Obrigações

1.339.172,98

0,07

627,36

0,00

213.361,65

1.338.545,62

Receitas Pendentes de Realização

0,00

0,00

122.246.448,19

7,45

(100,00)

(122.246.448,19)

EXIGÍVEL A LONGO PRAZO

888.288,51

0,05

1.183.508,00

0,07

(24,94)

(295.219,49)

Obrigações Exigíveis a Longo Prazo

888.288,51

0,05

1.183.508,00

0,07

(24,94)

(295.219,49)

Depósitos e Cauções

69.420,00

0,00

69.420,00

0,00

0,00

0,00

Operações de Crédito Interna

58.745,40

0,00

0,00

0,00

-

58.745,40

Operações de Crédito Externa

760.123,11

0,04

1.114.088,00

0,07

(31,77)

(353.964,89)

PATRIMÔNIO LIQUIDO

423.169.563,08

22,50

414.514.820,13

25,45

2,09

8.654.742,95

Capital

223.180.498,85

11,87

223.180.498,85

13,60

0,00

0,00

Reservas

35.958.521,39

1,91

35.906.672,95

2,19

0,14

51.848,44

Reservas de Capital

25.956.177,21

1,38

25.904.328,77

1,58

0,20

51.848,44

Reserva de Lucros

10.002.344,18

0,53

10.002.344,18

0,61

0,00

0,00

Resultado Acumulado

123.358.211,74

6,56

118.591.766,46

7,23

4,02

4.766.445,28

Resultado do Período

40.672.331,10

2,16

36.835.881,87

2,25

10,41

3.836.449,23

Total do Passivo

1.880.881.640,85

100,00

1.640.720.336,63

100,00

14,64

240.161.304,22

Fonte: Siafi Elab.: Conab/Digem/Supav/Geare

c) Demonstrações das Origens e Aplicações de Recursos O quadro das demonstrações das origens e

c) Demonstrações das Origens e Aplicações de Recursos

O quadro das demonstrações das origens e aplicações de recursos espelha

as informações relativas às operações de financiamento (origem dos recursos) e investimentos (aplicações) realizadas pela Companhia, e evidencia as alterações na posição financeira, tendo como base o Balanço Patrimonial nos exercícios 2004 e

2003.

Quadro 85

Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos

 

Descrição

2004

2003

1

– Origens dos Recursos

Lucro Líquido do Exercício

40.672.331,10

38.955.417,17

Depreciações

10.181.743,67

11.175.983,37

Lucro/Prejuízos na Venda do Ativo Permanente

(2.597.539,52)

(1.741.074,53)

Resultado Ajustado do Exercício

48.256.535,25

48.390.326,01

Resultado Ajustado do Exercício

(32.069.436,59)

8.169.182,32

Alienação de Investimentos e do Ativo Imobilizado

11.244.261,63

4.607.468,50

Total das Origens

29.739.195,02

63.058.471,68

2

– Aplicações de Recursos

 

Aumento do Realizável a Longo Prazo

5.025.216,03

4.392.601,55

Aquisição de Bens ou Direitos do Ativo Imobilizado

10.376.519,80

3.939.838,57

Redução do Passivo Exigível a Longo Prazo

295.219,49

317.422,93

Dividendos Propostos

0,00

1.750.920,47

Total das Aplicações

15.696.955,32

10.400.783,52

3 – Variação do Capital Circulante Líquido

14.042.239,70

52.657.688,16

4

– Demonstração da Variação

Ativo Circulante

 

No Início do Exercício

1.324.710.606,06

1.119.326.247,81

No Final do Exercício

1.570.554.626,52

1.324.710.606,06

 

245.844.020,46

205.384.358,25

Passivo Circulante

 

No Início do Exercício

1.225.022.008,50

1.072.295.338,41

No Final do Exercício

1.456.823.789,26

1.225.022.008,50

   

(147.456.131,83)

Capital Circulante Líquido

14.042.239,70

52.657.688,16

Fonte: Conab/Diafi/Sucon/Gecon Elab.: Conab/Digem/Supav/Geare

d) Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

Com base no Balanço Patrimonial da Companhia, o Quadro 86, demonstra as mutações do Patrimônio Líquido (capital realizado, reservas, resultado acumulado do período) relativas ao exercício de 2003, e o resultado acumulado, obtido no mesmo período de 2004.

Quadro 86 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido       Reserva. de    

Quadro 86

Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

     

Reserva. de

   

Reservas de Capital

Lucros

Lucros ou

Capital

 

Patrimônio

Discriminação

Correção

Monetária do

Doações e

Subv. p/

Investimento

 

Prejuízos

Realizado

Reserva

Líquido

 

Acumulados

 

Legal

 

Capital

 
 

Saldo em 01/01/2003

223.180.498,85

25.373.084,13

180.330,50

9.633.729,35

110.422.584,14

368.790.226,97

Resultado de Exercício Anterior

       

8.169.182,32

8.169.182,32

Resultado do Exercício

       

38.955.417,17

38.955.417,17

Doações

   

350.914,14

   

350.914,14

Constituição Reserva

     

368.614,83

(368.614,83)

0,00

Dividendos Propostos

       

(1.750.920,47)

(1.750.920,47)

Saldo em 31/12/2003

223.180.498,85

25.373.084,13

531.244,64

10.002.344,18

155.427.648,33

414.514.820,13

Resultado Exerc. Anterior

       

(32.069.436,59)

(32.069.436,59)

Resultado do Exercício

       

39.590.330,40

39.590.330,40

Doações

   

51.848,44

   

51.848,44

Saldo em 31/12/2004

223.180.498,85

25.373.084,13

583.093,08

10.002.344,18

162.948.542,14

422.087.562,38

Fonte: Conab/Diafi/Sucon/Gecon Elab.: Conab/Digem/Supav/Geare

10.2 – Adequação de Perfil e dos Quantitativos

Para o desenvolvimento de suas atividades a Conab conta com 281 imóveis de diversos tipos e utilidades, localizados em 14 Estados da Federação (Quadro 87).

Quadro 87

Resumo dos Imóveis da Conab

     

Não-

     

Não-

Sureg

Nº Imóveis

Regularizado

Sureg

Nº Imóveis

Regularizado

Regularizado

Regularizado

           

SP

8

3

5

MT

15

4

11

RJ

24

6

18

MS

18

3

15

PE/AL

17

14

3

TO

3

3

-3

CE

18

17

1

SC

5

5

-

BA/SE

14

13

1

RN

12

8

4

RS

11

9

2

ES

4

4

-

PA

12

5

7

AM/RR

9

4

5

MG

8

7

1

RO/AC

20

5

15

GO

17

13

4

PI

11

6

5

DF

12

9

3

PB

12

5

7

PR

11

10

1

TOTAL

281

159

122

       

MA

20

6

14

       

Fonte: Conab/Diafi/Supad/Gepas Elab.: Conab/Digem/Supav/Geare

Quanto a situação de uso existiam 23 sedes administrativas, 68 unidades armazenadoras, 6 complexos armazenadores, 4 frigoríficos, 1 funcional, 104 estavam cedidos a diversos órgãos e prefeituras municipais, 58 desocupados, 6 alugados, 5 arrendados e 6 haviam sido doados ou vendidos, não tendo ainda, nesses últimos, sido dado a baixa contábil.

Desde sua criação, a Companhia implantou um processo de racionalização dos ativos permanentes, com ações de regularização de imóveis e benfeitorias, venda, doações e cessão em comodato daqueles não operacionalizados.

Em 2004 foram vendidos 14 imóveis, sendo 11 armazéns em ambiente natural, um frigorífico, um

Em 2004 foram vendidos 14 imóveis, sendo 11 armazéns em ambiente natural, um frigorífico, um prédio e uma casa, que totalizaram receita de R$ 9.864.349,59, apresentando aumento de 145,2% sobre o valor de 2003, que atingiu R$ 4.022.819,40.

Quadro 88

Relação dos Imóveis Alienados – 2004

Item

Imóvel

Endereço

Data da Venda

Valor (R$)

1.

Armazém

Av. Tiradentes, 1.685 – Goio-Erê/PR

15.01.2004

490.000,00

2.

Armazém

Rod. MT-100, km 02 – Alto Araguaia/MT

23.01.2004

1.431.000,00

3.

Armazém

Av. Cidade de Lima, 340/350 – Rio de Janeiro/RJ

28.01.2004

520.000,00

4.

Armazém

Tv. Hamilton Farias, Bairro Enseada – Pinheiro/MA

20.02.2004

21.600,00

5.

Armazém

Rua Maria M. de Almeida – Acreúna/GO

27.04.2004

712.500,00

6.

Armazém

Rua Rui Barbosa, s/nº - Edéia/GO

27.04.2004

581.200,00

7.

Armazém

Rod. Icó/Iguatu – ICÓ/ce

28.04.2004

209.784,59

8.

Armazém

BR 222, km 1 – Miranda/MA

06.07.2004

114.350,00

9.

Armazém

Rua das Camélias, 57 – Ponta Porã/MS

08.07.2004

1.805.715,00

10.

Armazém

BR-316, km 2 – Caxias/MA

16.09.2004

341.000,00

11.

Armazém

Estrada do Nazareth, km 1 – Ji-Paraná/RO

14.10.2004

720.000,00

12.

Frigorífico

Av. Rodrigues Alves, 379/435 – Rio de Janeiro/RJ

04.02.2004

3.350.000,00

13.

Prédio

Quadra 10 Lote 1, Bairro Mato Grosso – Iporá/GO

27.04.2004

177.000,00

14.

Casa

Rua 02, nº 316, Jardim América – Caxias/MA

02.09.2004

110.200,00

T O T A L

 

10.584.349,59

Fonte: Conab/Diafi/Supad/Gepas Elab.: Conab/Digem/Supav/Geare

Além dos acima relacionados, foi doado um terreno ao município de Cáceres/MT e outro foi revertido para o município de Parnaíba/PI.