Você está na página 1de 3

A R L S 20 de Percepo, n 235

Jurisdicionada a GLMERGS- REAA


R u a D o n a O t i l i a , 3 7 1 1 - S a n t a Te r e s a - P o r t o A l e g r e / R S C E P : 9 0 . 8 3 0 - 5 8 0

A G D G A D U
1 INSTRUO DE CM
IRMO: LUIS PAULO ALVES

VenMestLEVI PEREIRA CAMPOS


Porto alegre 29 de outubro de 2015
1

A R L S 20 de Percepo, n 235
Jurisdicionada a GLMERGS- REAA
R u a D o n a O t i l i a , 3 7 1 1 - S a n t a Te r e s a - P o r t o A l e g r e / R S C E P : 9 0 . 8 3 0 - 5 8 0

C O M PAN H E I R O
Nesse trabalho quero comentar a importncia do grau de Companheiro Maom que representa o segundo
grau na Maonaria que vem a ser mais um degrau na Escada Mstica de Jac. Simbolicamente, ao
Companheiro incumbe polir a Pedra Bruta, desbastada no Grau de Aprendiz, e lev-la perfeio. um
grau inteiramente dedicado ao trabalho, seja ele intelectual, manual ou tcnico.

O Companheiro aprender a subir a Escada em Caracol do aprimoramento, por 3, 5


e 7. Conhecer a Estrela Flamgera, com aletra G no centro, que o maior smbolo do
grau. Como a tnica do grau o nmero 5, tudo nesse grau se relacionar com esse nmero: 5 sentidos,
Estrela de 5 pontas, 5 passos, 5 Ordens de Arquitetura, 5 viagens, idade, bateria de 5 golpes ou pancadas,
etc.
O 5 o smbolo do mental, quando v o que os olhos e os sentidos no captam.
Enquanto o quaternrio reduz a viso csmica dentro dosciclos evolutivos, o 5 o romper
desse equilbrio imanente, e por isso smbolo de um transcender do fsico. essa uma de
suas mais importantes significaes, embora, pela suas muitasinterpretaes possa ter outro significado.
O 5 composto do binrio, smbolo de tudo o que duplo, dos contrastes, da imperfeio e do ternrio
que em Maonaria, temos sua representao no tringulo, no...

Como Aprendizes curiosos paramos, simbolicamente, em frente Escada em Caracol do Templo de


Salomo sem saber se podamos avanar os degraus at o seu topo.
Aps os estudos e com aprovao dessa Oficina, nos tornamos aptos a subir pela escada, na condio de
Companheiros, mesmo que ainda no nos seja dado o direito de participar dos trabalhos plenos da Cmara
do Meio.
Ento, ao Companheiro incumbe atarefa de polir a Pedra Bruta, j desbastada no grau de Aprendiz, com
pureza de corao, inteligncia e sabedoria, para que esta pedra possa refletir, como um diamante, uma
alma pura, solidria e fraterna. (Leo-PaeseDias)
2

A R L S 20 de Percepo, n 235
Jurisdicionada a GLMERGS- REAA
R u a D o n a O t i l i a , 3 7 1 1 - S a n t a Te r e s a - P o r t o A l e g r e / R S C E P : 9 0 . 8 3 0 - 5 8 0