Você está na página 1de 9

Comunicação e Expressão

O PARÁGRAFO
PADRÃO
O processo de se escrever um texto coeso e coerente pode
ser facilitado se prestarmos atenção a certos detalhes.
Luana Soares de Souza
Mozara Rossetto da Silva

Neste capítulo, abordamos questões impres-


cindíveis para a escrita do parágrafo-padrão,
com o objetivo de levá-lo a reconhecer e dife-
renciar os componentes de sua estrutura, além de
planejá-lo e redigi-lo adequadamente.

Escrever um texto
Muitas pessoas não sentem o mínimo es-
tímulo para elaborar umas poucas linhas es-
critas; acreditam que não possuem o preparo
indispensável para redigir algo que permita
desvendar e compartilhar suas ideias. Elas fi-
cam desanimadas e consideram-se inaptas para
o dom da escrita. Qual o motivo de tais sen-
timentos? Falta-lhes base cultural ou, tão so-
mente, prática? Pois, para dominar os medos,
é preciso praticar. É preciso ter iniciativa e es-
crever. Porque só aprendemos a escrever escre-
vendo.

Ler e escrever: a prática


leva à criação. Arquivo
A redação é um excelente instrumento para de que conhecimento, escrita e leitura são pro-
desenvolver a criatividade; seu hábito leva à or- cessos relacionados. Mesmo dominando as téc-
ganização do pensamento e ao desenvolvimento nicas de redação, ninguém escreve sobre aquilo
da expressão linguística. Ao escrever, transmiti- que não conhece; por outro lado, mesmo tendo
mos o que pensamos sobre determinado assun- plena informação sobre o assunto, a capacidade
to a partir de experiências e vivências, e esta é de expressão e de divulgação das ideias vai de-
uma tarefa que necessita aprendizagem. Parece pender da compreensão dos princípios básicos
uma solução fácil, mas não é. Muitas vezes, a redacionais.
pessoa se depara com a incumbência de redigir Para poder executar bem a tarefa de escre-
um texto, mas se encontra sem uma ideia central; ver, você deve começar definindo o assunto; de-
não sabe como começar nem como prosseguir. pois deve selecionar as ideias principais sobre
Para superar o problema, ela deve se convencer esse assunto e, entre elas, escolher aquela que é

31
www.ulbra.br/ead
Comunicação e Expressão

a central. A seguir, deve concatenar as ideias e


• toda criança e jovem de 4 a 17
organizar um esquema que preserve a unidade da
anos estará na escola;
redação. Finalmente, deve passar à escrita, lem-
brando que, nem sempre, escrever bem significa • toda criança de 8 anos saberá
escrever muito. ler e escrever;
• todo aluno aprenderá o que é
A estrutura do parágrafo: apropriado para a sua série;
suas partes • todos os alunos vão concluir o
Diariamente lemos textos e não paramos Ensino Fundamental e o Médio;
para analisar sua estrutura. Esta deve apresentar • o investimento na Educação Bá-
organização interna própria, que favoreça a coe- sica será garantido e bem geri-
rência textual. do.
Leia o artigo transcrito a seguir e observe de A escolha da data é simbólica e re-
quantos parágrafos ele é composto. força a crença de que um país só pode ser
considerado independente, de fato, se suas
crianças e jovens têm acesso à Educação de
qualidade, afirma Ana Maria Diniz, presi-
Exemplo 1 dente do Instituto Pão de Açúcar e uma das
idealizadoras do pacto.(...).
Ninguém mais quer um país com uma
O desa o da qualidade
taxa tão baixa de escolaridade: nossos alu-
Crianças de 5ª série que não sabem ler nos ficam, em média, apenas 4,9 anos na
nem escrever, salários baixos para todos escola, contra 12 nos Estados Unidos, 11 na
os profissionais da escola, equipes deses- Coréia do Sul e oito na Argentina. E, o que
timuladas, famílias desinteressadas pelo é pior, não aprendem as competências bási-
que acontece com seus filhos nas salas de cas. Pesquisa nacional conduzida pelo Ins-
aula, qualidade que deixa a desejar, pro- tituto Paulo Montenegro mostra que 74%
fessores que fingem que ensinam e alunos dos brasileiros são analfabetos funcionais,
que fingem que aprendem. O quadro da ou seja, não conseguem ler esta reportagem
Educação brasileira (sobretudo a pública) (na verdade, não compreendem nada mais
está cada vez mais desanimador. Na mais complexo que um bilhete). É espantador,
recente avaliação nacional, o Prova Bra- mas é verdade. De cada quatro pessoas, só
sil, os estudantes de 4ª série obtiveram em uma é capaz de entender o que está escrito
Matemática e Língua Portuguesa notas que em qualquer texto minimamente complexo.
deveriam ser comuns na 1ª. E os de 8ª mal E o mesmo ocorre com habilidades mate-
conseguem alcançar os conteúdos previstos máticas, como as quatro operações. Até
para a 4ª. Enfrentar esse desafio parece, algumas décadas atrás, esses dados tinham
muitas vezes, uma tarefa impossível. Mas relativamente pouca relevância.
a verdade é uma só: assim como está, não Hoje, com a globalização econômica,
dá para continuar! A boa notícia é que cada não dá mais para viver sem dominar essas
vez mais gente está percebendo isso – e se competências básicas. Estudos comprovam
mobilizando para mudar essa situação dra- que a riqueza de uma nação depende de sua
mática. No início de setembro, um grupo produtividade e, portanto, da capacitação
de empresários e líderes políticos lançaram de sua mão-de-obra. Em bom economês,
(com grande apoio de jornais e emissoras gente educada produz mais. Do ponto de
de rádio e TV) o compromisso Todos pela vista social, a Educação também é a única
Educação. Foram apresentadas cinco metas saída para reduzir desigualdades. Números
a ser atingidas até 7 de setembro de 2022, o do Instituto Brasileiro de Geografia e Esta-
ano do bicentenário da Independência: tística (IBGE) mostram que filhos de mu-

32
www.ulbra.br/ead
Comunicação e Expressão

lheres com pouca escolaridade (até três anos de


estudo) têm 2,5 vezes mais riscos de morrer antes
de completar 5 anos de idade do que as crianças Exemplo 2
cujas mães estudaram por oito anos ou mais.
Nos últimos anos, o Brasil deu um passo im- Jornalismo literário
portante ao (praticamente) resolver a questão do
acesso à escola: 97% dos jovens de 7 a 14 anos O que eu acredito é que existe texto bom e
estão matriculados. Só que esses míseros 3% que texto ruim. O bom texto é construído com infor-
mações mais complexas do que a mera reprodu-
estão longe de livros e cadernos correspondem a
ção do que é dito pelas fontes. É construído tam-
1,5 milhão de pessoas (logicamente, das cama- bém com não-ditos, interditos, omissões, frases
das mais pobres).(...). suspensas pelo meio, decepadas antes do ponto
No bicentenário da Independência, o cená- final. Dá ao leitor observação (muita), detalhes
rio educacional pode ser o mesmo de hoje. Ou (muitos), cheiros, texturas, descrição do lugar,
não. Mudar essa situação caótica é uma decisão do jeito das pessoas, de como se vestem, sentam,
andam, pegam o cigarro, passam a mão no cabe-
de todos os cidadãos – e não só de empresários
lo, piscam etc. O jornalista tem de dar ao leitor
e dirigentes políticos, mas de diretores de escola, esse retrato complexo de uma realidade que ele
pais e professores. (...) não testemunhou, mas pode alcançar pela leitura
Fonte 12 - Nova Escola da reportagem. Uma enorme responsabilidade,
portanto. E isso não é ficção, não é imaginação.
É informação. Se eu digo que um sabiá cantou
Certamente você contou seis parágrafos. no enterro de tal pessoa, por exemplo, como já
escrevi, é porque cantou – e não porque eu achei
Essa simples conclusão é evidente, uma vez que é
poético inventar um sabiá (se fosse escrever fic-
puramente visual e assinalada pelo deslocamento ção, aliás, jamais usaria um sabiá porque é muito
clichê...). Escrever um texto com grande nível de
da margem. Entretanto, isso não é tudo. É preciso detalhamento dá muito mais trabalho ao repórter
aprender como se constrói um parágrafo para que porque exige uma apuração exaustiva. Com todas
as informações na mão, escrever é a parte mais
ele mantenha a estrutura e a coerência internas. fácil. Difícil é apurar bem para escrever bem. No
No artigo apresentado, notamos que, apesar jornalismo, a qualidade do texto é resultado da
qualidade da apuração. Costumam classificar esse
de existir uma relação entre eles (o cenário edu- tipo de texto, resultado dessa apuração rigorosa,
cacional brasileiro), a cada parágrafo é introduzi- de jornalismo literário. Mas eu prefiro chamar de
bom jornalismo.
do um novo enfoque sobre o tema, como um pon- Fonte 15 - Zero Hora
to de vista diferente do anterior, ou é feita uma
nova abordagem desse tema. Assim, já podemos O texto anterior é um exemplo de parágrafo.
Esse tipo de construção textual traz as seguintes
deduzir que o parágrafo deve se ocupar de apenas características estruturais:
um aspecto ou de um enfoque do assunto; des- a) formalmente, apresenta uma única abertura ou
entrada de margem, conforme observamos pela
sa forma, é garantida a sua unidade autônoma, a
indicação da seta no exemplo apresentado.
qual pode compor um texto maior.
b) apesar de serem textos relativamente curtos, pos-
suem lógica interna e transmitem de maneira co-
Um dos fatores que podem servir como ca- esa as informações necessárias. Ambos são com-
racterística do parágrafo-padrão é o nível de lin- postos pelas três partes indispensáveis a qualquer
texto que pretenda estar completo e claro: introdu-
guagem, uma vez que ele privilegia o registro ção, desenvolvimento e conclusão;
padrão. c) cada uma dessas partes é formada por certo nú-
Vejamos, agora, um exemplo de parágrafo mero de períodos que, obviamente, pode variar de
acordo com a necessidade do autor, mas também
produzido como um texto autônomo, isto é, ele deve contemplar um mínimo que garanta sua cla-
não compõe um texto com mais parágrafos. reza e concisão, lembrando que o desenvolvimen-
to é maior do que as outras partes.

33
www.ulbra.br/ead
Comunicação e Expressão

Vejamos, então, a estrutura de outro parágrafo:

Exemplo 3 memorando semelhante em Bagé, com os


mesmo objetivos. As ações integram os
projetos Biodiesel-Norte e Biodiesel-Sul,
para implantação de um complexo indus-
RS terá complexo industrial
trial para a produção de biodiesel e álcool
de biodiesel combustível.
A semana será importante para a agricul- Fonte 16 - Correio do Povo
tura familiar no Rio Grande do Sul. Repre-
sentantes do Ministério de Desenvolvimen-
to Agrário e da Petrobras estarão no Estado Na introdução (ou tópico frasal), a
para deflagrar projetos voltados para a ideia inicial é apresentada. A partir de uma
produção de biodiesel. A meta é audacio- frase-núcleo, o leitor fica ciente do assun-
sa: não apenas inserir a agricultura familiar to que será tratado no texto: as perspectivas
gaúcha na produção de álcool, como tornar favoráveis que se apresentam para a agri-
o Estado auto-suficiente no médio prazo. cultura familiar gaúcha.
A agenda começa nesta segunda-feira, com
No desenvolvimento, a ideia inicial é
a assinatura de um memorando de enten-
expandida, sendo apresentados e ordenados
dimento para a instalação de uma usina
os argumentos que a explicam e sustentam.
de biodiesel e do contrato para instalação
de uma usina de álcool entre a Petrobras
e a Cooperbio, em Palmeira das Missões. Argumento 1: integrantes de órgãos
Também será assinado um convênio para federais virão ao Rio
a manutenção do Curso de Técnico em Grande do Sul para
Agropecuária Ecológica, com ênfase em dar início a progra-
Biocombustíveis, entre a Petrobras e a Fun- mas direcionados à
dep. Na quarta-feira, será a vez de assinar produção de biodiesel.

34
www.ulbra.br/ead
Comunicação e Expressão

Argumento 2: a inserção da agricul- 5. Estou de regime; no momento só me ali-


tura familiar gaúcha mento de carnes brancas e de hortaliças,
na cadeia nacional de como alface, rúcula, agrião, espinafre,...
produção de álcool.
Observação:
Argumento 3: a assinatura pelos vi-
sitantes de diversos Os períodos 1, 3 e 4, por serem consti-
documentos visando tuídos de uma só oração (apenas um verbo),
tornar o Estado, a são períodos simples. Os períodos 2 e 5 são
médio prazo, auto- constituídos de mais de uma oração (mais
suficiente na área. de um verbo): são períodos compostos.

Na conclusão, ocorre um fechamento que Vamos, agora, analisar os períodos do pará-


retoma a ideia central de modo coeso e coeren- grafo que constitui o exemplo 3.
te. Nesse parágrafo, o autor optou por uma con- A introdução é composta por um único pe-
clusão que apresenta o objetivo final das ações ríodo (ou seja, um ponto final).
listadas: a construção de um complexo estadual
destinado à produção de biodiesel e álcool com- A semana será importante para a agricultura
bustível. familiar no Rio Grande do Sul.

Observe que, para redigir cada parte, foi O desenvolvimento tem cinco períodos (no
utilizado um determinado número de períodos. caso, caracterizados por cinco pontos finais).
A conclusão traz um período (ou seja, um
ponto final).
QUADRO EXPLICATIVO As ações integram os projetos Biodiesel-
Norte e Biodiesel-Sul, para implantação de um
Relembrando complexo industrial para a produção de biodiesel
e álcool combustível.
PERÍODO: começa com a letra ini-

R
cial maiúscula e termina por uma pausa epresentantes do Ministério de
bem definida e indicada por ponto final Desenvolvimento Agrário e da
(períodos 1 e 2, a seguir); ponto de inter- Petrobras estarão no Estado para
rogação (período 3); ponto de exclamação deflagrar projetos voltados para a produ-
(período 4); ou reticências (período 5). ção de biodiesel. A meta é audaciosa: não
ATENÇÃO: vírgula, ponto-e-vírgula apenas inserir a agricultura familiar gaú-
e dois-pontos são sinais de pontuação que cha na produção de álcool, como tornar o
não delimitam períodos. Estado autosuficiente no médio prazo. A
agenda começa nesta segunda-feira, com
Exemplos de períodos: a assinatura de um memorando de enten-
1. O ponto nal é empregado ao término de dimento para a instalação de uma usina
um período de sentido completo. de biodiesel e do contrato para instalação
de uma usina de álcool entre a Petrobras
2. O Brasil está entre os países que mais
serão afetados pelo aquecimento global, e a Cooperbio, em Palmeira das Missões.
conforme informa reportagem publicada Também será assinado um convênio para
pela Revista Veja. a manutenção do Curso de Técnico em
3. Você gostou da comida daquele restau- Agropecuária Ecológica, com ênfase em
rante na Estrada do Mar? Biocombustíveis, entre a Petrobras e a
Fundep. Na quarta-feira, será a vez de assi-
4. Mesmo em viagem ao exterior, não se
esqueça de sua terra natal! nar memorando semelhante em Bagé, com
os mesmo objetivos.

35
www.ulbra.br/ead
Comunicação e Expressão

Planejando antes de a mira das entidades médicas. Associado a


escrever o parágrafo uma série de problemas, entre eles a hiper-
Planejar é tão importante quanto conhecer o assunto tensão, o sal foi alvo de uma ação recente da
American Medical Association. A entidade
Múltiplas são as dificuldades que surgem pediu à FDA (agência responsável pela re-
para o principiante que deseja escrever um bom
gulamentação de alimentos e remédios nos
texto. Sem uma ideia central e um planejamento
Estados Unidos) que mudasse o status do
adequado, ele será cercado por incertezas e por sal, até agora considerado uma substância
dúvidas durante o início e o desenvolvimento
de consumo seguro. Além disso, a associa-
do tema. Redigir não é tarefa fácil, mas pode ser
ção quer reduzir pela metade a quantidade
aprendida e treinada. Em qualquer redação exis- de sódio em alimentos processados ou ser-
tem três aspectos importantes que devem ser con-
vidos em lojas de fast-food. (...)
siderados:
1o o conteúdo (o que se tem a dizer sobre o assunto); Fonte 17 - Mantovani
2o a estrutura (a partir do tipo de texto predeter- Esquema:
minado, há um padrão a ser seguido em rela-
ção ao estilo, ao título, à extensão, ao número 1º Assunto: o consumo de sal na alimenta-
e à organização dos períodos etc.); ção.
o
3 correção gramatical (aspectos ortográficos, de 2º Delimitação: modi cação na utilização
pontuação e de concordância, relativos à pa- do sal.
dronização da língua). 3º Objetivo: apresentar as providências que
organizações médicas pretendem tomar
Antes de começar a redigir o texto, você quanto ao consumo incontrolado de sal.
deve organizar suas ideias através de alguns pas-
sos importantes e elaborar um esquema que
servirá como um “esqueleto” do seu parágrafo.
Passos:
1o escolher um assunto; Exemplo 5
o
2 delimitar esse assunto (isto é, especificá-lo,
restringi-lo a um ou dois enfoques)
3o elaborar o objetivo do parágrafo (ou seja, Estimular nas crianças o compromisso com
qual é a intenção de quem redige; aonde quer a organização da casa é uma das missões
chegar com os argumentos apresentados). É dos pais. Mas é preciso ter cuidados redo-
importante lembrar que o objetivo sempre brados na hora de eleger em quais tarefas
é iniciado por um verbo na forma infinitiva a ajuda delas é bem-vinda a fim de evitar
como, por exemplo, mostrar, demonstrar, es- acidentes. “É preciso ter bom senso. De-
pecificar, esclarecer, exemplificar etc.
pende muito da habilidade e da idade da
Vamos identificar nos próximos exemplos criança”, observa Luciana O’Reilly, da
de parágrafos como podem ser apresentados os ONG Criança Segura. Atribuir a elas a or-
seus respectivos esquemas. ganização dos brinquedos e a arrumação da
própria cama, por exemplo, é uma opção
segura e repleta de significação. As tarefas
Exemplo 4 ao ar livre também são adequadas: ajudar
a estender a roupa no varal, regar o jardim
Ele começou a ser utilizado na culinária e auxiliar nos cuidados com a horta são
não por dar sabor aos alimentos, mas por algumas das atividades liberadas.Produtos
seu potencial sanitário. Com um forte po- de limpeza devem ser mantidos a distância
der esterilizador, o sal conservava a comida, dos pequenos ajudantes. “Um erro muito
impedindo a reprodução de bactérias. Mas comum é colocar esse tipo de produto em
esse aliado inicial da saúde agora está sob embalagens de refrigerante, o que acaba es-
timulando a ingestão. Alguns, como a soda

36
www.ulbra.br/ead
Comunicação e Expressão

cáustica e o limpa-fornos, podem causar le-


sões irreversíveis”, lembra Fiks, pneumo-
logista do Hospital e Maternidade São Luís,
em São Paulo. (...)
Fonte 18- São Paulo

Esquema:
1.o Assunto: a ajuda das crianças nas tare-
fas domésticas.
o
2. Delimitação: a colaboração infantil nos
trabalhos da casa exige cuidados.
3.o Objetivo: alertar quanto às precauções
que devem ser adotadas durante a re-
alização de atividades domésticas por
crianças.

Observe que, em ambos os casos, os autores


dos parágrafos organizaram seus textos, a partir
do esquema, da seguinte forma:
• na introdução, apresentaram a delimitação;
• no desenvolvimento, desmembraram o objetivo;
• na conclusão, fecharam o texto de modo coeso
e coerente.

Pense sobre o conteú-


do estudado e procure
colocá-lo em prática
quando você escrever
um parágrafo.
No próximo capítulo,
aprenda como melhorar
ainda mais a sua escrita
transformando um texto
em outro. Confira!

Arquivo

37
www.ulbra.br/ead
Comunicação e Expressão

Atividade
Reescreva o parágrafo a seguir, colocando
as ideias em ordem.
No entanto, nenhuma criança dessa ida-
de vai falar, por exemplo: “uma meninos chegou
aqui amanhã”. Pois toda e qualquer língua é
“fácil” para quem nasceu e cresceu rodeado por
ela. O que ela não conhece são sutilezas, sofis-
ticações e irregularidades no uso dessas regras,
coisa que só a leitura e o estudo podem lhe dar.
Está provado e comprovado que uma criança en-
tre três e quatro anos de idade já domina perfei-
tamente as regras gramaticais de sua língua.

Referência
Comentada
SOARES, M. B. Técnicas de redação. São
Paulo: Ao Livro Técnico, 1978.
Para aprofundar os conhecimentos acer-
ca do estudo do parágrafo, sugerimos a leitura
desse livro de Magda Becker Soares. A autora
organiza uma variada tipologia de parágrafos e
apresenta exemplos para cada um. Dessa forma,
é possível visualizar e explorar mais detidamen-
te as inúmeras possibilidades redacionais de um
parágrafo.

Referências
Bibliográ cas
CUNHA, S. F. da et al. Tecendo textos. 2.
ed. Canoas: Ed. da Ulbra, 2000.
SAVIOLI, F. P.; FIORIN, J. L. Lições de
texto: leitura e redação. São Paulo: Ática,
2006.

38
www.ulbra.br/ead
Comunicação e Expressão

Autoavaliação pelos diversificados conceitos que apre-


senta.
1. Assinale a alternativa que indica o III. A leitura proporciona inúmeras vanta-
início e o final do desenvolvimento do gens.
parágrafo seguinte: “Noites mal dormi- IV. Assim, verifica-se que esse hábito deve
das podem ser um sinal para você trocar o ser amplamente estimulado, pois traz mui-
colchão, garante o ortopedista Anthony B. tos benefícios.
Lyndon, membro da Associação Britânica
de Ortopedia. A má acomodação do corpo V. Além disso, é uma fonte de lazer inesgo-
pode ser notada a partir de seus hábitos tável, visto que permite ao indivíduo uma
noturnos. Se você se mexe excessivamen- “viagem” ao encantado mundo da fantasia
te ou acorda várias vezes de madrugada, através das personagens que vão aparecen-
fique atenta à qualidade do colchão ou do do.
travesseiro. O problema é que o mercado A) II, I, III, IV e V.
oferece tantos produtos nesse setor que
B) I, II, V, III, e IV.
fica difícil optar por um modelo especí-
fico. Mas isso é vital, porque você passa C) III, II, I, V e IV.
cerca de 1/3 do dia com o corpo sobre o D) III, V, I, IV e II.
colchão e o travesseiro. Portanto, tenha
cuidado ao escolhê-los e acerte em cheio.”
(CURCIO, 2008)
A) noites... específico;
B) a má... travesseiro;
C) noite... travesseiro;
D) garante... travesseiro.

2. Assinale a alternativa correta com rela-


ção à estrutura do parágrafo da questão
de nº1:
A) possui cinco períodos de desenvolvi-
mento e um conclusivo;
B) possui quatro períodos de desenvolvi-
mento;
Gabarito
C) não possui conclusão;
Questão para re exão
D) a introdução está composta de dois pe- Está provado e comprovado que uma criança entre os
ríodos. três os quatro anos de idade já domina perfeitamente as
regras gramaticais de sua língua. O que ela não conhece
são sutilezas, so sticações e irregularidades no uso des-
sas regras, coisa que só a leitura e o estudo podem lhe
3. Assinale a alternativa que contém a or- dar. No entanto, nenhuma criança dessa idade vai falar,
dem correta das letras para formar um por exemplo: “uma meninos chegou aqui amanhã”. Pois
parágrafo-padrão. toda e qualquer língua é “fácil” para quem nasceu e cres-
ceu rodeado por ela.
I. Também ocorre a aquisição de conheci- Autoavaliação
mentos variados, tanto empíricos quanto 1-B
científicos, dependendo do texto escolhi-
2-B
do.
3-C
II. Uma delas é a ampliação do vocabulário,
39
www.ulbra.br/ead