Você está na página 1de 19
CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO DE BELO HORIZONTE Helena Souza Jéssica Silveira Tânia Cruz Tatianne Pimenta Vanessa
CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO DE BELO HORIZONTE Helena Souza Jéssica Silveira Tânia Cruz Tatianne Pimenta Vanessa

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO DE BELO HORIZONTE

Helena Souza Jéssica Silveira

Tânia Cruz

Tatianne Pimenta Vanessa Lima

INTERNET NA ESCOLA E INCLUSÃO

INTERNET NA ESCOLA E INCLUSÃO
INTERNET NA ESCOLA E
INCLUSÃO

Introdução
Introdução

Houve uma modificação radical no esquema clássico da informação.

Antes ela acontecia através de jornal,

fotografia, cinema, rádio e televisão. Isso exigia do leitor imaginação ou seja, movimento da mente.

exigia do leitor imaginação ou seja, movimento da mente.  Cada vez mais surgem informações socialmente

Cada vez mais surgem informações

socialmente partilhadas.

Mídia clássica  mensagem fechada  estabilidade material  desmontagem- remontagem pelo leitor-
Mídia clássica
Mídia clássica

mensagem fechada estabilidade material

desmontagem-

clássica  mensagem fechada  estabilidade material  desmontagem- remontagem pelo leitor- receptor-espectador

remontagem pelo leitor-

receptor-espectador


Mídia on-line
Mídia on-line

faz melhor a difusão da mensagem;

a mensagem pode ser manipulada e modificada à vontade;

imagem, som e texto não têm

e modificada à vontade;  imagem, som e texto não têm materialidade fixa.  podem ser

materialidade fixa.

podem ser manipulados dependendo unicamente da opção crítica do usuário Experiência da participação na elaboração do conteúdo da comunicação e na criação de conhecimento.

O uso da internet na escola é exigência da cibercultura que é a relação entre

O uso da internet na escola

é exigência da cibercultura que é a relação entre
é exigência da cibercultura
que é a relação entre
tecnologia e sociabilidade.
tecnologia e sociabilidade.
A educação online garante a aprendizagem na flexibilidade.
A educação online garante a
aprendizagem na
flexibilidade.
que é a relação entre tecnologia e sociabilidade. A educação online garante a aprendizagem na flexibilidade.
Interatividade como mudança fundamental do esquema clássico da comunicação Com o recurso da interatividade, o

Interatividade como mudança fundamental do esquema

clássico da comunicação
clássico da comunicação
mudança fundamental do esquema clássico da comunicação Com o recurso da interatividade, o professor pode deixar

Com o recurso da interatividade, o professor pode deixar de ser um

transmissor de saberes para:

Sistematizar

Dialogar

Criar novas perspectivas



É papel do professor potencializar a comunicação e a aprendizagem

utilizando interfaces da Internet.
utilizando interfaces da Internet.

Inicialmente, o professor precisará

distinguir "ferramenta" de "interface".

distinguir "ferramenta" de "interface". Ferramenta Interface  dispositivo para encontro de duas

Ferramenta

Interface

dispositivo para encontro de duas ou mais faces em atitude comunicacional,

dialógica ou polifônica.

 A Internet comporta diversas interfaces.  Cada interface reúne um conjunto de elementos de

A Internet comporta diversas interfaces. Cada interface reúne um conjunto de elementos de hardware e software destinados a possibilitar aos internautas trocas, intervenções,

agregações, associações e

significações como autoria e co-autoria.

Pode integrar várias linguagens (sons, textos, fotografia, vídeo) na tela do

autoria e co-autoria.  Pode integrar várias linguagens (sons, textos, fotografia, vídeo) na tela do computador.

computador.

 Interfaces: Como ambientes ou espaços de encontro, propiciam a criação de comunidades virtuais de

Interfaces:

Como ambientes ou espaços de encontro, propiciam a criação de comunidades virtuais de aprendizagem.

a criação de comunidades virtuais de aprendizagem. Algumas das interfaces on-line mais conhecidas são: chat ,

Algumas das interfaces on-line mais conhecidas são: chat, fórum, lista, blog, site e LMS ou AVA.

O chat  potencializa a socialização on-line quando promove sentimento de pertencimento, vínculos afetivos e

O chat

potencializa a socialização on-line quando promove sentimento de pertencimento, vínculos afetivos e interatividade; permite

discussões temáticas e elaborações

colaborativas que estreitam laços e impulsionam a aprendizagem.

que estreitam laços e impulsionam a aprendizagem . Fórum  é um espaço on-line de discussão

Fórum

é um espaço on-line de discussão em grupo. Tal como no chat, os internautas

conversam entre si. O professor abre

provocações em texto ou em outras fontes de visibilidade e juntamente com os estudantes desdobra elos dinâmicos de

discussões sobre temas de aprendizagem.

 

Chat síncrono (com hora marcada) Fórum

assíncrono (as participações em texto e em imagens ficam

assíncrono (as participações em texto e em imagens ficam disponibilizadas nesse espaço, esperando que alguém do

disponibilizadas nesse espaço,

esperando que alguém do

grupo se dê conta e se

posicione a respeito)

 A lista de discussão é um espaço on- line que reúne uma comunidade virtual

A lista de discussão é um espaço on- line que reúne uma comunidade virtual por e-mail. Cada integrante da

comunidade envia e-mail para todos de

modo que todos podem interagir com todos. O participante pode disparar

podem interagir com todos. O participante pode disparar mensagens acionando o livre trânsito pelo coletivo. 

mensagens acionando o livre trânsito

pelo coletivo.

O blog é um diário on-line no qual seu responsável publica histórias, notícias, idéias e imagens.

 Um site ou sitio da Internet é um espaço, ambiente ou lugar na WWW

Um site ou sitio da Internet é um espaço, ambiente ou lugar na WWW (World Wide Web) que oferece informações sobre

determinada pessoa, empresa, instituição

ou evento. LMS (Learning Management System) ou

ou evento.  LMS (Learning Management System) ou AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) é um ambiente

AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) é

um ambiente de gestão e construção integradas de informação, comunicação e aprendizagem on-line. Pode reunir diversas interfaces síncronas e

assíncronas integradas. É a sala de aula on-line não restrita à temporalidade do

espaço físico.

Perspectivas para a educação em nosso tempo  Estar on-line não significa estar incluído na
Perspectivas para a educação em nosso tempo
Perspectivas para a educação
em nosso tempo

Estar on-line não significa estar incluído na cibercultura. Internet na escola não é garantia da inserção crítica das novas gerações e dos

Internet na escola não é garantia da inserção crítica das novas gerações e dos professores na

professores na cibercultura.

 A escola que não inclui a internet a educação, ela está na contramão da

A escola que não inclui a internet a educação, ela está na contramão da história alheia a espírito do tempo, ela está

produzindo exclusão social ou exclusão da

cibercultura.

Quando o professor convida o aluno a um

cibercultura.  Quando o professor convida o aluno a um portal virtual, de informações, ele lança

portal virtual, de informações, ele lança mão

não apenas de uma nova mídia para reforçar a aprendizagem de um conteúdo,

mas ele contribui para a inclusão desse

educando na cibercultura.

Essa inclusão do aluno na cibercultura exige

um aprendizado prévio do professor.

“ Educar em uma sociedade da informação significa muito mais que treinar as pessoas para

Educar em uma sociedade da informação

significa muito mais que treinar as pessoas para o uso das tecnologias de informação e
significa muito mais que treinar as pessoas
para o uso das tecnologias de informação
e comunicação: trata-se de investir na
criação de competências suficientemente
amplas que lhes permitam ter uma atuação
efetiva na produção de bens e serviços,
tomar decisões fundamentadas no
conhecimento, operar com fluência os
novos meios e ferramentas em seu
trabalho, bem como aplicar criativamente
as novas mídias, seja em usos simples e
rotineiros, seja em aplicações mais
sofisticadas.”(TAKAHASHI, 2000, p. 45).
sofisticadas.”(TAKAHASHI, 2000, p. 45).