Você está na página 1de 11

Oficina de Física — IAT 2005 (Prof.

Paulo Ramos) 1

Modellus: conhecendo a interface


Abrindo o programa:
Iniciar Æ Todos os Programas Æ Modellus 2.5 br Æ Modellus 2.5 br

Janela Modelo:
Aqui serão inseridas as equações associadas às animações e gráficos.
Passe o mouse sobre cada um dos botões para ver a sua descrição.

Depois de escrever as suas equações,


você deve interpretá-las, isto é, informar
ao programa sobre as mesmas, para
efeito de processamento.

Janela Notas:
Útil para escrever roteiros, dicas, lembretes etc, que podem ser lidos pelos alunos ou mesmo para lhe lembrar de
algum detalhe.
Passe o mouse sobre cada um dos botões para ver a sua descrição.

Janela Animação:
Aqui você colocará as imagens, vetores, medidores etc e verá a animação do seu sistema.
Passe o mouse sobre cada um dos botões para ver a sua descrição.

Como fazer ara adicionar


novos casos
Oficina de Física — IAT 2005 (Prof. Paulo Ramos) 2

1. Clique no botão Partícula;


2. Clique em qualquer lugar da janela Animação (área branca); uma caixa se abrirá para a “configuração” da
partícula:

Variável que estará associada ao Variável que estará associada ao


movimento horizontal da partícula movimento vertical da partícula

Dê um nome sugestivo

O que você quer visualizar na anima-


Escalas do movimento (horizon- ção
tal e vertical): quanto maior o
valor, mais “comprimido” será o
movimento naquela direção. Use
valores pequenos para “ampli-
ar” o movimento.

Para substituir a partícula por uma


Tipo de partícula e a sua cor imagem (animada ou fixa) guardada
no computador ou disquete

Deleta a partícula

Note que você precisará definir as variáveis do movimento que aparecerão nos campos HORIZONTAL e
VERTICAL. Isso é feito na janela MODELO (todas as variáveis ali presentes estarão disponíveis para os
gráficos e movimentos).

3. Para mover um objeto (ex.: uma partícula criada), basta clicar sobre ela e arrastá-la com o mouse.
4. Para reabrir a caixa de propriedades da partícula (ou de outro objeto qualquer), clique com o botão direito
do mouse sobre ela.
5. Para visualizar o movimento para os diferentes casos, clique nos quadradinhos ao lado da palavra Casos
(canto superior esquerdo da janela Animação).
Oficina de Física — IAT 2005 (Prof. Paulo Ramos) 3

Janela Gráfico:
Útil para a visualização animada de gráficos envolvendo qualquer par de variáveis.
Passe o mouse sobre cada um dos botões para ver a sua descrição.

Casos: vários gráficos


podem ser vistos ao
mesmo tempo, bastan-
do selecionar os casos
de interesse

Duplo clique em qualquer


lugar para posicionar a
Variáveis associadas aos origem.
eixos vertical e horizontal
do gráfico.

Clique e arraste para criar uma


janela retangular: o que estiver
dentro da mesma será ampliado
Ajusta o gráfico ao
tamanho da janela

Mais opções
Coordenadas do cursor

Janela Controle:
Funciona como um controle de vídeo. Aqui você pode “disparar” a animação e os gráficos, bem como parar, pausar,
avançar, retroceder ou fazer o movimento se repetir indefinidamente.

Retrocede passo-a-passo Avança passo-a-passo

Inicia (triângulo) ou pausa a


animação
Parar Repetição Define a variável independente, o incre-
mento de tempo, os limites do tempo, a
Vai para o início Vai para o fim da unidade dos ângulos, o nº de casas deci-
da animação animação mais(tempo) etc.

Escondendo uma janela:


Caso você queira liberar mais espaço na sua área de trabalho ou esconder algumas das janelas vistas de olhos
curiosos, escolha a janela de interesse e clique no seu botão ESCONDER JANELA :

Para restaurar a visibilidade, vá no menu Janela e clique no nome da janela invisível de interesse.

Protegendo o trabalho:
Você pode desejar que algumas janelas não fiquem visíveis para o usuário final do seu trabalho. Para isso, esconda
as janelas de interesse e proteja o seu arquivo: menu Arquivo Æ Senha... Æ insira a senha Æ OK.
Cuidado!: se você não lembrar mais da senha digitada, não conseguirá mais visualizar as janelas invisíveis. Um
arquivo protegido só pode ser visualizado, nunca editado!
Para fazer uma janela (protegida com senha) reaparecer, redigite a sua senha e abra a janela no menu Janela.

Dica: Nunca se esqueça de salvar periodicamente o seu trabalho! Salve-o em uma pasta de fácil acesso e lembran-
ça.
Oficina de Física — IAT 2005 (Prof. Paulo Ramos) 4

Pequeno exercício

Vamos criar agora uma pequena animação para fixar o que já foi estudado.
Começaremos com uma animação envolvendo dos corpos em MRU de
acordo com o esquema ao lado:

1. Crie um novo arquivo no Modellus (Arquivo Æ Novo).


2. Insira as equações do movimento como mostradas na figura abaixo:

3. Observe que a variável “pos” representa a posição da partícula e “v” a sua velocidade. Depois de inseridas
as equações, pressione o botão INTERPRETAR.

4. Uma nova janela se abrirá, depois que as equações foram interpretadas. Trata-se da janela CONDIÇÕES
INICIAIS, onde atribuiremos valores às variáveis introduzidas na janela Modelo (ver figura abaixo).

5. Crie uma partícula (carro1) com as características abaixo:

6. Crie outra partícula verticalmente abaixo (talvez seja necessário usar a grade para mis exatidão) da primei-
ra e atribua os seguintes dados (carro2):
Oficina de Física — IAT 2005 (Prof. Paulo Ramos) 5

7. Atribua os valores (dados) do problema às variáveis. Isso é feito na janela condições iniciais:

8. Anime o trabalho (janela Controle). Observe que as partículas estão muito próximas e se movem lentamen-
te. É necessário tornar a apresentação mais convincente e interessante!

9. Queremos “ampliar”, isto é, aumentar a escala, da nossa animação. Fazemos isso abrindo a caixa de pa-
râmetros de cada partícula. Em escala horizontal introduzimos (use ponto e não vírgula para os números
decimais):

Isto significa que cada pixel (pontinho luminoso da tela) corresponderá a 0.085 unidades de comprimento
(no caso, metros). Em outras palavras, 10 m (posição inicial do carro 2) corresponderão a
10
≈ 118 pixels (já é um tamanho razoável)
0.085

Não se esqueça de mudar as escalas horizontais de ambas as partículas!

10. Anime o trabalho e veja o resultado. Talvez seja necessário mudar o intervalo de tempo em que a anima-
ção se processa (as partículas podem demorar demais na tela e até mesmo saírem do campo visual).

11. Clique no botão OPÇÔES da janela Controle e altere o limite máximo do tempo para 3 segundos (observe
que, pelos dados do problema, o encontro dos carros ocorrerá 3 s depois de iniciado o movimento):
Oficina de Física — IAT 2005 (Prof. Paulo Ramos) 6

12. Na janela Controle, retorne ao início da apresentação e reinicie a animação. Observe que a animação
termina pouco após o encontro dos móveis. Retorne ao início da apresentação.

13. Vamos agora substituir as partículas por algo mais interessante! Abra a janela de parâmetros do carro1 e
em Tipo, clique Imagem. Pressione o botão procurar e localize o arquivo (dado) car.gif. Faça o mesmo com
a partícula vermelha. Anime e veja o resultado.

14. É interessante que cada carro tenha um vetor velocidade associado visível . Vamos agora aprender como
fazer isso:

Clique no botão INSERIR NOVO VETOR da janela Animação1:


Clique próximo do carro1 (não sobre ele!). Preencha os dados como indicado a seguir:

Observe que a escala horizontal não precisa ser necessariamente igual à do movimento, o que produziria
um vetor muito longo. Foi por isso que o valor da escala foi aumentado (lembre-se: maior escala Æ menor
tamanho).

15. “Prenda” agora o vetor v1 ao carro1: passe o mouse sobre a extremidade esquerda do vetor criado até que
apareça uma cruz com quatro setas:

16. Clique e arraste a seta para cima do carro1 até a figura de um laço apareça sobre o conjunto. Uma mensa-
gem surgirá:

Clique no botão SIM para criar o vínculo entre os dois objetos.

17. Crie um novo vetor (com os parâmetros abaixo) e o vincule ao carro2, como explicado nos itens 14 a 16.

Nota: caso seja necessário fazer alguma correção nos dados de um objeto, clique com o botão direito do
mouse sobre ele. Surgirá uma caixa perguntando se você deseja editar aquele objeto (daí a importância de
se atribuir nomes sugestivos aos mesmos). Para objetos vinculados, responder Não passará para o objeto
seguinte do grupo.
Oficina de Física — IAT 2005 (Prof. Paulo Ramos) 7

18. Anime e veja o resultado.

19. Altere agora os dados iniciais do movimento como é mostrado abaixo. Observe o resultado no modelo ani-
mado.

20. Crie um novo caso para comparar os movimentos: menu Caso Æ Adicionar. Um novo caso (em verde)
aparecerá na janela Condições Iniciais, onde você deverá digitar novos valores (digite os valores abaixo):

21. Volte ao início da apresentação e anime o modelo. Você pode observar cada movimento separadamente
clicando nos quadradinhos ao lado de “Casos” na janela Animação1:

22. Volte para o início da animação.


Observe agora a janela Gráfico1: clique no caso 1 (quadradinho preto no canto superior esquerdo da jane-
la). Em vertical selecione pos1 e em horizontal escolha t (isto criará o gráfico pos1 contra t).
Oficina de Física — IAT 2005 (Prof. Paulo Ramos) 8

23. Clique no botão AJUSTAR e anime o sistema. Você deve observar o gráfico (reta) sendo gerado.

24. Para a animação e retorne para o início. Na janela Gráfico1, na seção vertical, mantenha pressionada a te-
cla CTRL e clique em pos2. Você verá agora dois gráficos na mesma tela. Clique em AJUSTAR, anime o
modelo e veja o resultado.

25. Como deveria ser o gráfico pos1 contra pos2? Faça isso no Modellus e justifique a sua resposta.

26. Ainda na janela Gráfico1, clique no quadradinho preto (caso 1) para desmarcar e clique no verde (caso 2)
para selecioná-lo. Você verá as retas correspondentes aos movimentos dos dois carros (se não viu, reinicie
a animação, clique no botão Ajustar e observe os gráficos). Veja que essas retas se cortam em um deter-
minado tempo (instante do encontro).

27. Clique e arraste, formando uma janela, englobando o ponto de intersecção das retas. Quanto menor a jane-
la, maior será a ampliação do seu conteúdo (veja figura abaixo).

Área que será


ampliada

28. Passe o mouse sobre o ponto de intersecção (talvez seja necessário ampliar mais vezes) e determine o
tempo e a posição do encontro dos móveis (faça a leitura em Hor.: e Vert.: na base da janela Gráfico1).
Faça os cálculos e verifique se a medida está certa.

29. Na janela Modelo, altere as equações de movimento:

Dica: para acrescentar o último termo de cada equação, digite:

1/2 Æ pressione barra de espaço (para inserir o símbolo da multiplicação) Æ digite a1 (ou a2) Æ pres-
sione barra de espaço Æ digite t Æ clique no botão expoente Æ digite 2.
Pressione o botão INTERPRETAR em seguida. Observe que a janela Condições iniciais mostrará dois
novos parâmetros, a1 e a2:

30. Delete o caso 2: menu Caso Æ Remover o último.


Oficina de Física — IAT 2005 (Prof. Paulo Ramos) 9

31. Atribua diversos valores para os parâmetros do caso 1. Anime modelo e observe o movimento e os gráfi-
cos correspondentes.

32. Volte a apresentação para o início.

33. Na janela Animação1 clique no botão para inserir um texto. Clique em seguida em um local qualquer
vazio daquela janela. Na janela que se abrirá repita o que é mostrado abaixo:

34. Na janela Animação aparecerá o texto digitado um tanto escondido. Passe o mouse sobre a borda direita
do texto até que apareça uma seta com duas pontas. Clique e arraste horizontalmente até que todo o texto
apareça (veja figura):

35. Posicione o texto na janela acima dos carros.

36. Repita o processo, digitando um pequeno texto explicativo (use fonte Arial, Normal, tamanho 9) sobre o
modelo. Posicione o texto abaixo dos carros.

37. Usando a fonte Arial, Negrito, tamanho 10, digite os textos como é mostrado abaixo:

38. Clique no botão Inserir nova barra e clique em seguida abaixo do texto “posição do carro 1”. Na
caixa que se abrirá, preencha os dados como mostrado a seguir:
Oficina de Física — IAT 2005 (Prof. Paulo Ramos)
10

39. Caso queira, você pode diminuir a altura da barra ou aumentar o seu comprimento clicando na sua borda
(seta dupla) e arrastando. Reinicie o modelo e anime.

40. Repita os passos 38 e 39 para a “posição do carro 2”.

41. Pressione agora no botão Inserir medidor digital . Clique ao lado da palavra Tempo: e preencha a
caixa como indicado a seguir (o tipo de letra deve ser Arial, negrito, 10, vermelha):

42. Reinicie e anime.

43. Sua apresentação deve ser parecer com algo desse tipo:

44. Clique agora no botão Inserir um novo gráfico: . Clique em seguida à direita da trajetória dos car-
ros.

45. Preencha a caixa conforme mostrado:


Oficina de Física — IAT 2005 (Prof. Paulo Ramos)
11

46. Reinicie e anime.

47. Repita os passos 44 a 46 de maneira a construir o gráfico do movimento do carro2. Posicione esse gráfico
à direita do anterior. Talvez seja necessário alterar as escalas horizontal e vertical para ajuste do gráfico à
janela.

48. Ligue a grade para posicionar com precisão os objetos.

49. Clique no botão à direita desse último para ajustar a grade:

50. Na caixa Fundo da Animação, você pode escolher uma cor de fundo (deixe branca), a cor das linhas de
grade, o espaçamento entre as linhas (deixe 25), ou até mesmo escolher entre um fundo estrelado ou uma
imagem qualquer. Pressione OK.

51. Arraste cada objeto na janela Animação e perceba que as linhas agem como se fossem “magnéticas”, atra-
indo o objeto arrastado para si. Arrume o modelo mais ou menos como mostrado abaixo (para desligar a
grade, basta clicar novamente sobre o seu botão):

Próximo passo...
Agora que você terminou o seu primeiro modelo feito no Modellus, é altamente recomendável que leia o manual do
programa (disponibilizado no material fornecido) para saber a respeito dos vários recursos poderosos do programa.
Antes, porém, vamos testar se você realmente aprendeu o que foi ensinado...