Você está na página 1de 6

A Atuação do assistente Social na Unidade Básica de Saúde-Sala de Es

APRESENTAÇÃO

http://ava2.unitins.br/ava/files/projetoconteudo/ece82e8d7fc503afea02

A atuação do Assistente Social na Unidade Básica de Saúde – Sala de Espera como alternativa nos espaços de atendimento ambulatorial.

Apresentação

Este projeto de intervenção configura a avaliação primordial da disciplina de Estágio supervisionado de Serviço Social ll. O campo de estágio de onde partirá a proposta de intervenção é o NASF (Núcleo de Apoio a Saúde a Família), que irá intervir na UBS (Unidade Básica de Saúde), localizada no bairro Xucurus, na cidade de Palmeira dos Índios. Tendo como proposta a intervenção de realização na sala de espera, com a intenção não só apenas de descontrair o usuário no aguardo de atendimento, mais de transformar como espaço sócio – educativo, com promoção de temas diversificados na área da saúde. Sob a supervisão da Assistente Social Milene de Almeida Barros, este projeto consegue contemplar o desejo das estagiárias, com o objetivo de propor informação ao usuário em que ali se encontrar, no momento de aguardo ao atendimento médico, oferecendo palestras, distribuição de panfletos e atividades educativas, visando à promoção de cuidados com a saúde do usuário do sistema no SUS (Sistema Único de Saúde), estimulando a interdisciplinaridade ao aproximar o ensino acadêmico da realidade na unidade de saúde, estreitando a relação entre a teoria e prática, bem como a humanização do atendimento.

JUSTIFICATIVA

Justificativa

Ao analisar que o usuário encontra-se a cada dia com mais ociosidade na espera ao atendimento médico, foi detectado que na sala de espera, eles necessitam de intervenção social e interdisciplinar para ocupação de seu tempo, podendo ser ofertado palestras preventivas em saúde. Veríssimo e Valle (2006) mencionam que a sala de espera é caracterizada como uma forma produtiva de ocupar um tempo ocioso nas instituições, com a transformação do período de espera pelas consultas médicas em momento de trabalho; espaço esse em que podem ser desenvolvidos processos educativos e de troca de experiência comuns entre os usuários, possibilitando a interação do conhecimento popular com os saberes aos profissionais de saúde. Sendo assim, este projeto visa esclarecer ao usuário o funcionamento do SUS (Sistema Único de saúde), direitos do cidadão e propor temas voltados à promoção de saúde. Tendo como proposta ações preventivas de recuperação e de controle do processo saúde/doença.

O assistente social nos serviços de saúde tem o papel de assegurar a integralidade e o cumprimento das ações previstas na lei orgânica de saúde nº 8080, que descreve os princípios e o funcionamento do sistema único de saúde. Podemos observar a prática do assistente social tem inúmeras alternativas para

A Atuação do assistente Social na Unidade Básica de Saúde-Sala de Es

http://ava2.unitins.br/ava/files/projetoconteudo/ece82e8d7fc503afea02

um agir com comprometimento dos princípios e diretrizes do código de ética profissional. Possibilitando uma prática inovadora e diferenciada daquela tradicional. Marilda Iamamoto (2001) ao analisar tal questão afirma que:

OBJETIVOS

um dos maiores desafios que o assistente social vive no

presente é desenvolver sua capacidade de decifrar a realidade e construir propostas de trabalho criativas e capazes de preservar e efetivar direitos, a partir de demandas emergentes no cotidiano. Enfim, ser um Profissional propositivo e não só executivo”.

(2001:20)

“(

)

Objetivo Geral

Considerando as necessidades dos usuários, a “sala de espera”, tem como objetivo oferecer um cuidado humanizado, efetivando a aproximação entre a comunidade e os serviços da saúde. É através da sala de espera que a interdisciplinaridade dos profissionais de saúde tem a oportunidade de desenvolver atividade de divulgação de como cuidar e prevenir a saúde, proporcionando uma melhor qualidade de vida, como também uma melhoria no atendimento, garantir um maior acolhimento e melhorando a inter-relação usuário/sala de espera/profissional da saúde.

Objetivos Específicos

Oferecer aos usuários da UBS maior qualidade de atendimento na sala de espera;de espera/profissional da saúde. Objetivos Específicos Proporcionar uma vivência em diferentes dimensões de

Proporcionar uma vivência em diferentes dimensões de atuação profissional;da UBS maior qualidade de atendimento na sala de espera; Possibilitar ao usuário informações de como

Possibilitar ao usuário informações de como prevenir ou cuidar da saúde;em diferentes dimensões de atuação profissional; Promover troca de experiências e saberes entre usuário/

Promover troca de experiências e saberes entre usuário/ estagiáriousuário informações de como prevenir ou cuidar da saúde; Realizar dinâmicas educativas com familiares e pacientes

Realizar dinâmicas educativas com familiares e pacientes na sala de espera.da saúde; Promover troca de experiências e saberes entre usuário/ estagiário PÚBLICO ALVO 2 de 6

PÚBLICO ALVO

A Atuação do assistente Social na Unidade Básica de Saúde-Sala de Es

Publico Alvo

http://ava2.unitins.br/ava/files/projetoconteudo/ece82e8d7fc503afea02

Constitui público-alvo desse projeto, crianças, adolescentes, gestantes e idosos, nos quais é usuários do SUS, como também a assistente social, estagiários

e profissionais da UBS. Portanto serão ofertadas palestras com temas diversificados sobre como prevenir e cuidar da saúde deste público como também de seus familiares.

METAS

Metas

Tenta-se proporcionar um momento informativo de orientação e prevenção da saúde.

METODOLOGIA

Metodologia

Face ao exposto, cabe ao profissional de serviço social, em envolvimento constante e com responsabilidade em lutar em prol da efetivação das diretrizes propostas pelo SUS, utilizar suas ferramentas de trabalho cabíveis diante das propostas mencionadas. O assistente social, nos serviços de saúde, tem o papel de assegurar a integralidade e o cumprimento das ações previstas na lei orgânica de saúde nº 8080, que descreve os princípios e funcionamento do SUS.

“Essa lei dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providencias. Vigorando todo território nacional para qualquer ação aos serviços de saúde realizados por pessoas ou empresas”. (Lei 8080).

Pois a lei 8080 trata do SUS, dos objetivos e atribuições, dos princípios e

diretrizes, da organização, da decisão e da gestão, do funcionamento, dos recursos

e da gestão financeira. Diante de algumas ferramentas utilizadas pelo assistente social, a sala de espera é um instrumento importante de trabalho para os serviços de saúde. Nesse

A Atuação do assistente Social na Unidade Básica de Saúde-Sala de Es

http://ava2.unitins.br/ava/files/projetoconteudo/ece82e8d7fc503afea02

sentido, esse projeto irá proporcionar experiência na extensão universitária, despertando-nos para o compromisso com o desenvolvimento de atividades do dia-a-dia do profissional, vivenciando a implantação desse projeto na sala de espera da USB no bairro Xucurus na cidade de Palmeira dos Índios, tendo como contribuir para a melhoria no atendimento e qualidade de vida na saúde com os usuários, ofertando temas diversificados na área da saúde, utilizando recursos visuais.

Para esse projeto ser realizado, foi feita uma visita juntamente com a assistente social à UBS, a fim de mostrar a importância de idealizar atividade de promoção na sala de espera enquanto acontece o atendimento. Sendo assim após os profissionais concordarem, foi dado inicio as atividades. Após definirmos que iria ser realizado o projeto, foi passado um cronograma com temas sugeridos na área da saúde, para serem abordados durante os encontros da execução. Objetivando a melhoria e qualidade de vida do usuário, propondo abordar assuntos criativos e dinâmicos, para que possam atrair a atenção enquanto aguardam o atendimento. Ao longo do desenvolvimento desse projeto, irão ser realizados vários temas de prevenção de doenças e promoção à saúde, onde podemos citar: alimentação saudável, hipertensão, a importância da amamentação e diabéticos, sendo ofertada com palestras, distribuição de panfletos e realização de dinâmicas.

RECURSOS E PARCERIAS

Recursos e Parcerias

Para o momento da sala de espera, terá a participação de um público diversificado, sendo crianças e adolescentes, idosos, gestantes, como também dos profissionais da UBS, entre eles: assistente social e enfermeira. Sabendo que com a apresentação desse projeto, será um momento de varias experiências, contribuindo para um exercício profissional qualificado e uma melhoria na qualidade dos serviços de saúde.

Será utilizada uma linguagem simples, materiais didáticos como panfletagens com informações de saúde e figuras ilustrativas e um banner informativo. Haverá troca de experiências e informações que esclarecam dúvidas, com também os usuários terá participação e interesses nos temas propostos.

AVALIAÇÃO

Avaliação

É notório, que o usuário ao chegar a uma unidade de saúde, fica a espera do profissional do qual necessite de atendimento, ficando impacientes com a demora em ser atendido. Ao utilizar essa sala de espera, temos a intenção de ocupar o tempo vago, realizando palestras educativas para eles não perceberem que estão desassistidos pela unidade. Portanto pretendemos obter um bom resultado em relação à informação com saúde, pois a partir das palestras ofertadas e a participação do

A Atuação do assistente Social na Unidade Básica de Saúde-Sala de Es

http://ava2.unitins.br/ava/files/projetoconteudo/ece82e8d7fc503afea02

usuário que é possível desenvolver ações que visam à promoção e prevenção de doenças, proporcionando uma melhor qualidade de vida. Serão oferecidas palestras com panfletagem como também dinâmicas. Ficando claro que “sala de espera” é um ambiente que o profissional tem a oportunidade de utilizar essa ferramenta para prestar atendimento humanizado e qualificar os serviços de saúde, criando idéias que possa interagir como forma de ocupação,proporcionando alto estima até o atendimento.

CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO

Cronograma de execução

A realização desse projeto terá um período de realização de aproximadamente cinco meses, durante esse tempo houve visitas à unidade de execução, sondagem de necessidades do usuário, avaliação e apresentação. Como podemos ver no cronograma a seguir:

JANEIRO FEVEREIRO

VISITA À

UNIDADE

X

DISCURSÃO DE TEMA

REUNIAO PARA EXECURÇÃO

APRESENTAÇÃO

BIBLIOGRAFIA

Bibliografias

X

MARÇO

X

ABRIL MAIO

X

X

VERISSIMO, D.S; VALLE, E.R.M. A experiência vivida por pessoas com tumor cerebral e por seus familiares. Psicologia Argumentada/pontifica. Universidade do

A Atuação do assistente Social na Unidade Básica de Saúde-Sala de Es

http://ava2.unitins.br/ava/files/projetoconteudo/ece82e8d7fc503afea02

Paraná, Curitiba: Champagama – v.24, n.45, junho de 2006;

IAMAMOTO, Marilda Vilela. O serviço social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional, 4ª ed. Cortez, São Paulo 2001.

Tetzlaff AAS (Hi Technologies). Resumo da Lei Nº8080. [online] 2010 Jul. [acessado em 11, 03 2012]. Disponível em: http://hitechnologies.com.br/humanizacao/o-que-

e-o-programa-humanizasus/resumo-da-lei-n8080/1.