Você está na página 1de 55
Arranjo e Detalhamento de Tubulações Industriais

Arranjo e Detalhamento de Tubulações Industriais

Arranjo e Detalhamento de Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Tipos de Desenhos de Tubulação

Os principais tipos de desenhos que compõem um projeto de tubulação,

são:

1. Fluxogramas (Flow-sheets);

  • 2. Plantas de Tubulação (Piping plans);

  • 3. Isométricos (Isometrics);

  • 4. Desenhos de detalhes e de fabricação, desenhos de suportes, folhas de dados.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Fluxogramas: são desenhos esquemáticos s/ escala, mostram toda a rede de tubulações e os equipamentos aos quais está ligada. Podem ser: Processo e Tubulação e Instrumentação (P&I);

Plantas de Tubulação: feitos em escala, contendo todas as tubulações de uma determinada área, representadas em projeção horizontal, olhando-se de cima p/ baixo. Tubos de Ø maiores são representados por dois traços paralelos, figuram as elevações de todos os tubos, as distâncias entre estes, as cotas de pontos de mudanças de direção dos tubos. As diversas folhas de plantas devem limitar-se entre si formando um mosaico contínuo cobrindo toda a área;

Isométricos: são feitos em perspectiva isométrica, sem escala. Os tubos horizontais são representados por traços inclinados c/ 30º ângulo p/ a esquerda ou direita. É obrigatório que estejam presentes todos os acessórios, bem como as localizações das emendas dos tubos.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Fluxograma de Processo

Fluxograma de Processo

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Fluxograma de Processo

Fluxograma de Processo

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Fluxograma de Processo

Fluxograma de Processo

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Fluxograma de Processo

Fluxograma de Processo

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Fluxograma de Processo

Fluxograma de Processo

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Fluxograma de Processo

Fluxograma de Processo

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Isométrico

Isométrico

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Isométrico (com Detalhamento)

Isométrico (com Detalhamento)

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Isométrico (com Detalhamento)

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Isométrico (Simples)

Isométrico (Simples)

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Detalhamento de Tubulações em Elevação
Detalhamento de Tubulações em Elevação
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Detalhamento de Tubulações em Elevação e Corte

Detalhamento de Tubulações em Elevação e Corte

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Detalhamento Espacial (3D)

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Detalhamento Espacial (3D)

Detalhamento Espacial (3D)

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais Detalhamento Espacial (3D)

Detalhamento Espacial (3D)

Tubulações Industriais Detalhamento Espacial (3D)
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Convenção de Fluxograma (1)

Tubulações Industriais Convenção de Fluxograma (1)
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Convenção de Fluxograma (2)

Tubulações Industriais Convenção de Fluxograma (2)
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Convenção de Planta

Tubulações Industriais Convenção de Planta
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Convenção de Planta

Tubulações Industriais Convenção de Planta
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Convenção de Isométrico

Tubulações Industriais Convenção de Isométrico
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Identificação por Cores, das Tubulações nas Áreas

Tubulações Industriais Identificação por Cores, das Tubulações nas Áreas
Suportes de
Suportes de
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Localizações

Recomendável nas curvas situadas no plano horizontal, p/ evitar que o peso da curva não suportada introduza esforços de torção no tubo.

Próximos às cargas concentradas, tais como válvulas, derivações etc.

Tubos verticais ao longo dos vasos devem estar presos ao próprio vaso p/ diminuir o efeito de dilatações diferenciais entre o vaso e os tubos.

Projeto

A maioria dos dispositivos de suportes e de fixação é fabricada de aço estrutural por meio de chapas, perfilados, vergalhões ou pedaços de tubos de aço.

Como via de regra geral recomenda-se que a solda de qualquer elemento na parede do tubo (patins, reforços, berços, ancoragens etc) tenham um cordão contínuo de solda de selagem em toda volta, p/ evitar penetração de umidade e a corrosão.

Tubulações quentes, deve ser lembrado o problema de dilatação diferencial entre tubo e elemento soldado (mais frio) que pode dar origens a elevadas tensões. Recomenda-se evitar peças soldadas na parede de tubos superior a 400ºC, preferíveis nestes casos os patins, berços etc., presos por braçadeiras aparafusadas ou outros recursos que dispensem a solda.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

São dispositivos destinados a suportar os pesos e os demais esforços exercidos pelos tubos ou sobre os tubos, transmitindo esses esforços diretamente ao solo, às estruturas vizinhas, a equipamentos ou, ainda a outros tubos próximos.

  • P/ sustentar pesos:

Imóveis(apoiados e pendurados), Semi-móveis (pipe-

rangers), Móveis (mola e contrapeso)

  • P/ limitar movimentos: ancoragens (fixação total), guias (permite

movimento em apenas uma direção, batentes (impedem o movimento em um

sentido, contraventos (impedem movimentos laterais).

  • Absorve vibrações: amortecedores.

  • Cargas que atuam sobre os suportes: Peso, forças de atrito, dilatações térmicas, ações dinâmicas diversas (golpes de aríete, acelerações do fluido,

vibrações, ação do vento etc).

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

SUPORTES DE TUBULAÇÕES IMÓVEIS

São suportes fixos, quais não se deslocam verticalmente, não permitem movimentos verticais aos tubos. Podem ser apoiados ou pendurados, conforme transmitam os pesos p/ baixo ou p/ cima.

Tubulações Industriais SUPORTES DE TUBULAÇÕES IMÓVEIS São suportes fixos, quais não se deslocam verticalmente, não permitem
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

SUPORTES DE TUBULAÇÕES IMÓVEIS:

Tubulações Industriais SUPORTES DE TUBULAÇÕES IMÓVEIS :
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

SUPORTES DE TUBULAÇÕES IMÓVEIS:

Tubulações Industriais SUPORTES DE TUBULAÇÕES IMÓVEIS :
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

SUPORTES SEMIMÓVEIS E P/ TUBOS VERTICAIS

Evitar contato direto, para permitir pintura das duas superfícies. Utiliza-se um vergalhão de aço (ø ¾”) transversalmente aos tubos p/ evitar esse contato.

Para tubos pesados ou c/ paredes muito finas, adota-se chapas de reforço ou berços construídos de chapas, para evitar danos na tubulação. Em trechos longos de tubulação pesada as vezes empregam-se dispositivos especiais p/ reduzir o atrito do tubo nos suportes, facilitando os movimentos de dilatação.

Para tubos isolados são empregados os suportes tipo “Patins” (pipe-shoes) a fim de evitar danos no isolamento.

Para tubos de aços-liga ou aços inoxidáveis, é comum o uso de patins e berços c/ braçadeiras aparafusadas, p/ evitar execução de soldas de campo na

tubulação.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

SUPORTES PENDURAIS

São suportes que transmitem os pesos p/ cima. Dão grande liberdade de movimentos

aos tubos; empregados p/ tubos sujeitos a vibrações, choques dinâmicos, golpes de

aríete etc. Costumam ser feitos de vergalhões de aço dobrado, presos ao tubo por meio de orelhas soldadas ou de braçadeiras, e pendurados em vigas de aço, concreto ou em outros tubos. Devem ter num sistema p/ ajuste do comprimento na montagem (esticador).

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

SUPORTES PARA TUBOS VERTICAIS

Orelhas soldadas às paredes dos tubos, descansando em vigas horizontais, ou presas por parafusos. Utiliza-se braçadeiras p/ tubos leves e saias e reforços soldados abraçando todo o tubo quando estes são pesados. Outros suportes são distribuídos ao longo do tubo p/ evitar vibrações e deflexões laterais nestes.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

CONTATO ENTRE TUBOS E SUPORTES

Tubulações Industriais CONTATO ENTRE TUBOS E SUPORTES
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

SUPORTES DE TUBULAÇÕES MÓVEIS

São dispositivos capazes de se deslocar verticalmente, dando cetra liberdade

de movimento vertical às tubulações, ao mesmo tempo que sustentam o seu

peso. Empregado p/ tubulações sujeitas a movimentos verticais e de certa amplitude.

Existem 3 (três) tipos: Mola carga variável, Mola carga constante e Contrapeso

Tubulações Industriais SUPORTES DE TUBULAÇÕES MÓVEIS São dispositivos capazes de se deslocar verticalmente, dando cetra liberdade
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

1. Mola Carga Variável: Consiste de uma mola helicoidal de aço, dentro de uma caixa de aço de maneira que o peso dos tubos seja suportado diretamente pela mola, tendendo a comprimi-la. São chamados variável porque a força necessária p/ comprimir

a mola aumenta à medida que a deflexão aumenta. A variação da carga será tanto maior

quanto menor for o comprimento da mola e vice-versa.

2. Mola Carga Constante: São aparelhos c/ molas de aço, nos quais o peso dos tubos age através de um jogo de alavancas e articulações colocadas de tal maneira que o braço de alavanca que atua sobre a mola aumenta à medida que a deflexão aumenta, exigindo maior esforço p/ comprimir a mola.

A capacidade de suporte do aparelho fica praticamente constante ao longo do curso de deflexão da mola.

Empregados quando

Os deslocamentos verticais forem muito grandes ( >15 cm) A carga suportada for muito grande A tubulação estiver ligada a algum equipamento sensível, de modo que não possa permitir transmissão de esforços da tubulação p/ o equipamento.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Todos os suportes de mola costuma ter um índice, por fora da caixa, dando indicação visual imediata da deflexão da mola. Quando instalados, com a tubulação fria não

dilatada, a mola deve ficar comprimida entre o zero e um quarto do curso total.

Podem possuir um dispositivo que permite uma regulagem local dentro de certos limites, para compensar possíveis erros no cálculo dos pesos ou na posição exata do aparelho.

Fabricação

-Carga variável: cargas até 15.000 Kg e deflexões até 20 cm -Carga constante: cargas até 30.000 Kg e deflexões até 40cm

3. Suportes de contra-peso: Constitui-se de um contrapeso associado a um conjunto de

roldanas e cabo de aço ou uma alavanca. Usados principalmente quando se tem grandes

cargas simultaneamente com grandes deslocamentos verticais. Devem ter dispositivos de segurança contra quedas e também limitadores de curso.

Desvantagens

Carga sustentada pela estrutura é o dobro do peso da tubulação, tendência a vibrações,

considerável espaço ocupado e atravancamento, principalmente em locais congestionados.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

DISPOSIÇÃO DE MOLAS

Tubulações Industriais DISPOSIÇÃO DE MOLAS
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

SUPORTES E CONTRA-PESOS

Tubulações Industriais SUPORTES E CONTRA-PESOS
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

São quatro os tipos mais importantes:

Ancoragens: são os pontos de fixação total, restringindo completamente todos os movimentos dos tubos. Por meio de barras chatas, perfis ou estruturas é feito a soldagem firme dos tubos na chapa ou viga de apoio.

Guias: as mais empregadas permitem apenas deslocamentos axiais dos tubos. Existem guias que permitem movimentos transversais dos tubos e as guias de pino que permitem somente movimento angular horizontal. As guias horizontais consistem de

barras chatas ou perfis soldados na viga ou chapa de apoio c/ uma pequena folga em

cada lado do tubo (1,5 a 3 mm).

Batentes: impedem apenas os deslocamentos axiais em um ou em ambos os sentidos.

Contraventos: não suportam pesos exercidos pelos tubos, apenas limitam os movimentos laterais do mesmo, quando suportados por pendurais ou SM. Vergalhões de

aço engatados em braçadeiras.

Obs: Quanto mais pesada for a tubulação mais robusto tem de ser os dispositivos.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Finalidades e Aplicações

Limitar e dirigir os movimentos causados pelas dilatações térmicas.

Proteger os equipamentos ligados à tubulação.

Subdividir sistemas complexos

Aumentar a capacidade de auto-suporte da linha

Isolar as vibrações ou aumentar a frequencia natural das mesmas

Fazer c/ que as dilatações se deem como previsto e não de forma aleatória.

Evitar interferências

Evitar flechas exageradas

Evitar deformações exageradas em ramais finos ligados ao tubo

Evitar movimentos laterais, angulares e de torção em juntas de expansão que não admitam estes movimentos.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Ancoragem

Subdivisão de linhas longas, evitando dilatações totais de grande amplitude

(A1)

Tubulações c/ juntas de expansão; uma junta entre duas ancoragens (A-2) Limites de áreas, evitar transmissão de esforços (A3) Subdivisão de tubulações complexas (A4) Estações de válvula de controle (A-5) Tubulações de ponta e bolsa

  • Isolar vibrações

Válvulas de segurança

Nunca usar próximas a bocais de vasos ou de equipamentos , a dilatação pode criar tensões perigosas no bocal.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Ancoragem

Tubulações Industriais Ancoragem
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Guias

Trechos retos longos (G1) Proteção de equipamentos e orientação de dilatações (G2)

Tubulação c/ juntas de expansão (G4) Tubulações verticais (G5) Estações de válvulas de controle (G6)

A guias não devem em princípio serem colocadas próximo de qualquer ponto de mudança de direção dos tubos.

Batentes Proteção de equipamentos e orientação de dilatações (B1)

Suportes p/ tubos sujeitos a vibração

Tubos sujeitos a vibrações fortes devem ter suportes e fixações independentes, para que suas vibrações não se transmitam às estruturas e aos outros tubos. Para vibrações e grande amplitude, são necessários dispositivos especiais como amortecedores, suportes de mola ou juntas de expansão. Vibrações de alta frequência e pequena amplitude a solução é, geralmente,a fixação rígida dos tubos por meio de ancoragens em vários pontos.

Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Guias

Tubulações Industriais Guias
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Guias

Tubulações Industriais Guias
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Apoios para Curvas de Expansão: Em tubulações longas colocar curvas de

expansão (liras), cada trecho contendo uma curva de expansão deve ficar entre

duas ancoragens

Tubulações Industriais Apoios para Curvas de Expansão: Em tubulações longas colocar curvas de expansão (liras), cada
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Vão entre suportes p/ grupos de tubos: será fixado, geralmente em função do diâmetro médio ou diâmetro correspondente ao maior número de tubos.

Tubulações Industriais Vão entre suportes p/ grupos de tubos : será fixado, geralmente em função do
Tubulações Industriais
Tubulações Industriais

Tubovias: áreas destinadas a passagem de tubulações, sempre que houver cruzamentos de ruas, avenidas ou outras pistas de veículos.

Consiste em colocar o grupo paralelo abaixo do nível do solo, dentro de uma trincheira (pipe-way)

Tubulações Industriais Tubovias: áreas destinadas a passagem de tubulações, sempre que houver cruzamentos de ruas, avenidas
Fim !!!
Fim !!!