Você está na página 1de 41
Circuitos Hidraulicos Colhedoras de Cana A7000 / A7700 Circuitos Hidraulicos Indice Sistemas hidraulicos gerais Oleo hidrai ic Controle de pressao do sistema hidr. Divisor de fluxo - corte de pontas padrao 05 Divisor de fluxo - triturador de pontas...... 06 Circuito do divisor de fluxo (cort. pontas) 07 Circuito do divisor de fluxo (trit. pontas) .08 Divisor de fluxo - disco de corte lateral... 10 Circuito do disco de corte lateral 10 Circuito do cortador de base 14 Circuito dos rolos e picador. 20 Circuito do extrador primario.. Circuito da diregao (A700 Circuito auxiliar... Cilindros de ajuste da esteira (A7700) Contra-balango (A7700) .snnenseennnee36 Circuito do resfriador de éleo.. Circuito do elevador / resfriador de 6leo ..38 Circuito do elevador. Circuito do extrator secundario. Freio. Acumuladores Transmissao Sistemas Hidrdulicos Gerais Se forem adequadamente projetados_e mantidos, os sistemas hidraulicos funcionarao por muitos anos sem problemas. Existe entretanto, certas precaugées que precisam ser tomadas, que incluem: Fornecimento de dleo Nenhum sistema hidrdulico funcionara. sem oleo. E importante assegurar que haja fornecimento de dleo bom e limpo a bomba. Mantenha 0 reservatério de éleo cheio até o nivel correto e assegure-se de que nao exista alguma restrigéo entre o reservatério e a bomba. Filtros bloqueados na admisséo podem restringir 0 fornecimento de 6leo provocando cavitagao na bomba. Isto provoca danos permanentes na bomba, Entrada de ar Confirme se todas as mangueiras na succéo esto apertadas para evitar possibilidade de entrada de ar no sistema, pois isto provocaré espuma no reservatério e podera causar sérios, danos nos componentes hidraulicos. O ar pode entrar também através de vedagdes com vazamento. Filtragem Os filtros so uma parte importante no sistema hidraulico e, pela remogao de particulas que causam —desgaste, podem =—_aumentar consideravelmente a vida dos componentes hidrdulicos. A tabela de manutengao, indicando a substituigao dos filtros deve ser seguida rigorosamente. Circuitos Hidraulicos Valvulas de Alivio As valvulas de alivio sao _dispositivos limitadores de pressdo projetados para proteger os componentes de danos causados Por pressao muito elevada. Confirme que estejam corretamente reguladas. Regulagens muito baixas permitirao que o dleo seja desviado provocando super aquecimento e perda de torque, ao passo que um ajuste muito elevado poderd provocar sérios danos devido a sobreaquecimento. ATENGAO: nunca tente regular uma valvula de alivio a menos que um medidor de presso esteja conectado no sistema. Contaminagao A contaminagao 6 a grande causa isolada de desgastes e problemas associados em sistemas hidraulicos. E imperativo que todos os dleos e recipientes sejam mantidos limpos e que todas as mangueiras ou linhas que forem desconectadas sejam tampadas para evitar que qualquer contaminacao entre no sistema Circuitos Hidraulicos Oleo Hidraulico Aespecificagao a seguir 6 de um éleo hidraulico a base de petréleo, contendo aditivos para melhorar as caracteristicas anti-corrosivas, anti-oxidante, anti-desgaste, anti-espuma e 0 indice de viscosidade. Se 0 dleo atender as especificagbes a seguir, ele serd adequado para uso no sistema hidraulico das Colhedoras Case IH Austoft. Oleo inicial de fabrica - Akcela AW Hydraulic 100 Propriedades fisicas Aparéncia Limpo e brilhante. Densidade a 15°C (IP160) 0,880 - 0,890 (tipico 0,882). Viscosidade a 40°C cSt (IP71) 66 - 100. Viscosidade a 100°C cSt (IP71) Minimo de 11 Viscosidade a Temp. maxima de trabalho Minimo de 13. indice de viscosidade (IP 226) Minimo de 150. % de massa de Zinco Alkidico 0,04. Ponto de Anilina °C (IP 2) Minimo de 100. Emulsibilidade (ISO Grau 68 - ASTM D1401) 40/37/3 (30) a 54°C. Emulsibilidade (ISO Grau 100- ASTM D1401) 40/37/3 (30) a 82°C. Filtrabilidade (TP-02100) Aprovado, Protegao contra corroséo (ASTM D665) Aprovado - Agua destilada. Estabilidade a oxidago Aprovado - Agua salgada sintética. 2500 Horas no minimo a 2,0 Mg KOH/gm. ASTM D943. Ponto de fluidez °C (IP 15) Maximo de - 35 Ponto de fulgor °C (IP 35) 218 copo fechado (IP34)°C. 226 Abertura minima (IP35)°C. Ponto de ignigao °C (IP 35) Minimo de 246 Liberago de ar (IP 313) Maximo de 660 segundos. Viscosidade apés 1000 horas - K a 100°C Minimo de 10,6 oSt. Controle de Pressao do Sistema Hidrdulico Todas os ajustes de press, com excessio das bombas de transmissdo Eaton e dos motores, devem ser regulados entre +/- 100 psi com a rotagao do motor a 1200 RPM. Todos os testes devem ser realizados com a temperatura do dleo a 40°C, NOTA: ndo acelere o motor na rotago maxima com 0 éleo frio. Deixe o motor funcionar com uma rotacdo média até que 0 dleo comece a esquentar. Todas as regulagens esto indicadas na Seco de Especificagses. Circuitos Hidraulicos Divisor de Fluxo (Cortador de pontas padrao) © divisor de fluxo FD 30 Commercial de 3 segdes (1" x 1" x 1 3/4") recebe 45 gpm da bomba hidraulica. O divisor de fluxo distribui 12 GPM para o disco de corte lateral (opcional) e, em seguida, para o cortador de pontas, 12 GPM para a dirego (somente 7000) e fungées dos cilindros e 21 GPM retornam para o tanque. Diregao (A7000) e fungées dos cilindros - 12GPM Disco de corte lateral Cortador de pontas - 12GPM Tanque - 21GPM Circuitos Hidraulicos Divisor de Fluxo (Triturador de Pontas) O divisor de fluxo de 3 segdes (1" x 1" x 13/4”) recebe 45 gpm da bomba hidraulica, O divisor de fluxo distribui 12 GPM ao disco de corte lateral (opcional), que se combinam com mais 21 GPM da seco de 1 °/," do divisor, num total de 33 GPM que fluem em seguida para o triturador. A terceira segéo do divisor distribui 12 GPM para a direcao (somente A7000) e para as fungées dos cilindros. Diregao (A7000) e fungées dos cilindros - 12GPM Disco de corte lateral Triturador de pontas - 12GPM Triturador de Pontas - 21GPM Circuitos Hidraulicos Circuito do Divisor de Fluxo Cortador de pontas padrao, Corte lateral, Diregdo e Fungées auxiliares - A7000/A7700 Bomba de carga Alivio principal Vickers 2200 psi Alivio linha eruzada elevador 12pm Conttole Vickers 2100 psi \Valvuta priortaria da diregio Alivio 2500 psi (Somente A7000) Controle Vickers Conta lateral LE Bloco Vickers Cort lateral LD Alivio do corte lateral 2850 ps <— 126PM Bloco do Cortador de Pontas Circuitos Hidraulicos Circuito do Divisor de Fluxo Triturador de pontas, Corte lateral, Diregdo e Fungées auxiliares - A7000/A7700 Bomba de carga Alivio principal Vickers 2200 psi Alivio linha eruzada elovador 12pm Controle Viekers 2100 psi \Vaivula priortaria da direcao Alivio 2500 psi (Somente A7000) Controle Vickors Cort lateral LE Bloco Vickers (Corte lateral LD ‘Alivio do corte lateral 2880 ps — 36-m Bloco do Triturador de Pontas Circuitos Hidraulicos Divisor de Fluxo (Disco de Corte Lateral) 0 dleo € fornecido ao circuito do disco de corte lateral (opcional) de uma segao de 1” do divisor de fluxo (12 GPM) para a 2® se¢ao do comando de controle. As duas segdes de controle sao equipadas com carretéis série que mantém o fluxo na valvula composta do cortador de pontas. O circuito é protegido por uma valvula de alivio para cada circuito. Ajuste da valvula de al 2850 psi. io do corte lateral iComando Disco TI —Din Fluxo Cortador de pontas padiiio de Corte Lateral (Mangueira de" ) onto de verificagio da pressio do Reservatorio T2 Cortador de pontas P2— Div. Fluxo Trirurador de Pontas, (Mangueira 4") Alivio LD. PI ~ entrada intermediria do er es divisor de fluxo (Mangueira 4") Salida do ‘Manémetro Tg yt Pressfio LE SS \*] Alivio LE Retomno LE Circuitos Hidraulicos Verificagao do alivio principal do corte lateral lado direito e o alivio do corte lateral lado es- querdo Alivio do corte lateral lado direito: Conecte um manémetro de 5000 psi no ponto de teste do bloco do corte lateral. Eleve a valvula de alivio da faca de corte lateral do lado esquerdo. (Aprox. 1/2 volta) Pare o corte lateral direito e ajuste a valvula de alivio do lado direito para 2850 psi. Libere 0 corte lateral do lado direito. Alivio Principal / Lado esquerdo: Pare o corte lateral esquerdo e ajuste 0 alivio principal J lado esquerdo para 2850 psi. Libere o corte lateral do lado esquerdo e remova o manémetro. Ajuste da Valvula de Alivio: 2850 psi 45GPM bomibe de paelas Eaton Diveor de fuxo (ata poiéreay x \Vatulapiotria da crog20 (A7000) Fungbes do ciindro 1 260M 21cem Corador portas (ata potencia) ara tanque Circuito do cortador de pontas padrao © cortador de pontas padrao recebe 12 GPM de dleo da porta de alimentacao localizada atras da ligacao de controle do disco de corte lateral com 0 manifold do cortador de pontas. Os motores dos discos reunidores estéo conectados em série no cortador de pontas. cuito do triturador de pon- tas A valvula composta do triturador recebe um fluxo combinado de 33 GPM do comando do disco corte lateral e da segao de 1 /," do divisor de fluxo. © bloco para o triturador do cortador de pontas 6 equipado com um divisor de fluxo 08 motores dos discos de corte so conectados em paralelo. Circuitos Hidraulicos Inspegao da valvula de alivio do cortador de pontas Tampe a mangueira de avango e ré do bloco do cortador de pontas ao motor do tambor/discos de corte. Conecte um manémetro de 5.000 psi nto ponto de teste do bloco do cortador de pontas. Acione o cortador de pontas e ajuste a valvula de alivio para 2.650 psi. Reconecte a mangueira do motor dos discos de corte do tambor ao bloco da valvula e remova o manémetro. NOTA: se a pressao correta no for obtida, os alivios principais e os alivios dos pontos de trabalho na se¢ao de controle fornecendo 6leo ao bloco do cortador de pontas devero ser verificados. Ajuste da valvula de al 650 psi. Circuitos Hidraulicos Operagao da valvula do corta- dor de pontas © Cortador de Pontas padrao recebe 12 GPM de fluxo de dleo da segao de 1" da valvula divisora de fiuxo [corte lateral 12 GPM]. O triturador recebe 33 GPM, que é © fluxo combinado de 12 GPM do divisor de linha [corte lateral 12 GPM] e 21 GPM da secdo de 1 1/4” do divisor de fluxo. Em neutro, as valvulas [7 e 8] (1) esto abertas centradas 0 que permite fluxo para o tanque. O giclé (5) esta localizado nesta linha e restringe © fluxo criando uma perda de carga. Isto permite que a valvula de descarga (4) se abra e desvie todo o fluxo para o tanque. Para operar, as valvulas solendides do cortador de pontas (7 e 8) sao ativadas. Isso fornece pressao piloto para a valvula (10) que direciona © dleo para os discos de corte (esquerdo e direito) e para os discos reunidores. Nos cortadores de ponta padrio os discos reunidores so conectados em série. Nos trituradores de ponta um divisor de fluxo (1) & montado no bloco e os discos reunidores so conectados em paralelo . A valvula de alivio (4) & montada no bloco € proporciona protecao para o circuito. A valvula de retengdo (2) permite 0 actimulo de pressdo entre os acessos dos discos de corte dos discos reunidores para a valvula de alivio (4). A vaivula de retengao (3) permite que os discos reunidores operem ou girem depois que o Circuito 6 colocado em neutro, para evitar cavitagao. Circuito do Cortador de Pontas Circuitos Hidraulicos Bloco de Valvulas do Cortador de Pontas 1 Divisor de Fluxo (triturador de pontas) 2 | Cartucho 3 |[Gartucho 4 |Vaivaia de Alivio 3 [Gil @ | Tampa (eortador de pontas padrao) 778 _| Cetop (cortador de pontas padrao) @ [Porta do manémetro 10 | Valvula principal 71_[Bloco composto Circuitos Hidraulicos Circuito do Cortador de Base O bloco do cortador de base recebe 85 GPM da bomba hidraulica Vickers e 82 GPM da bomba hidraulica Commercial. A linha de saida do bloco é conectada na entrada do motor do cortador de base. O motor do cortador de base é um motor de 3 segdes (1” x "x2 1/2") No motor do cortador de base, uma segao de 1” fornece dleo para o motor do rolo levantador. A outra segao de 1” fornece leo para os divisores, de linha. A segao de 2 '/," retorna para o tanque via uma valvula de retengdo. Todo o fluxo de retorno do bloco retorna entéo para o reservatorio através do refrigerador de dleo. A valvula de retengéio 6 montada para prevenir escape de dleo através do motor do cortador de base durante a operago a ré e mantém um fiuxo positivo para 0 primeiro rolo fixo inferior. O pistao da valvula de retengao é furado para permitir a lubrificagao da segdo de 2 '/2" do motor do cortador de base na reversdo. O sistema é protegido por uma valvula de alivio integral montada no bloco de comando. Uma valvula de alivio remota conectada entre o motor dos rolos alimentadores e 0 motor do cortador de base através de valvulas de retencao montadas internamente no motor do cortador de base alivia a sobrecarga de presso gerada entre cortador de base e os motores que esto a jusante do cortador de base. Operagao do bloco de con- trole do cortador de base Em neutro: na posigao neutra 0 éleo entra no bloco pelas aberturas P1 e P2 e volta para o tanque pela abertura T. Todos os elementos légicos/ cartuchos 1.1, 1.2,2.1, 2.2 e 3 abrem e permitem um fluxo livre para o tanque. A valvula de retengo 4.1 6 fornecida para abrir a sego piloto do elemento ldgico/cartucho 3 para o tanque para garantir que ele esta aberto na posigao neutra. Diregao a frente: quando 0 circuito do cortador de base esta ativado para avangar com a colhedora, pressao piloto da valvula Cetop 5 ira fechar os elementos logicos 2.1 € 22. O fluxo de éleo id abrir 0 elemento légico 1.1 € ira fluir para fora do bloco via aberturas A1 e AZ para o motor do cortador de base e para o levantador de pontas, para o rolo inferior e para 08 divisores de linha e retorna via as aberturas B1, B2 e B3 do bloco. O elemento ldgico 1.2 esta aberto e ira permitir que 0 fluxo de dleo retome para o tanque. Em reversao (ré): quando 0 circuito do cortador de base esta ativado em ré, a pressao piloto da valvula Cetop 5 iré fechar os elementos ldgicos 1.1 @ 1.2. O fluxo de dleo ira abrir 0 elemento légico 2.2 € ird fluir para fora do bloco via aberturas B2 e BS para os divisores de linha, para o levantador de pontas € 0 rolo inferior, e para o motor do cortador de base pelas aberturas A1, € A2 O elemento l6gico 2.1 estd aberto e ira permitir que o fluxo de éleo retorne para o tanque. Avvalvula de retengao 6 e a restrigo de fluxo 12 estrangulam o fluxo para a abertura B1 quando em ré, para fornecer fluxo para inverter o circuito. O elemento légico 3 fornece prote¢ao para o circuito, A valvula de retengao 8 e a restrigao de fluxo 9 s40 montadas para impedir a saturagao da segdo da valvula de alivio do elemento légico 3. Avalvula seletora 4.2 direciona a maior presséo do sistema do circuito do cortador de base ou dos picadores para a Cetop 5. Circuitos Hidraulicos Valvula de controle Vickers cETOP3 VALVULA, ELETORA VALVULA, SELETOI ‘SELETORA VALVULA 1.2 VALVULA DE RETENGAO CARTUCHO 2.2, VALVULA DE ALIVIO Circuitos Hidraulicos Circuito do Cortador de Base (Bomba Commercial) =] an hae - Bloco de Valvulas do + Cortador de Base 2500PS! u \ meman \ rey) Ns : uw Divisores Lina 1° Rolo ‘Apés Rolo Levantador Circuitos Hidraulicos Circuito do Cortador de Base (Bomba Vickers) fotor M51 a prt, Base EI H re rn ba Rolo Hl : levantado| Bi Divisores ioe de linha , if 1? Rolo apo , | va rolo Circuitos Hidraulicos Para verificar a valvula de alivio principal do cortador de base Conecte um manémetro de 5.000 psi no ponto de teste localizado no bloco do cortador de base. Bloqueie os discos do cortador de base e acione 0 circuito do cortador de base para avangar a frente. Ajuste a valvula de alivio principal em 2.500 psi. Valvula de alivio principal fixada em: 2.500 psi. Verificagao das valvulas de alivio do rolo alimentador, do cortador de pontas, do divisor de linhas, rolos alimentado- res, picador e 1° rolo flutuante Conecte um manémetro de 5.000 psi ao ponto de teste localizado na valvula de alivio montada na lateral direita da colhedora. Eleve a valvula de alivio do controle do cortador de base em 1/ 4 de volta. Bloqueie 0 cortador de base em reversao. Coloque 0 circuito da colhedora em ré. Ajuste a valvula remota de alivio de presséo em 2.500 psi. Libere 0 cortador de base e coloque o Circuito no sentido de colheita. Reajuste a valvula de alivio principal em 2.500 psi. Libere 0 cortador de base e remova 0 manométro. Ajuste da valvula de alivio em 2.500 psi. Circuitos Hidraulicos NOTA: a valvula de alivio principal do cortador de base, a valvula de alivio na abertura de trabalho e a valvula de alivio do rolo alimentador podem ser ajustadas em conjunto, usando o procedimento abaixo. Ivula de alivio BA66K 7 STE CS Circuitos Hidraulicos Circuito picador, rolos alimentadores, rolo tombador e primeiro e segundo rolos flutuantes Os rolos picadores sao supridos com 62 GPM pela bomba hidraulica e sao controlados por uma valvula piloto do bloco de comando. O motor do picador inferior fornece dleo para 0 rolo tombador, para o rolo alimentador e para os dois primeiros rolos flutuantes, que entéo retorna para o bloco de controle. © motor do picador superior fornece dleo para os quatro Ultimos rolos inferiores @ para os trés tltimos rolos fixos que em seguida retorna ao bloco de controle. © fiuxo pleno do bloco do picador retorna ao tanque via um trocador de calor de dleo. O sistema é protegido por uma valvula de alivio principal e alivios nos pontos de trabalho para frente e reversao montados no bloco do picador. Os circuitos do rolo alimentador, rolo tombador e do primeiro e segundo rolos flutuantes sao protegidos pela valvula remota de alivio do cortador de base através de uma valvula de retengo localizada entre o motor do picador e 0 rolo alimentador. Conectado entre 0 motor do picador e 0 rolo alimentador superior existe uma valvula de controle de fluxo proporcional (PFCV) que varia a quantidade de dleo fornecida para o rolo alimentador desviando o dleo diretamente para 0 tanque, ‘A pressao proporcional 6 compensada por pressdo e desvia o mesmo fluxo independente de qualquer variagao de pressao. ‘A quantidade de cleo desviada varia a velocidade do rolo alimentador superior acelerando 0 fluxo de cana, o que altera o comprimento do pedago de cana. A valvula é controlada eletricamente por um botéo montado na cabine e desvia de 0 a 16 GPM. Uma valvula de alivio do tipo cartucho, montada no bloco com a valvula de controle de fluxo proporcional protege os —_rolos alimentadores de qualquer acimulo excessivo de pressao no sistema de corte. Valvula de Alivio Reparo de Componentes Hidrdulicos Colhedoras de Cana A7000 / A7700 Reparo de Componentes Hidraulicos Indice Bloco de controle do corte de base Bloco de controle do picador Motor de engrenagens (Commercial) Bombas de palheta (Vickers) Procedimento de partida para as bombas Teste de vazio Transmissio Hidrostatica Reparos Eaton Bomba de carga e valvulas de retencao Controle de deslocamento manual Valvula IPOR ci dro da diregao (fase) Cilindro da suspensao dianteira Cilindro do giro do elevador Cilindro de elevagao do divisor de linhas Cilindro do defletor Motor CharLynn e Controle da direcao Circuito do sensor de carga da direcao Valvula de al jo do ajuste da esteira Acumulador Valvula de equilibrio 7700 (opcional) Valvula de tragao positiva (A7000) Valvula do cortador de pontas Bloco de Valvulas do elevador Valvula do extrator primar nal Valvula valvistor de fluxo propor Bloco de valvulas do resfriador de leo Bloco Vickers com 4 e 6 Fungées Reparo de Componentes Hidraulicos Bloco de Controle do Cortador de Base Manutengao no bloco Manifold 1, Remova o bloco. 2. Remova todos os componentes do bloco. 3. Inspecione todos os anéis ‘O' e as vedagdes conforme necessario. 4. Monte 0 bloco novamente e instale-o na maquina. Controle do cortador de base CARTUCHO 2.1 VALVULA DE RETENCAO VALVULA SELETORA ‘VALVULA 1.1 CARTUCHO 2.2 VALVULA DEALIVIO — @ PONTO DE TESTE Bloco de Controle do Picador Manutengao no bloco Manifold 1. 2. 3. Reparo de Componentes Hidraulicos Remova 0 bloco. Remova todos os componentes do bloco. Inspecione todos os anéis ‘O' e as vedagdes conforme necessario. |. Monte 0 bloco novamente e instale-o na maquina. Controle do picador CARTUCHO 2.1, & VALVULA DE RETENGAO VALVULA S cera PONTO DE TESTE VALVULA DE ALIVIO Reparo de Componentes Hidraulicos Motor de Engrenagens (Commercial) Estes componentes séo usados em varios locais ao longo da colhedora em unidades com segées simples e miltiplas que agem como divisores de fluxo. O principio de operagao e a construgao basica de todas as bomba/motores Commercial de engrenagens utilizadas na colhedora sao similares. A unidade 6 composta de um jogo de engrenagens de aco especial, operando em um carcaga fundida. As engrenagens sao apoiadas nos eixos por buchas ou _rolamentos dependendo do modelo. As extremidades das engrenagens sao vedadas através de placas de escora axial compendadas por pressao. Desmontagem de nidade uma su- Coloque a unidade em uma morsaitorno de bancada com o eixo arvore para baixo. Faga marcas de identificago em todas as segdes para facilitar a montagem. Retire os 4 parafusos e porcas de retencdo e desmonte a bomba, segdo por segéo e mantendo todos os componentes agrupados. Montagem de uma unidade Limpe todos os componentes e confirme se nao esto danificados ou com desgaste (riscos ou rebarbas). Substitua todas as vedagoes, rolamentos e placas de escora, onde for necessario, Coloque a flange de montagem em uma morsa/ torno de bancada e monte a unidade de baixo para cima, verificando que as marcas de identificagao coincidam. Se forem montados novos alojamentos, verifique se foram instalados corretamente. Quando 0 conjunto estiver_ montado completamente, aperte os parafuso/porca com um torque de 200 Ibs.-pé (30, 50, 51, 350) ¢ 450 pés Ib (M365) NOTA: Cada parafuso passante em unidades miltiplas possui 3 anéis "0" em cada sego de rolamento para prevenitr falha. Verifique se eles foram instalados durante a revisao. NOTA: Antes de encaixar a unidade na posicao de trabalho, aplique Loctite que ndo trava permanentemenyr, ref. Austoft N° CM801158 ou graxa de Disulfeto de Molibdénio. Engraxe 0 estriado de acionamento. Isso minimiza o desgaste do estriado e ajuda na remogao durante uma desmontagem. Tolerancias de desgaste para componentes: Eixos e engrenagem de transmissao: 0,002" na area de vedacao do acoplamento. Placas deslizantes de escora axial: 0,002" desgaste ou danos nas faces. Buchas: Deverao ser substituidas se forem substituidas as engrenagens. Instale de 0,002" a 0,003" abaixo da face da carcaca. Rolamento: Danificado ou amassado (final de vida util) Alojamentos de engrenagens: M350, M365 - 0,007" de desgaste no lado de sucgao. Alojamentos de engrenagens: MS50/30 - 0,005" de desgaste no lado de succao. Folga do conjunto: M350 - 0,004" a 0,007". Para informacées adicionais relativo a consertos de motores Commercial, consulte manual de Servigo do fabricante. Reparo de Componentes Hidraulicos Motor Commercial M50 28 Motor Commercial M365 Reparo de Componentes Hidraulicos Bomba de Palheta (Vickers) A colhedora é equipada com bombas hidraulicas de palheta para operar as fungdes de colheita da maquina. Estas bombas sao bombas para servico pesado, com capacisade de 4250psi de pressaio maxima e 4500psi de pressdo de pico. As caracteristicas des tas bombas so: + Projeto hidraulico balanceado, possibilitando um maixmo desempenho e uma alta vida ttl do eixo. + Baixos nives de ruidos. + Construgao do tipo de cartucho visando facil manutengao. + Disco bi-metalico do tipo “wafer” substituivel, reduzindo os custos de manutencao. + Alta eficiancia volumétrica. ‘A maquina @ montada com uma bomba de 2 segoes e outra de 3 segdes. Bomba de palhetas 2 secdes Reparo de Componentes Hidraulicos Bomba de palhetas 2eegses Caixa de entrada fedagées dos ‘anéis “O” Reparo de Componentes Hidraulicos Bomba de palhetas 3 secées pow Vedagées dos ang a 7 Reparo de Componentes Hidraulicos Revisao da bomba ATENCAO: Antes de romper a conexéo do cirouito, tenha certeza de que a energia esteja desligada e a pressdo do sistema liberada. Abaixe todos os cilindros verticais, descarregue todos os acumuladores e bloqueie qualquer carga que possa gerar movimento. Tape todas as unidades removidas e cubra todas as linhas impedindo a entrada de sujeira no sistema. Durante a desmontagem, atentese a identificagéo das pegas, em especial dos cartuchos, para obter uma montagem correta. As figuras 1 e 2 sdo vistas detalhadas que mostram a relagdo correta entre as pegas, devendo ser consultada para que seja obtida uma correta montagem do conjunto. Os passos do processo de reviséo da bomba esto ilustrados nas figuras 3 a 20. Desmontagem 4. Apdie a bomba em blocos ou prenda o corpo da mesma em uma morsa, como mostrado na figura 3. Se for utllizada a morsa, use mordentes protetores para impedir que ocorra avaria no corpo e na superficie da maquina. Marque 0 corpo e a tampa da bomba para uma remontagem correta. 2, Remova os parafusos necessarios para a desmontagem da caixa, 3. Remova todos os angis “O" da calxa e puxe elou desrrosqueie o(s) cartucho(s) como mostrado na figura 4, 4, Remova 0 anel trava e puxe 0 eixo e 0 rolamento do corpo da bomba. Retire as vedagdes do exio do corpo da bomba. Se for necessério, para remover o rolamento do eixo, primeiro remova o anel pequeno de pressao e entao pressione 0 eixo para fora do rolamento enquanto segura o anel interior do rolamento. parafuso da tampa Marca para referéncia na ‘montagem prenda aqui. Figura 3. Inicio da desmontagem Figura 4. Remogao do cartucho Reparo de Componentes Hidraulicos Inversdo de giro A rotagao do giro dos conjuntos de cartucho pode ser facilmente trocada do sentido-hordrio para anti-horario ou vice-versa. NOTA: Uma bomba VMQ dupla ou tripla, contém um conjunto de cartuchos que séo um Localizagao da bucha do conjunto de cartucho e especificagao da rotagao do conjunto. © espelho do outro. A diregao da rotagao de cada conjunto é especifica para cada configuragao da bomba. Consulte a tabela abaixo para detalhes de aplicacao. BOMBA CONJUNTO DO FIM CONJUNTO: ONJUNTO DO FIM DO EIxo CENTRAL DA TAMPA 3525 Dupla (R) Prato de entrada (R) ‘Sem bucha (L) 352525 Tripla (R) Prato de entrada (R) ‘Sem bucha (L) Prato de saida (L) NOTA: os conjunto com rotagdes opostas devem ser usados em uma bomba (L) Rotagao do conjunto para a direita; ‘ota¢o do conjunto para a esquerdé 4. Uma vez que 0 conjunto de cartucho foi retirado da caixa, coloque 0 conjunto em uma bancada plana e limpa com a saida do prato do suporte para baixo (figura 5). 2. Remova os parafusos que prendem o conjunto. Anote a localizagao dos dois parafusos do prato de saida. Quando o conjunto for remontado na diregao oposta, estes parafusos serdo instalados nos furos opostos do prato de saida (figura 6). Deslize 0 prato do suporte de saida do disco ‘wafer" de saida (figura 7). 4. Remova o disco “wafer” de saida, o anel do came , as paastilhas e 0 disco “wafer” de saida como uma unidade do prato de suporte de saida (figura 8). 5. Rodre 0 grupo de componentes 180° & coloque novamente sobre o prato do suporte de saida. A seta gravada no anel devera ser apontada na diregao oposta a anterior. Nao tente remover as palhetas. Elas deverao estar contidas entre os discos ‘wafer’ assim que a rotagao de 180° estiver pré-formada (figura 9). 6. Alinhe as janelas de entrada dos discos “wafer” junto com as janelas de entrada do prato do suporte de saida. Coloque o prato Reparo de Componentes Hidraulicos do suporte de saida novamente no grupo de rotagao, alinhe a janela de entrada com © resto do conjunto. Re-instale e aperte os parafusos na posigao oposta aos furos anteriores. Para que o conjunto seja montado na caixa, 0 mesmo deve ser alinhado. O alinhamento 6 realizado colocando © conjunto de lado e rolando-o em uma bancada dura, lisa @ limpa. Enquanto 0 conjunto esta de lado, encaixe 08 parafusos nos furos. Coloque o conjunto em pé de apertte os parafusos com o torque especificado abaixo (figuras 10 - 13) 25 VMQ - 2,28 Nm (20 pol. Ib) Figura 9 35 VMQ - 2,28 Nm (20 pol. Ib) 45 VMQ - 4,55 Nm (40 pol. Ib) Figura 8 Reparo de Componentes Hidraulicos Inspegao de reparo Todas as partes devem ser bem limpas mantidas limpas durante a inspegéo e montagem. 1. Remova a(s) vedacdo(6es), anéis 0", angis de seguranga e as vedacdes do subjconuunto do eixo. Utilize um novo conjunto de selos (vedag6es) para a remontagem. Consulte 0 catélogo das partes do VMQ para os niimeros dos conjuntos. 2. Se a bomba apresentrava um desempenho ruim ou alto barulho, © conjunto de cartuchos deve ser trocado. Estes problemas foram o resultado das pobres condigdes do sistema. Verifique as condigdes de entrada, flupido de limpeza 0s componentes do outro sistema que deveré estar com defeito, antes da instalagao do novo conjunto de cartucho. NOTA: Conjuntos pré-montados do cartucho de reposigao estdo disponiveis. Se o cartucho velho apresentar desgaste excessivo,um novo conjunto deve ser utilizado. 3. Gire e@ pressione os rolamentos para verificagao de desgaste, afrouxamento e corrosao ou canais quebrados. 4. Inspecione as superficies de contato do selo (vedagao) e bucha do eixo por riscos ou desgaste. Troque 0 eixo se as marcas no puderem ser removidas apés polimento. Montagem Fixe 0 corpo na morsa ou em um bloco de madeira de 2 x 4 para facilitar a montagem (figuras 3 e 4). 1. Lubrifique inicialmente 0 selo do eixo com vaselina e coloque 0 eixo em uma posicao na qual 0 corpo ¢ a junta saltem. Consulte a figura 7 para visualizar a disposicao do selo 2. Pressione o selo dentro do corpo até que ele alinja o fundo do mesmo. Reparo de Componentes Hidraulicos NOTA: se o rolamento do eixo estiver defeituoso, instale um novo rolamento como mostrado a seguir: 3. Pressione o eixo dentro do rolamento novo ‘com uma prensa para eixo, enquanto isso segure a corrediga interna do rolamento. Instale um pequeno anel de pressao atrés do rolamento. 4. Utilize um marcador ou uma fita adesiva na extremidade para impedir avaria no(s) selo(s). Lubrifique o marcador com vaselina @ empurre cuidadosamente 0 eixo através do(s) selo(s) até que 0 rolamento esteja dentro do corpo. Instale o anel trava dentor do corpo da ranhura do anel de pressao atras do rolamento. 5. Instale os anéis “O" e os anéis de seguranga do cubo do cartuhco do prato do suporte de saida. utiizando 0 procedimento cima mencionado. O rotor deve se mover livremente dentro do cartucho apés a montagem 7. Instale cuidadosamente 0 cartucho dentro do corpo, desta maneira 0 pino de torque do conjunto do cartucho se alinhar com o furo da tampa da caixa. O conjunto devera sempre ser orientado para que as janelas de entrada do conjunto se alinhem com a porta de entrada da caixa. NOTA: Os conjuntos do cartucho VMQ sao fabricados com as buchas do eixo localizadas no prato de entrada ou de saida, dependendo da configuragao da bomba. Consulte a tabela 1 para verificar detalhes de aplicacao. 8. Lubrifique e instale os anéis “O" na caixa. 9. Instale a tampa da caixa em sua posigao e mova-a para frente € para tras até que 0 6. Verifique se o rotor esta livre inserindo 0 pino do cartucho cata dentro do furo da dedo indicador através da abertura do eixo tampa. do Prato do suport (Je entrada, Seaure © 10. Lubrifique e instale os parafusos da caixa RS SeaTA ERS aE aT eat Aperte com os valores de torque que jrizontal e levante 0 rotor com o dedo. tieaseniados belie, rotor devera se mover livremente para trés e para frente dentro do cartucho. Se 0 11. Vire 0 eixo da bomba com a mao para motor estiver preso, abra 0 conjunto, limpe verificar se 0 cartucho esta livre @ elimine todas as possiveis areas de travamento e entéo remonte o conjunto Especificagées do torque na caixa da bomba BOMBA | CAIXADEENTRADA | TAMPADESAIDA | SEGAO DE SAIDA Nim Nim Nim vMass25 |Nm seco | iyprificado |N™S°° | tuprificado |N™S°°° | tubrificado 3054-31 [220423 [1834-18 [118+ 12 5 pes ; pes-b ; paso pés-Ib seco |i sq |péslb seco |Prrr 4, |pésib seco |Prre 54-23 [O17 [13+ 11_~[85+rO Nm Nm Nm VMQ352525) Nm seco | iyprifcado_|NS°°° | uprificado |S? | ubriicado 305-23 [2agv-23 [isave16 [iisee 12 [s05e- a (2294-28 a pés-lb 7 pés-lb 7 paso pes-Ib $200 liyprificado [PES °° liuprificado —|PESP $°°° liubrificado D5 ¥-23 [109-17 _[tiave11 _[@s+h9 [aes 23 OOH 7 Reparo de Componentes Hidraulicos Procedimento de Partida para as Bombas Todas as bombas DEVEM ser acionadas com este procedimento, 4. Lubrifique as estrias do encaixe com Loctite. sem travamento permanente. Austoft ref. de pega CM801158. NOTA: Limpe todas as roscas da flange e dos parafusos de montagem. 2. Aplique Loctite Ultra Azul na flange da bomba. Monte a bomba na caixa de engrenagens. Conecte os tubos hidrdulicos e mangueiras confirmando se todas as conexdes e terminais de mangueira estéo apertados, para prevenir vazamentos de dleo e ar. Confirme se as 2 valvulas no topo do tanque de abastecimento esto abertas. 5. Encha o tanque de dleo no nivel correto com leo hidraulico limpo. 6. Remova a tampa 9/16" JIC do topo do bloco de succao hidrdulica e libere todo o ar retido no bloco. Recoloque a tampa. 7. Remova a tampa 9/16" JIC do topo do tubo de succdo da transmissao e llibere todo 0 ar retido no tubo. Recoloque a tampa. 8. Confira 0 nivel de éleo no tanque superior @, se necessério, complete o nivel 9. Acione a partida da maquina por um periodo curto (5 a 10 segundos) impedindo a partida do motor. Em seguida confira os nipples de sangria como nos passos [6] ¢ {7}, para remover qualquer quantidade de ar que tenha ficado retido nos tubos. Acione o motor novamente (5 - 10s) e verifique os nipples de sangria, se ainda apresentar ar, dé novamente partida no motor e sangre o sistema, até que nao haja presenca de ar. 10. Inspecione completamente todos os tubos e abragadeiras da sucgao para verificar qualquer sinal de vazamento. 41. Acione 0 motor e gire em marcha lenta por 5 a 10 minutos, verifique vazamentos em todas as conexées, tanto de pressao como na sucgao. 42, Pare o motor e verifique se os parafusos da bomba estdo com 0 torque correto - 200 Ibsipé (Comercial). 13. Acione © motor e opere o sistema com todos os comandos em neutro, sem nada acionado. Aumente a aceleragéo do motor em passos de 500 rpm até alcancar a alta aceleragéo. Mantenha a rotacéo por aproximadamente 5 minutos em cada Passo. 14, Reduza a rotagdo do motor para aproximadamente 1200 RPM, e acione lemtamente os diversos circuitos, um por um até que todas as fungdes estejam operando (pressao de operagao livre). 15, Aumente a rotagdo do motor em passos de 200 RPM e mantenha a rotagao por aproximadamente 5 minutos entre cada asso, até que a alta rotacdo seja atingida. Mantenha esta rotagao. 46. Depois de completar o procedimento detalhado acima, 0 dleo deverd estar dentro da faixa de temperatura operacional (60 - 90°C). Caso contrario, continue com as fungdes acionadas até a temperatura operacional ser alcangada. Neste caso, coloque os controles em neutro e reduza a rotagao do motor para marcha lenta e desligue o motor como detalhado no Manual do Operador. 47. Verifique novamente o juste das abragadeiras © conexées da succdo, evitando vazamentos ou afrouxamento. 18. A maquina pode ser liberada para operar a partir desse momento. NOTA: Quando possivel, no sobrecarregue nenhum circuito. Opere a uma taxa mais lenta para assegurar que as pressdes de trabalho no atinjam os niveis mais elevados. As bombas estéo em proceso de amaciamento e a experiéncia. mostra. «que == apés. aproximadamente 200 toneladas de colheita elas seréo capazes de trabalhar com desempenho maximo. NOTA: Nao bloqueie nenhum circuito para aumentar a temperatura do éleo, pais isto aumenta a aeragao do dleo excessivamente e pode danificar as bombas. NOTA: Nao use medidores de vazéo para carregar 0s circuitos, Reparo de Componentes Hidraulicos Teste de Vazao © teste de vazao dos circuitos hidraulicos é 0 Unico método preciso para determinar a condi¢ao de varios componentes hidraulicos do sistema Para testar corretamente a vazdo, é necessario um medidor de vazao preciso, ¢ instrumentos para medir a temperatura do dleo e a RPM do motor. Ao utilizar 0 medidor de vazao, todos os dados relevantes devem ser registrados, para serem comparados com as especificagdes dos fabricantes, na avaliagéo dos componentes do sistema hidraulico © medidor de vazo determina as condigdes da bomba hidraulica e pode ser utilizado também para determinar vazamentos através das valvulas, motores, etc., ajudando a solucionar problemas hidrdulicos. ‘Ao conectar 0 medidor de vazéio no circuito, esteja seguro que o medidor pode receber contra pressao. Caso contrario, uma linha deve diretamente para o tanque. E preferivel um medidor de vazdo que possa ser instalado nos circuitos existentes. Ao conectar o medidor, tente instala-lo “em série e préximo" & bomba. Isto eliminara qualquer perda de fluxo através de outros componentes. Quando existir mais de um caminho para o éleo, feche positivamente ou tampe as linhas altemativas. Com © medidor conectado “em linha" com a bomba, nao haverd nenhuma valvula de alivio entre a bomba e a célula de carga do medidor. Verifique sempre se a célula de carga esta completamente aberta e se ha um caminho livre do medidor ao tanque. NOTA: Alguns medidores possuem um disco de seguranca que rompera para prevenir danos, no instrumento, porém o fator de seguranca estd geralmente acima dos limites da bomba hidraulica. Com © medidor de vazao instalado, o teste pode ser iniciado. Dé a partida no motor, & ajuste 0 acelerador para obter a RPM especificada Funcione a maquina até 0 6leo alcangar uma temperatura _salisfatoria. Registre a temperatura, RPM do motor, pressao e fluxo. Neste momento, a pressao deverd ser zero ou minima. Aumente a presséo ajustando a célula de carga. Quando a pressdo alcangar um valor pré-determinado (ex. 1000 psi) registre todos os dados como realizado anteriormente. Repita este procedimento varias vezes com incrementos de pressao, até alcangar a maxima pressdo operacional da bomba. A cada passo, registre todos os dados como anterioemente. Depois que o teste for completado, compare os valores obtidos durante o teste com as especificagdes contidas neste manual Desta informagao pode ser avaliada a condigao da bomba. Como regra geral, uma perda de eficiéncia acima de 10%, indica que a bomba deve ser revisada. Todos os testes de vazao devem ser realizados com 0 leo hidraulico a 82°. Rotagées dos motores para teste de vazio: Scania DS11: 2100 rpm Cummins 6CTA 8.3 : 2200 rpm Cummins M11 : 2100 rpm Cummnis QS11: 2100 rpm ATENGAO: Nao existe nenhuma protegao de valvula de alivio oferecida a bomba hidraulica quando um medidor de vazo 6 montado “em. linha” no circuito. Confirme sempre que a célula de carga no medidor de vazdo esteja completamente aberta e que nao haja nenhuma restri¢ao de retorno ao tanque. Ao testar 0 fluxo nos circuits hidrdulicos, para monitorar 0 desempenho da bomba, devem ser observados os seguintes passos: 4. Conecte 0 medidor de vazo no circuito a ser testado. Consulte os circuitos de medigao de teste. 2. Antes de acionar 0 motor, confira 0 seguinte: Reparo de Componentes Hidraulicos a. Verifique se a célula de carga (botdo) no medidor de vazao esta completamente aberta. b. Verifique se 0 medidor de vazao esta ajustado corretamente (ver ajuste). c. Verifique se 0 nivel de dleo hidraulico esta correto. d. Verifique se todas as conexées estdo apertadas. e. Verifique se as alavancas dos registros do tanque superior esto abertas. f. D@ a partida no motor, sem ligar, por dez (10) segundos e verifique os mangotes e vazamentos 3. Acione o motor e ajuste o acelerador para a RPM desejada. NOTA: Confira a temperatura do dleo hidrdulico, se estiver baixa, acione outra fungao da maquina até conseguir a temperatura correta. ATENCAO: Nao trave ou carregue os circuitos com a valvula do medidor de vazao para aquecer 0 dleo. Isto causa aeracao do dleo e danos na bomba hidrdulica. 4. Aumente a carga indicada no manémetro do medidor vazo girando o botéo da célula de carga lentamente, até que a carga de 1000 psi seja atingida. Registre a vazao indicada no medidor de vazao. NOTA: A cada aumento de carga lido, & necessério ajustar. a RPM do motor adequadamente, assim cada fluxo ¢ registrado na mesma RPM (desejada) do motor. Registre vazo com 0, 1000, 1500, 2000, 2500, 3000 psi e finalmente com zero psi. 5. Remova 0 medidor de vazao do circuito e reconecte as mangueiras. NOTA: Se forem necessarios testes de vazdo de outras bombas adicionais deixe o medidor de vazAo conectado no bloco de retomno, pois essa posigao é comum para testes adicionais. 6. Depois de se coletar e revisar os dados obtidos de vazao nos testes das bombas, é possivel concluir se as bombas precisam ou nao de manutengao. © medidor de vazéo pode ser usado para investigar outros tipos de problemas e determinar perda de fluxo através dos controles das valvulas, etc., medindo o fluxo nos dois lados do componente suspeito. Reparo de Componentes Hidraulicos Relatorio de teste de vazao da bomba hidraulica N° de série da maquina: Bomba hidréulica: Modelo: N° Pega: + Marca: Tipo de éleo: RESULTADOS DO TESTE PRESSAO VAZAO RPM DO MOTOR | TEMPERATURA 3000 PSI 0 PSI CONTROLE. FINAL ESPECIFICAGOES CASE IH COMENTARIOS: Data do teste: =] Responsavel pelo teste: Reparo de Componentes Hidraulicos Mandmetro de escala dupla com repleto com glicerina Interruptor seletivo Soquete opcional ¢ com escala para para fluxo remoto oe leitura de alta ou baixa; e temperatura vazao, temperatura e velocidade do motor Ponto de entrada (ou said quando usado para reversao do fluxo Valvula de controle Soquete para \ de pressao para uma tacémetro mecanico aplicagao uniforme ou ético Interruptor seletor' de carga de temperatura Reparo de Componentes Hidraulicos Transmissao Hidrostatica A transmissao na colhedora A7000 (pneu) é do tipo Eaton utilizando 2 bombas de deslocamento varidvel FC54 acionando 2 motores de deslocamento fixo FC54 (uma combinagao de bomba/motor para cada roda de trago). As 2 bombas sao operadas por uma alvanca de controle. Os dois circuitos s40 conectados em paralelo através de valvulas operadas por solendides, para dar uma capacidade diferenciada de tragdo, A trago positiva é obtida fechando-se as valvulas acionadas por solendides criando dois circuitos independentes Isto permite uma tragao igual e positiva para as duas rodas. A colhedora modelo A7700 (esteira) possui duas bombas de deslocamento variavel FC54 acionando dois motores FC54 de desiocamento fixo (uma bomba acionando um motor), sendo operados por diferentes alavancas de controle. Funcionamento Quando o controle € acionado, 0 dleo é direcionado aos servo-cilindros que mudam o Angulo da placa de ajuste. Isto aumenta o curso dos pistdes axiais que deslocam mais 6leo, aumentando assim 0 fluxo de dleo, fiuxo é invertido, invertendo-se o angulo da placa de controle. O circuito de leo 6 um sistema fechado, o dleo da bomba flui ao motor que devolve em seguida para a bomba Circuito da bomba de carga Uma perda controlada de dleo dentro do circuito é utilizada para lubrificar e resfriar 0 circuito de transmissao. Essa perda controlada de dleo € reabastecida pelo sistema de carga que alimenta 0 circuito através de valvulas de retengao que também operam os servo-cilindros controle. A bomba de carga esta _montada na extremidade da bomba de pistdo axial e é do tipo gerotor, puxando 0 dleo através de um filtro de cartucho de sucgao duplo. A presséo é controlada através de duas valvulas de alivio, Uma esta montada no corpo da bomba de carga e esta ajustada em 330 +/- 25 psi Ela opera apenas em neutro e alivia 0 dleo no corpo da bomba principal para realizar 0 resfriamento, e em seguida retoma ao tanque. Existe um segundo alivio montado no bloco miiltiplo do motor que ¢ introduzido no lado de baixa pressao do circuito quando a bomba de transmisséo 6 acionada em qualquer direcdo, por meio de uma valvula centrada & mola, localizada também no bloco miltiplo do motor. Este alivio esta ajustado em 270 +/- 25 psi, pois deve existir uma diferenca minima de 40 psi entre os dois alivios. Isto. permite que 0 dleo de carga seja descatregado no motor antes de retornar para © tanque, pelo corpo da bomba principal, assegurando um resfriamento maximo quando a transmissao estiver funcionando. Reparo de Componentes Hidraulicos Reparos Eaton Substituigao do selo do eixo NOTA: 0 niimero de série das bombas e motores Eaton foram trocados quando a vedagao do tipo lip-seal foi introduzida. + 5,4 pol. olib. Selo mecanico para bomba 5421-611 + 5,4 pol. cb. Lip Seal para bomba 5423-611 + 5,4 pol. clib. Selo mecnico para motor 5431-110 + 5,4 pol. cb. Lip Seal para motor 5433-110 Para remover e instalar 0 selo tipo lip-seal, utilize 0 procedimento abaixo: 4. Remova o motor ou a bomba da maquina. 2. Vede todas as aberturas para prevenir a contaminacao na entrada do componente. 3. Limpe e seque a area da entrada do eixo € da flange como requerido, 4, Remova o anel de retengéo do furo do corpo da caixa da bomba/motor que retém 0 selo do eixo (figura 1). 5. Utilize uma furadeira e um martelo e cuidadosamente faga um furo no selo antigo do eixo. Tome cuidado para nao danificar 0 eixo de entrada (figuras 2 e 3) 6. Utilize um parafuso de 3° (76 mm) com a ponta cega e instale o parafuso no furo realizado, somente o suficiente para puxar o selo para fora do furo. 7. Remova o parafuso. 8. Com uma chave de fenda instalada atras do selo, tire cuidadosamente o selo. Tome cuidado para nao danificar eixo de entrada ‘com a chave de fenda (figura 7). 9. Limpe 0 eixo e 0 furo da caixa. 10. Coloque mu pouco de graxa na superficie do selo que encosta no eixo de entrada. 11. Pressione 0 novo eixo lubrificado contra o marcador da ferramenta de instalagao com a face fechada da face do eixo contra o fim do marcador. 12. Com 0 selo do eixo propriamente situado na marca, deslize cuidadosamente a ferramenta de instalagdo no eixo de entrada e em cima da area da superficie do selo. 13. Com 0 uso do driver da ferramenta de instalagao e um martelinho, empurre o selo dentro do furo e até 0 fundo do acionador na flange montada 14. © conjunto do selo do eixo vem com um selo do eixo, um anel de reteng&o e um espagador. O espagador é somente requerido para unidades que possuem use extensivo no campo. O propésito do espagador é colocar 0 selo no novo lugar na area de vedacao do eixo. Se usar o espacador, instale o mesmo entre o selo do eixo e o anel de retencao, 15, Remova a ferramenta de instalacéo e o driver. 16. Instale 0 novo anel de retengao do selo do eixo (incluido no conjunto) no furo da caixa. Com o uso do driver da ferramenta de instalagao e um martelinho, empurre o selo, arruela (se requerido) e 0 anel de retengao no furo até que o anel de retengao fique no furo. 17. Reinstale o motor/bomba na maquina. NOTA: O novo selo NAO PODERA ser utilizado em unidades que tenham o selo mecanico. Ferramenta de instalagao do selo PIN CAS 2867.