Você está na página 1de 9

Azambuja, 20 de Novembro

de 2009.
UFCD16 –
Fluxo de
Gestão
Financeira
Formador: Francisco Palma
Formanda: Luciene Carvalho
EXERCICIO 8

As Demonstrações Financeiras da empresa PERFEITA Lda são as seguintes:

BALANÇO

ACTIVO Ano N Ano N+1


Imobilizado Corpóreo 700 000 746 000
Amortizações Acumuladas -125 000 -160 000
Investimentos Financeiros 58 250 75 000
Mercadorias 34 000 37 000
Clientes 46 000 38 500
Caixa + Depósitos à Ordem 131 316 154 393
844 566 890 893
CAPITAL PRÓPRIO E PASSIVO
CAPITAL PRÓPRIO
Capital 320 000 350 000
Reservas Legais 76 000 90 000
Reservas Livres 0 0
Resultados Transitados 0 5 000
Resultado Líquido do Exercício 63 566 70 893
459 566 515 893
PASSIVO
Empréstimos bancários a MLP 240 000 236 000
Empréstimos bancários a CP 86 000 77 000
Fornecedores 42 000 47 000
Estado e Outros entes Públicos 10 000 8 000
Acréscimos e Diferimentos 7 000 7 000
385 000 375 000
844 566 890 893

2
DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS

Ano N Ano N+1


Vendas 486 000 512 000
CMVMC 218 700 230 400
FSE 52 000 55 000
Custos com pessoal 64 000 64 000
Amortizações do Exercício 35 000 38 000
Resultados Operacionais 116 300 124 600
Encargos Financeiros 22 820 20 345
Resultados Extraordinários 0 0
Resultados antes impostos 93 480 104 255
Imposto sobre o rendimento 29 914 33 362
Resultado Liquido 63 566 70 893

Sabendo que a existência inicial no ano N era de 30 000 e assumindo que todos os
CMVMC e FSE são custos que variam com as vendas da empresa:

PRETENDE-SE:
1. Determine para ambos os anos:
a. O Fundo de Maneio de Funcionamento;
b. O Fundo de Maneio de Financiamento;
c. As Necessidades de Fundo de Maneio (NFM);
d. A Tesouraria Real Liquida (TRL);
e. O Prazo Médio de Recebimento (PMR), em dias;
f. O Prazo Médio de Pagamento (PMP), em dias;
g. O Tempo Médio de Rotação de Existências (TMRE), em dias.

2. Considera que esta empresa tem FM insuficiente ou excessivo? Justifique a


sua resposta.
3. Analise a empresa quanto à liquidez. Relacione os resultados obtidos com o
FM
4. Outros comentários ou análises que julguem úteis.

3
Exercício 8

1.Determinar para ANO N e N+1

a)Fundo de Maneio de Funcionamento:

ANO N
CCT-DTCP=
FMF= (34000+46000+131316) – (86000+42000+10000+7000) =
211316 – 145000 = 66316
R: O FMF do ANO N é 66316.

ANO N+1
FMF= (37000+38500+154393) – (77000+47000+8000+7000) =
229893-139000= 90893
R: O FMF do ANO N+1 é 90893.

b) Fundo de Maneio de Financiamento:


ANO N

FMFin. = (459.566+240.000) - (700.000-125.000+58.250)


= 699.566-633.250= 66316

R: O FMFin. do ANO N é 66316.

ANO N+1

FMFin. = (515.893+236.000) - (746.000-160.000+75.000)


= 751.893-661.000= 90893

R: O FMFin. do ANO N+1 é 90893.

4
c)Necessidades de Fundo de Maneio:
Necessidades cíclicas de exploração – Recursos cíclicos de exploração
Necessidades Cíclicas de Exploração =
(Existências + clientes+Adiantamentos fornecedores+ estado + outros
devedores de exploração)
Recursos Cíclicos de Exploração = (fornecedores + Adiantamentos de
clientes + Estado e Outros entes Públicos + Acréscimos e Deferimentos)

ANO N

NFM = (34.000+46000) – (42.000+10.000+7.000)


= 80.000 – 59.000
NFM = 21000

R: O NFM do ANO N é 21000

ANO N+1

NFM = (37.000+38.500) – (47.000+8.000+7.000)


= 75.500 – 62.000
NFM = 13.500

R: O NFM do ANO N+1 é 13500.

d) Tesouraria Real Líquida (TRL) :

Fundo de Maneio – Necessidades Fundo Maneio

ANO N
TRL = 66.316 – 21000
TRL = 45.316

R: O TRL do ANO N é 45316.

ANO N+1
TRL = 90.893 – 13.500
TRL = 77.393

R: O TRL do ANO N+1 é 77393.

5
e) Prazo médio de Recebimento (PMR):
Clientes/Vendas x 365

ANO N

PMR=46000/486000= 0,095 x 365 = 34,67 dias

R: O PMR do ANO N é 35 dias.

ANO N+1

PMR=38500/512000= 0,075 x 365 = 27,45 dias

R: O PMR do ANO N+1 é 27dias.

f) Prazo médio de Pagamento (PMP):


Fornecedores/Compras x 365

ANO N
PMP= 42000/34000= 1,24 x 365 = 452,6 dias
R: O PMP do ANO N é 453 dias.

ANO N+1
PMP= 47000/37000= 1,27 x 365 = 463,5 dias
R: O PMP do ANO N+1 é 464 dias.

g) Tempo médio de Rotação de Existências (TMRE):


Existências/Vendas x 365

ANO N
TMRE= 34000/486000= 0,069 x 365 = 25,18 dias
R: O TMRE do ANO N é 25 dias.

6
ANO N+1
TMRE= 37000/512000= 0,072 x 365 = 26,28 dias
R: O TMRE do ANO N+1 é 26 dias.

2. A empresa tem um FM insuficiente ou excessivo? Justifique.

ANO N:
R: Considerando que as NFM são um valor inferior ao FMF, o FM é excessivo,
porque existe FM desnecessário. Conforme resultados abaixo:

 As NFM do ANO N são 21000


 O FMF do ANO N é 66316

ANO N+1:
R: Neste caso aplica-se a mesma resposta do ano N. Sendo ainda mais
excessivo.

 As NFM do ANO N+1 são 13500

 O FMF do ANO N+1 é 90893

3. Análise a liquidez. Relacione os resultados obtidos com o FM.

Liquidez geral:
LG: Activo circulante/D.C.P. =
ANO N
34000+46000+131316/86000+42000+10000+70000 =
211316/145000 = 1,46

7
ANO N+1
37000+38500+154393/77000+47000+8000+7000 =
229893/139000= 1,65

Liquidez Reduzida:
LR: Activo circulante - existências/D.C.P. =
ANO N
46000+131316/86000+42000+10000+70000 =
177316/145000 = 1,22

ANO N+1
38500+154393/77000+47000+8000+7000 =
192893/139000= 1,39

Liquidez Imediata:
Li: Disponibilidades/D.C.P. =
ANO N
131316/86000+42000+10000+70000 =
131316/145000 = 0,91

ANO N+1
154393/ 77000+47000+8000+7000=
154393/ 139000= 1,11

8
O facto de o fundo de maneio ser excessivo traduz-se na existência de capitais
permanentes relativamente exagerados, o que se pode reflectir negativamente
na rendibilidade da empresa e positivamente no risco financeiro de curto prazo.
Nestas situações considerar-se-á que a empresa tem uma tesouraria
excedentária, ao contrário, uma situação de insuficiência do fundo de maneio
provavelmente se traduzirá na existência de problemas de tesouraria, risco
financeiro elevado.

Liquidez é capacidade da empresa honrar os seus compromissos a Curto Prazo,


relacionando com os resultados da liquidez com os resultados do FM, quanto
maior a liquidez, maior o fundo de maneio, a relação está representada
conforme abaixo:

 Liquidez = 1 → FM = 0 (Nulo)
 Liquidez <1 → FM <0 (Negativo)
 Liquidez> 1 → FM> 0 (positivo)

4. Comentários ou análises úteis:

Existem várias medidas que uma empresa pode tomar, para controlar o
crescimento das suas necessidades de fundo de maneio, limitando assim o
investimento que tem que fazer nessa área. Genericamente as medidas mais
importantes enquadram-se em 3 campos a ter em atenção:

Minimização das quantidades e valores em stock;


Minimização dos prazos e montantes em recebimento;
Maximização dos prazos e montantes de pagamento.

Concluindo a análise chego a conclusão de que existem instrumentos e métodos


que auxiliam a gestão financeira das organizações.