Você está na página 1de 5

Avaliação da cabeça do Nervo óptico

Prof.: Renata Fuly
Bacharel em Optometria
pós-graduação em Optometria Avançada
Avaliação da cabeça do Nervo Óptico

Deve ser parte integrante do exame de TODOS OS PACIENTES.

Variações fisiológicas e apresentações patológicas são comuns na avaliação
do Nervo Óptico.
Exemplos de variação fisológica
Documentação dos achados, passo a passo:

Escavação fisiológica
Anel neuroretinal
Forma geral da cabeça do nervo óptico
Comparação com o olho contralateral.
Exemplo de escavação fisiológica
Exemplo do tamanho e forma do disco
Fatores a considerar
Identificar as margens do disco óptico
Identificar as margens da escavaçao fisiológica.
Variações da forma do disco.
Variações do tamanho do disco: a medida do tamanho da escavaçao depende
do tamanho do disco óptico.
Identificar do disco óptico

Answer to practice slide 1 Pratica slide 2 Desenhe as margens do disco óptico e escavação e a forma do disco. Identificar vasos sanguíneos Avaliar presença da lamina cribosa Avaliar a presença de crescentes. Avaliar as paredes da escavaçao fisiológica.. Forma do disco : redonda.. Identificar a escavaçao Observa-se a margem da escavaçao: ela é facilmente identificada? Ou ela mistura-se ao anel neuroretinal? DISTINTA ________ INDISTINTA . Indique o anel neuroretinal. Se a escavação for profunda de uma lado e rasa de outra usa-se o símbolo: Prática slide 1 Desenhe as margens do disco óptico e escavação e a forma do disco. . oval ou obliquo.Identificar as margens do disco óptico ou papila e da escavaçao ou copa fisiológica. Indique o anel neuroretinal..Identificar as paredes da escavaçao A escavaçao ou copa por ser igualmente ou parcialmente profunda.. Identificar margens do disco Margens distintas ou indistintas.

daí o nome de “vasos flutuantes” Artéria cilioretinal Arteria derivada da artéria ciliar curta posterior. como: Artéria cilioretinal vasos circunlineares vasos esvavados Vasos circunlineares Este vaso é encontrado adjacente a escavação e circunda parte da escavação.Answer to practice slide 2 Vasos sanquíneos Desenhe qualquer configuração não usual dos vasos sanquíneos. . Bônus da natureza. A maior parte posiciona-se do lado temporal em direção a mácula. 20 % da população tem está artéria. Os vasos são lateralmente empurrados e suas posições são alteradas. Vasos flutuantes Se a escavação fisiológia aumentar o vaso antes circunlinear aparecerá como que flutuando por sobre a esvacação. Pode ser uni ou bilateral. Artéria cilioretinal Vasos escavados Quando a escavação se aprofunda e se expande lateralmente forma uma “panela de feijão”.

Lâmina Cribosa Crescentes Crescentes são variações anatômicas que talvez sejam congênitas ou adquiridas. Crescente coroidal A crescente coroidal ocorre porque o epitélio pigmentar da retina não está anexo ao tecido do disco permitido portando visualidar a coróide. Lâmina Cribosa Tecido colágeno e glial que conecta e continua o canal escleral. Provê sustentação e saída para as fibras do nervo óptico. ajuda na localização e identificação das margens do disco óptico.Tendem a começar em um ponto. Pontos da lâmina podem ser visualizados na base da escavação. entretanto. Crescente coroidal Crescente Escleral A crescente escleral ocorre porque o epitélio pigmentar da retina não está anexo ao tecido do disco permitido portando visualidar a esclera . A sua presença. sem significado patológico. desaparecer e reaparecer em um outro ponto. TIPOS: COROIDAL ESCLERAL Crescentes A presença das crescentes é fisiológico. Jamais deve ser considerada como parte do disco óptico.

Quanto maior for o C/D maior o risco de glaucoma.2 entre ambos os olhos é significativo.RESPOSTA Prática slide 2 – determinar a razão C/D Desenhe o disco óptico e todos os marcos anatômico e determine o tamanho da escavação SLIDE 2 .RESPOSTA Por que avaliar o NO? Glaucoma é hoje a primeira causa de cegueira no mundo. . Razão C/D assimétrica em amnos os Diferença de 0. O enlargamento da escavação dentro do disco é patológico. Uma cuidadosa avaliação do disco óptico pode identificar prematuramente o glaucoma.Crescente Escleral Razão C/D Prática slide 1 – determinar a razão C/D Desenhe o disco óptico e todos os marcos anatômico e determine o tamanho da escavação SLIDE 1 .