Você está na página 1de 1

Capítulo II

Os recursos para o bom adestramento

Segundo Foucault o poder que ao invés de se apropriar dos seres, adestra-


os, através de mecanismos simples como olhar hierárquico, sanção normalizadora e
o exame.
O Jogo do olhar permite a quem concentra o poder , ver, e por esse meio
visual impor disciplina, construir e moldar. Modelo este que se aplicava
arquitetonicamente ainda hoje, porém, ao invés de utilizar o encarceramento, usa o
meio aberto.
Além disso “A vigilância torna-se um operador econômico decisivo...”, frase
esta que norteia o meio atual, vigiar é fazer produzir de forma disposta, mesmo que
somente ao olhar externo, mas ainda assim induz o que não se enquadra no jogo do
poder.
Aos que não demonstram disciplina ao olhar do poder cabe a punição de
ordem artificial, pois está em regulamentos, programas ou na lei. Essas punições
têm por objetivo reduzir os desvios, fazer os seres terem conhecimento que estão
sendo vigiados, pois somente é punido aquele que é visto errando, direta ou
indiretamente.
Já o exame é a expressão quantitativa e qualitativa dos seres a quem se
aplica o olhar hierarquizado. Os indivíduos devem seguir as regrar para no exame
demonstrar força, fato este condutor do auto - controle, pois o próprio ser deve criar ,
produzir, mais e melhor para ser reconhecido.
Assim a disciplina é aplicada pelos fatores descritos, não isoladamente para
afastar aptidões, mas sim conjuntamente para formar e acrescentar ao individuo seu
próprio poder,dessa forma não cabe ao homem ser vigiado e sim , vigiar a si
mesmo.