Você está na página 1de 35
Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DA ADMINISTRAÇÃO EDITAL S.A. 10

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

SECRETARIA MUNICIPAL DA ADMINISTRAÇÃO

EDITAL S.A. 10 Nº. 07/2010

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

ABERTURA DE INSCRIÇÕES

A Prefeitura Municipal de Marília, por meio da Secretaria Municipal da Administração, torna público que será realizado Processo Seletivo Simplificado para a contratação de ATENDENTE DE ESCOLA, AUXILIAR DE DESENVOLVIMENTO ESCOLAR, AUXILIAR DE ESCRITA, AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS, COLETOR DE LIXO, EDUCADOR SOCIAL, INSTRUTOR DE TREINAMENTO EM INFORMÁTICA, MÉDICO – ÁREAS: CLÍNICA MÉDICA, GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA, INFECTOLOGIA, ORTOPEDIA, PEDIATRIA, URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, MÉDICO DO TRABALHO, PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA, PROFESSOR DE EMEI E RECEPCIONISTA TRIADOR, por tempo determinado, nos termos do artigo 17, parágrafo 1º, inciso VI e parágrafo 2º, inciso III, da Lei Complementar nº. 11, de 17 de dezembro de 1991, modificada posteriormente e que será regido pelas disposições deste Edital.

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

SEÇÃO I

DAS FUNÇÕES

1. As funções, as vagas, os requisitos para preenchimento, as referências salariais iniciais, os salários e as taxas de inscrições serão as seguintes:

     

Referência

   

Função

Vagas

Requisito para

preenchimento

Salarial

Inicial

Salário

Taxa de

Inscrição

   

Possuir Ensino

     

Atendente de Escola

23

Fundamental

5-A

R$789,90

R$10,00

Completo

Auxiliar de Desenvolvimento Escolar

46

Ensino Fundamental Completo

9-A

R$835,18

R$10,00

   

Ensino Médio

     

Auxiliar de Escrita

25

Completo

17-A

R$946,74

R$10,00

Auxiliar de Serviços Gerais

47

Ensino Fundamental Incompleto

1-A

R$750,45

R$10,00

Coletor de Lixo

20

Ensino Fundamental Incompleto

1-A

R$750,45

R$10,00

   

Possuir Curso

     

Educador Social (*)

5

Superior de Ciências Sociais ou Pedagogia

17-A

R$946,74

R$10,00

1

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO Instrutor de   Curso Técnico completo, em

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

Instrutor de

 

Curso Técnico completo, em nível de Ensino Médio, na área de Informática,

     

Treinamento em

8

com carga mínima de 1.000 (mil) horas; ou Curso Superior completo na área de Informática

22-A

R$1.033,78

R$10,00

Informática (*)

Médico – Área: Clínica Médica (*)

1

       

Médico – Área:

 

Ginecologia e

1

Obstetrícia (*)

Médico – Área:

 

Curso Superior de Medicina e competente registro profissional

Infectologia (*)

1

48-A

R$2.600,00

R$20,00

Médico – Área:

   

Ortopedia (*)

1

Médico – Área:

 

Pediatria (*)

1

Médico – Área:

 

Urgência e Emergência (*)

1

   

Médico especialista

     

Médico do Trabalho (*)

1

em Medicina do Trabalho

47-A

R$1.787,74

R$20,00

Professor de Educação Física (*)

20

Curso superior de Educação Física e competente registro profissional

22-A

R$1.033,78

R$10,00

   

Possuir curso de

     

Professor de EMEI (*)

15

Pedagogia ou Magistério Superior

13-A

R$887,13

R$10,00

Recepcionista Triador

4

Conclusão do Ensino Fundamental

13-A

R$887,13

R$10,00

(*) Vide disposições específicas no item 3, da Seção II, deste Capítulo.

2.

Poderão surgir novas vagas por motivo de aposentadorias, exonerações, demissões ou quando criadas através de lei por necessidade dos serviços.

SEÇÃO II DA REMUNERAÇÃO E DOS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS

1. O salário do pessoal contratado nestas condições será equivalente ao valor da referência inicial dos cargos ou funções correspondentes.

2

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 2. Conforme Lei Complementar nº 561, de

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

2. Conforme Lei Complementar nº 561, de 23 de junho de 2009, os servidores públicos municipais recebem um abono mensal no valor de R$110,00 (cento e dez reais), o qual será incorporado à remuneração a partir de 1º de junho de 2010, aplicando-se também ao pessoal contratado por meio deste Processo Seletivo.

3.

De acordo com a legislação municipal vigente, aplicam-se as seguintes disposições às funções abaixo indicadas:

a) Educador Social: o contratado faz jus a uma gratificação mensal no valor equivalente a 25% (vinte e cinco por cento) da referência salarial inicial do cargo (valor da gratificação:

R$236,68);

b) Instrutor de Treinamento em Informática: o contratado faz jus a uma gratificação mensal no valor equivalente a 25% (vinte e cinco por cento) da referência salarial inicial do cargo (valor da gratificação: R$258,44);

c) Médico: na hipótese do contratado ser designado, por necessidade do serviço e na forma prevista em lei, para cumprir jornada de 30 (trinta) horas semanais, o mesmo fará jus a uma gratificação mensal equivalente ao valor da sua referência salarial (valor da gratificação R$2.600,00);

d) Médico - Área: Urgência e Emergência: o contratado trabalhará em Regime de Plantão, cujos valores da Gratificação Especial são:

d.1)

R$39,60 (trinta e nove reais e sessenta centavos) por hora de Plantão concomitante com a jornada de trabalho;

d.2)

R$60,00 (sessenta reais) por hora de Plantão não concomitante com a jornada de trabalho.

e) Médico do Trabalho: na hipótese do contratado ser designado, por necessidade do serviço e na forma prevista em lei, para cumprir jornada de 40 (quarenta) horas semanais, o mesmo fará jus a uma gratificação mensal equivalente ao valor da sua referência salarial (valor da gratificação R$1.787,74).

f) Professor de Educação Física: na hipótese do contratado ser designado, por necessidade do serviço e na forma prevista em lei, para cumprir jornada de 40 (quarenta) horas semanais, o mesmo fará jus a uma gratificação mensal equivalente ao valor da sua referência salarial (valor da gratificação R$1.033,78);

g) Professor de EMEI:

g.1)

o contratado faz jus a uma gratificação mensal no valor equivalente a 1/3 (um terço) da referência salarial inicial (valor da gratificação: R$295,71);

g.2) na hipótese do contratado ser designado, por necessidade do serviço e na forma prevista em regulamento, para substituição de classe, o mesmo fará jus ao recebimento dos valores e demais benefícios previstos na legislação municipal.

3

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO III DAS JORNADAS DE TRABALHO 1.

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

SEÇÃO III DAS JORNADAS DE TRABALHO

1. Para a função de Médico (todas as áreas), a jornada de trabalho é de 15 (quinze) horas semanais.

2. Para a função de Médico - Área: Urgência e Emergência, aplicam-se também as seguintes disposições:

a) a jornada de trabalho será realizada em Regime de Plantão, conforme Lei Complementar n.º 576, de 27 de outubro de 2009;

b) o Plantão consistirá numa jornada ininterrupta de 6 (seis) horas ou múltipla desta;

c) deverá ser observada, para que o Plantão seja considerado concomitante ou não com a jornada de trabalho, a carga horária prevista no item 1 desta Seção.

3. Para as funções abaixo indicadas, a jornada de trabalho é de 20 (vinte) horas semanais:

a) Médico do Trabalho;

b) Professor de Educação Física;

c) Professor de EMEI.

4. Para as funções não especificadas nos itens 1 a 3 desta Seção, a jornada de trabalho é de 40 (quarenta) horas semanais, sendo que, por necessidade do serviço e conforme expressa disposição da Lei Complementar nº 11/91:

a) poderá haver jornada de 12 (doze) horas de trabalho, com intervalo de 36 (trinta e seis) horas para descanso;

b) as jornadas de trabalho poderão ser modificadas temporariamente.

SEÇÃO IV DAS ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES

1. As atribuições das funções são fixadas pelo Decreto nº 6326, de 23 de março de 1992, modificado posteriormente e integram este Edital.

CAPÍTULO II DAS INSCRIÇÕES

1. As inscrições serão realizadas no período de 29 de março a 01 de abril de 2010, no horário das 9 às 16 horas, nos seguintes locais:

1.1. Para as funções de Médico (todas as áreas) e Médico do Trabalho, na sede da Secretaria Municipal da Saúde – sala 13, situada à Avenida República, 770, Centro;

1.2. Para as demais funções, no Centro Cultural e de Lazer Ezequiel Bambini - Espaço Cultural, localizado à Av. Sampaio Vidal s/ nº, defronte à Escola SENAI, Marília - SP.

4

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 2. A inscrição do candidato implicará no

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

2. A inscrição do candidato implicará no conhecimento e na tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento, devendo o candidato informar, sob às penas de lei, o seguinte:

a) sua condição de brasileiro e que está em pleno gozo dos direitos políticos;

b) que possui, no mínimo, 18 (dezoito) anos completos ou que completará no ato da contratação;

c) que está em situação regular com as obrigações do Serviço Militar;

d) que está quite com a Justiça Eleitoral;

e) que possui habilitação profissional para a respectiva função e o competente registro profissional;

f) que não registra antecedentes criminais (inexistência de condenação ou, se condenado, que cumpriu a pena);

g) que goza de boa saúde física e mental;

h) eventual existência de deficiência (física, auditiva, visual ou múltipla) e qual tipo de deficiência.

3. Para inscrever-se o candidato deverá:

3.1. Comparecer no local das inscrições, conforme descrito no item 1 deste Capítulo, retirar, preencher e assinar a ficha de inscrição para a respectiva função;

3.2. Efetuar o pagamento da importância referente à inscrição, na rede bancária ou nas casas lotéricas, a título de ressarcimento de despesas com materiais e serviços, até o dia 01/04/2010, no valor de acordo com a função pretendida, conforme item 1, da Seção 1, do Capítulo I;

3.3. Retornar ao local da inscrição e devolver a ficha autenticada juntamente com uma cópia do RG. no período de 29 de março a 01 de abril de 2010, impreterivelmente, ficando para o candidato o respectivo comprovante autenticado;

3.4. O candidato que não devolver a ficha de inscrição no prazo de 29 de março a 01 de abril de 2010, não estará inscrito no Processo Seletivo;

3.5. Declarar e anexar à ficha de inscrição, quando for o caso, cópia autenticada dos Títulos, conforme estabelecido no Capítulo VII deste Edital; não serão aceitos e nem considerados, em nenhuma hipótese, Títulos apresentados após o ato de inscrição;

3.6. O candidato com deficiência deverá declarar e anexar à ficha de inscrição laudo médico conforme item 3 do Capítulo III deste Edital.

4. Não serão aceitas as solicitações de inscrição que não atenderem rigorosamente às disposições deste Edital.

5. De acordo com a Lei nº 6601, de 04 de julho de 2007, os candidatos do sexo masculino que contarem com o mínimo de 3 (três) doações de sangue e as candidatas do sexo feminino que contarem com o mínimo de 2 (duas) doações de sangue, todas realizadas no prazo de até 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias antes da publicação deste Edital, estarão isentos do pagamento da taxa de inscrição. A comprovação das doações deverá ser feita mediante a

5

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO apresentação dos respectivos comprovantes, expedidos pelo

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

apresentação dos respectivos comprovantes, expedidos pelo Hemocentro de Marília, conforme parágrafo único, do artigo 1º, da citada Lei. Os comprovantes deverão ser entregues exclusivamente no Espaço Cultural .

6. De acordo com a Lei nº 3522, de 03 de abril de 1990, modificada posteriormente, os doadores de órgãos assim declarados em laudo médico que comprove a efetiva doação, ficarão isentos do pagamento da taxa de inscrição. Para efeito dessa isenção, bem como para eventual critério de desempate na classificação (item 7 do Capítulo VI deste Edital), o candidato deverá declarar no Requerimento a efetiva doação do órgão, entregando-o exclusivamente no Espaço Cultural. A falta de declaração e/ou a falta de apresentação do comprovante implicará na desconsideração da doação de órgão para os fins do respectivo Processo Seletivo.

7. Não serão aceitos pedidos ou reclamações ou recursos fora do prazo, bem como inscrições por via postal, internet, fac-símile, condicional e/ou extemporânea, sendo aceitas tão somente as inscrições realizadas de acordo com os procedimentos previstos neste Edital.

8. Será permitida a inscrição por procuração, mediante entrega do original da mesma, acompanhada de cópia do documento de identidade do candidato e apresentação do documento de identidade original do procurador.

8.1. Deverá ser apresentada uma procuração para cada candidato, que ficará retida e anexada à ficha de inscrição;

8.2. O candidato inscrito por procuração assume total responsabilidade pelas informações prestadas por seu procurador na ficha de inscrição, arcando com as conseqüências de eventuais erros de preenchimento desse documento.

9. A listagem com as inscrições indeferidas serão afixadas no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Marília, instalado no andar térreo do Paço Municipal “Capitão Adorcino de Oliveira Lyrio” (Rua Bahia nº 40, Marília – SP), bem como divulgada no Diário Oficial do Município de Marília (diariooficial.marilia.sp.gov.br), assegurando-se ao candidato o direito de recurso, conforme Capítulo VIII deste Edital.

10. Não serão fornecidas, por telefone, informações quanto aos locais e aos horários de aplicação das provas, bem como quanto à situação dos candidatos no Processo Seletivo. Também não será expedido, pela Prefeitura Municipal de Marília, nenhum documento comprobatório da classificação do candidato, valendo, para esse fim, a publicação oficial do Resultado Final do Processo Seletivo.

11. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar os comunicados e os editais a serem publicados no Diário Oficial do Município de Marília (diariooficial.marilia.sp.gov.br), os quais também serão afixados no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Marília, instalado no andar térreo do Paço Municipal “Capitão Adorcino de Oliveira Lyrio” (Rua Bahia nº 40, Marília – SP), sendo essas as formas oficiais de comunicação dos atos do Processo Seletivo para todos os efeitos legais.

12. É responsabilidade do candidato manter seu endereço atualizado junto à Prefeitura Municipal de Marília para os fins do Processo Seletivo.

13. Não serão aceitas inscrições de servidores que foram demitidos a bem do serviço público.

6

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 14. O valor da taxa de inscrição

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

14. O valor da taxa de inscrição não será devolvido em nenhuma hipótese.

15. Efetivada a inscrição, não será aceito, em nenhuma hipótese, pedido para alteração da função.

CAPÍTULO III DOS CANDIDATOS COM DEFICIÊNCIA

1. Haverá reserva de vagas para as pessoas com deficiência, de acordo com a Lei nº 3905, de 20 de agosto de 1993, desde que a deficiência seja compatível com as atribuições da função para a qual o candidato se inscreveu.

2. A reserva será de 5% (cinco por cento) do total de vagas a serem efetivamente preenchidas em cada função.

2.1. Para as funções cujas quantidades de vagas oferecidas neste Edital são insuficientes para a aplicação imediata do percentual acima, somente ocorrerá a reserva se, no prazo de validade do respectivo Processo Seletivo, surgirem novas vagas em quantidades suficientes para esse fim.

3. No ato da inscrição o candidato com deficiência deverá declarar e anexar à respectiva ficha laudo médico que comprove a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa indicação do código correspondente na Classificação Internacional das Doenças - CID, bem como a provável causa da deficiência, inclusive para assegurar eventual necessidade de adaptação da sua prova. Caso o candidato não faça a declaração e/ou não apresente o atestado médico, sua deficiência não será considerada para os fins do Processo Seletivo.

3.1. O candidato cego ou amblíope deverá preencher, na ficha de inscrição, o pedido de confecção de prova em Braille ou ampliada, conforme o caso, nos termos da Lei nº 5904, de 02 de julho de 2004. Os candidatos que não fizerem esse pedido não terão a prova preparada, independentemente do motivo alegado.

3.2. Os deficientes visuais (cegos) que fizerem as provas através do sistema Braille, deverão transcrever suas respostas também em Braille. Esses candidatos deverão levar, para esse fim, no dia da aplicação da prova, reglete e punção.

4. Os candidatos com deficiência participarão do exame em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo e à avaliação das provas.

5. No prazo de 3 (três) dias úteis, contados da publicação dos resultados, os candidatos com deficiência aprovados no Processo Seletivo deverão submeter-se a perícia médica, para verificação da deficiência e da sua compatibilidade com as atribuições das respectivas funções.

6. A perícia será realizada no órgão médico oficial da Prefeitura Municipal de Marília, por especialista na área da deficiência de cada candidato, devendo o laudo ser proferido no prazo de 3 (três) dias, contados da data do respectivo exame.

7

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 7. Quando a perícia concluir pela inaptidão

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

7. Quando a perícia concluir pela inaptidão do candidato, constituir-se-á junta médica para nova inspeção no prazo de 3 (três) dias, contados da ciência do laudo inicial, da qual poderá participar profissional indicado pelo candidato.

8. A junta médica deverá apresentar conclusão no prazo de 3 (três) dias, contados da realização do exame.

9. Não caberá qualquer recurso da decisão proferida pela junta médica.

CAPÍTULO IV DOS REQUISITOS PARA A CONTRATAÇÃO

1. Aprovado e convocado, o candidato deverá comparecer na Prefeitura Municipal de Marília dentro do prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas, contados do recebimento da notificação de comparecimento e apresentar o seguinte:

a) laudo médico, atestando sua capacidade física e mental para o desempenho da função, a ser emitido pela Prefeitura Municipal de Marília, através do Serviço Municipal de Saúde do Trabalhador;

b) título de eleitor e comprovante de votação na última eleição ou justificativa da não votação;

c) comprovante de regularidade com o Serviço Militar;

d) atestado de antecedentes criminais;

e) cédula de identidade (RG);

f) CPF;

g) 1 foto 3x4 recente;

h) certidão de nascimento ou de casamento, conforme o caso;

i) certidão de nascimento dos filhos menores de 14 anos que não possuam renda própria, filhos inválidos ou mentalmente incapazes, para eventual recebimento de salário família;

j) Carteira Profissional – cópia da qualificação civil (frente e verso);

k) comprovante de inscrição no PIS ou PASEP, se possuir;

l) declaração de que não exerce outro emprego, cargo ou função pública, conforme art. 37, incisos XVI e XVII da Constituição Federal;

m) comprovante de que possui o requisito necessário para preenchimento da função (item 1, da Seção I, do Capítulo I);

n) declaração de bens e valores;

o) número da conta corrente no ato da contratação, exclusivamente junto ao Banco do Brasil S/A, destinada ao recebimento do salário.

2. O não comparecimento do candidato no prazo previsto ou a falta de apresentação dos documentos acima elencados implicarão na impossibilidade de aproveitamento do candidato habilitado no presente Processo Seletivo, convocando-se o próximo candidato habilitado.

CAPÍTULO V

DAS PROVAS

1. O Processo Seletivo constará de prova escrita e, para as funções de Médico (todas as áreas) e Médico do Trabalho, de prova escrita e Títulos, da seguinte forma:

8

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 1.1. Para as funções de Atendente de

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

1.1. Para as funções de Atendente de Escola, Auxiliar de Desenvolvimento Escolar, Auxiliar de Serviços Gerais, Coletor de Lixo e Recepcionista Triador:

1.1.1. Prova escrita, sob a forma de questões de múltipla escolha, sendo:

a) Português: 20 (vinte) questões;

b) Matemática: 20 (vinte) questões.

1.2. Para as funções de Educador Social, Instrutor de Treinamento em Informática, Professor de Educação Física e Professor de EMEI:

1.2.1. Prova escrita, sob a forma de questões de múltipla escolha, sendo:

a) Conhecimentos Específicos: 20 (vinte) questões;

b) Português: 10 (dez) questões;

c) Matemática: 10 (dez) questões;

1.3. Para a função de Auxiliar de Escrita:

1.3.1. Prova escrita, sob a forma de questões de múltipla escolha, sendo:

a) Português: 20 (vinte) questões;

b) Matemática: 15 (quinze) questões;

c) Noções de Informática: 05 (cinco) questões.

1.4. Para as funções de Médico – Áreas: Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia, Infectologia, Ortopedia, Pediatria, Urgência e Emergência e Médico do Trabalho:

1.4.1. Prova escrita, sob a forma de questões de múltipla escolha, sendo:

a) Conhecimentos Específicos: 40 (quarenta) questões;

1.4.2. Títulos, conforme Capítulo VII deste Edital.

2. A prova escrita realizar-se-á na cidade de Marília/SP, em data, local e horário a ser divulgado oportunamente através de Edital no Diário Oficial do Município de Marília (www.diariooficial.marilia.sp.gov.br) e ficará afixado no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Marília, instalado no andar térreo do Paço Municipal “Capitão Adorcino de Oliveira Lyrio” (Rua Bahia nº 40, Marília – SP).

3. A duração da prova escrita será de 3 (três) horas, já incluído o tempo para preenchimento da folha de respostas.

4. Os Programas constituem o Anexo II, que fazem parte deste Edital.

5. Há indicação de Bibliografia para as funções de Educador Social, Professor de EMEI, Instrutor de Treinamento em Informática e Professor de Educação Física, conforme consta do Anexo II, que é parte integrante deste Edital.

9

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 6. Somente será admitido à sala de

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

6. Somente será admitido à sala de prova o candidato que apresentar o protocolo de inscrição

e a Cédula de Identidade original (RG), ou um dos seguintes documentos: Carteira de

Trabalho e Previdência Social, Carteira expedida por órgão de classe, Certificado Militar ou

Carteira Nacional de Habilitação, todos obrigatoriamente com foto e desde que permitam, com clareza, a identificação do candidato. Não serão aceitos quaisquer outros documentos além dos acima especificados.

7. Os candidatos deverão apresentar-se no local da prova 30 (trinta) minutos antes da hora marcada para seu início, munidos de caneta esferográfica azul ou preta, lápis e borracha.

8. Não será admitida, em nenhuma hipótese, a entrada de retardatários no local da prova.

9. Será eliminado do Processo Seletivo o candidato que, durante a realização da prova, for surpreendido em comunicação com outro candidato ou terceiro, verbalmente, por escrito ou por qualquer outro meio, bem como que estiver utilizando-se de livros, apontamentos, impressos, máquinas calculadoras, não sendo permitido o uso de aparelhos celulares e de quaisquer outros aparelhos eletrônicos.

10. Não haverá, em hipótese alguma, segunda chamada ou repetição da prova, nem aplicação de prova fora do local preestabelecido.

11. O candidato que não comparecer à prova será automaticamente excluído do Processo Seletivo.

CAPÍTULO VI DO JULGAMENTO DA PROVA, DA HABILITAÇÃO E DA CLASSIFICAÇÃO

1. Para todas as funções as provas escritas serão avaliadas de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, de caráter eliminatório e classificatório. Serão divididos os 100 (cem) pontos pelo número de questões que compõem a prova, sendo que cada questão terá o mesmo peso.

2. Serão considerados habilitados os candidatos que obtiverem, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) de acertos na prova escrita, sendo desclassificados os candidatos que obtiverem notas inferiores.

3. nota final do candidato habilitado dar-se-á:

A

a)

para as funções com somente prova escrita pela soma do total de pontos obtidos;

b)

para as funções de prova escrita e títulos, a nota final resultará da nota obtida na prova escrita acrescida dos pontos atribuídos aos títulos, quando existentes.

4. Os candidatos habilitados serão classificados por ordem decrescente, de acordo com o total de pontos obtidos.

5. Serão elaboradas 2 (duas) listas de classificação:

a) uma geral, por função, com a relação de todos os candidatos habilitados; e

10

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO b) uma especial, por função, com a

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

b) uma especial, por função, com a relação apenas dos candidatos com deficiência, com possíveis alterações em decorrência da avaliação médica.

6. Não ocorrendo inscrição ou aprovação de candidatos com deficiência, será elaborada somente uma lista de classificação final, por função.

7. Em caso de igualdade na nota final, o desempate obedecerá, sucessivamente, aos critérios abaixo estabelecidos, tendo preferência o candidato que:

a) possuir idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, nos termos da Lei Federal 10.741/03 (Estatuto do Idoso), entre si e frente aos demais, sendo que será dada preferência ao candidato de maior idade;

b) fez efetiva doação de órgão, até 30 (trinta) dias antes da publicação do presente Edital (Lei nº 3522/90); observação: o candidato deverá entregar o comprovante da efetiva doação do órgão, contendo a data da doação, no ato da inscrição (caso o candidato não entregue o comprovante da efetiva doação, esse item não será considerado);

c) contar com maior nota na prova escrita;

d) contar com maior número de dependentes (filhos menores de 18 anos e que não possuam renda própria, filhos inválidos ou mentalmente incapazes);

e) for casado, viúvo ou convivente (união estável);

f) sendo menor de 60 (sessenta) anos, possuir a maior idade.

8. A contratação por tempo determinado obedecerá rigorosamente à ordem de classificação.

9. A habilitação no Processo Seletivo não gerará direito à contratação.

CAPÍTULO VII

DOS TÍTULOS

1. Concorrerão à contagem de pontos por Títulos os candidatos habilitados na prova escrita para a função de Médico – Áreas: Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia, Infectologia, Ortopedia, Pediatria, Urgência e Emergência e Médico do Trabalho.

2. Concorrerão à contagem de pontos por títulos somente os candidatos habilitados na prova escrita, na forma do Capítulo VI deste Edital.

3. O comprovante referente ao curso deverá ser expedido por instituição oficial ou oficializada e apresentado através de cópia autenticada do respectivo documento.

4. Não serão aceitos protocolos de documentos.

5. Será de exclusiva responsabilidade do candidato a apresentação e a comprovação dos títulos.

6. A entrega dos títulos deverá ser feita no local das inscrições no período de 29 de março a 01 de abril de 2010, no horário das 9 às 16 horas.

7. Não serão aceitos os títulos entregues fora do prazo.

11

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 8. Serão considerados títulos, desde que devidamente

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

8. Serão considerados títulos, desde que devidamente comprovados e com valor máximo de 10 (dez) pontos, os seguintes:

- MÉDICO - ÁREAS: CLÍNICA MÉDICA, GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA, INFECTOLOGIA, ORTOPEDIA, PEDIATRIA: Título de Residência na área com duração mínima de 2 (dois) anos ou Título de Especialista pela Associação Médica Brasileira – AMB, valendo 10 (dez) pontos;

- MÉDICO - ÁREA: URGÊNCIA E EMERGÊNCIA: Título de Residência, com duração mínima de 2 (dois) anos, ou especialização na área de Urgência e Emergência Traumática e/ou Não Traumática, com duração mínima de 360 (trezentos e sessenta) horas, valendo 10 (dez) pontos.

- MÉDICO DO TRABALHO: Residência Médica em Medicina do Trabalho, devidamente reconhecida pela Comissão Nacional de Residência Médica ou Especialização ou Treinamento em Medicina do Trabalho acreditado pela Associação Nacional de Medicina do Trabalho - ANMT, com duração mínima de 360 (trezentos e sessenta) horas, valendo 10 (dez) pontos.

CAPÍTULO VIII DOS RECURSOS

1. Serão cabíveis os seguintes recursos:

a) do indeferimento da inscrição, dentro do prazo de 2 (dois) dias úteis, a contar da data da publicação do edital com as inscrições indeferidas;

b) do gabarito oficial da prova, dentro do prazo de 2 (dois) dias úteis, a contar da data da sua respectiva publicação;

c) da classificação, dentro do prazo de 2 (dois) dias úteis, a contar da data da publicação do edital com o Resultado Final.

2. Os recursos deverão ser protocolados na Prefeitura Municipal de Marília, dirigidos ao Secretário Municipal da Administração e sempre devidamente fundamentados.

3. Os recursos interpostos fora dos prazos previstos no item 1 deste Capítulo não serão conhecidos.

CAPÍTULO IX DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

1. O presente Processo Seletivo será válido pelo prazo de 1 (um) ano, contados da data de publicação da sua homologação.

2. A duração dos contratos de trabalho será de 6 (seis) meses, podendo ser prorrogado uma vez por até igual período, contados da data da assinatura do respectivo instrumento.

12

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 3. As contratações serão regidas pela Consolidação

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

3. As contratações serão regidas pela Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, ficando os contratados vinculados ao Regime Geral de Previdência Social.

4. A inexatidão das afirmativas e/ou as irregularidades nos documentos apresentados, verificados a qualquer tempo, acarretarão a nulidade da inscrição e de eventual contratação, sem prejuízo das demais medidas de ordem administrativa, civil e criminal cabíveis.

5. O Cronograma dos eventos relativos ao Processo Seletivo consta do Anexo I, que é parte integrante deste Edital.

5.1. A critério da Prefeitura Municipal de Marília, por justo motivo, a data e/ou o horário da prova poderá ser alterada, mediante Edital a ser publicado com a antecedência mínima de 5 (cinco) dias da data prevista no Cronograma.

Para que produza os efeitos legais e chegue ao conhecimento dos interessados, expediu-se o presente Edital, que vai afixado no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Marília, instalado no andar térreo do Paço Municipal “Capitão Adorcino de Oliveira Lyrio” (Rua Bahia nº 40, Marília – SP), bem como publicado no Diário Oficial do Município de Marília (diariooficial.marilia.sp.gov.br).

Prefeitura Municipal de Marília, 26 de março de 2010.

JOSÉ CARLOS DA SILVA Secretário Municipal da Administração

13

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO ANEXO I CRONOGRAMA   Datas Eventos 29

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

ANEXO I

CRONOGRAMA

 

Datas

Eventos

29

de março de 2010

Abertura das inscrições.

01

de abril de 2010

Encerramento das inscrições.

12

de abril de 2010

Data provável para divulgação de eventuais inscrições indeferidas e Convocação para as Provas.

18

de abril de 2010

Data provável para realização das Provas.

14

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA (QUANDO

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

ANEXO II

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA (QUANDO FOR O CASO)

PARA AS FUNÇÕES DE AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS E COLETOR DE LIXO

PORTUGUÊS:

1. Compreensão de texto.

2. Sinônimos e antônimos.

3. Frases (afirmativa, negativa, exclamativa e interrogativa).

4. Noções de número: singular e plural.

5. Noções de gênero: masculino e feminino.

6. Concordância do adjetivo com o substantivo e do verbo com o substantivo e com o pronome.

7. Pronomes pessoais e possessivos.

8. Verbos ser, ter e verbos regulares.

9. Reconhecimento de frases corretas e incorretas.

MATEMÁTICA:

1. Operações com números naturais e fracionários: adição, subtração, multiplicação e divisão.

2. Sistemas de medidas: tempo, comprimento, capacidade, massa e quantidade.

3. Resolução de situações-problema.

PARA AS FUNÇÕES DE ATENDENTE DE ESCOLA, AUXILIAR DE DESENVOLVIMENTO ESCOLAR E RECEPCIONISTA TRIADOR

PORTUGUÊS:

1. Interpretação de texto.

2. Sinônimos e antônimos.

3. Sentido próprio e figurado das palavras.

4. Pontuação.

5. Substantivo e adjetivo: flexão de gênero, número e grau.

6. Verbos: regulares, irregulares e auxiliares.

7. Emprego de pronomes.

8. Preposições e conjunções: emprego e sentido que imprimem às relações que

estabelecem.

9. Concordância verbal e nominal.

10. Crase.

11. Regência nominal e verbal.

15

MATEMÁTICA: Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 1. Números inteiros: operações e propriedades.

MATEMÁTICA:

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

1. Números inteiros: operações e propriedades.

2. Números racionais, representação fracionária e decimal: operações e propriedades.

3. Razão e proporção.

4. Porcentagem.

5. Regra de três simples.

6. Equação do 1.º grau.

7. Sistema métrico: medidas de tempo, comprimento, superfície e capacidade.

8. Relação entre grandezas: tabelas e gráficos.

9. Raciocínio lógico.

10. Resolução de situações-problema.

PARA A FUNÇÃO DE AUXILIAR DE ESCRITA

PORTUGUÊS:

1. Interpretação de texto.

2. Pontuação.

3. Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem.

4. Vozes verbais: ativa e passiva.

5. Colocação pronominal.

6. Concordância verbal e nominal.

7. Regência verbal e nominal.

8. Crase.

9. Sinônimos, antônimos e parônimos.

10. Sentido próprio e figurado das palavras.

MATEMÁTICA:

1. Operações com números reais.

2. Mínimo múltiplo comum e máximo divisor comum.

3. Razão e proporção.

4. Porcentagem.

5. Regra de três simples e composta.

6. Média aritmética simples e ponderada.

7. Juro simples.

8. Equação do 1.º e 2.º graus.

9. Sistema de equações do 1.º grau.

10. Relação entre grandezas: tabelas e gráficos.

11. Sistemas de medidas usuais.

12. Noções de geometria: forma, perímetro, área, volume, ângulo, teorema de Pitágoras.

13. Raciocínio lógico.

14. Resolução de situações-problema.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA:

1. MS-–Windows XP: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho,

16

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO área de transferência, manipulação de arquivos e

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS-Office 2003.

2. MS-Word 2003: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto.

3. MS-Excel 2003: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados.

4. MS-PowerPoint 2003: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de páginas, botões de ação, animação e transição entre slides.

5. Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos.

6. Internet: Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas.

PARA AS FUNÇÕES DE EDUCADOR SOCIAL E PROFESSOR DE EMEI

PORTUGUÊS:

1. Morfologia: substantivo, adjetivo, artigo, numeral, pronome, verbo, crase

2. Estrutura, formação e significado de palavras

3. Sintaxe: sujeito, predicado, complementos, período composto por coordenação e subordinação

4. Pontuação e acentuação

5. Concordância nominal e verbal

6. Interpretação de texto

MATEMÁTICA:

1. Medidas: comprimento, superfície, volume, massa, tempo

2. Noções de geometria: formas, perímetro, área e volume

3. Regra de três simples e composta

4. Porcentagem

5. Juros simples

6. Equação de 1º grau

7. Resolução de situações-problema

8. Razões e proporções

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS:

1. Leis Federais ns. 8069/90 e 9394/96

2. Metodologia de ensino

3. Alfabetização

4. Disciplina na escola

5. Tendências pedagógicas

17

6. Currículo e Avaliação Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO BIBLIOGRAFIA (AMBAS AS

6. Currículo e Avaliação

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

BIBLIOGRAFIA (AMBAS AS FUNÇÕES)

BRASIL. Lei Federal n.º 8069/90 - Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. 1990. (artigos 53 a 59)

BRASIL. Lei Federal nº. 9394/96 - Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 1996 (artigos 13, 18, 21, 29, 30, 32)

BRASIL. Ministério da Educação. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Volumes 01, 02 e 03. Brasília, 1998.

Ministério da Educação. Indagações sobre currículo. Cadernos: 01 a 05. Brasília, 2008.

CURTO, L.M.; MORILLO, M.M. e TEIXIDÓ, M.M. Escrever e ler: como as crianças aprendem e como o professor pode ensiná-las a escrever e a ler. Porto Alegre: Artmed, 2000. v. I.

DELORS, J. Os quatro pilares da educação. In: Educação: um tesouro a descobrir. São Paulo. Cortez, 1998. Capítulo 4.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

TOLEDO, M.; TOLEDO, M. Didática de Matemática: como dois e dois. São Paulo: FTD, 1997.

VASCONCELLOS, C. Disciplina: construção da disciplina consciente e interativa em sala de aula e na escola. São Paulo: Libertad, 1995.

PARA A FUNÇÃO DE INSTRUTOR DE TREINAMENTO EM INFORMÁTICA

PORTUGUÊS:

1. Morfologia: substantivo, adjetivo, artigo, numeral, pronome, verbo, crase

2. Estrutura, formação e significado de palavras

3. Sintaxe: sujeito, predicado, complementos, período composto por coordenação e subordinação

4. Pontuação e acentuação

5. Concordância nominal e verbal

6. Interpretação de texto

MATEMÁTICA:

1. Medidas: comprimento, superfície, volume, massa, tempo

2. Noções de geometria: formas, perímetro, área e volume

3. Regra de três simples e composta

4. Porcentagem

5. Juros simples

6. Equação de 1º grau

18

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 7. Resolução de situações-problema 8. Razões e

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

7. Resolução de situações-problema

8. Razões e proporções

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS:

1. MS Office (mínimo 2003) (Word, Excel e Power Point) e Open Office ou BrOffice

2. MS Internet Explorer, Mozilla Firefox

3. MS Windows ME / 2000 ou 2003 / XP e Linux

4. Configuração de redes locais.

5. Hardware e manutenção de computadores.

6. Noções de tratamento de imagens, sons e vídeos.

BIBLIOGRAFIA

BATTISTI, Júlio. Windows XP Home & Professional para usuários e administradores, 2 ed., São Paulo : Axcel Books Editora, 2006

COSTA, Edgard Alves. BrOffice.org – Da teoria à prática. Rio de Janeiro : Brasport, 2007

LACERDA, Ivan Max Freire de. Treinamento profissional em hardware, 2 ed., São Paulo : SENAC,

2007

OLIVEIRA, Marina dos Anjos Martins de. Microsoft Office 2003 Standard. Rio de Janeiro :

Brasport, 2004

STATO FILHO, André. Domínio Linux: do básico aos servidores. São Paulo : Visual Books Editora, 2004

TORRES, Gabriel. Redes de computadores: curso completo. São Paulo : Axcel Books Editora,

2001

PARA A FUNÇÃO DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PORTUGUÊS:

1. Morfologia: substantivo, adjetivo, artigo, numeral, pronome, verbo, crase;

2. Estrutura: formação e significado das palavras;

3. Sintaxe: sujeito, predicado, complementos, período composto por coordenação e subordinação;

4. Concordância nominal e verbal;

5. Pontuação e acentuação;

6. Interpretação de texto.

MATEMÁTICA:

1. Equação do 1º grau;

2. Razão e proporção;

3. Porcentagem;

19

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 4. Medidas: comprimento, superfície, massa, tempo; 5.

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

4. Medidas: comprimento, superfície, massa, tempo;

5. Estatística: tratamento da informação;

6. Geometria;

7. Frações;

8. Juros;

9. Regra de três.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

1. Planejamento escolar;

2. Currículo e escola;

3. Legislação do ensino;

4. Avaliação da aprendizagem do aluno;

5. Disciplina na escola;

6. A função social da escola;

7. Temas transversais;

8. Metodologias de ensino;

9. Política educacional.

BIBLIOGRAFIA

Lei Federal nº 8069/90 – Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. Brasília, 1990. Artigos: 53 a 59.

Lei Federal nº 9394/96. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB. Brasília, 1996. Artigos: 13, 18, 21, 29, 30, 32 e Incisos I a VI do § 3º do Art. 26.

Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais – 1ª a 4ª. Volumes 01 e

07. Brasília: MEC/SEF, 1997.

DELORS, Jacques. Os quatro pilares da educação. In:

descobrir. Cap. 04. São Paulo: Cortez, 1998.

Educação: um tesouro a

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

GALLARDO, Jorge Sergio Pérez e outros. Didática da Educação Física: a criança em movimento. São Paulo: FTD, 1998.

VASCONCELOS, Celso. Disciplina: construção da disciplina consciente e interativa em sala de aula e na escola. São Paulo: Libertad, 1995.

MÉDICO – ÁREA: CLÍNICA MÉDICA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

1. Doenças infecciosas e parasitárias: Rubéola, Sarampo, Caxumba, Encefalites, Varicela Zoster, Hepatites, Raiva, Mononucleose, Enteroviroses, Herpes simples, Difteria, Salmoneloses, Tuberculose, Hanseníase, Estreptococcias, Blenorragia, Conjuntivites,

20

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO Parasitoses Intestinais; Chagas, Toxoplasmose, Esquistossomose,

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

Parasitoses Intestinais; Chagas, Toxoplasmose, Esquistossomose, Lues, Escabiose, Pediculose, Blastomicose, Candidiase, Calazar, Malária, Meningites, AIDS;

2. Epidemiologia especial: Características do agente, hospedeiros e meios importantes para transmissão. Aspectos mais importantes dos diagnósticos clínico e laboratorial e do tratamento. Medidas e Profilaxia. Cólera, Difteria, Doenças de Chagas, Doenças Meningocócicas, Esquistossomose, Dengue, Febre amarela, Febre Tifóide, Hanseníase, Hepatite por vírus, Leptospirose, Leishmaniose, Malária, Meningite Bacteriana e Virais, Poliomielite, Raiva Humana, Sarampo, Tétano, Tuberculose. Epidemiologia Operacional:

Notificação Compulsória;

3. Doenças da nutrição e metabolismo: Avitaminose, Desnutrição, Obesidade e Osteoporose, Diabetes Metabólica, Dislipidemia;

4. Aparelho digestivo: Doenças do Esôfago, Úlcera péptica, Neoplasias Gastrointestinais, Diarréias Agudas e Crônicas, Insuficiências Hepáticas, Cirroses, Colelitiases e Colecistites, Pancreatite, Hepato Esplenomegalia; Diagnóstico Diferencial do abdômen Agudo; Patologias anorretais (fistula anal, hemorróidas);

5. Doenças respiratórias: Infecções de vias aéreas superiores e inferiores; Asma brônquica, Bronquite Crônica e Enfizema Pulmonar; Supurações Pulmonares;

6. Anemias;

7. Hipertensão Arterial Sistêmica, Miocardiopatias;

8. Manejo diagnóstico e clínico dos sistemas: vertigem, fadiga e dor crônica;

9. Transtornos depressivos e de Ansiedade;

10. Síndrome Demencial;

11. Princípios e Diretrizes do Sistema Único de Saúde – SUS.

MÉDICO – ÁREA: GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

1. Princípios e Diretrizes do Sistema Único de Saúde – SUS.

GINECOLOGIA

1. Consulta Ginecológica: anamnese e exame físico;

2. Mecanismos de regulação do ciclo menstrual;

3. Infecção genital: trato genital inferior;

4. Dor pélvica crônica;

5. Amenorréia: primária e secundária;

6. Tensão pré-menstrual;

7. Dismenorréia;

8. Endometriose;

9. Hemorragia uterina disfuncional;

10. Distopia genital: prolápso uterino, retocele, enterocele e rotura perineal;

11. Incontinência urinária;

12. Doenças sexualmente transmissíveis: sífilis, gonorréia, clamídia, cancro mole, herpes genital, linfogranuloma venéreo, donovanose, papiloma vírus humano e AIDS;

13. Climatério;

14. Hiperprolactinemia;

15. Colo uterino: propedêutica, patologias benignas, neoplasia intraepitelial do colo e câncer;

16. Mama: propedêutica, alterações funcionais benignas, tumores benignos, câncer e infecções;

21

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 17. Planejamento familiar; 18. Atendimento à mulher

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

17. Planejamento familiar;

18. Atendimento à mulher vítima de violência sexual.

OBSTETRÍCIA

1. Obstetrícia fisiológica:

Assistência pré-natal ;

Aspectos comportamentais e emocionais na puerperalidade;

Fármacos na gravidez

Vacinas na gestação.

2. Síndromes hemorrágicas:

Hemorragias na primeira metade da gravidez;

Hemorragias na segunda metade da gravidez.

3. Patologias da gestação:

Hiperemese gravídica;

Doença hipertensiva específica da gravidez (DHEG);

Doença hemolítica perinatal pelo fator Rh;

Amniorrexe prematura;

Restrição do crescimento intra-uterino;

Gestação prolongada;

Aspectos obstétricos da prematuridade;

Óbito fetal;

Gestação múltipla;

Polidrâmnio;

Oligoâmnio;

Morte materna.

4. Intercorrências clínicas na gravidez:

Sífilis;

Rubéola;

Toxoplasmose;

Hepatites Virais;

Hipertensão Arterial Crônica;

Cardiopatias;

Diabetes Mellitus;

Infecção do Trato urinário;

Anemias;

Verminoses;

Obesidade;

Acompanhamento da gestante HIV positivo.

5. Intercorrências ginecológicas na gravidez:

Vulvovaginites e Cervicites;

Papilomavírus Humano (HPV);

Herpes Genital;

Lesões precursoras do Carcinoma do Colo Uterino.

6. Puerpério:

Anticoncepção no puerpério;

Aleitamento Materno – manejo clínico;

Inibição ou supressão de lactação;

Infecção puerperal.

22

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 7. Propedêutica subsidiária: • Ultra-sonografia em

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

7. Propedêutica subsidiária:

Ultra-sonografia em obstetrícia;

Amniocentese – indicações e técnica.

MÉDICO – ÁREA: INFECTOLOGIA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

1. Infecção urinária;

2. Pneumonia adquirida na comunidade e infecção de vias aéreas superiores;

3. Infecção em sistema nervoso central;

4. Diarréia infecciosa;

5. Estreptococcia e estafilococcias;

6. Infecção pelo vírus HIV;

7. Doenças sexualmente transmissíveis;

8. Tuberculose;

9. Paracoccidioidomicose;

10. Leishimaniose;

11. Hepatites virais;

12. Dengue e febre amarela;

13. Síndrome da mononucleose infecciosa;

14. Imunização;

15. Doenças exantemáticas;

16. Princípios e Diretrizes do Sistema Único de Saúde – SUS.

MÉDICO – ÁREA: ORTOPEDIA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

1. Conceitos gerais de ortopedia e traumatologia;

2. Diagnóstico e tratamento de lesões traumáticas e patologia dos membros superiores:

ombro, braço; antebraço e mão;

3. Diagnóstico e tratamento de lesões traumáticas e patologia da coluna vertebral;

4. Diagnóstico e tratamento de lesões traumáticas e patologia do quadril;

5. Diagnóstico e tratamento de lesões traumáticas e patologia do joelho;

6. Diagnóstico e tratamento de lesões traumáticas e patologia do tornozelo e pé;

7. Diagnóstico e tratamento de tumores ósseos e sarcoma de partes moles;

8. Diagnóstico e tratamento de alongamento e reconstrução óssea;

9. Diagnóstico e tratamento das doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo;

10. Princípios e Diretrizes do Sistema Único de Saúde – SUS.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

MÉDICO – ÁREA: PEDIATRIA

1. RN normal, Puericultura, Patologias neonatais;

2. Avaliação do Crescimento e Desenvolvimento (aspectos físicos e neuropsicomotor);

23

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO 3. Alimentação no primeiro e segundo ano

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

3. Alimentação no primeiro e segundo ano de vida, aleitamento materno;

4. Vacinação;

5. Desnutrição Protéico - Energético, Anemias e Hipovitaminoses;

6. Patologias do Aparelho Cardio-Respiratório (cardiopatias congênitas, insuficiência cardíaca, disritmias cardíacas, hipertensão arterial, endocardite infecciosa, miocardite, infecções respiratórias agudas: rinofaringites, faringoamigdalites, laringites, otite média aguda, bronquites, bronquiolites, pneumonias e broncopneumonias, sinusopatias, asma brônquica, tuberculose, corpo estranho em árvore traquiobrônquica);

7. Patologias do trato gastrointestinal: diarréia aguda, diarréia persistente, dor abdominal recorrente, constipação intestinal crônica, reflexo gastro-esofágico, vômitos, conduta diagnóstica, abdomen agudo (apendicite aguda, obstrução por áscaris), hepatites;

8. Distúrbio hidroeletrolíticos e metabólicos (desidratação - terapia de reidratação oral);

9. Patologias do Sistema Nervoso (síndrome epiléptica, cefaléias, micro e macrocefalias, meningite e meningoencefalites);

10. Patologias do aparelho genito-urinário (infecção do trato urinário, glomerulonefrite difusa aguda, hipertensão arterial, síndrome nefrótico, hematúrias na infância, vulvovaginites, fimose, parafimose, aderências prepuciais, hidrocele, torção testicular, hipospadia e epispádia);

11. Adenomegalias regionais e generalizadas;

12. Doenças infecto contagiosas e parasitárias;

13. Intoxicações agudas e acidentes na infância;

14. Principais tumores na infância;

15. Indicadores de Saúde e conceitos básicos utilizados em Epidemiologia;

16. Princípios e Diretrizes do Sistema Único de Saúde – SUS.

MÉDICO – ÁREA: URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

1. Portarias Ministeriais que regulamentam o sistema de Atenção às Urgências;

2. Ética em Saúde, Código de Ética Médica e Legislação Profissional;

3. Cinemática do trauma;

4. Protocolo do atendimento inicial ao traumatizado;

5. Abordagem em situações de urgências do tipo:

Traumatismo raquimedular;

Protocolos ATLS, ACLS, PHTLS, PALS;

Lesões torácidas;

Choque;

Traumatismo crânio encefálico;

Protocolo de crise hipertensiva;

Protocolo da reanimação cardirespiratória;

O atendimento de urgência e emergência e o Sistema Único de Saúde;

Atendimento ao queimado;

Trauma na gestação;

Urgências na infância;

6. Princípios e Diretrizes do Sistema Único de Saúde – SUS.

24

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO MÉDICO DO TRABALHO CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 1. Conceitos

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

MÉDICO DO TRABALHO

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

1. Conceitos Básicos em Saúde Ocupacional:

Conceitos de dano ou agravo á saúde;

Classificação do dano ou agravo á saúde;

Acidente de Trabalho;

Processo Saúde e Doença em saúde ocupacional;

PCMSO, exames admissionais, demissionais e perícias.

2. Patologias do Trabalho relacionadas aos sistemas e aparelhos (conceito, diagnóstico,

tratamento, prognóstico, intervenção em ambiente de trabalho e prevenção):

Sistema Respiratório: Asma Ocupacional, Silicose, Doenças associadas ao asbesto, Pneumocomicoses, Pneumunite por hipersensibilidade, Câncer Ocupacional do trato respiratório;

Dermatoses ocupacionais;

Doenças do Sistema Músculo Esquelético – LER / DORT e outras;

Sangue e Órgãos formadores;

Sistema Imunológico;

Sistema Nervoso;

Psicopatologia e Psicodinâmica no trabalho;

Aparelho Cardiovascular;

Rins e Trato Urinário;

Aparelho Digestivo;

Órgãos do sentido – Audição;

Efeitos do Trabalho sobre a reprodução.

3. Outras Patologias e Problemas e Específicos do Trabalho:

Trabalho agrícola e sua relação com o processo saúde/doença;

Trabalho em turnos e sua relação com o processo saúde/doença;

Trabalho em ambiente hiperbárico;

Intoxicações exógenas agudas relacionadas ao trabalho;

Relação ambiente de trabalho e doenças do trabalho;

Avaliação do trabalho e do ambiente do trabalho;

Inspeção de rotina e local de trabalho;

Estratégias de controle;

Análise do processo de trabalho;

Características de mão de obra.

4. Legislações em Saúde do Trabalhador e pertinentes ao SUS.

5. Conceitos em epidemiologia descritiva e analítica.

25

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO ANEXO III ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES ATENDENTE DE

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

ANEXO III

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES

ATENDENTE DE ESCOLA

I-

preparar e distribuir a merenda escolar;

II-

preparar e servir o café matinal ou lanche;

III-

preparar a merenda que é distribuída para as escolas, creches e outros;

IV-

manter a conservação e higiene do ambiente, equipamentos e utensílios;

V-

controlar a permanência do pessoal na cozinha;

VI-

colaborar na previsão de gêneros alimentícios, utensílios, material de limpeza utilizados na cozinha;

VII-

executar outras tarefas afins.

AUXILIAR DE DESENVOLVIMENTO ESCOLAR

I-

realizar e zelar pela limpeza / higienização geral da Unidade Escolar;

II-

verificar diariamente as condições gerais de saúde dos alunos, levando ao conhecimento da direção da Escola qualquer alteração ou observação que julgar pertinente;

III-

prestar os primeiros socorros em caso de acidente ocorrido dentro da Unidade Escolar, bem como atender as crianças que exigirem cuidados especiais de saúde;

IV-

acompanhar os alunos com deficiência na locomoção pelas dependências da Unidade Escolar, inclusive aos sanitários, auxiliando-os no que for necessário;

V-

acompanhar, sempre que necessário, os alunos à Unidade Básica da Saúde ou até suas residências;

VI-

cuidar da higienização diária dos alunos, de acordo com a especificidade do atendimento oferecido pela Unidade Escolar: banho, troca de fraldas, escovação de dentes, vestir, calçar, etc., contribuindo para a gradativa autonomia do aluno com relação às atividades de vida diária;

26

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO VII- colaborar com os professores nas refeições,

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

VII-

colaborar com os professores nas refeições, repouso, recreação, intervalo para recreio, passeios e visitas externas à Unidade Escolar;

VIII-

colaborar no encaminhamento dos alunos que utilizam o transportes escolar;

IX-

executar serviços de lavanderia;

X-

executar outras tarefas afins.

AUXILIAR DE ESCRITA

I

-

executar serviços de escritório de natureza rotineira;

II -

datilografar ofício, cartas, memorandos, pareceres, informações, leis, regulamentos, decretos, portarias e outros atos oficiais, copiando de originais datilografados ou manuscritos;

III

-

eventualmente, utilizar redação própria de caráter rotineiro;

IV

-

conferir textos datilografados com originais;

V

-

resumir em fichas o conteúdo de documentos oficiais;

VI -

preparar relatórios simples, balancetes, boletins e levantamentos;

VII -

executar tarefas simples e rotineiras de contabilidade;

VIII -

atender ao público;

IX

-

executar outras tarefas afins.

 

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

 

I-

executar a limpeza interna e externa do prédio onde exerce suas funções;

II-

efetuar verificação e conservação do local de trabalho, mantendo-o limpo durante todo o expediente;

III-

proceder à entrega e distribuição de documentos, correspondências e pequenos volumes, zelando pela sua guarda e mantendo sigilo sobre o conteúdo dos mesmos;

IV-

realizar tarefas auxiliares de portaria;

V-

preparar e servir café;

27

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO VI- levar documentos ao serviço gráfico para

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

VI-

levar documentos ao serviço gráfico para reprodução de cópias, sempre que solicitado;

VII-

atender telefones e anotar recados quando necessário;

VIII-

atender e encaminhar o público às ante-salas dos Secretários e outros;

IX-

prestar informações sobre localização de repartições;

X-

executar outras tarefas afins.

COLETOR DE LIXO

I-

efetuar a coleta de lixo domiciliar, comercial, industrial e hospitalar;

II-

efetuar a coleta de lixo em todos os hospitais, maternidades, pronto-socorros, ambulatórios, clínicas médicas e odontológicas, farmácias e drogarias, laboratórios e congêneres;

III-

participar na realização de campanhas de orientação e conscientização, junto aos munícipes, quanto ao acondicionamento do lixo, bem como a separação adequada dos resíduos (coleta seletiva), contribuindo, assim, para uma melhor qualidade de vida e preservação do meio ambiente;

IV-

observar e cumprir as normas de higiene e de segurança do trabalho, bem como a utilização de E.P.I. – Equipamento de Proteção Individual (uniforme completo - calçado de segurança, luva, boné, capa impermeável para dias chuvosos), conforme o P.P.R.A. – Programa de Preservação de Riscos Ambientais, elaborado pelo Serviço Municipal de Saúde do Trabalhador;

V-

executar outras tarefas afins.

EDUCADOR SOCIAL

I-

manter contato permanente em locais do Município considerados de risco social e pessoal para usuários (crianças e adolescentes);

II-

manter atualizados os cadastros dos usuários da assistência social;

III-

participar na elaboração, formulação e implementação das atividades e ações desenvolvidas na assistência social;

IV-

responsabilizar-se pela eficiência e resultado do trabalho da equipe, realizado

na

área da assistência social;

28

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO V- oportunizar, acompanhar e avaliar o processo

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

V-

oportunizar, acompanhar e avaliar o processo de aprendizagem essencial na área educativa, sócio-política e econômica, garantindo o direito do exercício da cidadania dos usuários;

VI-

estimular e participar de processos de inovações ao trabalho, que possam beneficiar e ampliar as ações na área da assistência social;

VII-

comprometer-se e exercitar a prática do trabalho em equipe;

 

VIII-

executar outras tarefas afins.

 

INSTRUTOR DE TREINAMENTO EM INFORMÁTICA Secretaria Municipal da Educação

 

I-

prestar suporte técnico aos usuários de microcomputadores, no tocante ao uso de software de autoria, básico, aplicativos, serviços de informática e de redes em geral;

II-

prestar suporte em ambiente Windows Server, Windows, Linux e Web;

 

III-

diagnosticar problemas de hardware e software, a partir de solicitações recebidas dos usuários, buscando soluções para os mesmos ou solicitando apoio superior;

IV-

desenvolver aplicações baseadas em software de autoria e básico, utilizando técnicas apropriadas, mantendo a documentação dos sistemas e registros de uso dos recursos de informática;

V-

realizar

o

acompanhamento

do

funcionamento

dos

sistemas

em

processamento, solucionando irregularidades ocorridas durante a operação;

VI-

contribuir em treinamentos de usuários no uso de recursos de informática, incluindo a preparação de ambiente, equipamento e material didático;

VII-

auxiliar na organização de arquivos, envio e recebimento de documentos pertinentes à sua área de atuação para assegurar a pronta localização de dados;

VIII-

zelar pela guarda, conservação, manutenção e limpeza dos equipamentos, instrumentos e materiais utilizados, bem como do local de trabalho;

IX-

manter-se atualizado em relação às tendências e inovações tecnológicas de sua área de atuação e das necessidades do trabalho;

X-

executar outras tarefas correlatas, conforme a necessidade do serviço.

 

MÉDICO

29

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO I- realizar consulta médica nas Unidades de

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

I-

realizar consulta médica nas Unidades de Saúde, domicílio ou em outros locais definidos pelo Modelo de Atenção vigente no Sistema de Saúde do Município;

II-

planejar o atendimento, revisando e sumarizando o prontuário, focalizando as necessidades do paciente e realizando história clínica que considere o contexto de vida do paciente;

III-

realizar exame clínico, respeitando a privacidade e conforto do paciente;

 

IV-

explicar e orientar o paciente sobre os procedimentos a serem realizados;

V-

adotar medidas de Biossegurança;

 

VI-

solicitar

e

interpretar

exames

complementares

justificando

suas

decisões

baseando-se em evidências, financiamento de recursos;

na relação custo/beneficio, no acesso e no

VII-

elaborar um Plano de Cuidado para o paciente considerando as evidências encontradas na literatura, protocolos estabelecidos pela Secretaria Municipal da Saúde e o contexto de vida do paciente, envolvendo outros profissionais ou recursos comunitários quando necessário;

VIII-

contemplar no Plano de Cuidado, ações de Prevenção e Promoção de Saúde, considerando o grau de resolutividade dos diferentes serviços de atenção à saúde ao referenciar/contra referenciar o paciente;

IX-

comunicar e registrar no prontuário, as informações relevantes de forma organizada e orientada para o problema do paciente;

X-

manter comunicação respeitosa com o paciente, sua família e acompanhante;

XI-

estabelecer relação de colaboração com colegas e/ou membros da equipe;

XII-

fazer e receber criticas respeitosamente;

 

XIII-

avaliar indicadores de qualidade do serviço de saúde no qual participa e propor ações de melhoria;

XIV-

participar dos Programas de Aprimoramento e Educação Continuada propostos pela Secretaria Municipal da Saúde;

XV-

participar da formação de Recursos Humanos da área de saúde, recebendo alunos em campo de estágio na Rede Básica de Saúde, respeitando os Convênios firmados pela Prefeitura Municipal de Marília.

XVI-

garantir uma cadeia de sobrevivência durante todas as fases do atendimento pré- hospitalar, incluindo o acompanhamento da pessoa até o serviço de referência;

30

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO XVII- utilizar os recursos compatíveis ao atendimento

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

XVII-

utilizar os recursos compatíveis ao atendimento pré-hospitalar móvel para o diagnóstico e intervenção indicadas e disponíveis para o atendimento da necessidade de saúde;

XVIII-

utilizar os protocolos de atendimento pré-hospitalar às situações de urgência e emergência e propor alterações compatíveis com a realidade local;

XIX-

conhecer a rede de serviços da região e Município;

XX-

manter uma visão global e permanentemente atualizada dos meios disponíveis para o atendimento pré-hospitalar e das portas de urgência, avaliando periodicamente sua capacidade operacional;

XXI-

classificar a prioridade do atendimento a ser realizado;

XXII-

realizar orientação telefônica, sempre que solicitado;

XXIII-

manter contato diário com os serviços médicos de emergência integrados ao sistema;

XXIV-

prestar assistência direta aos pacientes nas ambulâncias, realizando os atos médicos possíveis e necessários ao nível pré-hospitalar;

XXV-

garantir a continuidade da atenção médica ao paciente grave, até sua recepção por outro médico no Serviço de Urgência.

MÉDICO DO TRABALHO

I

-

programar e executar planos de proteção sanitária da saúde dos trabalhadores;

II -

realizar inquéritos sanitários e ambientais nos locais de trabalho;

III

-

realizar exames pré admissionais, periódicos e especializados, inclusive provas biológicas e outras necessárias aos fins previstos;

IV

-

dedicação de cuidado especial aos trabalhadores expostos à insalubridade, aos do sexo feminino, aos menores e aos deficientes;

V -

estudar a importância do fator humano nos acidentes e adoção de medidas preventivas;

VI

-

analisar as causas da fadiga dos trabalhadores, indicando medidas preventivas;

VII -

estudar as causas médicas do absenteísmo e propor medidas para seu controle;

31

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO VIII - planejar e coordenar programas de

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

VIII - planejar e coordenar programas de educação sanitária e alimentação para os trabalhadores, e divulgar conhecimentos que visem à prevenção de doenças no trabalho;

IX -

promover medidas profiláticas como vacinação e outras;

 

X -

promover

levantamentos

de

doenças

e

acidentes

do

trabalho,

estudos

epidemiológicos e análise dos resultados com vistas às atividades preventivas;

XI -

estabelecer para o pronto atendimento dos acidentes e das emergências médicas e promover o treinamento de Primeiros Socorros dentro da Prefeitura;

XII -

organizar estatísticas de morbidade e de mortalidade dos trabalhadores, com investigação de suas possíveis relações com as atividades funcionais;

XIII

-

orientar e participar na CIPA no que se refere à preservação e proteção da saúde dos trabalhadores;

XIV

-

elaborar programas, supervisionar e participar do treinamento dos empregados, no que se relacione com a preservação e proteção da saúde;

XV

-

sugerir medidas visando ao aproveitamento dos recursos médicos comunitários;

XVI

-

articular com o setor especializado em Segurança do Trabalho, no estudo e solução dos problemas comuns aos dois setores;

XVII - articular com os órgãos competentes de reabilitação profissional, nos casos de redução da capacidade laborativa dos trabalhadores, propor normas e regulamentos internos sobre Medicina do Trabalho;

XVIII

-

orientar os diversos órgãos da Prefeitura, nos estabelecimentos de medidas e controle sanitário dos ambientes de trabalho e locais acessórios;

XIX

-

colaborar nas campanhas de prevenção de acidentes de trabalho;

XX

-

colaborar com as autoridades responsáveis em bem-estar e saúde pública;

XXI

-

manter registro sistemático de todas as ocorrências referentes à saúde de cada servidor;

XXII -

manter intercâmbio com entidades ligadas aos problemas de Medicina do Trabalho;

XXIII executar outras tarefas afins;

-

XXIV elaborar, gerenciar e coordenar o PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional.

-

32

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA I - proporcionar

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA

I

-

proporcionar

o

primeiro

contato

dos

alunos

com

o

maior

número

de

 

modalidades esportivas;

 

II -

incentivar

a prática esportiva e condicionamento físico na prevenção do

sedentarismo;

III - organizar competições ou campeonatos entre as Unidades da Casa do Pequeno Cidadão e/ou Entidades Assistenciais, bem como entre as Unidades Escolares da Rede Municipal de Ensino;

IV

-

ser responsável pela organização do material esportivo;

V -

acompanhar os alunos em passeios, eventos esportivos, etc;

VI

-

executar as atividades docentes propostas em seu plano curricular apresentado à Coordenação da Casa do Pequeno Cidadão ou à Direção da Unidade Escolar, apresentando sempre que necessário, as dificuldades encontradas;

VII -

participar das atividades cívicas, culturais, educativas e esportivas da Casa do Pequeno Cidadão ou das Unidades Escolares da Rede Municipal de Ensino;

VIII -

participar de reuniões pedagógicas, reciclagem, encontros de educação, cursos de atualização, comemorações e promoções da Casa do Pequeno Cidadão ou das Unidades Escolares da Rede Municipal de Ensino;

IX -

avaliar e incentivar a formação de futuros atletas;

X -

executar quaisquer outras atribuições correlatas determinadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social ou pela Secretaria Municipal da Educação.

 

PROFESSOR DE EMEI

 

I-

executar

as

atividades

docentes

propostas

em

seu

plano

curricular

apresentando, sempre que necessário, ao Diretor, as dificuldades encontradas;

II-

colaborar no processo de orientação educacional, mantendo permanente contato com os pais dos alunos e seus responsáveis, informando-os e orientando-os sobre o desenvolvimento dos educandos e obtendo dados de interesse para o processo educativo;

III-

executar,

manter

organizada

e

atualizada

a

escrituração

sob

sua

responsabilidade;

33

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO IV- proceder à observação dos alunos, identificando

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

IV-

proceder à observação dos alunos, identificando as necessidades e carências de ordem social, psicológica, material ou de saúde, que interferem na aprendizagem, encaminhado-os ao Diretor para as providências cabíveis;

V-

participar

das

atividades

cívicas,

culturais

e

educativas

da

Escola

e

da

comunidade;

 

VI-

participar da Associação de Pais e Mestres das Escolas, Conselho de Escola e outras instituições auxiliares da escola;

VII-

participar de reuniões pedagógicas, reciclagem, encontro de Educação, Cursos de Atualização, comemorações e promoções internas da Escola;

VIII-

executar quaisquer outras atribuições correlatas, determinadas pela Secretaria Municipal da Educação.

IX-

Exercer atividades administrativo-burocráticas da Unidade escolar na qual estiver lotada, durante o período em que estiver em regime de dedicação parcial.

 

RECEPCIONISTA TRIADOR

 

I-

operar todos os equipamentos de rádio comunicação;

 

II-

operar sistema de rádio comunicação e telefonia na central de atendimento

(192);

III-

exercer o controle operacional da frota de veículos do sistema de atendimento;

IV-

conhecer a malha viária e as principais vias de acesso a todas as áreas do Município;

V-

atender solicitações telefônicas da população;

 

VI-

anotar informações colhidas do solicitante, preeenchendo formulário próprio;

 

VII-

prestar informações pertinentes à solicitação;

 

VIII-

estabelecer contato radiofônico com as ambulâncias;

 

IX-

estabelecer contato com hospitais e serviços de saúde de referência, com a finalidade de colher dados e trocar informações;

X-

obedecer aos protocolos de serviço;

 

XI-

integrar via rádio comunicação os serviços de apoio do Município;

 

34

Prefeitura Municipal de Marília ESTADO DE SÃO PAULO XII- desempenhar suas funções com respeito, sigilo

Prefeitura Municipal de Marília

ESTADO DE SÃO PAULO

XII-

desempenhar suas funções com respeito, sigilo profissional e cidadania dentro dos princípios éticos e legais;

XIII-

registrar no sistema de informatização, os dados de produção da Central de Ambulâncias.

35