Você está na página 1de 3

Reflexão

UFCD 26- Aplicações Informáticas de


gestão - área comercial
UFCD28- Gestão de Recursos
informáticos
UFCD29 – Gestão de equipamentos e
serviços

No decorrer da formação das UFCDs acima referidas, passo a mencionar


pontos importantes que o nosso formador nos transmitiu.

Aprendemos a elaborar um Caderno de Encargos, vimos os pontos


fulcrais a serem mencionados nestes.

O Caderno de Encargos tem de ter cláusulas para defender a quem compra.


Acho importante ter em atenção as cláusulas sobre o prazo de entrega do
produto ou serviço, forma de pagamento.
Garantias no caso do não cumprimento do prazo de entrega, como uma
indemnização.
Ter em atenção o facto de o adjudicatário subcontratar terceiras entidades para
a realização de tarefas relativas ao objecto do contrato, sem prévio
consentimento da entidade adjudicante.
O adjudicatário responde pelos danos que causar à entidade contratante em
razão do incumprimento culposo das obrigações que sobre ele impendam, nos
termos das disposições seguintes.
Sempre que ocorra um caso de força maior, devidamente comprovado e que
implique a suspensão da entrega, devem as entidades fornecedoras, logo que
dele tenham conhecimento, requerer à entidade adquirente que lhes seja
concedida uma prorrogação adequadamente fundamentada
do respectivo prazo.
Os produtos deverão incorporar todas as peças e ser
acompanhadas do certificado de garantia, dos manuais, das
instruções técnicas e outros elementos necessários a
garantir o seu funcionamento em condições normais de uso.

Vimos a importância de se escolher bem os equipamentos e serviços a adquirir


numa empresa, que devemos sempre optar pelos que são realmente
necessários para executar uma determinada função, senão escolhermos bem
os equipamentos corremos o risco de adquirir um que seja insuficiente ou que
tenha funções que não sejam necessárias.
Levando sempre em consideração os custos de aquisição de tal equipamento,
e os custos que podem vir a existir por falta do mesmo, analisar sempre se vai
valer a pena o investimento. Também o formador nos deu conhecimento sobre
os programas de gestão existentes. Achei interessantes as diversas utilidades
que cada um oferece. Já trabalhei com um programa mais simples, por não ter
necessidade de um mais complexo, fiquei impressionada com a variedade de
funções que tais oferecem.

Vimos a importância destes, visto que a preocupação das empresas é ter um


sistema que ajude a gerir a empresa ou o negócio.

Aprendemos com uma sessão prática sobre os componentes do computador,


como por exemplo modem, router, disco rígido, placa de rede, qual a finalidade
destes componentes, enfim o formador nos transmitiu conhecimentos que
podem ser necessários para o caso de nos depararmos com situações no
campo profissional, como também em nossa casa.
Aprendemos os riscos de se perder informações da armazenagem de
informações no computador, meios que nos ajudam a salvar informações
importantes.
Os componentes existentes para protecção de picos de energia; uma unidade
de alimentação para proteger os servidores.
O formador disse que uma das coisas mais importantes na utilização da
informática é a energia e também os softwares.
Quando estamos numa empresa tudo tem a ver com custos/preços, não é um
equipamento mais barato, mas sim um custo total da propriedade, fizemos uma
simulação de uma compra de uma impressora, e vimos que uma impressora
mais barata se tornou a mais cara, devido a manutenção, os consumíveis, etc.
Devemos saber todos os custos de um equipamento, porque se houver um dia
de paragem, sabemos os custos que implicam.
O custo da oportunidade perdida, por exemplo, sempre que tomamos uma
decisão temos que optar e deixar outra opção de lado. Por ter um computador
desligado, não tive a oportunidade de tentar vender.
“Será que é vantagem ao invés de ter um contrato de manutenção de 20
computadores, ou ter 2 computadores extras (suplentes)?”

Ao adquirir um equipamento devemos sempre ter em atenção as manutenções


e as garantias.
Planos de contingência: se somos 10 a trabalhar, temos que criar regras, não
adianta ter fonte de alimentação, quando faltar a luz, deve desligar o
computador. Cada vez que desligar o computador aumenta o tempo de
contingência para aqueles que mais precisam do computador.
Quando se usa a tecnologia para resolver um problema sem planear vai criar
mais problemas.
O negócio pode morrer, por uma má decisão. As pessoas têm sempre uma
desculpa, mas é o nosso negócio, os nossos clientes não querem desculpas.
O que é importante no nosso negócio, independente da dimensão do negócio,
são as respostas aos nossos clientes.

Na minha opinião um dos pontos mais importantes no campo profissional e até


mesmo académico é a questão da segurança das informações contidas nos
computadores, também formas de ganhar velocidade, o que traduz redução de
custos relacionados com a produção em uma empresa.

Agora e no futuro minha preocupação sempre será os meios de guardar


informações e de dar velocidade durante a utilização dos recursos informáticos.

Concluindo, na minha opinião este módulo é essencial para qualquer actividade


nos dias actuais, porque qualquer profissão que iremos exercer e até mesmo
para a organização da nossa vida particular os equipamentos informáticos são
imprescindíveis.

Formador: Jorge Ramos


Formanda: Luciene Carvalho