Você está na página 1de 2

AS GERAÇÕES ROMÂNTICAS (PRIMEIRA

GERAÇÃO) - INDIANISMO

PROFº: MICHEL GOMES Frente: 01 Aula: 10 AL170407


(CN)

Manuel Antônio Álvares Resumo das características desta geração:


de Azevedo nasceu na
cidade de São Paulo em 12 1- Fuga da realidade/ Evasão/ Escapismo: os
de setembro de 1831. Ainda autores não encaravam de frente a realidade,
criança transferiu-se com a preferiam fugir dela através do tempo,
família para o Rio de Janeiro, resgatando o passado, a infância; através do
onde fez o curso primário. Em espaço, criando lugares inexistentes e ilusórios e
1848, retornou a São Paulo e da morte.
matriculou-se no curso de 2- Morbidez: temas que envolviam uma fixação por
Direito. Nessa cidade não se morte.
sabe ao certo como foi sua 3- Pessimismo exagerado
vida. Alguns dizem que viveu 4- Visão espiritualizada da mulher, endeusada:
uma intensa e tumultuada a mulher era comparada a seres como anjos,
vida boêmia, já outros falam que sua vida foi calma ninfas, santas, de maneira a abstraí-la.
e serena. O que sabemos ao certo é que durante 5- Egocentrismo exagerado
esse período sua produção poética foi muito intensa. 6- Clima noturno, soturno, sombrio, por vezes
satânico, lúgubre
A partir de 1851 o poeta passa a ter fixação
pela idéia da morte. Isso Poesia de Álvares de Azevedo
fica claro nas cartas
destinadas à mãe e à Texto 01:
irmã.
Vagabundo
Em 25 Abril de 1852,
quando tinha apenas 20 Eat, drink, and love; what can the rest avail us?
anos, Álvares de BYRON, DON JUAN.
Azevedo morreu vítima
de tuberculose,
deixando uma obra Eu durmo e vivo ao sol como um cigano,
relativamente extensa, Fumando meu cigarro vaporoso,
para quem viveu tão Nas noites de verão namoro estrelas,
pouco. Álvares de Sou pobre, sou mendigo e sou ditoso...
Azevedo, representante Ando roto, sem bolsos nem dinheiro;
brasileiro mais legítimo Mas tenho na viola uma riqueza:
do mal-do-século, foi Canto à lua de noite serenatas...
fortemente influenciado E quem vive de amor não tem pobreza.
por Lord Byron e
Musset. Sua poesia é marcada pelo subjetivismo, Texto 02:
melancolia e um forte sarcasmo. Os temas mais
comuns são o desejo de amor e a busca pela Quando em meu peito rebentar-se a fibra,
morte. O amor é sempre idealizado, povoado por Que o espírito enlaça à dor vivente,
virgens misteriosas, que nunca se transformam em Não derramem por mim nem uma lágrima
realidade, causando assim a dor e a frustração que Em pálpebra demente.
são acalmadas pela presença da mãe e da irmã. Já a E nem desfolhem na matéria impura
busca pela morte tem o significado de fuga, o eu- A flor do vale que adormece ao vento:
lírico sente-se impotente frente ao mundo que lhe é Não quero que uma nota de alegria
apresentado e vê na morte a única maneira de Se cale por meu triste passamento.
libertação. De sua obra, toda ela publicada Eu deixo a vida como deixa o tédio
postumamente, destacam-se os contos do livro Do deserto, o poente caminheiro
"Noite na Taverna" (1855), a peça de teatro Como as horas de um longo pesadelo
"Macário" (1855) e o livro de poesias "Lira dos Vinte Que se desfaz ao dobre de um sineiro;
Anos" (1853). Só levo uma saudade - é dessas sombras
Que eu sentia velar nas noites minhas...
De ti, ó minha mãe! pobre coitada
Que por minha tristeza te definhas!
Fale conosco www.portalimpacto.com.br
Texto 03: Texto II ( Djavan) "Meu bem–querer
Pálida à luz da lâmpada sombria, Tem um quê de pecado / Acariciado pela emoção /
Sobre o leito de flores reclinada, Meu bem–querer / Meu encanto / Tô
Como a lua por noite embalsamada, sofrendo tanto / E o que é o sofrer / Para
Entre as nuvens do amor ela dormia! mim que estou / Jurado pra morrer de
Era a virgem do mar, na escuma fria amor”
Pela maré das águas embalada! a) idealização da infância.
Era um anjo entre nuvens d'alvorada b) religiosidade.
Que em sonhos se banhava e se c) atração pela morte.
esquecia! d) exaltação da natureza.
Era mais bela! o seio palpitando e) luta social.
Negros olhos as pálpebras abrindo
Formas nuas no leito resvalando 03 (UNICHEL 2006) – Ainda sobre o poeta
Não te rias de mim, meu anjo lindo! português Álvares de Azevedo, marque as
Por ti — as noites eu velei chorando, afirmações corretas sobre a leitura
Por ti — nos sonhos morrerei comparativa entre o tema predominante
sorrindo! entre o autor do Mal do Século e Renato
Russo.
Exercícios
01. (UNICHEL2006) – Leia atentamente Texto I
o enunciado sobre a escola literária
chamada de Romantismo: Adeus, Meus Sonhos! (Álvares de
Azevedo)
I Os românticos dão valor aos sentimentos, Adeus, meus sonhos, eu pranteio e morro!
desprezando a razão e o equilíbrio. Possui um Não levo da existência uma saudade!
caráter conquistador, revolucionário, audacioso, E tanta vida que meu peito enchia
sensível e rebelde que dá plena liberdade ao autor Morreu na minha triste mocidade!
para seguir seus próprios impulsos. Misérrimo! Votei meus pobres dias
II O romântico possui interesse pelo passado À sina doida de um amor sem fruto,
medieval, pois o passado é visto como diferente, E minh'alma na treva agora dorme
exótico, cheio de coisas misteriosas, inexplicáveis. Como um olhar que a morte envolve em luto.
III A fuga da realidade através da morte é outro Que me resta, meu Deus? Morra comigo
traço romântico. A busca pelo sobrenatural é mais
uma forma que o homem encontra para tentar se Texto II ( Renato Russo) "A Via Láctea”
evadir das corrupções materialista da sociedade
burguesa. “Quando tudo está perdido
Sempre existe um caminho
a) I e II estão corretas
Quando tudo está perdido
b) II e III estão erradas
Sempre existe uma luz, mas não me diga isso
c) I e III estão corretas
Hoje a tristeza não é passageira
d) Todas estão corretas
Hoje fiquei com febre a tarde inteira
e) Todas estão incorretas
E quando chegar a noite
02. (UNICHEL 2005) O texto I é representativo do Cada estrela parecerá uma lágrima
Romantismo e o texto II é claramente Eu nem sei por quê me sinto assim
contemporâneo. Em um ou em outro existem várias Vem de repente um anjo triste perto de mim”
características românticas, porém nos dois há
apenas uma característica ligada à geração do mal- a) idealização da infância enquanto tempo marcado
do-século. Trata-se da: pelo desconhecimento de problemas sócias.
b) Religiosidade exagerada como forma de alívio
Texto I(Álvares de Azevedo) para os males da sociedade materialista.
"Eu quero ao pé de ti sentir o mundo c) Exaltação da natureza enquanto forma
Na tua alma infantil; na tua fronte consciente de se exaltar o sentimento nacionalista
Beijar a luz de Deus; nos teus suspiros após a independência de 1922.
Sentir as virações do paraíso; d) Luta social em prol da causa abolicionista e
E a teus pés, de joelhos, crer ainda contra o tráfico negreiro.
Que não mente o amor que um anjo inspira e) Evasão pela morte, comportamento mórbido e
Que eu posso na tua alma ser ditoso descrição de imagens macabras.
Beijar-te nos cabelos soluçando
E no teu seio ser feliz morrendo!"
Fale conosco www.portalimpacto.com.br