Você está na página 1de 9

1 de 9

1 de 9 FACULDADE FACULDADE DE DE TECNOLOGIA TECNOLOGIA DE DE CARAPICUÍBA CARAPICUÍBA PLANO DE ENSINO

FACULDADEFACULDADE DEDE TECNOLOGIATECNOLOGIA DEDE CARAPICUÍBACARAPICUÍBA

PLANO DE ENSINO – 1º semestre de 2010

Curso: Análise de Sistemas e Tecnologia da Informação

 

Disciplina:   Sistemas Operacionais 1   

 

Sigla: SO1     

Modalidade: I

Carga Horária Semanal: 2 Aulas

Carga Horária Total: 40 aulas

 

Período: Período

 

Número de Alunos: máximo 40

Semestre: 1º Ciclo.

Ano Letivo: 2010

Professores Responsáveis pela Disciplina:

 

Rubens A Menezes de Souza Fº.                        

 

EMENTA

Conceito, funções e características de um Sistema Operacional. Evolução histórica. Apresentação e utilização dos sistemas operacionais proprietários e não proprietários (modo texto: comandos e modo gráfico).

OBJETIVOS GERAIS

Apresentar aos alunos, através da prática na operação de sistemas operacionais, conceitos introdutórios sobre os mecanismos e funcionamento interno dos sistemas operacionais.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Tornar o aluno proficiente na operação de sistemas operacionais, com ênfase em sistemas POSIX. Oferecer ao aluno um entendimento geral da operação interna de Sistemas Operacionais em diferentes plataformas.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS EM RELAÇÃO ÀS COMPETÊNCIAS E HABILIDADES PREVISTAS NO PROJETO PEDAGÓGICO

     

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

O conteúdo programático desta disciplina pretende primeiro fornecer ao aluno um panorama teórico sobre os sistemas operacionais em geral. Em seguida é abordada a operação prática de sistemas tipo UNIX para os quais assumimos que a maioria dos alunos se encontra menos familiarizada, concomitante a operação dos sistemas são abordados diversos aspectos teóricos sobre a sua construção.

METODOLOGIA DE ENSINO

Os conteúdos programáticos serão abordados nas aulas em momentos distintos: teórico e prático.

a abordagem teórica se dará por meio da exposição, por parte do docente, da teoria que contextualiza o tema abordado.

a abordagem prática se dará por meio da aplicação prática dos conceitos abordados em laboratório ou via solicitação de trabalhos (em grupo ou individuais) propostos pelo docente.

RECURSOS NECESSÁRIOS

Quadro branco e canetas para quadro branco; Livros (apontados na bibliografia básica e na bibliografia complementar); Projetores (data-show, retro-projetor);

2 de 9

2 de 9 FACULDADE FACULDADE DE DE TECNOLOGIA TECNOLOGIA DE DE CARAPICUÍBA CARAPICUÍBA TV e Vídeo;

FACULDADEFACULDADE DEDE TECNOLOGIATECNOLOGIA DEDE CARAPICUÍBACARAPICUÍBA

TV e Vídeo; 400 folhas de papel sulfite;

 

Laboratório

INTERDISCIPLINARIDADE

O

conteúdo desta disciplina serve de introdução tanto para o conteúdo de Sistemas Operacionais II

quanto DSPTI II além de dialogar com os conteúdos de DSPTI I e Informática Básica.      

AVALIAÇÃO

 

Avaliação 01 – individual escrita com valor de 0 (zero) a 10 (dez)

Avaliação 02 – trabalho em grupo (apresentação) valor de 0 (zero) a 10 (dez)

Avaliação 03 – avaliação contínua com valor de 0 (zero) a 10 (dez) dividida em três atividades a serem realizadas pelo aluno ao longo do curso:

Listas de Exercícios 20% da avaliação contínua

Trabalho em grupo (escrito) e on-line 70% da avaliação contínua

Assiduidade, pontualidade, realização das atividades diárias propostas pelo docente, e participação positiva nas (os) discussões/debates propostos durante as aulas correspondem a 10% da avaliação contínua.

A

nota final é composta pela média aritmética das 03 avaliações de acordo com a seguinte fórmula:

Nota Final = (Aval 01 + Aval 02 + Aval 03) / 3

OBSERVAÇÕES RELEVANTES:

Os pesos da prova, trabalho e avaliação contínua são iguais.

SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO PARA A RECUPERAÇÃO DA APRENDIZAGEM

A

avaliação contínua com as listas de exercício e trabalho escrito que será acompanhado pelo

docente ao longo do semestre visam o acompanhamento e recuperação da aprendizagem.

Este curso NÃO contempla a possibilidade de avaliações de recuperação ou provas substitutivas, porém, a critério do docente, existe a possibilidade de que sejam aplicadas mais avaliações do que as quatro previstas neste plano. Neste caso hipotético a nota final permanece sendo obtida através da média aritmética entre as “n” avaliações.

SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO DE APRENDIZAGEM PARA ALUNOS DISPENSADOS DE FREQUÊNCIA

Referências e o material usado em sala tem sua fonte indicada neste plano e/ou serão adicionados ao site http://www.rbns.com.br/fatec para auxiliar os estudos de alunos que tenham perdido o conteúdo em sala de aula.

Alunos dispensados de frequência precisam entregar presencialmente as listas de exercícios nas mesmas datas dos demais colegas. Também precisam cumprir as demais tarefas nas mesas datas dos demais colegas, incluindo entre estas tarefas a apresentação de trabalhos conforme as datas de combinadas com os grupos em sala.

Mesmo aos alunos dispensados de frequência é fortemente recomendada a presença nas aulas para permitir o entendimento dos conteúdos apresentados.

RESULTADOS DE APRENDIZAGEM ESPERADOS

- O aluno deverá ter capacidade de operar sistemas “Unix based” em modo terminal com desenvoltura, conhecer seus principais componentes e principais características. - O aluno também deverá conhecer os fundamentos teóricos sobre o funcionamento de sistemas

Avenida Francisco Pignatari, 650 - Vila Gustavo Correia CEP 06310-390 - Carapicuíba / SP Tel (11) 4183-6849 / 4183-6827 / 4183-8404

3 de 9

3 de 9 FACULDADE FACULDADE DE DE TECNOLOGIA TECNOLOGIA DE DE CARAPICUÍBA CARAPICUÍBA operacionais em geral.

FACULDADEFACULDADE DEDE TECNOLOGIATECNOLOGIA DEDE CARAPICUÍBACARAPICUÍBA

operacionais em geral.

 

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

 

BALL, B.; DUFF, H. Dominando Linux: Red Hat e Fedora. Makron Books, 2004.

 

LUNARDI, Marco Agisander. Comandos Linux. LCM, 2007.

 

SMITH, Rodercik. Linux no Mundo Windows. Alta Books, 2005.

TOSCANI, S. S; OLIVEIRA, R S; CARISSIMI, A S. Sistemas Operacionais. 3ª ed. Sagra- Luzzato, 2004.     

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

 

BOVET, Daniel P.; CESATI, Marco. Understanding the Linux Kernel, 3rd Edition. O'Reilly

Media, Inc., August 13, 2008. ISBN-10: 0-596-00565-2. ISBN-13: 978-0-596-00565-8. 650 pg.

GRAY, John Shapley. Interprocess Communications in Linux®: The Nooks & Crannies (Chapter 1. Programs and Processes). Prentice Hall, 2003/01/13. ISBN: 0-13-046042-7

MAZIERO, CARLOS ALBERTO. "Livro de Sistemas Operacionais", http://www.ppgia.pucpr.br/~maziero/doku.php/so:livro_de_sistemas_operacionais

Patrick Volkerding. “Algoritmo de escalonamento: Kernel 2.4 Versus 2.6 | 0fx66.”

http://0fx66.com/blog/linux/algoritmo-de-escalonamento-kernel-2-4-versus-2-6/.

 

Raymond,

 

Eric

 

S.

“"daemon".

The

Jargon

File.”

http://catb.org/~esr/jargon/html/D/daemon.html.

 

SHOTTS JR, WILLIAM E. “LinuxCommand.org: Learn the Linux command line. Write shell scripts.,” http://gd.tuwien.ac.at/linuxcommand.org/tlcl.php.

SIQUEIRA, LUCIANO ANTONIO. Certificação LPI-1 (São Paulo: Linux New Media do Brasil Editora Ltda., 2009). ISBN: 978-85-61024-19-2.

TANENBAUM, ANDREW S. Sistemas Operacionais Modernos, 2 ed. (São Paulo: Prentice Hall, 2007).

“Apertem

 

o

cinto,

o

inittab

sumiu!

[Artigo].”

http://www.vivaolinux.com.br/artigos/impressora.php?codigo=5748.

 

“CommandlineHowto

 

-

Community

Ubuntu

Documentation.”

https://help.ubuntu.com/community/CommandlineHowto.

“FilePermissions

 

-

Community

Ubuntu

Documentation.”

https://help.ubuntu.com/community/FilePermissions.

 

IBM.

“Ajuda

-

Init

Tab

File.”

http://publib.boulder.ibm.com/infocenter/systems/index.jsp?

topic=/com.ibm.aix.files/doc/aixfiles/inittab.htm.

 

“Linux: Configurar Fstab - fstab.” http://www.vivaolinux.com.br/etc/fstab-giuzao/.

 

“Overview

 

of

File

System

Hierarchy

Standard

(FHS).”

http://www.redhat.com/docs/manuals/linux/RHL-9-Manual/ref-guide/s1-filesystem-fhs.html.

“Understanding

 

Unix

 

Filesystems

|

O'Reilly

Media”,

http://www.onlamp.com/pub/a/bsd/2001/02/28/FreeBSD_Basics.html

 

“upstart - event-based init daemon.” http://upstart.ubuntu.com/.   

MATERIAL DE AULAS DISPONIBILIZADO ON-LINE: http://www.rbns.com.br/fatec

 

4 de 9

4 de 9 FACULDADE FACULDADE DE DE TECNOLOGIA TECNOLOGIA DE DE CARAPICUÍBA CARAPICUÍBA   CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

FACULDADEFACULDADE DEDE TECNOLOGIATECNOLOGIA DEDE CARAPICUÍBACARAPICUÍBA

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO e CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES

 
       

Materiais

Necessários

Data da

AULA

CONTEÚDO

ATIVIDADES

 

REFERÊNCIAS

Execução

(TURMA – DATA)

       

TANENBAUM,

   

Apresentação

da disciplina

Discussão orientada sobre a proposta do Plano de Ensino.

Exposição oral do Plano de Ensino

Andrew S. Sistemas Operacionais Modernos -- 2. ed. -- São Paulo : Prentice Hall, 2003. ISBN:

978-85-87918-57-4

e

do plano

de ensino.

Apresentação do calendário de atividades; Apresentação dos métodos de avaliação;

MAZIERO, Carlos Alberto. Sistemas Operacionais I - Conceitos Básicos.

MA

08/02

MB

08/02

1

Apresentação da bibliografia.

- - -

V

08/02

Primeira

Aula:

Introdução

O que são Sistemas Operacionais e Comparações entre os diferentes Sistemas Operacionais apresentados.

NB

NA

10/02

aos Sistemas

Operacionais.

PGIA CCET PUCPR. Disponível em:

<http://www.ppgia.pu

cpr.br/~maziero/doku.

 

Conceitos sobre Sistemas Operacionais    

 

php?

id=so:livro_de_sistem

as_operacionais>.

 

Acesso em:

21/04/2008.

   

Como os

   

TANENBAUM,

   
 

computadore

s funcionam?

Andrew S. Sistemas Operacionais Modernos -- 2. ed. -- São Paulo : Prentice Hall, 2003. ISBN:

978-85-87918-57-4

Introdução ao escalonamen to e a gerência de processos

[TÓPICOS 1.4 e 6;

Noções sobre o funcionamento do hardware

6.1]

MAZIERO, Carlos Alberto. Sistemas

Noções sobre

MA

22/02

 

o

A ilusão da multi-tarefa.

 

Operacionais I -

MB

22/02

2

funcionament

Processos.

Conceitos Básicos.

- - -

V

22/02

 

o do

Introdução ao escalonamento e a

PGIA CCET PUCPR. Disponível em:

<http://www.ppgia.pu

NA

hardware.

NB

24/02

gerência de processos.  

 

ilusão da

multi-tarefa.

A

cpr.br/~maziero/doku.

php?

id=so:livro_de_sistem

Processos:

Introdução ao

escalonamen to e a gerência de processos.

as_operacionais>.

Acesso em:

21/04/2008.

[TÓPICOS: 1; 1.1; 3;

 

4; 5 & 5.2]

5 de 9

5 de 9 FACULDADE FACULDADE DE DE TECNOLOGIA TECNOLOGIA DE DE CARAPICUÍBA CARAPICUÍBA   CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

FACULDADEFACULDADE DEDE TECNOLOGIATECNOLOGIA DEDE CARAPICUÍBACARAPICUÍBA

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO e CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES

 
   

EXPOSIÇÃO:

“Understanding Unix Filesystems | O'Reilly Media,” http://www.onlamp.co

   

Ligando o Linux: Como é o boot neste Sistema Operacional?

Visão dos Componente s: Kernel, processo

Ligando o Linux: Como é o boot neste Sistema Operacional?

Visão dos Componentes: Kernel, processo INIT, Deamons, Shell, GUI e Aplicações

O sistema de arquivos do Linux:

Filesystem Hierarchy Standard (FHS);

m/pub/a/bsd/2001/02/

28/FreeBSD_Basics.

html (acessado

Março 2, 2009,).

“KnowThyUbuntu -

Community Ubuntu Documentation,” https://help.ubuntu.co

Os principais diretórios do FHS

m/community/KnowT

MA

01/03

Funcionalidades básica do Linux;

hyUbuntu (acessado

MB

01/03

3 INIT, Deamons, Shell, GUI e Aplicações

Apresentação básica da GUI do GNOME.

Março 3, 2009,).

Laboratório

V

01/03

NA

O que é o Shell? (xterm, gnome- terminal, konsole, etc).

Raymond, Eric S., “"daemon". The Jargon File.” http://catb.org/~esr/ja

NB

03/03

 

Entendendo

LABORATÓRIO:

 

e operando

Organização do "File System"

rgon/html/D/daemon. html (acessado

um sistema

Operando e Navegando no Shell

pwd

UNIX based

Março 3, 2009,)

Introdução ao

FileSystem

cd

ls

William E. Shotts Jr.,

“LinuxCommand.org:

file

Learning the shell.,” http://linuxcommand. org/learning_the_shel

l.php

   

Conhecendo o FHS (104.1)

     

/

/boot

/etc

/bin, /usr/bin

/sbin, /usr/sbin

/usr

/usr/local

/var

/lib

Permissões,

/home

William E. Shotts Jr.,

gerencimento

4 de arquivos

/root

/tmp

/dev

“LinuxCommand.org:

Learning the shell.,”

http://linuxcommand.

Laboratório

MA

MB

V

08/03

08/03

08/03

NA

Explorando o

Filesystem

/proc

/mnt

org/learning_the_shel

l.php

NB

10/03

Gerenciar permissões de arquivos

 

(104.5)

Shell

less

chmod

umask

chown

chgrp     

6 de 9

6 de 9 FACULDADE FACULDADE DE DE TECNOLOGIA TECNOLOGIA DE DE CARAPICUÍBA CARAPICUÍBA   CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

FACULDADEFACULDADE DEDE TECNOLOGIATECNOLOGIA DEDE CARAPICUÍBACARAPICUÍBA

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO e CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES

 
     

William E. Shotts Jr., “LinuxCommand.org:

   

runlevel; grub-menu.lst; less grub.cfg

/etc/fstab;

Learning the shell.,” http://linuxcommand. org/learning_the_shel l.php

Configuraçõe s de Boot e

SIQUEIRA, LUCIANO ANTONIO.

MA

15/03

MB

15/03

5 Partições e Pontos de Montagem

 

Certificação LPI-1 (São Paulo: Linux New Media do Brasil Editora Ltda., 2009). ISBN: 978-85-61024-

19-2.

V

15/03

/etc/mtab; /proc/mounts; /var/log/dmesg; dmesg | more

NA

NB

17/03

     
 

Manual do Linux (consulte com o comando "man").

     

William E. Shotts Jr., “LinuxCommand.org:

   

Learning the shell.,” http://linuxcommand. org/learning_the_shel l.php

Operando o

apropos; clear; mkdir; ls; less; rmdir; rm; cp; mv e man

SIQUEIRA, LUCIANO ANTONIO. Certificação LPI-1 (São Paulo: Linux New Media do Brasil Editora Ltda., 2009). ISBN: 978-85-61024-

19-2.

MA

22/03

Shell e

MB

22/03

6 Identificando

lsusb; hwinfo; lshal; lshal -m; lsmod e lspci

Laboratório

V

22/03

componentes

NA

de Hardware

 

SUDO

NB

24/03

   

Manual do Linux (consulte com o comando "man").

     

William E. Shotts Jr., “LinuxCommand.org:

   

Learning the shell.,” http://linuxcommand. org/learning_the_shel l.php

Sistemas de

/bin; /sbin; /boot; /boot/grub; /proc

Arquivos:

SIQUEIRA, LUCIANO ANTONIO. Certificação LPI-1 (São Paulo: Linux New Media do Brasil Editora Ltda., 2009). ISBN: 978-85-61024-

19-2.

MA

29/03

Explorando

comando history

MB

29/03

7 diretórios e

Laboratório

V

29/03

Arquivos de

arquivos etc/profile; .bash_history; ~/.bashrc e ~/.bash_logout

NA

Configuração

NB

31/03

do Usuário

   

Manual do Linux (consulte com o comando "man").

7 de 9

7 de 9 FACULDADE FACULDADE DE DE TECNOLOGIA TECNOLOGIA DE DE CARAPICUÍBA CARAPICUÍBA   CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

FACULDADEFACULDADE DEDE TECNOLOGIATECNOLOGIA DEDE CARAPICUÍBACARAPICUÍBA

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO e CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES

 
     

http://wubi-

   

installer.org/faq.php

Manual do Linux (consulte com o comando "man").

SIQUEIRA, LUCIANO ANTONIO. Certificação LPI-1 (São Paulo: Linux New Media do Brasil Editora Ltda., 2009). ISBN: 978-85-61024-

19-2.

8

WUBI; Hard

Links e

Symbolic

Links

Análise sobre o funcionamento do WUBI e reflexão sobre o funcionamento de sistemas

operacionais e seus filesystems;

Laboratório

MA

MB

V

05/04

05/04

05/04

NA

 

comando "ln"

NB

07/04

   
     

SIQUEIRA, LUCIANO ANTONIO. Certificação LPI-1 (São Paulo: Linux New Media do Brasil Editora Ltda., 2009).

 

MA

12/04

9

Tópicos LPI

102.4

e

Apresentação – Grupos 01 (102.04 e 103.1),

Laboratório

MB

V

12/04

12/04

103.1; 103.2;

103.3

02

(103.2) e 03 (103.3)

ISBN: 978-85-61024-

19-2.

NA

 

NB

14/04

Manual do Linux (consulte com o comando "man").

 
     

SIQUEIRA, LUCIANO ANTONIO. Certificação LPI-1 (São Paulo: Linux New Media do Brasil Editora Ltda., 2009).

ISBN: 978-85-61024-

19-2.

 

MA

19/04

10

Tópicos LPI

103.5

e

103.6; 103.7;

103.8

Apresentação – Grupos 04 (103.5 e 103.6),

05

(103.7) e 06 (103.8)

Laboratório

MB

V

19/04

19/04

NA

 

NB

28/04

Manual do Linux (consulte com o comando "man").

 
     

SIQUEIRA, LUCIANO ANTONIO. Certificação LPI-1 (São Paulo: Linux New Media do Brasil Editora Ltda., 2009). ISBN: 978-85-61024-

19-2.

 

MA

26/04

11

Tópicos LPI

104.5, 104.6

e

104.7;

105.1 e 105.2

Apresentação – Grupos 07 (104.5, 104.6 e

104.7), 08 (105.1 e 105.2) e 09 (também

105.1 e 105.2)

Laboratório

MB

V

NB

26/04

26/04

NA

05/05

Manual do Linux (consulte com o comando "man").

 
 

Tópicos LPI

 

SIQUEIRA, LUCIANO ANTONIO. Certificação LPI-1 (São Paulo: Linux New Media do Brasil Editora Ltda., 2009). ISBN: 978-85-61024-

19-2.

   

102.4, 103.1,

12

103.2, 103.3,

103.5, 103.6,

103.7, 103.8,

104.5, 104.6,

104.7, 105.1

Revisão sobre o conteúdo das apresentações

/ Definição de Temas e Grupos para o Trabalho Escrito em Grupo (vide aula 17)

Laboratório

MA

MB

V

NB

03/05

03/05

03/05

NA

12/05

e

105.2

Manual do Linux (consulte com o comando "man").

 

8 de 9

8 de 9 FACULDADE FACULDADE DE DE TECNOLOGIA TECNOLOGIA DE DE CARAPICUÍBA CARAPICUÍBA   CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

FACULDADEFACULDADE DEDE TECNOLOGIATECNOLOGIA DEDE CARAPICUÍBACARAPICUÍBA

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO e CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES

 
     

SIQUEIRA, LUCIANO ANTONIO. Certificação LPI-1 (São Paulo: Linux New Media do Brasil Editora Ltda., 2009). ISBN: 978-85-61024- 19-2. ;

   

Manual do Linux (consulte com o comando "man").

TANENBAUM, Andrew S. Sistemas Operacionais Modernos -- 2. ed. -- São Paulo : Prentice Hall, 2003. ISBN:

978-85-87918-57-4

MA

10/05

MB

10/05

13

2ª Avaliação

Prova Escrita (Individual)

- - -

V

10/05

NA

   

NB

19/05

MAZIERO, Carlos Alberto. Sistemas Operacionais I - Conceitos Básicos. PGIA CCET PUCPR. Disponível em:

 

<http://www.ppgia.pu

cpr.br/~maziero/doku.

php?

id=so:livro_de_sistem

as_operacionais>.

Acesso em:

21/04/2008.

         

MA

17/05

14

Trabalho em

Correção e construção do trabalho escrito com supervisão do docente

Laboratório

MB

V

17/05

17/05

-

- -

Grupo Escrito

   

NA

   

NB

26/05

         

MA

24/05

MB

24/05

15

Trabalho em

Grupo Escrito

Correção e construção do trabalho escrito com supervisão do docente

- - -

Laboratório

V

24/05

NA

NB

02/06

         

MA

31/05

MB

31/05

16

Trabalho em

Grupo Escrito

Correção e construção do trabalho escrito com supervisão do docente

- - -

Laboratório

V

31/05

NA

NB

09/06

   

Entrega FINAL do Trabalho em Grupo Escrito (Data limite para as últimas

   

MA

07/06

MB

07/06

17

Trabalho em

Grupo Escrito

alterações. As últimas alterações poderão ser feitas em sala, até a primeira metade desta aula)

- - -

Sem material

V

07/06

NA

NB

16/06

         

MA

14/06

Revisão /

MB

14/06

18

Fechamento

Revisão / Fechamento das Notas

-

- -

Sem material

V

14/06

das Notas

 

NA

NB

23/06

19

         

20

         

ASSINATURA DO PROFESSOR

ASSINATURA DO COORDENADOR

9 de 9

9 de 9 FACULDADE FACULDADE DE DE TECNOLOGIA TECNOLOGIA DE DE CARAPICUÍBA CARAPICUÍBA DIRETOR(A) GERAL Avenida

FACULDADEFACULDADE DEDE TECNOLOGIATECNOLOGIA DEDE CARAPICUÍBACARAPICUÍBA

DIRETOR(A) GERAL