Aryane Lima

Fichamento de Resumo
U.S. Department of Energy (DOE) by national renewable energy laboratory (NREL), Energy
Efficiency and Renewable Energy, DOE/GO-102001-1102, FS175, Março 2001. Disponível
em < http://www.nrel.gov/docs/fy01osti/27955.pdf>, acessado em 19 de Agosto de 2015.
O artigo consiste em definir, explicar e mostrar o funcionamento e aplicabilidade da energia
renovável.
Parágrafos 1 e 2 (p1): Uso primário de energia de origem fóssil. Previsão de crescimento de
consumo nos próximos 20 anos de 33%. Energia renovável pode ser a solução para diminuir
a lacuna entre produção e consumo.
Parágrafos 3 a 6 (p1-2): A energia renovável é abundante, ajuda a diminuir os poluentes e
efeito estufa minimizando os efeitos de mudanças climáticas e a chuva ácida. Energia com
matéria prima “verde” pode gerar economia de dinheiro e fortalecer a segurança energética
do país (no caso, Estados Unidos).
Parágrafos 7 e 8 (p2): Energia Hidrelétrica representa cerca de 10% da matriz Norte
Americana. Não emitem poluentes, mas causam impactos em rios, áreas inundadas para
barragens, habitats e migração de peixes para desova. Para minimizar esses efeitos
tecnologias que imitam o curso natural do rio, escadas para peixes “subirem” o rio e turbinas
modificadas estão sendo estudadas e implementadas.
Parágrafos 9 a 11 (p2): O autor define bioenergia como a energia derivada da biomassa. E
afirma que muitas indústrias de construção, processamento e agricultura geram grandes
quantidades de biomassa com potencial energético. Algumas companhias estão substituindo
parte (15%) do carvão por biomassa nas unidades de produção de utilidades industriais e
geração de energia elétrica. Além do beneficio ambiental, ter menos enxofre, ser renovável e
emitir menos óxido nitroso, há uma vantagem econômica nessa substituição parcial.
Processos de geração de bioenergia: Gaseificação, Decomposição da biomassa em aterros
gera metano, ou aquecimento da biomassa na ausência de oxigênio para conversão química
em um óleo combustível denominado “pyrolysis oil”.
Parágrafos 12 e 13 (p2-3): Biocombustíveis – Combustível gerado da biomassa, a qual é
convertida diretamente em combustível liquido de fácil transporte e alta densidade energética
para ser utilizado preferencialmente em veículos automotivos e usinas estacionárias de
geração de energia. Os mais comuns são etanol e biodiesel.
Parágrafo 14 (p3): A biomassa também pode ser usada como matéria prima industrial para
produção de químicos e materiais anteriormente obtido apenas do petróleo. O autor cita a
produção de plásticos, embalagens á vácuo, talheres descartáveis e até para-choques de
carros utilizando amido de milho como base.
Parágrafos 15 e 16 (p3): Energia Geotérmica – Energia existente no coração do planeta terra
que aflora e pode gerar reservatórios de vapor e água quente. Sua utilização pode gerar
energia elétrica ou de aquecimento usando bombas de calor geotérmicas (GHP Geothermal Heat Pumps). A energia geotérmica tem potencial cerca de 50.000 vezes maior
que todo recurso de óleo e gás no mundo.
Parágrafos 17 e 19 (p3): Produção Geotérmica de Energia Elétrica – Essas unidades
acessam a reserva de água quente ou vapor em baixo do solo perfurando poços e canalizam
para superfície onde é utilizada uma turbina a vapor para gerar energia elétrica e o vapor
condensado no processo retorna a reserva natural fechando o ciclo renovável. O autor cita
três tipos de unidades geotérmicas de geração de energia elétrica: Vapor seco (Dry Steam),
Vapor de Expansão (Flash Steam); e Ciclo binário (Binary Cycle). Nos Estados Unidos essa
fonte gera 2.800 MW por ano de energia.

Ocorre à perfuração de um poço e a água quente ou vapor é usado para aquecer diretamente um ambiente. Coletores concentrados (Concentrating collectors). O consumidor só paga o que ele consumiu menos o que ele alimentou a rede. agricultura. e o consumidor é pago por essa realimentação.Geothermal Heat Pumps) – Podem ser utilizadas para aquecimento transferindo o calor da fonte geotérmica para um prédio (exemplo usado pelo autor) e para resfriamento com o processo reverso. chamado “Proton Exchange Membrane fuel cels”. Parágrafos 37 a 42 (p5-6): Eletricidade solar – O sistema para geração de energia solar é composto por três itens: Um módulo que converte energia solar em eletricidade. Esse tipo de geração de eletricidade vem crescendo a uma taxa média de 25% ao ano desde 1990 a nível mundial. Sistemas de Concentração de energia solar (Concentrating solar power CSP) utilizam espelhos para focar em um receptor que transfere o calor para um motogerador tradicional. Pode ser utilizado para substituir sistemas tradicionais de caldeiras. Atualmente são produzidos quatro trilhões de pés cúbicos por ano de hidrogênio por meio da reforma. Coletores de tubo evacuado (Evacueted-tube collector). Parágrafos 52 a 55 (p7): Hidrogênio é um composto simples. Ou a energia mecânica das ondas é usada diretamente para gerar energia usando uma turbina e um gerador. Em sistemas ativos há um consumo de energia por utilizar uma bomba na circulação do sistema e em sistemas passivos a circulação ocorre por convecção natural. Parágrafos 26 a 36 (p4-5): Um dos usos da energia solar é o aquecimento da agua. Existem sistemas passivos e ativos.O oceano é fonte de dois tipos de energia: térmica e mecânica. Operam de forma eficiente e limpa. Parágrafos 47 a 51 (p6-7): Energia Eólica – A turbina usa paletas que giram sob um eixo central conectado a uma haste que ativa o gerador e transforma energia eólica em eletricidade. a maioria dos sistemas consiste num coletor solar e um tanque de armazenamento de água. Em geral são instalados nos tetos. aquecimento de água. Parágrafos 43 a 46 (p6): Eletricidade termo solar – Esse tipo de sistema converte o calor solar em energia. ou passa por um trocador de calor que aquece um fluido de aquecimento e este é distribuído para a utilização pretendida. por exemplo. altamente energético e que quando queimado gera água como produto da combustão. A sofisticação está no desenho das paletas para melhorar a conversão da energia do vento em eletricidade. Nos Estados Unidos esse excesso produzido pode ser alimentado na rede elétrica. aquecimento de estufas e indústrias de processamento de comida. sem a necessidade de bateria. gerando eletricidade. transferindo o calor de prédio para o reservatório de vapor ou água quente no solo. abundante. Parágrafos 23 a 25 (p4): Bombas Geotérmicas de Calor (GHP . um inversor que converte a eletricidade gerada em corrente alternada e baterias para estocar o excesso produzido pelo sistema. Energia mecânica normalmente se usa uma barragem ou represa para forçar a energia da maré passar por uma turbina girando a mesma e ativando o gerador. Existem basicamente três tipos de coletores solares para aquecimento de agua e são eles: Coletores de placa plana (Flat-plate collector). Parágrafos 56 a 59 (p7): Energia do Oceano . A energia térmica usada para eletricidade usa água quente da superfície ou evaporação da água do mar para girar a turbina e ativar o gerador. Pesquisadores estão desenvolvendo um processo mais avançado e eficiente de produção de hidrogênio usando gás natural como matéria prima.Parágrafos 20 a 22 (p3-4): Uso direto da energia geotérmica . . Apesar da simplicidade e abundância não ocorre naturalmente como gás na atmosfera da terra.

Master your semester with Scribd & The New York Times

Special offer for students: Only $4.99/month.

Master your semester with Scribd & The New York Times

Cancel anytime.