Você está na página 1de 22

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE

PACHECO

EB2,3 Eng. Duarte


Pacheco

BIBLIOTECA
BIBLIOTECA BIBLIOTECA
O Mundo num só
Lugar EB1 Mãe Soberana EB1/JI Hortas de Stº
António

Escola -Sede

EB1 Mãe Soberana

EB1/JI Hortas de Stº António

EB1 de Estação

EB1/JI Gilvrasino

JI Mira Serra

PLANO DE ACÇÃO
2009/2013
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

1- NOTA INTRODUTÓRIA

“Está comprovado que quando os bibliotecários e os professores trabalham em


conjunto, os alunos atingem níveis mais elevados de literacia, de leitura, de
aprendizagem, de resolução de problemas e competências no domínio das
tecnologias de informação e comunicação.” in, Manifesto IFLA / UNESCO
para Biblioteca Escolar , 2002

É missão da Escola educar e formar alunos, visando o desenvolvimento


harmonioso das suas capacidades intelectuais e físicas, habilitando-os a
exercer, de forma responsável, a sua cidadania ao serviço do desenvolvimento
da sociedade.
O processo ensino - aprendizagem deve centrar-se no aluno de uma
forma construtivista, é o aluno que constrói o seu próprio conhecimento.
A construção desse conhecimento passa por diferentes etapas: em primeiro
lugar, é essencial trabalhar competências metodológicas ao nível da recolha, do
tratamento e da organização da informação. Posteriormente através da
interiorização da informação e da sua articulação com as experiências pessoais
geram-se novos conhecimentos, promovendo, assim, a curiosidade científica.
É neste contexto que a Biblioteca Escolar deve contribuir para o
desenvolvimento de competências de informação de modo a garantir a literacia
necessária para formar cidadãos activos e autónomos. A BE deve ser concebida
como um verdadeiro centro de recursos ao dispor de toda a comunidade
educativa e ser encarada como um complemento de sala de aula e de todo o
processo ensino - aprendizagem.
Uma vez que os ritmos e as formas de aprendizagem não são idênticos
em todos os alunos, uma escola para todos implica uma resposta eficaz e
consistente a uma grande diversidade e complexidade de acções.
No contexto escolar, a BE é um espaço privilegiado de formação, de apoio ao
trabalho de projecto e de todas as actividades lectivas, um espaço inesgotável
de aprendizagens.
A sua gestão participada possibilita o desenvolvimento de competências
pessoais, sociais e profissionais e promove o sucesso educativo.

2
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

O plano de acção das Bibliotecas escolares do Agrupamento Vertical de Escolas


Engenheiro Duarte Pacheco para o quadriénio 2009/2013 encontra-se dividido
em quatro domínios:
- Apoio ao Desenvolvimento Curricular
- Leitura e Literacias
- Gestão da Biblioteca Escolar
- Projectos e Parcerias e Actividades Livres de Abertura à Comunidade

3
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

2- CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO
O Agrupamento engloba as seguintes escolas:

- EB2/3 Engº Duarte Pacheco

- EB1 Mãe Soberana

- EB1/JI Horta de Stº António

- EB1/JI de Gilvrasino

- EB1 da Estação

- JI Mira Serra

EB2/3 Eng.º Duarte Pacheco


Nº de Nº de Nº de Nº de Nº de Aux
Turmas Alunos Prof/Educ Animadores

TOTAL 34 781 89 0 34

5ºano 5 125

6ºano 5 127

7º ano 6 158

8ºano 6 120

9ºano 5 127

CEF 3 54

Cursos Nocturnos - 2 42
Alfabetização

Cursos Nocturnos - 2 28
Informática
4
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

EB1 Mãe Soberana

Nº de Nº de Alunos Nº de Nº de Nº de
Turmas Prof/Educ Animadores Auxiliares

Total 9 204 11 1 11

EB1/ JI Horta de Stº António

Nº de Nº de Alunos Nº de Nº de Nº de
Turmas Prof/Educ Animadores Auxiliares

1ºciclo Total 8 186 9 1 13

Pré – escolar Total 3 65 3 3 5

EB1/JI Gilvrasino

Nº de Nº de Alunos Nº de Nº de Nº de
Turmas Prof/Educ Animadores Auxiliares

1ºciclo Total 2 33 2 +1 0 2

Pré – escolar Total 1 20 1 1 1

EB1 Estação

Nº de Nº de Alunos Nº de Nº de Nº de
Turmas Prof/Educ Animadores Auxiliares

Total 2 33 2 0 2

JI Mira Serra

Nº de Nº de Alunos Nº de Nº de Nº de
Turmas Prof/Educ Animadores Auxiliares

Total 4 100 4 4 5

5
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

3- POPULAÇÃO ESCOLAR

A população escolar é constituída por alunos provenientes de origens e

meios socio-económicos muito diversos.

Umas escolas localizam – se na cidade, outras localizam – se nas zonas rurais

do concelho, como Estação e Gilvrasino.

Temos ainda alunos provenientes de diversos países e etnias:

• África do sul

• Ucrânia

• Alemanha

• Moldávia

• Holanda

• China

• Espanha

• França

• Roménia

• Austrália

• Bélgica

• Brasil

• Cabo Verde

• Rússia

• S.Tomé e Príncipe

• Grã-bretanha

• Irlanda

6
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

4- PROJECTO EDUCATIVO DO AGRUPAMENTO

MISSÃO

• Promover uma escola de excelência em que o aluno fique possuidor de


competências (conhecimentos, capacidades, atitudes) capazes de dar
resposta à dinâmica do mundo de amanhã e de um espírito crítico, capaz
de «aprender a aprender», ao longo da vida

METAS

• Melhorar significativamente as condições de trabalho de todos os


elementos da comunidade escolar

• Criar condições facilitadoras da formação integral do aluno e do seu


sucesso

• Criar condições para tornar a Escola uma instituição com identidade


própria, interveniente e aceite de pleno direito junto da comunidade.

• Preparar a comunidade educativa para a construção e vivência da


autonomia da escola, no quadro de uma gestão partilhada e da
articulação dos vários órgãos e serviços

7
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

5-OBJECTIVOS /METAS DAS BIBLIOTECAS DO


AGRUPAMENTO

 Transformar a BE num centro de recursos de excelência;

 Criar e manter nos alunos, e na comunidade educativa, o hábito e o

prazer da leitura, da aprendizagem e da utilização das bibliotecas ao

longo da vida;

 Proporcionar oportunidades de utilização e produção de informação que

possibilitem a aquisição de conhecimentos e o desenvolvimento de

competências e aprendizagens;

 Organizar actividades que favoreçam a consciência e a sensibilização

para as questões de ordem cultural e social;

 Defender e incutir a ideia de que a liberdade intelectual e o acesso à

informação são essenciais para a construção de uma cidadania efectiva e

responsável, e para a participação na democracia;

 Promover a leitura, os recursos e serviços da Biblioteca Escolar junto da

comunidade escolar, e fora dela;


 Incentivar a participação das famílias no processo educativo e estabelecer
relações de efectiva colaboração com a comunidade;

 Promover a curiosidade intelectual, o gosto pelo saber, pelo estudo e

pelo trabalho;

 Promover a autonomia, a responsabilidade e o sentido crítico nos alunos;

 Contribuir para o desenvolvimento da competência de literacia da


informação desenvolvendo nos alunos a curiosidade e educando-os para
serem utilizadores de informação e criativos;

 Envolver todo o corpo docente na animação pedagógica das BE e no


melhor aproveitamento dos recursos disponíveis;
8
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

 Assumir-se como um parceiro activo dos professores, nomeadamente, na


planificação de actividades e projectos;

 Optimizar a gestão e organização de recursos humanos e materiais da


BE;

 Promover o uso das novas tecnologias de informação e comunicação no


processo ensino/aprendizagem;

 Contribuir de forma activa e participada na implementação do Projecto


Educativo do Agrupamento;

 Alargar cada vez a acção da BE a nível das actividades de


enriquecimento curricular e extracurricular;

 Alargar o espaço fisico da BE da escola sede por forma a melhorar os


serviços prestados à comunidade educativa;

9
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

4- PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS DAS


BIBLIOTECAS ESCOLARES

PONTOS FORTES:

√ As actividades promovidas são diversificadas, nomeadamente, as de

promoção de leitura e da escrita que se realizam com bastante frequência;

√ Formação de Utilizadores e visitas guiadas à Biblioteca;

√ A participação dos alunos nas actividades;

√ A divulgação interna e online de todas as actividades promovidas pela

Biblioteca, de modo a chegar a toda a comunidade educativa;

√ Articulação da Biblioteca com os Projectos das Escolas/agrupamento;

√ Tratamento documental e catalogação (100% nas Bibliotecas do 1º ciclo e

70%na Escola sede);

√ Articulação das actividades das bibliotecas com as de outras bibliotecas

escolares, SABE e o Grupo de trabalho das bibliotecas do Concelho de Loulé;

√ Horário de funcionamento;

√ A Direcção reconhece o valor da BE;

√ Reunião semanal entre os Professores bibliotecários do Agrupamento para

reflexão, planificação e organização de actividades e serviços a desenvolver;

√ Cada vez maior envolvimento da comunidade educativa nas actividades da

Biblioteca;

10
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

PONTOS FRACOS:
√ A não existência de uma funcionária exclusivamente para cada uma das

Bibliotecas do Agrupamento e que possa fazer formação nesta área;

√ Adequação da equipa às necessidades da Biblioteca;

√ A existência de um horário em que toda a equipa das bibliotecas se possa

reunir uma vez por semana para reflexão, planificação e organização de

actividades e serviços a desenvolver;

√ O fundo documental, quer em termos de material livro e sobretudo não livro,

revelar algumas carências na Biblioteca da escola sede e na Biblioteca EB1 Mãe

Soberana;

√ Inexistência de um orçamento próprio para as bibliotecas;

11
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

5- IDENTIFICAÇÃO DOS DOMÍNIOS A AVALIAR

Acções Objectivos 2009 -2013


 Formar utilizadores autonomos e
interventivos numa perspectiva de
Implementar o Modelo de Auto- aprendizagem ao longo da vida;
avaliação da RBE:
 Tranformar a BE no centro fulcral da
escola e num verdadeiro centro de
recursos de apoio aos curriculos;
• Domínio A - Apoio ao  Desenvolver mais acções que
Desenvolvimento Curricular contribuam para o reconhecimento do
(2010/11) papel da Biblioteca em prol do sucesso
educativo;

• Domínio B - Leitura e Literacias  Envolver a BE também em projectos


(2009/10) de parceria a nivel local ou mais amplo;

2009/2013
 Conseguir a afectação de uma
funcionária com funções exclusivas em
• Domínio C – Projectos e Parcerias e
cada uma das Bibliotecas do
Actividades Livres de Abertura à agrupamento;
Comunidade (2012/13)
 Sensibilizar o Director Executivo
para a necessidade de uma equipa
coesa e diversificada com formação e
• Domínio D – Gestão da Biblioteca pertencente ao quadro do agrupamento
Escolar (2011/12) de forma a dar continuidade ao
trabalho realizado;

 Envolver a Direcção para a


mobilização dos docentes dos vários
Departamentos/disciplinas no processo
de auto avaliação da Biblioteca e no
trabalho colaborativo com a BE;

 Definir prioridades, objectivos e


planos de melhoria;

 Divulgar os resultados da Auto-


avaliação da BE a toda a comunidade
reformulando o plano de acção de
acordo com a analise dos resultados.

12
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
6- PLANIFICAÇÃO DAS ACTIVIDADES
Domínio B - Leitura e Literacias

Objectivo Actividades Calendarização Avaliação

- Promover o gosto pela


- Dinamização de actividades e
leitura;
eventos conjuntos com as
2009/2013 2009/2010
-Desenvolver as bibliotecas do agrupamento;
competências associadas
à leitura e ao uso da - Dinamização de actividades e
informação; eventos com o grupo de trabalho
concelhio;

- Continuidade das
- Integrar a BE nas
acções/actividades que a BE tem
estratégias e programas
vindo a dinamizar e a promover em
de leitura do
parceria com os vários
agrupamento,
Departamentos (feiras do livro,
incentivando o
hora do conto, leituras em família,
desenvolvimento do PNL;
leitura partilhada, biblioteca vai à
sala de aula, biblioteca vai à rua,
- Medir o impacto do
semana da leitura, etc;
trabalho da BE nas
atitudes e competências - Desenvolvimento de um projecto
da leitura e literacia; de promoção da leitura
direccionado aos alunos do 3º ciclo
- Adequar a colecção ao em articulação com os professores;
perfil dos diversos
públicos; - Promoção de acções que
promovam e alarguem o serviço de
- Incentivar a leitura empréstimo Domiciliário (super
informativa, articulando leitor, leitor do mês, passaporte da
com os departamentos leitura, etc.)
curriculares no
desenvolvimento de - Desenvolver actividades diversas
actividades de ensino/ de promoção do livro e da leitura;
aprendizagem ou em
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

projectos e acções que - Colaborar com os docentes


incentivem a leitura; envolvidos no PNL, em todas as
actividades dinamizadas no
- Desenvolver actividades agrupamento;
no âmbito da promoção
da leitura( encontro com
escritores, concursos, - Divulgar e dinamizar concursos
escrita criativa, etc), chegados à escola, tendo em vista a
participação dos alunos;
Incentivar a leitura em
ambientes digitais
explorando as
possibilidades facultadas
pela WEB como e-mail,
blog, wikis, slideshare,
youtube, etc;

- Promover a discussão
conjunta sobre a
importância da leitura na
formação pessoal e no
sucesso educativo;

-Envolver
progressivamente a
família em projectos e
actividades na área da
leitura;

14
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

Domínio A - Apoio ao Desenvolvimento Curricular

Objectivo Actividades Calendarização Avaliação


- Estreitar os laços de
- Cooperar com as comunicação/trabalho cooperativo
estruturas de entre a BE e os docentes;
2010/2011
coordenação educativa e 2009/2013
supervisão pedagógica - Optimizar o desempenho da BE no
da escola/agrupamento que respeita à produção de
(Conselho Pedagógico, materiais de apoio aos currículos
Departamentos (guiões, grelhas, fichas, etc.);
curriculares);
- Sempre que possível desenvolver
-Promover a formação actividades de articulação entre a
dos utilizadores; BE e o trabalho de sala de aula;

- Estabelecer parcerias - Apresentação aos docentes de


com os docentes sugestões de trabalho conjunto em
responsáveis pelas áreas torno do tratamento das
curriculares não diferentes unidades de ensino ou
disciplinares – ACND – temas de acordo com as
da escola/agrupamento planificações e currículo das várias
e pelas actividades disciplinas;
extra – curriculares;
- Inserção no plano de formação do
- Colaborar com os agrupamento, acções para os
docentes na docentes e equipa da BE na área
concretização de das TIC e da literacia da
actividades de apoio ao informação;
currículo.
- Apoio aos professores na
- Assegurar o planificação do trabalho de
desenvolvimento de pesquisa a realizar pelos seus
competências alunos na BE;
literacicas;

- Promover o - Promoção de actividades em


desenvolvimento de
15
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

competências no âmbito articulação com os serviços de


da informação e das apoios especializados (educação
TIC; especial) de acordo com o perfil
dos respectivos alunos;
- Rentabilizar os
recursos da BE em -Organização de dossiers
actividades de estudo, temáticos;
leitura e pesquisa
orientada, clubes, uso - Actualização do Moodle na
das TIC e outras disciplina BE/CRE
actividades ;
-Construção e dinamização dos
- Articular com os placares informativos da BE;
docentes responsáveis Organização de pacotes de livros e
pelos serviços de apoio outros documentos, de acordo com
especializado; as unidades temáticas em
abordagem, consoante solicitação
das diversas disciplinas;

- Apoio aos utilizadores na


utilização dos equipamentos
audiovisual e informático;

- Dinamização de sessões de
formação TIC, sob solicitação dos
utilizadores;

- Realização de sessões de
trabalho com os professores da
equipa da BE;

- Construção de uma base de


dados dos recursos educativos
online;

16
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

Domínio D – Gestão da Biblioteca Escolar

Objectivo Actividades Calendarização Avaliação

- Apoiar os utilizadores - Divulgação mais regular e


no acesso à informação sistemática da missão e dos 2009/2013 2011/2012
objectivos da BE nos vários órgãos
- Desenvolver os de gestão e de decisão pedagógica;
serviços da BE
- Inclusão da BE no regulamento
interno, no PEA e no PAA do
- Contribuir para uma
Agrupamento;
gestão mais eficiente da
BE - Continuar a articulação da acção
das BE do agrupamento, em termos
- Integrar a BE na de objectivos estratégicos e
escola/agrupamento. operacionais;

- Dar resposta às - Divulgação de forma mais


necessidades da sistemática da missão e dos
escola/agrupamento. objectivos da BE, nas reuniões de
conselho pedagógico, de
- Manter o fundo departamento e de conselho de
documental actualizado docentes;

- Incentivo aos elementos da


- Mobilizar recursos
equipa a fazerem formação formal
financeiros
na área das BE;

- Desenvolvimento de estratégias
- Promover a BE dando
de marketing da BE;
visibilidade à sua missão
e objectivos, difundindo - Aquisição de fundo documental
os serviços prestados e para a Biblioteca da escola sede e
os recursos existentes. da EB1 Mãe soberana,

- Optimizar a -Realização de avaliações anuais da


organização funcional colecção;
dos recursos humanos e
-Planificação, afectação de verbas
17
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

materiais e execução das acções decorrentes


dessa planificação, de forma a
- Avaliar as BE da manter a colecção actualizada e
Escola /agrupamento. adequada às necessidades das
populações que serve;

-Detecção dos pontos fracos da


colecção e reforço das áreas com
carências identificadas;

-Realização da Auto e hetero


avaliação da BE;

-Criação/aplicação de instrumentos
de recolha e registo de dados para
a avaliação dos serviços (inquéritos
aos utilizadores, levantamento de

dados estatísticos, respostas a


questionários).

- Diversificação e alargamento do
empréstimo domiciliário a
materiais não impressos;

- Requalificação do espaço da BE
para melhor servir a comunidade
educativa;

- Promoção de actividades de
cooperação com outras bibliotecas
do Concelho;

- Formação de utilizadores do
espaço BE;

18
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

Domínio C – Projectos e Parcerias e Actividades Livres de Abertura à Comunidade

Objectivo Actividades Calendarização Avaliação

- Apoiar as actividades
lectivas e extra – - Dinamização de actividades livres 2009/2013 2012/2013
curriculares de carácter lúdico e cultural.

- Reforçar e ampliar o -Divulgação do trabalho organizado


papel formativo da BE e realizado autonomamente pelos
alunos;
- Promover a cooperação
com o exterior e
envolver a BE nos -Difusão dos recursos existentes
projectos do na BE;
Agrupamento
-Intensificação da participação
- Apoiar a aquisição e da BE em projectos e em parcerias
desenvolvimento de ao nível da escola, do agrupamento
métodos de trabalho e e da comunidade local;
de estudo autónomos

- Dinamizar actividades
-Promoção da participação e da
livres, de carácter
mobilização dos pais e
lúdico e cultural na encarregados de educação nas
escola/agrupamento. actividades da BE, organizando
sessões de trabalho conjunto e,
- Apoiar a utilização eventualmente, no financiamento
autónoma e voluntária de eventos;
da BE como espaço de
lazer -Reforço da articulação da BE com
e livre fruição dos as áreas de Estudo Acompanhado;
recursos
-Apoio na utilização autónoma da
BE como espaço de lazer/ou
- Disponibilizar espaços,
trabalho independente,
tempos e recursos para

19
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

a iniciativa e -Realização conjunta de


intervenção livre dos actividades de formação e de
alunos. promoção das leituras e literacias,
com o grupo Concelhio.
- Apoiar as actividades
de enriquecimento -Estabelecimento de parcerias
curricular (AEC), para realização de iniciativas que
conciliando-as com a englobem a comunidade local.
utilização livre da BE.*
Só para o 1º Ciclo Ensino - Desenvolvimento de metodologias
Básico de estudo e de trabalho
autónomos;
- Participar com as
outras - Apoio às actividades de
escolas/agrupamentos e, enriquecimento curricular (1º Ciclo)
eventualmente, com
outras entidades - Diversificação de recursos de
(RBE,DRE,CFAE) em modo a integrar a BE na ocupação
reuniões da BM/SABE dos tempos livres da comunidade
ou outro grupo de educativa.
trabalho
a nível concelhio ou inter
concelhio

- Desenvolvimento de
trabalho e serviços
colaborativos com
outras escolas,
agrupamentos e BE.

- Envolver a BE em
projectos da respectiva
escola/agrupamento ou
desenvolvidos em
parceria, a nível local ou
mais amplo.

20
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
PLANO DE ACÇÃO 2009/2010

7-CONSIDERAÇÕES FINAIS

Sendo o Plano de Acção um instrumento orientador, pretende - se que

seja flexivel passível de ser reestruturado anualmente, de acordo com os

resultados do processo de Auto-Avaliação das BE.

8-REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
- Projecto Educativo do Agrupamento

- Regulamento Interno do Agrupamento

- Manifesto IFLA / UNESCO para Biblioteca Escolar, 2002

- Modelo de Auto avaliação das Bibliotecas Escolares

21
BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS ENGENHEIRO DUARTE PACHECO
Professoras Bibliotecárias

- Paula Rute Correia dos Santos

- Aurélia Maria Grosso Guerreiro Fernandes