Você está na página 1de 39
Interfaces para Instalações Interativas
Interfaces para
Instalações Interativas
Conceito de sistema
Conceito de sistema
Interação Homem-máquina Segundo Eugenio Tisseli:
Interação Homem-máquina
Segundo Eugenio Tisseli:
Sensores e atuadores São transdutores: dispositivos que traduzem sinais de um domínio para outro. Sensores
Sensores e atuadores
São transdutores: dispositivos que traduzem
sinais de um domínio para outro.
Sensores convertem sinais físicos em sinais
elétricos.
Os sensores podem ser considerados
metafóricamente como os órgãos de sentido do
computador.
Atuadores convertem sinais elétricos em sinais
físicos
Sensores Sensores digitais - a resposta a um impulso se da de forma binária: sim
Sensores
Sensores digitais - a resposta a um impulso se
da de forma binária: sim ou não - 0 ou1
Sensores analógicos - geram respostas elétricas
que variam dentro de uma faixa de atuação
determinada, e podem ter qualquer valor dentro
dela.
Ambos classificam-se em pulsadores e
interruptores e em suma são dispositivos que,
em qualquer momento, podem estar em um dos
estados aceso ou apagado.
Sensores Digitais: Foto-células com sensoriamento infravermelho
Sensores
Digitais: Foto-células com sensoriamento
infravermelho
Sensores Digitais: CCDs (imagem digital – foto e vídeo)
Sensores
Digitais: CCDs (imagem digital – foto e vídeo)
Sensores Digitais: CMOS (imagem digital - foto e vídeo)
Sensores
Digitais: CMOS (imagem digital - foto e vídeo)
Sensores Sensores analógicos Podem ser divididos em várias categorias segundo: a) Natureza do impulso captado;
Sensores
Sensores analógicos
Podem ser divididos em várias
categorias segundo:
a) Natureza do impulso captado;
b) Tecnologia utilizada;
c) Modo de ação humana.
Sensores analógicos Tipos segundo -Movimento (pressão , torsão, inércia) a natureza -Luz do impulso -Som
Sensores analógicos
Tipos segundo
-Movimento (pressão
,
torsão, inércia)
a natureza
-Luz
do impulso
-Som
-Temperatura
captado:
-Umidade
-Voltagem
-Magnetismo
-Eletromagnetismo
Sensores analógicos Ex: Tipos segundo a Tecnologia utilizada: potenciômetros; sliders; sensores resistivos de
Sensores analógicos
Ex:
Tipos segundo a
Tecnologia utilizada:
potenciômetros;
sliders;
sensores resistivos de
força (termistores
foto-resistores);
flexores;
acelerômetros;
sensores piezo
elétricos.
Sensores analógicos potenciômetros: captam giro e deslizamento
Sensores analógicos
potenciômetros: captam giro e
deslizamento
Sensores analógicos sliders:captam o deslocamento linear sobre uma superfície
Sensores analógicos
sliders:captam o deslocamento linear sobre
uma superfície
Sensores analógicos termistores: captam temperatura
Sensores analógicos
termistores:
captam temperatura
Sensores analógicos foto-resistores: captam luz
Sensores analógicos
foto-resistores: captam luz
Sensores analógicos Outros sensores resistivos de força (force sensitive resistors - FSR): captam pressão ou
Sensores analógicos
Outros sensores resistivos de força (force
sensitive resistors - FSR): captam pressão ou
tato
Sensores analógicos flexores: captam flexão, movimento
Sensores analógicos
flexores: captam flexão, movimento
Sensores analógicos Acelerômetros: captam o movimento ou inclinação de um objeto sobre o qual estejam
Sensores analógicos
Acelerômetros: captam o movimento ou
inclinação de um objeto sobre o qual estejam
colocados
Sensores analógicos piezo elétricos: produzem variação de voltagem quando deformados e assim captam força,
Sensores analógicos
piezo elétricos: produzem variação de
voltagem quando deformados e assim
captam força, temperatura ou som.
microfones
Sensores analógicos Infravermelhos: capta presença pela interrupção da luz infravermelha.
Sensores analógicos
Infravermelhos: capta presença pela
interrupção da luz infravermelha.
Sensores analógicos biopotenciais: medem energias geradas pelos processos vitais do corpo humano (tensão muscular,
Sensores analógicos
biopotenciais: medem energias geradas
pelos processos vitais do corpo humano
(tensão muscular, movimento de olhos,
atividade cerebral, cardíaca etc.).
Monitor de rítmo cardíaco
Sensores analógicos De campo eletromagnético: medem o campo eletromagnético ao redor dos corpos físicos.
Sensores analógicos
De campo eletromagnético: medem o
campo eletromagnético ao redor dos corpos
físicos.
Sensores analógicos De som: capta vibrações sonoras (microfone)
Sensores analógicos
De som: capta vibrações sonoras
(microfone)
Sensores analógicos Ultra-som: captam ondas ultra-sônicas (sonar). Robô com sonares
Sensores analógicos
Ultra-som: captam ondas ultra-sônicas
(sonar).
Robô com sonares
Sensores analógicos Isométricos sensores de pressão Tipos segundo o modo de ação humana (muscular): Movimento
Sensores analógicos
Isométricos
sensores de pressão
Tipos segundo
o modo de
ação humana
(muscular):
Movimento
com contato
mecânico:
potenciômetros,
sliders, flexores
sem contato mecânico:
ultra-som, campo magnético,
acelerômetros, foto-
resistores, infravermelhos
Atuadores Transformam os processos que acontecem dentro no computador em sinais físicos perceptíveis. Ex. tela
Atuadores
Transformam os processos que acontecem
dentro no computador em sinais físicos
perceptíveis.
Ex. tela que acende, alto-falante produzindo
som.
Digital
Analógico
(elétrico)
Atuadores Alguns tipos:LED (Light Emitting Diode)
Atuadores
Alguns tipos:LED (Light Emitting Diode)
Atuadores Alguns tipos:Relé - espécie de interruptor
Atuadores
Alguns tipos:Relé - espécie de interruptor
Atuadores Alguns tipos: Servomotores
Atuadores
Alguns tipos: Servomotores
Interfaces digitalizadoras Traduzem os sinais dos sensores e atuadores para o computador Ex: - IcubeX,
Interfaces digitalizadoras
Traduzem os sinais dos sensores e atuadores para
o computador
Ex:
- IcubeX, atoMIC ou SensorLab transformam os sinais
para o protocolo MIDI (Musical Instruments Digital
Interface) - on line
- CLP (PCL - Controlador Lógico Programável) on/off
line
- Microcontroladores – off line
microcontroladores
microcontroladores
microcontroladores Um microcontrolador é um componente que tem, num único chip, além de uma CPU,
microcontroladores
Um microcontrolador é um componente
que tem, num único chip, além de uma
CPU, memórias ROM e RAM,
temporizadores/contadores, conversor
AD, canais de comunicação e
conversores analógico-digitais.
(off line)
microcontroladores Aplicação: semáforos, balanças eletrônicas, telefones públicos, controle de carregadores de
microcontroladores
Aplicação:
semáforos, balanças eletrônicas,
telefones públicos, controle de
carregadores de baterias, controles de
acesso, taxímetros, sistemas de
aquisição de dados de manufatura e
eletrodomésticos em geral.
microcontroladores Não há diferença clara entre controladores e microcontroladores, mas pode-se dizer que a
microcontroladores
Não há diferença clara entre controladores e
microcontroladores, mas pode-se dizer que a complexidade
e o tamanho fazem essa diferença
microcontroladores Há muitos modelos de microcontroladores, os mais conhecidos são 8051, 8096, 68HC705, 68HC11 e
microcontroladores
Há muitos modelos de
microcontroladores, os mais
conhecidos são 8051, 8096,
68HC705, 68HC11 e os Pics.
Família 8051 – fabricante Intel
PIC – fabricante Microchip
AVR – fabricante Atmel
BASIC Stamp – fabricante Parallax
BASIC Step – fabricante Tato
Equipamentos
Basic Stamp II Esquema para MIDI
Basic Stamp II
Esquema para MIDI
Botão de Reset Liga-desliga Portas de saída Plugue de energia Cabo Serial - ele conecta
Botão de Reset
Liga-desliga
Portas de saída
Plugue de energia
Cabo Serial - ele
conecta a placa Gogo
ao computador.
LEDs
de status
Portas de sensores
Visual Basic, Visual C++,
Visual Basic for Applications,
MS-Office e C/C++
http://learning.media.mit.edu/projects/gogo/
Basic Step http://www.tato.ind.br/default.asp
Basic Step
http://www.tato.ind.br/default.asp
PLACA SCIArts MÓDULO MÓDULO MÓDULO 3 2 1 Sensores serão organizados de maneira a criar
PLACA SCIArts
MÓDULO
MÓDULO
MÓDULO
3
2
1
Sensores serão organizados
de maneira a criar um
dispositivo de interação com
o público.
Esses sensores enviam os
sinais para o módulo 2, que
de acordo com a
programação dará saída
para o módulo 1, ativando
certos pontos da malha
eletromagnética.
MÓDULO 2