Você está na página 1de 2

ARACNÍDEOS

Aranhas, os escorpiões, os ácaros e os carrapatos

os aracnídeos apresentam o corpo dividido em duas partes: cefalotórax e
abdome
ARANHAS
As aranhas são produtoras de teia e seda, utilizam veneno com defesa e alimentação, algumas possuem visão bem
desenvolvidas e são excelentes caçadoras. Variam de 0,5mm de comprimento até vários centímetros, como a tarântula
e a caranguejeira. A seda das aranhas é parecida com a das lagartas, composta por várias proteínas. A teia é secretada
por glândulas sericígenas, localizadas dentro do abdome. As teias podem ser usadas para a captura de presa, como fio
de guia, refúgio e proteção para os ovos. As aranhas alimentam-se normalmente de insetos. Algumas aranhas
produzem veneno, que tem ação neurotóxica.

Quase todas as aranhas são venenosas. as presas da maioria das espécies são demasiado curtas ou
frágeis para atravessar a pele humana. Apesar de algumas tarântulas serem consideradas perigosas, as
suas mordeduras não provocam lesões graves às pessoas. As picadas das aranhas provocam muito
poucas mortes por ano e quase sempre são crianças.
A picada da aranha viúva-negra costuma provocar dor aguda, seguida de uma moinha que, por vezes,
causa entumescimento na zona que circunda a picada. Também se verificam cãibras e rigidez muscular
no abdómen ou nos ombros, nas costas ou no peito. Outros sintomas podem incluir instabilidade,
ansiedade, sudação, dor de cabeça, enjoo, queda e inflamação das pálpebras. Também podem aparecer
erupção cutânea e comichões, problemas respiratórios graves, náuseas, vómitos, maior produção de
saliva e debilidade. A pele que rodeia a picada pode ficar quente
A única medida de primeiros socorros eficaz para uma picada de viúva-negra é colocar um cubo de gelo
sobre a picada para reduzir a dor. Os menores de 16 anos e os maiores de 60, ou as pessoas que tenham
tensão alta e qualquer afecção cardíaca, costumam ser hospitalizados para serem tratados. Nos casos de
envenenamento grave é administrado um antídoto para neutralizar os efeitos da toxina. É possível que
sejam necessárias outras medidas para tratar as dificuldades respiratórias e a tensão arterial
extremamente alta. As dores e espasmos musculares podem ser aliviados com relaxantes musculares.
Nos casos ligeiros, é possível acalmar a dor com banhos quentes e, nos casos graves, mediante
analgésicos opiáceos.
A picada de aranha-castanha-solitária pode provocar pouca ou nenhuma dor imediata, mas ao fim de
uma hora provoca dor na área que rodeia a picada. A dor pode ser intensa e afetar a totalidade da ferida.
A zona que rodeia a picada fica vermelha, surgem hematomas (equimoses) e, além disso, pode provocar
comichão. No resto do corpo também se pode sentir comichão. Depois forma-se uma bolha que, por
vezes, pode ficar rodeada tanto de hematomas irregulares como de uma área vermelha em forma de
alvo. Primeiro, a zona assemelha-se a um olho de boi. Em seguida, a bolha aumenta de tamanho, enchese de sangue e posteriormente rebenta, formando uma ferida aberta (úlcera) que pode deixar uma
grande cicatriz. A vítima pode ter náuseas, vómitos, dor, fadiga, calafrios, sudação, alterações do sangue
e insuficiência renal, mas a picada raramente é mortal.
Para as picadas de aranha-castanha-reclusa, coloca-se gelo sobre a picada para reduzir a dor. Para
reduzir a inflamação costumam ser administrados corticosteroides. Ainda não existe um antídoto
comercializado. As feridas da pele limpam-se diariamente com peróxido de hidrogénio (água oxigenada);
vai-se retirando o tecido morto conforme for necessário. Na maioria das picadas, este tratamento é
suficiente.
Aranhas perigosas
Viúvas-negras e espécies relacionadas.
Aranhas-castanhas ou violino, por vezes chamadas castanhas-reclusas, e espécies relacionadas.
Aranhas-saltadoras.
Tarântulas.
Aranhas-de-alçapão.
Aranhas-banana (América Central).
Aranhas-lobo.
Aranhas-tecedeiras.
Aranhas-corredoras.
Aranhas-lince-verdes.
Aranhas-de-patas-curvas ou falsas-viúvas-negras.
Argiopes-cor-de-laranja.
Aranhas-caranguejo-gigantes.
Aranhas-caranguejo.
Disderídeas (Dysdera).

Doentes asmáticos e alérgicos são aconselhados a evitar travesseiros de pena devido à maior presença destes seres. Pieridae. . Além disto. Papilionidae. O veneno tem ação neurotóxica e pode até matar uma pessoa. causando paralisia dos músculos respiratórios e cardíacos. embora existam espécies ainda menores Os ácaros domésticos são os responsáveis por causar diversas doenças alérgicas nos seres humanos (rinite. Na parte posterior do abdome há uma “cauda” que possui um aguilhão. espirros. Os ácaros também causam grandes perdas agrícolas como o ácaro vermelho das palmeiras (Raoiella). normalmente em forma de plumas. sofás. Eles sobrevivem bem em colchões. As quelíceras são pequenas mas os pedipalpos são grandes e formam uma estrutura em forma de pinça para captura de presas. Ácaro Ácaro é a designação comum dada aos animais pertencentes à subclasse Acari da classe Arachnida (os aracnídeos). Aranhas-caçadoras (América Central e do Sul). almofadas. 'pequeno'. tapetes. cobertores e travesseiros com água quente.25 e 0. Durante o dia ficam escondidos em baixo de troncos. como também atingir as áreas cutâneas. O tratamento da alergia causada por ácaro começa com a prevenção. ácaro hindu dos citrus (Schizotetranychus hindustanicus) e o ácaro da erinose da lichia (Eriophyes litchii). Alimentam-se de escamas de pele humana e de animais e são verdadeiras pragas domésticas (Os ácaros domiciliares reproduzem rapidamente). as borboletas segregam uma crisálida rígida. Nymphalidae. Possuem de 3 a 9 cm de comprimento. Além dos ácaros domésticos existem ainda os ácaros parasitas do homem. estrutura característica dos escorpiões. os excrementos dos ácaros e os ácaros mortos dispersam-se em poeira fina. vermelhidão nos olhos. que é produzido por um par de glândulas. as traças têm coloração monótona adaptada ao modo de vida noturno.  As traças são maioritariamente noturnas ou crepusculares. Escorpião Formam o mais antigo grupo de artrópodes terrestres conhecidos. que tem sido eficaz na redução de sintomas alérgicos (coceira. Lycaenidae e Riodinidae  As antenas das borboletas são rectilíneas e terminam numa bola.Amaurobiids. A ponta do aguilhão injeta veneno. como o Sarcoptes scabiei. São animais de hábitos noturnos.  O corpo das borboletas é fino e alongado. o que pode ser facilmente inalado causando alergias . A palavra acari deriva do grego akares. provocando a formação de cravos.  A metamorfose das traças faz-se dentro de um casulo mole. asma alérgica e dermatite atópica). bonecos de pelúcia e roupas de camas e adoram lugares úmidos. nariz escorrendo e congestão nos pulmões). Recomenda-se a lavagem regular de colchões. as borboletas são diurnas. o famoso causador dasarna humana (escabiose). Estes podem atingir os folículos pilosos e as glândulas sebáceas. as traças são mais arredondadas e robustas. as traças têm antenas bastante variadas conforme a espécie. Um metro quadrado de um tapete em uma residência pode conter até 100 mil ácaros. Os anti-histamínicos também são úteis como a cetirizina.  As borboletas são em geral coloridas. pedras e buracos no solo. como o Demodex folliculorum. LEPIDOPTEROS Hesperiidae. A maioria dos adultos mede entre 0.75 mm de comprimento.  As traças pousam com as asas abertas. Costumam executar um ritual de acasalamento antes da cópula. Os escorpiões são carnívoros. a maioria das borboletas dobram as asas para cima enquanto em repouso.