Você está na página 1de 42

Sistema de Gestão Ambiental

Normas ISO 14000
Frederico Luiz de Freitas Jr.
Janeiro de 2016

O que é ISO???

ISO é uma organização internacional independente, nãogovernamental, com a adesão de 162 organismos nacionais de
normalização.
Através de seus membros, que reúne especialistas para
compartilhar conhecimentos e desenvolver de forma
voluntária, baseada no consenso, normas internacionais
pertinentes ao mercado que apoiam a inovação e fornecem
soluções para os desafios globais.

ISO
• A ISO – “International Organization for
Standardization” é uma organização sediada em
Genebra, na Suíça. Foi fundada em 1946;
• A sigla ISO foi originada da palavra isonomia
(IGUAL PARA TODOS);
• O propósito da ISO é desenvolver e promover
normas que possam ser utilizadas igualmente por
todos os países do mundo;
• O Brasil é representado pela Associação de Normas
Técnicas – ABNT.

História da ISO
 1906 – normalização no campo da
Engenharia Elétrica – Comissão
Eletrotécnica Internacional - IEC
 1926 – IEC se transforma na
Associação Internacional de
Normalização – ISA, com ênfase na
engenharia mecânica
 1942 - cessa atividades da ISA Segunda Guerra Mundial
 1946 - Londres - a ISO começa
atividades em 23 de fev de 1947.

Estrutura
Federação internacional civil de
organizações de normalização
(de caráter privado), com sede
em Genebra na Suíça, sem fins
lucrativos.

000 Especifica itens necessários para implantação de SGQ IS0 14.000 Direcionadas à segurança e saúde no trabalho ISO 22.Principais Normas ISO QUALIDADE AMBIENTE SAÚDE E SEGURANÇA SEGURANÇA ALIMENTAR ISO 9.000 Boas práticas de higiene e segurança alimentar .000 Princípios básico para desenvolver um SGA OHSAS 18.

existem mais de 10 reuniões técnicas de comitês da ISO acontecendo em todo mundo • Desenvolvimento de uma norma dura em média 3 anos • A numeração série 14.000 foi reservada para a gestão da qualidade .000 está reservada para todo o sistema de gestão ambiental • A numeração série 9. em •Estima-se que para cada dia de trabalho útil.Estrutura da ISO • Normas são numeradas ordem crescente.

150/62.entidade civil. apenas aos países do Primeiro Mundo . Normalização e Qualidade Industrial.  Objetivo: elaborar normas técnicas e atividades afins em âmbito nacional. criado em 1994. fundada em 28 de setembro de 1940. para evitar que as normas da ISO 14. reconhecida como o único “Fórum Nacional de Normalização”. técnica e economicamente. sem fins lucrativos.  Participa do GANA – grupo de apoio a normalização ambiental.ISO no Brasil  Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é a representante oficial do Brasil na ISO  ABNT . considerada de utilidade pública pela Lei 4.000 acabem privilegiando praticas e tecnologias acessíveis.  Integra o Sistema Nacional de Metrologia.

Sistema brasileiro de certificação • INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia é o organismo credenciador do Sistema Brasileiro de Certificação – SBC • Credencia os organismos de certificação ambiental. quando da certificação das empresas . • Qualificação de registro de auditores • Certificação de produtos • Procedimentos para o uso dos organismos de certificação credenciados.

Princípios gerais • 14011: Procedimentos de auditoria • 14012: Critérios de qualificação para os auditores ambientais • 14050: Termos e definições Como nasceu essa série de normas ??? .000 • 14001: Sistemas de Gestão Ambiental. sistemas e técnicas de implantação. Guia para uso • 14004: Diretrizes gerais concernentes a princípios. • 14010: Diretrizes para auditoria ambiental.Série ISO 14.

 Chernobil – 1994 – Observou-se deficiência nos 2 reatores em funcionamento  Reino Unido – 1993 – um petroleiro sob tempestade chocou-se com rochas e derramou petróleo... .300 mortes e 20. a função meio ambiente ganha força com ocorrência de acidentes significativos:  Bhopal – 1984 – Índia – vazamento de isocianato metílico.000 doentes.  Chernobil – 1986 – Ucrânia – acidente em usina nuclear que possuía 3 reatores.  Outros.  Chernobil – 1991 – Outro reator pegou fogo. no ar durante uma inversão térmica o que causou 3. da Irlanda ao norte da Grécia. Este acidente foi 2 vezes maior que o acidente de Exxon Valdez.Acidentes Ambientais Nas décadas de 80 e 90. houve a exploração de um reator com liberação de césio 137 radioativo contaminando 75% da Europa. até hoje os números chegam a mais de 500 mortes. A proteção de aço e cimento sobre o reator foi destruída. 31 pessoas morreram e 135 mil foram evacuadas. de uma fábrica química.

havendo a evacuação da população apenas dois dias após o ocorrido. Foi evacuado uma área de até 5 milhas todas as mulheres grávidas e crianças em idade pré-escolar. 1979 Data: 28 de março de 1979. O reator da usina nuclear “Three Mile Island” na Pensilvânia passou por uma falha mecânica aliada a erro humano e lançou gases e efluentes radioativos em um raio de 16Km.Three Mile Island – EUA. A população não foi informada sobre o acidente. Descrição: Conhecido como “Pesadelo Nuclear”. Não houve mortes relacionadas ao acidente. . Consequências: • • Um dia depois foi medido a radioatividade em volta da usina que alcançava até 16 quilômetros com intensidade de até 8 vezes maior que a letal.

Cerca de 150 mil pessoas ainda sofrem com os efeitos do acidente. e Pelo menos 27 mil morreram por conta disso. foram expostas aos gases. Descrição: um acidente em uma fabrica de pesticidas em Bophal.Bhopal – Índia. a sua maioria trabalhadores. Consequências: • • • • Mais de 500 mil pessoas. . nos meses seguintes mais pessoas morreram devido a complicações geradas pela contaminação. Aproximadamente 50 mil pessoas estão incapacitadas para o trabalho. na Índia. lançou 45 toneladas de metil isocianato na atmosfera. Em poucas horas. milhares de pessoas morreram. 1984 Data: 2 de dezembro de 1984.

Um estudo feito em 2005 (quase 20 anos depois) aponta que morreram de câncer entre 30. produzindo uma nuvem de radioatividade que atingiu a União Soviética.Chernobyl. com a liberação de 400 vezes mais contaminação que a bomba que foi lançada sobre Hiroshima. Descrição: É considerado o pior acidente nuclear da história da energia nuclear. Escandinávia e Reino Unido. Europa Oriental.000 pessoas vítimas do vazamento de Chernobyl. . Consequências: • • Um relatório da Organização das Nações Unidas de 2005 atribuiu 56 mortes até aquela data.000 e 60. 1991 E 1994 Data: 26 de abril de 1986. 1986.

Descrição: vazamento de gasolina em um dos oleodutos da Petrobrás que ligava a Refinaria Presidente Bernardes ao Terminal de Alemoa.Vila Socó – Cubatão – Brasil. O fogo se alastrou por toda a área alagadiça superficialmente coberta pela gasolina. 1984 Data: 24 de fevereiro de 1984. incendiando as palafitas. aconteceu a ignição seguida de incêndio. . Com a movimentação das marés o produto inflamável espalhou-se pela região alagada e cerca de 2 horas após o vazamento. Consequências: • • 3 pessoas mortas (oficial) Mais de 500 mortes (número extra oficial).

e contaminado ou irradiado outras 1.Goiânia . Começava aí um drama com proporções incalculáveis. os ladrões acharam interessante o pó luminoso e o distribuíram a parentes e amigos e parte do equipamento foi vendido a um ferro velho. As vítimas foram enterradas em caixões de chumbo para conter a radiação. Brasil. . Consequências: • Estima-se que o acidente tenha causado 81 mortes. 1987 Data: 13 de setembro de 1987. bombeiros e profissionais de saúde que entraram em cena para remediar o acidente. Descrição: Neste dia foi descoberto o maior acidente radiológico do mundo. Um aparelho de radioterapia foi roubado de uma clínica e continha cloreto de césio.5 mil pessoas – incluindo militares.

000 pássaros marinhos. .Morreram: • • • • • • 250. A limpeza custou $ 2.000 m³)..Exxon Valdez – Álaska. a serviço da Exxon. Descrição: Navio superpetroleiro.5 bilhões. bateu na costa do Alasca. e bilhões de ovos de salmão. o Valdez. deixando escapar 260 mil barris de petróleo (40. Consequências . 2. 1989 Data: 24 de março de 1989. 250 águias.800 lontras marinhas. imergindo em óleo praticamente toda a fauna da região. 22 orcas.

DECLARAÇÃO DE ESTOCOLMO – 1972 : Foi elaborado um plano de ação para o meio ambiente e uma lista de princípios.1972 : o grupo queria limitar o crescimento econômico com base no conceito que este consumo elevado de produtos levaria a destruição dos recursos naturais. NA CONVENÇÃO DE VIENA – 1985: foi acordado o objetivo de reduzir 50% no uso dos CFC’S para proteção da camada de ozônio. NA ALEMANHA. O SELO AZUL – 1978: passou a ser colocado o selo azul (também conhecido como anjo azul) em produtos que não produzem impacto sobre o meio ambiente.Eventos Internacionais CLUBE DE ROMA . . não houve aderência internacional. comportamentos e responsabilidades para decisões ambientais. o conceito utilizado foi de desenvolvimento sustentável: o valor total dos bens disponíveis produzidos pelo homem ou encontrados na natureza deve permanecer constantes de uma geração para outra.

CONVENÇÃO DE BASILEIA – 1989: redução de movimentos transfronteiros de resíduos perigosos ao mínimo e com manejamento eficiente e seguro para minimizar a quantidade de resíduos gerados e seu tratamento seguro próximo a fonte geradora.Eventos Internacionais PROTOCOLO DE MONTREAL + RELATÓRIO BRUTLAND – 1987: novos acordos para reduzir substâncias que destroem a camada de ozônio e CFC’S. .

RESOLUÇÃO CONAMA Nº 01 DE 1986: Discrimina atividades que devem realizar o Estudo de Impactos Ambientais – EIA e Relatório de Impacto ao Meio Ambiente –RIMA. .Eventos Nacionais Década de 80 no Brasil: LEI 6938 DE 1981: estabelece a Política Nacional do Meio Ambiente. avaliação de impactos ambientais. visando o licenciamento ambiental. licenciamento e revisão de atividades efetivas ou potencialmente poluidoras.

Catalizadores da Nova Consciência Ambiental Acidentes Intensificação Problemas Ambientais Segurança e Qualidade de Vida Ameaçadas NOVA CONSCIÊNCIA HUMANA Sociedade mais alerta e exigente .

Influências na Gestão Ambiental Empresarial Governos Empresa Sociedade Gestão Ambiental Empresarial – Influências. Fonte: Barbieri (2007). Mercado .

Evolução do Comportamento Empresarial .

pela ABNT recebendo a denominação NBR ISO 14001:2004. Estas Normas são genéricas por natureza. • A normalização da ISO 14000 refere-se a quais elementos do sistema de meio ambiente devem ser implementados e não sobre técnicas e métodos para implementá-los. . • As Normas ISO série 14000 foram adotadas e traduzidas. palavra por palavra. visando elaborar uma série de normas que ofereçam ferramentas para a gestão ambiental.ISO 14000 Em junho de 1993: • Foi instalado o Comitê 207 da ISO.

Grupos da Série ISO 14000 Gestão Ambiental TC 207 Avaliação da Organização Sistema de Gestão Ambiental Desempenho Ambiental Auditoria Ambiental Divisão das normas ISO 14000 em função do objeto Fonte: Adaptado de Barbieri (2007) Avaliação do Produto Avaliação do Ciclo de Vida Rótulo Ambiental Aspectos Ambientais em Normas de Produto .

é concedido a produtos que satisfaçam a um conjunto de requisitos pré-determinados. Análise do Ciclo de vida Avaliação de Performance Ambiental Avaliar o seu desempenho ambiental. Auditoria Ambiental Garantem a credibilidade do processo de certificação. para comparar os resultados com as metas definidas SGA e comprovar melhorias Aspectos Ambientais em normas de produtos Permitir uma visão abrangente dos impactos ambientais ao longo de toda a cadeia Permite a integração dos aspectos de produção ambientais: 1) Usando a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV).. 2) Usando Indicadores Ambientais desenvolvidos para este fim.Série ISO 14000 Avaliação da Empresa Avaliação do Produto Sistema de Gestão Ambiental Rotulagem Ambiental Ajuda as organizações a gerenciar melhor tanto o impacto de suas atividades no meio ambiente quanto demonstrar a boa gestão ambiental. Selo verde . e 3) Usando Diretrizes Qualitativas: Termos Definições .

• Atendimento as regulamentações municipais. Banco Mundial e BNDS. estaduais e federais. • Diminuição de processos de responsabilidade civil. • Controle dos seus impactos ambientais significativos. • Possibilidade de atingir mercados restritos como a comunidade europeia. . • Obtenção de recursos de órgãos como BID.Benefícios da Implantação da ISO 14001 Com a implantação da ISO 14001 as organizações serão mais competitivas devido a: • Redução de custos com economia de recursos naturais e minimização da geração de resíduos.

uma organização deve desenvolver as Princípio 3 capacidades e apoiar os mecanismos necessários para o alcance de suas políticas.deve assegurar comprometimento ao SGA e definir sua política. monitorar e avaliar sua performance ambiental. Para uma efetiva implantação. Princípio 2 Uma organização deve formular um plano para cumprir com sua política ambiental.Princípios contidos nas Normas ISO 14000 O ciclo do SGA segue a visão básica de uma organização que subscreve os seguintes princípios: PRINCÍPIO DESCRIÇÃO Princípio 1 Uma organização deve focalizar aquilo que precisa ser feito . objetivos e metas. Uma organização deve rever e continuamente aperfeiçoar seu sistema de Princípio 5 gestão ambiental. com o objetivo de aprimorar sua performance ambiental geral. . Princípio 4 Uma organização deve medir.

responsabilidades. procedimentos. atingir. Por definição da ISO 14001. processos e recursos para desenvolver. práticas. implementar.Sistema de Gestão Ambiental (SGA) ISO 14001 O que é Sistema de Gestão Ambiental (SGA) ISO 14001? Um sistema de gestão ambiental (SGA) é uma abordagem sistêmica para lidar com os aspectos ambientais de uma organização. . analisar criticamente e manter a política ambiental. é a parte do sistema de gestão global que inclui estrutura organizacional. atividades de planejamento.

demonstrando seu comprometimento com a proteção ambiental e a prevenção da poluição. produtos e serviços com o meio ambiente. a controlarem os impactos ambientais oriundos de suas atividades. obtendo continuamente a melhoria do desempenho ambiental. de qualquer tamanho ou ramo de atividade. o SGA é uma ferramenta que possibilita as organizações. O Sistema de Gestão Ambiental de acordo com a ISO 14001 é uma ferramenta para as organizações demonstrarem a compatibilidade das interações de suas atividades. . produtos e serviços de forma sistêmica.Sistema de Gestão Ambiental (SGA) ISO 14001 Resumindo.

Estágio da detecção do problema/custo: 1.Sistema de Gestão Ambiental Problemas ambientais devem ser identificados e corrigidos no próprio setor de trabalho. Corrigido após o resíduo sair da empresa: 100 vezes mais . Corrigido na empresa depois de sair do setor: 10 vezes mais 3. Corrigido no próprio setor/1 (referência) 2.

Sistema de Gestão Ambiental .

Benefícios de implementar um SGA Maior satisfação do cliente Maior facilidade para certificações Melhoria da imagem da empresa Maior facilidade de financiamentos Conquista de novos mercados EMPRESA Maior permanência do produto no mercado Melhoria do desempenho da empresa Redução de riscos Redução de custos .

. Medição e avaliação: é recomendado que uma organização mensure. 4. Implementação: é recomendado que uma organização desenvolva a capacitação e os mecanismos de apoio necessários para atender sua política. 5.Principais elementos de um SGA 1. 3. Planejamento: é recomendado que uma organização formule um plano para cumprir sua política ambiental. monitore e avalie seu desempenho ambiental. Comprometimento e política: é recomendado que uma organização defina sua política ambiental e assegure o comprometimento com o seu SGA. 2. seus objetivos e metas ambientais. Análise crítica e melhoria: é recomendado que uma organização analise criticamente seu SGA. com o objetivo de aprimorar seu desempenho ambiental global.

Principais elementos de um SGA .

Treinamento. Documentação. . Responsabilidade. Legislação e outros requisitos. Consciência. Comunicação. Objetivos e Metas Programas de gestão ambiental IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO Estrutura. Controle e Preparação para Emergências.Sistema de Gestão Ambiental MELHORIA CONTÍNUA ANÁLISE CRÍTICA PELA ADMINISTRAÇÃO VERIFICAÇÃO E AÇÕES CORRETIVAS Monitoramento e Medição Não Conformidades e Ação Corretiva e Preventiva Rregistros e Auditorias POLÍTICA AMBIENTAL Declaração de intenções e princípios sobre seu Desempenho ambiental PLANEJAMENTO Aspectos Ambientais.

Etapas para um Sistema de Gestão Ambiental • Desenvolver e divulgar uma política ambiental • Preparar um Programa (Plano) de Ação • Organizar a empresa e seu pessoal (alta administração) • Alocar recursos adequados • Investir em tecnologia • Educar e treinar • Monitorar e medir • Fazer auditoria e relatar • Parcerias com várias partes interessadas .

Etapas Típicas de um Processo de Certificação .

mas é preferível que seja na empresa. metas ambientais e uma planta da localidade com indicação da medição dos ruídos.Auditoria de Adequação Documentação – FASE 1: • OBJETIVO: analisar se a documentação do SGA está adequada aos requisitos normativos aplicáveis. • A empresa deverá apresentar uma avaliação de aspectos e impactos ambientais. . o programa para controle ambiental. e os procedimentos documentados exigidos pela norma. e usualmente gera um relatório específico. • A auditoria de adequação pode ser feita no escritório do órgão certificador ou na empresa. na interface com outros terrenos.

Auditoria de Conformidade Implementação – FASE 2: • OBJETIVO: verificar se o SGA está implementado e concluir se atende a norma de referência. • A empresa deve atender a toda legislação ambiental aplicável. • Os auditores recomendam ou não a certificação e solicitam ações corretivas para as não conformidades identificadas. normalmente 6 meses depois. • O relatório deve ser verificado pela empresa de certificação para garantir que não houve falhas no processo e só então junto com as ações corretivas já aprovadas pelo auditor é emitido o certificado com 3 anos de validade. . e programas uma auditoria de acompanhamento. uma não conformidade por não atendimento a legislação impede a certificação. se houverem.

Número de Certificações ISO 14001 – AMÉRICA DO SUL 12000 9890 10000 10143 8202 8000 6999 7074 6000 4355 4260 4413 4000 2955 2000 1418 309 556 681 2000 2001 3748 3411 1691 0 1999 2002 2003 2004 2005 2006 2007 Central / South America 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 .

BRASIL 4000 3695 3391 3500 3517 3300 3222 3000 2447 2500 2061 2000 1872 1800 1428 1500 1186 900 1000 500 165 330 350 2000 2001 1008 0 1999 2002 2003 2004 2005 2006 Brazil 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 .Número de Certificações ISO 14001.

2014 1 China 13023 2 Italy 2560 3 Australia 2358 4 Czech Republic 1039 5 Colombia 667 6 India 574 7 Romania 558 8 USA 515 Turkey Bulgaria 499 388 9 10 .2014 1 China 117758 2 Italy 27178 3 Japan 23753 4 United Kingdom 16685 5 Spain 13869 6 Romania 9302 7 France 8306 8 Germany 7708 9 USA 6586 10 India 6446 Top 10 countries for ISO 14001 growth .Evolução das Certificações ISO 14001 Top 10 countries for ISO 14001 certificates .