Você está na página 1de 16

Seqüências ou Sucessões

Termo Geral de uma PG ⇒ an = a1.q n−1 ⇒ Produto

q = razão da PG

Termo Médio ⇒ TM 2 = a1.a n

n ( n −1)
Produto dos termos de uma PG ⇒ Pn = ± (a 1.a n ) n
⇒ Pn = a 1 n
.q 2

a .q − a 1 a 1.(q n − 1)
Soma dos termos de uma PG ⇒ Sn = n ⇒ Sn =
q −1 q −1

a
Soma dos termos de uma PG Infinita ⇒ S∞ = 1
1− q

1. Sabendo-se que x, x+9, e x+45, estão em PG, podemos afirmar que a razão
desta PG vale:
Solução:
a1 = x q=? an = a1.q n−1
x + 9 x + 45
= ⇒ (x+9)² = x(x+45) ⇒ x² + 18x + 81 = x² + 45x ⇒
x x+9
18x – 45x = - 81 ⇒ -27x = -81 ⇒ x = 3
x + 9 12
q= = =4 ∴ x, (x+9), e (x+45) ⇒ (3, 12, 48)
x 3
2
2. Calcular o 7.º termo da PG onde a 1 = e q = 3 , vale:
9
Solução:
2
a 7 =? a1 = q= 3
9
2 7 −1 2
an = a1.q n−1 ⇒ a 7 = .q ⇒ a7 = .( 3 ) 6 ⇒
9 9
6
 1
 
( 3 ) ⇒  32  ⇒ 3 3
6
 
 
2 3 2
a7 = .3 ⇒ a7 = .27 ⇒ a7 = 6
9 9
3. Encontre o primeiro termo de uma PG de razão q = 2 e 6.º termos a 6 = 128.
Solução:
a1 = ? q= 2 a 6 = 128= a n n= 6
32
an = a1.q n−1 ⇒ a 6 = a 1 .q 6−1 ⇒ 128 = a 1 .2 5 ⇒ a 1 = ⇒ a1 = 4
128
2
4. Calcule a razão de uma PG em que o 1.º temo é e o 6.º é 54.
9
Solução:
2
a1 = q= 2 a 6 = 54
9
2 5
an = a1.q n−1 ⇒ a 6 = a 1 .q 6−1 ⇒ 54 = .q ⇒
9
5
35 =q 5 = 243 ⇒ q = 5
243 ⇒ q = 5 3 ⇒ q = 3
1
5. Quantos termos possui uma PG onde o 1.º temo é , a razão é 2 e o último
8
termo é 128:
Solução:
1
a1 = q= 2 a n = 128
8
1 n −1
an = a1.q n−1 ⇒ 128= .2 ⇒ 2 7 . 2 3 = 2 n −1 ⇒ 2 10 = 2 n −1 ⇒ 10 = n-1 ⇒ n = 11
8
6. Encontre o 4.º termo de uma PG onde a 2 + a 4 +a 5 = 130 e a 3 + a 5 + a 6 = 260
Solução:
a 4 = ? ⇒ a 4 =a 1 .q 3
a 2 + a 4 +a 5 = 130 ⇒ a 1 .q + a 1 .q 3 + a 1 .q 4 = 130
a 3 + a 5 + a 6 = 260 ⇒ a 1 .q 2 + a 1 .q 4 + a 1 .q 5 = 260
a1.q3
= q 2 ⇒ divida a equação de baixo pela de cima ⇒
a1.q

a 1 .q. (1+q 2 + q 3 ) = 130 subst. ⇒ a 1 .2. (1+2 2 + 2 3 ) = 130 ⇒ a 1 =5


a 1 .q 2 (1+q 2 + q 3 ) = 260
q=2
7. Quanto vale a razão da PG de 3 termos, sabendo-se que a soma de seus termos é
19
e o produto é 1:
6
Solução:
x
3 n.º em PG ⇒ ( ; x ; x .q)
q
x 3
. x . x .q = 1 ⇒ x 3 = 1 ⇒ x = 1 ⇒ x = 1
q
1 19 1
+ 1 + 1 .q = ⇒ 6.( + 1 + 1 .q ) = 19.q ⇒ 6+ 6q+ 6q 2 = 19.q ⇒
q 6 q
3 2
6q 2 -13q +6= 0 ⇒ q’ = ∴ q’’ =
2 3
125 2
8. A razão de uma PG de 4 termos, cujo primeiro termo é 2 e o último é ,
27
vale:
Solução:
125 2
n= 4 q= ? a1 = 2 a4 =
27
125 2 125 5
an = a1.q n−1 ⇒ = 2 .q 4−1 ⇒ q 3 = ⇒ q=
27 27 3
9. Em uma PG, o quinto termo é 24 e o oitavo termo é 3. A razão entre o sexto e o
décimo termo é:
Solução:
a6
=? a 5 = 24 a8 = 3
a10
24
an = a1.q n−1 ⇒ 24 = a 1 .q 5−1 ⇒ 24 = a 1 .q 4 ⇒ a 1 =
q4
24 24
an = a1.q n−1 ⇒ 3 = a 1 .q 8−1 ⇒ 3 = a 1 .q 7 ⇒ 3 = 4
.q 7 ⇒ 3 = 4
.q 7 ⇒ 1 = 8.q 3
q q
1 1
q 3= ⇒q =
8 2
6 −1 5
an = a1.q n−1 ⇒ a 6 = a 1 .   ⇒ a 6 = a 1 .  
1 1
2 2
10−1 9
⇒ a 10 = a 1 .   ⇒ a 10 = a 1 .  
n −1 1 1
an = a1.q
2 2
a  1 5 a1
1  5
a6 2 a a
⇒ 9
= 2 = 1 . 1 = 2 4 = 16
a10 a 1 a1 25 29
1 
2 29

10. Sejam os polinômios A(x)= a 1 .x n +a 2 .x n −1 +...+a n .x+a n +1 e B(x)=


b 1 .x m +b 2 .x m −1 +...+b m .x+b m +1 de mesmo grau. Se (a 1 , a 2 , ..., a n +1 ), nesta ordem,
formam uma PA onde a 3 = 5 e r = n, n ∈ Z com 3 ≤ n ≤ 4 e (b 1 , b 2 , ...,b m +1 ),
formam nesta ordem uma PG onde b 2 = a 2 e b 3 = -1, então o termo independente
da soma A(x) + B(x) é:
Solução:
n=m a3= 5 r = n ⇒3≤ n ≤4 ⇒n = 3
A(x) + B(x) a n +1 + b m +1 a4 + b4
(a 1 , a 2 , ..., a n +1 )PA ⇒ an = a1 + (n − 1)r ⇒
a 1 ⇒ 5 = a 1 + (3-1).3 ⇒ 5 = a 1 + 6 ⇒ a 1 = -1
a 2 ⇒ a 2 = -1+(2-1).3 ⇒ a 2 = -1+3 ⇒ a 2 = 2
a 4 ⇒ a 4 = -1+(4-1).3 ⇒ a 4 = -1+9 ⇒ a 4 = 8
achando a razão da PG
a3 1
a2 = b2 = 2 q= =−
a2 2
a 3 = b 3 = -1
(b 1 , b 2 , ...,b m +1 )PG ⇒ an = a1.q n−1 ⇒ bn = b1.q n −1 ⇒
1 1 b
b 1 ⇒ 2 = b 1 .(- ) 2−1 ⇒ 2 = b 1 .(- ) ⇒ 2 = - 1 ⇒ b 1 = - 4
2 2 2
4 −1
 1  1 1
b 4 ⇒ b 4 = - 4. −  ⇒ b 4 = - 4. −  ⇒ b4=
 2  8 2
1 16 + 1 17
A(x) + B(x) ⇒ a n +1 + b m +1 ⇒ a 4 + b 4 ⇒ 8 + ⇒ =
2 2 2
1
11. Calcular o produto dos 7 primeiros termos da PG em que a 1 = e q = 2.
4
Solução:
1
Pn = ? a1 = q=2
4
n ( n −1) 7 7(7 −1)
P 7 =  
1
Pn = a 1 n
.q 2 ⇒ . 2 2 ⇒ P 7 = (2 −2 ) 7 . 2 21 ⇒ P 7 = 2 −14 . 2 21 ⇒
4
P7 = 27
1
12. Determine o produto dos 9 primeiros termos da PG onde a 1 = - 32 e q = .
2
Solução:
1
P9 = ? a 1 = - 32 q=
2
n ( n −1) 9(9 −1)
1
Pn = a 1 n
.q 2 ⇒ P 9 = (-32) . 9 2 ⇒ P 9 =(-2 5 ) 9 . (2 −1 ) 36 ⇒
2
P 9 =-2 45 . 2 −36 ⇒ P 9 =-2 9
13. Determine a soma dos 10 primeiros termos da PG 1, 2, 4, 8, ....
Solução:
n = 10 a1 = 1 q=2 S 10 = ?
a .(q n − 1) a n .q − a 1 (210 - 1)
Sn = 1 ou Sn = ⇒ S 10 = 1. ⇒ S 10 = 1023
q −1 q −1 2 -1

1 1 1
14. Calcular o valor da soma 1+ + + + ...:
2 4 8
Solução:
1 1 1 1 a 1 1
q= ∴ a soma 1+ + + + ...tende a zero! ⇒ S∞ = 1 ⇒ = =2
2 2 4 8 1− q 1-
1 1
2 2
x
15. A seqüência (2x+ 5, x+ 1, , ...), com x ∈ IR, é uma PG de termos positivos.
2
O décimo terceiro termo desta seqüência é:
Solução:
a 13 = ?
x
a2 a3 x +1 5x
= ⇒ = 2 ⇒ x 2 + 2x + 1 = x 2 + ⇒ 1 = 5x -2x ⇒
a1 a2 2x + 5 x +1 2 2
5x − 4 x x
1= ⇒ =1 ⇒ x=2
2 2
2
a 1 ⇒ 2.2+5 ⇒ a 1 =9 ∴ a 2 ⇒ 2.1 ⇒ a 2 =3 ∴ a 3 ⇒ ⇒ a 3 =1
2
a2 a3
q= = ⇒ 3=1
a1 a2 9 3
1 1
an = a1.q n−1 ⇒ a 13 = 9. ( ) 13−1 ⇒ a 13 =9. ( ) 12 ⇒ a 13 = 3 −10
3 3
15
16. Em uma PG de termos reais, sabe-se que a 5 = 240 e a 8 = . Então, podemos
4
afirmar que a razão desta progressão é :
Solução:
15
an = a1.q n−1 ⇒ a 5 = a 1 .q 4 =240 ∴ a 8 = a 1 .q 7 =
4
a1 .q 4 = 240 1
q⇒ = q3 =
15 4
a1 .q 7 =
4
15 1 1
a8 = a5. q3 ⇒ = 240. ⇒ q=
4 4 4
17. A Soma dos termos da PG : : 2: 6: 18: ... : 486 é:
Solução:
a2 6
a1 = 2 a2= 6 q= = =3
a1 2
a 3 ⇒ a 2 . a 1 + a 2 = 6.2+6 ⇒ a 3 =18
a 4 ⇒ a 3 . a 1 + a 3 = 18.2+18 ⇒ a 4 =54
a 5 ⇒ a 4 . a 1 + a 4 = 54.2+54 ⇒ a 5 =162
a 6 ⇒ a 5 . a 1 + a 5 =162.2+162 ⇒ a 6 =486
2 + 6 + 18 + 54 + 162 + 486 ⇒ PG com seis termos
2 + 6 + 18 + 54 + 162 + 486 = 728
a 1.(q n − 1) a n .q − a 1 a n .3 - 2
Sn = ou Sn = ⇒ Sn = ⇒ Sn = an
q −1 q −1 3 −1
x x x x
18. A solução da equação x + + + + ... = 15, em IR, é :
3 9 27 81
Solução:
n
1
x  − 1
a .(q n − 1) a n .q − a 1
Sn = 3
1 x
q= ∴ Sn = 1 ou Sn = ⇒ =15 ⇒ =15 ⇒ x = 10
3 q −1 q −1 1−
1 2
3 3
19. O produto dos 4 primeiros termos da progressão geométrica cujos elementos
a a a
verificam as relações  1+ 3+ 5= 21 é:
a a +a  2+ 4 6 = 42

Solução:
2.(a 1 + a 3 + a 5 = 21) ⇒ a 2 + a 4 + a 6 = 42 ⇒ q = 2
a 3 ⇒ a 1 .q 2
a 5 ⇒ a 1 .q 4
a 1 + a 3 + a 5 = 21 ⇒ a 1 + a 1 .q 2 + a 1 .q 4 = 21 ⇒ a 1 + a 1 .2 2 + a 1 .2 4 = 21 ⇒
a 1 + a 1 .4+ a 1 .16 = 21 ⇒ a 1 = 1
n ( n −1)
Pn = a 1 n
.q 2 ⇒ P 4 = 1 4 .2 6 ⇒ P 4 = 64
20. Qual é a razão de uma PG de 3 termos, onde a soma dos termos é 14 e o
produto 64?
Solução:
x
q=? 3 n.º em PG ⇒ ( ; x ; x .q)
q
x
produto ⇒ .x.(x.q ) = 64 ⇒ x 3 = 64 ⇒ x = 4
q
x 4
soma ⇒ +x+(x.q) = 14 ⇒ +4+(4.q) = 14 ⇒
q q
1
4q 2 +10q+4=0 ⇒ q’=2 ∴ q’’=
2
3
21. O número 95 foi dividido em três partes que estão em PG de razão , as
2
partes são:
Solução:
3 x
a1 = ? a2 = ? a3 = ? q= 3 n.º em PG ⇒ ( ; x ; x .q)
2 q
2x 3x
a1 = a2 = x a3 =
3 2
2x 3x
a1 + a2 + a3 = 95 ⇒ +x+ = 95 ⇒ x = 30
3 2
2x 2.30
a1 ⇒ = ⇒ a1 = 20
3 3
a2 ⇒ x ⇒ a2 = 30
3x 3.30
a3 ⇒ = ⇒ a3 = 45
2 2
22. O sexto termo de uma PG na qual 2 meios geométricos estão entre 3 e -24,
tomados nesta ordem, é :
Solução:
3, ___, ___, -24 a1 = 3 a 4 = -24 an = a1.q n−1
a 4 ⇒ a 1 .q 3 ⇒ -24 = 3.q 3 ⇒ q 3 = - 8 ⇒ q 3 = - 2 3 ⇒ q = -2
an = a1.q n−1 ⇒ a 6 = a 1 .q 5 ⇒ a 6 = 3.(-2) 5 ⇒ a 6 = - 96
3 3 3
23. Calcule a soma 3 + + + ...:
2 4 8
Solução :
a2 1
a1 = 3 q= =
a1 2

Neste caso, temos uma PG ilimitada convergente


a1 3 3
S∞ = ⇒ = =6
1− q 1−
1 1
2 2

24. Seja (a 1 ,a 2 ,...,a n ...) uma PG infinita de razão positiva r, em que a 1 = a é um


número real não nulo. Sabendo-se que a soma de todos os termos de índices pares
desta PG é igual a 4 e que a soma de todos os termos de índices múltiplos de 3 é
16
, determine o valor de a + r:
13
Solução:

é uma PG ilimitada convergente ⇒ a1 = a.r e razão q 2

a2 + a 4 + a 6 + ...= 4 ⇒

a.r + a.r 3 + a.r 5 + ... = 4


a1 a.r
S∞ = ⇒ = 4 ⇒ a.r = 4(1-r 2 )
1− q 1− r 2

16
a3 + a 6 + a 9 ...=
13

a1 a.r 2 16 16
S∞ = ⇒ = ⇒ a.r 2 = (1-r 3 )
1− q 1− r 3 13 13

16
2 (1 - r 3 )
a.r 4.(1 − r ).(1 + r + r 2 ) 1 4
= 13 ⇒ ⇒ 9.r 2 + 9.r – 4 = 0 ⇒ r’ = r” = −
a.r 4.(1 - r 2) 13.(1 − r ).(1 + r ) 3 3

1 1 32
a.r = 4(1-r 2 ) ⇒ a. = 4(1-( ) 2 ) ⇒ a =
3 3 3

32 1
a+r= + = 11
3 3

25. Dada a PG (2,4,8,... ), pede-se calcular o décimo termo.

Solução:

Temos: a1 = 2, q = 4/2 = 8/4 = ... = 2. Para calcular o décimo termo ou seja a10,
vem pela fórmula:

a10 = a1 . q9 = 2 . 29 = 2. 512 = 1024

26. Sabe-se que o quinto termo de uma PG crescente é igual a 20 e o oitavo termo é
igual a 320. Qual a razão desta PG?
Solução:
Temos a4 = 20 e a8 = 320. Logo, podemos escrever: a8 = a4 . q8-4 . Daí, vem: 320 =
20.q4
Então q4 =16 e portanto q = 2.

Nota: Uma PG genérica de 3 termos, pode ser expressa como:


(x/q, x, xq), onde q é a razão da PG.

27. Numa PG de 6 termos, o primeiro termo é 2 e o último é 486. Calcular a razão


dessa PG
Solução:
n= 6 a1 = 2 a6 = 486
an = a1.q n−1 ⇒ a6 = a1.q5 ⇒ 486 = 2 . q5 ⇒ q=3
28. Ache a progressão aritmética em que:
a1 + a2 + a3 = 7
a4 + a5 + a6 = 56
Solução:
transformando, temos:
a1 + a1 .q + a1. q2 = 7 ⇒ a1 (1 + q + q2 ) = 7 ⇒ I
a4 + a5 + a6 = 56 ⇒ a1.q (1 + q + q ) = 56 ⇒ II
3 2

Dividindo-se II por I :
q3 = 8 ⇒ q = 2
de I vem:
a1 (1 + 2 + 4) = 7 ⇒ a1 = 1
Resposta: (1, 2 , 4, 8, ...)
29. Interpolar ou inserir três meios geométricos entre 3 e 48.
Solução:
O problema consiste em formar uma PG, onde:
a1 = 3 an = 48 n=3+2=5
Devemos, então, calcular q:
an = a1.q n−1 ⇒ 48 = 3 . q4 ⇒ q = ±2
Para q = 2 ⇒ (3 , 12, 24, 48)
Para q = -2 ⇒ (3, -6, 12, -24, 48)

30. Dar o valor de x na igualdade x + 3x +... +729x=5465, sabendo-se que os termos


do 1° membro formam uma P.G.
Solução:
a1 = x q = 3x/x= 3 an = 729x Sn= 5465
Cálculo de n:
an = a1.q n−1 ⇒ 729x = x . 3 n-1 (veja que x ¹ 0)
729 = 3 -1 ⇒ 36 = 3 n-1 ⇒n = 7
a 1.(q n − 1) a n .q − a 1
Sn = ou Sn = ⇒ 5465 = x (37 – 1)/ (3 – 1) ⇒ x = 5
q −1 q −1
31. Calcular a fração geratriz da dizima 0, 3131...
Solução:
0,3131... = 0,31 + 0,0031+ ... (uma PG)
a1 = 0,31 q = 0,01
a .(q n − 1) a n .q − a 1
Sn = 1 ou Sn =
q −1 q −1
Sn = a1 / 1-q ⇒ Sn = 0,31/1-0,01 ⇒ Sn= 31/99
Resposta: A fração geratriz é da dízima é 31/99
32. Se a soma dos três primeiros termos de uma PG decrescente é 39 e o seu produto
é 729 , então sendo a, b e c os três primeiros termos , pede-se calcular o valor de a2 +
b2 + c2 .
Solução:
x
3 n.º em PG ⇒ ( ; x ; x .q)
q
Sendo q a razão da PG, poderemos escrever a sua forma genérica: (x/q, x, xq).
Como o produto dos 3 termos vale 729, vem:
x/q . x . xq = 729 de onde concluímos que:
x3 = 729 = 36 = 33 . 33 = 93 , logo, x = 9.
Portanto a PG é do tipo: 9/q, 9, 9q
É dado que a soma dos 3 termos vale 39, logo:
9/q + 9 + 9q = 39 de onde vem: 9/q + 9q +30 = 0
Multiplicando ambos os membros por q, fica:
9 + 9q2 +30q = 0 Dividindo por 3 e ordenando, fica:
3q2 +10q + 3 = 0, que é uma equação do segundo grau.
Resolvendo a equação do segundo grau acima encontraremos q = 3 ou q = 1/3.
Como é dito que a PG é decrescente, devemos considerar apenas o valor
q = 1/3, já que para q = 3, a PG seria crescente.
Portanto, a PG é:
9/q, 9, 9q, ou substituindo o valor de q vem: 27, 9, 3.
O problema pede a soma dos quadrados, logo:
a2 + b2 + c2 = 272 + 92 + 32 = 729 + 81 + 9 = 819
33. Uma progressão aritmética ⇒ PA e uma progressão geométrica ⇒ PG têm,
ambas, o primeiro termo igual a 4, sendo que os seus terceiros termos são
estritamente positivos e coincidem. Sabe-se ainda que o segundo termo da
progressão aritmética excede o segundo termo da progressão geométrica em 2.
Então, o terceiro termo das progressões é:
Solução:
Sejam (a1, a2, a3, …) a PA de razão r e (g1, g2, g3, …) a PG de razão q. Temos
como condições iniciais:
(1) a1 = g1 = 4
(2) a3 > 0, g3 > 0 e a3 = g3
(3) a2 = g2 + 2
Reescrevendo (2) e (3) utilizando as fórmulas gerais dos termos de uma PA e de
uma PG e (1) obtemos o seguinte sistema de equações:
(4) a3 = a1 + 2r e g3 = g1.q2 => 4 + 2r = 4q2
(5) a2 = a1 + r e g2 = g1.q => 4 + r = 4q + 2
Expressando, a partir da equação (5), o valor de r em função de q e substituindo r
em (4) vem:
(5) => r = 4q + 2 - 4 => r = 4q - 2
(4) => 4 + 2(4q - 2) = 4q2 => 4 + 8q - 4 = 4q2 => 4q2 - 8q = 0
=> q(4q - 8) = 0 => q = 0 ou 4q - 8 = 0 => q = 2
Como g3 > 0, q não pode ser zero e então q = 2. Para obter r basta substituir q na
equação (5):
r = 4q - 2 => r = 8 - 2 = 6
Para concluir calculamos a3 e g3:
a3 = a1 + 2r => a3 = 4 + 12 = 16
g3 = g1.q2 => g3 = 4.4 = 16
34. A condição para que três números a, b e c estejam, simultaneamente, em
progressão aritmética PA e em progressão geométrica PG é que:
Solução:
A condição para que a, b e c sejam ao mesmo tempo uma PA de razão r e uma PG
de razão q é:
(1) b = a + r = aq => r = a(q - 1)
(2) c = b + r = bq => r = b(q - 1)
De (1) e (2) vem:
a(q - 1) = b(q - 1) => (a - b)(q - 1) = 0
Para que o produto seja igual a zero:
ou a - b = 0 ou q - 1 = 0 ou ambas => ou a = b ou q = 1 ou ambas
Como se trata de uma PG se a é igual a b, necessariamente q = 1. A recíproca
também é verdadeira, isto é, se q = 1 então a = b. Logo a = b e q = 1. Daqui, de (1)
e de (2) segue que r = 0 e b = c = a.
35. A soma dos elementos da seqüência numérica infinita (3; 0,9; 0,09; 0,009; …)
é:
Solução:
Sejam S a soma dos elementos da seqüência e S1 a soma da PG infinita (0,9; 0,09;
0,009; …) de razão q = 10-1 = 0,1. Assim:
S = 3 + S1
Como -1 < q < 1 podemos aplicar a fórmula da soma de uma PG infinita para
obter S1:
S1 = 0,9/(1 - 0,1) = 0,9/0,9 = 1 => S = 3 + 1 = 4
36. O sexto termo de uma PG, na qual dois meios geométricos estão inseridos
entre 3 e -24, tomados nessa ordem, é:
Solução:
Para determinar os dois meios geométricos da PG cujos extremos são 3 e -24
precisamos calcular, primeiro, sua razão q, com n = 4. Pela fórmula do termo geral
temos que:
a4 = a1.q4-1 => -24 = 3q3 => q3 = -24/3 = -8 => q = -2
Logo a PG é (3; -6; 12; -24; …) e seu sexto termo é obtido, também, através da
fórmula do termo geral:
a6 = a1q6-1 => a6 = 3(-2)5 = -3.32 = -96
37. A soma dos infinitos termos da P.G (x/2; x2/4; x3/8; …) é igual a 1/10. Qual o
valor de x?
Solução:
Note que, pela lei de formação da PG, a razão é q = x/2. Como uma PG infinita
converge somente se -1 < q < 1, o valor de x deve ser tal que esta condição seja
satisfeita. Aplicando, então, a fórmula da soma vem que:

Para que a solução esteja completa falta verificar se q satisfaz a condição de


convergência:

Como -1 < q < 1 a solução está concluída e x = 2/11.


PROGRESSÕES GEOMÉTRICAS
1) Sendo 32 o primeiro termo de uma PG e 2 é a sua razão, calcule o
termo de ordem 8.

- Informações do exercício:
a1=32 q=2 a8=? n=8

- Vamos usar a fórmula do termo geral:


an=a1*qn-1
a8=a1*q8-1
a8=32*27
a8=32*128
a8= 4096

2) (UCS) O valor de x para que a seqüência (x+1, x, x+2) seja uma PG


é:

(A) 1/2
(B) 2/3
(C) -2/3
(D) -1/2
(E) 3

- Vamos utilizar a propriedade básica de uma PG.

- Substituindo pelos nosso valores:

Resposta certa letra "C".

3) Em uma PG o primeiro termo é , e o terceiro, . O valor do


décimo termo é

(A)
(B) 4
(C)
(D) 2
(E) 4

- Informações:
a1= a3= a10=?

- Vamos aplicar a fórmula do termo geral para achar a razão:


a3=a1*q3-1
= *q2

- Novamente aplicando a fórmula do termo geral para achar a10

Resposta certa, letra "C".

4) (UFPA) Na PG de termos positivos (a, b, c), temos:


a+b+c=91
a*c=441
Então, (a+c) é igual a:

(A) 21
(B) 49
(C) 53
(D) 63
(E) 70

- Informações:
a1=a a2=b a3=c

a+b+c=91 (1)
a*c=441 (2)
a+c=?
- O que queremos saber é (a+c). Portanto, utilizando a equação (1),
podemos dizer que::

a+b+c=91
a+c=91-b (3)

- Então, se descobrirmos o valor de "b" podemos substituir nesta


fórmula e achar o que é pedido. Para isso vamos pegar a equação (2) e
substituir o termo "c", que é o a3, pelo seu equivalente na fórmula geral:

Substituindo:

a*c=441
a3=a1*q3-1 a*a*q2=441
c=a*q2
a2*q2=441
(aq)2=441
aq=21

- Como o termo "b" é o segundo, então:


b=aq
aq=21 logo b=21

- Substituindo na equação (3):


a+c=91-b
a+c=91-21
a+c=70 Resposta certa, letra "E"

5) (FUVEST) Numa progressão geométrica de quatro termos


positivos, a soma dos dois primeiros vale 1 e a soma dos dois
últimos vale 9. calcule a razão da progressão.

(A) 3
(B) 5
(C) 7
(D) 9
(E) 11

- Informações:
a1+a2=1
a3+a4=9 q=?

- Vamos substituir todos os termos das duas equações acima pelos


seus equivalentes na fórmula do termo geral:
a2=a1*q
a3=a1*q2
a4=a1*q3

- Trocando os valores das equações dadas pelos termos acima,


ficamos com o seguinte sisteminha de equações:

a1+a1*q=1 a1(1+q) = 1 (1)


a1*q2+a1*q3=9 a1(q2+q3) = 9 (2)

- Vamos dividir a equação (2) pela (1):

- Resolvendo esta equação, achamos as raizes valendo -1, -3 e 3. O


problema diz que os termos desta PG são positivos, portanto o único valor
que a razão pode ser é 3. Resposta certa letra "A"
cursinho.hpg.com.br / Matemática On-Line