Você está na página 1de 9

LIDERANÇA E COMUNICAÇAO

Figura:1.bp.blogspot.com

IRIS CORRÊA
LIDERANÇA E COMUNICAÇAO

1-CONSIDERAÇÕES GERAIS:

Para que a empresa obtenha o sucesso , os focos principais : são visão sistêmica, dedicação
e integridade do gerente, pois as habilidades e ferramentas gerenciais giram em torno de um só
propósito basicamente a liderança.
A Liderança é um processo contínuo de escolha que permite á empresa atingir suas metas ,
apesar de pertubações: internas e externas, a Liderança passa a ser a certeza do grupo.
De acordo com Vinci (2002), “os chefes estão se ocupando cada vez mais com o
desenvolvimento das pessoas, atendendo o potencial de cada um e as necessidades da organização”.
Para o autor quando um chefe se preocupa com potencialidades do capital humano, ele está
investindo no sucesso da empresa. O mundo globalizado constantemente está em intensas
transformações, as empresa sofrem diretamente estas tensões, e com isso estão cada vez mais
investindo em adaptações rápidas e eficazes das Lideranças e das organizações.
A liderança é considerada a mola mestra para o sucesso de qualquer organização. portanto a
liderança é um dos recursos primordiais para que a empresa consiga solidificar e atingir os seus
objetivos, a Liderança bem coordenada irá permite : fazer planejamentos, conduzir as atividades,
identificar problemas monitorar acontecimentos, influenciar a maneira das pessoas se comportarem.
A liderança e a colaboração andam juntas, são recíprocas e dependentes para que a
organização caminhe com sucesso.
A comunicação está diretamente ligada ao núcleo da liderança e da gestão empresarial, pois
sua funcionalidade está ligada ao relacionamento interpessoal no qual, que através do processo
comunicativo, os líderes influenciam colaboradores na realização de suas tarefas na organização
além de se comprometerem na consecução dos objetivos e metas traçados no planejamento
estratégico. Portanto, a comunicação é uma ferramenta estratégica para o exercício da liderança.
A comunicação é o espelho da cultura da organização, pois vai refletir no processo de
gerenciar, se as lideranças não tem comunicação eficaz, organização certamente ficará no mesmo
patamar. Se observamos os problemas organizacionais de muitas empresas nos dias atuais vamos
certamente embarra na ineficácia da comunicação de suas lideranças.

2-CONCEITOS:
2.1 Conceito de Liderança
Se observamos em qualquer organização, sempre uma pessoa que se destaca diante dos
demais, e os outros funcionários acabam sendo influenciados. Quando a pessoa começa a

IRIS CORRÊA
LIDERANÇA E COMUNICAÇAO

influenciar outras pessoas , a chamamos de Líder.


“A influência do Líder é a essência do processo de liderança”. ( PENTEADO,1986).
De acordo com CHIAVENATO (1983, p. 125) "a liderança é necessária em todos os tipos
de organização humana, principalmente nas empresas e em cada um de seus departamentos".
A liderança é um fenômeno social necessário para a funcionalidade dos grupos. Portanto considera-
se a liderança a relação que existente entre as pessoas dentro de uma determinada estrutura social,
não podendo ser definida apenas por traços e ações individuais, conforme aponta CHIAVENATO
(1983, p. 125).
O autor fala que a liderança é importante em todos os tipos de atividade humana.
“A liderança deve ser permeada por uma mesma linguagem e linha de pensamentos e ações
para fazer-se cumprir positivamente”.( MAXIMIANO ,1990 p. 273).

A Liderança é um grupo de pessoas, que transformadas em equipe que gera resultados, ou


seja, produz., essa influencia deve se dar de forma ética e positiva, para que haja motivação e com
isso entusiasmo, com intuito de alcançar objetivos da equipe e da organização.

2.2-Conceito de Comunicação:
A informação é a estratégia mais peculiar de aproximação entre a organização e seus
colaboradores, muitos Líderes não conseguem explicitar as informações de sua empresa para que
sejam traçados o planejamento e a estratégia da empresa, por falta de visão nos negócios, a
comunicação fica problemática e não acontece.

2.3Três funções de um líder

A liderança pode ser dividida em três funções, também podendo serem chamadas de
atividades básicas: explorar, alinhar e dar autonomia (empowerment).
A) Explorar
Explorar está ligada com o sentido do futuro maior em atender as necessidades de seus
clientes e de outros grupos de interesse.
O sentido de explorar, deste modo, vincula seu sistema de valor e sua visão às necessidades
dos clientes e de outros grupos de interesse, através de um plano estratégico. Denomino-o caminho
estratégico.

IRIS CORRÊA
LIDERANÇA E COMUNICAÇAO

B)Alinhar
A segunda atividade de um líder é alinhar.
Consiste em defender uma estrutura organizacional, sistemas e processos operacionais
contribuam para realizar a missão e a visão de atender às necessidades de clientes e de outros
grupos de interesse. A parte melhor do processo ocorre quando seus colaboradores estão alinhado a
sua missão, visão e estratégia. Para dar certo essa função as pessoas tem de entender perfeitamente
as necessidades, quando quando estão sintonizadas com o poderoso compromisso de realizar a
visão, quando se integram na criação e se aperfeiçoam de forma contínua as estruturas e os
sistemas que estão pronto a atender as necessidades, se diz que o alimento aconteceu.
Temos de aprender que o alinhamento só dá certo quando as pessoas estão interligadas em
prol de um bem comum, porém tecnologia e programas são importantes , mas as pessoas são mais
pois elas é que o desenvolvem.

C) Dar autonomia (empowerment)

A terceira atividade de um líder é dar autonomia. Muitos colaboradores tem talento,


habilidade, inteligência e criatividade, porém se não puderem mostrar , de nada adiantará, o
alinhamento à visão e à missão comuns, missão e objetivos individuais se mesclam à missão da
organização. A missão e a sobrepõem, uma grande sinergia é gerada. Uma fagulha se acende no
interior dessas pessoas e desperta talentos, habilidade e criatividade latentes para fazerem o que for
necessário e coerentes co os princípios acordados, a fim da realizar seus valores, visão e missão de
atender clientes e demais grupos de interesse. Isso é o que entendemos por dar autonomia
(empowerment).

3-LIDERANÇA E COMUNICAÇÃO:
“Pouca informação é ruim para a eficácia gerencial, mais informações em demasia
também fazem mal( MONTANA, p.293).
O gerentes tem cinco meios de comunicação para informar seus subordinados que são:
a) Documentos;
b) Telefonemas;
c) Reunião agendadas e não agendadas;
d) Rondas de Observação.

IRIS CORRÊA
LIDERANÇA E COMUNICAÇAO

A comunicação tem papel fundamental na Liderança, o Líder deve ter o seu vocabulário
simples para que todos os colaboradores o entendam, porém a linguagem pode variar dependendo
da situação que o mesmo se encontra.
Nessa situação o feed back fornece as informações se os colaboradores entenderam a
mensagem , ou não.
“Todos querem saber o que você pensa,o que está dizendo, o que vai fazer- e não pode haver
diferença entre esses três momentos.”(Ghosn,p.11).

4-TIPOS DE PODER EM LIDERANÇA:


Poder habilidade de influenciar colaboradores.
Esses poderes podem ser:
a) Poder Legítimo: é o poder inerente a organização ( sua estrutura), é atribuído ao indivíduo
que ocupa posição na organização. A posse deste poder está geralmente ligado ao Título:
diretor, gerente , e outros.
b) Poder de Recompensa; é inerente também a organização. Surge pelo fato dos
colaboradores quererem recompensas, eles são influenciados pela possibilidade de receber
essas recompensas.
c) Poder Coercitivo: está relacionado ao poder de punição, e deve ser proporcional a ofensa,
logo após a ofensa, deve ter valor educacional, pois o Líder deve ter habilidade em punir
seus colaboradores.
d) Poder de Especialização: está relacionado as habilidades de um Líder , esse poder emana
do talento e de sua bagagem de experiência anterior.
e) Poder de Referência: é o poder que o líder tem de influenciar os seus liderados, por seu
caráter.
f) Poder de Informação: Quando mais informação o Líder tem , mais poder ele delega.

5-ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS E LIDERANÇA;


Platão (FILÓSOFO) falou “onde estiver o homem, ai está o problema”.
A pessoa que exerce liderança precisa saber administrar a maioria dos conflitos
organizacionais.

IRIS CORRÊA
LIDERANÇA E COMUNICAÇAO

Algumas características podem fazer a liderança ser bem fundamentada:


Boa comunicação - Boa comunicação é se fazer entendível, é deixar a mensagem de forma
clara e não deixar que o significado real seja desviado, é ter a certeza que seu liderado
compreendeu, é falar a língua que todos entendam.
Relacionamento interpessoal - A história, não mente sabemos que os maiores líderes,
foram aqueles que caminharam com as pessoas e desceram do pedestal. O maior deles vemos em
Jesus Cristo. Então a importância de fazer valer o entendimento interpessoal é se misturando com a
força de trabalho.
Empatia - Coloque-se no lugar do outro, tome sobre si todas as responsabilidades e sinta os
seus sentimentos. Isto é empatia.
Persuasão – Persuadir, é importante dizer que não é coagir, é ter argumentos firmes, mais
convincentes, fundamentados na verdade e nos objetivos da organização. O líder precisa convencer,
mudar conceitos, rever hábitos e comportamentos, e através da persuasão, ele pode conseguir.
Imparcialidade - Evitar os apadrinhamentos, os grupos fechados. É normal afinidades com
algumas pessoas, mas isso não deve corromper os propósitos, nas atribuições a competência deve
ser o diferencial. As pessoas não devem ser tratadas pesos e medidas diferentes
Administração de conflitos -As Idéias antagônicas quando não administradas de forma
correta ,podem gerar conflitos entre os colaboradores, e isso pode ter um efeito ruim no clima
organizacional.
Diplomacia - A arte de negociar é uma habilidade que destrói fortalezas. A capacidade de
negociação está constantemente na frente do líder.
Dinamismo - O líder é alguém de quem se espera entusiasmo, motivação, dinamismo entre
outros. Deve ter força para dar voz de comando, tem de ser adrenalina pura.
Feedback - O retorno. A retro alimentação da informação de tudo o que foi proposto.
Considera-se fator motivacional muito importante para o colaborador.
Processo educativo – todos precisam serem trabalhados, pois ninguém nasce sabendo. O
líder, tem a função de ser um educador e deve ter consciência que a cada dia surgem novos
processos , e que o colaborador está sempre aprendendo.
Bom ouvinte - Dois ouvidos e uma boca. A anatomia do corpo já diz tudo que o Criado
sugeriu. O mundo quer ser ouvido, todos querem ser ouvidos. Se o líder não para para escutar,
jamais saberá o que realmente está se passando. Somente o ato de ouvir, é muito importante e
soluciona diversos problemas.

IRIS CORRÊA
LIDERANÇA E COMUNICAÇAO

Trabalho em equipe - Elimine o “EU” do suas palavras . Experimente a sinergia do “NÓS”.

6-TRAÇOS DE PERSONALIDADE DO LÍDER:

1) Entusiasmo : Os líderes simplesmente estão sempre pedindo que os colaboradores tenham


iniciativa. A motivação é importante em qualquer tarefa;
2) Inteligência e clareza : é importante em qualquer trabalho a ser desenvolvido;
3) Facilidade de comunicação: a comunicação deve estar presente sempre , e de ser fácil
acesso para os liderados , deve ser entendível;
4) Alto nível de energia:A energia do trabalho deve ser importante , por isso devemos ter
qualidade de vida em casa e no trabalho;
5) Ego sob controle: o líder não pode apenas enfatizar uma pessoa , ele deve motivar a todos e
sempre , e nunca depreciar sua equipe;
6) Paz interior: É mais fácil conseguir algo que desejamos com inteligência emocional;
7) Desafios durante a formação: Superar dificuldades lhes dá confiança para alcançar metas
ambiciosas;
8) Vida familiar saudável: A estabilidade em casa, dá equilíbrio emocional da vida;
9) Atitude positiva: O bom Líder deve tirar o melhor de situações difíceis;
10) Foco: Os grandes líderes focam os fatores que geram ótimos resultados, mais do que os
próprios resultados.

7- ESTILOS DE LIDERANÇA
Os estilos de lideranças foram colocados por CHIAVENATO (1987) por meio de quatro
teorias:
Estilo de liderança autoritária, liberal e democrática:
1-Autoritária: desconhece o grupo e define a tarefa individual.
2-Liberal: o líder pouco aparece, também não interfere na divisão das tarefas e as decisões refletem
as decisões individuais ou do grupo.
3-Líder democrática participa divide as tarefas, participa das discussões e auxilia na busca das
decisões.

IRIS CORRÊA
LIDERANÇA E COMUNICAÇAO

Os estilos de Liderança Democrática :

3.1-Estilo de liderança "centrada na tarefa" x "centrada nos empregados:" ainda conforme


CHIAVENATO (1987), a liderança centrada na tarefa preocupa-se exclusivamente com o trabalho,
com os métodos pré- fixados e com os recursos disponíveis. O centrado no empregado valoriza o
funcionário, preocupa-se mais com as metas do que os métodos e procura atender os colaboradores.

3.2-Estilo de liderança com "ênfase na produção" X "ênfase nas pessoas": Este estudo foi
desenvolvido por BLAKE e MOOTON apud CHIAVENATO (1987) tem preocupação com pessoas
e a produção.

3.3-Teoria 3-D da Eficácia: É a teoria tridimensional da eficácia foi idealizada por REDDIN , de
acordo com CHIAVENATO (1987) que considera habilidades fundamentais para liderança:
1-A sensitividade situacional,
2-A flexibilidade de estilo e a
3-Destreza da gerência situacional, fixada nas relações humanas e divisão de tarefas.

8-NEGOCIAÇÃO NA GESTÃO E LIDERANÇA:


Negociar está fundamentada em fases importantes para o Líder que vão desde a definição de
princípios, conceitos e valores, e lógico passando pela aceitação em harmonia com o grupo , pois só
assim se desenvolve no campo de sentimentos de cooperação, adesão e filiação. O sucesso do líder
faz o sucesso dos liderados, as relações de sucesso em negociações são conseguidas desta maneira.
“Negociar não significa atacar ou ceder, significa conversar sobre as possibilidades, de
conciliar nossos interesses por meio de um acordo” (OLIVEIRA,1984). Dessa maneira é preciso ter
estratégias para negociar bem.
O Líder no sua de suas habilidades, sustentadas as boas técnicas de negociação, os
verdadeiros líderes transformar-se em Agente de resultados tão necessários no mundo globalizado.

IRIS CORRÊA
LIDERANÇA E COMUNICAÇAO

REFERÊNCIAS:

CHIAVENATO, I. Gerenciando pessoas. 2. ed. São Paulo : Makron Books, 1994.

GHOSN. Carlos.Simplicidade e Liderança do séc.XXI. HSM Management. São Paulo,


n°31/março-Abril,2002.

MAXIMIANO, A. C. A. Gerência de trabalho de equipe. São Paulo : Pioneira, 1990..

MONTANA, Patrick .J. Administração. São Paulo Saraiva,2001.

OLIVEIRA.M.A, Negociações : novos e velhos malabarismo. São Paulo: Nobel,1984.

PENTEADO, J. R .W. Técnica de chefia e liderança. 7ª edição. São Paulo. Editora Pioneira, 1986.

VINCI, A. O chefe não manda mais. O Estado de São Paulo, São Paulo, 18 ago. 2002.
Classificados Empregos.

IRIS CORRÊA