Você está na página 1de 32

Gramática Eletrônica

Lição 8 Sintaxe do período simples

Frase

Para estabelecermos uma comunicação através de palavras, utilizamos a


frase. Ela é, portanto, a forma de expressão do nosso pensamento ao
transmitirmos um apelo ou uma ordem, ao indicarmos uma ação, estado ou
fenômeno, ao emitirmos uma crítica ou externarmos nossas emoções.

A frase é um enunciado completo que vem sempre limitado por um dos


sinais de pontuação: ponto final, ponto de exclamação, ponto de interrogação,
reticências e, às vezes, dois-pontos.

No processo de comunicação, utilizamos frases com estrutura simples e


frases com estrutura complexa.

Observemos o diálogo:

- Alô!
- Quem está falando?
- Pedro.
- Eu poderia falar com a Luciana?
- Ela não está.
- Obrigada. Até logo.

São frases com estrutura simples:


9 Alô!;
9 Pedro;
9 Obrigada;
9 Até logo.

Essas frases não são analisáveis, pois não possuem uma estrutura
sintática. São enunciados que só são completos num contexto.

São frases com estrutura complexa:


9 Quem está falando?
9 Eu poderia falar com Luciana?
9 Ela não está.

Essas frases são analisáveis, pois possuem uma estrutura sintática, isto é,
organizam-se a partir de um verbo ou locução verbal.

1
Gramática Eletrônica

Tipos de frases

As frases classificam-se em verbais e nominais.

A frase verbal estrutura-se em torno de um verbo significativo.

Verbo significativo – é o verbo que contém em si uma idéia: correr, estudar,


falar.

9 A Seleção do Brasil trouxe alegria a todos os brasileiros.

A frase nominal apresenta-se sem verbo ou com verbo não-sgnificativo.


Verbo não-significativo – é o verbo que não contém em si uma idéia: é o verbo
de ligação, que é vazio de significado: ser, estar, etc.
A frase chamada nominal é característica de muitos provérbios e máximas e,
também, de títulos e manchetes.

9 Cada louco com sua mania.


9 Dia de muito, véspera de pouco.
9 Lenço como bandeira.
9 Deus é bom e justo.

A entoação ou nível fônico é característica fundamental das frases nominais.

Entoação - linha ou curva melódica descrita pela voz ao pronunciar palavras.

ƒ Na linguagem oral, a entoação final reflete o sentido que a frase


encerra.

ƒ Na linguagem escrita, esse sentido é revelado pelos sinais de


pontuação.

Oração
Oração é todo e qualquer enunciado que contém verbo ou expressão verbal.

Às vezes, oração é sinônimo de frase. Isso somente ocorre quando a oração


apresenta enunciado completo, apresenta verbo e vem limitada por ponto
final, ponto de interrogação, ponto de exclamação, reticências ou dois-pontos.

9 Foi um dia de sorte. Vencemos a partida. Ganhamos o título.

Nesse caso, temos três frases, três orações e três períodos.

2
Gramática Eletrônica

No entanto, podemos verificar que nem sempre uma oração corresponde a uma
frase ou a um período.

9 Recomendo-lhe que leia bastante.

Temos agora exemplo de orações que não constituem frases nem períodos.

1ª oração Æ Recomendo-lhe
2a oração Æ que leia bastante.

Observe que os enunciados expressos nessas orações não têm sentido completo.
Logo, essas orações isoladamente não são frases, pois não possuem sentido
completo.

Período
É um enunciado completo que contém uma ou mais de uma oração.

Quando existe numa frase somente uma oração, o período denomina-se


simples.
9 A vida é a arte do encontro.
9 Conquistamos facilmente o mercado externo.

Se houver mais de uma oração na frase, o período é denominado composto.

9 O trabalho dignifica o homem, fornece-lhe a subsistência, evita-lhe o


enfado e desvia-o do crime.

O período também vem delimitado por ponto final, ponto de interrogação, ponto
de exclamação, reticências e, às vezes, dois pontos.

Sintetizando:
Frase Æ enunciado completo sem estrutura sintática (não analisável) Æ
frase simples com estrutura sintática (analisável) Æ frase complexa

Frases complexas :
ƒ frases nominais Æ sem verbo ou com verbo de ligação
ƒ frases verbais Æ com verbo significativo
ƒ Oração Æ presença do verbo (característica essencial)
ƒ Período Æ enunciado completo com verbo.

- um verbo Æ período simples


- dois ou mais verbos Æ período composto.

3
Gramática Eletrônica

Termos da oração

Em nossa língua, as palavras se agrupam obedecendo a uma certa ordem


para que haja compreensão da mensagem que se quer transmitir.

A oração geralmente apresenta a seguinte estrutura:

SUJEITO + PREDICADO (verbo + complemento(s) + adjunto adverbial)

A essa seqüência – sujeito, verbo, complemento, adjunto adverbial – dá-se


o nome de ordem direta.

Nós verificamos o seu saldo hoje.

sujeito verbo compl.verbal adj.adverbial


(objeto direto)

Se os termos estiverem com outra seqüência, diz-se que a oração está na


ordem indireta.

Hoje nós verificamos o seu saldo.

adj.adverbial sujeito verbo compl. verbal


(objeto direto)

Termos essenciais
O sujeito e o predicado constituem os elementos principais da oração. São,
portanto, os termos essenciais da oração.

O sujeito é o termo sobre o qual é feita a declaração contida no predicado.


Predicado é tudo o que se declara do sujeito.

Sujeito e predicado são chamados termos essenciais porque são


indispensáveis nas orações mais comuns da Língua Portuguesa.

4
Gramática Eletrônica

Há, entretanto, orações constituídas apenas pelo predicado.

Sujeito
Como se identifica o sujeito de uma oração?

Perguntamos ao verbo:

9 quem... ? ou quem é que...? ou


9 que... ? ou que é que...?

Ninguém permaneceu calado.

Pergunta-se:

9 Quem permaneceu calado?


Sujeito Æ ninguém.

9 Durante a reunião, surgiram muitos colaboradores.


Quem surgiu?
Sujeito Æ muitos colaboradores.

9 Ocorreu-me, naquele momento, uma idéia inesperada.


O que me ocorreu ?
Sujeito Æ uma idéia inesperada.

9 De todos os lados, ouvia-se um barulho estranho.


O que se ouvia ?
Sujeito Æ um barulho estranho

9 O termômetro da praça atingiu 43o.


Que é que atingiu 43o ?
Sujeito Æ o termômetro

Núcleo do sujeito

Há situações em que ao sujeito se acrescentam outros elementos para


delimitá-lo, especificá-lo, enfim, ampliar o sentido desse termo da oração.

Observe:
.Os empregados inscritos no concurso participaram do treinamento.

Para identificarmos o sujeito, perguntamos ao verbo:

5
Gramática Eletrônica

Quem participou do treinamento?

Sujeito Æ Os empregados inscritos no concurso.

De quem realmente estamos falando?

empregados Æ constitui o núcleo do sujeito

O núcleo é, portanto, a essência do sujeito.

Os demais termos: os, inscritos no concurso são os acessórios do sujeito.


Denominam-se adjuntos adnominais, os quais estudaremos mais adiante.

Tipos de sujeito
ƒ Sujeito Simples: quando há somente um núcleo.

9 Todos participaram do encontro.

Quem participou do encontro.


Sujeito Æ todos

9 Ficamos felizes com o seu sucesso.

Quem ficou feliz?


Sujeito Æ nós (oculto)

ƒ Sujeito composto: quando há dois ou mais núcleos.

9 Estavam presentes na manifestação dois deputados federais e


alguns vereadores.

Quem estava presente ?


Sujeito Æ dois deputados federais e alguns vereadores.
Núcleos Æ deputados , vereadores ( dois núcleos)

ƒ Sujeito indeterminado: quando o executor da ação é desconhecido ou


quando o verbo não se refere a uma pessoa determinada.

A indeterminação do sujeito ocorre nos seguintes casos:

Com o verbo na 3a. pessoa do plural, sem referência a “eles” ou


“elas”:

9 Comunicaram o fato ontem à noite.


Quem comunicou ?
Sujeito Æ ?

6
Gramática Eletrônica

Com verbos intransitivos, transitivos indiretos ou verbos de ligação na


3a. pessoa do singular, acompanhados da partícula “se”:

9 Trabalhou-se muito durante o feriado. (verbo intransitivo)

Quem trabalhou muito?


Sujeito Æ ?

9 Vive-se bem aqui. (verbo intransitivo)

Quem vive bem aqui?


Sujeito Æ ?

9 Precisa-se muito de qualificação. (verbo transitivo indireto)

Quem precisa de qualificação?


Sujeito Æ ?

9 Nem sempre se está feliz. (verbo de ligação)

Quem está feliz?


Sujeito Æ ?

Como vimos, podemos indeterminar o sujeito de duas maneiras:


1. colocando-se o verbo na 3a. pessoa do plural ou
2. colocando-se o pronome “se” - índice de indeterminação do sujeito –
junto do verbo na 3a.pessoa do singular, exceto quando o verbo for
transitivo direto.

Oração sem sujeito

Dizemos que a oração é sem sujeito quando o predicado não se refere a


sujeito algum. Isso ocorre nos casos a seguir:

ƒ Com verbos que denotam fenômenos da natureza - chover, trovejar,


nevar, relampejar, anoitecer, amanhecer.

9 Trovejou muito naquelas noites.


9 Nos últimos dias, choveu e fez muito frio.

ƒ Com o verbo haver com significado de: existir, acontecer, fazer ou


realizar-se.

9 Havia muitos candidatos sem identificação. (havia = existiam)


9 Houve muita polêmica nesta questão. (houve = aconteceu)

7
Gramática Eletrônica

9 Haverá outros encontros dessa natureza. (haverá = realizar-se-ão)

ƒ Com os verbos haver, fazer, ir e passar quando indicarem tempo


decorrido.

9 Fui a Fortaleza há cinco anos. (há = faz)


9 Faz três dias que não o vejo.
9 Vai para vinte anos o nosso primeiro encontro.
9 Já passava de seis horas.

Os verbos impessoais, mesmo nas locuções verbais, transmitem aos verbos


auxiliares a sua impessoalidade
9 Deve haver candidatos sem identificação.
9 Começou a haver polêmica nesta questão.

ƒ Com os verbos fazer, estar, ficar e parecer quando indicarem tempo.

9 Faz dias quentes.


9 Estava muito frio.
9 De repente, ficou escuro.
9 Parece frio lá fora.

ƒ Com o verbo ser quando indicar tempo ou distância.

9 Eram cinco horas.(tempo)


9 Daqui ao parque são quatro quilômetros. (distância)
Nesse caso, faz-se a concordância do verbo com o predicativo.

Você pode imprimir suas atividades e comparar com as respostas


apresentadas no final desta lição.

Praticando

8
Gramática Eletrônica

1. Aponte o sujeito e diga o tipo de sujeito das orações abaixo:

a) Faz-me falta o teu carinho.

Tipo de sujeito:_______________________________
Núcleo: _____________________________________

b) Ocorreu-me, naquele momento, uma idéia inesperada.

Tipo de sujeito:______________________________
Núcleo: ____________________________________

c) Nesse momento, são três horas da manhã.

Tipo de sujeito:_____________________________
Núcleo:___________________________________

d) Nas cidades desta região se encontram belas peças artesanais.

Tipo de sujeito:_____________________________
Núcleo: ___________________________________

e) De todos os lados, comentavam sobre o ocorrido.

Tipo de sujeito:_____________________________
Núcleo: ___________________________________

9
Gramática Eletrônica

f) Analisaram-se as propostas apresentadas.

Tipo de sujeito:_________________________________
Núcleo: _______________________________________

g) Parecem infindáveis as crises políticas e os desarranjos econômicos brasileiros.

Tipo de sujeito:_________________________________
Núcleo:_______________________________________

h) Teria o país condições de enfrentar uma nova crise política?

Tipo de sujeito: ________________________________


Núcleo: ______________________________________

2. Faça como o modelo:


Modelo: Faz dez anos que não o vejo.
Deve fazer dez anos que não o vejo.
Fazia vinte anos que não nos víamos.

a) Faz alguns meses que não chove nesta região.


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

b) Faz alguns anos que não o encontro.


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

10
Gramática Eletrônica

3. Reescreva cada uma das frases seguintes de acordo com o modelo proposto:
Modelo: Há diversas provas contra o réu.
Havia diversas provas contra o réu.
Houve diversas provas contra o réu.
a) Há várias questões pendentes.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

b) Há vários cargos em disputa.


_________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________

Confira suas respostas:

1.
a)sujeito simples; núcleo do sujeito: carinho
b)sujeito simples; núcleo do sujeito:idéia
c)oração sem sujeito: verbo ser quando indica tempo.
d)sujeito simples;núcleo do sujeito: peças.
e)sujeito indeterminado; verbo na 3a. pessoa do plural.
f)sujeito simples; núcleo do sujeito: propostas
g)sujeito composto; núcleos dos sujeitos: crises e desarranjos.
h)sujeito simples; núcleo do sujeito: país

2. a) Deve fazer alguns meses que não chove nesta região.


Fazia alguns meses que não chovia nesta região.
b) Deve fazer alguns anos que não o encontro.
Fazia alguns anos que não o encontrava.

3. a) Havia várias questões pendentes.


Houve várias questões pendentes.

11
Gramática Eletrônica

b) Havia vários cargos em disputa.


Houve vários cargos em disputa.

Vamos continuar nosso estudo?

Predicado
Ao identificar o sujeito, encontra-se também o predicado. Predicado é o que
se declara a respeito do sujeito. Existe nele, portanto, obrigatoriamente, um
verbo ou locução verbal. O verbo pode ou não ter a função de núcleo do
predicado.

Os verbos de significação ou nocionais (intransitivos e transitivos)


funcionam como núcleos dos predicados; os verbos vazios de significação
(verbos de ligação) não constituem núcleo dos predicados.

O predicado declara:

ƒ uma ação que apresenta o sujeito como agente ou paciente:

agente O amor → vence.

pratica a O motorista → trabalha muito.


ação

paciente
Os homens ← são vencidos pelo amor.

sofre a ação Os livros-texto ← foram lidos por todos .

ƒ uma qualidade, estado ou condição:

9 O amor é lindo.
9 Ele parece terrivelmente mal-humorado.
9 Os conflitos sociais continuam intensos.

ƒ um fenômeno da natureza:

12
Gramática Eletrônica

9 Choveu muito ontem à noite.

Praticando

1. Destaque das frases o predicado:

a) Aconteceram alguns problemas durante a reunião.


Predicado:_______________________________________
b) Houve alguns problemas durante a viagem.
Predicado:_______________________________________
c) Julguei essa atitude um ato bárbaro.
Predicado:_______________________________________
d) Ocorreu-me uma idéia.
Predicado:_______________________________________
e) O dia amanheceu muito frio.
Predicado:_______________________________________

Confira suas respostas

a) O predicado: Aconteceram durante a reunião.


b) O predicado é o período todo: Houve alguns problemas durante a viagem.
c) O predicado é o período todo: Julguei essa atitude um ato bárbaro.
d) O predicado: Ocorreu-me.
e) O predicado é: amanheceu muito frio.

13
Gramática Eletrônica

Termos integrantes
Os termos integrantes completam o sentido dos verbos e o sentido dos
substantivos, adjetivos e advérbios.

São termos integrantes:


9 complementos verbais. (objeto direto e objeto indireto)
9 complementos nominais.
9 agente da passiva.

Complementos verbais
São os substantivos ou as expressões substantivadas e os pronomes que
completam o sentido dos verbos. Temos dois tipos de complemento verbal:
objeto direto e objeto indireto.

Objeto direto

É o complemento dos verbos de predicação incompleta. Esse complemento,


normalmente, não é regido de preposição.

9 Encontrei o dicionário de regime dos verbos.

TD objeto direto (dicionário = substantivo)

9 As plantas purificam o ar.

TD objeto direto (ar = substantivo)

9 Ela viu-se no espelho. (se = pronome oblíquo)

TD objeto direto

9 Procuram - na em toda parte. (a = pronome oblíquo)

TD objeto direto

9 Ela nos chama. (nos = pronome oblíquo)

objeto direto TD

14
Gramática Eletrônica

9 Tu bem o sabes. (o = pronome substantivo)

objeto direto TD (verbo transitivo direto)

9 Que teria ele percebido na minha expressão? (que=pron. subst.)

objeto direto TD Æ teria percebido = tempo composto

Objeto direto preposicionado


Às vezes, o objeto direto vem precedido de preposição por necessidade de
clareza, de ênfase ou de harmonia da frase.

Ocorre o objeto direto preposicionado:


quando usamos o pronome pessoal tônico como objeto direto:
9 Assim prejudicas a mim e a ela.

quando usamos o pronome relativo “ quem” como objeto direto:


9 Eu tenho um filho a quem amo muito.

quando precisamos evitar ambigüidade, principalmente nas


inversões e comparações:
9 Convence, enfim, ao pai o filho.
9 Amava-o como a seu filho.

quando necessitamos garantir a clareza e a eufonia da frase na expressão


de reciprocidade “um ao outro”, “uns aos outros”:

9 Conheceram-se um ao outro.

TD objeto direto preposicionado

quando desejamos exaltar a pessoa ou o ser personificado a quem a ação


se dirige, principalmente com os verbos que exprimem ou manifestam
sentimentos:

9 Amar a Deus sobre todas as coisas.

15
Gramática Eletrônica

TD objeto direto preposicionado

9 O dinheiro atrai a pequenos e a grandes.

TD objeto direto preposicionado


quando antecipamos o objeto direto para dar-lhe realce:

objeto direto preposicionado

Ao poeta Drumond, que mora mais além, a feira deve incomodar, porque
os grandes caminhões roncam sob sua janela.

quando existe a presença de certos pronomes indefinidos referindo-se a


pessoas:

9 A surpresa imobilizou a todos.

TD objeto direto preposicionado

quando usamos o numeral ambos(as) como objeto direto:

9 A chuva caiu e molhou a ambos.

objeto direto preposicionado

Objeto direto pleonástico


Quando se deseja dar ênfase ao objeto direto, pode-se repeti-lo empregando
um pronome pessoal átono. Esse objeto direto repetido pelo pronome é o
objeto direto pleonástico.

9 Os amigos, ele os conquista com presentes

objeto direto objeto direto pleonástico

Objeto indireto
É o complemento verbal regido de preposição necessária e sem valor
circunstancial. O objeto indireto completa a significação dos verbos transitivos
indiretos e dos verbos transitivos diretos e indiretos.

16
Gramática Eletrônica

9 Ele desconfia de tudo.

TI objeto indireto

9 Aspiro a uma vida calma.

TI objeto indireto

É importante saber

1) Alguns verbos admitem dois objetos indiretos:

9 A mulher se queixou do marido à delegada.

TI objeto indireto objeto indireto


9 Antônio desculpou-se do ocorrido à filha.

TI objeto indireto objeto indireto

2) A preposição está implícita nos pronomes oblíquos átonos quando


exercem a função de objeto indireto.

9 Obedece-me. (me = a mim)


9 Isso não te pertence. (te = a ti)

3) O pronome oblíquo átono lhe é normalmente objeto indireto.

4) Certos verbos transitivos indiretos repelem os pronomes lhe, lhes, e, por


isso,
são construídos com as formas retas preposicionadas:

Aspiro ao título. Aspiro a ele.


Assistimos à festa. Assistimos a ela.
Refiro-me a João Refiro-me a ele
Aludiram aos teus livros Aludiram a eles
Recorri ao ministro Recorri a ele
Dependo de Deus Dependo dEle

17
Gramática Eletrônica

Objeto indireto pleonástico


Para dar ênfase ao objeto indireto, costuma-se repeti-lo. Nesse caso, é
utilizado:

um pronome pessoal átono ou


um substantivo ou
um pronome oblíquo tônico precedido de preposição.

9 A mim, ensinou - me tudo.

obj. indireto TDI obj. indireto objeto direto


pleonástico

9 Aos amigos, dedica-lhes o melhor de si.

objeto direto

objeto indireto TDI objeto indireto pleonástico

Complemento nominal
É o termo complementar reclamado pela significação incompleta de certos
substantivos, adjetivos e advérbios.

O complemento nominal vem ligado por preposição ao substantivo, ao adjetivo


ou ao advérbio.

9 Ninguém teve notícia dele. (dele = de + ele)

subst. compl. nominal

9 Estive todo tempo alheia àquela discussão. (prep.a + aquela)

adjetivo compl. nominal

9 Comportou-se favoravelmente ao adversário.

advérbio compl. nominal

18
Gramática Eletrônica

Não confunda:
ƒ complemento nominal Æ termo preposicionado que completa
o nome
ƒ objeto indireto Æ termo preposicionado que completa o verbo

Agente da Passiva

É o termo que revela, na voz passiva, o ser que pratica a ação verbal.

9 Lúcia é estimada pelos colegas.

agente da passiva

Convém agora relembrarmos a voz passiva dos verbos.

Normalmente, quem pratica a ação é o sujeito, com o verbo na voz ativa.

9 O exército cercou os manifestantes.

Veja:
9 Os manifestantes foram cercados pelo exército.
9 O sujeito - os manifestantes - sofre a ação praticada pelo exército
(agente da passiva).

Se não soubéssemos quem cercou os manifestantes, poderíamos escrever uma


frase assim:

9 Cercaram-se os manifestantes.
Essa frase significa: os manifestantes foram cercados.

Assim, temos outra forma de voz passiva, pois o sujeito continua sofrendo a
ação.

Essa voz passiva chamada de passiva sintética é construída com o pronome


se que funciona como partícula apassivadora.

Observemos outra frase:

19
Gramática Eletrônica

9 Cantavam-se as canções dos anos sessenta.

O sujeito dessa oração é as canções dos anos sessenta (as canções dos anos
sessenta eram cantadas). Nessa forma de voz passiva, fica omitido o agente da
passiva.

Outros exemplos de voz passiva sintética:

9 Anularam-se as questões da prova. (as questões foram anuladas)


9 Elabora-se projeto arquitetônico. (projeto arquitetônico é elaborado)
9 Alugam-se casas. ( casas são alugadas)
9 Vendem-se carros. ( carros são vendidos)
9 Vende-se refeição. (refeição é vendida)

Lembre-se de que a voz passiva só pode ocorrer com os verbos transitivos


diretos.

Termos Acessórios
São termos que aparecem na oração com efeito meramente informativo. Esses
termos ampliam as frases, especificando, delimitando ou caracterizando os
termos essenciais ou integrantes.

ƒ Adjunto Adnominal

Aparece junto a um substantivo para determiná-lo ou modificar-lhe a


significação.

9 Leio sempre essa revista, cujo editor é amigo da família.


9 Era um rapaz de consciência.

Sempre serão adjuntos adnominais:


os artigos;
os pronomes adjetivos e
os numerais adjetivos.

Os adjetivos, conforme a oração, podem ser adjunto adnominal ou predicativo.

Veja:
O rapaz educado conquistou a moça.

adjunto adnominal - estado perene (sempre)

. O rapaz saiu triste.

20
Gramática Eletrônica

predicativo – estado transitório

Outro exemplo:

9 O chefe zangado saiu da sala.

Observe que o adjetivo "zangado" está qualificando o substantivo "chefe" para


indicar um estado provisório, uma situação momentânea; "zangado" não é
característica permanente do "chefe."

Portanto, o adjetivo está exercendo a função de predicativo e não de adjunto


adnominal. Nesse caso, devemos separar o adjetivo "zangado" por vírgulas
para não ser confundido como adjunto adnominal.

Assim:

9 O chefe, zangado, saiu da sala.


Vamos verificar se ficou entendido?

Separe em colunas os predicativos e os adjuntos adnominais.

1. O cão, raivoso, mordeu a criança.


2. O cão branco mordeu a criança.
3. Anexos, estão os documentos solicitados.
4. Os empregados esforçados conseguiram promoção.
5. Esforçados, os empregados venceram a prova.
6. O gerente, cansado, não falou nada.
7. O chefe competente conduz bem a sua equipe.

Predicativos Adjuntos adnominais

Confira:

Predicativos Adjuntos adnominais


raivoso branco
anexos solicitados
Esforçados esforçados
cansado competente

21
Gramática Eletrônica

Você deve ter observado que, às vezes, o mesmo adjetivo pode ser predicativo
ou adjunto adnominal: isso depende da idéia que se quer dar.(transitória ou
permanente).

Às vezes, ocorrem situações em que se pode confundir adjunto adnominal com o


complemento nominal.

Diferença entre adjunto adnominal e complemento nominal

Vejamos:
9 A explicação do professor foi clara.
9 A explicação do assunto agradou.

do professor adjunto adnominal


A explicação ou ?
do assunto complemento nominal
Vamos estabelecer a diferença:
Adjunto adnominal - tem sentido ativo Æ corresponde ao
sujeito agente(verbo na voz ativa)

. A explicação do professor...

o professor explica, logo = adjunto adnominal

Complemento nominal - tem sentido passivo Æ corresponde ao


sujeito paciente (verbo na voz passiva)

A explicação do assunto...

O assunto é explicado, logo = complemento nominal

22
Gramática Eletrônica

Verifique agora se ficou entendido:

Identifique a função sintática do termo em destaque, colocando entre parênteses


o número correspondente:

1. Complemento nominal
2. Adjunto adnominal

( ) declaração de guerra ( ) pedido de socorro


( ) declaração do jornalista ( ) pedido da firma
( ) ameaça de fuga ( ) redação do aluno
( ) ameaça de tempestade ( ) redação do texto

Concluindo, podemos dizer:


Sempre será complemento nominal se o termo regido de preposição estiver
ligado a um adjetivo ou a um advérbio:

adjetivo + termo preposicionado Æ complemento nominal

advérbio + termo preposicionado Æ complemento nominal

9 Ela estará apta para o trabalho no próximo mês.

adjetivo compl. nominal


9 Nada me surpreende relativamente à Teresa.

advérbio compl. nominal

Poderá ser tanto um complemento nominal quanto um adjunto adnominal


se o termo regido de preposição estiver ligado a um substantivo:

substantivo + termo preposicionado Æ adjunto adnominal


ou complemento nominal

23
Gramática Eletrônica

9 Ouvi seu pedido de socorro. (socorro é pedido)

substantivo compl. nominal

9 Encaminhei o pedido da firma. (a firma pediu)

substantivo adjunto adnominal

Confira sua resposta: (1) complemento nominal e (2) adjunto adnominal

( 1 ) declaração de guerra ( 1 ) pedido de socorro


( 2 ) declaração do jornalista ( 2 ) pedido da firma
( 1 ) ameaça de fuga ( 2 ) redação do aluno
( 2 ) ameaça de tempestade ( 1 ) redação do texto

Vamos continuar treinando:

Identifique o complemento nominal e o adjunto adnominal nas frases a seguir


utilizando o código:
1. Complemento nominal
2. Adjunto adnominal

a. ( ) Houve a eleição do presidente.


b. ( ) Li o discurso do presidente.
c. ( ) Foi ótima a compra do carro.
d. ( ) A declaração daquele colaborador feriu as normas internas.
Confira suas respostas:

a. (1) Houve a eleição do presidente.( o presidente foi eleito)


b. (2) Li o discurso do presidente.( o presidente discursou)
c. (1) Foi ótima a compra do carro. ( o carro foi comprado)
d. (2) A declaração daquele colaborador feriu as normas internas.
(o colaborador declarou)

24
Gramática Eletrônica

Vamos continuar o nosso estudo?

Temos ainda outro termo acessório:

Adjunto Adverbial
É o termo da oração que modifica o verbo ou lhe acrescenta uma circunstância;
pode também intensificar o sentido do verbo, do adjetivo e do advérbio. São
os advérbios e as locuções adverbiais que exercem a função de adjuntos
adverbiais.

9 Hoje ele chegou feliz.

adjunto adverbial

9 Preenchi o formulário à máquina.

adjunto adverbial

Os adjuntos adverbiais classificam-se de acordo com as circunstâncias que


exprimem. Embora o adjunto adverbial seja termo ligado ao verbo, os
advérbios de intensidade modificam, também, adjetivos e outros advérbios.

9 Os empregados discutiram muito sobre o novo regulamento.


Ð
adjunto adverbial de intensidade(está modificando o
verbo)

9 O diretor anda muito preocupado.


Ð
adjunto adverbial de intensidade (está modificando o adjetivo)

9 Todos chegaram muito cedo.


Ð
adjunto adverbial de intensidade (está modificando o advérbio)

Você pode imprimir suas atividades e comparar com as respostas


apresentadas no final desta lição.

25
Gramática Eletrônica

Praticando

1. Destaque o adjunto adverbial:

a) De repente, tudo se modificou.

____________________________________________________________

b) No discurso de posse, mostrou determinação.

____________________________________________________________

c) O projeto é muito extenso e completo.

____________________________________________________________

d) Prepararam-se para o exame.

____________________________________________________________

e) Viajamos de trem.

____________________________________________________________

f) Por convicção pessoal, não aderi ao movimento.

____________________________________________________________

g) Não se fazem certas coisas.

____________________________________________________________

Confira suas respostas:

a) de repente - adjunto adverbial ( termo que acrescenta uma circunstância ao


verbo "modificou")
b) no discurso de posse - adjunto adverbial
c) muito - adjunto adverbial (altera o sentido do adjetivo "extenso")
d) para o exame - adjunto adverbial
e) de trem - adjunto adverbial
f) por convicção pessoal - adjunto adverbial
g) não - adjunto adverbial

26
Gramática Eletrônica

h) em janeiro - adjunto adverbial

Continuando...

Temos ainda:

Aposto
É a palavra ou a frase que explica ou esclarece, desenvolve ou sintetiza
um termo ou uma oração.
9 Regina Duarte, atriz da Rede Globo, é muito versátil.
9 A atriz Regina Duarte é muito versátil.
9 A cidade de Brasília é a capital do Brasil.

Notamos que o aposto vem entre vírgulas quando aparece depois do termo por
ele explicado e dispensa a vírgula quando antecede a esse termo.

Qualquer termo pode vir com aposto. Sintaticamente, ele equivale ao termo a
que se refere. O aposto pode ser representado por uma oração:
9 Peço-lhe uma providência: que administre melhor seus recursos.

Há vários tipos de aposto:

Aposto explicativo
9 A palavra, mensageira das idéias, é a mais profunda
expressão da alma.

Aposto enumerativo
9 Nada impedia seus planos: tristezas, dores, dificuldades.

Aposto especificativo
9 O compositor Tom Jobim era conhecido internacionalmente.

Aposto recapitulativo ou resumitivo


9 Dinheiro, poder, glória, nada mais o seduzia.

Aposto distributivo
9 Os dois eram destaques, um em português e o outro em ciências.

27
Gramática Eletrônica

Vocativo
Indica apelo, chamado:
9 Manuel, por favor, abra a porta.
9 A ordem, meus amigos, é a base do governo.
Tem compaixão de nós, ó Cristo!

Nas correspondências, sempre aparece o vocativo: Prezado Senhor, Senhor


Ministro, etc. Aposto e Vocativo aparecem entre vírgulas, mas não se
confundem porque:
o vocativo tem a função de evidenciar o ser e não mantém ligação
sintática com os demais termos da oração da qual faz parte;
o aposto tem função explicativa ou esclarecedora de termos ou da oração.

Praticando

Nas frases seguintes, identifique os apostos com A e os vocativos com V .


a) Os documentos foram enviados pelo malote, senhor Gerente.

b) Coronel, não há mais nada a acrescentar.

c) Victor Scazzi, diretor da Eletroceli, apóia o plano de racionamento de


energia.

d) No próximo semestre, senhor Presidente, todas as suas recomendações


estarão esquecidas.

e) Prezado Senhor, comunicamos que haverá reunião no dia 23.

Confira suas respostas:

a) ( V ); b) ( V ); c) ( A ); d) ( V ) ; e) ( V ).

28
Gramática Eletrônica

Praticando

1. Identifique a função sintática dos termos destacados em cada oração:

a) “Nesta seção, aplicam-se os princípios da ortografia e de certos capítulos da


gramática à redação oficial.”

Nesta seção __________________________________________________

aplicam-se ___________________________________________________

princípios ____________________________________________________

da ortografia _________________________________________________

à redação oficial ______________________________________________

b) “Por força de disposição constitucional, a discussão e a votação dos projetos de


lei de iniciativa do Presidente da República, do Supremo Tribunal e dos Tribunais
Superiores terão início na Câmara dos Deputados.”

Por força de disposição constitucional:____________________________

discussão e votação:__________________________________________

dos projetos_________________________________________________

de lei ______________________________________________________

na Câmara dos Deputados _____________________________________

c) “Sujeitam-se a esse procedimento as medidas provisórias, as leis financeiras e


as leis delegadas.”

Sujeitam ___________________________________________________

se ________________________________________________________

a esse procedimento __________________________________________

medidas ____________________________________________________

29
Gramática Eletrônica

leis________________________________________________________

delegadas ___________________________________________________

d) “Escreveram alguns versos na minha apostila.”

Escreveram _________________________________________________

alguns _____________________________________________________

versos _____________________________________________________

na minha ___________________________________________________

apostila ____________________________________________________

e) “Comentou-se muito sobre a reforma administrativa.”.

Comentou __________________________________________________

se ________________________________________________________

muito ______________________________________________________

f) “No início desta semana, concluiu-se a redação final do novo texto


constitucional.”

concluiu _______________________________________________

se ___________________________________________________

redação _______________________________________________

final __________________________________________________

do novo texto constitucional _______________________________

g) “Havia inúmeras falhas naquela ficha.”

Havia _________________________________________________

30
Gramática Eletrônica

inúmeras ______________________________________________

falhas _____________________________________________________

naquela ficha _______________________________________________

Confira suas respostas:

1. a) nesta seção - adjunto adverbial


aplicam – predicado (núcleo)
se - partícula apassivadora
princípios - núcleo do sujeito
da ortografia - adjunto adnominal
à redação oficial - objeto indireto

b) Por força de disposição constitucional - adjunto adverbial


discussão e votação - sujeito composto (núcleos)
dos projetos - complemento nominal
de lei - adjunto adnominal
na Câmara dos Deputados - adjunto adverbial

c) Sujeitam – predicado (núcleo)


se - partícula apassivadora
a esse procedimento - objeto indireto
medidas - sujeito (núcleo)
leis - sujeito (núcleo)
delegadas - adjunto adnominal

d) Escreveram – predicado (núcleo)


alguns - adjunto adnominal
versos - objeto direto (núcleo)
na minha apostila - adjunto adverbial

31
Gramática Eletrônica

e) Comentou – predicado(núcleo)
se - índice de indeterminação do sujeito
muito - adjunto adverbial

f) concluiu - predicado (núcleo)


se - partícula apassivadora
redação - sujeito (núcleo)
final - adjunto adnominal
do novo texto constitucional - complemento nominal

g) Havia - predicado (núcleo)


inúmeras - adjunto adnominal
falhas - objeto direto (núcleo)
naquela ficha - adjunto adverbial

Imprimir

32