Você está na página 1de 4

c

Platão, pintado por Rafael (Escola de Atenas)cc

Platão -Introdução à sua Filosofiacc


cc
(atureza da Almacc
(a obra o Fédon, Platão expõe as suas ideias sobre a alma. A alma não se limita a ser
entendida como o princípio da vida, mas é também vista como o princípio de conhecimento. A
alma é uma substancia independente do corpo, é eterna, unindo-se a ele de forma temporária
e acidental.cc

As almas pertencem ao Mundo Inteligível ou Mundo das Ideias (real, imutável, eterno, etc).
As ideias tem uma realidade objectiva, substancial, são o modelo ideal (arquétipos) de todas
as coisas que existem no Mundo Sensível, com base nas quais as coisas foram criadas ou
tendem a ser realizadas.c

Os corpos pertencem ao Mundo Sensível ou Físico (mutável, ilusório, etc.). Ascoisas que
existem neste Mundo são mais ou menos perfeitas conforme a sua semelhança com os
respectivos modelos.c

Mas as almas aspiram a libertar-se dos corpos e retornaram ao mundo das ideias. Só que
para que isso aconteça é necessário que se libertem do ciclo reincarnações a que estão
aprisionadas. Quando morre um corpo, a alma transmigra para outro, mas antes faz uma
viagem pelo mundo das ideias. A viagem e a transmigração está contudo condicionada pelos
actos praticados na vida anterior:cc

As almas dos indivíduos que tiveram uma vida virtuosa, são recompensadas de duas
formas: a) na sua nova passagem pelo Mundo das Ideias tem um maior contacto com as
Ideias; b) o novo corpo em que reincarnam pertence a uma pessoa com um estatuto social
mais elevado que o anterior;c

A união da alma com um corpo não faz desaparecer as ideias que nela existem. Pelo
contrário, estas vão sendo recordadas à medida que as experiências e a educação as
despertam através da educação e da experiência sensível.cc
Platão distingue três 3 almas ou partes de alma: cc

V a alma superior, destina-se ao conhecimento


2lma Racional
das ideias. Localiza-se na cabeça, e tem uma
(razão)c
virtude principal, a Sabedoria.c
Esta alma está associada à vontade, dando ao
Homem o ânimo necessário para enfrentar os
2lma Irascívelc
problemas e os conflitos. Localiza-se no peito e
tem uma virtude, a Força c
V a mais baixa de todas. V constituída pelos
2lma
desejos e necessidades básicas. Está localizada
concupiscentec
no ventre, e tem como virtude, a Moderação.c

Devido às 3 virtudes, se controla o corpo e a alma racional controla as outras duas, obtendo-
se assim a justiça, a felicidade .c

cc
Conhecimento e Realidadec
Platão elabora uma teoria segundo a qual o mundo foi criado por um arquitecto divino, o
Demiurgo. Este deu forma ao Cosmos, atribuindo a cada coisa uma dada finalidade. A
criação foi feita com base nas Ideias (modelos, formas) existentes no Mundo Inteligível.c

O conhecimento através dos sentidos e da razão dão-nos resultados completamente


diferentes, podendo no primeiro caso provocar graves ilusões.c

Os dados dos sentidos apenas nos permitem conhecer cópias imperfeitas das Ideias,
levando-nos a formular opiniões (doxa) contraditórias e superficiais sobre a realidade.c

(o entanto, a experiência sensível que nos é dada pelos sentidos é fundamental para
desencadear o processo de conhecimento. O conhecimento ocorre quando nos recordamos
imperfeitamente as Ideias que a alma contemplou no Mundo Inteligível, denominando-se o
processo por anamnesis (reminiscência). Trata-se do nível mais inferior do conhecimento.c

O Mundo da Ideias só pode ser intuído através da razão, e implica um corte com os dados
dos sentidos a que estamos aprisionados. O conhecimento da verdadeira realidade- as
Ideias - passa por três níveis fundamentais:c

Conhecimento sensívelc

Conhecimento discursivo. Implica o conhecimento da matemática, a única ciência que


possui uma natureza não corpórea. Através do estudo das formas geométricas o homem
pode ascender a um conhecimento mais universal.c

Conhecimento Intelectivo. Só a Filosofia permite o acesso a este nível de conhecimento, e


implica uma ruptura completa com a experiência sensorial.c

Através destes três níveis, a mente eleva-se do múltiplo, da aparência sensível até o Uno,
Universal e Inteligível (Ideias).c

O conhecimento implica sempre uma ascensão dialéctica, mediante a qual vamos subindo
nas hierarquia das ideias, chegando aquelas que englobam todas as outras. (o topo da
pirâmide, Platão coloca a ideia de Bem, seguida de três ideias que a caracterizam: Beleza,
Proporção e Verdade. Estas ideias proporcionam ao mundo ordem, medida e unidade. A
O 

t  i i   Oí l   il f .

ú m 
 
wi 
 li
 c
C im c c

 c
c c
 Ciêic
c

c c
 Iligí l c
c

i  c
c

c c
c c
ii  Cc
c

c c
 í l c
c

cc
VtiO c
 
Pl t , O  SO t O 
t l ti i   l   fit .SO t t O  Oi
  O Oit    i   i  t
lO  Oi  lt  i t fii
i   . Et  fii i   i   i  O  l    i  li 
i  l. Pl t ti
i t O Oit  tiO  lítiO  t t t  I i  J ti ,
B  , B, Bl , tO,    t l        t   t
iOit   l  t    . A  li  i  t  ii   O
 t   . P  Pl t J ti O it  fit   t   l  
 Oti  it    l  i ,  i   l   . A fliOi 
O it t  ilí
i . c

cc
P lítiO cc
 f  t   t  lítiO  Pl t , O    O l  t t  l
O   ift
 l   t    l , Oi    i   Oi l
 Oi l i  l tiO .

2lm c Ci  c
Al  l 
Vit c    i  I  l c
 t l c  Oi ic
S   G  i
i .     
  t  
i ,  i
Al Oi  lcc S
 i c il f c t   iO   
N c
O    i i 
 i    B 
Bl .c

 iO   f ,
Al I Oí l cc   c G i c
  t  ,
c t f  ilit   
 liOi t . c

Al
 iO   Oti i 
O O iOt
cc
   c P t c O iO ,   

  O Oi .c
iti c
Para Platão, cada classe social devia apenas dedicar-se à sua função e virtude especifica, só
quando isto acontece é que numa sociedade reina a harmonia e a felicidade.c

A finalidade do Estado é educar os cidadãos na respectiva virtude, assegurando deste modo


a sua felicidade.c

O sistema educativo encontra-se ao serviço do Estado, e possui duas modalidades:c

Uma educação obrigatória, comum a todos até aos 20 anos. Tem por finalidade formar
cidadãos no respeito pelas instituições e dedicados à realização das suas funções
específicas. (esta educação fazem parte, entre outras matérias, a música (para permitir o
controlo do homem das partes inferiores da alma) e a ginástica (para o controlo do corpo).cc

Una educação destinada exclusivamente a futuros governantes, e que se realizaria entre


os 20 e os 35 anos. Esta educação consta de duas fases: a primeira corresponde à
aprendizagem das matemáticas, e a segunda ao ensino da dialéctica e conhecimento das
ideias superiores.c

Platão mudou alguns aspectos deste modelo político, mas manteve sempre a ideia que a
razão é que devia governar, sendo a única que podia proporcionar aos cidadãos a justiça e a
felicidade.c

c
c