Você está na página 1de 27

Introdução ao MATLAB

Paulo Ricardo Viana Piber

Abril/2010

Introdução ao MATLAB

O que é o MATLAB?

Abreviação

de

MATrix

LABoratory,

Laboratório de Matrizes.

ou

seja,

Programa de computador especializado e otimizado para cálculos científicos e de engenharia.

Foi projetado para cálculos com matrizes, mas

transformou-se em um sistema computacional

flexível, capaz de resolver qualquer problema técnico.

Evolução do MATLAB

Versão

Ano

MATLAB 1.0

1984

MATLAB 1.0 1984
MATLAB 1.0 1984

MATLAB 2

1986

MATLAB 3

1987

MATLAB 3.5

1990

MATLAB 4

1992

MATLAB 4.2c

1994

MATLAB 5.0

1996

MATLAB 5.1

MATLAB 5.1.1

1997

MATLAB 5.2

MATLAB 5.2.1

1998

MATLAB 5.3

MATLAB 5.3.1

1999

MATLAB 6.0

2000

MATLAB 6.1

2001

MATLAB 6.5

2002

Versão

Ano

MATLAB 6.5.1

MATLAB 6.5.2

2003

MATLAB 6.5.1 MATLAB 6.5.2 2003 MATLAB 7 MATLAB 7.0.1 2004 MATLAB 7.0.4 MATLAB 7.1 2005 MATLAB
MATLAB 6.5.1 MATLAB 6.5.2 2003 MATLAB 7 MATLAB 7.0.1 2004 MATLAB 7.0.4 MATLAB 7.1 2005 MATLAB

MATLAB 7

MATLAB 7.0.1

2004

MATLAB 7.0.4

MATLAB 7.1

2005

MATLAB 7.2

MATLAB 7.3

2006

MATLAB 7.4

MATLAB 7.5

2007

MATLAB 7.6

MATLAB 7.7

2008

MATLAB 7.8

MATLAB 7.9

2009

MATLAB 7.10

2010

A Área de Trabalho MATLAB

MATLAB, aparece uma janela

denominada área de trabalho MATLAB. A configuração

inicial desta janela é vista na Figura 1.

Ao

iniciar

o

Esta

janela

integra

diversas

ferramentas

para

gerenciar

arquivos,

variáveis

e

aplicações

dentro

do

ambiente MATLAB.

As ferramentas principais são: Janela de

Comandos, Janela de Histórico de Comandos, Navegador de Ajuda, Navegador do diretório corrente, janela de edição e/ou depuração

A Área de Trabalho MATLAB

Diretório Navegador do Diretório Corrente Navegador de Ajuda Janela de Comandos Corrente MATLAB
Diretório
Navegador do Diretório
Corrente
Navegador de
Ajuda
Janela de Comandos
Corrente
MATLAB

Janela de Histórico de Comandos

Navegador da Área de Trabalho

Figura 1 A área de trabalho do MATLAB

5

Variáveis no MATLAB

Existe somente um tipo de variável:

 

matriz

 

Uma

matriz

é

uma

coleção

de

valores

de

dados

organizados em linhas e colunas.

 

O tipo de matriz pode ser:

escalar: matriz 1 x 1

 

vetor: matriz 1 x n ou n x 1

matriz propriamente: matriz m x n

 

a dimensão de matrizes e vetores é automática

 

Variáveis no MATLAB

Variáveis no MATLAB • Uma variável é uma região de memória que contém uma matriz conhecida

Uma variável é uma região de memória que contém uma

matriz conhecida por um nome especificado pelo usuário.

Os nomes das variáveis precisam iniciar com uma letra.

Nomes de variáveis são sensíveis a letras maiúsculas e

minúsculas.

Variáveis no MATLAB

Vetores e matrizes:

delimitadores:

• Coluna: “espaço”ou “,”

• Linha: “;”

Exemplos:

a=3 ou a=[3]

(1x1)

b=[4 5 6 7] ou b=[4,5,6,7]

(1x4)

c=[4 5 6 7;8 9 10 11]

(2x4)

d=[4 5 6 7]’ou d=[4;5;6;7]

(4x1)

Janela de Comandos

Pode-se iniciar a utilizar o MATLAB através da digitação

dos comandos na Janela de Comandos.

Exemplo: Digitar 2 + 2 e após apertar ENTER

Comandos. – Exemplo: Digitar 2 + 2 e após apertar ENTER – O MATLAB possui uma

O MATLAB possui uma ajuda online, para utilizá-la basta digitar help mais o comando desejado na linha de comando.

Exemplo: help abs

Operadores Matemáticos

Operadores Matemáticos Precedência Operação 1 2 3 4 O conteúdo de todos os parênteses é
Operadores Matemáticos Precedência Operação 1 2 3 4 O conteúdo de todos os parênteses é
Precedência Operação 1 2 3 4 O conteúdo de todos os parênteses é avaliado, a

Precedência

Operação

1

2

3

4

O conteúdo de todos os parênteses é avaliado, a partir dos parênteses mais internos em

direção aos mais externos.

Todos os expoentes são avaliados, da esquerda para a direita.

Todas as multiplicações e divisões são avaliadas, trabalhando da esquerda para a direita.

Todas as somas e subtrações são avaliadas, trabalhando da esquerda para a direita.

Operadores Matemáticos

Operadores Matemáticos 11

Operadores Matemáticos

Operadores Matemáticos 12

Operador dois-pontos

O operador dois-pontos especifica uma série de valores pela especificação do primeiro valor na

série, o passo de incremento e o último valor na

série.

Exemplo:

>> x = 1:2:10

x =

>> x = 10:-2:1

x = 10

>> x = 1:10

3

x = 1

1

3

5

8

6

2

7

4

4

9

2

5

6

7

8

9

10

Operador dois-pontos

>> v=[2:2:10]

v =

2

4

6

8

10

>> M = [1:1:3;4:1:6;7:1:9]

M =

1

2

3

4

5

6

7

8

9

Para acessar o elemento de um vetor ou matriz

>> v(3)

>> M(2,3)

ans =

ans =

6

6

Valores Especiais

Função Propósito pi i, j ans Inf NaN eps Armazena π com 15 dígitos significativos

Função

Propósito

pi

i, j

ans

Inf

NaN

eps

Armazena π com 15 dígitos significativos

Contêm o valor

1

Resposta mais recente de uma expressão

Representa o infinito de máquina. (divisão por zero)

Não é número. (divisão de zero por zero)

Precisão da máquina. Menor diferença entre dois

números que pode ser representada no computador.

Geração de matrizes

A = rand(m,n) ou rand(n)

Gera matriz com elementos aleatórios.

A = eye(m,n) ou eye(n)

Gera matriz com elementos na diagonal iguais a 1.

A = zeros (m,n) ou zeros(n)

Gera matriz com todos elementos iguais a 0.

A = ones(m,n) ou ones(n)

Gera matriz com todos elementos iguais a 1.

Polinômios no MATLAB

Polinômios no MATLAB são manipulados como vetores.

Os seus coeficientes são armazenados como elementos de

um vetor linha, começando pelo coeficiente do termo de

maior grau.

O comando roots calcula as raízes do polinômio

Exemplo: p(x) = x 3 + 10x 2 - 2x - 29

>> p = [1 10 -2 -29]

p =

1

10

-2

-29

>> roots(p)

ans =

-9.9064

1.6648

-1.7584

17

Gráficos no MATLAB

Gráficos 2D

>> x = [-10:1:10]; >> y = x.^3;

>> plot(x,y,'r');

>> grid on

1000 800 600 400 200 0 -200 -400 -600 -800 -1000 -10 -8 -6 -4
1000
800
600
400
200
0
-200
-400
-600
-800
-1000
-10
-8
-6
-4
-2
0
2
4
6
8
10

Gráficos no MATLAB

Gráficos 3D

>> x = 0:pi/50:10*pi; >> plot3(sin(x),cos(x),x)

40

30

20

10

0

1

0.5 0.5 0 0 -0.5 -0.5 -1 -1
0.5
0.5
0
0
-0.5
-0.5
-1
-1

1

Gráficos no MATLAB

Gráficos 3D

>> a=-1000:50:1000;

>> b=a;

>> [A,B]=meshgrid(a,b);

>> Z=(-A.^2+B.^2/5)/150;

>> mesh(A,B,Z)

2000

0

-2000

-4000

-6000

-8000

1000

500 500 0 0 -500 -500 -1000 -1000
500
500
0
0
-500
-500
-1000
-1000

1000

Programação no MATLAB

Expressa problemas mais extensos;

Agiliza os comandos mais digitados;

É uma linguagem interpretada;

Pode ser criada a partir de qualquer editor de texto.

Controladores de Fluxo

if : cria caminhos alternativo no programa

IF expression

statements ELSEIF expression

statements

ELSE

statements

END

>> x=rand(1)

y=rand(1)

if

x > y

temp = y

x = temp

end

x =

0.4565

y =

0.0185

temp = 0.0185

>> x=rand(1);

y=rand(1);

if

x < y

temp = y;

y

= temp;

x

= x;

else

disp('x eh maior que y')

x, y

end

x

= 0.0185

x

eh maior que y

 

x

= 0.9355

y

= 0.9169

Controladores de Fluxo

for: permite que um comando ou um grupo de comandos

se repitam

for variável = expressão

instruções

end

>> for i=1:10

x(i) = i.^2;

end

x

x =

1

4

9

16

25

36

49

64

81

100

Controladores de Fluxo

while:

permite

que

repetidos

verdadeira

enquanto

um

a

ou

mais

expressão

WHILE expressão

instruções

END

>> i=0;

while ( sqrt(i) < 5 )

i = i+1;

end

sqrt(i)

ans =

5

comandos

sejam

de

controle

for

Funções Auxiliares

input recebe dados através do teclado, que podem ser

ou não armazenados em uma variável;

break encerra um laço mais interno controlado pelo

comando for;

pause pára a execução do programa até que uma nova tecla seja pressionada.

Variáveis Simbólicas

syms x define x como variável simbólica;

>> syms x

eqn=x^2-3*x-4

solve(eqn)

eqn =

x^2-3*x-4

ans =

4

-1

Referências

CHAPMAN, Stephen J. Programação em MATLAB para

Engenheiros. Editora Thomson, 2003.

Brian R. Hunt, Ronald L. Lipsman and Jonathan M.

Rosenberg. A Guide to MATLAB for Beginners and

Experienced Users. Cambridge University Press, 2006.