Você está na página 1de 7

Física e Química A – Ano 2

Curso Científico - Humanístico de Ciências e Tecnologias


Química e Indústria: Equilíbrios e Desequilíbrios

ESCOLA SECUNDÁRIA DA QUINTA DAS FLORES

Teste de Avaliação de Conhecimentos

11 de Março 2010

VERSÃO 3

NOME: _________________________________________________________ 11.º Ano Turma __ N.º ___

Na sua folha de respostas, indique de forma legível a versão da prova.

A ausência desta indicação implica a classificação com zero pontos nas questões que têm versões
diferentes.

Nas questões que envolvam escolha múltipla ou verdadeiro/falso deve indicar na sua folha de prova a
opção de modo legível.

Nos itens em que é pedido o cálculo de uma grandeza, apresente todas as etapas de resolução,
explicitando todos os cálculos efectuados e apresentando todas as justificações e/ou conclusões
solicitadas.

TABELA DE CONSTANTES
Constante de Avogadro 𝑁𝐴 = 6,02 × 1023 𝑚𝑜𝑙−1
Volume molar de um gás (PTN) 𝑉𝑚 = 22,5𝑑𝑚3 𝑚𝑜𝑙−1

FORMULÁRIO

 Concentração de soluto ............................................................................................. 𝑛


𝑛 – quantidade de substância (soluto) 𝑐=
𝑉
𝑉 – volume de solução

 Quantidade de substância ……………………………………….............................................. 𝒎


𝑚 – massa 𝒏=
𝑴
𝑀 – massa molar

 Massa volúmica …….................................................................................................... 𝑚


𝑚 – massa 𝜌=
𝑉
𝑉 - volume

 Número de partículas ……………………………………….....................................................


𝑁 = 𝑛 × 𝑁𝐴
𝑛 – quantidade de substância
𝑁𝐴 - constante de Avogadro

 Volume molar de um gás ……………………....................................................................


𝑉 – volume do gás 𝑉
𝑉𝑚 =
𝑛 – quantidade de substância do gás 𝑛

Ano Lectivo 2009/2010 pág.1 de 7 Catarina Santos


Física e Química A – Ano 2
Curso Científico - Humanístico de Ciências e Tecnologias
Química e Indústria: Equilíbrios e Desequilíbrios

Ano Lectivo 2009/2010 pág.2 de 7 Catarina Santos


Física e Química A – Ano 2
Curso Científico - Humanístico de Ciências e Tecnologias
Química e Indústria: Equilíbrios e Desequilíbrios
GRUPO I
1. Leia atentamente o seguinte texto:

No início do século XX havia em todo o Mundo uma necessidade desesperada de fertilizantes à base de
azoto. A quase totalidade dos nitratos usados na agricultura e no fabrico de explosivos provinha de jazigos
minerais existentes no Chile e a procura excedia a oferta. Todas as tentativas para converter, em grande
escala, o abundante azoto atmosférico em compostos assimiláveis pelas bactérias e plantas não tiveram
sucesso. Por fim, com muita determinação, aplicação e um pouco de felicidade, o químico Fritz Haber descobriu
um processo económico de captar o diazoto do ar, o que lhe valeu um prémio Nobel. Em parte, o sucesso desta
descoberta resultou da aplicação dos princípios do equilíbrio químico, um estado de uma reacção em que não há
qualquer tendência para a composição do sistema variar. O estado do equilíbrio químico é dinâmico,…
(…)
A transformação do diazoto em compostos de azoto é difícil porque a ligação N≡N é muito forte (944
KJ/mol) e, por isso, o diazoto é pouco reactivo. Os químicos procuravam um método para transformar diazoto
em amoníaco, pois o amoníaco, com uma ligação N–H mais fraca (388 KJ/mol), é muito mais reactivo que o
diazoto.

(Adaptado de P. Atkins e Loretta Jones, Chemidtry, ed W. H. Freeman Co, N. Y., 1997, pp 473 a 474 )

1.1. De acordo com o texto, seleccione a alternativa correcta.

(A) A transformação de diazoto em compostos de azoto é uma reacção lenta e pouco extensa.
(B) Os compostos que possuem ligações químicas fortes são os mais reactivos.
(C) Embora no início do século XX os jazigos de nitratos existentes no Chile não fossem suficientes para as
necessidades da agricultura, nos finais do século a oferta excedia largamente a procura.
(D) A obtenção industrial de compostos de azoto por acção de bactérias (Biotecnologia) para uso como
fertilizantes foi um processo em franco desenvolvimento no início do século XX.

1.2. O rótulo de uma embalagem que contém uma solução aquosa de amoníaco tem o símbolo que está
representado na figura 1.
Seleccione a alternativa que permite escrever uma afirmação correcta.

O significado deste símbolo é…

(A) …irritante
(B) …nocivo
(C) ...corrosivo Figura 1
(D) …tóxico

1.3. O amoníaco é utilizado a nível industrial mas também se utiliza nas nossas casas.
Indique 2 indústrias em que o amoníaco seja utilizado.

1.4. A libertação do amoníaco para o meio ambiente pode originar graves problemas.
Indique 3 problemas que a libertação de amoníaco pode originar…

1.4.1. …no meio ambiente.


1.4.2. …na saúde do utilizador.

Ano Lectivo 2009/2010 pág.3 de 7 Catarina Santos


Física e Química A – Ano 2
Curso Científico - Humanístico de Ciências e Tecnologias
Química e Indústria: Equilíbrios e Desequilíbrios

2. Industrialmente, o amoníaco é produzido à pressão aproximada de 200 𝑎𝑡𝑚, a cerca de 450℃ de temperatura
e utilizando ferro como catalisador. O gráfico da figura 2 ilustra a percentagem de amoníaco em diferentes
condições de pressão e temperatura. Classifique as afirmações seguintes como verdadeiras (V) ou falsas (F).

A- O ferro é utilizado para diminuir a percentagem de amoníaco


produzida por mole de azoto presente.
B- Pela análise do gráfico, verificamos que a percentagem de
amoníaco é máxima a 200 𝑎𝑡𝑚 e a 450℃; por isso, estas são as
condições a que se produz industrialmente.
C- Pela análise do gráfico, verificamos que a reacção é
endotérmica, porque a percentagem de amoníaco produzida
diminui com o aumento da temperatura.
D- De acordo com o gráfico, o rendimento é máximo quanto maior
é a temperatura e maior a pressão do sistema reaccional.
Figura 2
E- O amoníaco é produzido nas condições em que o seu rendimento
é mínimo, pois nessas condições a reacção é muito rápida.
F- Para uma mesma temperatura, quando a mistura reaccional é descomprimida, a quantidade de amoníaco
obtida é maior.
G- Se ocorrer um aumento de temperatura no sistema a pressão constante, a percentagem de amoníaco
produzida é menor.
H- A percentagem de amoníaco, para a pressão de 400 𝑎𝑡𝑚 e temperatura de 700℃, é de 100%.

3. O esquema da figura 3 representa o protótipo de Haber – Bosh da obtenção industrial de amoníaco.

Figura 3

3.1. Qual é o componente do protótipo da produção industrial de amoníaco representado por 1 no diagrama?

Ano Lectivo 2009/2010 pág.4 de 7 Catarina Santos


Física e Química A – Ano 2
Curso Científico - Humanístico de Ciências e Tecnologias
Química e Indústria: Equilíbrios e Desequilíbrios

3.2. Seleccione a alternativa CORRECTA.

(A) H representa N2 (g) e I representa H2 (g).


(B) C representa NH3 (), D representa N2 (g) e E representa H2 (g).

(C) F representa NH3 () e G representa NH3 (g).

(D) X representa NH3 (g)

4. A cada uma das letras da coluna I, associe um número da coluna II.

Coluna I Coluna II

A- Quantidade de matéria numa amostra de 70g de nitrogénio gasoso (N2). 1- 24,1 × 1023

2- 11,2 𝑑𝑚3

B- Massa de 6,02×1023 moléculas de azoto. 3- 28,0 𝑔

4- 12,0 × 1023

C- Volume ocupado por 28,0 g de N2 nas condições PTN. 5- 14,0 𝑔

6- 22,4 𝑑𝑚3

D- Número de átomos em 1 mol de nitrogénio gasoso (N2). 7- 2,5 𝑚𝑜𝑙

8- 3,0 𝑚𝑜𝑙

5. Considera os dados contidos na tabela seguinte:

Massa da amostra Massa de


Mineral
(g) SiO2(g)

X 540,0 216,0

Y 180,0 32,0

Z 200,0 64,0

5.1. Determine a percentagem de impurezas, contidas no mineral Y.


5.2. Sabendo que o principal constituinte do vidro é o óxido de silício, indique, justificando, qual o mineral que é
preferível utilizar na produção de vidro.

Ano Lectivo 2009/2010 pág.5 de 7 Catarina Santos


Física e Química A – Ano 2
Curso Científico - Humanístico de Ciências e Tecnologias
Química e Indústria: Equilíbrios e Desequilíbrios

6. A electrólise da água consome demasiada energia para ser economicamente rentável na produção de
hidrogénio.

6.1. Seleccione a alternativa que contém os termos que devem substituir (a), (b) e (c), respectivamente, de
modo a tornar verdadeira a afirmação seguinte:

“A electrólise da água é uma reacção (a) logo os reagentes têm (b) energia que os produtos da
reacção e há (c) de energia durante o processo químico.”

(A) …exoenergética … menos … libertação.

(B) …exoenergética … menos … absorção.

(C) …endoenergética … mais … absorção.

(D) …endoenergética ... menos … absorção.

6.2. Seleccione o gráfico que representa a energia em jogo na reacção de decomposição da água.

H2O (g)  H2 (g) + O2 (g)

Dados: E(H – O)=460 kJ/mol; E(O = O)=499 kJ/mol; E(H – H)=436 kJ/mol

A B

C D

Ano Lectivo 2009/2010 pág.6 de 7 Catarina Santos


Física e Química A – Ano 2
Curso Científico - Humanístico de Ciências e Tecnologias
Química e Indústria: Equilíbrios e Desequilíbrios

GRUPO II

7. Para verificar a presença de azoto amoniacal num adubo, usou-se o indicador vermelho de tornesol em papel
humedecido com água.
7.1- Seleccione e ordene, da lista seguinte, os passos considerados mais adequados para verificar a
presença de azoto amoniacal no detergente, de acordo com o teste adoptado.
(A) Colocar uma pequena amostra do adubo num tubo de ensaio.
(B) Adicionar, gota a gota, solução de sulfato de cobre e verificar o aparecimento de um precipitado azul-
claro.
(C) Aproximar da boca do tubo de ensaio uma fita de papel de vermelho de tornesol.
(D) Aquecer ligeiramente.
(E) Registar as observações.
(F) Adicionar 2 gotas de hidróxido de sódio, NaOH.
(G) Adicionar 2 gotas de reagente de Nessler.

7.2- Escreva a equação química iónica que traduz a transformação ocorrida quando se adiciona NaOH
(base forte) à amostra de adubo.
7.3- Seleccione a alternativa que completa correctamente a afirmação seguinte:

A alteração da cor do indicador de vermelho para azul, deve-se à presença de…


(A) … iões 𝐻 + (aq).
(B) … iões 𝐻𝑂 − (aq).
(C) … 𝑁𝐻3 (aq).
(D) … iões 𝑁𝐻4+ (aq).

8. Na síntese do sulfato de tetraaminocobre (II) monoidratado, [𝐶𝑢(𝑁𝐻3 )4 ]𝑆𝑂4 . 𝐻2 𝑂, um grupo de alunos fez
reagir 4, 0 𝑐𝑚3 de uma solução aquosa de amoníaco, 25% (𝑚/𝑚), com 0,020 𝑚𝑜𝑙 de sulfato de cobre (II)
pentaidratado, 𝐶𝑢𝑆𝑂4 . 5𝐻2 𝑂.
Após lavagem e secagem dos cristais obtidos, determinaram a sua massa, sendo o valor obtido 𝑚 = 2,80 𝑔.
A reacção de síntese pode ser traduzida pelo seguinte esquema químico:

𝐶𝑢𝑆𝑂4 . 5𝐻2 𝑂 𝑠 + 𝑁𝐻3 𝑎𝑞 → 𝐶𝑢 𝑁𝐻3 4 𝑆𝑂4 . 𝐻2 𝑂 𝑠 + 𝐻2 𝑂 (𝑙)

8.1- Acerte o esquema químico.


8.2- Determine a quantidade de amoníaco utilizado, sabendo que a massa volúmica da solução aquosa
(amónia) é 0,910 𝑔 𝑐𝑚 −3 .
8.3- Indique, apresentando os cálculos, qual é o reagente limitante.
8.4- Determine o rendimento da reacção.

BOM TRABALHO!

Cotação (para 200 pontos):

Questão 1.1 1.2 1.3 1.4.1 1.4.2 2 3.1 3.2 4 5.1 5.2 6.1 6.2 7.1 7.2 7.3 8.1 8.2 8.3 8.4

Cotação 8 8 10 12 12 10 8 8 16 16 16 8 8 8 8 8 8 12 8 8

Ano Lectivo 2009/2010 pág.7 de 7 Catarina Santos