Você está na página 1de 17

CONCURSO PÚBLICO - TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO - TCE-ES -

2001 - Escola de Administração Fazendária

Controlador de Provas 1 e 2 Recursos Públicos - Administração

INSTRUÇÕES

Nome:

1 - Escreva seu nome, de forma legível, no local indicado.


2 - O CARTÃO DE RESPOSTAS não será substituído e deve ser assinado e datado, no seu
verso.
3 - DURAÇÃO DAS PROVAS: 4 horas, incluído o tempo para preenchimento do CARTÃO DE
RESPOSTAS.
4 - Neste caderno, as questões estão numeradas de 01 a 60, seguindo-se a cada uma 5
(cinco) opções (respostas), precedidas das letras a, b, c, d e e.
5 - No CARTÃO DE RESPOSTAS, as questões estão representadas por seus respectivos
números. Preencha,
FORTEMENTE, com caneta esferográfica (tinta azul ou preta), toda a área correspondente à
opção de sua escolha, sem ultrapassar seus limites.
6 - Não amasse nem dobre o CARTÃO DE RESPOSTAS; evite usar borracha.
7 - Será anulada a questão cuja resposta contiver emenda ou rasura, ou para a qual for
assinalada mais de uma opção.
8 - Ao receber a ordem do Fiscal de Sala, confira este CADERNO com muita atenção, pois
qualquer reclamação sobre o total de questões e/ou falhas na impressão não será aceita depois de
iniciadas as provas.
9 - Durante as provas, não será admitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre
os candidatos,
tampouco será permitido o uso de qualquer tipo de equipamento (calculadora, tel. celular,
etc.).
10 - Por motivo de segurança, somente durante os trinta minutos que antecedem o término
das provas, poderão ser copiados os seus assinalamentos feitos no CARTÃO DE RESPOSTAS,
conforme subitem 6.8 do edital.
11 - Entregue este CADERNO DE PROVAS, juntamente com o CARTÃO DE RESPOSTAS, ao
Fiscal de Sala, quando de sua saída, que não poderá ocorrer antes de decorrida uma hora do início
das provas; a não-observância dessa exigência acarretará a sua exclusão do concurso.
12 - Este caderno de provas está assim constituído:

Língua Portuguesa 01 a 20
Legislação Específica 21 a 40
Administração Geral 41 a 45
Administração Pública 46 a 60

LÍNGUA PORTUGUESA 02- Analise os seguintes itens a respeito das


ras lingüísticas do texto.
Leia o texto para responder às questões 1 e 2.
I.

www.pciconcursos.com.br
"E isso em pleno século XX!" A expressão "Ou melhor"(l.2) corrige o tempo
do verbo ser, empregado no presente na pri-
Não é assim que se costuma dizer? Ou melhor, meira oração.
não era assim, no século passado? Diante de
uma manifestação de suprema ignorância, ou II. As duas ocorrências da preposição "de", nas li-
5 ignomínia, de miséria, atraso ou injustiça, arre- nhas 4 e 5, indicam a seguinte estrutura sintática:
matava-se: "E isso em pleno século XX!". No manifestação de suprema ignorância,
século XIX, o século da luz elétrica, do telégra- ou ignom ínia
fo e dos trens, igualmente deslumbrado consigo de miséria, atraso ou in-
mesmo, já se dizia: "E isso em pleno século justiça.
10 XIX!". Agora se dirá: "E isso em pleno século III. O pronome "se" tem a mesma função condi-
XXI!". O leitor escolha o que é maior, se a pre- cional nas três ocorrências das linhas 11, 13 e
tensão ou a ingenuidade, em tais manifesta- 14.
ções. Quanto à pretensão, é como se os sécu-
los se olhassem com desprezo uns aos outros.
15 "Isso vá lá que acontecesse naqueles pobres Assinale a opção correta.
séculos anteriores, não no nosso." Quanto à
ingenuidade, há uma confiança cega em que os a) Apenas os itens I e II estão corretos.
séculos sempre se sucedem para melhor. O b) Apenas o item I está correto.
presente é sempre melhor, ou menos ruim, do c) Apenas o item II está correto.
20 que o passado. E o futuro será melhor que o
presente. d) Apenas os itens II e III estão corretos.
Vai ver, tem que ser assim. A utopia da melhora e) Todos os itens estão corretos.
contínua é condição para a sobrevivência.

(VEJA, 17/01/2001, com adaptações)

01- Assinale a opção incorreta a respeito das


do texto.

a) Todas as exclamações entre aspas no texto


pretendem simular a fala de alguém que se
mostra indignado com uma manifestação que
considera inaceitável para a época.
b) A argumentação do texto estabelece a se-
guinte relação:
pretensão: desprezo aos séculos anteriores
ingenuidade: otimismo quanto ao presente e
futuro.
c) O autor sugere que um certo deslumbramen-
to consigo mesmo, que havia nos séculos an-
teriores, continuará a ocorrer no século XXI.
d) Infere-se do texto que o século XX foi tão
pródigo de invenções que pode ser conside-
rado um deslumbramento inigualável e insu-
perável.
e) Depreende-se do texto que a "utopia da me-
lhora contínua"(l.22 e 23) está intimamente
relacionada com ingenuidade.
---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

Leia o texto para responder às questões 03, 04 e 04- Assinale a opção correta a respeito do

www.pciconcursos.com.br
das palavras e expressões do texto.
Rápida Utopia

O século do triunfo tecnológico foi também o da a) A palavra "reparado" (l.3) está empregada no
descoberta da fragilidade. Um moinho de vento texto com a mesma acepção em que é usada
pode ser reparado, mas o computador não tem no seguinte exemplo: O homem do século XX
defesa diante da má intenção de um garoto não havia reparado nos perigos de um forte
5 precoce. O século está estressado porque não superego.
sabe de quem se deve defender nem como: b) O substantivo "indigência" (l.10) tem com o
somos demasiado poderosos para poder evitar adjetivo indigente a mesma relação de sen-
nossos inimigos. Encontramos o meio de elimi- tido e de formação vocabular que o substan-
nar a sujeira, mas não o de eliminar os resí- tivo indulgência tem com indulto.
10 duos. Porque a sujeira nascia da indigência,
que podia ser reduzida, ao passo que os resí- c) O conectivo "ao passo que" (l.11) desempe-
duos (inclusive os radioativos) nascem do bem- nha no período sintático a mesma função sin-
estar que ninguém quer mais perder. Eis por tática e semântica de visto que.
que nosso século foi o da angústia e da utopia d) O adjetivo "expiatórias" (l.18) especifica o
15 de curá-la. Com um superego mais forte, a substantivo "purificações" (l.17 e 18) para
humanidade se embaraça num mal que ressaltar que tais purificações têm o objetivo
conhece perfeitamente, confessa-o em público, de expiação: de redimir culpas ou pecados.
tenta purificações expiatórias, às quais se
juntam as Igrejas e os governos, e repete o mal e) Mantém-se o sentido e a correção gramatical
20 porque ação a distância e linha de montagem ao substituir a expressão "às quais" (l.18) pe-
impedem de identificá-lo no início do processo. lo pronome relativo que.
Espaço, tempo, informação, crime, castigo,
arrependimento, absolvição, indignação, 05- Analise a correspondência entre as estruturas
esquecimento, descoberta, crítica, nascimento, güísticas do texto.
25 longa vida, morte... tudo em altíssima
velocidade. A um ritmo de estresse. Nosso I- "que" (l.10) refere-se a "sujeira" (l.9)
século é o do enfarte.
(Umberto Eco - tradução de Paulo Neves, com II- "-la", em "curá-la"(l.15) refere-se a "angús-
tia" (l.14)
03- Marque a opção que não está de acordo com a III- "-o" em "confessa-o"(l.17) refere-se a "super-
organização das idéias no texto. ego"( l.15)
IV- "-lo" em "identificá-lo"(l.21) refere-se a "pro-
a) A primeira oração do texto resume e antecipa cesso"(l.21)
a argumentação que lhe segue. V- "tudo"(l.25) refere-se às informações enum e-
b) No texto, a idéia de "sujeira" (l.9) está para a radas nas linhas 21 a 25.
de "resíduos" (l.9 e 10) assim como "indigên-
cia" (l.10) está para "bem-estar" (l.12). Marque a opção correta.
c) O sentimento de poder frente aos inimigos
torna o homem triunfante e capaz de lidar a) Estão corretos todos os itens.
com a fragilidade. b) Estão corretos apenas os itens I, II e IV.
d) O texto sugere que a angústia criada pelo c) Estão corretos apenas os itens II e V.
avanço tecnológico não é facilmente curada. d) Estão corretos apenas os itens III, IV e V.
e) A argumentação do texto mostra por que
nosso século é o do enfarte: a humanidade e) Nenhum dos itens está correto.
ainda não sabe conviver com o ritmo de vida
impresso pela tecnologia.

---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

Leia o texto para responder às questões 06 e 07. 07- Respeitam -se as regras de pontuação e de

www.pciconcursos.com.br
xe da norma culta ao fazer a seguinte alteração
Os altos custos são os culpados oficiais da no texto:
separação entre ricos e pobres no acesso à
informática. Daí a presença dos dinheiros do a) inserção de vírgula após "oficiais"( l.1).
governo nos esforços de romper essa barrei-
5 ra ao acesso. b) substituição dos dois pontos (l.7) por que.
No entanto, temos de entender com toda cla- c) supressão da vírgula opcional após "resolvê -
reza: o acesso às máquinas é apenas uma lo" (l.8).
parte do problema. É preciso resolvê -lo, por d) inserção de vírgula após "persistência"
certo. Mas o real problema é dar asas ao po-
10 tencial educativo do computador. Estamos (l.14), por se tratar de uma enumeração.
aprendendo que isso não se dá de forma es- e) inserção de vírgula antes do primeiro traves-
pontânea, pela mesma razão que a educação são (l.17), devido à colocação da vírgula an-
não é um processo espontâneo. É preciso tes de "o uso"(l.17).
inteligência, persistência e clareza de objeti-
15 vos. Pelas mesmas razões que o Estado não 08- Marque a opção que preenche corretamente
pode eximir-se de fazer as coisas acontecer lacunas do texto abaixo.
em educação - e de pagar o preço - , o uso
inteligente e enriquecedor da informática não Um portal na Internet ______ o cidadão poderá
se dará somente pela mão invisível do mer- consultar as suas pendências burocráticas e fi-
20 cado. nanceiras com o governo e ________ ter todo o
(Cláudio de Moura Castro, VEJA, 14/03/2001, com tipo de informação pessoal, como extrato do seu
adaptações) FGTS, entre outros. _______ é um cenário já e-
xistente em algumas cidades do mundo e que po-
06- Assinale a opção que serve de maneira derá chegar ao Brasil nos próximos anos, dentro
como conclusão do texto. do projeto de governo eletrônico. Um dos desafios
de ______ projeto é a parte de segurança.
a) Evidência dessa liberdade é a pobreza das
conversas fiadas nos "chats", o principal uso
encontrado para o computador. a) onde - ainda - Esse - tal
b) A experiência nos diz que são predominan- b) que - assim - Tal - esse
temente os custos da alta tecnologia que im- c) em que - ainda - Eis - tal
pedem o fortalecimento da educação. d) onde - assim - Esse - um tal
c) Como os países pobres não têm podido arcar e) que - também - Esse - tal
com os altos custos de uma educação infor-
matizada, muitos anos ainda se passarão até
que a tecnologia seja de fato utilizada.
d) Pagar o preço, por isso, significa envolver to-
dos os objetivos - não apenas alguns - nes-
se processo espontâneo.
e) Educação é assunto de todos e informática
na educação é um desafio a mais para o Es-
tado e para a sociedade civil.

---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

09- Assinale o trecho que respeita as regras 11- Assinale a opção incorreta quanto à
cais da norma culta. gramatical.

a) Pesquisas nos Estados Unidos mostra que a a) A história do controle no Brasil remonta no
tolerância ao erro no comércio eletrônico é período colonial. Em 1680, foi criada as Jun-
zero. Quem compra um CD e não recebe, tas das Fazendas das Capitanias e a Junta
simplesmente "deleta" o endereço da loja vir- da Fazenda do Rio de Janeiro, jurisdiciona-

www.pciconcursos.com.br
tual pisou na bola. das a Portugal.
b) Para piorar as coisas para os comerciantes b) Na administração de D. João VI, foi instalado
que se dedicam o comércio eletrônico, o in- o Erário Régio, em 1808, e criado o Conselho
ternauta entende como erro grave todo e Fazenda, que tinha como atribuição acompa-
qualquer deslise cometido pela loja. nhar a execução da despesa pública.
c) Tanto faz se a empresa demora a entregar a c) Com a Proclamação da Independência do
encomenda, se ela danifica a embalagem ou Brasil, em 1822, o Erário Régio foi transfor-
se entrega uma mercadoria diferente à que mado no Tesouro pela Constituição monár-
foi encomendada. quica de 1824, prevendo-se, então, os pri-
d) A reação contrária do consumidor é desme- meiros orçamentos e balanços gerais.
zurada. Na rede esperam-se serviço nota d) A idéia de criação de um Tribunal de Contas
1000 - ou nada aquém disso. surgiu, pela primeira vez no Brasil, em 23 de
e) As empresas brasileiras que comercializam junho de 1826, com a iniciativa de Felisberto
produtos pela internet têm conseguido entre- Caldeira Brandt, Visconde de Barbacena, e
gar o que vendem com um mínimo de críti- de José Inácio Borges, que apresentaram
cas. projeto de lei nesse sentido ao Senado do
Império.
(VEJA VIDA DIGITAL, abril de 2000, com e) Somente a queda do Império e as reformas
10- Assinale a substituição necessária para que político-administrativas da jovem República
texto se torne gramatical e textualmente correto. tornaram realidade, finalmente, o Tribunal de
Contas da União.
Finalmente o computador barato (US$250) (Itens adaptados de
será uma realidade já a partir do segundo www.tcu.gov.br/institucional/historico.html)
semestre deste ano. Financiado em até 24
parcelas, o equipamento terá acesso à in- 12- Assinale a opção em que o elemento grifado
5 ternet e poderá ser, enfim, a grande porta de responde a erro gramatical.
entrada à rede mundial de computadores pa-
ra a população mais carente de recursos. As discussões em torno da criação de um Tribu-
Mas já antevejo vários problemas nessa ten- nal de Contas durariam(1) quase um século, pola-
tativa de massificar o uso do micro. A primei- rizadas(2) entre aqueles que defendiam a sua ne-
10 ra está no próprio preço do computador. Com cessidade, para quem(3) as contas públicas devi-
o dólar disparando a cada dia, a máquina vai am ser examinadas por um órgão independente,
tendo seu preço elevado sempre, mesmo que e aqueles que o(4) combatiam, por entenderem
ligeiramente. Além disso, em dois anos - que as contas públicas podiam continuar sendo
quando você acabar de pagar - seu compu- controladas por aqueles mesmos que a(5) real i-
15 tador certamente já estará obsoleto. zavam.
(Correio Braziliense, 2/5/2001, com adaptações) (Texto adaptado de

Substituir a) 1
b) 2
a) "à rede"(l.6) por da rede c) 3
b) "antevejo"(l.8) por prevejo d) 4
c) "massificar"(l.9) por macificar e) 5
d) "A primeira" (l.9 e 10) por O primeiro
e) "obsoleto"(l.15) por absoleto
---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

13- Numere os trechos de forma a compor um texto Leia o texto abaixo para responder às questões 14
coeso e coerente e assinale a seqüência corres- 15.
pondente.
A parte racional e a parte irracional da alma
( ) A instalação desse primeiro Tribunal, entre- estão em permanente conflito e contradição
tanto, só ocorreu em 17 de janeiro de 1893, uma com a outra. Se a virtude não pertence

www.pciconcursos.com.br
graças ao empenho do Ministro da Fazenda apenas ao mundo da razão e não é, portan-
do governo de Floriano Peixoto, Serzedello 5 to, uma ciência una, invariável, absoluta, ela
Corrêa. Teve originariamente competência pode ser múltipla, mutante e até mesmo fal-
para o exame, revisão e julgamento de todas sa. Mais ainda: se as virtudes estão relacio-
as operações relacionadas com a receita e a nadas com as ações e as paixões, conforme
despesa da União. afirma Aristóteles, estes movimentos e estas
( ) Em 7 de novembro de 1890, por iniciativa do 10 paixões são um dado da natureza humana.
então Ministro da Fazenda, Rui Barbosa, o Não é em razão daquilo que sentimos que
Decreto no 966-A criou o Tribunal de Contas somos julgados bons ou maus.
da União, que deveria ser norteado pelos Isso seria um absurdo, pois os sentimentos
princípios da autonomia, fiscalização, julga- estão inscritos em nosso aparelho psíquico,
mento, vigilância e energia. 15 e não podemos deixar de senti-los. Ninguém
se encoleriza intencionalmente. Ora, a quali-
( ) Sobreveio, então, a competência para liqui- ficação bom /mau supõe que aquele que as-
dar as contas da receita e despesa e verificar sim julga escolheu agir assim. Um homem
a sua legalidade antes de serem prestadas não escolhe as paixões. Ele não é então
ao Congresso Nacional. Logo após sua insta- 20 responsável por elas, mas somente pelo
lação, porém, o Tribunal de Contas conside- modo como faz com que elas se submetam
rou ilegal a nomeação, feita pelo Presidente à sua ação. É deste modo que os outros o
Floriano Peixoto, de um parente do ex- julgam sob o aspecto ético, isto é, aprecian-
Presidente Deodoro da Fonseca. do seu caráter.
( ) Inconformado com a decisão do Tribunal, (Adauto Novaes)
Floriano Peixoto mandou redigir decretos que
retiravam do TCU a competência para im- 14- Em relação ao texto, assinale a opção
pugnar despesas consideradas ilegais.
( ) Mas foi a Constituição de 1891, a primeira a) À linha 3, "com a" pode ser corretamente
republicana, ainda por influência de Rui Bar- substituído por em relação à.
bosa, que institucionalizou definitivamente o
Tribunal de Contas da União, inscrevendo-o b) As duas ocorrências de "se"(linhas 3 e 7) po-
no seu art. 89. dem ser substituídas por como, sem prejuízo
para a correção gramatical.
(Itens adaptados de
www.tcu.gov.br/institucional/historico.html) c) O pronome "ela" (l.6) refere-se a "razão"
(l.4).
a) 4, 1, 5, 2, 3 d) O demonstrativo "Isso" (l.13) corresponde à
b) 3, 1, 4, 5, 2 idéia de julgar os indivíduos como bons ou
maus a partir de seus sentimentos.
c) 2, 4, 5, 3, 1 e) O uso de "aquele" (l.17) equivale a qualquer
d) 3, 1, 2, 4, 5 indivíduo.
e) 3, 1, 5, 4, 2

---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

15- Julgue os itens abaixo, em relação à estrutura 16- Em relação às idéias do texto, assinale a
texto. correta.

I. O pronome "Ele"(l.19) refere-se a "Um ho- a) O costume é expandido e ampliado pelas in-
mem"(l.18) e as duas ocorrências de "e- finitas possibilidades oferecidas pela nature-
las"(l.20 e 21) referem-se a "paixões"(l.19). za.
II. O emprego do sinal indicativo de crase em "à b) Como os costumes são variáveis, diversifica-
sua"(l.22) é obrigatório. dos, tudo e todas as normas são universais e
dizem respeito a todos os homens.

www.pciconcursos.com.br
III. O segmento "sua ação"(l.22) relaciona-se a c) Tanto Montesquieu quanto Voltaire recusam
"Um h omem"(l.18). a existência de normas universalmente váli-
IV. Em "outros o julgam"(l.22 e 23) há um artigo das.
masculino singular. d) Segundo Montesquieu, uma das regras do
V. Conforme as idéias do texto o julgamento núcleo variável de princípios é aquela que
ético considera o caráter, ou seja, a forma rompe o equilíbrio proporcional entre a puni-
como o indivíduo submete as paixões às a- ção e a falta.
ções. e) Como existe um núcleo de normas invariá-
veis na natureza, nem tudo é relativo, flexível
A quantidade de itens certos é ou dependente das circunstâncias.

a) 1 17- Em relação às palavras e expressões do texto,


b) 2 julgue os itens abaixo.
c) 3 I.
d) 4 A palavra "dicotomia"(l.2) está sendo utiliza-
da com o sentido de divisão de um conceito
e) 5 em dois outros, em geral opostos entre si,
que lhe esgotam a extensão.
Leia o texto para responder às questões 16 e 17. II. Pode-se substituir a palavra "reino"(l.4) por
Existe uma diferença entre a natureza e o domínio ou âmbito e o período se mantém
costume. Esta é uma dicotomia importante coerente.
para compreender o pensamento moral da III. A expressão "diversidade empírica"(l.4 e 5)
Ilustração. O reino do costume é o da diver- pode ser compreendida como multiplicidade
5 sidade empírica. É na ótica do costume que o da experiência teórica e abstrata.
que é válido na França não é válido no Brasil. IV. Ao substituir a forma verbal "Aderiam" (l.14)
Mas essa variedade é limitada por um pe- por Adotavam, para que o período se man-
queno núcleo de normas invariáveis, que
constituem a es fera da natureza. Conscientes tenha correto a preposição "a"(l.14) transfor-
10 da variedade dos usos e costumes, os filóso- ma-se em artigo.
fos não diziam que tudo era universal. Mas, V. A palavra "benevolência"(l.25 e 26) foi em-
convictos da realidade desse núcleo invariá- pregada com o sentido de complacência,
vel, não diziam que tudo era relativo. tolerância, boa vontade.
Aderiam a um modesto universalismo, que se Estão certos apenas os itens
15 traduzia na convicção de que havia três ou
quatro normas universalmente válidas. O a) I, II e III
conteúdo dessas normas variava de pensa-
dor para pensador. Para Montesquieu, elas b) I, II e V
incluíam o respeito que a criatura deve ao c) II, III e IV
20 criador, a gratidão que o beneficiado deve ao d) III, IV e V
benfeitor, uma certa proporcionalidade entre e) II, IV e V
pena e crime etc. Para Voltaire, havia o que
ele chamava o fundo comum da humanidade,
que vigorava em todas as épocas e em todos
25 os climas e que incluía virtudes como a be-
nevolência e a proibição de mentira.
(Sérgio Paulo Rouanet)

---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

O pensamento moral da Ilustração baseava- 19- Assinale a opção que apresenta pontuação
se em três idéias centrais: a idéia de que a ta.
moral podia ter um fundamento secular; a i-
déia de que o indivíduo, considerado como a) A idéia do universalismo ético foi substituída

www.pciconcursos.com.br
5 célula elementar da sociedade, tinha direito à pelo particularismo e pelo historismo. Não e-
auto-realização e à felicidade e podia descen- xistem, verdades universais: existe a verdade
trar-se com relação à vida comunitária, criti- particular, e específica de cada país.
cando-a de fora; e a idéia de que existe uma
natureza humana universal, de que existem b) Não há preceitos intemporais, todos eles fin-
10 princípios universais de validação ética, e de cam suas raízes na história. A moralidade es-
que existe um pequeno núcleo de normas ma- tá imersa num húmus natal - numa aldeia,
teriais universais. numa nação, numa cultura - e só nesse
húmus tem vigência: tudo o mais é uma
(Sérgio Paulo Rouanet) construção delirante de intelectuais desvi ncu-
lados da realidade.
18- Assinale a opção que está incorreta em c) Essa atmosfera, impregna todos os particula-
ao texto. rismos que caracterizam nossa época. É o
caso do particularismo nacional, para o qual
a) As formas verbais "podia"(l.3 e 6), "tinha"(l.5), o gênio da nação determina, o que é verda-
"existe"(l.8 e 11) e "existem"(l.9) podem, sem deiro ou ético.
prejuízo para a coerência textual, ser substitu- d) É o caso do particularismo racista para o qual
ídas pelas formas do futuro do pretérito pode- existem, verdades arianas e verdades judai-
ria, teria, existiria e existiriam. cas, normas germânicas baseadas na espe-
b) O significado da palavra "secular"(l.3) rela- cificidade do sangue e do solo e normas ju-
ciona-se à idéia de leigo, profano, em oposi- daicas, cosmopolitas e predatórias.
ção ao que é divino ou religioso. e) É o caso do particularismo culturalista, muito
c) O uso das formas do pretérito imperfeito indi- freqüente, na antropologia (apesar da exis-
ca que não é certeza que essas idéias persis- tência de correntes universalistas influentes
tem hoje na sociedade. dentro da disciplina), para o qual não existem
d) verdades e valores morais, que não se enraí-
A expressão "baseava -se"(l.1 e 2) pode, sem zem na cultura e: que tenham qualquer vali-
prejuízo para a correção gramatical do perío- dade fora dos limites de cada cultura.
do, ser substituída por eram baseados.
e) (Itens adaptados de Sérgio Paulo Rouanet)
Em "criticando-a de fora" (l.7 e 8) o pronome
enclítico refere-se a "vida comunitária" (l.7).

---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

20- Em relação à estrutura gramatical do texto, 23- Na organização dos Poderes do Estado do
nale o fragmento correto. to Santo, a sua Constituição incluiu o Tribunal de
Contas no Capítulo
a) A vida moral e a vida do poder dá a impres-
são de correrem paralelas, com raras con- a) do Poder Legislativo
vergências. b) do Poder Executivo
b) Este desencontro entre a ética e a política in- c) do Poder Judiciário
comodam e indignam a todos que querem
ver e sentir a presença de virtudes na condu- d) das Funções Essenciais à Administração da
Justiça
ção dos negócios públicos.
c) Há um aspecto clássico, mas sempre atual, e) das Funções Essenciais às Funções Legisla-
do problema das relações entre a moral e o tivas
poder, a saber: o da mentira na gestão públi-
ca. 24- De acordo com expressa previsão na
do Estado do Espírito Santo, o Poder Legislativo é
d) Há muitos argumentos que justifica a mentira exercido pela Assembléia Legislativa, a qual se
como exceção ao princípio ético da veracida- constitui pela integração dos seguintes órgãos:

www.pciconcursos.com.br
de.
e) Mas, hoje, na teoria democrática, ao assim a) Mesa, Plenário e Tribunal de Contas
chamado direito do governante de mentir em
benefício da comunidade, se contrapõem, pa- b) Plenário, Comissões e Tribunal de Contas
ra contê-los, o direito a uma informação exata c) Mesa, Comissões e Tribunal de Contas
e honesta dos governados. d) Mesa, Plenário, Comissões e Tribunal de
(Itens adaptados de Celso Lafer) Contas
e) Mesa, Plenário e Comissões
LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA
25- Ao Tribunal de Contas do Estado do Espírito
21- A Constituição do Estado do Espírito Santo to (TC/ES), no exercício das suas funções de con-
a acumulação de cargos e empregos públicos, in- trole externo, de acordo com expressa previsão
clusive quando for a de na Constituição do Estado, compete apreciar, pa-
ra fim de registro, a legalidade dos atos de admis-
a) dois de professor são de pessoal e concessão de aposentadoria de
servidores públicos estaduais
b) dois de médico
c) professor com outro técnico ou científico a) excetuados os do Poder Judiciário
d) médico e professor b) excetuados os do Poder Legislativo
e) dois técnico-científicos c) excetuados os das autarquias do Estado
22- Por força de expressa previsão no texto da d) incluídos os atos referentes a cargos comis-
tituição do Estado do Espírito Santo, ao servidor sionados
público e stadual civil é vedado e) incluídos os atos de admissão na Administra-
ção Indireta do Estado
a) vincular-se a partido político 26- Da decisão do Tribunal de Contas do Estado
b) servir sob direção imediata de cônjuge Espírito Santo proferida em processo de tomada
c) servir sob direção imediata de qualquer pa- de contas, conforme previsão legal, cabe recurso
rente de revisão para o(a)
d) exercer o direito de greve
e) sindicalizar-se a) próprio Tribunal, com efeito suspensivo
b) próprio Tribunal, sem efeito suspensivo
c) Assembléia Legislativa do Estado, com efeito
suspensivo
d) Assembléia Legislativa do Estado, sem efeito
suspensivo
e) Tribunal de Contas da União

---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

27- O Tribunal de Contas do Estado do Espírito 31- No caso de contrato administrativo, segundo
to, tendo presente processo analisado pela sua pressa previsão legal, o contratado fica obrigado
controladoria competente, em que ficou caracteri- a aceitar, nas mesmas condições contratuais, os
zado haver uma determinada contratação irregu- acréscimos ou supressões que se fizerem nas o-
lar, sem a devida licitação nem justificativa, pelo bras, serviços ou compras, até o limite do valor i-
respectivo órgão estadual contratante, da sua nicial atualizado de
dispensa ou inexigibilidade, poderá desde logo,
em tese, a) 5%
b) 10%
a) recusar registro ao contrato c) 15%
b) sustar a execução do contrato d) 20%
c) declarar a nulidade do contrato e) 25%
d) julgar as contas irregulares
e) propor sua sustação à Assembléia Legislativa 32- Admitir a licitação ou celebrar contrato com

www.pciconcursos.com.br
presa ou profissional declarado inidôneo
28- Os créditos adicionais destinados a despesas
ra as quais não haja dotação orçamentária espe- a) não é crime
cífica são chamados de b) é crime exclusivamente de ação penal priva-
da
a) suplementares c) é crime de ação penal condicionada à repre-
b) especiais sentação do órgão licitante
c) extraordinários d) é crime de ação penal pública incondicionada
d) complementares e) é crime que não admite ação penal privada
e) ilimitados subsidiária da pública

29- Os estágios da despesa pública, conforme 33- Dos atos da Administração Pública, nos casos
to na Lei no 4.320/64, são na sua essência: anulação ou revogação de licitação,

a) licitação, contratação e pagamento a) não cabe recurso.


b) licitação, contratação e empenho b) cabe recurso, no prazo de oito dias, que ne-
c) contratação, empenho e pagamento cessariamente terá efeito suspensivo.
d) empenho, liquidação e pagamento c) cabe recurso, no prazo de cinco dias, que
e) contratação, empenho e liquidação não terá, necessariamente, efeito suspensi-
vo.
30- Para a compra de imóvel destinado ao d) só cabe pedido de reconsideração, no prazo
atendimento das finalidades precípuas da de dez dias.
Administração, cujas necessidades de instalação e) o recurso deve ser decidido no prazo de 48
e localização condicionem a sua escolha, desde horas, prescindindo de audiência dos demais
que o preço seja compatível com o valor de licitantes.
mercado, deve ser dada a preferência à hipótese
prevista em lei de

a) inexigibilidade de licitação
b) dispensa de licitação
c) licitação por convite
d) licitação por tomada de preços
e) licitação por concorrência

---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

34- O regime jurídico único, implantado pela Lei 38- O Regimento Interno do TCE/ES exige que as
plementar/ES no 46/94, regula as condições de denúncias a ele formuladas devam revestir-se de
provimento dos cargos, os direitos, as vantagens, certas formalidades essenciais, mas não precisam
os deveres e as responsabilidades dos servidores conter
públicos civis esta duais da Administração Direta,
Autarquias e fundações de quaisquer dos Pode- a) o nome do órgão sujeito à sua jurisdição
res do Estado do Espírito Santo. b) o nome do responsável sujeito à sua jurisdi-
ção
a) Correta a assertiva. c) o nome do denunciante e sua assinatura
b) Incorreta a assertiva, porque abrange toda a
Administração Indireta. d) indício de prova razoavelmente convincente
c) Incorreta a assertiva, porque não alcança au- e) norma legal que estaria sendo violada
tarquias e fundações. 39- O compromisso financeiro assumido em razão
d) Incorreta a assertiva, porque se restringe ao mútuo, abertura de crédito, emissão e aceite de tí-
Poder Executivo. tulo, aquisição financiada de bens, recebimento
e) Incorreta a assertiva, porque abrange todos antecipado de valores provenientes da venda a
os servidores da Administração Direta e Indi- termo de bens e serviços, para efeito da Lei de

www.pciconcursos.com.br
reta do Estado e dos seus Municípios. Responsabilidade Fiscal (LC no 101/2000) é con-
siderado
35- De acordo com a Lei do regime jurídico único
servidores públicos civis do Estado do Espírito a) dívida pública consolidada
Santo (LC no 46/94), a penalidade de advertência
ou supressão, conforme o caso, poderá ser apli- b) dívida pública mobiliária
cada no cometimento da infração legal de c) operação de crédito
d) dívida pública fundada
a) facilitar a prática de crime e) concessão de garantia
b) falsificar livro oficial
c) praticar a usura 40- A Lei de Responsabilidade Fiscal (LC no 101/
2000) estabeleceu que os Estados não poderão
d) recusar fé a documento público gastar com pessoal mais de 60% da sua receita
e) retardar ato de ofício corrente líquida, sendo que até 6% desse limite
global é reservado ao Poder Legislativo, incluído
36- Na estrutura básica do Tribunal de Contas do o Tribunal de Contas.
tado do Espírito Santo, conforme estipulação no
seu Regimento Interno, a sua Auditoria é parte in- a) Correta a assertiva.
tegrante do(a) b) Incorreta a assertiva, porque o limite global
não é 60% e sim 50%.
a) Plenário e Corpo Especial c) Incorreta a assertiva, porque a parcela do
b) Corpo Executivo e Técnico Legislativo não é de até 6% mas sim 3%.
c) Corpo Técnico e Administrativo d) Incorreta a assertiva, porque na parcela do
d) Ministério Público Legislativo não está incluído o TCE.
e) Diretoria Geral Técnica e) Incorreta a assertiva, porque a parcela é de
6% para o Legislativo, além de mais 3% para
37- Os atos do Plenário do TCE/ES, conforme o TCE.
to no seu Regimento Interno, terão a forma espe-
cífica de "acórdão", nos casos de
a) contas prestadas pelo Governador
b) contas prestadas pelos Prefeitos
c) decisões em processo de recurso
d) decisões em prestação de contas de convê-
nios
e) apreciação de legalidade dos atos sujeitos a
registro
---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

ADMINISTRAÇÃO GERAL No paradigma paraeconômico, proposto por


Guerreiro Ramos, a categoria representada como
41- Os conhecimentos que compõem a Teoria Geral um sistema social, de caráter esporádico ou mais
da Administração podem ser devidamente agrupa- ou menos estável, iniciado e dirigido por um indi-
dos em 3 categorias principais: enfoques (compo- víduo, ou por um pequeno grupo, e que permite a
nentes ou aspectos das organizações seleciona- seus membros o máximo de opção pessoal e um
dos para estudo ou ênfase do processo produtivo), mínimo de subordinação a prescrições operacio-
modelos (conjunto de técnicas, doutrinas e ingre- nais formais, denomina-se:
dientes culturais que moldam a organização e a
ação administrativa) e escolas (correntes de pen- a) Fenonomia
samentos ou grupo de autores que privilegiam ou b) Isonomia
preferem determinado enfoque). c) Mercado
Algumas teorias procuram oferecer soluções uni-
versais para todos os problemas ou situações. Ou- d) Economia
tras teorias oferecem aos administradores a possi- e) Motim

www.pciconcursos.com.br
bilidade de escolher, entre modelos de gestão ou
estilos, aquele apropriado a uma determinada si- 43- O julgamento que se faz de uma pessoa a
tuação. A teoria que estabelece que não há manei- da observação de um traço de seu comportamen-
ra de administrar que seja melhor do que outra e to, ou ainda, a tendência a pensar que uma pes-
que a "melhor" solução depende do ambiente da soa com determinado traço de comportamento
organização, de sua tecnologia e de vários outros tem outros traços semelhantes, denomina-se:
fatores, é a teoria:
a) Enxugamento
a) clássica b) Enfoque sistêmico
b) comportamental c) Dissonância cognitiva
c) contingencial d) Behaviorismo
d) das relações humanas e) Efeito halo
e) da burocracia
44- Para o cientista social Amitai Etzioni, o modelo
42- "O modelo de análise e planejamento de weberiano do tipo ideal aplica-se particularmente
sociais que ora predomina, nos campos da admi- a empresas e governos, mas não abrange todas
nistração, da ciência política, da economia e da ci- as organizações. Ele acredita que as organiza-
ência social em geral, é unidimensional, porque re- ções são unidades sociais, que têm objetivos es-
flete o moderno paradigma que, em parte, cons ide- pecíficos, e por isso não se encaixam num mode-
ra o mercado como a principal categoria para a or- lo universal. Apesar de diferentes umas das ou-
denação dos negócios pessoais e sociais. Neste tras, as organizações agrupam-se em categorias,
capítulo, começarei a delinear um modelo multidi- categorias essas que permitem fazer análises
mensional, para a análise e a formulação dos sis- comparativas e ressaltar peculiaridades. Segundo
temas sociais, no qual o mercado é considerado Etzioni, há três tipos ou categorias de organiza-
um enclave social legítimo e necessário, mas limi- ções, cada tipo definido pelo tipo de poder exerci-
tado e regulado, modelo que reflete aquilo que do sobre as pessoas, quais sejam: organizações
chamo de paradigma paraeconômico. coercitivas (OC), organizações utilitárias (OU) e
O ponto central desse modelo multidimensional é a organizações normativas (ON).
noção de delimitação organizacional, que envolve: Para cada tipo de organização, Etzioni indica uma
a) uma visão da sociedade como sendo constituída forma principal de controle. Indique a opção que
de uma variedade de enclaves (dos quais o mer- apresenta a correspondência correta entre os ti-
cado é apenas um), onde o homem se empenha pos de organizações e a forma de controle indi-
em tipos nitidamente diferentes, embora verdadei- cada por Etzioni.
ramente integrativos, de atividades substantivas; b)
um sistema de governo social capaz de formular e a) OC - comprometimento, OU - recompensa e
implementar as políticas e decisões distributivas ON - violência.
requeridas para a promoção do tipo ótimo de tran-
sações entre tais enclaves sociais." b) OC - violência, OU - comprometimento e
ON - recompensa.
(Trecho extraído do livro "A nova ciência das c) OC - comprometimento, OU - violência e
uma reconceituação da riqueza das nações" de ON - recompensa.
ro Ramos, 2 ed. Rio de Janeiro. FGV, 1989. p. 140)

d) OC - violência, OU - recompensa e 47- Como reação à administração científica, surge


ON - comprometimento. década de 30 do século passado uma nova cor-
rente teórica na administração, a Escola de Rela-
e) OC - recompensa, OU - violência e ções Humanas. Sobre esta Escola, é incorreto a-
ON - comprometimento. firmar que:
---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------
45- Mudanças de grande intensidade aparecem em
todos os ambientes - competitivo, tecnológico, a) Surgiu a partir dos estudos de Hawthorne, na
econômico, social - provocando o surgimento de Western Eletric Company, realizados por
novos conceitos e técnicas para administrar orga- uma equipe de pesquisadores de Harvard.

www.pciconcursos.com.br
nizações. Muitas dessas novidades eram idéias b) Conclui que os administradores deveriam en-
antigas, que já vinham evoluindo ao longo do fatizar o bem-estar, a motivação e a comuni-
tempo, e outras são ou foram autênticas inova- cação dos empregados.
ções trazidas especialmente pela evolução da c) Acredita que a produtividade poderia ser
tecnologia. mais afetada por fatores psicológicos e soci-
Uma dessas técnicas refere-se à busca das me- ais do que por influências físicas e objetivas.
lhores práticas da administração, isso como forma d) Preocupou-se com a definição dos passos a
de ganhar vantagens competitivas. Essa técnica, serem dados no processo decisório, enfati-
que consiste em fazer comparações e procurar zando os condicionantes psicológicos dos
imitar as organizações, concorrentes ou não, do mesmos.
mesmo ramo de negócio ou de outros, que façam
algo de maneira particularmente bem feita, deno- e) Foi a primeira abordagem administrativa a
mina-se: enfatizar os relacionamentos de trabalho in-
formais.
a) Brainstorming 48- A teoria administrativa moderna identifica três
b) Benchmarking tapas na conquista da visão estratégica pelos
c) Downsizing planejadores empresariais. Cada uma destas eta-
d) Balanced scoredcard pas corresponde a modos distintos de planejar,
e) Brainwriting definidos pelos seguintes termos: planejamento
tradicional, planejamento estratégico e gestão es-
tratégica. Sobre cada um destes três modos de
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA planejar, podemos afirmar, respectivamente, que:

46- A administração é uma ciência relativamente re-


cente, consolidando-se como disciplina específica a) É ocasional e cíclico; inclui análise do ambi-
somente no início do século XX. Sem dúvida, dois ente externo; reforça o caráter dinâmico do
dos autores mais importantes para a constituição planejamento estratégico.
da disciplina foram Henry Fayol e Frederick Taylor. b) É contínuo e sistemático; combina métodos
Sobre estes autores é correto afirmar que: quantitativos e qualitativos; enfatiza a capa-
cidade de uma unidade de planejamento cen-
a) O primeiro foi o fundador da Administração Ci- tralizada.
entífica, enquanto o segundo foi um dos fun- c) Aproxima-se do futuro por análise de tendên-
dadores da Teoria Clássica da Administração. cias; institui o controle e a avaliação perm a-
b) Enquanto o primeiro concentrou-se na análise nentes; define uma única alternativa de futu-
dos tempos e movimentos dos operários de ro.
fábrica, o segundo preocupou-se em definir d) Adota como unidade de análise a organiza-
princípios gerais para a gerência das organi- ção e seu ambiente; é contínuo e sistemático;
zações. acentua a perspectiva não hierárquica do
c) Ambos são famosos pela clareza na exposi- planejamento.
ção de suas idéias, seja na comunicação oral e) Enfatiza o diagnóstico e a solução de pro-
ou escrita. blemas; despreza a definição da missão só-
d) Ambos construíram suas teorias a partir de cio-econômica da empresa; atenua a pers-
pesquisas acadêmicas nas respectivas institu- pectiva de globalidade implícita no planeja-
ições que coordenavam. mento estratégico.
e) Enquanto o primeiro era adepto do comando
único na administração, o segundo propôs a
chefia funcional múltipla.
---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

49- Uma das funções básicas da administração é a 51- O tipo de aparato administrativo característico
organização ou estruturação, que consiste na re- dominações racionais-legais, descrito por Max
união e coordenação de atividades e de recursos Weber no início do século XX, denominado buro-

www.pciconcursos.com.br
necessários para o alcance dos objetivos organi- cracia, surgiu como um modelo capaz de comba-
zacionais. Para o exercício adequado desta fun- ter as mazelas da administração patrimonial. A
ção, diversos modelos de estrutura vêm sendo partir da descrição de Weber sobre a burocracia,
propostos, implementados e combinados de a- assinale entre as opções abaixo aquela que reúne
cordo com os objetivos, as estratégias, preferên- características descritas pelo autor para este tipo
cias e necessidades de cada organização. Entre de aparato administrativo.
os modelos abaixo, indique aqueles que mais en-
fatizam a descentralização e o trabalho em equi- a) disciplina; formalismo; hierarquia; mérito
pe. b) lealdade; disciplina; formalismo; hierarquia
a) Funcional e por cliente. c) disciplina; mérito; impessoalidade; descentra-
lização
b) Matricial e por projeto. d) integração; hierarquia; mérito; formalismo
c) Por processo e por produto. e) impessoalidade; descentralização; disciplina;
d) Por processo e por projeto. integração
e) Funcional e por área geográfica.
52- Desde o final da década de 70, diversos
50- Durante a década de 60, os consultores do vêm procurando avançar em relação ao modelo
desenvolvimento organizacional introduziram o racional-legal de administração, adotando novas
conceito de cultura organizacional. Na década de formas de gestão da coisa pública que configuram
80 este conceito popularizou-se no meio adminis- a chamada administração gerencial. Entre as op-
trativo, passando a ser recorrente na literatura ções abaixo, assinale aquela que melhor sintetiza
acadêmica. Não obstante as diversas críticas à esse processo de mudanças na gestão da coisa
idéia de cultura organizacional, existe um certo pública.
consenso sobre a importância da discussão deste
conceito. Entre as opções abaixo, assinale aquela a) A administração gerencial significa uma revo-
que não reflete a importância do estudo deste te- lução na gestão da coisa pública, abalando
ma. decisivamente os pilares da burocracia.
b) A administração gerencial é muito próxima à
a) A idéia de cultura organizacional dirige a a- burocracia, substituindo apenas alguns prin-
tenção para os significados simbólicos das cípios desta última, tais como os sistemas de
ações organizacionais. mérito e de hierarquia rígida.
b) A idéia de cultura organizacional abre cami- c) A administração gerencial procura aperfeiço-
nho para a reinterpretação de conceitos e ar a administração burocrática, mantendo
processos da administração tradicional. uma série de princípios fundamentais a esta
c) A idéia de cultura organizacional alerta para o última e dotando-a de mais agilidade e flexibi-
fato de que as ações administrativas estão lidade.
baseadas em sistemas de significados co- d) A administração burocrática e a administra-
muns que são constantemente criados e re- ção gerencial só se diferenciam na verdade
criados pelas próprias ações. pelo fato desta última f ocalizar o cidadão.
d) A idéia de cultura organizacional ajuda a or- e) A administração gerencial, diferente da adm i-
denar as organizações de acordo com a qua- nistração burocrática, adota a lógica privada
lidade dos seus sistemas de gestão. na gestão da coisa pública, dotando-a de
e) A idéia de cultura organizacional ajuda a rein- mais eficiência, eficácia e efetividade.
terpretar a natureza e o significado das rela-
ções entre a organização e o ambiente exter-
no.
---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

53- Um dos conceitos mais importantes para a mo- e) Controle estatístico; foco no produto; envol-
derna gestão do setor público é o de "a- vimento da alta administração.
countability". Admitindo a inexistência de uma
tradução exata do termo para o português, assi- 56- Uma das idéias-chave para a implementação

www.pciconcursos.com.br
nale entre as opções abaixo aquela que melhor administração da qualidade nos serviços públicos
expressa o significado desse conceito. é a excelência. Entre as opções abaixo, assinale
aquela que melhor expressa o significado desta
a) Refere-se a novos processos contábeis, me- idéia.
nos burocráticos e mais adequados à moder-
na gestão da coisa pública. a) O padrão mais elevado de desempenho, que
b) Indica a tomada de responsabilidade por par- implica na superioridade em relação aos se-
te dos funcionários públicos em suas rela- melhantes.
ções com os cidadãos. b) O padrão de desempenho acima da média,
c) Indica o alcance da eficiência na gestão da que sugere uma atuação de acordo com as
coisa pública. pretensões dos clientes.
d) Refere-se a novos padrões de desempenho c) O padrão satisfatório de desempenho, que
na gestão dos recursos financeiros, mais a- sugere uma superioridade apenas relativa em
dequados às dificuldades enfrentadas pelos relação aos semelhantes.
estados nacionais. d) O padrão mais elevado de desempenho, re-
e) Relaciona-se à satisfação do funcionário pú- lacionado ao atendimento somente das ne-
blico no desempenho de suas tarefas cotidia- cessidades essenciais dos clientes.
nas. e) O padrão satisfatório de desempenho, rela-
cionado ao atendimento de necessidades
54- Entre as novas tecnologias gerenciais, a não identificadas pelos clientes.
nharia aparece no início da década de 90 como
uma das mais utilizadas e discutidas. Entre as op- 57- Uma das principais orientações da gestão
ções abaixo, assinale a que melhor sintetiza a i- moderna é o foco no cidadão, chegando este a
déia básica da reengenharia. ser visto como cliente consumidor de serviços pú-
blicos. Entre as opções abaixo, assinale aquela
a) Automatizar os processos de trabalho. que corresponde a uma idéia relacionada ao pa-
b) Efetuar mudanças graduais nos processos de radigma do cliente na gestão pública.
trabalho.
c) Redesenhar os processos de trabalho. a) controle a priori
d) Demitir os trabalhadores que não se ade- b) eficiência na prestação dos serviços
qüem aos processos de trabalho. c) padronização no atendimento às demandas
e) Corrigir eventuais falhas nos processos de d) definição precisa dos objetivos organizacio-
trabalho. nais
e) autonomia do servidor público para a tomada
55- Mais do que uma simples técnica de controle, a de decisões
idéia de qualidade total sugere uma nova filosofia
para a administração. Tal filosofia é orientada por
determinados princípios. Entre as opções abaixo,
assinale aquela que contém três destes princí-
pios.

a) Mentalidade preventiva; mudanças drásticas;


foco no cliente.
b) Mentalidade preventiva; mudanças graduais;
envolvimento da alta administração.
c) Foco no cliente; mudanças graduais; reforço
da hierarquia.
d) Controle estatístico; mudanças drásticas; fo-
co no cliente.

---------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

www.pciconcursos.com.br
58- Desde o início do século passado, e 59- O Plano Diretor da Reforma do Estado que
te a partir dos anos 30, a função de recursos hu- çou a ser implementado no primeiro Governo Fe r-
manos vem se aprimorando no Brasil. Hoje em nando Henrique propôs uma nova política de re-
dia, tal função é considerada estratégica por al- cursos humanos para o setor público. Entre as
gumas organizações brasileiras. Entre as opções opções abaixo, assinale aquela que não repre-
abaixo, assinale aquela que contém uma inte rpre- senta uma proposta dessa nova política.
tação incorreta a respeito do processo de de-
senvolvimento da função de recursos humanos no a) Uma política de concursos regulares que
Brasil. permita a lotação adequada ao pleno desen-
volvimento das atividades.
a) Antes de 1930 não é comum a presença de b) Organização das carreiras baseada nas atri-
departamentos de pessoal nas organizações buições dos cargos, buscando-se, sempre
brasileiras devido à inexistência de uma le- que possível, o enriquecimento do trabalho.
gislação trabalhista no país. c) Nova regulamentação para os benefícios que
b) A atual gestão de recursos humanos, supe- compõem a seguridade social dos servidores.
rando a visão tradicional, está voltada para
adequação da força de trabalho aos objetivos d) A classificação dos cargos baseada em dois
organizacionais. tipos de carreira: do núcleo estratégico e do
núcleo operacional.
c) As décadas de 50 e 60 são marcadas pela
implementação de subsistemas de recursos e) Desenvolvimento dos recursos humanos por
humanos e pela preocupação com a eficiên- meio da formação e capacitação dos servido-
cia e o desempenho dos trabalhadores. res públicos.
d) Desde o final da década de 70, a administra- 60- As novas tecnologias da informação cada vez
ção de recursos humanos volta-se para a mais fazem parte do dia-a-dia das organizações,
gestão de processos de mudança, passando tanto públicas como privadas. A adoção e a utili-
a diferenciar-se da tradicional administração zação adequadas destas novas tecnologias pelo
de pessoal. setor público podem representar enormes benefí-
e) O advento da legislação trabalhista no país a
partir de 1930 marca o surgimento dos depar- assinale aquela que não indica um benefício ga-
tamentos de pessoal para atender às exigên- rantido pela utilização das novas tecnologias da
cias legais. informação no setor público.

a) Ao possibilitar a automatização do controle,


tendem a liberar o funcionário público para o
exercício de atividades fins.
b) Facilitam a documentação e a disseminação
dos resultados do desempenho.
c) Facilitam a comunicação interorganizacional,
contribuindo para a integração entre os diver-
sos setores da administração pública.
d) Agilizam o contato entre a administração pú-
blica e os cidadãos, facilitando o controle ex-
terno.
e) Ao possibilitar o controle das ações adminis-
trativas por parte dos cidadãos, garantem
transparência na utilização dos recursos pú-
blicos.

GABARITO

www.pciconcursos.com.br
01 - D 11 - A 21 - E 31 - E
02 - A 12 - E 22 - B 32 - D
03 - C 13 - B 23 - A 33 - C
04 - D 14 - C 24 - E 34 - A
05 - C 15 - C 25 - E 35 - D
06 - E 16 - E 26 - B 36 - A
07 - B 17 - B 27 - E 37 - C
08 - A 18 - D 28 - B 38 - E
09 - E 19 - B 29 - D 39 - C
10 - D 20 - C 30 - B 40 - C

41 - C
42 - A
43 - E
44 - D
45 - B
46 - E
47 - D
48 - A
49 - B
50 - D
51 - A
52 - C
53 - B
54 - C
55 - B
56 - A
57 - E
58 - B
59 - D
60 - E

www.pciconcursos.com.br