Você está na página 1de 38

www.invernocultural.ufsj.edu.

br

GUIA DE OFICINAS

SÃO JOÃO DEL-REI • DIVINÓPOLIS • SETE LAGOAS • OURO BRANCO
SANTA CRUZ DE MINAS • CONSELHEIRO LAFAIETE • SÃO TIAGO • BARROSO

Pré-requisito: Ter um conhecimento básico da linguagem do movimento/dança.
Material do aluno: Trazer roupa cômoda e elástica (apta para realizar adaptações ao
chão e ao contato interpessoal) e joelheiras.
Local: Sala 2.03 - CTAN
Carga horária: 20 h/a
Vagas: 24
Dias: de 20 a 24 de julho
Horário: das 8h30 às 12h30

OFICINAS EM SÃO JOÃO DEL-REI
Artes Cênicas
Contato Improvisação + Anatomia Experiencial
Resumo: A oficina propõe uma abordagem introdutória ao Contato Improvisação,
dando ênfase aos aspectos ideokinéticos do movimento, de forma que estes
proporcionem ao praticante referências fisio-anatômicas para nortear as buscas
internas do fluxo improvisatório. Esta perspectiva salienta o diálogo entre o Contato
Improvisação e aquelas abordagens que dão relevância aos Estudos Somáticos
(BMC) e às qualidades ósseo-articulares do movimento (Release Technique). As
aulas seguem uma progressão flexível: conexão senso perceptual, ajuste da imagem
corporal, habilidades e exercícios que facilitem a entrada na técnica CI, exploração
das estruturas fisio-anatômicas para guiar o fluxo do improviso.
Currículo: Leonardo Harispe (Léo Serrano) é dançarino improvisador em dança
contemporânea. Doutorando na Faculdade de Artes Cênicas da UFBA. Desde
agosto de 2013 leva adiante na Faculdade de Danças da UFBA a oficina “IMPRO
FORMANCE: O improviso em performance” (Curso de Extensão). Formou-se em CI
com Alma Falkemberg e fez cursos de CI-Forma Avançada com Alito Alessi, Lisa
Nelson, Martin Keogh, Francis Savage (entre outros). Capacitou-se em Release
Technique com Trisha Baumann e em BMC com Cathie Caracker.
Público-alvo: Dançarinos, atores, artistas da cena, performers, artistas de rua.
Faixa etária: a partir de 18 anos.

Oficina: Imaginar e improvisar - Introdução à Improvisação Teatral
Resumo: A oficina tem como proposta levar ao participante uma vivência teatral
com foco na improvisação e na liberdade de criação, trabalhando com os principais
elementos que fundamentam a Impro, a aceitação, espontaneidade, escuta. Um dos
principais objetivos da oficina é proporcionar um espaço para lançar-se ao universo
da improvisação, oferecendo aos participantes um contato direto com o Teatro e
com a técnica da Impro, utilizando uma linguagem lúdica e criativa.
Currículo: Mariana Siniscarchio é Bacharela em Teatro pela UFSJ, na qual se
formou com ênfase na linha de Improvisação Teatral, com base na Impro. Na área
de improvisação tem um grupo de improviso intitulado “INpróprios”, com o qual já
participou do II e III Campeonato Mineiro de Impro, realizado em Belo Horizonte e
também das Mostras de cenas curtas da UFSJ.
Público-alvo / Faixa etária: acima de 16 anos
Material do aluno: Roupas confortáveis, que possibilitem a mobilidade do aluno e
com a qual se possa deitar no chão.
Pré-requisito: não há.
Local: Sala 1.98 - Campus Dom Bosco
Carga horária: 20 h/a
Vagas: 16
Valor: R$ 15,00
Dias: 20 a 24 de julho
Horários: das 8h às 12h30

Dança - criatividade e memória
Resumo: De segunda a segunda nos movimentamos, criamos e retomamos nossa

rotina de movimentos diários. O objetivo da oficina é mostrar para o aluno que os
movimentos feitos no dia-a-dia podem resultar em dança. Com dinâmicas de espaço
e jogos corporais, a dança será inserida, com a criação de coreografias a partir da
memória de cada um e da vivência na sala de aula. A proposta é de uma dança livre
de técnicas rígidas, e rica em experimentação de movimentos. Sem a necessidade
de um conhecimento na área, o trabalho é um convite para a experimentação.
Currículo: Diego Matos, 23 anos, é Bacharel em teatro pela UFSJ. Fez doze
espetáculos teatrais que percorreram o interior de Minas e Capital, um curtametragem e uma Websérie. Além dos trabalhos como ator também foi educador
da Cia. Manicômicos, ministrando aulas de teatro e dança para crianças, jovens,
adultos e terceira idade. Foi bolsista do PIBID-teatro na UFSJ. Atualmente reside
em Belo Horizonte e trabalha com o Grupo Oficcina Multimédia. Felipe Trindade, 21
anos, ator, dançarino e músico é graduando em Teatro pela UFSJ, e formado em
Técnico de Instrumento Musical, do Colégio da Policia Militar de Palmas – TO. Em
Palmas participou do Grupo de Dança folclórica, “Quadrilha Caipira do Borocoxó” e
foi eleito o Melhor Noivo Nacional no 9º concurso de Quadrilheiros do Brasil. Em São
João del-Rei trabalhou como educador de dança do “Projeto Arte por Toda Parte”, e
atualmente é bolsista educador do projeto ambulatório.
Público-alvo / Faixa etária: Terceira idade.
Material do aluno: Roupas confortáveis.
Pré-requisito: não há
Local: Teatro do Campus Dom Bosco
Carga horária: 10 h/a
Vagas: 20
Valor: R$ 15,00
Dias: 20 a 22 de julho
Horário: das 13h às 16h30

Memórias da Água - performance e meios urbanos
Resumo: Oficina de performance e intervenção urbana explora a relação entre
corpos, água e ambiente, a partir da cidade vivida, percepções pessoais e coletivas
dos lugares. Danças e narrativas são vias de acesso às memórias da água, suscitadas
pelo contato direto com diversos espaços urbanos visitados durante a oficina. O
objetivo é conduzir os participantes a inventarem ciclos vitais que envolvam água
em diferentes espaços, articulando suportes (objetos), percursos (ritmos espaciais),
estados corporais (sólido, líquido e vapor) e arquivos (documentos, textos, palavras
escritas) com águas retiradas de diversas fontes urbanas. O funcionamento

destes ciclos artificiais com água inclui campos de tensão entre permanênciafugacidade, pureza-impureza, visibilidade-invisibilidade, transparência-opacidade,
individualidade-coletividade, fluxo-retenção. Esta proposta inclui elaboração e
realização de performances em espaços públicos da cidade.
Currículo: Eloisa Brantes é atriz, performer, diretora e pesquisadora em artes cênicas.
Professora Adjunta no Departamento de Linguagens Artísticas do Instituto de Artes
– UERJ, é fundadora do Coletivo Líquida Ação (2006), no qual atua como performer e
diretora, cruzando registros artísticos e culturais na criação/produção de espetáculos,
performances e intervenções urbanas. Participou da Residência Artística SESCCampinas (2014), Bienal de Dança SESC-Santos (2013), Multifestival Off de Teatro
Três Rios (2012), Festival de Inverno de Ouro Preto (2011), Prêmio Microprojeto Artes
Integradas Secretaria das Culturas Rio de Janeiro (2011), Prêmio Funarte Artes Cênicas
na Rua (2010), Mostra Livre de Artes Circo Voador (2008). Ines Linke é professora da
EBA - UFBA, artista plástica e pesquisadora. Coordenadora do grupo Urbanidades e
fundadora e participante do coletivo Thislandyourland. Atua na interface entre arte
contemporânea, intervenção urbana e cenografia. Tem Graduação em Artes pela
Universidade de Iowa, Doutorado e Mestrado em Artes pela UFMG.
Público-alvo: Estudantes, atores, bailarinos, artistas visuais e pessoas interessadas.
Faixa etária: acima de 16 anos
Material do aluno: não há
Pré-requisito: não há
Local: Sala 1.99 - Campus Dom Bosco
Carga horária: 20 h/a
Vagas: 20
Valor: R$ 15,00
Dias: 21 a 25 de julho
Horário: das 13h às 17h

Corpo e Movimento – Dança na Comunidade - “Dança Indiana
Bollywood”
Resumo: A dança indiana surgiu como meio de comunicação entre os seres
humanos e os Deuses. Esta oficina é centrada na Dança Indiana Bollywood, que
deriva do cinema indiano. Os elementos da dança representam uma fusão de danças
indianas clássicas, folclóricas e ocidentais, resultando em uma dança expressiva e
divertida. A oficina pretende abordar os gestos (Mudras) e movimentos, culminando
na construção de uma coreografia que poderá ser apresentada em show de
encerramento com os participantes da oficina.

com diferentes técnicas e processos. Público-alvo / Faixa etária: Turma 1 . tem experiência internacional em diversos estilos de danças. experiências e pesquisas formais e conceituais sobre a bordadura contemporânea e seus inúmeros desdobramentos estéticos. Bindi. Além de Médica Pediatra. premiado em 2007 pelo Ministério da Cultura. éticos. a partir da reflexão sobre o lugar em que vivem e do corpo que habitam. focando na presença e na produção de poéticas coletivas de bordar-se e narrar-se. Em suas obras. é docente do setor de artes visuais CAp-UFRJ. linhas coloridas (bordar. Pré-requisito: não há Local: Sala a definir Carga horária: 6 h Vagas: 20 por turma Valor: gratuito Dias: 22 a 24 de julho Horário: Turma 1: das 9h às 11h / Turma 2: das 19h às 21h ARTE EDUCAÇÃO Bordadura . Esse mapeamento é norteado pela prática de tecer. desenvolvido com alunos da educação básica do CAp/UFRJ. busca investigar e discutir as relações entre o tecer e bordar. A partir de reflexões sobre o pertencimento. os lugares que ocupamos e as rotas que traçamos em nossa história. sapatilhas ou alpargatas. manutenção e resgate do feminino sagrado.Currículo: Lucia Trindade da Silva Mairot é professora do Curso de Medicina da UFSJ e coordena o Projeto de Extensão Dança na Universidade. Pré-requisito: interesse pelo tema Local: Sala 1. em 2006 e 2008. bacias. tecendo uma grande rede de afetividade pelo espaço. antropológica. diversos trabalhos serão desenvolvidos. desenvolvido em duas edições. das rendas. Essa proposta busca ampliar a discussão social. Desenvolve inúmeras ações. políticos. que encontra no cotidiano a sua poética. a narratividade e a construção. Currículo: Mariana Guimarães é artista educadora. em um diálogo entre a bordadura contemporânea e tradicional. artísticos. os vínculos que fazemos. túnica indiana ou traje indiano completo. Público-alvo / faixa etária: acima de 10 anos Material do aluno: agulhas. lã). bracelete indiano. apropriando-se dos panos. bem como os mitos e histórias relacionadas a esse ofício. Foi premiada no XV prêmio arte na escola / 2014.tramando redes de afeto e história Resumo: A oficina propõe aos participantes um mapeamento afetivo de suas histórias.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 30 Dias: 20 a 24 Horário: das 13h30 às 17h30 . crochet. retalhos de tecido e tesoura. antropológicos. Idealizadora do Projeto Retalhos de Memória.8 a 13 anos / Turma 2 – acima de 18 anos Material do aluno: Calça confortável. peneiras e dos casulos emaranhados. garrafa de água para uso próprio.02 . Mestre em artes e design pela PUC – Rio. digitais e manuais. artística e técnica do bordado. com o projeto Bordadura nas artes visuais. mãe e pesquisadora das artes dos fios. tendo ministrado cursos na França e em Portugal. sociais. vivências e desejos. relacionadas à arte do fim.

bolinha de tênis. pelo Núcleo de Pesquisa do Ator (UNIRIO). e do brasileiro José Fonseca Filho lhe serviram como base para desenvolver uma série de trabalhos e workshops. realizando espetáculos pelo Brasil e exterior. Formou-se em Psicologia pela PUC. a dança. Um pedaço de filó (1.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 16 Dias: de 20 a 24 de julho Horários: das 8h30 às 12h30 O Som das Histórias .20cm / 70cm). botões. lápis. juntamente com pais e professores. cola.03 . fios de lã. Atua na área de Educação Física Escolar e pesquisas em práticas pedagógicas. o teatro e as máscaras. sob a direção de Hamilton Vaz Pereira. tampinhas de garrafa.oficina de criação musical com histórias Resumo: A oficina propõe a experimentação de várias técnicas artísticas integradas . No início da carreira foi atriz no Grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone. Público-Alvo / faixa etária: Crianças de 8 a 10 anos Material do aluno: Papel crepom. Currículo: Atriz formada pela UNIRIO e educadora infantil pela pedagogia Waldorf. 2 folhas de celofane em cores diferentes. lápis de cor. 3 garrafas pet de 2 l.Campus Santo Antônio Carga horária: 10 h/a Vagas: 16 Dias: 20 a 24 Horário: das 14h30 às 16h30 Museu Aquático . É produtora do grupo Tapetes Contadores de Histórias. Na medida em que os participantes vão ganhando o domínio da oralidade. Atualmente desenvolve um trabalho com crianças com princípios da pedagogia Waldorf e. de vários eventos e oficinas. Currículo: Janine Goldfeld trabalha. retalhos. uma garrafa de amaciante. meia de nylon cor da pele (velha). Pré-requisito: não há Local: Sala 1. tesoura e cola.Corpo Teatro e Máscaras para Crianças de 8 a 10 anos Resumo: A proposta desta oficina é experimentar as linguagens expressivas. miçangas. 3 garrafas pet “caçulinha”. um vaso pequeno da flor kalanchoe. trabalhos manuais e com uma chuva de aprendizagens! Currículo: Fabiana Resende é formada em Educação Física pela UFSJ e cursa mestrado em Processos socioeducativos e Práticas escolares também pela UFSJ. Produziu e participou. será montado coletivamente o cenário de uma das histórias contadas sob direção da ministrante. nos quais as máscaras são exploradas em todas suas dimensões. Público-alvo / Faixa etária: Crianças de 5 a 8 anos Material do aluno: 3 garrafas pet de 500 ml. Como educadora Waldorf atuou na França e no Brasil. estão em processo de fundação de uma escola em São João del Rei. os bonecos. a expressão corporal. histórias em quadros e contos da tradição oral. jornais. paetês. na peça O Inspetor Geral. pedrinhas. tesoura. integrando o teatro e a psicologia. As obras dos psicodramatistas argentinos Eduardo Pavlovsky e Mario Buchbinder. há mais de 25 anos.02 . que proporcionarão uma apropriação pelas crianças da arte de narrar. do teatro ao psicodrama. os cenários.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 15 Dias: 20 a 24 Horário: das 9h às 13h Histórias em Jogo Resumo: A oficina convida os participantes a mergulhar na arte de contar histórias através de diversos jogos corporais e rítmicos. Serão diversas improvisações de histórias em grupo. Caixas de papelão. retalhos de lãs. Pré-requisito: não há Local: Sala 1. retalhos de tecido.04 . Público-alvo / Faixa etária: Crianças de 8 a 12 anos Material do aluno: não há Pré-requisito: não há Local: Sala 1. lápis de cor. canetinha. os jogos.Aprendendo Brincando Resumo: Vamos dar um mergulho no reino das águas claras? Quais animais existem no fundo do mar? De onde vem a chuva? Se tem tanta água no mundo. por que devemos economizar? E como economizar? Uma aventura aquática regada de brincadeiras. Tem experiência com grupos artísticos e formação complementar em Expressão Corporal e Teatro. Na finalização dos trabalhos eles farão uma apresentação deste processo.

com ênfase em jogos e brincadeiras teatrais. ABTB (Associação Brasileira de Teatro de Bonecos). 1 caneta de retroprojetor. 1 cola. ministrando oficinas e apresentações cênicas. Currículo: Luzia de Mendonça é arte-educadora. TEAR. tinta para artesanato. Paço Imperial.03 . em um espaço lúdico. artes plásticas. cursos e oficinas para arte educação. desenvolve projetos. Pré-requisito: não há Local: Sala 1. papel de seda.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 15 Dias: de 20 a 24 de julho Horários: das 13h30 às 17h30 Criança + água + criatividade = aprendizagem divertida! Resumo: Despertar a criatividade da criança e trabalhar de forma lúdica a preservação do meio ambiente. oficinas e espetáculos em espaços de educação e cultura como: CCBB. Formada em Educação Artística e especialista em Literatura Infanto-juvenil pela UFRJ. Pau-de-Chuva. pincéis. os participantes irão vivenciar e viajar pelo universo do teatro de bonecos através da confecção e da manipulação de bonecos de luva de dedo criados por eles mesmos. 1 folha de EVA. vozes de personagens. Luciana Antunes é atriz e bonequeira. musicista e contadora de histórias. Tem experiência com música com o Grupo Abafú e participou de oficinas de cerâmica com crianças. 1 recipiente de plástico de amaciante de roupas (vazio com alça). 1 pote de Toddy (vazio). com ênfase em confecção. e já integrou o naipe de saxofones da Banda Filarmônica do Rio de Janeiro e do grupo Retreta do Apocalipse. onomatopeias associadas à contação de histórias. 1 pincel (fino). atuação e teatro de animação.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Dias: de 20 a 24 de julho Horário: das 13h às 17h Confecção e Manipulação de Bonecos de Luva de Dedo Resumo: Oficina de confecção e manipulação de bonecos de luva de dedo. palito de churrasco. papel. sucata. É diretor musical. Roi-Roi. Também serão criadas pequenas cenas a partir das histórias. 1 papel cartão. miçangas. Atuou como Analista Pedagógica no ensino fundamental pela Superintendência Regional de Ensino em vários municípios. fita crepe. Integra o grupo Poranduba – canções e histórias e o Núcleo de Cultura Popular Céu na Terra. como na criação e produção. Têm em seus currículos Espetáculos.02 . O objetivo é criar efeitos sonoros. máscaras e adereços. É saxofonista. atuando tanto na parte artística. cursos e oficinas com . Desenvolve um trabalho de ensino coletivo no Projeto Social Escola de Música de Manguinhos. Teatro Municipal. Com as crianças e muitos materiais recicláveis pretendese desenvolver um processo criativo de ensino-aprendizagem. confecção de bonecos. Currículo: Léo Ortiz é ator. Saculegê (som de mar). fazendo o uso correto dos recursos naturais para a sua própria preservação. Integra a Orquestra Popular Céu na Terra e Grupo Zambalo. 1 caixa de leite (vazia). diretor e arte-educador formado pelos cursos de teatro da UFMG. papel crepon. teatro de animação e artes visuais. Público-alvo / Faixa etária: Crianças de 8 a 11 anos Material do aluno: Barbante. Integrante dos projetos Ponto de MemóriaBatuques (IBRAM) e Afro Memórias (Fundação Palmares). Michelle Rodrigues das Chagas é técnica em Meio Ambiente pelo IFET (Barbacena) e graduanda em Pedagogia pela UFSJ.(teatro. música e literatura) através de exercícios lúdicos e jogos criativos. clarinetista e locutor. Penduricário de Tampinhas etc. Integrante da Oficinas Artes da Terra. Realiza pesquisas teóricas e práticas em artes cênicas. cola. reafirmando a responsabilidade que cada um tem na construção de um futuro mais saudável e consciente. SESC e CAp-UFRJ.Canções e Histórias. UNIMA (Union Internationalle de La Marionete). além de fundadores da Companhia Valentina de Teatro e do Centro de Cursos Teatrais de Araxá. arranjador e músico do grupo Poranduba . Durante uma semana. Serão construídos instrumentos como Som do Trovão. sementes. panos e tecidos. 1 cartolina. Tudo isso de forma lúdica e divertida! Currículo: Moema Lima Rezende é formada em Magistério e graduada em Licenciatura Plena em Geografia. flautista. formada pelo Curso Livre de Formação do Centro de Cursos Teatrais. Público-alvo: Crianças de 4 a 6 anos Material do aluno: Lápis de cor. musicais. Instrutora em várias oficinas de entretenimento infantil. São membros da ATEBEMG (Associação Mineira de Teatro de Bonecos). e realiza pesquisas teóricas e práticas nas artes cênicas. 4 cores de tinta guache (pequenas). garrafas e tampinhas de PET. no projeto Universidade Popular de Arte e Ciência. Pré-requisito: não há Local: Sala 2. lendários e personagens brasileiros presentes no imaginário das histórias de pescadores. Casa de Rui Barbosa. Emerson Costa é Licenciado em Música pela UFRJ e estuda Saxofone na Uni-Rio.

Público-alvo / Faixa etária: Interessados em geral. Ao final do curso as imagens produzidas serão exibidas em uma exposição aberta. membro da Associação Palavra Bem Dita (Artes Cênicas. bandejas de isopor (quantas conseguir).grandes nomes do teatro e teatro de animação. books e realiza trabalhos com ênfase na fotografia infantil e de família. Máscaras e Histórias Resumo: A oficina estimula o conhecimento do universo teatral a partir de jogos dramáticos e teatrais.Teatro.02 . 2 cores de tinta para tecido Guarany (para tingir). Público-alvo / Faixa etária: Crianças e pré-adolescentes. técnica e criatividade para transformar roupas e estampar tecidos.Campus Santo Antônio Carga horária: 10 h/a Vagas: 30 Valor: R$ 15. pós-graduada em Marketing pela UFSJ. de expressões e gestos. Professora e coordenadora do Espaço criança do FELIT (Festival de Literatura de são João delRei).Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15. cerâmica e reciclagens. A oficina também contará com atividades como a construção de histórias e a utilização do conjunto de recursos gráficos e textuais de Histórias em Quadrinhos Currículo: Plinio Pereira Rezende é Graduado em Comunicação Social pela PUC Minas e graduado em Licenciatura em Teatro pela UFSJ. por meio do corpo. jornal.06 . de 9 a 12 anos Material do aluno: Cola. roupas que já possui (para serem customizadas). Formações em estamparia. tesoura. compartilhar ideias. Muito mais divertido do que ficar horas na frente do computador. integrar-se ao grupo. acessórios e objetos.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15. As crianças serão incentivadas a planejar. caneta. durex. Dedica-se a jogos teatrais como arte educador. começando com um pouco da história da fotografia. lápis. aprender a observar. além de atuar como professor supervisor no Projeto PIBID-Teatro da UFSJ.00 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 14h às 16h Olhares Resumo: Um encontro inspirador para descobrir e desvendar o criativo mundo da fotografia. Atualmente fotografa eventos sociais. Batik e carimbos produzidos pelos próprios alunos. utilizando técnicas de Tie Dye. a construção de Heróis. Plásticas e Literatura). Pré-requisito: não há Local: Sala 2. Pré-requisito: não há Local: Sala 2. o básico da fotografia digital e como usar esse conhecimento para se expressar. Vilões e Mocinhas extraídos de seus cotidianos e de sua cidade.00 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 13h às 17h Estamparia em roupas e tecidos Resumo: Água. Fez vários cursos de fotografia em SP e BH. . Coordenadora de Área Arte-Educação do Inverno Cultural (2003-2004-20052006). além de oferecer a crianças e pré-adolescentes. de 8 a 13 anos. Currículo: Arte-educadora com trabalhos realizados no Brasil e Portugal. Local: Sala 2. 50 cm de tecido musseline branca.20 . alfinetes. 1 lápis. Público-alvo / Faixa etária: Crianças de 8 a 12 anos Material do aluno: 1 blusa branca (tipo camisa de algodão). utilizando a câmera de forma criativa. Diversão e interação num ambiente de informalidade e criatividade. Já desenvolveu oficinas teatrais para o Programa Federal Pronatec e para o Inverno Cultural. fita crepe. confecção e teatro. em São João del-Rei. Atualmente leciona Artes Cênicas e Artes Plásticas no Conservatório Estadual de Música Pe. roupas. José Maria Xavier e a disciplina de Artes na Escola Estadual Governador Milton Campos. Pré-requisito: Interesse por artes. As crianças serão apresentadas a esse universo mágico.00 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 13h às 17h Super Heróis . Currículo: A fotógrafa Mônica Uchôa é formada em Comunicação Visual na FAAP (SP). tinta. 4 cores de tinta para tecido (tipo Acrilex).

Pré-requisito: não há Local: Sala 2. atuando principalmente nos seguintes temas: arte. uma fotografia de família. tesoura e lápis. com a tese &quot. Coordenação: Mauro André Santos e Alzira Agostini Haddad. Atualmente é professora adjunta do curso de Artes Aplicadas da UFSJ. e o fantástico imaginário de sua cerâmica narrativa. Ação educativa que busca divulgar e discutir o quão rico é o patrimônio histórico e cultural de nossa cidade com diversos jogos pedagógicos.Instituto de Artes e Design da Universidade de Illinois (1997) reconhecido e convalidado no Brasil através da Universidade de São Paulo. de ritos de passagem como batizados e casamentos. em qualquer idade. apresentados pelo personagem/mascote Paivinha . Pré-Requisito: não há Local: Sala a definir – Campus Santo Antônio Vagas: 10 Carga horária: 6 h/a Dias: 23 e 24 Horário: das 14h às 17h Memória e manifestações culturais de São João del-Rei . Tais jogos serão lançados no site. pertencimento e preservação.uma homenagem ao Monsenhor Paiva. Currículo: Zandra Coelho de Miranda Santos cursou o Bacharelado e a Licenciatura em Educação Artística pela Universidade Estadual de Campinas . a gravura e o fogo&quot. expressão. Tem experiência na área de Filosofia. onde atua em disciplinas de formação artística. geração de renda e arteterapia. 1 tesoura. Glória Maria Ferreira Ribeiro possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1987).Campus Santo Antônio Carga horária: 10 h/a Vagas: 12 Valor: R$ 15.Convite ao encontro caótico entre a cerâmica. 1 cola bastão. que despertarão o interesse sobre a memória e a beleza de nossas tradições e manifestações culturais. Público-Alvo / Faixa Etária: Material do aluno: Papel cartão.00 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 14h às 16h Cerâmica Narrativa . além de manter uma forte atuação como extensionista. cenas de histórias como a de Lampião e Maria Bonita. iremos trabalhar a modelagem em argila e a contação de estórias com o auxílio dos recursos do Teatro de Sombras. Exercendo a coordenação do Laboratório de Estética Ártemis da UFSJ e atuando como tutora do Programa de Educação tutorial do curso de Filosofia da UFSJ. Atualmente é professor(a) associado I I da Universidade Federal de São João Del-Rei.modelagem e contação de histórias Resumo: A partir de um vídeo que apresenta a vida do famoso artesão do barro Mestre Vitalino. sobre os conceitos de identidade.. cultura. Público-alvo / Faixa etária: crianças de 08 a 10 anos Material do aluno: não há Pré-requisito: não há Local: Museu de Arte Sacra Vagas: oficinas diárias com 15 vagas para cada dia Carga horária: 2 h/a (por turma) Dias: 20 a 24 de julho (uma turma por dia) Horário: das 15h às 16h30 Inscrição Especial => As inscrições deverão ser agendadas pelo telefone: 3371-7005 . de Pernambuco. com ênfase em Metafísica. uma prática fronteiriça entre a gravura e a cerâmica. onde expõe sua produção e o processo de sua pesquisa em arte. com parceria da Atitude Cultural e Paróquia da Catedral Basílica Nossa Senhora do Pilar.22B .UNICAMP (1995) e o Mestrado em Artes . fomentando a cerâmica como memória. da criança. mestrado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1991) e doutorado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999).oficina de jogos pedagógicos Resumo: Esta oficina pretende refletir brincando. Defendeu seu Doutorado em Artes Visuais pela Unicamp em 2008. A oficina é uma proposta do “Projeto MAS/AASJDR/SESI DN”. memória. existência e linguagem.Público-alvo / Faixa etária: Crianças de 9 a 12 anos Material do aluno: Uma câmera digital SLR ou point and shoot (com controles manuais). que envolve cenas de caçadas.

pincéis de cabo amarelo (chatos). Os exercícios serão realizados inicialmente ao ar livre. pincéis de cerdas macias (fino. 1 tela para pintura no tamanho desejado (Ex: 40 x 50. posteriormente. Cerâmica Rakú: cor. China e Peru. com visitas a diversos pontos da cidade e. Lápis grafite HB e 6B. É professora de cerâmica e artista plástica. preto. Pré-requisito: Pessoas interessadas na arte de esmaltação e queima de peças de cerâmica.15 . serão realizados registros com desenhos e fotografias. é artista plástico com vasta experiência em pintura. além de ter realizado várias exposições pelo país e no exterior. Público-alvo: Estudantes da área de artes. Público-alvo / Faixa etária: adolescentes e adultos. Pernambuco. folhas de papel branco A4. em tamanhos variados (máximo 2 cm de largura). 1 retalho de pano velho qualquer (para secar os pincéis). abordando ainda variações do Rakú descascado e os efeitos cobreados. desenho. se tiver. com aprofundamento na pesquisa de esmaltes e técnicas decorativas da queima de Rakú. como EUA e França. Faixa etária: acima de 16 anos Material do aluno: Caderno para anotações. luz e sombra. Pré-requisito: ter interesse por arte Local: Sala 3. ou 40 x 40. acima de 15 anos Material do aluno: lápis de desenho 6B. Possui trabalhos expostos em museus e galerias do Brasil. Currículo: Diego Mendonça.06 . composição.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Dias: de 20 a 24 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 . projeção. Tem formação em cerâmica na Escola de Arte de Ouro Preto. como cores. ou 50x 50). avental. condução de queima e processo de redução. especificamente na técnica Rakú. pela FAVI-BH.ARTES PLÁSTICAS Desenho íntimo de São João del-Rei Resumo: A partir da observação da cidade de São João del-Rei. técnicas de esmaltação. texturas. Máquina fotográfica digital ou celular que possua recurso fotográfico. estilete e pequenas peças de cerâmica biscoitada. Currículo: Aprígio Fonseca nasceu no Recife em 1954. Possui prêmios em salões de arte no Rio. caneta. artistas plásticos e interessados em artes. craquelado e suas variações técnicas Resumo: Com caráter prático. potinhos de tinta acrílica nas cores branco. como o preparo de esmaltes coloridos. natural de São João del Rei. e das 14h às 17h30. Local: Laboratório Escola de Cerâmica do CTAN Carga horária: 20 h/a Vagas: 16 Dias: de 20 a 23 de julho Horário: das 9h às 12h e das 14h às 17 Iniciação na Pintura Resumo: Serão trabalhadas técnicas e princípios básicos da pintura. particular e íntimo da cidade. Prancheta de mão. 1 garrafa PET descartável (para água lavar pincéis).Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 25 Dias: de 20 a 22 de julho Horário: das 9h às 12h. tendo recebido premiações e reconhecimento do seu trabalho. Currículo: Regiane Espírito Santo é formada em Design de Interior pela FUMA- UEMG e especialista em Arteterapia. da sua geografia física e humana. Paraná e Pará. Faixa etária: a partir de 15 anos Pré-requisito: Interesse em artes plásticas. em sala de aula serão trabalhados desdobramentos dos desenhos e fotografias obtidos durante as visitas. a oficina pretende trabalhar algumas técnicas envolvidas com a queima do Rakú. máscara para pó (tecido azul). Já participou de salões e exposições no Brasil e exterior. Público-alvo: Pessoas interessadas na arte de queima e acabamento cerâmico. É formado em Comunicação Visual pela Universidade Federal de Pernambuco e Mestre em Artes Visuais pela Escola de Comunicações e Artes da USP. É professor de artes e artista plástico. Local: Sala 3. médio e largo). azul e amarelo. nos quais o participante será estimulado a constituir um “inventário” visual. Material do aluno: Cadernos de desenho ou papel sulfite (100 folhas).

obtendo conhecimento técnico para o desenvolvimento do retrato tridimensional e exploração das características étnicas da fisionomia. pincéis macios diversos. nas técnicas bico de pena ou aguada e desenho. pano para limpeza. pincéis macios diversos. agulhas de costura. Público-alvo: Artistas Plásticos. Local: Sala 1.Xilogravura Casagravada – Introdução Resumo: A oficina introduzirá o participante no universo da Xilogravura. público em geral. Tem ampla experiência com as técnicas da cerâmica.04 . com destaque para “Resistência da Técnica”. toalha de rosto. É artista integrante do atelier coletivo de gravura Casagravada. gramatura 140. desenvolvendo sua produção escultórica e decorativa a partir da modelagem da figura humana. bloco de papel Canson.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 15 Dias: de 20 a 24 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 Modelando Faces Resumo: Nesta oficina os alunos irão trabalhar a modelagem do rosto humano através de formas simples. dentre outras. em 2012. será abordado o contexto histórico e um panorama da produção xilográfica contemporânea. avental. Gravadores. Currículo: Felipe Abranches é Bacharel em Gravura pela Escola de Belas Artes da UFMG e desenvolve pesquisas e oficinas no campo de materiais e processos alternativos de reprodução. Ir à oficina com calçado fechado. Local: Atelier Escola de Cerâmica – Campus Tancredo Neves.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 15 Dias: de 20 a 24 de julho Horário: das 8h30 às 12h30 Gravura em Metal Casagravada – Introdução Resumo: Apresentar e proporcionar aos alunos o contato com a linguagem da Gravura em Metal. toalha de rosto velha. público em geral. através de seus processos básicos: as técnicas de gravação na madeira e a maneira pela qual a imagem é produzida e reproduzida para o meio impresso. etc). em Belo Horizonte. tamanho A4. e BH em 2009) de gravura e participou de várias exposições coletivas.04 . 400 e 600. Ir à oficina com calçado fechado. lixas d’água números 280. Faixa etária: acima de 16 anos Material do aluno: Material para desenho. Carga horária: 12h/a Vagas: 20 Período: 23 e 24 de julho Horário: das 9h às 12h e das 14h às 17h . bloco de papel Canson. Faixa etária: acima de 16 anos Material do aluno: Material para desenho. em Belo Horizonte. Público-alvo: Artistas Plásticos. nas quais foi premiada. no qual o participante será orientado a desenvolver sua pesquisa poética dentro dos processos e técnicas da Gravura em Metal. através das técnicas água forte e água tinta. ponta seca (ponta de compasso. Material do aluno: Avental. avental. Pré-requisito: Conhecimentos básicos em nanquim. Currículo: Ana Cristina da Silveira é Graduada em Artes Aplicadas pe la UFSJ e Técnica de Laboratório do Atelier Escola de Cerâmica da UFSJ. Faixa etária: acima de 16 anos. com habilitações em Gravura em Metal e Desenho. Pré-requisito: Habilidade e disposição para trabalhos manuais em madeira Local: Sala 1. ceramistas e interessados em modelagem em argila. na CEMIG (BH). Paralelo à realização do trabalho prático. tamanho A4. Pré-requisito: disposição para trabalhos manuais com argila. Desenhistas e afins. Artista integrante do atelier coletivo de gravura Casagravada. Público-alvo: Artistas. jornal. 9º Salão Trienal Internacional de Gravuras de Kochi – Japão. Realizou 3 exposições individuais (Tiradentes em 2007. Participou das exposições BDMG Cultural. Artesãos e afins. Currículo: Carolina Mazzini é graduada em Artes Plásticas pela Escola Guignard (UEMG). 20º Salão Anapolino de Arte – GO. São João del-Rei em 2008. gramatura 250. priorizando um ambiente de criação.

a pintura e a gravura. 180g ou similar. Também oferece informações sobre a história da gravura e destaca os principais artistas e recursos possíveis dentro da técnica a ser estudada. Dirigiu. 1 borracha escolar. 1 tesoura. serão construídas intervenção artísticas na cidade. tablet ou celular com câmera.20 . 1 lápis 2B ou similar. de forma lúdica e prática. amadores da arte urbana. Pré-requisito: disposição para caminhar pela cidade. Pré-requisito: não há Local: Sala 3. artes plásticas e intervenção urbana. Possui trabalhos publicados em revistas de renome no segmento. conhecimentos e procedimentos básicos sobre a produção da monotipia: processo de impressão única que se situa entre o desenho. Apresenta conceitos importantes da fotografia e ensina como aplicá-los em qualquer tipo de câmera. com Mestrado em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. artistas. arte-ativistas. realizado a partir de desenhos sobre uma chapa entintada. onde trabalhou como editor. qualquer smartphone permite tirar fotos sem dificuldade. Foi Editor Chefe do programa universitário Promove Diversidade. assistente de produção e direção. Iniciou no mercado audiovisual em 2008 na produtora de Cinema e Vídeo Cacto Filmes. 1 estilete. Rede Globo e outros salões de arte. contendo 20 folhas. protetor solar. Local: Laboratório de Informática 3.17 . editá-las das mais variadas maneiras e compartilhá-las rapidamente. O intuito desta oficina é ajudar os participantes a usar todo esse potencial para desenvolver o seu olhar. Currículo: Gustavo Olliveira é publicitário e professor de Artes Visuais e Comunicação Empresarial. Realizou 62 exposições.ARTES VISUAIS Matriz da estampa Resumo: A oficina ensina.30C . Público-alvo: estudantes de Belas Artes.introdução ao grafite e street art Resumo: A oficina coloca em prática a relação da pintura com e sobre o espaço urbano. Local: Sala 3. Currículo: Priscila Amoni é artista visual graduada em Design Gráfico pela UEMG.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 14h às 18h Humor ilustrado: a água transborda nos desenhos Resumo: O título da proposta refere-se às ilustrações que incorporam a expressão . com premiações do Itaú Cultural. pintores. utilizando dispositivos como celulares. Pré-requisito: conhecimentos básicos de informática. vídeo. Faixa etária: acima de 15 anos Material do aluno: Roupas que possam sujar. Faixa etária: acima de 16 anos Material do aluno: 1 bloco de papel formato A3.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 25 Dias: 20 a 22 de julho Horário: das 9h às 12h e das 13h30 às 17h30 Olhar em Foco – Fotografe bem com sua câmera Resumo: A oficina tem como objetivo trabalhar o conhecimento da produção fotográfica. chapéus e água para beber. Ministra oficinas e cursos de fotografia e vídeo. Público-alvo: Educadores de arte e interessados em geral. tablets e câmeras fotográficas amadoras.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 15 Dias: de 20 a 24 de julho Horário: das 9h às 12h e das 14h às 17h Intervenção Urbana . Atualmente. A partir da análise de trabalhos de outros artistas referência no tema e da conversa com os participantes. Público-alvo / Faixa etária: acima de 16 anos Material do aluno: câmera fotográfica digital. roteirizou e editou curtas metragens de ficção e documentários. Algumas de suas obras estão expostas nos acervos do BDMG Cultural (Belo Horizonte) e MUBE (São Paulo). Currículo: Tales Sabará é bacharel em Pintura e Gravura pela Escola de Belas Artes da UFMG. a sua expressão pessoal por meio da fotografia. Atua nos territórios do cinema.

charges. material para a produção multimídia. Currículo: Michel Montandon de Oliveira é professor. entrevistas e textos. nascem ou correm no perímetro urbano de São João del-Rei e como a população local interage com este ambiente. caderno. ilustradora. com ênfase em Ilustração. reportagens ou notícias que abordam as questões da falta e preservação da água. no qual registraremos. mas aberto a toda a comunidade. pontes e bicicletas . pesquisador. Design Gráfico. Mestre em Estudos de Linguagens pelo CEFET-MG. permitindo aos alunos terem contato com a arte de criar ilustrações e produzir humor gráfico. Tem também experiência como articulador. A partir do mapeamento da malha hídrica da cidade. lápis de cor.narrativas de uma cidade entre as vertentes Resumo: Esta oficina tem como objetivo produzir um webdocumentário sobre as vertentes e cursos d’água que brotam. Público-alvo / Faixa etária: acima de 13 anos Material do aluno: Lápis de grafite. por meio de fotos. Artista visual com atuação desde 2008. Local: Sala 2. o aluno poderá desenvolver seu potencial criativo. vídeo. a delicada situação de cuidado com este importante recurso natural e todas as suas ironias serão exibidas. Possui Graduação (Bacharelado e Licenciatura) em Artes e Mestrado em Letras pela UFJF. A importância da água para o planeta. atuando na tessitura de redes entre jovens estudantes e professores do ensino médio público. têm como temática questões relativas à água. vídeos. produtor audiovisual. crítico e humorístico.LAPIP – Campus Dom Bosco Carga Horária: 20 h/a Vagas: 20 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 14h às 18h . Currículo: Luciana Freesz é professora na área de Artes. canetas variadas. ilustrações. designer gráfica e ceramista. artístico. computador pessoal e bicicleta com equipamentos de segurança. caricaturas e histórias em quadrinhos. Utilizando diversas técnicas de ilustração. com ênfase em comunicação. manifestadas em cartuns. tinta guache. tecnologia e sistemas adaptativos complexos. As ilustrações. A oficina mescla aulas práticas e teóricas.MG. papel sulfite. com idade acima de 14 anos. e na área de produções multimídias envolvendo cinema. giz de cera.“Cultura da água” proposta pelo Inverno Cultural UFSJ. Pré-requisito: Ter gosto e/ou familiaridade com desenho. fotografia e design. realizaremos um ciclopasseio. junto com os seus respectivos criadores. Tem experiência na área de educação. Pré-requisito: não há Local: LanHouse . linguagem. Tem experiência na área de Artes Visuais.20 . Material do aluno: É opcional ao participante levar câmera digital.Campus Santo Antônio Carga horária: 10h/a Vagas: 20 Dias: 20 e 21 de julho Horário: das 14 às 19h Rios. com Graduação em Comunicação Social pela PUC . Cerâmica e Literatura. Pintura (tradicional e digital). Público-alvo / Faixa etária: Estudantes do ensino médio de escolas públicas.

renda. os quais comporão um mostruário do aluno. com acampamento do dia 23 para 24. Pré-requisito: Conhecimento mínimo em costura. dias 21 a 24. pela ABETA.00 Dias: 20 a 24 de julho Horários: das 8h30 às 12h30 Bordando Histórias Resumo: Oficina de bordado na qual cada participante exerce individualmente seu dom. giz. fita métrica. protetor solar. Compreende a confecção de bolsas. imprimindo sua personalidade. na Sala 1. saco de dormir. estojos. através de trekking. variados. Currículo: Heudes Rodrigues Soares é monitora do curso de Arte e Tecido e do curso de Confecção de Bonecas de Pano (Loja Fazendo Arte). Público-Alvo / Faixa etária: 12 a 50 anos. É formado em Sistema de Gerenciamento de Riscos em Esportes de Aventura e Competências Mínimas de um Condutor.02 . nécessaire. Carga horária: 20 h/a Vagas: 12 Valor: R$ 15. aula teórica. foi Coordenador de Entretenimento do 14° Inverno Cultural e professor de Educação Ambiental e Aventuras nas edições de 2001 a 20013. Público-alvo / Faixa etária: Crianças e adolescentes. alimentação (lanches).03. tira bordada. Pré-requisito: Aptidão para prática de atividades físicas. Material do aluno: Roupas e calçados adequados. fazendo com que se tornem pessoas preocupadas com assuntos relacionados ao meio ambiente. Horários: das 8h às 12h ECOTURISMO . técnicas de confecção de riscos para bordado. isolante térmico. régua. Serão desenvolvidas noções de desenho.03 . sendo: dia 20.OFICINAS ESPECIAIS Arte em tecido Resumo: A oficina de arte em tecido visa capacitar os participantes a confeccionar suas próprias peças. psíquico e emocional de crianças e adolescentes. desenvolvendo o lado físico. entre 10 e 18 anos. água para beber e lanche. para a geração de feedback da oficina. eco bags e peças para o dia-a-dia. No final será feita uma pequena exposição dos trabalhos e uma avaliação individual respondida pelos alunos. zíper. pontos simples e variados. papel para molde e máquina de costura (se possível). agulha. e este será doado para a UFSJ.Campus Santo Antônio Carga horária: 30 h/a Vagas: 25 Valor: R$ 15. boné. O tema do painel será a CULTURA da ÁGUA. Material do aluno: Barraca. Agente de Viagens e Guia Ecológico. Currículo: Marcio Andrade do Vale é praticante de esportes de montanha desde 2005. Local: Sala 1. linha. na Serra do Lenheiro. rapel e travessias. Local: Pátio Central do Campus Santo Antônio.00 Dias: 20 a 25 de julho Horários: das 13h às 18h Educação Ambiental e Aventuras Resumo: A oficina busca despertar e incentivar a proteção ambiental por meio de atividades esportivas praticadas junto ao meio ambiente. manta R100.00 Dia: 20 a 24 de julho.Campus Santo Antônio Carga horária: 30 h/a Vagas: 15 Valor: R$ 15. mochilas. Pré-requisito: Bom condicionamento físico.Conheça e Preserve o Potencial Natural da Região Resumo: A oficina desenvolve conhecimentos sobre o patrimônio natural e cultural da cidade e região. Currículo: Marcello Carvalho Couto é Bacharel em Turismo. além de monitora do curso Bolsas em Tecidos (Fundação Bradesco). . Local: Sala 1. visando à sua valorização. Público-alvo / Faixa etária: acima de 15 anos Material do aluno: Tecidos. além de bordados em pano de prato e painel coletivo. tesoura.

03 . borracha. tetrapak. bordado. atua também como Artista Educadora de Artes Visuais no PIA . A proposta envolve técnicas de apresentação visual do figurino (o croqui) e análise de diferentes processos de criação e tecnologias de materiais.04 . material reciclado (tecido de sombrinha. retalhos de tecido. canetinha de contorno). aviamentos (fitas.SP desde 2010. Autora e executora de diversos projetos aprovados em leis de Incentivo à Cultura que contemplavam o resgate de ofícios artesanais. atua como professora de artes em Belo Horizonte. Ministra encontros de figurino desde 2011. bem como a construção de figurinos para um projeto em miniatura e em tamanho real. fuxico. combinar cores e texturas Local: Sala 2.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 15 Valor: R$ 15. como tear.00 Dia: de 20 a 24 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 . designer. Pré-requisito: não há Local: Sala 3. estilistas. saco plástico. como tecido de guarda-chuva. Pré-requisito: Gostar de desenhar.Programa da Secretaria de Cultura da Cidade de São Paulo desde 2013.05 .Currículo: Lia Braga Lima é engenheira. sombra. lantejoulas e miçangas a gosto. Também explora novas soluções na criação e construção de figurinos com uso de materiais alternativos e reciclados. borracha macia. e artesã. formada em Artes Visuais pela UEMG. entre outros). da Comunidade Verguerinho. CDs. fita métrica. luz. crochê. Currículo: Elis Marina Mota. régua. Currículo: Maria Cecília Amaral é figurinista. do pano de prato e de um painel serão fornecidos pela professora. acima de 16 anos Material do aluno: As professoras fornecerão garrafas de vidro. Público-alvo / Faixa etária: Jovens e adultos. linha e agulha de costura a mão. patchwork e outros.00 Dia: de 20 a 24 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 Pintura artística em garrafas de vidro Resumo: Oficina para a confecção de garrafas decorativas. Graduada em Design de Moda pela Universidade Anhembi Morumbi e com especialização em Cenografia e Figurino pelo Centro Universitário Belas Artes. bem como exploração da composição técnica e artística (cor. por meio de atividades teóricas e práticas que reforçam o processo criativo. especialista em Gestão Cultural. Público-alvo: Para todos os interessados. Faixa etária: acima de 15 anos¬ Material do aluno: Lápis. preparação de tintas e materiais). transformando um material descartável em utilitário. transformada. forma. costureiras. paisagista. tetraPak. a partir de materiais alternativos. 1 peça de roupa que possa ser customizada. artesãos. dentre os quais do Centro Cultural da Penha. diretora de arte e artista educadora. lápis de cor. jornal. Figurinista de diversos curtas e peças teatrais. métodos e técnicas de desenvolvimento e produção de figurino. Pré-requisito: não há Local: Sala 2. agulhas e linhas coloridas (tipo Clea ou Camila). mas é opcional os alunos levarem garrafas de vidro. lápis HB. especialmente atores. Público-alvo Bordadeiras. a oficina de figurino pretende desenvolver diferentes processos de criação e construção de figurinos inspirados na temática da água e do meio ambiente. tesoura para tecido). A oficina irá trabalhar os principais conceitos. restauradora de bens culturais formada pela UFMG. Os tecidos para confecção do mostruário. tendo bordado desde criança. Maeli Silva.00 Dia: 21 a 23 Horário: das 14h às 17h30 Técnicas de Criação e Desenvolvimento de Figurinos Resumo: Dialogando com o tema do Festival. artista visual.Campus Santo Antônio Carga horária: 10 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15. da Casa de Cultura São Mateus. tampas de garrafa pet.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 25 Valor: R$ 15. atua também com educação patrimonial e Arte Educação. estudantes de moda e artes cênicas Faixa etária: acima de 15 anos Material do aluno: Material de desenho (sulfite. costurar e bordar. retalhos e transformações de peças. Atua na Direção de Arte e como Figurinista do Coletivo de Cinema Transformar . arte educadora. papel para risco (manteiga). garrafas pet. tesoura. explorando técnicas de preparação e acabamento de pintura artísticas em vidro. da Fundação Criança e CAJUV.

oferecendo segurança aos participantes. Artesão autodidata e técnico em audiovisual pela UNIACC. As crianças vivenciarão exercícios de concentração e aprenderão algumas posições de ginástica olímpica: parada de cabeça. estrela. formando-o no nível básico da escalada em rocha. na atual realidade estressante em que a maioria se encontra. algum tipo de óleo corporal. tênis e garrafinhas de água para consumo individual. Santiago do Chile. expressão corporal e atividades rítmicas e musicadas. dança. Inélia Garcia. avião. da Rede Pitágoras em Passos. Currículo: Bastian Cortés Gomez. esquecemo-nos de observar nossos hábitos mais simples como comer. lúdicas e que desenvolvem habilidades corporais. roupa para esporte. Alongamento e Relaxamento (UFV). Curso Método Pilates (Ms. que serão aplicados individualmente e em dupla também. na primeira tropa constituída e formada como escalador militar e guia de cordada. de côco ou semente de uva. que são práticas milenares indianas. pois. Bacharelado e Licenciatura (UFV). Público-alvo / Faixa etária: acima de 14 anos Material do aluno: Calçado com borracha macia. como óleo de amêndoas. vela e ponte.Campus Santo Antônio (dia 20) / De 21 a 24 – atividade prática na . Pré-requisito: Boas condições de saúde física e mental Local: Sala 2. Expressão Corporal e Iniciação à Ginástica Olímpica Resumo: A proposta desta oficina é oferecer às crianças atividades físicas desafiadoras. as crianças serão desafiadas a usarem sua agilidade física e espírito de equipe para participarem de atividades lúdicas e estafetas. Os participantes terão a oportunidade de se autoconhecerem por meio de exercícios de yoga e massagem. instrutora de yoga pela AMICI. manta ou cobertor. exercícios físicos e alimentação. através da meditação. exercícios rítmicos. brincadeiras de agilidade individuais e em grupos. é professora e coordenadora do Projeto Vida Melhor e professora de Educação Física da Rede Municipal de Ensino (Prefeitura Municipal de Passos). parada de mão. em Ouro Preto-MG. SP). e o yoga. Currículo: Márcia Macinelli tem Pós-Graduação em Ginástica Especial Corretiva (FMU.23 . rolamento para frente. serão ministradas aulas de dança. Pré-requisito: não há Local: Sala 3. Haverá auxílio da professora nas posições de maior grau de exigência. água. Num terceiro momento. SP).Campus Santo Antônio Carga horária: 10 h/a Vagas: 25 Valor: R$ 15. Ministrou diversos Cursos de Capacitação para professores na Educação Infantil. artesã. Em outro momento. através do treinamento de nós. e sentir o próprio corpo. Público-alvo / Faixa etária: interessados em terapias alternativas e autoconhecimento. Natália Rezende Monteiro. roupas confortáveis e mantas para cobrir-se durante a massagem. A ideia é levar essas duas técnicas para o diaa-dia das pessoas. lanche. chileno. Atuou como professora de Educação Física da Rede Estadual de Minas Gerais e professora de Dança e Expressão Corporal e Ginástica Olímpica do Colégio Del-Rey. através de exercícios de ginástica olímpica (iniciação). Pré-requisito: não há Local: Sala 2.Prédio dos Cursos de Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção . em busca da saúde física e mental.Massagem e yoga a dois Resumo: A oficina difunde a medicina ayurvédica.00 Dia: de 20 a 24 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 Dança. para cobrir o chão. Curso de Flexibilidade. são-joaonense. massoterapeuta pelo Shivan Ashran Yoga. normalmente. amarrações e técnicas de escalada. Público-alvo / Faixa etária: Crianças de 5 a 10 anos Material do aluno: Roupas confortáveis e adequadas à prática de atividades físicas. entre 18 e 50 anos. Currículo: Professor Antonio Claret Santana da Rocha. integrante do Pelopes 79.01 . em Rosário na Argentina.Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 16 Valor: R$ 15. praticante de Vipassana desde 2012. Material do aluno: Colchonete. pioneiro do montanhismo militar. Cursos Complementares: Motricidade Humana e Desenvolvimento da Criatividade Corporal (ENAF). relaxar.00 Dia: de 20 a 24 de julho Horário: das 14h às 16h Oficina de Escalada em Rocha Resumo: A oficina oferece ao aluno a oportunidade de conhecer materiais e equipamentos de escalada.02 . Graduação em Educação Física.

Serra do Lenheiro Carga horária: 20 h/a Vagas: 10 Valor: R$ 15. adolescentes e jovens. e a coordenação pedagógica pela professora Dra. a partir de 14 anos. professor e treinador de voleibol. 160. Pré-requisito: Boas condições de saúde física Local: Ginásio do Athletic Club – Rua Prefeito Nascimento Teixeira. Carga horária: 20 h/a Vagas: 25 Valor: R$ 15. tênis e meia.00 Dia: de 20 a 24 de julho Horário: das 8h às 12h Oficina esportiva de voleibol Resumo: Atividade esportiva de treinamento na modalidade de voleibol. A oficina será ministrada por professores do Programa Inglês sem Fronteiras da UFSJ. através de atividades lúdicoculturais.00 Dia: de 20 a 24 de julho Horário: das 8h às 12h Oficina esportiva de futsal Resumo: Atividade esportiva de treinamento na modalidade de futsal. As atividades serão ministradas integralmente em inglês. Carga horária: 20 h/a Vagas: 25 Valor: R$ 15. em situações cotidianas. além de experiência como atleta da modalidade. Público-alvo / Faixa etária: Crianças. de 6 a 18 anos Material do aluno: Short. dispondo de profissionais qualificados para treinamento esportivo de alto nível. estimulando a interação social e a melhoria da qualidade de vida e saúde. com grande experiência como atleta. A oficina será ministrada por instrutor graduado em Educação Física. com grande experiência no ensino do futsal no Athletic Club e na Escolinha Irmão D’Paula. de 6 a 18 anos Material do aluno: Short.00 Dia: de 20 a 24 de julho Horário: das 8h às 12h Winter Wonderland Resumo: O Núcleo de Língua Inglesa do programa Inglês sem Fronteiras da UFSJ oferece esta oficina de imersão em língua inglesa. Carolina Vianini Amaral Lima. 160. tênis e meia. estimulando a interação social e a melhoria da qualidade de vida e saúde. Público-alvo / Faixa etária: Crianças. além de duas professoras americanas (ETAs Fullbright). dispondo de profissionais qualificados para treinamento esportivo de alto nível. adolescentes e jovens. Currículo: O Athletic Club é um clube esportivo com tradição reconhecida em diversas modalidades em São João del-Rei e região. Pré-requisito: nível de inglês intermediário (no mínimo). Local: Sala a definir Carga horária: 16 h/a por turma Vagas: 30 por turma Valor: gratuita Dias: de 20 a 23 de julho Horário turma 1: das 8h às 12h / Horário turma 2: das 12h às 18h . Bárbara Malveira Orfanó. disponibilidade para práticas de atividades físicas leves. Bairro Segredo. Pré-requisito: Boas condições de saúde física. Público-alvo / Faixa etária: Interessados em praticar e aperfeiçoar suas habilidades linguísticas em língua inglesa. Currículo: O Programa Inglês sem Fronteiras tem a coordenação institucional da professora Dra. Material do aluno: Os materiais utilizados durante a oficina serão disponibilizados pelos professores. Bairro Segredo. A oficina será ministrada por instrutor graduando em Educação Física. Local: Ginásio do Athletic Club – Rua Prefeito Nascimento Teixeira. Currículo: O Athletic Club é um clube esportivo com tradição reconhecida em diversas modalidades em São João del-Rei e região. conferindo aos participantes a oportunidade de praticar a língua. em contexto interativo.

para trabalho de campo. 22 de julho (Turma 2). industrializado e individualizado. calçado fechado. atendendo crianças. Público-alvo / faixa etária: pessoas da melhor idade Material do aluno: Material para anotações e roupas confortáveis. jogos. Devido à aceleração do cotidiano em nosso tempo. além de orientanda de iniciação científica no projeto “A música e suas articulações identitárias nas corporações musicais de São João del-Rei e região: tradição e transformação no contexto histórico e sócio-cultural das bandas de música”.resgate de jogos e brincadeiras com idosos Resumo: Em um mundo cada vez mais envelhecido. adquirimos o hábito de uma alimentação rápida e processada. dislipidemias. Público-alvo / faixa etária: 7 a 12 anos (Turma 1). Além disso. adolescentes e seus familiares com problemas alimentares. é promover um novo olhar sobre a velhice e novas formas de cuidado com nossos idosos. 13 a 18 anos (Turma 2). dentre outros. as pessoas que apresentam restrições alimentares por conta de diabetes. corantes. com brinquedos reciclados. Pré-requisito: não há Local: Sala a confirmar – Campus Santo Antônio . sal. hipertensão. Além de atendimento clínico individual. além de uma análise de conflitos ambientais e potenciais soluções.Receitas para Uma Doce Vida Resumo: A oficina culinária tem como finalidade a sensibilização acerca de modos saudáveis de se alimentar. Público-alvo / Faixa etária: acima de 16 anos Material do aluno: Prancheta. com dissertação na área de saúde mental infantil. se vêm sem recursos diante da constante influência da cultura do fast food.Compreendendo as Restrições Alimentares para a Alimentação Saudável . A iniciativa surgiu do programa de extensão IDOSOS. como: alergias. Rua Dom Silvério. música e teatro. açúcar e outros ingredientes. do Curso de Arquitetura da UFSJ. etc. erosões e enchentes. garrafa de água. identidade e processo grupal”. Pré-requisito: não há Local: Espaço Psicoalimentar. esta oficina é um convite aos idosos para relembrarem jogos e brincadeiras da infância. especialista em Saúde da Família (UNESP) e Mestre em Psicologia (UFSJ). em São João del-Rei. e 24 de julho (Turma 3) Horário: das 8h30 às 11h30 Da menor idade para a melhor idade . transtornos alimentares. diabetes. sem ovo e sem glúten. calça e boné (ou chapéu). obesidade. sem leite. nº 145 – Bairro Dom Bosco Carga horária: 3 h/a cada turma Vagas: 8 vagas por turma Valor: gratuito Dias: 20 de julho (Turma 1). realiza oficinas de alimentação. consultorias. atividades lúdicas e grupais em instituições. Reviver memórias. conhecer pessoas e se divertir com jogos tradicionais ou não. palestras. Coordena o Espaço Psicoalimentar. alergias. e acima de 18 anos (Turma 3) Material do aluno: Material para anotação. máquina fotográfica (sugestão). Currículo: Thamires Miranda é graduanda em Psicologia pela UFSJ. e propõe o reencontro com a infância de forma lúdica. doença celíaca. Currículo: A atividade será realizada pela equipe do Projeto de Extensão EPPA (Escritório de Práticas Projetuais Alternativas). O objetivo é promover um debate sobre a questão dos assentamentos precários na cidade em situações que têm como problema questões envolvidas com a água. material para anotações. obesidade. negligenciando o que é saudável. Currículo: Fernanda Márcia Azevedo Gomes é psicóloga clínica e culinarista. desenvolvido pelo LAPIP – UFSJ. Nesta oficina serão apresentadas alternativas de ingredientes e receitas sem açúcar. com excesso de conservantes. Pré-requisito: não há Local: Sala a confirmar – Campus Santo Antônio Carga horária: 9 h/a Vagas: 20 Valor: gratuito Dias: de 21 a 23 de julho Horário: das 9h às 12h Análise da dinâmica da água em São João del-Rei Resumo: A proposta é realizar uma leitura da dinâmica da água em São João del-Rei. Por meio de uma sensibilização e problematização do tema serão feitas algumas visitas de campo em pontos estratégicos da cidade (topos de morros). hipertensão. Atualmente é bolsista do programa de extensão “Intervenção psicossocial em instituições asilares de longa permanência para idosos: ludicidade.

O objetivo da oficina é a produção de sabão ecológico reciclando óleo de cozinha usado. coral infantil e aulas de teatro. auxiliadas por recursos audiovisuais. ilustradora e contadora de historias. Em seus quase 10 anos de existência a instituição desenvolve projetos como reciclagem de óleo de cozinha. é artista visual e desenvolve trabalhos que permeiam noções interativas. Pré-requisito: ter interesse Local: Sala 1. Público-alvo / Faixa etária: a partir de 15 anos Material do aluno: não há Pré-requisito: não há Local: Sede da ONG Atuação.00 Dias: de 20 a 23 de julho Horário: das 13h às 18h Poesia e Intervenções Urbanas Resumo: Em um primeiro momento serão trabalhados os aspectos concretos das palavras em aulas expositivas. Brincadeiras com instrumentos e musicas indígenas. Rua São José. Confecção de personagens através de dobradura. lan house popular. vídeo. professor universitário. pedagoga. Posteriormente. Currículo: Criada em 17 de Dezembro de 2005. desenho e recorte e colagem. . Biblioteca Comunitária. aulas de alfabetização de adultos. cine atuação. A proposta pode atender tanto a necessidade individual de reciclagem quanto vir a se tornar uma fonte de renda.Tejuco Carga horária: 04 h/a Vagas: 15 Valor: gratuito Dias: 21 de julho Horário: das 15 às 19h LITERATURA Literalegria com “O menino que mandava chuva” Resumo: Contação da história “O menino que mandava na chuva” com apoio de fantoches (Indiozinho. Saci e Curupira). Público-alvo / Faixa etária: crianças de 4 a 8 anos Material do aluno: Tesoura sem ponta e cola. a partir de 12 anos. Produz e apresenta o programa de experimentação poética Tropofonia pela rádio UFMG Educativa 104. Curríulo: Marisélia Aparecida de Souza é professora.Carga horária: 8 h/a Vagas: 12 Valor: gratuito Dias: 22 e 23 de julho Horário: das 14h às 18h Oficina: Fazendo Sabão . Um presente para o galo José e O casamento do galo José. Pré-Enem. a ONG ATUAÇÃO nasceu com o intuito de atender a comunidade carente de São João del Rei. Quando jogados na pia ou na rede de esgoto causam sérios danos à natureza.Oficina para criar renda ajudando o planeta! Resumo: A reciclagem do óleo de cozinha é uma prática muito importante para a preservação do meio ambiente. a fim de ter uma instância de proximidade entre artista e espectador. Utiliza-se da performance. a parte prática implicará na confecção de material que será exposto pelas ruas da cidade. Pós-Graduada em Arte contemporânea.5 FM. conviviais e relacionais em obras que vão do processual ao comportamental.108. Currículo: Francesco Napoli é Mestre em Estética e Filosofia da Arte pela UFOP. Uma gota de óleo de cozinha contamina 25 litros de água. fotografia e desenho. ora bolas. pesquisador e poeta com dois livros publicados. Camila Buzelin.04 – Campus Santo Antônio Carga horária: 20 h/a Vagas: 25 Valor: R$ 15. autora dos livros de literatura infantil: Bolas. Público-alvo / Faixa etária: Interessados em poesia e artes visuais.

o participante aprenderá os elementos de uma cena simples e de uma cena composta e treinará o planejamento e o desenvolvimento de ideias para uma cena. laptop ou tablet). leitura e análise orientada sobre diferentes zines apresentados. diagramador e produtor de eventos. gerando um ou mais produtos ao final dos cinco dias de oficina. consultora e palestrante da McSill Story Consultancy. além de um livro publicado de forma independente. Ao final da oficina. formou-se em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Londrina e logo integrou o elenco da Cia. e O futuro humano dos robôs de hoje: Meu androide favorito!. Público-alvo: Escritores iniciantes. poetas e professores do ensino médio. material para anotações e desenvolvimento de texto (caderno. Porém.técnicas essenciais para quem planeja escrever um livro” e coloca o foco no tijolinho essencial para a criação de um romance. Atriz de teatro há 18 anos. Constituirá a rotina da oficina o debate do contexto e influências sociais desta mídia e atividades de confrontação. Diagramou os fanzines 5. Trabalhando com técnicas básicas de narrativa e criação dirigida. É autor dos seguintes zines de poesia: Raparam a panela e agora estou com fome!. a paginação. A oficina é o segundo módulo da oficina “O Escritor em Ação . Escrever um livro de ficção é contar uma estória cena a cena. poeta. os quais serão distribuídos gratuitamente ao público do festival.000 apresentações e ultrapassando a faixa dos 250. especificando e facilitando a compreensão do processo artesanal de produção e focando na construção da boneca. técnicas e de formatos. Após mais de 3.000 espectadores. 1 cartolina. publicações independentes e recitais de poesia. um dos mais bem sucedidos grupos de teatro do Brasil. Cada um no seu quadrado: Onde ponho uma maçã no universo?. aplicando treinamentos em escolas. o Metal Físico. Público-alvo: Interessados em geral. A vivência durante a oficina auxilia o escritor iniciante em sua jornada literária diária. Material do aluno: A combinar depois do primeiro encontro. Currículo: Vinicius Tobias é Graduado em Comunicação Social pela UFSJ. lançou o primeiro romance jovem em 2011 e o primeiro livro de técnicas literárias em 2013. a oficina tem o intuito de disseminar técnicas literárias utilizadas pelo mercado editorial de uma forma objetiva e simples. colagens e xerox de manuscritos e outros. estudantes. Camila é coordenadora do projeto Book-in-a-Box no Brasil. É membro fundador do coletivo Larvas Poesia que trabalha com blog. universidades. com foco em zines de poesia. Todos os títulos fazem parte da coleção Intervenção Humana. guache. produção de eventos poéticos. define-se como contadora de estórias acima de qualquer outra coisa.Material do aluno: Tinta acrílica.00 Dias: de 20 a 22 de julho Horário: das 14h às 19h O Escritor em Ação . centros culturais e para grupos particulares de escritores.00 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 13h às 19h Poesia artesanal . Faixa etária: acima de 16 anos. a partir da exigência do . o participante estará apto a desenvolver um romance dentro dos parâmetros técnicos exigidos pelo mercado. folhas de papel sulfite. A apresentação de soluções editoriais. retalhos de panos.000 Sentidos e Tudo o que é sólido se desmancha no bar. storyteller.Fanzines e publicações independentes Resumo: A oficina tem como objetivo explorar e apresentar as peculiaridades e possibilidades linguísticas e comunicacionais da confecção de fanzines. canetas coloridas. Currículo: Camila Prietto é atriz. fotógrafo. de autoria de Sebastião de Souza Pinto. o uso de softwares específicos e não específicos. Discriminar diferentes técnicas de diagramação e montagem. dedicandose à manipulação de bonecos e aos espetáculos infantis. Pré-requisito: não há Local: Sala a definir Carga horária: 15 h/a Vagas: 15 Valor: R$ 15. abrindo-lhe canais para se desenvolver profissionalmente. Nesse módulo. escritora. Hoje ministra cursos e oficinas por todo Brasil e assessora 25 autores por ano. Truks Teatro de Bonecos. Sugestões de modos para elaborar um conceito coeso para o material sendo coerente com a proposta da publicação e sua identidade visual e gráfica. de autoria de Igor Alves e o livreto Retalhos de Sabedoria e Trapos Velhos do Passado. estudantes e interessados em desenvolver uma estória no formato de romance. Faixa etária: acima de 14 anos Material do aluno: Trecho de um texto próprio (máximo de 300 palavras).O Personagem e a Cena Resumo: Livros encantadores pedem personagens inesquecíveis. Pré-requisito: não há Local: Sala a definir Carga horária: 30 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15.

e o Prêmio OFF FLIP de literatura (2014). Maria Lúcia Dal Farra. os temperos.formato escolhido pela turma para trabalhar o fazine que publicarão. Currículo: Éder Rodrigues da Silva é escritor mineiro com trabalhos dedicados à prosa. Adélia Prado.00 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 14h às 16h O sabor da palavras “Literatura e Gastronomia” Resumo: Minas Gerais é um estado tradicionalmente conhecido pela diversidade de seus escritores e pela delícia dos seus sabores típicos. Material do aluno: Três receitas que tenham uma forte ligação com a memória e a história da família do participante. dedos de prosa e aperitivos ficcionais. Durante os encontros. à poesia e dramaturgia. de Roland Barthes e também acompanhamentos de outros autores como Guimarães Rosa.00 Dias: 20 a 23 de julho Horário: das 14h às 19h . Em 2010 foi contemplado com o Prêmio FUNARTE de Criação Literária pela obra “LIVRO DE RECEITAS”. amantes da arte gastronômica. público da 3 idade e interessados no tema. O cardápio literário tem como prato principal o “O Prazer do texto”. além de algumas incursões cinematográficas pelo universo suscitado. Público-alvo: Escritores. Partiremos das principais receitas do estado e dos participantes para um mergulho nos sabores da palavra e suas distintas formas de circunscrição. Faixa etária: acima de 18 anos. Esta oficina propõe unir a Literatura com a Gastronomia promovendo um espaço prazeroso para o exercício da escrita. caderno e caneta. estudantes. O final da oficina será com um banquete de poemas. Coordena projetos culturais e ministra oficinas literárias pelo país. Pré-requisito: Afinidade e interesse no tema proposto Local: Sala a definir Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15. Graduado e Pós-Graduado pela UFMG. possui premiada carreira no cenário literário com destaque para o Prêmio Josué Guimarães de Literatura (2009). os ingredientes e as histórias guardadas no íntimo das receitas serão trabalhados como técnicas de composição e reconstituição da memória individual e coletiva que se registra a partir da literariedade poética dos alimentos. recebido pelo trabalho como contista na última edição da Feira Literária de Paraty FLIP. Pré-requisito: não há Local: Sala a definir Carga horária: 10 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15.

Também será trabalhada a criação de trilhas e efeitos sonoros para diversos fins. aspectos da produção e difusão da informação musicológica na educação patrimonial. Local: Sala 1. Seu trabalho mais relevante é o dedicado a grupos e artistas locais que têm trabalhos autorais originais. através da análise da relação do som com outras linguagens e sua aplicação prática. uma vez que a música eletrônica está cada vez mais presente na experiência das pessoas. Atua profissionalmente como Produtor Musical e Engenheiro de Gravação e Som ao Vivo desde 2002. Currículo: Felipe Ivanicska é formado em jornalismo pela UFMG.23 do curso de Música – CTAN Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15. Trabalhou como Engenheiro de Som para diversos artistas como Naná Vasconcelos. Coordenou importantes encontros internacionais de musicologia. porém é necessário saber como utilizar bem essas ferramentas. . Tem experiência de Intercâmbio Profissional no exterior. já criou os sons de filmes autorais e institucionais. peças de teatro. Esta oficina é oferecida em parceria com a Fundação Koellreutter UFSJ. João Donato. Local: Sala 1. Leciona a disciplina de Gravação para o curso de Graduação em Música Popular desde 2012 e trabalha como pesquisador no projeto do Centro de Referência da Música de Minas e Museu Clube da Esquina. edição e mixagem de músicas e também de efeitos sonoros e locuções. com habilitação em Rádio e TV. Na oficina serão ensinados fundamentos de gravação. Público-alvo: Músicos que desejam ou estejam desenvolvendo ações arquivísticas profissionais Faixa etária: acima de 15 anos Material do aluno: O aluno deverá dispor de material para anotação. Público-alvo: Estudantes e profissionais de música e criadores em multimídia Faixa etária: acima de 16 anos Material do aluno: Instrumentos e objetos para produzir sons (não obrigatório). Compositor de trilhas-sonoras desde 2013. proporcionando conhecimento e oportunidade para uma nova profissão. tomando como experiência os projetos desenvolvidos no Museu da Música de Mariana. exposições e vinhetas.24 do curso de Música .CTAN Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15.OFICINAS DE MÚSICA Oficina de Musicologia Resumo: Esta oficina tem como objetivo apresentar os fundamentos e os principais procedimentos musicológicos que embasam o tratamento de fontes musicais arquivísticas.00 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 Trabalhando com som: da gravação à composição com computador Resumo: O acesso a tecnologias e ferramentas para a produção de música e trilhas-sonoras é cada vez maior. Fernando Braga Campos é Mestre em Música pela UFMG. Currículo: Paulo Castagna é graduado e mestre pela Escola de Comunicações e Artes da USP e doutor pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da mesma universidade. É docente e pesquisador do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. conduzindo projetos de pesquisa e publicação multimídia na área de musicologia histórica. princípios teóricos e práticos de conservação por meio da arquivologia convencional e musical. jogos eletrônicos. Maria João.00 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 9h às 13h Curso de iniciação para DJs com ênfase em música eletrônica Resumo: Este curso permitirá a inserção de novos profissionais no amplo mercado do entretenimento existente e tem como princípio a inclusão social da comunidade local. tendo atuado profissionalmente na Espanha e na Suécia. Notebook (opcional). compõe a equipe de pesquisadores do Museu da Música de Mariana e é colaborador da Orquestra Ribeiro Bastos de São João del-Rei. Os principais tópicos a serem abordados serão: os sistemas de cópia e encartamento antigos e suas implicações arquivísticas. Pré-requisito: Conhecimento de expressão musical e informática. É membro do Conselho Curador do FCEREM (Fundação Centro de Referência Musicológica José Maria Neves). especialmente relacionados ao campo a música sacra mineira dos séculos XVIII e XIX. onde é servidor e atua na área de Produção Musical. introdução à sistemática da edição musical digital. Pré-requisito: Ter domínio da escrita musical convencional. Toninho Horta e Juarez Moreira.

país onde também concluiu o certificado na Universidade de Münster em 2011. Como recitalista e camerista. Pré-requisito: Noções básicas de música. como também discussão de repertório. Label Club.Currículo: DJ desde 2009. . além de 1º lugar em competição de viola em Warszawa. tendo iniciado seus estudos aos oito anos de idade. Silesian Chamber Orchestra. Aukso Orquestra de Câmara. apresentou-se nas principais salas de Resumo: Estudo das técnicas e possibilidades do trompete. afinação. viajou em turnê pela América Latina. viola e violoncelo. das 14h às 17h (violino. formou-se na Academia de Música Karol Szymanowski. The Symphony Orchestra of Zabrze Philharmonic e a Czestochowa Philharmonic Symphony Orchestra. Recebeu 3º lugar em competição de viola em Wrocław. Roots Open Air 2014 e 2015. Robson Fonseca (violoncelo) é Mineiro de São João del-Rei. De 2003 a 2009 foi chefe de naipe dos Violoncelos da Sinfônica de Ribeirão Preto e professor na Escola de Música de Sertãozinho. SuperNova Open Air 2012 e 2014. DePutaMadre Club.). Participou de vários grupos de câmara e orquestras. Material do aluno: Levar o próprio instrumento. como a Polish National Radio Symphony Orchestra. Em 2010. instituição pela qual obteve o 1º Prêmio Olivier Toni. Público-alvo / Faixa etária: trompetistas e regentes de banda Material do aluno: não há Pré-requisito: noções de trompete e de regência Local: Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier Carga horária: 4 h/a Vagas: 10 para trompete / 10 para regência Valor: gratuito Dia: 19 de julho Horário: das 14 às 16 – trompete / das 16h às 18h . Kamila Druzd (violino e viola) também é natural da Polônia. sob a orientação de Abel Morais no Conservatório Pe. etc. William Alves Lopes. formou-se pela USP.wav. Save the Planet Open Air (2011. Green Garden Alfenas 2014. em Minas Gerais e São Paulo. vencedor do Concurso de Música de Câmara da UFMG. das 14h às 16h. viola e violoncelo) Dia: 20 de julho. Mezadelic Open Air 2013. Gilson Luís da Silva e Fabrício Rodrigues Muniz são integrantes do Quinteto de Trompetes Uai Brass. tocando na Sala São Paulo. onde posteriormente foi professor de violoncelo. Dois anos antes. Silesian Chamber Orchestra. Silesian Philharmonic Symphony Orchestra. Tem Graduação e Mestrado em Música (ênfase em viola) na Academia de Música Karol Szymanowski.24 do curso de Música CTAN Carga horária: 20 h/a Vagas: 10 Valor: R$ 15. Orquestra Sinfônica Nacional na Índia. na Alemanha. com abordagem das técnicas de regência para bandas de música. Currículo: Peterson de Faria Carvalho. Público-alvo / Faixa etária: todos os públicos. Krypton Girls Open Air 2013. Público-alvo / Faixa etária: interessados em geral acima de 14 anos Material do aluno: 1 Cd de áudio e arquivos digitais de música em qualquer formato e extensão (.00 Dias: 20 a 24 de julho Horário: das 19h às 21h concerto do país. 2012 e 2013).mp3. acima de 7 anos. no Teatro Cólon. e das 19h às 22h (violino e viola) Oficina de trompete e prática de regência em Bandas de Música Interpretação musical e técnica do instrumento Resumo: Estudo técnico e musical dos instrumentos: violino.regência . Participou de vários grupos de câmara e orquestras. como Festival Serrinha Freedom 2014. teve aulas com Matias de Oliveira Pinto. José Maria Xavier. atuando em eventos de pequeno e médio portes. Pré-requisito: não há Local: Sala 1. Silesian Philharmonic Symphony Orchestra. como a Polish National Radio Symphony Orchestra. Festival Mundo de Óz 2013. além de constantes trabalhos em eventos particulares e boates de BH e São João del-Rei. em Buenos Aires e em Montevidéu. Renzo Albierre Costa. Local: Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier Carga horária: 8 h/a Vagas: 20 Valor: gratuito Dia: 19 de julho. Integra o Quarteto Mineiro de Cordas. Currículo: Katarzyna Marta Druzd é natural da Polônia. Com a Orquestra Jovem do Mercosul. prática de conjunto.

de Dança. Balé Clássico e em acrobacias circenses com formação na Escola Nacional de Circo do Rio de Janeiro (2003 – 2005). performers. desde 2005. Potlach (Itália) e Odin Teatret (Dinamarca). foi se aperfeiçoando em Dança Contemporânea. Currículo: Carlos Passos é bailarino há 15 anos. experimentação e criação a partir de provocações nascidas do universo da água. Odin Teatret (Dinamarca). T. das 8h às 12h Oficina de Artes Cênicas: Corpografias OFICINAS EM SETE LAGOAS Oficina de Artes Cênicas: Água-arte – um mergulho no universo líquido da criação Resumo: A oficina estimula a percepção. Mestre pela UNAM (México). Pré-requisito: Ter disponibilidade e estar acessível para práticas de experimentação e criação em dança. Faixa etária: acima de 18 anos Material do aluno: Um texto (Monólogo) de até 20 linhas decorado e roupas confortáveis de trabalho. um trabalho de pesquisa na área de produção e dança em Ipatinga-MG. Teatro. Potlach (Itália). Alguns temas a serem trabalhados são: práticas de treinamento para o ator. apresentando cenas coreográficas nos espaços públicos e alternativos da cidade. realizado pela Flux Cia. Iniciou sua formação em dança afro em 2000.Valor: R$ 15. San Augustín (Oaxaca). Os residentes de Corpografias irão vivenciar o resultado de suas escritas corporais. Mestre pela ECA-USP e UNAM (México). dança. ator e pedagogo. Local: Escola Estadual Doutor Ulisses de Vasconcellos Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15. música e literatura.00 Dias: 17 a 19 de julho Horário: dias 17 e 18 de julho. ESAY (Merida) e C. sendo integrante do Grupo de União e Consciência Negra de Ipatinga. graduando em Educação Física pela UNIPAC.00 Dias: 18 a 22 de julho Horário: dias 18 e 19 de julho. criação a partir do cruzamento das formas em que a água aparece nas artes visuais. possui como foco a pesquisa da escrita de corpos e movimentos singulares. Resumo: A oficina tem como proposta a modelagem. UNAM (CUT). em argila. Faixa etária: acima de 14 anos Material do aluno: Roupa de malha leve e caderno para anotações. Ao longo do período. energia – análise do tema e práticas de uso pelo ator. das 8h às 12h. Ela surge com o intuito de ser mais um espaço de fomento. . Ambos. e capacitação de sujeitos que queiram realizar pesquisas em torno da criação de movimentos e de ideias referentes à dança contemporânea. exercícios de criação em grupo. trabalho com o ensemble. das 13h30 às 17h30 Oficina de Artes Plásticas: Oficina de modelagem em argila . Público-alvo: Pessoas com ou sem vivência em dança. formação. Desenvolve com a Flux Cia. Currículo: Viviane Dias é atriz e dramaturga. de Dança. e das 13h30 às 17h30 / dia 19 de julho. Ismar Rachmann é diretor. o ator-autor e o atordiretor. no México. etc. composição – estudos e práticas. talhas e potes. Dança de Rua. atores. C. Participou das Residências Artísticas Akt Zent (Berlim). professores do TUCA. das 8h às 12h / dias 20 a 22 de julho. estudantes e interessados de maneira geral. Jazz.moringas. Pré-requisito: não há Local: Escola Estadual Doutor Ulisses de Vasconcellos Carga horária: 20 h/a Vagas: 35 Resumo: A oficina. Ministrou workshops na Akt-Zent (Berlim). de moringas e talhas. Participou das Residências Artísticas no T. Público-alvo: Artistas com iniciação em artes cênicas.

caderno para anotações. Atuou como Analista Pedagógica no ensino fundamental pela Superintendência Regional de Ensino em vários municípios. Tiradentes e Florianópolis. reafirmando a responsabilidade que cada um tem na construção de um futuro mais saudável e consciente. desde 2009. Possui estúdio fotográfico de lifestyle em Belo Horizonte. pergunta-se: isso não as banaliza? Estamos conscientes da profundidade desta ação de se autorretratar? Conseguimos nos ver realmente neste “espelho” que é a selfie? Percebemos o que nossa imagem causa nos outros e o que ela representa no mundo? A oficina busca responder essas perguntas através de teoria e prática. Integrante da Oficinas Artes da Terra. dentro da qual também ministrou a oficina “Carimbos Artesanais”.00 Dias: 19 a 23 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 Oficina de Artes Visuais: Auto-Retrato . 1 . Michelle Rodrigues das Chagas é técnica em Meio Ambiente pelo IFET (Barbacena) e graduanda em Pedagogia pela UFSJ. estudantes de artes visuais e demais interessados em artes visuais e fotografia. Faixa etária: acima de 17 anos Material do aluno: Câmera fotográfica digital ou dispositivos com câmeras acopladas. Sendo o autorretrato uma manifestação artística de aprofundamento das reflexões e produção de sentido sobre si mesmo. Atualmente trabalha em seu próprio ateliê com pesquisas e desenvolvimento do seu trabalho na arte em cerâmica. Integrante dos projetos Ponto de MemóriaBatuques (IBRAM) e Afro Memórias (Fundação Palmares).utilizando-se da técnica tradicional de rolinhos. Tudo isso de forma lúdica e divertida! Currículo: Moema Lima Rezende é formada em Magistério e graduada em Licenciatura Plena em Geografia. 1 folha de EVA. e em Tiradentes. com habilitação em Cerâmica e Pintura. Público-alvo / Faixa etária: acima de 18 anos Material do aluno: 5 kg de argila. Currículo: Helena Leão é fotógrafa e artista autodidata. Tem experiência com música com o Grupo Abafú e participou de oficinas de cerâmica com crianças. Atualmente trabalha como ilustradora e com aulas livres de desenho e pintura em seu próprio ateliê. desbastadores e espátulas. 1 cartolina. Já expôs seus trabalhos em Belo Horizonte. Currículo: Lidiane Soares é Artista Plástica pela UEMG. além de lecionar pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais. 1 cola. Pré-requisito: não há Local: Escola Estadual Doutor Ulisses de Vasconcellos Carga horária: 20 h/a Vagas: 16 Valor: R$ 15.Muito alem da Selfie Resumo: Se todos podemos produzir imagens de nós mesmos com tanta facilidade. fazendo o uso correto dos recursos naturais para a sua própria preservação. como celulares e tablets. superando o seu uso corriqueiro como entretenimento ou como registro pessoal. Local: Escola Estadual Doutor Ulisses de Vasconcellos Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15. Durante o processo de construção das peças propõe-se a sensibilização do olhar em relação à ação transformadora da natureza e sua relação com o homem nos tempos atuais. revistas e livros. Trabalhou com oficinas de artes no CAC . a oficina espera ampliar as possibilidades dessa manifestação artística. Participou da II Virada Cultural de Sete Lagoas com a exposição “Estampas: suas linguagens gráficas e poéticas”. Vanessa Maria Pimenta é artista plástica pela UEMG. onde também desenvolve seu trabalho em pintura e cerâmica. Foi contemplada com o primeiro lugar no prêmio Wedding Brasil 2012 e tem suas fotos publicadas em jornais.00 Dias: 19 a 23 de julho Horário: das 8h30 às 12h30 Oficina de Arte Educação: Criança + água + criatividade = aprendizagem divertida! Resumo: Despertar a criatividade da criança e trabalhar de forma lúdica a preservação do meio ambiente. Instrutora em várias oficinas de entretenimento infantil. Também serão trabalhadas técnicas básicas de acabamento e decoração. Público-alvo: Crianças de 4 a 6 anos Material do aluno: Lápis de cor. 1 papel cartão. com habilitação em Cerâmica e Serigrafia. Pré-requisito: Conhecimentos básicos de fotografia.Nova Lima. Público-alvo: Artistas. Trabalhou também nos educativos da Casa Fiat de Cultura e Palácio das Artes. desde 2014. Com as crianças e muitos materiais recicláveis pretendese desenvolver um processo criativo de ensino-aprendizagem. guarda pó ou avental de uso pessoal.

restauradora de bens culturais formada pela UFMG. Naná Vasconcelos. Em 2004 ministrou oficinas e fez shows em Denver a convite da Partners of the Americas. Harém da imaginação. explorando técnicas de preparação e acabamento de pintura artísticas em vidro. xote. Tem se especializado nos cantos de congado e nos instrumentos de percussão ligados a estas manifestações da cultura popular como o pandeiro. Pedro Luiz. Nesse mesmo ano. caixa de folia. tanto em shows. 1 recipiente de plástico de amaciante de roupas (vazio com alça). acima de 16 anos Material do aluno: As professoras fornecerão garrafas de vidro. como em estúdios de gravação.pincel (fino). tambores. Alexandre Az. das bandas de Maurício Tizumba. pandeirola. Vander Lee. O aprendizado se dá a partir do fazer junto. e este será doado para a UFSJ. A música possui uma força que interfere em todo o mundo à sua volta e pode ter um caráter físico. caxixi. Já atuou com expressivos artistas da música popular brasileira como Milton Nascimento. 4 cores de tinta guache (pequenas). apresentou-se com Tizumba no ano do Brasil na França. marcha grave) serão apresentados de forma lúdica. Público-alvo / Faixa etária: Jovens e adultos. Tino Gomes. no Popkom em Berlim. transformando um material descartável em utilitário. e em 2014. Serão desenvolvidas noções de desenho. congo. luz. no Festival de Jazz de New Orleans. Maeli Silva. atua também com educação patrimonial e Arte Educação. Milão. desenvolvendo em cada um a habilidade natural de tocar o instrumento. O tema do painel será a CULTURA da ÁGUA. mas é opcional os alunos levarem garrafas de vidro. técnicas de confecção de riscos para bordado. além de bordados em pano de prato e painel coletivo. ao som de pandeiros. O ensino musical pode trazer benefícios não só em termos da qualidade de vida do grupo. Em 2006. No final será feita uma pequena . audível e até mesmo místico.00 Dias: 18 a 21 de julho Horários: das 10h às 12h30 Oficina de Artesanato: Pintura artística em garrafas de vidro Oficina de Música: Experimentando os Sons .oficina de Ritmos Brasileiros Resumo: A oficina possibilita uma prática musical a todas as pessoas que gostam de música e ritmo. mas também promover aspectos do desenvolvimento criativo e expressivo do ser. atua como professora de artes em Belo Horizonte. sombra. Hovereto Itália. baião. pontos simples e variados. forma. em 2011. Argentina. e que nunca tiveram a oportunidade de experimentar. 1 pote de Toddy (vazio). 1 caixa de leite (vazia). formada em Artes Visuais pela UEMG. em Paris. Em seus 16 de anos de carreira traz uma bagagem artística significativa. preparação de tintas e materiais).00 Dias: 18 e 19 de julho Horário: das 8h às 13h Oficina de Artesanato: Bordando Histórias Resumo: Oficina de bordado na qual cada participante exerce individualmente seu dom. Currículo: Cantora e percussionista. agogô. arte educadora. capoeira de angola. formada em Educação Física pela UFMG. por meio de cantos populares. patangome e zabumba. Pré-requisito: não há Local: Escola Estadual Doutor Ulisses de Vasconcellos Carga horária: 10 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15. dentre outros. Público-alvo / faixa etária: Jovens e adultos. visível. Currículo: Elis Marina Mota. 1 caneta de retroprojetor. especialista em Gestão Cultural. os quais comporão um mostruário do aluno. Os rimos brasileiros (samba. acima de 15 anos Material do aluno: não há Resumo: Oficina para a confecção de garrafas decorativas. Pré-requisito: não há Local: Escola Estadual Doutor Ulisses de Vasconcellos Carga horária: 10 h/a Vagas: 20 Dias: 18 e 19 de julho Horário: das 13h às 18h Pré-requisito: não há Local: Escola Estadual Doutor Ulisses de Vasconcellos Carga horária: 10 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15. Em 2005. É integrante do grupo Tempera Viola. no Festival de Folclore. bem como exploração da composição técnica e artística (cor. tocou no Encontro Mundial de Arte Negra.

Faixa etária: acima de 16 anos Material do aluno: material para anotações. Público-alvo: interessados na literatura de cordel e em como fazer seu próprio cordel. régua. fechando agora a tetralogia Quiprocó que conta com “Quiprocó em Catimbó”.00 Dia: 20 e 21 de julho Horário: das 13h às 18h Oficina: Levando a Vida na Gaita Resumo: As aulas objetivam iniciar os alunos interessados no ensino prático e direto de gaita. É uma arte complexa quase tão grande quanto a popularidade que dela é parte. ator. costureiras. Currículo: Lia Braga Lima é engenheira.5cm. e artesã. não sendo preciso qualquer conhecimento prévio de teoria musical ou instrumento próprio. Tem textos escritos para teatro. e uma folha de papel A4.00 Dia: 18 e 19 de julho Horário: das 13h às 18h Oficina de Literatura: Cordelícia – a arte do cordel brasileiro Resumo: Segundo esta proposta. Público-alvo: interessados em música Faixa etária: acima de 10 anos Material do aluno: nenhum. estilistas. papel para risco (manteiga). tesoura. Currículo: Dante Tacchi. como tear. fundador da Cia Quiprocó. patchwork e outros. Local: PLEC – Associação Comunitária do Bairro Itapuã – Sete Lagoas. artesãos. crochê. Os tecidos para confecção do mostruário. A oficina fornece informações técnicas sobre o instrumento. É especializando em interpretação com máscaras e tipos-arquétipos brasileiros. gaitista há 14 anos e com inúmeras apresentações culturais durante esse período. do pano de prato e de um painel serão fornecidos pela professora. Público-alvo Bordadeiras. o cordel se equipa de total lisura ao ser a primeira manifestação de arte multimídia desta nação. para a última parte da oficina (2 ou 3 horas finais): avental ou roupas velhas que não tenham problema em sujar. Carga horária: 8 h/a Vagas: 8 Valor: gratuito Dia: 18 e 19 de julho Horário: das 8h30 às 12h30 . não se atém a detalhes da gramática correta.exposição dos trabalhos e uma avaliação individual respondida pelos alunos. Pré-requisito: Gostar de desenhar. profissional há mais de 20 anos. combinar cores e texturas Local: Escola Estadual Doutor Ulisses de Vasconcellos Carga horária: 10 h/a Vagas: 15 Valor: R$ 15. mais que literatura ou poesia ou cultura popular. costurar e bordar. fuxico. A oficina irá levar os participantes pelos caminhos da arte do cordel. agulhas e linhas coloridas (tipo Clea ou Camila). “Três Flores” e os textos: “A segunda Viagem da Naveta” e “Independência do Nordeste”. Ministra e desenvolve maquiagem cênica performática há 16 anos. uma tira de borracha do tipo E. Pré-requisito: não há. Currículo: Rafael Eduardo Oliveira Rocha é aluno na Universidade Federal de São João del Rei. de 3cmX10. bordado.A. roteirista. É dramaturgo. tendo bordado desde criança. ou do que é presente em seus entalhes da xilogravura na capa. Pré-requisito: não há. De tão grande. Autora e executora de diversos projetos aprovados em leis de Incentivo à Cultura que contemplavam o resgate de ofícios artesanais. de forma que o aluno seja autossuficiente no aprimoramento de sua habilidade musical. Faixa etária: acima de 15 anos¬ Material do aluno: Lápis. Local: Escola Estadual Doutor Ulisses de Vasconcellos Carga horária: 10 h/a Vagas: 25 Valor: R$ 15. borracha. paisagista. eliminando possíveis engôdos.V. para a geração de feedback da oficina.

1 saco de pão grande (craft). desde pequena encontra nas artes uma grande paixão. a relação em grupo e o auto-conhecimento dos alunos. cola. palestras. a ONG Lixo & Cidadania traz a oficina Retalho e Arte voltada para a Patchcolagem. Diante disso. cores e espessuras. surpreendendo a todos por ser uma matéria prima tão simples. Flautista. Ministra oficinas de artesanato desde 2002. acima de 12 anos Material do aluno: Folhas de papel color plus A4 em cores variadas. ministra oficinas de musicalização e vivência musical para crianças. praticando brincadeiras e temas musicais experimentais. usando o próprio corpo e vários instrumentos de percussão como: tambores. pandeiros e objetos do cotidiano. Começou seus conhecimentos artesanais com a família. 10 rolinhos de papel higiênico. regente e artesã. as possibilidades de manuseio são imensas. Possui um grupo musical junto com o irmão pianista e a irmã violinista. Pré-requisito: Habilidade motora manual. revista velha. cheia de habilidosos artistas. retalhos da mesa de corte. jovens. sem conhecimentos específicos ou técnicos. ganzás. 1 papel crepon.Oficina de Artesanato: Arte em papel .00 Dias: 24 a 28 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 Currículo: Maria Teresa da Cruz Mimoso atua como Supervisora de Ensino da Escola Municipal de Música de Divinópolis-MG desde 1999. que é artesanato com produção de peças utilitárias a partir do reaproveitamento de materiais descartados no pólo de confecção de Divinópolis (botões.Campus Centro Oeste Dona Lindu Carga horária: 20 h/a Vagas: 50 Valor: R$ 15. Local: Escola Municipal de Música Maestro Ivan Silva Carga horária: 20 h/a Vagas: 25 Valor: R$ 15. já atuou com gravações. Currículo: Daniel Penido. teatro. ritmo e arte. texturas. folhas de papel Lumipaper em cores variadas. pinça.a diversidade das formas e cores Resumo: O papel possui uma grande diversidade de formas. trabalhando com reciclagem e materiais inusitados. O papel é um produto de fácil acesso e pode ser comprado. Público-alvo / Faixa etária: Interessados no artesanato com papel. Prepara educadores em artes e música desde 2008. adultos. Dar forma a papéis pode produzir artesanatos sofisticados e elegantes. shows. Público-alvo: Educadores e público em geral. Leciona bateria e percussão.) . oficinas. músico a mais de 25 anos. OFICINAS EM DIVINÓPOLIS Oficina de Música: Tambores na Educação Resumo: A oficina de expressão rítmica “Tambores na educação” vivencia conceitos da música.00 Dias: 27 a 31 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 Oficina de Artesanato: Retalho e Arte com Patchcolagem Resumo: Para o 28° Inverno Cultural. aproveitado ou até mesmo reciclado. uma técnica de Patchwork. embalagens de papelão. 2 folhas de papel color set. dança. agulha. acima de 10 anos Material do aluno: não há Pré-requisito: não há Local: UFSJ . escolas e educadores. de modo a forçar o raciocínio lógico e descobrir a métrica com a qual se forma música. tubo de caneta BIC sem carga. refugo de recortes a laser de retalhos. trabalha com musicoterapia. palcos das mais diversas formas de música e liberdade artística de expressão. com a arte de ensinar ritmo e percussão. empresas. tesoura. triângulos. corista. tubos etc. terceira idade. 10 folhas de jormal. As dinâmicas desenvolvem a criatividade artística e musical.

multiusos. que será pintado a partir de um fato histórico criado/inventado pelos próprios participantes da oficina. ensinando vários tipos de artesanato. cola branca. Atuou como Arte-educador no projeto Intervenção Graffiti em 2012. no qual. Público-alvo / Faixa etária: acima de 15 anos Material do aluno: Revistas. Currículo: Rafael Sérgio Silveira (Rafael Boneco) é grafiteiro. serão produzidas duas telas. etc. Público-alvo / Faixa etária: acima de 10 anos Material do aluno: papel canson A3. mosaicista autodidata desde 2013. uma vez que Divinópolis é conhecida nacionalmente por ser polo de moda e esses retalhos têm como destinação o lixo. com diversos trabalhos desenvolvidos ao longo de sua trajetória. criou a coleção da grife DASPU em 2008 e 2009. Formado em Artes Plásticas pelo Núcleo de Formação Artística de Belo Horizonte. lápis desenho 2B. que retirou os catadores de lixo que moravam no lixão de Divinópolis. Bacharel em desenho pela escola de Belas Artes UFMG. tesoura e algum objeto para fazer patchcolagem (caixa. Currículo: A oficina será ministrada por Maria Clara Delpino. será realizado um estudo sobre artistas e obras que fazem parte dessas vertentes pictóricas. foi realizada na Funarte com curadoria de Marcos Hill. botões ou outros materiais que possam ser aproveitados na construção do mosaico. a terem uma nova fonte de renda. o tema abordado será o da água. embalagens plásticas como amaciantes.). Como tudo que se esconde. Um dos projetos da Lixo & Cidadania é a Oficina Retalho e Arte. vaso). Foi Coordenador e Designer da exposição Circuito Cultural Usiminas em 2012 e 2013. artista plástico e estudante de design de produto. Pré-requisito: não há Local: Escola Municipal de Música Maestro Ivan Silva Carga horária: 10 h/a Vagas: 30 Valor: R$ 15. e um grande muro-painel coletivo. e desde 2011 é Curador Artístico e Cenógrafo do projeto Cidade Hip-Hop. com o tema-inspiração da “Cultura da Água”. Transmutando esses conceitos e imagens estudados para a linguagem-técnica do graffiti. Para tal. principalmente com retalhos de tecidos.Campus Centro Oeste Dona Lindu Carga horária: 20 h/a Vagas: 20 Valor: R$ 15. copos de iogurte. Seu trabalho está presente em documentários sobre arte urbana e publicações impressas da área e já fez parte de diversas exposições individuais e coletivas. embalagens reutilizáveis (pet. intervenções e trabalhos relacionados ao graffiti. e a partir da sensibilização por esse viés as imagens projetadas no imaginário dos participantes serão transferidas para o desenho e evoluídas para a técnica do mosaico. banco. a serem expostas dentro da UFSJ. por meio de atividades teóricas e práticas. borracha branca. rejunte cor areia. no planejamento e execução de projetos. 426 . Pré-requisito: Conhecimento básico em desenho e/ou pintura Local: UFSJ . integra também O rôdo coletivo que.00 Dias: 24 a 28 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 Oficina de Artes Visuais: Quimera Graffitti Resumo: Paisagens Graffiti é uma oficina de graffiti que busca.7° andar Carga horária: 20 h/a Vagas: 30 Valor: R$ 15. sendo que a última. Assim.00 Dias: 27 a 29 de julho Horário: das 8h às 11h30 Oficina de Artes Plásticas: Cacos do Imaginário Resumo: A partir de uma apresentação de contação de história. Pré-requisito: não há Local: Espaço Alfa de Educação – Rua Rio de Janeiro. com o projeto Espelhos d’Água.Graffiti.Currículo: (Hélcia Maria) A ONG Lixo & Cidadania foi criada em 1999. eles foram transferidos para o Centro de Triagem de Coleta Seletiva de Divinópolis e aqueles que não quiseram continuar como catadores contaram com o apoio da ONG na sua inserção no mercado de trabalho. principalmente as mulheres. Uma iniciativa para ajudar o meioambiente e ajudar essas pessoas a desenvolverem uma nova habilidade. Público-alvo / Faixa etária: acima de 15 anos Material do aluno: Cola branca. e Mariana Bernardes. que foi uma das formas que a ONG encontrou de ajudar os ex-catadores de lixo. além de seus diferentes usos e métodos. cd velhos. jornais. apresentar e desenvolver as técnicas do graffiti a partir de pintura de paisagens e históricas. além de fundador-integrante do Coletivo IN. dentre outros projetos. desde o início de 2009. atua como Coordenador Artístico. A ideia surgiu para aproveitar os retalhos das confecções de roupas da cidade. professora de arte desde 2007 e Contadora de Histórias. também é contadora de histórias.00 Dias: 27 a 31 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 .

sucatas. Para você que gosta de contar e escrever histórias. contadora de histórias e professora de teatro. Thaiane Leal é Pós-graduada em Arteterapia. em grupos. Thaiane Leal é Pós-graduada em Arteterapia. Em parceria com o projeto “Bairro Educador”. ator e contador de histórias. tesoura. foto de um momento importante. cantigas populares e brincadeiras folclóricas. Nesta oficina os participantes aprenderão a criar fantoches. farão contação de histórias utilizando todo o material construído na oficina. botão. cola. sucatas. RJ. caixas de papelão de diferentes tamanhos. lápis de cor. Participou do Festival de Inverno do Sesc de Nova Friburgo e do Fringe em Curitiba. pincéis de vários tamanhos. Foto da mamãe grávida. uma folha de papel pardo. brinquedos sonoros e. Com o espetáculo “Urucuia Grande Sertão”. atriz. uma caixa de fósforo vazia. Contei!. Público-alvo / Faixa etária: Crianças de 8 a 13 anos Material do aluno: Retalhos de tecido. Ministrou oficinas de contação de histórias no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). Pré-requisito: não há Local: Escola de Música Municipal Maestro Ivan Silva Carga horária: 10 h/a Vagas: 16 Valor: R$ 15. Currículo: Fabiana Resende é formada em Educação Física pela UFSJ e cursa mestrado em Processos socioeducativos e Práticas escolares também pela UFSJ. RJ. coordenador da produtora Leandro’s. bonecos e objetos na contação de histórias. ator e contador de histórias. tais como: instrumentos de percussão. Resumo: Os participantes aprenderão a criar sonoplastias. Concatenando com esta atividade. Com o espetáculo “Urucuia Grande Sertão”. e já se apresentou no Simpósio Internacional de Contadores de Histórias. na Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) e outros locais. ritmos simples e músicas com instrumentos de percussão para as histórias narradas. levou sessões de contação de histórias para diversas escolas públicas em 2011. Público-alvo / Faixa etária: acima de 20 anos Material do aluno: Material reciclado. faça deste momento um mundo de mágicas e descobertas. levou sessões de contação de histórias para diversas . coordenador da produtora Leandro’s. recebeu o prêmio de melhor atriz coadjuvante no Festival de Teatro. vivência de brincadeiras e cantigas populares. RJ. cantando e contando histórias. caixa de sapato. Atua na área de Educação Física Escolar e pesquisas em práticas pedagógicas.Oficina de Arte Educação: Memorial Infantil Resumo: Quem sou eu? Do que eu gosto de brincar? Como é a minha casa? Conhece meu quarto? Quer saber quais aventuras eu já vivi? Do que tenho medo? A respostas de todas essas perguntas nós vamos achar juntos e de uma maneira bem divertida. Em abril de 2015 foi convocado para o II Festival Nacional de Contadores de Histórias de Ponta Grossa-PR. Contei!. discutirão a diferença entre conto autoral e conto popular. e já se apresentou no Simpósio Internacional de Contadores de Histórias. Participou do Festival de Inverno do Sesc de Nova Friburgo e do Fringe em Curitiba. Pré-requisito: não há Local: Escola de Música Municipal Maestro Ivan Silva Carga horária: 20 h/a Vagas: 16 Valor: R$ 15. Os alunos terão contato com variadas formas de contar. As crianças serão estimuladas a manusear esses elementos para apresentar histórias construídas por elas. Currículo: Leandro Pedro da Silva é sócio-fundador do grupo de contadores de histórias Ih. 2 cartolinas brancas. Além de técnicas de contação de histórias. as crianças irão vivenciar jogos teatrais. A oficina apresenta jogos cênicos e exercícios vocais. miçangas. Em parceria com o projeto “Bairro Educador”. lápis. na prefeitura de Itaguaí. na Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) e outros locais. Resumo: Os pequenos participantes serão apresentados aos elementos utilizados para criar sessões de histórias interativas. foto quando bebê. atriz. Currículo: Leandro Pedro da Silva é sócio-fundador do grupo de contadores de histórias Ih. fantoches e objetos diversos. Em abril de 2015 foi convocado para o II Festival Nacional de Contadores de Histórias de Ponta Grossa-PR. refletirão sobre a importância da contação de histórias e analisarão o desempenho deles e dos outros alunos. 2 folhas de papel cartão coloridas.00 Dias: de 29 a 31 de julho Horários: das 8h às 11h30 Oficina de Arte Educação: Brincando. canetinha.00 Dias: de 27 a 31 de julho Horários: das 8h às 12h Oficina de Arte Educação: Brincando com sonorização. trazendo possibilidade de contar história utilizando bonecos e objetos do cotidiano. recebeu o prêmio de melhor atriz coadjuvante no Festival de Teatro. contadora de histórias e professora de teatro.

Público-alvo / Faixa etária: acima de 10 anos Pré-requisito: não há Local: Complexo Gravatá . que busca representar uma forma de se chegar ao equilíbrio. 1 ramo de flor de corte. Currículo: Victor Pereira Nunes é nascido em Divinópolis. para firmar o aprendizado e promover um envolvimento conciso do participante. Ministrou oficinas de contação de histórias no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). Ou seja. que contribui para tornar sua vida mais alegre e bela. Estuda e realiza a arte de arranjo floral japonês há 17 anos. na prefeitura de Itaguaí. com referências na música. Serão ensinados passos básicos a serem dançados a dois. RJ.1/4 de espuma floral retangular. Pratica a arte de arranjo floral japonês há 4 anos. Experiencia em teatro e produção musical. pois a oficina é aberta Dias: 25 de julho e 01 de agosto Horários: das 15h30 às 17h Oficina de artesanato: A arte japonesa de arranjos florais Resumo: Apresentaremos os conceitos filosóficos que norteiam a realização de arranjos florais japoneses – ikebana.escolas públicas em 2011. Atuante desde 2009 em Divinópolis e região. especializado em Forró Pé-de-Serra. Público-alvo / Faixa etária: acima de 10 anos Material do aluno: 1 tesoura.5 h/a Vagas: 20 Valor: gratuito – não há necessidade de inscrição. 1 ramo de folha verde Pré-requisito: não há Local: Escola de Música Municipal Maestro Ivan Silva Carga horária: 3h/a Vagas: 20 Valor: gratuito Dias: 30 de julho Horários: das 14h às 17h . MG.Viaduto Doutor Waldemar Rausch Carga horária: 1. Rodrigo Prata Valério é Sacerdote da Igreja Messiânica Mundial do Brasil. o participante conhecerá os instrumentos sempre presentes nas músicas. bailarino e coreógrafo de Dança de Salão. Público-alvo / Faixa etária: Crianças de 5 a 10 anos Material do aluno: caixinhas de suco vazias para confeccionar os fantoches Pré-requisito: não há Local: Escola de Música Municipal Maestro Ivan Silva Carga horária: 10 h/a Vagas: 16 Valor: R$ 15. 2 cachepôs pequenos impermeável. Currículo: Hosana Ferreira Rates é enfermeira e professora de Enfermagem da UFSJ. por meio do principal estilo de ikebana desenvolvido pela Academia de Ikebana Sanguetsu. Em seguida iremos demonstrar e orientar a realização do mini-arranjo floral japonês denominado minibana. Haverá dinâmicas com o uso de instrumentos tradicionais do Forró. É Músico multi-instrumentista e atuante na Banda Xotenamorar (Forró mesclado à Música Popular) e Grupo Tambô (Percussão com Música Popular). à simplicidade e à beleza.00 Dias: de 29 a 31 de julho Horários: das 13h30 às 17h Oficina de dança: Forró Resumo: A Oficina apresentará ao participante o universo do Forró na dança. Professor. além de aprender passos básicos do Forró.

Penas. e em diversos panfletos do movimento estudantil universitário. Pré-requisito: não há Local: Praça de Eventos Ouro Branco . e foi organizador do evento quinzenal “Fanzinagem no DCE”. Como arte-educador. lã. O objetivo é que o aluno adquira ferramentas que vão ajudá-lo a contar sua própria história. Santiago do Chile. serão desenvolvidas técnicas. Jornal do Campus da USP. todas com furo. cipó. peças de plástico. De 2008 a 2010 publicou tirinhas em seu próprio blog “Vidrinho”. Mas além disso. Material do aluno: Aros de bamboo. miçangas. e muitos erros que devem ser evitados para que a compreensão do leitor seja mais clara possível. já foi funcionário do Festival Anima Mundi (Rio e São Paulo). pedras. Currículo: Natália Rezende Monteiro. de qualquer tipo. madeira ou qualquer coisa circular que seja firme. etc. Pré-requisito: não há A teia dos sonhos Resumo: Mostrar e ensinar diferentes pontos usados para tecer filtros dos sonhos. surgem muitos caminhos para comunicar de maneira mais eficiente. fios de couro. ministrando oficinas de animação stop-motion. exercitar a paciência e a concentração. com a experiência que vai se acumulando na prática. que serve para relaxar. são objetos muito usados para decoração de ambientes.sala 02 Sala debaixo do Palco Faixa etária: a partir de 15 anos Carga horária: 20 h/a Vagas: 15 Valor: gratuito Dias: 30 de julho a 2 de agosto Horário: das 14h às 19h Inscrições: Na Biblioteca Pública de Ouro Branco (Secretaria de Cultura). distribuídos na rua e em feiras de artesanato. Público-alvo: interessados em artesanato. Neste curso de 10 horas. participou de vários cursos relacionados ao tema. Currículo: Stefano Nogueira de Azevedo é natural de São Paulo. inclusive no Inverno Cultural. de 1 a 15 de julho . fazendo gibis e fanzines independentes. que são vendidos de maneira autônoma. que pode ser realizada intuitivamente por qualquer um que goste de desenho e literatura. Sementes. Também são um tipo de arte e terapia. Linhas enceradas. formado em Jornalismo na USP. artesã autodidata desde pequena. passou para a mídia impressa. utilizando o máximo possível de materiais abundantes na nossa região. É escritor de HQ há mais de dez anos. que era um encontro na universidade onde o grupo criava fanzines coletivos com poesia. Público-alvo: Adolescentes e adultos Material do aluno: Estojo com lápis. considerados um símbolo de união e de confraternização entre os povos ameríndios do norte do continente. Além disso. assinados com o pseudônimo Amilton Cores. Desde 2012. Já teve charges publicadas nos jornais: Agência Pública de Notícias. barbante. borracha.Local: Projeto VemSer (Ginásio Poliesportivo) Faixa etária: a partir de 12 anos Carga horária: 10 h/a Vagas: 20 Valor: gratuito Dias: 3 a 5 de agosto Horário: das 13h às 16h30 Inscrições: No Local OFICINAS EM OURO BRANCO Curso de Histórias em Quadrinhos Resumo: A história em quadrinhos é uma linguagem de expressão potente e lúdica. Os filtros são um artefato de origem chippewa. Bastian Cortez Gomes é técnico em audiovisual pela UNIACC. canetas e lápis de cor. fio de crochê. com referências de artistas diversos e muitos exercícios. desenho e cultura. que podem servir como geração de renda.

Currículo: Com uma carreira teatral de mais de 20 anos. Nesse sentido. 3) Canto Resumo: Abordagem e exposição dos assuntos teóricos (escalas e acordes). com Graduação e Mestrado em Psicologia pela UFSJ. Tem vários textos escritos para teatro. com a participação dos alunos. 5) Perdas e ganhos no envelhecimento.CAP . coletivos. além de solução de possíveis dúvidas durante a segunda hora de oficina. vontades e desejos. Tem experiência em trabalhos com grupos de 3ª idade e instituições de longa permanência para idosos. 3) hábitos e atividades diárias. Pré-requisito: artistas iniciantes que busquem aprimorar a consciência coletiva. É devoto do “Movimento Armorial” e procura desenvolver um método eficaz na administração técnica e artística de grupos artísticos profissionais. tendo participado de vários grupos artísticos e. música. ao mesmo tempo em que vem se especializando em interpretação com máscaras e tipos-arquétipos brasileiros. bem como Mestrado em Psicologia pela UFSJ. então. 2) laços familiares e afetivos. desde sua personalidade jurídica até a construção de sua carreira. lápis de cor. Dante ainda tem roteiros desenvolvidos para quadrinhos. cada participante toma contato com o processo gerencial do grupo. 4) direitos e cidadania. com Graduação em Letras e em Psicologia. caneta e canetinha hidrocor). Pré-requisito: não há Local: Lar Comunitário Fedrerico Ozanam (Centro) Carga horária: 10 h/a Vagas: 20 Valor: gratuito Dias: 3 a 6 de agosto Horário: das 14h30 às 17h Inscrições: No Local Gestão de grupos artísticos – do início ao sucesso Resumo: Ensinar as várias formas de manter e gerir um grupo de teatro em seu início ou reformulação. e teórica. Público-alvo: artistas que atuam em grupos (teatro. pela Faculdade Signorelli. explorando os objetivos que as pessoas participantes do grupo criam e procuram alcançar. emancipatórios e atuantes no seu próprio envelhecimento. Abordagem prática. e onde agrega as funções de dramaturgo e ator.UFSJ Carga horária: 10 h/a Vagas: 25 Valor: gratuito Dias: 3 a 5 de agosto Horário: das 13h30 às 17h30 Inscrições: No Local. tem . cinema. Bloco 6 . dos projetos e de seus objetivos. uso dos recursos hídricos etc. buscando pensar em estratégias de superaçãoreconstrução de modos de ser saudáveis na velhice para um crescimento pessoal. Dante Tacchi se tornou profissional em 1998. violência. os participantes serão provocados.). através de variadas atividades lúdicas e de grupo. além de Pós-graduação em Atenção à Saúde da Pessoa Idosa. de como vai ser daqui pra frente. Currículo: Sidney Grandi de Morais (e banda). recentemente. até mesmo pessoais. 2) Bateria e Percussão. Será. de forma descontraída e divertida que dividiremos a oficina em temas de trabalho: 1) a imagem que a sociedade apresenta da velhice e o que eles pensam do envelhecer. acima de 60 anos Material do aluno: Um porta-retrato e material de escrita e desenho (tais como giz de cera. que conta com “Quiprocó em Catimbó” e “Três Flores” (já encenadas pela companhia) e os textos inéditos: “A Segunda Viagem da Naveta” e “Independência do Nordeste”. compositor e cantor mineiro.falando de futuro com idosos Resumo: A oficina traz um diferente enfoque sobre atividades voltadas para idosos por levar os participantes a refletirem sobre modos de ser autênticos. Local: Sala 205. ministra e desenvolve maquiagem cênica performática há 16 anos. Currículo: Fernanda Rodrigues Ferreira é Psicóloga Clínica. fechando agora a tetralogia Quiprocó. entendendo o papel e a importância de cada um dentro do coletivo. Baixo Acústico Moderno e Teclado. distribuição do tempo. com experiência em instituições de longa permanência para idosos. durante a primeira hora de aula.Campus Alto Paraopeba . indicando o caminho da profissionalização artística. Todos esses trabalhos trazem a temática de cordel como marca. televisão e internet. a experimentarem reflexões sobre como pensar um projeto de vida pessoal. através de músicas populares. Com a oficina. pensando na articulação de questões sociais emergentes (envelhecimento. a qual atualmente administra. O participante consegue desenvolver um pensamento crítico sobre a forma de agir em várias circunstâncias. Mariza Aparecida de Sousa é Psicóloga Clínica. dança. Público-alvo / Faixa etária: 3ª idade. fundado a Cia Quiprocó. produtores e/ou similares Faixa etária: acima de 18 anos Material do aluno: material para anotações. dos tópicos Campo Harmônico e Harmonização.Retratos do envelhecer . com a Coordenação do Inverno Cultural do CAP Prática de instrumentos musicais – 1) Guitarra.

cineasta. caneta. fundador do Forno Harmônico. vontade de viver da sua arte. produtor. autônomo. Pré-requisito: não há. publicitário. chef. Pré-requisito: criatividade. designer. videomaker. mesclando discussões e atividades com diversos recursos (vídeos. músico. comunicação. novas mídias e tecnologias livres de gestão e métodos de produção cultural e criação de empreendimentos criativos. trocaremos saberes e fazeres sobre direito autoral. formada pela UFOP. Público-alvo / Faixa etária: acima de 16 anos Material do aluno: Papel. A intenção é demonstrar por meio desses recursos as inúmeras possibilidades. de 1 a 15 de julho OFICINAS EM CONSELHEIRO LAFAIETE Economia Criativa e Empreendedorismo Cultural e Social Resumo: Você é ator. coach. ilustrador. cultural e social. arquiteto. escritor. ex-servidor público federal. Pré-requisito: não há. instrumento ou material de trabalho. registros sonoros). marketing. Carga horária: 6 h/a Vagas: 20 Local: Praça de Eventos Valor: gratuito Dias: de 3 a 5 de agosto Horário: das 14h às 16h Inscrições: Na Biblioteca Pública de Ouro Branco (Secretaria de Cultura). Currículo: Elizabeti Félix é formada em Economia. artista visual. artista. Material do aluno: Material para anotações. Raquel Dias é Professora e Guia técnico em Turismo Regional. administração. de 1 a 15 de julho Novo olhar para patrimônio Histórico Resumo: Visa introduzir um novo olhar para o patrimônio histórico. com especialização em Gestão Pública Municipal. filmes. jovens e adultos. juntamente com sua Banda. planejamento pessoal e profissional. interessados em transformar ideias em projetos e projetos em negócios. Pedro Lago atua em projetos de pesquisas e mapeamentos do arranjo produtivo da cultura local. objetos. Público-alvo / Faixa etária: Músicos em geral. musical. acima de 15 anos. ativista cultural. criativo. profissional liberal. gestão e produção de eventos criativos e solidários. oficinas de formação de empreendedores criativos.um repertório que reuniu amigos e apoiadores da sua arte ao longo dos anos e isto possibilitou ao artista selecionar canções inéditas para a produção dos seus trabalhos. além de intervenções urbanas. publicidade. empreendedor? Gostaria de viver fazendo o que você mais gosta sendo bem remunerado e valorizado pelo seu trabalho? Abordando temas como auto-conhecimento. Material do aluno: Material para anotações. desdobramentos e entrelaçamentos do patrimônio. planejamento. Currículo: Pedro Lago é o palhaço Sinhé. jornalista. instituição de fomento ao profissional criativo. métodos simples e lúdicos de planejamento e execução de projeto. Nesse espaço de co-working e networking. a oficina propicia o encontro de profissionais criativos. habilidade artística em geral . com vários cursos na área de Patrimônio Histórico pelo IEPHA e Patrimônio Imaterial pelo IPHAN e Unesco. Público-alvo / Faixa etária: Interessados em geral. artesão. empreendedor criativo. músico. Carga horária: 2 h/a Vagas: 20 Local: Praça de Eventos Valor: gratuito Dias: de 3 a 5 de agosto Horário: das 14h às 16h Inscrições: Na Biblioteca Pública de Ouro Branco (Secretaria de Cultura). Atualmente dedica a Divulgação do lançamento do seu 2º CD “Meu Ideal”.

usando o próprio corpo e vários instrumentos de percussão como: tambores.00 Dia: de 23 a 26 de julho Horário: das 8h às 13h Inscrições: Na Secretaria de Cultura de Santa Cruz de Minas. Currículo: Daniel Penido. de 1 a 15 de julho OFICINAS EM SANTA CRUZ DE MINAS Oficina esportiva de basquetebol Resumo: Atividade esportiva de treinamento na modalidade de basquetebol. já atuou com gravações. escolas e educadores. Leciona bateria e percussão. terceira idade. palcos das mais diversas formas de música e liberdade artística de expressão. acima de 10 anos Material do aluno: não há Pré-requisito: não há Local: CRAS São João Carga horária: 10 h/a Vagas: 30 Valor: gratuito Dias: 30 e 31 de julho Horário: das 14h às 19h Inscrições: Na Secretaria de Cultura de Conselheiro Lafaiete. ganzás. músico a mais de 25 anos. de 1 a 15 de julho Tambores na Educação Resumo: Esta oficina de expressão rítmica vivencia conceitos da música. adolescentes e jovens. de 6 a 18 anos Material do aluno: Short. adultos. Público-alvo / Faixa etária: Crianças. praticando brincadeiras e temas musicais experimentais. A oficina será ministrada por instrutor graduando em Educação Física. jovens. estimulando a interação social e a melhoria da qualidade de vida e saúde. professor e treinador de basquetebol. Currículo: O Athletic Club é um clube esportivo com tradição reconhecida em diversas modalidades em São João del-Rei e região. de modo a forçar o raciocínio lógico e descobrir a métrica com a qual se forma música. pandeiros e objetos do cotidiano. oficinas. com grande experiência como atleta. Pré-requisito: Boas condições de saúde física Local: Quadra Poliesportiva da Escola Municipal Professora Luzia Ferreira Carga horária: 20 h/a Vagas: 25 Valor: R$ 15. teatro. tênis e meia. triângulos. dispondo de profissionais qualificados para treinamento esportivo de alto nível. empresas. As dinâmicas desenvolvem a criatividade artística e musical. dança. ritmo e arte. shows. Público-alvo: Educadores e público em geral.Local: Auditório do Solar do Barão do Suaçuí Carga horária: 14 h/a Vagas: 21 Valor: gratuito Dias: 30 e 31 de julho e 1 de agosto Horário: das 14h às 18h30 Inscrições: Na Secretaria de Cultura de Conselheiro Lafaiete. com a arte de ensinar ritmo e percussão. trabalha com musicoterapia. de 30 de junho a 10 de julho O Saber da Vida começa na cozinha Resumo: A oficina traz para o conhecimento da comunidade a utilização das . palestras. a relação em grupo e o auto-conhecimento dos alunos. ministra oficinas de musicalização e vivência musical para crianças.

Folger Consort. as PANC ou plantas alimentícias não convencionais. desde a adolescência. em Boston/EUA. mas principalmente de torná-los agentes para despertar nos outros jovens participantes da oficina a vontade e o gosto por estudar um instrumento e fazer música em conjunto. isentas dos excessos da alimentação contemporânea. Desde 2013 tem se dedicado a projetos de formação de orquestras de cordas em São João del-Rei e Santa Cruz de Minas. no XIII Festival Amazonas de Ópera e nas suas participações como solista com a Orquestra de Câmara da USP (da qual também foi membro). cello ou contrabaixo acústico) Material do aluno: Lápis grafite e borracha. Local: Cozinha da Escola Municipal Professora Luzia Ferreira Carga horária: 16 h/a Vagas: 15 Valor: gratuito Dia: de 23 a 26 de julho Horário: das 9h às 13h Inscrições: Na Secretaria de Cultura de Santa Cruz de Minas. a Sociedade de Concertos Sinfônicos de São João del-Rei e a Orquestra da Extensão da UFSJ. hoje saturada de agrotóxicos e já carente de nutrientes que nos ajudam a equilibrar a saúde e o bem-estar. Pré-requisito: Ter curiosidade para aprender e querer ser agente atuante em suas opções alimentares. e culinária para subsistência. Foi pioneira na região. além de ecológico e sustentável. onde desenvolve. “as plantas alimentícias não convencionais”. avental. Público-alvo: geral. O primeiro se relaciona com sua iniciação musical. simples. acessível e natural.plantas alimentícias do fundo do quintal. a partir de 12 anos. Carga Horária: 10 h/a Pré-requisito para iniciantes de violino e viola de arco: não há Pré-requisito para Prática de Orquestra de Cordas: ter seu próprio instrumento (violino. como alimento que pode substituir a agricultura convencional. A oficina será ministrada pela professora Mariana Jelen. horta comunitária. sob orientação de Kathryn Lockwood. passando a produzir alimentos sem glúten. Evgenia Popova tem sua relação com a viola nasce do contato com Marylou Churchill (New England Conservatory). o resgate e a valorização dessas hortaliças na alimentação representam ganhos importantes do ponto de vista cultural. e por bolsistas do Programa Música Viva. social e nutricional. consideradas um futuro promissor para a alimentação saudável. em 2008. Público-Alvo / Faixa etária: Jovens entre 11 e 18 anos de idade. Serão abordados os temas: como transformar o lixo orgânico em adubo caseiro. viola de arco. na turnê “Marsalis Brasilianos”. Currículo: Eco chef Rose Pereira de Deus é sul mato-grossense e radicada em São João del-Rei. Pela necessidade da população em geral e por tantas alergias alimentares que estão cada vez mais se expandindo. sem lactose e sem ovos. 2009 a 2013) e no Inverno Cultural da UFSJ (2010 e 2012). Esta iniciativa é parte das atividades propostas pelos Programas de Extensão Música Viva (PROEXT) e Vivências Musicais (PIBEX) da UFSJ e é uma forma de integrar os alunos dos dois programas. aqueles que proporcionam benefícios nutricionais. O encerramento contará com uma apresentação pública em Santa Cruz de Minas. Mariana é educadora musical focada no ensino instrumental. do DMUSI/UFSJ. acha gratificante demonstrar o que é somar qualidade alimentar ao sabor. roupas e calçados bem confortáveis. com a Profa. talheres e copos não descartáveis para uso pessoal. Diante disso. Hoje produz uma pequena horta orgânica e se dedica às PANC. passou a estudar sobre a doença celíaca e outras colaterais. . de 30 de junho a 10 de julho Violino e Viola de arco para iniciantes e Prática de Orquestra de Cordas Resumo: A oficina tem o objetivo de divulgar os instrumentos de corda e a prática de orquestra. como lidar com a escassez e economia da água. tendo atuado nos festivais “Nathan Schwartzmann” (Uberlândia. Currículo: A trajetória de Mariana Jelen compreende uma vivência entremeada pelo violino e a viola. o programa de extensão Vivências Musicais apoiado pela PROEX. Especialista no preparo e como instrutora de alimentação saudável – os alimentos funcionais. a partir do ensino de receitas saudáveis. É professora do Departamento de Música da UFSJ. econômico. como proprietária do primeiro restaurante de Alimentação Natural. Material do aluno: Pratos. culminando com um mestrado na University of Massachusetts em Amherst/EUA. Pesquisadora em alimentos como fonte de saúde há mais de 25 anos. Os alunos aprenderão os princípios básicos para tocar violino e viola e participarão de números musicais junto com as Orquestras dos Programas de Extensão. Serão oferecidas aulas de violino e viola para alunos iniciantes e a prática em conjunto com a participação dos alunos das Orquestras Jovens de Santa Cruz de Minas e do Santuário de Matosinhos. sua formação universitária e o período de estudos em Sófia/Bulgária. aumentando a imunidade e prevenindo doenças. Lark Quartet. Sua trajetória musical é marcada pelas participações no UMass String Quartet Program. além de suas atividades de ensino de graduação e orientações de pesquisa.

dia 31. Público-alvo / Faixa etária: crianças entre 6 e 10 anos Material do aluno: avental e touca. em Barbacena. Moda e Comportamento. especializando-se na área do chocolate. pular e correr. Tito. uma das melhores escolas do Brasil. local de Santa Cruz de Minas. fundador da Custom Skate Art. Currículo: Francisco de Assis.Local: Escola Municipal Professora Luzia Ferreira Data: 27 a 31 de julho Horário: das 9h às 11h / Apresentação de encerramento sexta. de 30 de junho a 10 de julho OFICINAS EM SÃO TIAGO Chocolate para Crianças Resumo: O chocolate fornece a energia que a criança precisa para brincar. Skatista há 15 anos. com aula prática de skate. estudar. Audiovisual. de 1 a 12 de julho Dança de Salão Resumo: Aula de Dança de Salão. Currículo: Bruno da Silva Marques é formado em cozinha no Hotel Senac Grogotó. Pré-requisito: não há Local: a definir Carga horária: 10 h/a Vagas: 10 Valor: gratuito Dia: de 23 a 25 de julho Horário: das 9h às 12h30 Inscrições: Na Secretaria de Cultura de São Tiago. É muito difícil resistir ao chocolate. nos seus mais variados ritmos: Forró. Sertanejo . Público-alvo: geral Local: Quadra Poliesportiva da Escola Municipal Professora Luzia Ferreira Carga horária: 8 h/a Vagas: 15 Valor: gratuito Dias: de 23 e 24 de julho Horário: das 13h30 às 17h30 Inscrições: Na Secretaria de Cultura de Santa Cruz de Minas. de 30 de junho a 10 de julho Workshop de Skate Resumo: Iniciação ao universo do skate. passando por Fotografia. às 11h30 na Praça São Sebastião Vagas: Iniciantes de violino e viola de arco = 15 vagas / Prática de Orquestra de Cordas = 30 vagas Inscrições: Na Secretaria de Cultura de Santa Cruz de Minas. Então venham conhecer o fantástico mundo do chocolate e aprendendo seus princípios básico e treinando deliciosas receitas.

acima de 16 anos. de como vai ser daqui pra frente. A dança de salão é ampla no seu repertório. A Escola de Dança PC e Edna atualmente está localizada no centro de São João del-Rei. 4) direitos e cidadania. todos se unem num só objetivo. de 1 a 12 de julho Retratos do envelhecer . tênis próprio para dança ou sapato de salto baixo para damas. distribuição do tempo. Conhecimentos da base e evoluções simples. além de Pós-graduação em Atenção à Saúde da Pessoa Idosa. vontades e desejos. sapatilha. para iniciantes e iniciados. buscando pensar em estratégias de superação-reconstrução de modos de ser saudáveis na velhice para um crescimento pessoal. então. Bolero. através de variadas atividades lúdicas e de grupo.Universitário. inclusive na China. Ensinar passos básicos dos mais variados ritmos da dança de salão. os participantes serão provocados. acima de 60 anos Material do aluno: Um porta-retrato e material de escrita e desenho (tais como giz de cera. 2) laços familiares e afetivos. 3) hábitos e atividades diárias. Material do aluno: Roupa confortável. trabalhando sempre em prol da dança e de seus benefícios na vida das pessoas. caneta e canetinha hidrocor). Pré-requisito: Aptidão para a prática de atividade física. bem como Mestrado em Psicologia pela UFSJ. Público-alvo / Faixa etária: 3ª idade. Nesse sentido. Será. Local: a definir Carga horária: 10 h/a Vagas: 40 Valor: gratuito Dia: de 23 a 25 de julho Horário: das 14h às 17h30 Inscrições: Na Secretaria de Cultura de São Tiago. Currículo: A Escola de Dança PC e Edna está desde 2001 formando profissionais que já trabalharam em várias partes do Brasil e do Mundo. 5) Perdas e ganhos no envelhecimento. com Graduação em Letras e em Psicologia. sapato ou tênis para cavalheiros. pela Faculdade Signorelli. No Campeonato Internacional realizado pela Alliance Dance 2014. Pré-requisito: não há Local: a definir Carga horária: 10 h/a Vagas: 20 Valor: gratuito Dias: 23 a 25 de julho Horário: das 14h às 17h30 Inscrições: Na Secretaria de Cultura de São Tiago. raça ou situação social. idade. Zouk e Tango. Samba de gafieira. foi campeã na categoria grupo e vice-campeã em duas modalidades na categoria casal. uso dos recursos hídricos etc. Público-alvo / Faixa etária: Pessoas que têm interesse em aprender a dançar a dois. lápis de cor. Tem experiência em trabalhos com grupos de 3ª idade e instituições de longa permanência para idosos. em 2014 no Campeonato Nacional de Dança de Salão realizado em Juiz de Fora MG. de 1 a 12 de julho . Foi campeã na categoria grupo em 2012. pois mistura o antigo com o moderno e é exatamente essa mistura que une as pessoas. a experimentarem reflexões sobre como pensar um projeto de vida pessoal.). de forma descontraída e divertida que dividiremos a oficina em temas de trabalho: 1) a imagem que a sociedade apresenta da velhice e o que eles pensam do envelhecer. pensando na articulação de questões sociais emergentes (envelhecimento. com experiência em instituições de longa permanência para idosos. com Graduação e Mestrado em Psicologia pela UFSJ. emancipatórios e atuantes no seu próprio envelhecimento. para que as pessoas se aproximem com o simples propósito de uma viagem no mundo da dança.falando de futuro com idosos Resumo: A oficina traz um diferente enfoque sobre atividades voltadas para idosos por levar os participantes a refletirem sobre modos de ser autênticos. que é a dança a dois. violência. pois nesse mundo não há diferença de cor. e vice-campeã na categoria casal. Currículo: Fernanda Rodrigues Ferreira é Psicóloga Clínica. Mariza Aparecida de Sousa é Psicóloga Clínica.

publicidade. Nesse espaço de co-working e networking. caneta. oficinas de formação de empreendedores criativos. novas mídias e tecnologias livres de gestão e métodos de produção cultural e criação de empreendimentos criativos. musical. ex-empregado público federal. de 1 a 12 de julho . escritor. Currículo: Lucas Milani Rodrigues é graduando em Psicologia pela UFSJ. Pré-requisito: criatividade. planejamento pessoal e profissional. métodos simples e lúdicos de planejamento e execução de projeto. vontade de viver da sua arte. produtor. a oficina propicia o encontro de profissionais criativos. músico. jornalista. Participação em Planos de Gestão e Planos de Utilização de Unidades de Conservação do Estado de São Paulo. empreendedor? Gostaria de viver fazendo o que você mais gosta sendo bem remunerado e valorizado pelo seu trabalho? Abordando temas como auto-conhecimento. videomaker. artista visual. comunicação. trocaremos saberes e fazeres sobre direito autoral. marketing. cineasta. artesão. profissional liberal. administração. Público-alvo / Faixa etária: acima de 16 anos Material do aluno: Papel.Vagas: 21 Valor: gratuito Dias: 27 a 29 de julho Horário: das 14h às 18h Inscrições: No Instituto Ortópolis. Pré-requisito: não há Local: Instituto Ortópolis Carga horária: 18 h/a Vagas: 15 Valor: gratuito Dias: 27 a 30 de julho Horário: das 8h30 às 13h Inscrições: No Instituto Ortópolis. linha de pesquisa Conservação de Ecossistemas Florestais pela USP. ativista cultural. músico. de 1 a 12 de julho Percepção ambiental dos moradores de Barroso OFICINAS EM BARROSO Economia Criativa e Empreendedorismo Cultural e Social Resumo: Você é ator. Público-alvo / Faixa etária: Acima de 18 anos. autônomo. cultural e social. além de intervenções urbanas. ilustrador. fundador do Forno Harmônico. chef. Pedro Lago atua em projetos de pesquisas e mapeamentos do arranjo produtivo da cultura local. Tem nove anos de experiência em projetos de educação ambiental. Participação de diagnósticos socioambientais de projetos de intervenção ambiental. discussão e análise dos dados coletados pelos participantes. trabalho de campo. instituição de fomento ao profissional criativo. artista. planejamento. A atividade contará com uma introdução de técnicas de levantamento de dados qualitativos em comunidades. O produto final da oficina será um documento com a percepção ambiental da cidade. Tal produto será apresentado à comunidade e ao poder público municipal pelos participantes e facilitador da oficina. designer. arquiteto. habilidade artística em geral Local: Instituto Ortópolis Carga horária: 12 h/a Resumo: Levantamento da percepção ambiental de Barroso. coach. interessados em transformar ideias em projetos e projetos em negócios. instrumento ou material de trabalho. Currículo: Pedro Lago é o palhaço Sinhé. criativo. publicitário. Formado em Gestão Ambiental e Mestre em Ciências. empreendedor criativo. gestão e produção de eventos criativos e solidários.