Você está na página 1de 39
MJ - DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL SUPERINTENDENCIA REGIONAL DO MATO GROSSO DELEFIN/SR/DPF/MT [RRS RETA TORIONDETANATISE[DEIMA TERIA APREENDIDO==N.© 06012014 Operagao Ararath INQUERITO - 3842 / 2014 - STF AUTO DE APREENSAO - N° SR 53 - 04/2014 ALVO DO MANDADO DE BUSCA Residéncia do Dep. José Geraldo Riva, portador do CPF n.° 367.539.109-82. O presente RELATORIO PARCIAL DE ANALISE DE MATERIAL APREENDIDO traz © detalhamento analitico de documentos objeto da apreensao ocorrida em decorréncia de cumprimento de Mandado de Busca e Apreensao, realizado no dia 20 de maio de 2014. DO LOCAL DA APREENSAO: « EQUIPE SR 53 ~ 04 - Rua S io Curvo, 207 - Santa Rosa, Cuiaba/MT. DAS ANALISES MATERIAIS QUESTIONADOS: As seguintes andlises realizadas tém como principal objetivo identificar os documentos relevantes que possuam registros de vinculos entre os investigados também das condulas destes no que se referem as praticas objeto de apuragao da “Operacao Ararath”, atentando, evidentemente, para 0 registro de outros elementos que porventura sejam indicios de outros delitos. Para facilitar a localizagao dos documentos. inserimos imagens digitalizadas e utilizamos a numeragao do item aposto no Auto de Apreenso lavrado quando do cumprimento do Mandado de Busca e Apreensao. Primeiramente, devemos relembrar que o presente alvo surgiu em decorréncia da oifiva no AQI de GERCIO MARCELINO MENDONGA .JUNIOR, que por sua vez disse nos autos que, desde 0 ano de 2006, a “instituigao financeira (factoring)” por ele operada ilegalmente (GLOBO FOMENTO e COMERCIAL AMAZONIA DE PETROLEO), iwquéntro 2842/2014. STF vinha sendo utilizada, dentre outros integrantes do niicleo politico do Estado de Mato Grosso (v. Relatério Preliminar n° 1), aos interesses de JOSE GERALDO RIVA, ora Deputado Estadual pelo Estado de Mato Grosso. Conforme o depoimento do envolvido (GERCIO), o Sr. JOSE GERALDO RIVA, reiteradamente, obteve empréstimos de recursos em cifras milionarias, ou seja, em valores incompativeis com a remuneragao da funcao publica laboral dele. Desta forma, passo a analisar os itens correspondentes a apreensao efetuada. dentro da pasta pessoal do DEPUTADO JOSE GERALDO RIVA. Item 001 — 01 DEPOSITO EM CONTA CORRENTE PARA FELIPE JOSE SOARES NO VALOR DE 3 100.000,00, “ Item aparentemente relevante para operacao: > Iuetragao item 01 REDE DE AGENCIAS SANTANDER DEPOSITO EH CONTA CORRENTE L67O97OOLT TS PTT] DATA CONTABIL: 16/09/2043 COCAL: 033.3466 - clizapA-ay TRANSACAD: o@004g8 TERNIKAL: 9000001 [FECUIPE Jose-SoARES) BANCO: 839 AGENCIA: 4264 CONTA: @1-208564-7 EH DINMETRO: nent 08 ENCCREWUES! e006, 00] BANCO AG. conta CHEQUE VALOR Gai 4205 6700137685 258518 25.080, 09 QOL 4205 Ao0a1a7685 eoeai? 25. 000, 08 001 1265 4300137605 ae512 25.000,00 OO, 4205 (400137485 eoest4 25. 5.000480, VALOR TOTAL [F086 Go0, 20) ‘Segue acima digitalizagao amostra de documento apreendido na casa do Deputado RIVA. Pagina 2.40.39 (ue 002 — 01 DEPOSITO EM CONTA CORRENTE PARA MARCIO SOARES E JOSE LUIZ NETO NO VALOR DE R§ 212.500, 00; > Ilustragao Item 02 CWiartiowoaves ~ lsose Luiz Soares NETO} ovo BANCO SANTANDER 033 AG. 0013 C/C 56057-0 Pr 329.796.418-98 8S 212.500,00 e ENE De AGENCLAS SaMTanOER Derestro ch Cinta COMENTE TRIPE} s4.92:49 DATA CONTABIL 44/90/2042 ACT 4333486 ~ CUTADA-AV TRANSRCAU: W4B087e TeRMENAL: 9DOWROL Ta] Fa ee es come: e1-escere Et DIWHETRO: 4,90 5H CHFOUFS: Pie, 580,08 BANCO AB. conTa cmEQUE 297 M47 9438954900 OOLHAS 297 1378 775uata124 o43308 297 4978 77500461e4 863205 001 © dus4 llustragao item 21 ‘anexo't PARTE INTEGRANTE D0 CONTRATO De KIJTUG ENTREN VSEAYA HOLDING E JANETE GOMES RAL ‘Das banc pra cist co valor ora mundo de $ 80000000: Imagem de documento do Item 21: Contrato de mutuo realizado em 26/02/2014. > Comentario |: Seguem abaixo qualificagdes das pessoas beneficiadas pelos depésitos acima ilustrados, na ilustragao do Item 21 verificamos um contrato de mutuo onde Janete Riva ublém empréstino de R$ 500.000,00, junto a Viscaya Holding, e repassa R$ 100.000,00 desse valor ao Sr. Felipe José Soares. * Fellipe José Soares, CPF: 332.390.838-4, primo de José Luiz Soares Neto. Sécio da Empresa MATCSO Administragao de Bens LTDA, CNPJ: 11.422.256,0001-03. * José Luiz Soares Neto, CPF: 329.796.418-98, filho de Marcio José Suaies, SOCIO DA Empresa OICRAM PARTICIPACOES LTDA, CNPJ: 11.510.158/0001- 28 e da empresa ZM Soares Participacdes LTDA., CNPJ: 05.916.654/000 1-83. © Marcio José Soares, CPF: 017.25.368-/0, socio das empresas: - RODOTEL HOTEIS E TURISMO LTDA—ME, CNPJ: 26.874.248/0001-75; - JS EMPREENDIMENTOS /MOBILIARIOS LTDA - ME, CNP4J: 51.410.199/0001-67; - JS ARMAZENS GERAIS LTDA, CNPJ: 02.937.043/0001-23; Paaina 4 de 39 - JS AGROPECUARIA COMERCIO E PARTICIPACOES LTDA., CNPY: 26.721.282/0001-00; - SEMENTES J S LTDA, CNPy: 01.071.877/0001-36; - COMERCIAL MR LTDA~ ME, CNPU: 01.475.148/0001-45; - ZM SOARES PARTICIPACOES LTDA, CNPJ: 05.916,654/0001-83; - MRS AGROPECUARIA LTDA, CNPJ: 67.454.322/0001-81. > Comentario II: © Sr. Alécio Jaruche, que aparece como beneficidrio do valor de R$ 250.000,00, este transferido pela Viscaya Holding. conforme fatos j4 citados no Telatorio parcial n°. 48, 0 Sr. Alecio vendeu a Fazenda Trés Morrinhos para o Casal Riva. Item 003 — 30 TRINTA CANHOTOS DE CHEQUES DIVERSOS, DE BANCOS DIVERSOS; tem analisado aparentemente relevante para a operagao. Neste item encontram-se diversos canhotos de cheques, com indicagdo de valores expressivos. Vejamos abaixo imagem do canhoto de cheques para JVP: Segue acima digitalizagao amostra de documentos apreendidos na residéncia do deputado RIVA. Panina 5 6e 39 > Comentario |: ‘Ao que tudo indica, os canhotos dos cheques acima se referem a empresa JVP Factoring Fomento Mercantil LTDA — EPP, CNPU: 01.965.527/0001-13, de propriedade do Sr. Janio Viegas de Pinho, CPF: 103.663.501-53, os documentos acima ilustrados demonstram uma provavel movimentagao de recursos entre o investigado e a empresa JVP. Em pesquisa em nossos bancos de dados, constalamos que a empresa JVP realizou movimentagées suspeitas em favor do Deputado José Riva, vejamos abaixo trecho do RIF n° 7590: 4.2.1. No mefieojtado periodo, terianntSRig'Satada3" dal conital 295337:500/004 por meio Yexcheques emitidos a favordde és} supostos funciohdriosfdaf eripresaglvpY Factoring abaixa tslconados, os recursos foram TilizeddsWem sequida, myer FSSMor SFaciin staves (RosyvaloresVAeN RSKT48'S 1 Hidge RS] ioe as ambos nominais 4 4° Vara SJ MT, figuranda'’comd tomadr?losé*Cefald6 Riva¥Seriam benellaree dos cheques Su'los da conta da JVP aeFGring Fomento Mercaftittda: DPF D124/3/09 RS 35.000,00;9ymmando Bueno da Sivazira DPF fy ‘+ 24/3/08 R$ 35.000,00 Amando Bueno da she : Mi +» 24/3109/R§'30.000,00 Jamil Benedifo'de Campos DPF DPF + 24/3108 is 49,000,00 Jodo Bosco da S. Sigarine DP/25/5/09 R$ 30.000,00zARIPANdo Bueno da SivaipF DI Peano 38.500,00 Armando Bueno da Siva fe Lins a ‘« 25/3/08°R$'50.000,00 Jamil Benetife'de Campos DPF DPF + 25/3/09 R$ 30.000,00 Jamil Bonedito de Campos DP 2253/09 RS 30.000, 006% Bosco da S. Sigarif@PF DPF DPF + 25/3109 R§,20.000,00 Joo Bosea das. Sigarine DPF DPF 422, A referida comunicacdo foi motivada,sinda potter 0 ‘S6cioT daTsripresalanisLViEGaRTdeY PMNS, sido edo em reportager Suposto envoI VS is CPMi'das Amibulancia’) Bem como por ter a JVEFF ER King) sidoapont realizac3o de operacdes comercials com 0 prefelto,de,Santo Antonio do Laste:MT+ Pedro Luiz Sr Hrd pT UBT HEURES, erase AST TEM ans OTE de cheques cam empresa de factoring a fee de empresa fantaoma, ,AdemsicmoségGeraldos Riva: benoficistio dog fcHeques ‘abirinistatigos» também t8H2FSido ctado em repdrtagem por suposto envallimento com desvio déYecirsos icos, t mga de quadiiha, lavagerr-de dinheiro, ocultacdoyye;hens e direitos, abuserde:noder e compra de votos. Imagem 01: Corresponde a trecho do RIF n° 7590, emitido pelo COAF. Segundo consta no RIF n°. 7590 o Deputado José Riva foi beneficiério de dois cheques administrativos nos valores de R$ 148.811,10 e R$ 188.267,65, valor total de R$ 337.078,75, sendo que a compra desses cheques foi realizada através de valores sacados da conta da empresa JVP Factoring. por meio de cheques emitidos a favor de supostos funcionarios, conforme consta na imagem acima. Logo abaixo, constou também no RIF n° 5024 a movimentagao de recursos efetuada pelo Deputado José Riva, tendo como responsavel a empresa JVP, vejamos: Pasina 6 de 39 firescinco Adnanmstadre BComddo Riva floxé Corako Riva Soque r a ae Econdmica Federal Total 133 Go) Pi en 1204200, flan corsa no vl Ce RS 952.840, canes aos ris odseats ete os meses @ se encio do 2008 « teveroro de 2010, envohendo a conte cents n° 5536, na agénca 5726, na cidade de Cuiad dente 0 quai dos chequcs, ‘olaizando RS 39.320,0, edo pela Prefsura Municipal de Sano Anni do Lest 133.1. Amoementaeaofhanoer fo consderada bataneexpressha, ceniemplando vats craos débtos que nao puderam ser ieniatos. OE Bo ie aupea soo ia de opclogem) Imagem 02: Correspondem a trechos do RIF n* 5024, emitido pelo COAF. Segundo informagées de inteligéncia obtidas neste RIF, demonstradas através das imagens acima o Sr. Janio Viegas de Pinho, realizava atividades irregulares de agiotagem. Corroborando com os fatos acima descritos, durante a Operagdo Ararath, 0 colaborador premiady GERCIO MARCELINO MENDOGA JUNIOR, esclareceu que através de um empréstimo tomado por ele em favor do Deputado RIVA junto ao BIC Banco, ele remeteu no dia 28/02/2011 a quantia de R$ 184.552,00 a empresa JVP Factoring, transferéncia realizada por indicagéo do Deputado Riva, fatos esses também confirmados na movimentagao bancaria da empresa de Gercio Junior, obtidas através da quebra de sigilo bancario. Abaixo segue imagem de documento, que seria uma planilha de contabilidade paralela realizada pelo Deputado José Riva, onde consta um valor de R$ 233.100 destinado a JVP, vejamos abaixo Pagina 7 de 39 Baye ICD 000.000) 8.299.000} JPUBLICIDADE PRODUCHO TV ASSEMBLEIA pausoca IXY peta rn aa cea GG pecan NZ , Estacommaro bp 7, ip oon 05 > 500.000 fiom yf £G) gad [movers 8.276.000] Penn Pe et cc : [500.000|e7 Imagem extraida de uma planilha apreendida no item 21 deste Auto. Data 07/01/2014 >» Comentario Il: Os indicios constatados através da andlise desta planilha, ao que tudo indica, o Deputado RIVA estaria realizando pagamentos a JVP através da AUMT, pois, nesta Planilha de gastos e despesas verificamos a existéncia de diversos valores relacionados a ALIMT, como por exemple: “Obras da AL" © “produgao de TV ASSEMBLEIA’, onde tudo leva a crer que, provavelmente, esta planilha de gastos c e despesas corresponde aos pagamentos realizados pela AL/MT. a = Pigine & de 39 _ sai Foe aks Far oc 06S 020022 cent eme ot = ma ie Sear >llustragao item 03: | | | | | | enpod cs emne aaa ona ro Sou Fax Falk O68 40000022 (es Foch cms 400002 rae ct 008 eoUC022 ‘ax Face O68 00020022 casing oon eae aT ee ee oe ; ay ee wale Set LET, < wee Boa — — ! ia. eon mye Se Fl sae Imagem 01: Canhotos apreendidos no item 05. Paina 9 de 39 Canhotos de cheques de altas quantias, sugere-se a solicitagdo junto ao Banco Bradesco S.A, dos dados referentes a C/C 013098-2, Ag. 3218, de propriedade do Sr. José Geraldo Riva, para verificar a origem e destino dos recursos movimentados através dos cheques constantes nos canhotos apreendidos neste item, verificados conforme ilustragao acima. Item 004 — 08 FOLHAS DE CHEQUES DOS NUMEROS 000073 A 000080 CONTA 00001860031, BANCO UNICRED; Item aparentemente relevante para investigagao, comentario sobre operagdes com a empresa JVP, consta no item 03. > lustragao item 04: Seque acima digitalizacao amostra de documento apreendido na residéncia do deputado RIVA. >» Comentario Cheque do Banco UNICRED, em nome de FLORESTA VIVA EXPLORACAO DE MA, CNPJ: 14.425.106/0001-41 _ ee Pésina 10 de 39 ) Item 005'= 01 NOTA PROMISSORIA NO VALOR DE R$ 500.000,00 COM VENCIMENTO EM 30/:] “JULHO DE2013N°.01A'VANETE GOMES RIVA’: Sanne arig OD as Hs] Item aparentemente relevante para andlise: ¥ llustragao — item 05: Seoue acima dgtalizacto amostra de documentos areendidos na residéncia do deputado RIVA ¥ Comentario: Nota promisséria em favor de Janete Gomes Riva, emitida por Ivo Arnoldo Naue, CPF: 191.126.372-20, sdcio de algumas empresas ligadas ao ramo de comércio de madeiras. Item |006 = 04;NOTA PROMISSORIA NO, VALOR DE|RS_ 600.000, JULHO DE 2014;'N° 02! AUANETE GOMES RIVA, SR it Item aparentemente relevante para investigagao: Promissoria n° 02 emitida na mesma data que a NP n° 01 referente ao item acima, porém com o vencimento para o dia 30/07/2014, valor de R$ 600.000,00. ee ee ee Item (007 — 01 NOTA PROMISSORIA NO VALOR DF R$ 200.000,00'COM VENCIMENTO EM 20/01/2013, N° 02, A GILMAR DONIZETE FABRIS: Item aparentemente relevante para investigacdo: ¥ Ilustragao item 07: otorine 2.0 on Ta Ne CORES * 3 “iaroee tom LANE AMacarco oN 4 RR Re aR ret a visds NOTA PROMISSORIA » 1S. es EATS TEAS overt AAS AEM QD os Se. Ape-- | Assinatura do | } Deputado Riva Sagas yp 22Qeyy oo ae | Seyuern aviia vigitalizayoes amostra de documentos apreendidos na residencia do deputado KIVA. ¥ Comentario: A referida nota promisséria foi emitida por Valdir Agostinho Piran em favor de Gilmar Donizete Fabris, Ex-Deputado Estadual/MT, valor R$200.000,00, ressaltando Pagina 12 Ge 39 que ambos estéo envolvidos na Operacao Ararath e ja foram citados em diversos telatérios. Porém no verso desta NP, consta a sequinte anotacdo “referente NP. SB GR” com_a_assinatura do Dep. Riva, que, provavelmente, ins promisséria envolvendo recursos da AL/MT para a empresa SB Grafica, empresa esta citada no relatério de analise n° 031/2014, no escopo do IPL n®. 232/2014, em resumo, a SB Grafica contraiu empréstimo junto ao BIC Banco, oferecendo como garantia um contrato junto a AL/MT, a época presidida pelo Dep. Riva, vejamos abaixo imagem do Oficio apreendido na residéncia do Gerente do BIC Banco, Sr. Luiz Carlos Cuzziol: Officio GS n® 1679/2009 ‘CuiabSiMT, 18 do setembro de 2009 Ao Biebanco Nesta s Prezados Senhores: Lida", CNPJ nt 70.431.531/0001-14 , solicit ‘pagamentos devidos a empresa “SB Grifica © Editora Lida E ou Grupo Sévio Brandio.”, no montante de RS 235.000,00 (Duzenos ¢ Tinta e Cinco Mil Reais), provenientes de sorvigns presindoe pela empresas anteriormente mencionadas 3 ‘Assembléia Logislativa do Estado de Mato Grosso, sejam depositudas exchusivamente em Conta Penhor n° 42-100319-4, mantida junto ao Banco Industral e Comercial S/A, G2M), & Agencia 024 = CuiahA/MT, em decorrente do penbor constituido para garantir obrigaptes contiafdas pela eimpresa Repiblica Comunicagio Lida, junto so Dence Bicbanco. ‘Acusames ainda ciéncia que os valores acima deverko ser depositados até a data de 20 de Outubro de 2009, bem como qualquer alteracdo do pleito, a qualquer tempo, deverd ser privia e expressamente pelo Banco Industrial © Comercial $/A, beneficidrio final dos eréditos ora destinados. Atenciosamente, Item 10 do auto de apreensdo ~ LUIZ CARLOS CUZZIOL. Pagina 13 de 39 Item 008 — RS 100,00 CFM REAIS; Anallise prejudicada. Item 009 — 01 NOTA PROMISSORIA NO VALOR DE R& 6.000.000,00 (CINCO MILHOES). DATA DE EMISSAO 09/08/2013, DATA DE VENCIMENTO 09/08/13: Item aparentemente relevante para investigagdo: > llustragao item 09: “3 PRR 09/40/43 (reg SY rao Pec ‘Seguem acima digitalizagoes amostra de documentos apreendidos na residéncia do deputado RIVA. Pégina 14 de 39 > Comentario: Nota promisséria n° 01/01 no valor de 05 (cinco) milhoes de reais, com vencimento em 09/09/2013, assinada pelo Deputado José Geraldo Riva, com beneficidrio em branco, consta anotagdes no verso com a data de 06/05/14 e o valor de 6.102.051, ao que tudo indica, seria o valor do montante referente a NP. Item 010 — 01 NOTA PROMISSORIA NO VALOR DE R$ 125,000.00 (GENTO E VINTE E CINCO MIL), DATA DE EMISSAO 17/09/13, VENCIMENTO 09/10/2013, Item analisado isoladamente, aparentemente irrelevante para a operacao, Anota promisséria esta assinada pelo deputado José Riva, porém o beneficiario esta em branco. Item 014 — 01 NOTA PROMISSORIA NO VALOR DF R$ 9 13a 080,28 (NOIS MII HOFS CFNTO F TRINTA E OITO MIL SESSENTA REAIS E VINTE E OITO CENTAVOS) (MALA RIVA): Item aparentemente relevante para investigacao: ¥ llustragao item 011: —_ OG 3 1 7 NOTA PROMISSORIA ea ee » CE = CERERER reene BY___parosis ca vasa TA PRONONSO REA cu sus omen [D015 MELROES, CENTO E TRINTA E ONTO Mil, SESUENTA REATS EVDITE EOP | nee | ‘Segue acima digitalizagao amostra de documentos apreendidos na residéncia do deputado RIVA, regina 15 6¢ 39 v Comentario: Para anélise deste Item, buscamos oS relat6rios produzides com base nos documentos apreendidos referentes ao Mandado de Busca e Apreensao n° 025 e 026/2014, referentes ao IPL n°, 0182/2012 — SR/DPF/MT — 5° Vara Federal Criminal de Mato Grosso, alvo do mandado de busca, PIRAN - Sociedade de Fomento Mercantil, Brasilia/DF, proprietério Vaidir Agostinho Piran. Extraimos desse relatério as seguintes informagées abaixo: -Documentos Somente do ITEM 02 ~ Pasta de protocolos referente ao envio de documentos da Piran Factoring Brasilia para a Piran Factoring Cuiaba. () :MAGGI Datado | Deto. | Numero | Valor em reals | Vencimento | Emitente doct. Analisado 02/09/13 [NP__| 01/01 2.138.060,28 | 08/07/13 [ Maggi Seguindo a andlise e confrontando as informagées do relatério acima com a Nota Promisséria ilustrada no item 011, verifica-se ser 0 mesmo documento. A NP foi emitida por ERAl MAGGI Scheffer.-agricultor, primo do Senador Blairo Maggi, Erai atualmente € conhecido no Brasil como o Rei da Soja e 0 novo Rei do Gado, dono do Grupo Bom Futuro. Constatamos através dos fatos acima que a NP emitida por Erai Maggi em 09/04/2013 estava em poder da empresa Piran Factoring, contudo, a mesma promisséria neste ano de 2014 foi apreendida na Residéncia do Deputado José Geraldo Riva, durante busca e apreensao referente a operagao Ararath ‘Ao que tudo indica, esta NP que esteve em poder da Piran Factoring, provavelmente foi dada como garantia de um empréstimo, sendo resgatada posteriormente. Recentemente, noticias em fontes abertas indicam que o Deputado José Riva, estaria denunciando um esquema de sonegagao tributaria realizado pelo Sr. Erai Maggi através de uma Cooperativa, vejamos abaixo: Pagina 16 4¢ 39 Riva denuncia a Policia Federal cooperativa ligada a Erai Maggi Deputado também pode propor CPI para apurar supostas fraues de RS 500 milhies Cig ups PP OAREDLGAO 0 deputado estadua! José Riva (PSD) formalizaré Policia Federal, nesta quarto-eia (6), déniinelé envolvends Suspeiay Ue Msuiles @ Simvlaco de transacoes comercia 2 Cooperative Agioindusirial da Maio Grosso (Cooamat} Segjlindo Riva, a cooperativa tem coma sécio 0 produtor nutal Era Maggi (PP), parentes e funcidfiafios do gfpo Born Futiro,’ € sei sata para pera frre cn chogatam & ‘ira de R$ 500 manoes "Descobrimos coisas cabeludes subxe 0 caso. Ele use um Pi A fesquema para nfo pagar imposios. Coma parlamentar, no cepts nt qu earn opera pao rag oR nw or en Gs ede Cos a cone, i Asim da Policia Federal 0 deputad disse que lamb protocol a denincia a Delepacia Fazenda 4 4 0 MasitioPlten Fedele Fst 04 Receta Fada! wa Pola Federal (F). Ee também props ainstoiacBo de uma CP! (Comiss8o Paslamentar de Inquéito) para DESCObrimos coisas trvestiga 3s ansagbes da cooperative cabeludas sobre o caso. Como parlamentar. nao () “Estamos analisando o pedo de CPI. Ternas um tributaisla estudando isso, Acreditoaue & possivel protocolar a soliitaco de imvesigagdo, porque essa opera fraudulent deu prejuizo de mais de R$ 500 mihdes ans cates piblicos. E preciso resgatar o ‘que o Estado perdeu nos ittimos anos, pois esse recurso ajudara a constr cinco hosptais’, disse. sain ET rm Riva disso que a Cadarnal 7 SATa ns Seperiasoe Ge TASS Fas, © movmenta nuamento mais de RS 200 mies. Anesae isso nin kenacontertah maga “Ninguém owe falar na Cooamat. So lags 0s negicios que ls toa. E getam prejuizos av Estado, Unido ¢trabaiadores Tem poificos que so sempre investigados. Fu, por exemplo, 0U investgado 24 horas po ca, Eni, tem erpresaro que | fem que ser também, principalmente aquele quo busca de forma fraudulonta, nas suse atvdades, pagar menos impoctos |, etucrar mais, disse. Rive ciou 0 suposto esquema na utima quarta fea (1). Desde | entdo, ete disce quo ost juntando documentos para formatzar dont Cempresino Bi Wag, avo de deninca de sé va Na oportunidade, ele efimmou que a sede da cooperative, na <6p0ca da fundacéo, funcionava no grupo Bom Futuro, pertencento a rat Fonte: htto:/www.midianews.com.briconteudo.php?sid=1&cid=212575 Pisina 17 de 39 Item’ 012 — 01 DEPOSITO BANCARIO NO VALOR DE RS 87.500,00 PAGO FELIPE JOSE SOARES; tem aparentemente relevante para a operacao. Comentarios referentes a Fellipe Soares nos itens 01 e 07 deste relatario, Item 013 — 01 NOTA PROMISSORIA NO VALOR DE RS 60,000,00 (CINGUENTA ML REAIS), CPF EMITENTE 042,008 888-14: Item analisado no bojo do item 014 deste relatério. Item 014 — 01 NOTA’PROMISSORIA NO VALOR DE RS 296 570,00 (DUZENTOS E NOVENTA E SEIS Mil QUINHENTOS E SETFNTA RFAIS) VENCIMENTO 26/102018, DATA DA FMISSAO 2e08/2013; ‘i Item aparentemente relevante: Y Iluetragao item 014: 0 ree DE AB ma = 2b F Ww pate Ne ae “RS LETT ji “ale LULE ESE ME wes OTC. ee pera NOTA PROMISSORIA Segue acima digitalizac&io amostra de documentos apreendidos na residéncia do deputado RIVA. A nota promisséria acima ilustrada foi emitida por LAERCIO ALMEIDA MARINI, CPF: 042.908.888-44, ele ja fo! Diretor da Cooperativa de Produgao Agricola Mista do Pantanal, CONAL, é socio da empresa: Marini Assessorla e Publicidade LTDA, CNPJ: 02.719.624/0001-99. Tem como avalista da NP 0 Deputado José Geraldo Riva Laércio ja tol secretano de tinancgas da Prefeitura de Santo Antonio de Leverger/MT, respondeu Inquérito Policial, por suspeita de desvio de verbas na Pagina 18 ge 39 prefeitura em questao. Envolvido nas compras de LTNs e sécio dos filhos de Riva através de SCP, conforme explanado nos itens 012 e 014 do relatério parcial n.° 67. | item. 018 —'01 DEPOSITO BANCARIO NO VALOR DE R$ 200.000,00 (DUZENTOS MIL REAIS) PAGO A RONALDO SOARES; Ronaldo José Soares, Exacta Consultoria e Gestdo de Negécios LTDA. CNPJ: 09.519.782/0001-44, deposito em cheque no valor de R$ 200.000,00. Renato Soares & pai de Fellipe Soares, beneficiario de pagamentos conforme documentos referentes aos itens 01, 02 6 012. Item 046 — 01 DEPOSITO BANCARIO NO VALOR DE RS 900.000,00 (TREZENTOS MIL REAIS) PAGO A MADERCIRA IARIVAN LTDA; Item-analisado isoladamente, aparentemente irrelevante para a operagao. (tem 077 = 07 PHONE APARENTEMENTE MODELO 4, COM O VERSO QUEBRADO; Andlise prejudicada, Item 048 = 01 CHIP TIM, N* 695504600002052026811213 (JOSE GERALDO RIVA); Anélise prejudicada Hem 019 — RS 71,000,00 ONZE WIL REAIS (PASTA/PESSOAL, DENTRO DO CARRO TRITON MITSUBISHI; PLACAS OBS 0300); _s Analise prejudicada Tem 020 ~ RS 5.000,0n (CINCO Mil RFAIS) ENCONTRADOS NENTRO NA SWA PI AGAS NPG 1815; & 3 , 2 Andlise prejudicada. Pagina 19 de 39 Item 021 — UM ENVELOPE PARDO CONTENDO DOCUMENTOS DIVERSOS DESCRITO "RIVA", Item aparentemente relevante para operagao. Y Mlustragao Item 021 — A: Vlsé Piva — Aucuce Daibion SINTESE DE TESE - Cansultoria 4) Os fatos atribuidos nas inumeras denuncias a0 Si J.G.R s80 9 mesmos altibuldes a Humberto Bosaipo (STv) ¢ 02 mesmos atribuidos a uma série de acusades que esto respondendo perante a Vara de Crime Organizado de Culaba-MT, Os tipos penais imputados sa0 os mesinos; 208 CP, 312 CP e lei 9.619/98. A formagao de quadrilha ja se encontra prescrta na maioria dos processes. Gy O"GIE'|A esté provado decumentaimente-na instrugso © nos aulos em primeira instancia? {a) que variog cheques foram emitides pelo Parlemento Estadual em favor de ‘empresas; {b) que essas empresas foram constituidas ireguiarmente (sem cadastro, ocalizagéo fisica, no emitiram Notas Fiscais, algumas pessoas disseram que ‘no constituiram essas empresas, OU seja Né indicios de que os contadorce Joel @ José Quirino constitulrai as empresas freudulentamente); (} que desses inimeros cheques, parte foram descontados na boca do calxe (depoimentos de funciondrios do benco, microfilmagens) © parte foram descontados na confianga factoring (depoimentos, axtratos, cepotmento de Nilson , Kétia Apré e etc... 3) Solugdo Juridica aos que respondem os proceseos em primaira instancia, ‘Talvez fosse mais interessante o Sr. Guilherme Garcia (70 anos - presctigao pela metade) , Agenar Jacomo Clivati {70 anos- prescrigao pela metade), Nivaldo de Araujo , que durante todo 0 periodo das supostas fraudes foram integrantes do setor financeiro (responsévol polos pagamentos), patriménio {entrega de material), setor de licitagao, a0 invés de simplesmente neyar autoria , fesolvassem contar sua vorsa0 sobre os fatos com supedines: os autos, a) Paina 20 de 39 E 0 que revelariam? Que ds fato eles juntamente com Francisco de Assis Rabelo Neto e Luiz Eugenio de Godoy (ambos funciondtios da AL no perlodo e jf folecidos) com a participagao direta de Joel e José Quirino (contadores envolvides nas fraudes) e sem 0 conhecimento da mesa diretora resolveram montar um grupo com a finalidade do frauder 2s Hlcitagdcs da Assembléia naquela pertoda, Como teria sido articulada a fraude? Percebendo que a énoca a Assembigia estava um ca05, que as feitagbes eram publicadas na meioria das vezes no mural da AL, pois a AL n8o pagava as contas des jomals {tam ja prova nos autos nesse sentido), resolveram da posse das informagbes privilegiadas por () serem funcionarios dos respectivos setores , participar das licitagdes com a constiiigéo das empresas fraudulentas. Um deles (Luiz Eugenio) foi o responsavel por contactar 08 irmaos “quirinos" (contadores) para que viabiizassem as empresas que participariam das inimeras licitagdes. © que era para ser uma Simiplés indicagdo de empresas a ganharem a licitago aacabou por ee tornar uma eérie de atos fraudulentos, poi oe immer Quirinos que efam responsdveis pela parte das empresas, resolveram achar um modo mais facil e constitulram as empresas de qualquer jeito, inclusive em nome de clientes de seu escritorlo de contabllidade (sem a anuencia destes). Nese. existe inclusive = ime ‘Ao cantrtia da que diz a dentincia, nos autos existem provas de que eles. ganhavam as lictagdes ainda que com a fraude na constituigsio das empresas, ¢ lerceitizavam a entroga do material (provas testemunhais). Ou seja nao axistiam_ empresas fantasmas, mas_sim ompresas_de pastas que ganhavam as licitagdes com fraudes a formalidade do procedimento, it nt i ote, ym omissao de notas, ¢ quando diam entregar tere a fas. do Ct nt sestemunhal o s). © que eles faziam com 0 dinheiro das fraudes? Qual 0 montante? Como eles entregavam 0 matatial e ganhavam a ficitago por oferecer um prego mais, barato, tendo em vista que as empresas do pagavam nenhum imposto (sonegavam), eles ganhavam (Iueravam) aproximadamente o valor de 12% do valor da licitago, uma vez que esse era justamente o valor dos impastos que eles nao pagavam, Esse valor era rateado entre eles. ‘Qua! ceria a vantagom processual doles em confesear a versio acima? (a) Primeito estariam trabalhando com 0 que de fato existe [8 comprovado nes ‘autos; (b) Segundo desqualificariam 0 tipo de peculato para fraude a licitagto (pena bun menor com fisco de provorigdo), pois na howe anrapriagao de dinheiro publico, mas sim uma frauide nos processos licitatérios, haja vista que © servigo foi prestado, o material fol entrogue, mas houveram erros na licitagdo. {c) terceiro teriam atenuante da contiss4o é A18 Mesmo uta eventual 10 de pena por conta de delacSo. () Pégina 21 de 39 ¥ Comentario; mma No que tange ao deputado, quais provas existe contra ale? Nenhume. (a) Os proprios delatores acima ao confessarem 0s fatos @ 0 modus operandis, j& disserem quie no tinha o conhecimento da mesa diretora; (b) existe prova 05 autos que nao cabia @ mesa diretora verificar a autenticidade dos Pagomentos, pois jé teriam passado por todos us lamiles legals; (c) existe Dluvu jit NUS autos de que 09 procodimontes licitatériog avistiam (depoimanto dos auditores do TC), ao contrério do que sustenta a acusagtio; (d)o fato do deputado freqdentar a factoring nao significa dizer nada, pois existe prova nos G) autos de que ela trncava duplicata rural IA (varing depoimentos), ou seja tinhe negécios pessoais (empresariais) 18; (8) 05 funcionsrios da factoring nunca presenciavam es operagbes de créditos, ndo cabiam dizer do que se tratavam, 0 preenchiam os cheques: (f) 0 depoimento do Sr Nilson nao pode ser utiizado como suped3neo unico para sustentar uma condenacao, primeiro Porque em processo penal a condenago prescinde de um conjunto probatério @ nao uma Unica prova, segundo porque ele fez delago premiada, ou seja tem interesses nos beneficios @ nao a Verdade real o que compromete a avaliagao de seu depoimento; terceiro porque seu primeito depoimente foi excluido em parte do processe e ela ainda no confirmou sua verso judicialmente; quarto Porque o depoimento dele nao encontra respaldo nos demais depoimentos dos funcionarios da factoring; (g) Por fim, nao existe nenhuma testemunna, nem das empresas dita fantasmas pclo MP, nem do Banco do Bras, nem de funciondrios que citam 0 deputado no caso em foco, Nos autos néo existe absolutamentea nada, 0 que tem @ apenas a assinatura dele nos cheques {fungao inerente 20 cargo) e testemunhos de que ele ia a factoring (que ele nunca negou, pois come jé comprovado ele possuia negécios pessoaisiempresarias a) Seguem acima digtalizacdes amostra de documentos apreendidos na residéncia du ueputado RIVA As imagens acima demonstram uma tese de defesa a ser utlizada polo Deputado José Geraldo Riva. Pégina 22 44.39 ¥ llustragdo item 21 - B: mi re oe CDs ~ covreito -gace Ber /avezlete—. -& hed ‘Segue acima digitalizacao amostra de documentos apreendidos na residencia do deputado RIVA. —Y -Comentario; —~ = — — — a ‘As anotages em comento revelam possiveis obras a favor da empresa MULTIMETAL (BAGGIO), conforme j& abordado no relatério parcial n°. 048, parte da empresa Multimetal foi vendida a JANETE RIVA, mulher do DEPUTADO José RIVA, observasse na anotagdo acima destacada que, a “arena pantanal ou outras’, esta marcado ao lado com um certo. a | @ “ \ / Pagina 23 de 39 ¥ Mlustragao item 021 - C: =e © SD.022 Mem 4 _ASFROT Ofuies PBS. 000.000, 62 — 2.002 - VMK le coh dle <= Goowece, 8F dt 03 - MaMBOy, Foe, Ghoo 220, 2 se.cce PY) Sed: seo, Of He Qeezewery, . -- Sede 2 Ste yey ao. = VELLA DEMIS SOD EES AR : — 42a? _.f.go0\ eb , 22, Moor” . wk Reeve rel $uo.200, 89 x 4 Relaede Emme 5 _CamarvtbaS En ~ 2010 f SiveRa ss ‘Segue acima digitalizagéo amostra de documentos apreendidos na residéncia do deputado RIVA. ¥ Comentario: ‘Anotagdes sobre emendas, onde constam duas colunas de valores, com relagao ao assunto Turismo constam os nomes de “Teté/Jairo", que conforme noticias em fontes abertas, Teté Dezerra, deixou o cargo na Sedtur € retornou a AL/MT em seu lugar assumiti o cargo -laito Pradela, vejamos o link da noticia abaixo é vol lei ‘calas as de Dal www. olhardireto, com.br/.../exibir.asp? noticia=Tete... Jairo. 07/05/2013 - Quem assume provisoriamente no lugar de Teté na Sedtur € o secretario adjunto Jairo Pradela. Ele foi nomeado pela recém ex-secretiria, . Pagina 24 de 39 ¥ llustragao item 024 -D: frome da Cidade [auantidede total [ares estavel [vender [detalhe [ler 7 laripuand [200ha~ {00h barra do Bugre [gona [eonarana a73ha Daciara Ss00m* 300.000,00 lecore =f200Ke => feveaide— | 1.000.000,00 tara Tc Falta metrical fina on Urbana _— Nove Roronte TT Ffatta matic Poconét vada T 0 20se Gos marcos [z15sena——_| fz 3565n— Wetee [Sto Jose dos 4 marcos _|7ha Pha 3 1 ofico [S30 0se dos 4 marcos [asana sabe [moaificads ana, [nee foahe 7 leaks 7 [shag Frengara Paazhe [she 0h AE I [Hove dosamarcor | aka Wformastes [08S ‘SaGue acima digitalizagBo amostra de documentos apreendidos na resi ¥ Comentario: ncia do deputado RIVA. Planilha de controle de reas contendo uma relacao de cidades do estada de Mato Grosso, onde constam como invadidas areas nas cidades de Jaciara/MT Poconé/MT. Pagina 25 de 39 ¥ llustragao item 021-E: fae BRL Sale toy spesueaaze ueenpaszase’ conooeOsssuZe 2» O3-/0 1 eat cantenis cabana 3 aetna oad oni225e coopdoDsson2s O07. ° iO aba maa REM Sa id ‘Segue acima digitalizagao amostra de documentos apreendidos na residéncia do deputado RIVA, Pagina 26 de 39 ¥ Comentario: As cépias dos trés cheques acima ilustrados foram apreendidas na casa do Deputado José Geraldo Riva, durante investigagao nominada de Operagao Ararath. O | emitente dos referidos cheques foi o Sr. Neri Geller, que desde 17/03/2014 exerce o | cargo de MINISTRO DE ESTADO da Agricultura, Pecuaria e Abastecimento, vejamos abaixo: ame 'Nen Geller, durante coriménia de posse na oxsgo (Antonio CaziAgénela Sresil) Ministro da Agricultura, Pecudria € Abastecimento do Mandato 17 de margo de 2014 Vida Nascimento 7 de novembro de 1968 (45 anos) Selbach Fonte: pt. wikipedia.org/wiki/Neri_Geller Papina 27 de 39 @ ‘Mi - DEPARTAMENTO BE POLICI FEDERAL SUPERINTENDENCIA REGIONAL DO MATO.GRosso DDELEFIN/SR/DPE/MT ¥ Mustragao item 021 —F: es Sioa om | came 2085 i BERS Segue cima cigtatzagdo amosta de documentos apreendids na residncia do deputada RWA imaueno sea 2014s @ MJ - DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL ‘SUPERINTENDENCIA REGIONAL DO MATO GROSSO: DELEFIN/SR/DPF/MT v Comentario: Na ilustragao acima a pessoa de JOSE GONGALVES RIBEIRO, 0 qual nao fol identificado nos demais relatorios ja analisados, segundo a planilha da empresa PIRAN Factoring / Filial Cuiaba realizou operagdes com as empresas ELDORADO CONSTRUCGES E DORILEO & CIA LTDA, ambas citadas em relatério produzido na @ _Mélise do materia! epreendido junto a empresa PIRAN FACTORING ~ Bresilia _ Como ja.amplamente mencionado em diversos relatorios, ao que tudo indica, 0 Deputado Riva realiza diversos negécios com o Sr. Valdir Piran e este documento € mais um indicio das movimentagées financeiras entre os investigados, e também provavelmente existem negocios realizados com as empresas e pessoas citadas neste documento quéniro ana? / 2014 <1 Y Ilustragdo item 21 - G: velcuios [Grupa TVCA fte/TV« nédio) [Grupo Band (rv Rédio) (Grupa O Documenta [Tv Mato Grosso [Programa Resumo do dia [TV Rondon, Site Miia News ‘Ske Othar Direto Site hipemattctas Jornal idtio de Culabé oral Correo de VG 9.183,00) Revista ROM, aera Gro RONEWS tee R&isio Floresta de 5. 1. do Rio Claro tAdin Dionairss TGA Radio Sortico rv intagrapta “Rede vida ‘Sita taclaraOnfine Pigina 30 de 39 pistmauino/2o1 omit O uberal- Ely [Tv Cidade - Nava Mutun- Hugo, [she aograus Arayusta (ei30 In Sho Feliu do Araguale/Vanessa ebdio Cultura Bla Perspectives News/Gla Aranvata Lin Correto da Manhi - Maraviina [tn do Municipio -Sarnuel Levy inal Vale do Peixato -Bentinho Jornal da Cklede - Francisco ‘Ska Fala Mato Grosso Guilherme [Jomal A Critica Weller Marcos, site VG News. Eksangele Sie VG Noticias Edna Arailo Site © NortBo - Rleardo Ir Nortio Noticias 1ofo Maguite, pal Fotha do Norte/tuiz Henrique dnal Regional/Pontes e Lacerda Jornal O interior tery [Agencia da Notice Ast Dornelies nal Folha - Armando/®. do Gugres [TV Vale de TGA/Sitvio Delmondes Rilo Canova. Patin Terey, [TV Alto Araquala-Mala Neto Radio Industrial de VG ~ Rosent! Sie Amadorime no Ar. Kesqul TV Mirassal D'Oaste logo Rodlgo — jornal Semansel Maud. Site Prentio News -Rornew [correto tacioea - Marqulnhos [Folks de Guiretings - Madureira [Site Sé Noticias «Marcos Pisina 31 de 39 pistRIBuin[/2034 3.000,00| ioe 180 E reste - AT@NARATE ABT 15.000,00| [Ty Wativa de Alta Floresta [Grupo Bambine de alta Hovest= 2,192.679,96| 1.754.143,93| Seguem acima digi lizagdcs mostra de documentos aprecndido na casa do Deputado Riva. Y Comentari A tabela acima lista varios valores relacionados a provaveis pagamentos a orgaos de imprensa em geral, para analisar estes pagamentos, & importante cruzar estes dados com as informagées colhidas no depoimento do investigado Eder de Moraee Dias, cegue analice abaixo: *Histérico: Para o melhor entendimento quanto aos pagamentos realizados a orgaos de imprensa, anexamos neste relatério trechos dos depoimentos prestados em termos de declaragav, pelo investigado Eder de Moraes Dias ao Ministério Publico do Estado de Mato Grosso, ressaltando, que este depoimento _foi__disponil DELEFIN/SR/DPF/MT, pelo MPF Procuradoria da Republica em Mato Grosso, para analise no Ambito desta Operacao Ararath, vejamos abaixo alguns trechos do depoimento: izado_a Pagina 32 de 39 ———— ao eben MORASS: TINHA'RETORNO.. PORQUE A BANCATURIDICA'LA NO ACERTO DOS | HONORARIOS.. ESTAVA DIVIDINDO HONORARIO,.. ERA A INFORMACAG QUE A} GENTE TINHA; E A PROCURADORIA VALIDOU:ISSO PORQUE. VIU: QUE TINHA PEITO.. IMERDA"E SE NAG VALIDASSE OS' CARAS ENTREGAVAM OS PROCURADORES | SIMPLES. a pe ROBERTO TURIN: -2ONDE uso OLMAR Fos HRA NEA ston? i j DER ‘MORAKS: iACAO DELE NO"PROCESSO'E | COM’ UMA BANDA DE “ADVOGADO DE UM CUNHADO DELE_QUE & 4DVOGADO ; OCIMAR NAO SEI DAS QUANTAS, COMO A CARTA;NA TESE DO GILMAR, ELA VIROU UMA MOEDA NAS MAOS DELES ; 0 ADVOGADO QUE RECEBEU HONORARIO PAGOU CONTA. COM IS50_ Yassou PRO GILMAR, JOAQUIN, PEDRO, MANOEL, PASSOU PRA { QUE TINEA. *VIROU UMA FARRA TREMENDA.- 0 GRUPO GAZETA TEM UM MONTE a} |, OPERACOES FEITA PELA GRAFICA CENTRO OESTE QUE NAO TEM LACO NENHUM. A |’ SECOM DEU UMA CARTA DO MESMO ESTILO DA SINFRA DE RECURSOS QUE DEVIAM , PARA IMPRENSA MATOGROSSENSE ESTOUROU 0, ORFAMENTO, PORQUE FAZ.UMA |, PROMOCAO PRA CENTRO AMER! TANTO, Fi ‘AO PRA GAZETA. Al By Sot Ee Al NO BANCO E FAZ 900 MIL, VAINO BANCO MILHAO, ANO QUE VEMA GENTE VE como £ QUE FAZ.. Al VINHA A MESMA CIRANDA, SE PEGAR A LIQUIDACAO DESSAS |, | OPERAGOES NO-BANCO NAO E NENHUMA DEPOSITO DIRETO DO ESTADO DE MATO |, GROSSO, E TUDO. DINHEIRO DE. FACTORING. £' DINHEIRO VIVO, ALGUMA COISA |, jas, © ESTADO PAGA NO EMARANHADO DE COISAS QUE A GENTE VAI, VENDO ‘AQUI.. ISSO FOI DE 2006 A 2010. 0 SILVAL VAI'VIR COM UMA PRESSAO FUDIDA PRA [CIMA DB MIM ., ELE, TA SABENDO QUE BU VIM AQUL. Imagem acima fo! extraida da depravartio de 24022014 — Depoimento de ide’ Wi Moraes a0 MPE. * Comentario |: Segundo patavras de Eder Moraes a0 Promotor Dr. Roberto Turin, haviam pagamentos constantes a impressa matogrossense ¢ quando o orgamento acabava, entao para nao ficarem 90 dias com a impresa fazendo pressdo, 0 govemo fazia os pagamentos, e buscava o recurso em bancos, depois a quitagao dos emprestimos era realizada com dinheiro de factoring. Pagina 33 de 39 ‘EDER MORAES: MUITAS OPERAGOES DO BIC BANCO. ; a, ‘DR. ROBERTO TURIN: A! ELE IRIA DEPOSITAR NO BIC BANCO? » [EDER MORAES: ISSO. DIRETAMENTE NO BIC BANCO. IDR. ROBERTO TURIN: E QUAL A OPERACAO QUE ESTAVA NO~BIC BANCO? |{ | |EMPRESTIMO, FINANCIAMENTO? ° : }|EDER MORAES: OLHA EU JA“PASSEI ALI UMA RELACAO NAQUELA REUNIAO || ‘|PRELIMINAR E EU ENCONTRE MAIS ESSA AQUI, ENTAO ESSAS OPERACOES: AQUI | «ELAS £ UMA POSICAO QUE NOS TINHAMOS JA AGORA NO COMECO DE 2012 .SAO REMANESCENTES TODAS ELAS DE 4, $ ANOS PRA CA, ENTAO TODAS ESSAS QUE ESTAO AQUI. DEIXA BU S6 DAR UMA QLHADINHA.. E OUTRA COISA..FOL PAGO | MuITO ATIMPRENSA] COM ESSES RECURSOS DA ENCOMIND E DE OUTRAS \ JOPERAGOES.. ‘ ® ® DR. ROBERTO TURIN: IMPRENSA COMO ASSIM? ' EDER: MORAES: AS EMPRESAS QUE EU VOU PASSAR AQUI-SE PAGA MAIS OU ; MENOS 0 MESMO VALOR POR FORA.. PORQUE CHEGA ALI VOLTA DE OUTUBRO | DESSE ANO PASSADO JA NAO TINHA ORCAMENTO NENHUM PRA IMPRENSA. AGORA © QUE QUE OCORRE, DR. TURIN.SE 0 SENHOR BUSCAR NESSAS CONTAS, AS 4 ourras QUE ESTAO NA RELACAO DOS: PRIMEIROS' DOCUMENTOS QUE EU , ENTREGUEI.. VAl ENCONTRAR MUITOS DEPOSITOS FEITOS NAS CONTAS DO BIC .. ) DAS EMPRESAS DO BIC. DR. ROBERTO TURIN: E ESSE PAGAMENTO DE PUBLICIDADE? COMOE QUE DAVAT | EDER MORAES: DE PUBLICIDADE SE DAVA DA’SEGUINTE FORMA, ELES EMITIAM ICARTAS FRIAS PARA OQ BANCO, PRINCIPALMENTE GRUPO GAZETA DE ICOMUNICACAO.. CENTRO OESTE GRAFICA E QUALQUER COISA.. AQUI UM MILHAO E ICEM..ESSE UM. MILHAO E CEM AQUI .NENHUM. REAL AQUI FOI PAGO LA NO BIC COM 0 DINHEIRO DO GOVERNO DO ESTADO. £ SO ABRIR ESSA OPERACAO.. DR ROBERTO TURIN: LA NQ BIC TEM UMA OPERAGAO EM NOME DA GRAFICA? EDER MORAES: GARANTIDA POR UMA CARTA DA SECOM. ASSINADA PELO SENHOR RAYEL, PORQUE ESTOUROU © ORCAMENTO.NAO TINHA DINHEIRO, TEM QUE PAGAR, TEM QUE PAGAR.PRESSAO CORRER PRO GOVERNO, MANCHETE .CAPA DE G) Pipioa 34 de 39 * GORNAL..0 QUE O SENHOR IMAGINAR AL. i ; fl R. ROBERTO TURIN: ENTAO A GRAFICA TINHA UM CONTRATO NORMAL COM 0 |) IGOVERNO ? | IEDER MORAES: JA TINHA ESTOURADO 0 CONTRATO.JA TINHA RECEBIDO TUDO. [TA CERTO E Al PEDIAM OS SERVICOS A MAIS...A MAIS. IA SE FATURANDO.. CHEGAVA \ \OVEMBRO E DEZEMBRO NAO TINHA PERDAO, OU ARRUMAVA OU ARRUMAVA.. AL IANDAVA PRO BANCO E PAGAVA COM 0 DINHEIRO DESSES RETORNOS ALESSA EB UMA VERTENTE DR. ROBERTO TURIN: MAS Al POR EXEMPLO TEVE UM EMPRESTIMO DO CONTRATO. LA DO FINANCIAMENTO DO BIC QUE TA EM NOME DA GRAFICA, QUE FOI PAGO COM 0 DINHEMRO DO RETORNO DO CASO POR EXEMPLO DO CASO DA ENCOMIND. QUEM DEPOSITOU LA NO BANCO O DINHEIRO FOIA FACTORING? | EDER’ MORAES: A FACTORING OU A PROPRIA ENCOMIND..MANDAVA. JA OS CHEQUES PRONTOS NOMINAIS A ELA MESMA E LANCAVA.NAO TO DIZENDO SO A ENCOMIND PODE SER QUE TENHA OUTRAS EMPRESAS. DR. ROBERTO TURIN: COMO f QUE EU VOU ENCONTRAR LA NO RIC BANCO .POR | QUE SE LEVOU EM DINHEIRO E DEPOSITOU? | ApER MORAES: TEM, QUE SE IDENTIFICAR © DEPOSITANTE.. NAO CONSEGUE: ; s.DEPOSITO EM DINHEIRO £ OBRIGADO A IDENTIFICAR 0 DEPOSITANTE ... NAO A. | EMPRESA QUE ESTA SENDO DEPOSITADA QUEM TRANSPORTOU O RECURSO - DR. ROBERTO TURIN: © QUE EU QUERO SABER O SEGUINTE EU TENHO QUE PEGAR. ALQUEM PAGANDO ESSA CONTA DA aa QUE NAO SEJA A ae NEM , NINGUEM LIGADAAELA.. . t | som MORAFS: Ai DOUTOR E SO- VERIFICANDO OS CHEQUES QUE FORAM DEPUSITADOS AL.COM CERTEZA VAIl_ENCONTRAR CHEQUES DE ¥ACTORINGS,» TRANSFERENCIAS SEM NENHUM SIGNIFICADO.TA CERTO QUE NAQ TENHA, | CONTRATO..NAO VAI ENCONTRAR CONTRATO AQUI DA GRAFICA CENTRO OESTE | COM A CONSTRUTORA B, POR QUE QUE ELA DEPOSITOU? 1 4 :oR, RODERTO TURIN:.£ QUANTO 0 JUNIOR MENDONCA OU QUALQUER ‘outa , OPERADORA DE SISTEMA GANHAVA COM ISSO? As imagens acima foram extraidas da degravagio do dia 13/03/2014 — Parte I - Depoimento de Eder Moraes ao MPE. + Comentério I: Segundo palavras de Eder Moraes ao Promotor Dr. Roberto Turin, ocorreram muitos pagamentos 4 impresa com recursos da Encomind e de outras operagées, disse ainda que pagavam publicidade através de cartas frias para 0 Banco, principlamente 0 Grupo Gazeta de comunicagao e a Centro Oeste Grafica. Quando nao havia recursos para o pagamneto, tinha que pagar, pois, ocorria uma pressao contra 0 governo, através de manchele, capa de jommal outras formas, 0 recurso utilizado para pagamento dos bancos seria do “retorno” (v. Relatério de analise n.° 70, item 015). Pagina 35 de 39 Y llustragao 021 - H: Scguem acima digitalizagdes amostra de documento apreendido na Casa do Deputado Riva. ¥ Comentario: Continuando a andlise verificamos que a planilha acima. ao que tudo indica. seria uma especie de contabilidade paralela das despesas da AL/MT, datada de 07/01/2014, nessa planilha constam gastos com publicidade em torno de 27 milhdes e com produgao da TV assembleia R$ 8.299.000, esses indicios demonstram que no Pisina 36 de 39 ambito da AL/MT eram reservados recursos consideraveis para pagamento de servigos a imprensa. Logo abaixo, buscamos um documento que andlisado isoladamente parecia irrelevante, contudo, inserido neste contexto de pagamentos realizados a imprensa se transforma em um documento muito importante, pois, lista nominalmente meios de imprensa e pessoas, provavelmente, responsaveis pelos recebimentos dos valores indicados, entéo, vejamos a integra do documento apreendido no Gabinete do Deputado Riva, constante no item 08, do Auto de Apreensdo Equipe SR 64: = Site. www.rdnews.com.br - Romilson Dourado - VALOR UNICO: RS BS.000,00 - +e wr manews.com br - Ramon Monteaguso-VALOR GNCO: R$ 10000000- | x ‘ + = Site wwrw.othardirete.com.br «abel Coutinho - VALOR UNICO: R$ $0.000,00 - 4 WY + Site www24horasnews.com.br -Amaldo - VALOR UNICO: RS 30.000,00 - -Site www odocumente.com.br - Claudio Morais e Mara -VALOR UNICO: R$ 25.000,00 - -TV Culaba - Claudio Moraes e Mara - VALOR UNICO: R$ 35:000,00 - - Site www.reportermt.com.br - André Michels - VALOR UNICO: RS 25:000,00 e = Site isso £ Noticia- Alexandre Apré - VALOR UNICO: RS 20.000,00- - Site www matogrossonoticias.com.br - Antonieli- VALOR UNICO: RS 15.000,00 - . - Site $6 Noticias - Marcos Azevedo - VALOR UNICO: RS 10,000,00 - = GRUPO Programa Resumo do Dia - Roberto Franga ou Thiago - VALOR UNICO: R$ $0.000,00 -TV Rondon - VALOR UNICO: RS 100,000.00 - Pagina 37 40 39 () + TVCA - VALOR UNICO: R$ 240.000,00 - GRUPO BAND - VALOR UNICO: R$ 300.000,00 - ~ GRUPO GAZETA/RECORD - VALOR UNICO: R$ 200.000,00 ~ Jornal Didrio de Cuiaba - Gustavo - VALOR UNICO: R$ 100.000,00 = Site Pagina Unica - Mario - VALOR UNICO: R$ 15.000,00 = Jornal Folha do Estado - abela ou Beto - VALOR UNICO: RS 192.000,00 - Jornal Circuito MT - Pérsio ou Leda - VALOR UNICO: R$ 100,000.00 - ~ Jornat MT Popular - Anténio Carlos - VALOR UNICO: R$ 100.000,00 fornal Correio de VG - Renato ou - VALOR UNICO: RS 25.000,00 - Revista RDM - Jodo Pedro Marques - VALOR UNICO: R$ $0.000,00 ~ Revista Unies - Lucy - VALOR UNICO: RS 45.000,00 - ~ Revista Camalote - Lauristela - VALOR UNICO: RS 35.000,00 - Seguem acima digitalizagécs amostra de documentos apreendides no Gabinete do Deputedo Riva, Item (08 do Auto de Apreensao, Y Conclusao: fat ncados, sugere-se 0 fer documentos com o Ministério Publico do Estado de Mato Grosso (MPE), para que sejam tomadas as providéncias cabiveis ao assunto. Pégina 38 de 39 Item 022 — UM COMPROVANTE DE DEPOSITO EM NOME DE HEVANILDO, NO VALOR DE CEM MIL REAIS, Item ja explorado no relatério parcial n° 067, item 02. {item 023 - UM CHEQUE BANCO DO BRASIL NO VALOR DE DEZ MIL REAIS, CONTA 41007-1 [CHEQUE Ne 653263. Item analisado isoladamente aparentemente sem relevancia para operacdo. Eo relatério. Cuiabé/MT, 11 de novembro de 2014. was (A FERNANDES DANKoIboR/DPF Agente on Federal Matricula 17.487 Pagina 39 de 39

Avaliar