Você está na página 1de 6

1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA

CENTRO DE CIÊNCIAS DE SAÚDE

EGNALDO ALVES BARRETO

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA DA DISCIPLINA GENÉTICA


HUMANA APLICADA A PSICOLOGIA, NO DIA 07/07/2009, PROFESSOR
MARCILIO BALIZA

Santo Antonio de Jesus - BA


2009

INTRODUÇÃO
2

Este relatório visa descrever a aula prática do dia 07 de julho de 2009, no

horário das 09h às 11h, no Laboratório de Pesquisa da Univerdisidade Federal do

Recôncavo Baiano, onde foi feita a demonstração de uma Extração de DNA.

OBJETIVO DA AULA
3

Extrair o DNA (ácido desoxirribonucléico) de um tecido animal (bife de fígado


bovino) , demonstrando a possibilidade de se fazer um experimento científico utilizando
materiais que estão acessíveis na maioria das cozinhas dos brasileiros.

MATERIAL E MÉTODO.
Material

a) Tecido vegetal (banana) ou animal (fígado)

b) Bisturi ou faca

c) Becker

d) Banho-maria (60º C)

e) Água destilada

f) Cloreto de sódio

g) Detergente

h) Álcool etílico 95% gelado a cerca de – 10º C

i) Bastão fino de vidro ou madeira

j) Papel filtro

k) Gelo moído

l) Luvas descartáveis

m)Laminas

n) Microscópio

Procedimentos

a) Pique o material em pedaços de 0,5 cm;


4

b) Coloque quatro colheres das de sopa de detergente e uma colher das


de chá de sal em meio copo de água, mexendo bem até dissolver
completamente;

c) Coloque o material picado no copo com a solução de detergente e sal e


leve ao banho-maria por cerca de 15 minutos;

d) Retire a mistura do banho-maria e resfrie rapidamente, colocando o


copo no gelo durante 5 minutos;

e) Coe a mistura no papel de filtro, recolhendo o filtrado em um copo


limpo;

f) Adicione ao filtrado cerca de meio copo de álcool gelado, deixando-o


escorrer vagarosamente pela borda. Formam-se duas fases, a superior
(alcoólica) e a inferior (aquosa).

g) Mergulhe o bastão no copo e, com movimentos circulares, misture as


fases. Formam-se fios esbranquiçados, que são aglomerados de
moléculas de DNA.

RESULTADOS E DISCUSSÕES

Seguindo a orientação do Professor e divididos em grupos de 4 alunos,


seguimos pacientemente os passos acima descritos. Durante a execução do
experimento, nos foi explicada a função de cada elemento usado :

• A adição do sal (NaCl) no início da experiência proporciona ao DNA


um ambiente favorável. O sal contribui com íons positivos que neutralizam a carga
negativa do DNA. Numerosas moléculas de DNA podem coexistir nessa solução.

• O detergente afeta as membranas porque elas são constituídas por


lipídeos. Com a ruptura das membranas os conteúdos celulares, incluindo as
proteínas e o DNA, soltam-se e dispersam-se na solução. A função de algumas
dessas proteínas é manter o DNA enrolado numa espiral muito apertada.
5

• O álcool não dissolve o DNA na concentração usada na experiência.


Como resultado, o DNA aparece à superfície da solução ou precipita. O DNA é
menos denso que a água e a mistura aquosa dos restos celulares.

Para entender o processo, é necessário rever alguns conceitos básicos em


Genética. Já sabemos que o DNA está no núcleo da célula e que as membranas
celulares são formadas por uma dupla camada lipídica. Esta camada será
desestabilizada, liberando assim o conteúdo das células.

Antes mesmo da filtragem, já foi possível visualizar uma espécie de rede


esbranquiçada, que na verdade já eram os cromossomos se desligando . Foi
interessante notar isso ainda sem a ajuda do microscópio.

Ao passar o material pelo filtro, e colocando ácool etílico 95% gelado a


cerca de – 10º C, posteriormente o DNA começou a subir, assim então foi colhido
uma pequena amostra sendo levada para análise no microscópio, sempre com a
supervisão e orientação do professor. Foram usadas várias células animais para
extração do DNA e pudemos visualizar no microscópio que os cromossomos dessas
diversas células tendem a se juntar ou se sobrepor formando pontos negros.
Observamos também diversos pontinhos em movimento durante a observação no
microscopio, o que demonstra a capacidade de locomoção dos cromossomos.

CONCLUSÃO

O material produzido através do experimento permitiu uma visão

diferenciada deste conteúdo (cromossomos e DNA), tornando-o mais atraente e

simples. A utilização de recursos do dia a dia, portanto, além de demonstrar como a


6

ciência faz parte da nossa vida, desperta uma maior consciência da importância da

compreensão dos seus processos.

REFERÊNCIAS

Aula prática no laboratório de pesquisa da UFRB.


www.dbio.uevora.pt/LBM/.../Extraccao_DNA.html
http://profs.ccems.pt/OlgaFranco/11ano/estruturaDNA.htm
http://sec.sbq.org.br/cdrom/31ra/resumos/T1752-2.pdf