Você está na página 1de 1

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS

CENTRO DE LINGUAGEM E COMUNICAÇÃO


Jor

FACULDADE DE JORNALISMO
Contravenções penais
Gustavo Romano
Disponível em
http://www.paraentenderdireito.org/1/post/2010/04/co
ntravenes-penais.html, acessado em 12/04/2010

Saiu na Folha de hoje (10/04/10):

“Contraventor pede e recebe proteção


policial no hospital
O contraventor Rogério Andrade, vítima de atentado a bomba na tarde
de quinta-feira, no Rio, está sob proteção policial no Hospital Barra D'Or,
desde ontem. Seu advogado, Luiz Carlos Silva Netto, pediu proteção
policial para tentar evitar uma possível tentativa de homicídio ao cliente, que continua internado.
Acredita-se que Andrade era o verdadeiro alvo do atentado que matou seu filho Diogo, 17.
O carro blindado de Andrade, dirigido pelo filho, explodiu na tarde de ontem no Recreio dos
Bandeirantes (zona oeste). O carro de seguranças, cinco policiais militares, também foi afetado
pela explosão. Os cinco estão detidos pela PM.
(…)
Apesar de não correr risco de morrer, ele ainda se recupera das consequências da explosão.
Passou por uma cirurgia de reconstituição da face e do nariz e continua com o rosto muito inchado.
O advogado Silva Netto afirmou que a família não tem suspeitas sobre quem seriam o autor e o
mandante do atentado. "Nós estamos esperando que as autoridades usem todo o seu empenho
para desvendar esse crime bárbaro e chocante." A polícia suspeita de um contraventor inimigo.”
Reparem que nesse texto, em nenhum momento, o jornalista usou o termo criminoso. Ele utilizou,
corretamente, o termo contraventor. Crime são os delitos mais graves. Contravenções são os
delitos mais leves. As contravenções são os delitos descritos na Lei das Contravenções Penais. É
ela que trata dos delitos mais leves, como rinha de galo, vias de fato (o tapa na cara que vemos
nas novelas), jogo de bicho, fingir ser servidor público, provocar tumulto, perturbar o sossego
alheiro com gritaria ou algazarra, a vadiagem etc. São delitos tão pequenos que não valem a pena
ser tratados de forma muito severa mas que, ainda assim, a sociedade não acha que seria justo
deixá-los impunes. As contravenções são um meio termo entre algo muito grave e algo que é legal.
As chamadas 'máfias dos bingos' são contravenções pois se enquadram em dois dos artigos da Lei
das Contravenções Penais:
"Art. 50. Estabelecer ou explorar jogo de azar em lugar público ou acessivel ao público,
mediante o pagamento de entrada ou sem ele: Pena – prisão simples, de três meses a
um ano, e multa, de dois a quinze contos de réis, estendendo-se os efeitos da
condenação à perda dos moveis e objetos de decoração do local."
"Art. 51. Promover ou fazer extrair loteria, sem autorização legal: Pena – prisão
simples, de seis meses a dois anos, e multa, de cinco a dez contos de réis, estendendo-
se os efeitos da condenação à perda dos moveis existentes no local."
Como as penas de restrição à liberdade são muito pequenas, elas são, quase sempre, convertidas
em prestação de serviço à comunidade.

Professor mestre Artur Araujo (artur.araujo@puc-campinas.edu.br)


site: http://docentes.puc-campinas.edu.br/clc/arturaraujo/
ftp: ftp://ftp-acd.puc-campinas.edu.br/pub/professores/clc/artur.araujo/
Página 1 de 1